“Grande dia”: Bolsonaro comemora dados sobre geração de empregos

Jair Bolsonaro usou o Twitter nesta quinta-feira para comemorar os dados divulgados pelo Caged, que mostram que o país registrou 408 mil empregos com carteira assinada no primeiro semestre deste ano.

Somente em junho, foram abertas 48 mil novas vagas.

“Grande dia”, tuitou o presidente.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. paulo disse:

    ele tem que festejar sim, nao foi ele que passou 16 anos no poder e deixou 15 milhoes de desempregados

  2. Desempregados disse:

    Já creditaram 15 milhões de desempregados na conta do atual governo.
    A verdade precisa ser estabelecida, independente de bandeira partidária:
    a – Quando Dilma (PT) saiu do governo existiam 13,5 MILHÕES de DESEMPREGADOS;
    b – Quando Temer saiu do governo a conta chegava a 14,2 MILHÕES DE DESEMPREGADOS.
    Se agora existem 15 milhões, número não oficial, no atual governo o débito é de 800 mil

    • Severino Carnegie-Rockefeller disse:

      O movimento de demissões e contratações reage com certo atraso quando a economia cresce ou decresce. Ninguém sai demitindo ou contratando na primeira onda. Em 2014, apesar das obras da Copa, a economia já tava patinando, vindo afundar catastroficamente nos dois anos seguintes. A bomba estourou (ou começou a estourar) nessa época, e tire todo o ruido sobre pedaladas ou corrupção: foi por isso que Dilma caiu. A política econômica petista da mulher sapiens mandioquensis* era de tentar a impulsionar a economia com base no crédito e gasto público, mas isso sozinho só faz criar bolhas artificiais de consumo que se refletem no emprego. *(muita besta 'diplomada' acredita que se aumenta o volume de água na piscina, tirando baldes do fundo e jogando na superfície).

    • Severino Carnegie-Rockefeller disse:

      Houve um substancial disparo no desemprego já em 2015.

  3. José disse:

    Isso é uma piada é? De mau gosto! Mais de 15 milhões de desempregados.

Enquanto país apresenta reação na geração de empregos, RN vai na contramão, fecha 2,2 mil vagas em fevereiro, e vê vizinho PB registrar saldo positivo

Foto: Claudio Vieira/Divulgação

Enquanto o Brasil tem o melhor mês de fevereiro dos últimos 5 anos com 173.139 novos empregos, o Rio Grande do Norte não parece reagir a maioria dos estados, inclusive, o seu vizinho, a Paraíba.

A Paraíba gerou saldo positivo de empregos com carteira assinada em fevereiro deste ano. Conforme aponta os dados da secretaria especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nessa segunda-feira (25), o mercado de trabalho paraibano fechou o segundo mês do ano com o saldo de 432 vagas.

O Rio Grande do Norte fechou o mês de fevereiro com 2.249 vagas de trabalho a menos. Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged),  o setor que mais contribuiu para a redução do número de postos de trabalho foi a agropecuária, que perdeu 2.054 vagas. Foram 478 admissões contra 2.532 demissões para o mês de fevereiro.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Beto silva disse:

    E muito simples imtender porq a Paraíba evoluiu mais do que o RN porq lá os políticos veste a camisa do seu estado e sepreoc com o proguesso do seu estado e si no RN eles não pensam a sim quando eu estava aí a fábrica da aupargata fechou em duas cidades e foi para a Paraíba e os gover dai não fez nada para impedir a saida da fábrica do estado são todos incompetentes não sabem não tem visão de proguesso para o seu povo e lamentável isso

  2. Tarcísio Eimar disse:

    Segura essa Fatão. Onde o diabo do PT está a desgraça o acompanha.

  3. Figueira da Foz disse:

    Disse ainda durante a campanha, que no São João a Fátima estava queimada com o eleitor, sem dinheiro, não há mágicas, pelo andar da carruagem isso já vai acontecer agora em maio.
    Pergunto.
    Cadê o preparo que a governadora diz ter??
    Já vamos para abril e até agora, não vi nenhuma medida pra resolver o problema fiscal do Estado.
    Sem projetos, a tendência é piorar e muito.
    Estamos lascados, pra resolver esse problema, tem que ser alguém que tenha sangue no olho, do contrário vamos ficar só vendo o bonde passar e nada mais.
    Foi assim com o governo da Rosa de Mossoró, Robinson Faria e caminha a passos largos para engabelar também o governo Fatima Lula Bezerra, essa é a terrível REALIDADE.

  4. Observador disse:

    Mais a oposição da época dizia que o culpado era Robinson, pegue peia. Governo incompetente, sem ação, ainda não desceu do palanque e nem saiu de dentro do studio fotográfico, leva a vida em posta festas, mas nem só de festa vive um governo.

  5. Victorino disse:

    Não e de hoje que a PB vem superando o RN em todos os sentidos.
    João Pessoa cresceu bem mais que Natal nos últimos 20 anos;
    A PB tem muitos mais servidores públicos que o RN e não atrasa salários;
    As contas públicas da PB estão em ordem, enquanto no RN…
    Os combustíveis na PB é bem mais barato que no RN;
    Até as passagens aéreas com viagens saindo de João Pessoas que tem um arremedo de aeroporto, são mais baratas que as praticadas em Natal;
    O metro quadrado em João Pessoa é bem mais barato que o de Natal;
    O custo de vida em João Pessoa é melhor que o de Natal;
    Quem quiser constatar isso é só passar uns dias por lá e facilmente comprova o que estou relatando.

    • Karla disse:

      Sobre servidores públicos no estado da Paraíba, com mérito, devo afirmar que, ao menos na saúde, os profissionais contratados inclusive com nível superior ganham 1500 reais por 13 plantôes de 12 horas ( uma miséria), sendo 80% CONTRATADOS, para garantia do curral eleitoral. Então ainda temos que ter cautela nas informações.

    • Everton disse:

      Sobre a Paraíba: Duodécimos uns 5% menores, que fazem o Executivo ter mais ou menos 1 Bilhão a mais a cada 4 anos. Daria ao menos desafogar certo pregos.

  6. Victorino disse:

    Gopi gopi gopi, culpa do governo fascista do Bolsonaro, o desastre no RN estar só começando, a incompetência a todo vapor. Vergonha