Polícia

Bolsonaro pede acesso a celular de advogados de Adélio

Foto: Ricardo Moraes – 08.set.2018/Reuters

O advogado Frederick Wassef apresentou nesta terça-feira (15) em nome do presidente Jair Bolsonaro uma petição na qual pede que seja revista a decisão da Justiça de não autorizar a quebra dos sigilos telefônicos dos advogados de Adélio Bispo, autor da facada contra o então candidato em setembro de 2018.

Na ação judicial, Wassef lista elementos que na sua avaliação colocam suspeição sobre os advogados, como:

(1) um renomado escritório de advocacia é contratado para defender investigado de baixa renda;

(2) a contratação do escritório não ocorre a título pro bono;

(3) a contratação do escritório ocorre sem conhecimento do investigado;

(4) a contratação do escritório não ocorre por solicitação do investigado; e

(5) a contratação do escritório não ocorre por solicitação de familiares ou amigos do investigado.”

De acordo com ele, há no curso da investigação elementos que mostram “circunstâncias atípicas” em relação a Adélio.

“Ao longo da apuração envidada nos IPLs n° 0475/2018 e n° 0503/2018, a Autoridade Policial Federal colheu uma série de documentos e depoimentos que permitem deduzir circunstâncias atípicas a respeito (A) das finanças do Sr. Adélio Bispo de Oliveira e (B) do processo de contratação da prestigiada banca de advogados que patrocina a sua defesa técnica”

Na semana passada, a CNN mostrou que o presidente assinou uma procuração na qual dá amplos poderes para o advogado Frederick Wassef representá-lo judicialmente. O documento, a que a CNN teve acesso, foi assinado pelo presidente no dia 6 de maio.

Bolsonaro confere a Wassef “amplos poderes para o foro em geral à defesa de seus direitos e interesses para representar o outorgante (Bolsonaro) em juízo ou fora dele em que for autor, réu, assistente, ou oponente, podendo propor contra quem de direito as ações competentes e defendê-la nas contrárias seguindo umas e outras até final decisão”.

A petição que Wassef assina já decorre desses poderes concedidos a ele pelo presidente.

CNN Brasil

Opinião dos leitores

  1. Velha e boa cortina de fumaça, sempre que o noticiário não é favorável, ele apela pra facada. O que devia ser investigado é que o chefe de segurança durante a facada foi promovido durante o governo e quase virou ministro da justiça.

  2. O homem mais protegido do Brasil.
    Como o povo brasileiro ficou sabendo, só advogados para defendê-lo foram 05 no dia que tentou matar o candidato a presidência. Um deles chegou a cidade de jatinho. Com o detalhe que oficialmente Adélio era desempregado.
    Qualquer um pode ter a conta bancária e a linha telefônica desbloqueadas e acessíveis para investigação em caso de processo criminal, menos Adélio.
    Qualquer um está sujeito as investigações legais, Adélio não pode ser investigado.
    Qualquer um pode ter seu celular, computador recolhido para investigação criminal, Adélio não!
    Como um desempregado tinha vários notebooks, celulares, contas pagas e comida a mesa? Quem pagou os advogados que apareceram para defender Adélio?
    Quem protege Adélio? Qual a razão desse cidadão ser intocável?

  3. Ele sabe que sigilo de advogado é inviolável. Só se ele fizer uma proposta de lei pra o congresso aprovar a quebra de sigilo de advogado. O véi burro da mulesta, esse foi o mais burros de todos os presidentes, ou será se não escuta a assessoria, ou é porque é burra também.

    1. Eu acho que O MINTOmaníaco e o advogado dele , o anjo (apelido de miliciano?) deveriam dar o exemplo e abrir o sigilo deles também… Aí eu diria que o véi era arrochado! Quem não deve não teme ne?!

    2. Não é que ele é burro. Ele quer dizer pro gado dele que o judiciário está encobrindo e blá blá. Ou seja, pra bolha dele, ter esse pedido negado é mais eficaz do que se até mesmo fosse comprovado que não há conspiração para a facada, que convenhamos: o elegeu.

    1. Só quebram sigilo de quem não é esquerdista. Tem sigilo de uma relação de cidadãos de bem pra serem quebrados, mas se for protegido pela canhota, não pode.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Bolsonaro ‘deixou os governadores à mercê da desgraça que viria’, diz Witzel à CPI

O ex-governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel disse nesta quarta-feira (16) à CPI da Covid que o presidente Jair Bolsonaro “deixou os governadores à mercê da desgraça que viria”.

“O presidente deixou os governadores à mercê da desgraça que viria. O único responsável pelos [mais de] 400 mil mortes que tem aí tem nome, endereço e tem que ser responsabilizado”, afirmou o ex-governador.

Witzel disse que Bolsonaro adotou a narrativa de empurrar o ônus das necessárias medidas de distanciamento social para os governadores. Ele argumentou que o presidente adotou a narrativa de forma estratégica, para se livrar de responsabilidade sobre as consequências econômicas da pandemia.

“O governo federal, para poder se livrar das consequências do que viria na pandemia, criou uma narrativa estrategicamente pensada”, argumentou Witzel.

“O que ficou claro é que a narrativa construída pelo governo federal foi para colocar os governadores em situação de fragilidade, porque os governadores tomaram as medidas necessárias de distanciamento social, porque isso tem consequências econômicas”, continuou.

Ele disse que Bolsonaro criou um “discurso de perseguição ao governadores” e de que os governadores “aproveitaram a pandemia para roubar”.

Witzel foi afastado do mandato e depois sofreu impeachment no ano passado. Ele é réu em processo que apura corrupção e lavagem de dinheiro. O caso tramita no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O ex-governador era aliado de Bolsonaro na campanha eleitoral de 2018. Mas ao longo do mandato entrou em atrito político com o presidente, que se agravou na pandemia. Bolsonaro sempre atacou as medidas de isolamento social recomendadas pelas autoridades sanitárias e adotadas por governadores para conter o vírus.

Falta de diálogo

Witzel também reclamou da falta de diálogo do presidente com os governadores na pandemia.

“Não tínhamos diálogo com o presidente. O presidente não queria dialogar comigo”, disse.

G1

 

Opinião dos leitores

  1. Se fosse o pt, teria protegido esse ladrão , mas como roubou , e não foi protegido, acusa pra se cefender

  2. Mais um corruptos que rapidamente vira herói da oposição. Esse faz uma grande dupla com Renan Calheiros. Vejam quem está defendendo esses pulhas.

  3. Esse tem uma moral p falar que pqp !!! Kkkkkkkk.. isso é um louco, corrupto, condenado, sofreu impeachment, e quer falar do presidente ? Hahahahah… 2022 ta no papo.

  4. Esse ladrão e miliciano tem moral de falar de ninguém….. reclama no STF fdp. Bandido condenado pela justiça tem voz numa CPI? É brincadeira kkkkkk Mito 2022…. aceita que dói menos.

  5. Este ex governador, juiz respeitavel, foi destituído do cargo porque estava jogando bíblica no horário do expediente. Tem a mesma moral dos seus inquisidores, a palavra dele é um risco N’agua. Hoje o circo aumentou mais um palhaço, como se já não bastasse Omar P, Calheiros L, Fala Fina e Jader Barbalho, a CPI está um doce.

  6. Kkkkk esse se lascou!!
    Bolsonaro reeleito em primeiro turno.
    Chama o outro ladrão de nove dedos e vão andar no meio do povo palhaços.
    Aceita que dói menos.
    O choro é livre já dizia a maju.
    Kkkkkkkkkkkkkkkkkk

  7. A verdade está escancarada em videos,com pronunciamentos,condutas e armtitudes,não ha necessidade de declaraçõws de antigos aliados,a mior cegueira é daqueles que olham e não acreditam no que se vê….

    1. O Brasil está dando lição ao mundo tanto com relação ao virus quanto em relação à economia. Só a oposição insana, que torce sempre pelo pior, que teima em tentar denegrir seu próprio país. O resto do mundo tem inveja da nossa situação. Pergunta a um argentino.

    1. Uma desgraça por ter tentado um medicamento que resolvesse o problema do vírus, porque aguardou a aprovação da ANVISA pra comprar a vacina e enviou milhões para os Estados. Por isso ele é uma desgraça? Só tem covid no Brasil?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

“Eu não acredito que passe pelo Parlamento. Se passar, eu veto”, diz Bolsonaro, sobre ‘passaporte imunidade’

Foto: Pablo Jacob/Agência O Globo/10-06-2021

O presidente Jair Bolsonaro criticou nesta terça-feira um projeto em tramitação no Congresso que cria uma espécie de “passaporte de imunidade” para pessoas que já foram vacinadas contra a Covid-19. O texto foi aprovado pelo Senado e será analisado agora pela Câmara. Bolsonaro disse que, caso a proposta seja aprovada, ele irá vetá-la.

— O que tu acha do passaporte da Covid? Aquela onda aí, estou nas mídias sociais — questionou o presidente a apoiadores, no Palácio da Alvorada. — Sem comentários. A vacina vai ser obrigatória no Brasil? Não tem cabimento.

Bolsonaro refutou comparações com a exigência de vacinas feitas por alguns países, dizendo que cada país faz as suas regras:

— Alguns falam: “Para você viajar, tem que ter um cartão de vacinação”. Cada país faça as sua regras. Se para ir para tal país tem que ter tomado tal vacina, se você não tomar, você não entra.

O projeto cria o chamado Certificado de Imunização e Segurança Sanitária (CSS), documento que liberaria acesso a eventos culturais e esportivos, reservas naturais e cruzeiros, entre outros locais que tenham empregado restrições.

Bolsonaro afirmou que não acredita que o projeto será aprovado, mas já adiantou que ele seria vetado. O Congresso pode derrubar um veto presidencial.

— Eu não acredito que passe pelo Parlamento. Se passar, eu veto e o Parlamento tem o direito…Tem o direito, não. Vai analisar o veto. Se derrubar, aí é lei.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. Vacinas emergenciais, com eficácia e segurança duvidosas, que já ocasionaram inúmeras mortes em países diversos. E alguém ainda defende a obrigatoriedade de sua aplicação. É muita vontade de ser submisso, de não ter direito a suas próprias escolhas. A escravidão está na índole ou mesmo na hipocrisia de muitos. Faz assim, imbecil, toma a tal Sputnik e fica tranquilo na tua. Tua “imunidade” vai estar garantida, deixa os outros em paz e cuida da tua vida miserável.

  2. O presidente Bolsonaro é o ÚNICO defensor dos direitos das pessoas, o ÚNICO realmente democrata e preocupado com o povo. Seus opositores são os verdadeiros ditadores, autoritários defensores de ditaduras de esquerda, censores daquilo que não lhes agrada, repressores da liberdade e dos direitos previstos na Constituição, defensores de um Estado controlador e repressor. O povo está vendo quem é quem.

    1. Deixa de repetir mentiras seu retardado bovino! O MINTO defende direito das pessoas quando? Quando achou normal a tortura na ditadura? Quando fazia rachadinha no gabinete dele? Quando vai para manifestações que promovem aglomeração na pandemia? Quando sabotava o uso de máscaras e compra de vacinas ano passado? Seu idólatra de político das rachadinhas: A lei 13.979/2019 sancionada pelo MINTO permite aos prefeitos e governadores promover medidas para mitigar a pandemia! Vc sabe ler seu analfabeto funcional?

    2. Vc decorou essa lei, papagaio de esquerda? Os direitos e garantias constitucionais não podem ser suprimidos nem por Emenda. Cláusulas petreas. Pergunte a seu “dono”. Decore alguns artigos da Constituição.

  3. Esse maluco, além de estar matando o povo, está cavando a própria cova. É só negacionismo, só truculência, ignorância e politicagem rastaquera com tudo!!!

  4. É o do contra em pessoa,a negação cristalina dos fatos e momentos,se peder a eleição tambem vai querer vetar,este trailer já está ensaiado…

    1. Quem já andou numa cela, não por aniversário, por ser bonzinho, não pagar pensão, foi um marginal que tu adora, e que ainda responde a vários processos e vai voltar.

  5. Tem que ser muito GADO para ainda acreditar no MINTO!!! Esse idiota já sancionou , desde fevereiro de 2020, a Lei nº 13.979 que, na alínea ‘d’, inciso III do Art. 3º prevê que a vacinação poderá ser compulsória (o mesmo que obrigatória)! Ele é idiota ou só se faz?! No mais, o presidente inepto não falou semana passada em desobrigar o uso de máscara para os vacinados e os que já contraíram a covid ? Então, na cabeça dele como poderia haver um controle disso senão através de um passaporte da imunidade? Com a palavra, o GADO para justificar as idiotices reiteradas do MINTO…

    1. Mais um apoiador de segregação sanitária. Estarei ao lado do presidente, em favor da liberdade !

    2. Só mesmo asininos ainda teimam em atacar um governante honesto, trabalhador, competente, bem intencionado, defensor da família, religioso, patriota e defensor dos direitos e liberdades do seu povo. Nenhuma lei pode suprimir os direitos previstos na Constituição. Não existe meia cidadania.

    3. Pense num GADO idólatra de gente que fez muita RACHADINHA! Bolsonaro lá defende direito de ninguém! Ele mesmo sancionou a lei que permite vacinação compulsória seus bovinos analfabetos funcionais! Direita Retardada, vá estudar direito constitucional e sai desse grupin de ZAP do MINTO abestado!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Câmara retoma discussão para votação do projeto de Bolsonaro para unificar ICMS sobre combustível com objetivo de suavizar variações de preços

Foto: REUTERS/Leonardo Benassatto/File Photo

Depois de quatro meses de gaveta, a Câmara dos Deputados retoma nesta semana a votação do projeto de lei complementar do presidente Jair Bolsonaro que muda a maneira como o ICMS é aplicado sobre os combustíveis no país (PLP 16/2021).

Apresentado ainda em fevereiro, no auge das ameaças de novas greves nacionais por grupos de caminhoneiros, a proposta é mais uma tentativa do governo federal de tentar reduzir a volatilidade dos reajustes em um ano em que os aumentos foram especialmente fortes e que o preço do diesel, da gasolina e do etanol bateram recordes nas refinarias e nas bombas.

A principal mudança é que, em vez de ser cobrado em uma porcentagem do preço (que hoje varia de 25% a 34% na gasolina, por estado), o ICMS passe a ter um valor fixo, em reais. O projeto também quer que o valor cobrado seja igual em todos os estados — hoje cada estado define a sua alíquota.

Além disso, a cobrança passaria a ser feita nas refinarias, que são quem produz os combustíveis, de maneira a driblar a bitributação. Atualmente, o ICMS é aplicado nos postos, e acaba incidindo sobre os outros impostos (PIS, Cofins e a Cide), pagos nas etapas anteriores.

O valor do novo ICMS não está definido no projeto, e o governo federal nem pode arbitrar sobre ele, já que é um tributo da alçada dos governadores. A cobrança final seria definida depois de a lei ser aprovada, em conjunto com os estados. No ano passado, o ICMS custava, em média, pouco mais de R$ 1,20 por litro no caso da gasolina no posto, ou pouco menos de 30% do preço total, de acordo com a Agência Nacional do Petróleo (ANP).

Além dos combustíveis para carros e caminhões, a proposta também unifica o ICMS de outros derivados como lubrificantes, gás natural, GLP e querosene.

Imposto não vai diminuir

O ICMS é, de fato, um dos maiores pesos no preço final do combustível na bomba. Na gasolina, por exemplo, responde por 28% do valor, em média. É quase o mesmo que o preço da própria gasolina, a matéria-prima que sai da refinaria e que representa 30% do valor total. Pouco mais de 40% restantes embutem os outros impostos, custos, fretes, uma mistura obrigatória de etanol e as margens de lucro das empresas.

Especialistas concordam que um ICMS fixo é bem-vindo no sentido de ajudar a suavizar as variações muito bruscas de preços, mas reforçam que não é isso que acabará com o problema, já que são o dólar e a cotação internacional do petróleo que realmente dão o ritmo do custo final dos combustíveis.

Poucos acreditam também que a carga tributária ou preço final vão acabar menores após a mudança. A aposta mais provável é que, na média, o peso do tributo fique parecido com o atual, apenas reformulado na maneira de ser cobrado. “O que a proposta faz é simplificar e dar mais previsibilidade para a cobrança”, disse o diretor do Centro Brasileiro de Infraestrutura (Cbie), Adriano Pires.

Falta de debate

Muitos também afirmam que a medida deveria ser feita de maneira menos atabalhoada e com uma discussão mais ampla, já que ela mexe numa das principais fontes de arrecadação dos estados e lida com uma questão muito sensível.

“O preço dos combustíveis está alto e a contribuição do ICMS para o valor final nos postos é relevante”, afirmou a consultoria GO Associados em relatório. “Todavia, em vista do expressivo peso da arrecadação do ICMS para os estados e da complexa tributação dos combustíveis, uma mudança na forma de se cobrar o ICMS sobre os combustíveis merece atenção especial e ampla discussão entre os diversos atores econômicos envolvidos.”

O ICMS é a principal fonte de receita dos estados e, de acordo com a consultoria, de 15% a 30% de tudo o que eles arrecadam com o imposto vem dos combustíveis.

Preço sobe em São Paulo e desce no Rio

O ICMS, ou Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços, é um imposto estadual. As alíquotas são definidas pelos estados e variam bastante de um para o outro. Atualmente, elas vão de 25% a 34% para a gasolina, de acordo com a Fecombustíveis, federação que reúne os postos de gasolina. Para o diesel, as alíquotas variam de 12% a 25% e, no etanol, vão de 13% até 32%.

Isso significa que, caso o projeto de unificação vingue, os estados que hoje têm o ICMS mais baixo sairiam com a carga tributária final mais alta do que a atual: é o caso, por exemplo, de São Paulo, Santa Catarina, Roraima, Mato Grosso, Amapá, Amazonas e Acre, que cobram hoje a menor alíquota sobre a gasolina, de 25%.

Já os que cobram mais – caso do Rio, que cobra 34% na gasolina e tem o ICMS mais caro do país – sairiam com o preço final da gasolina mais barato.

Não à toa, há mais de 15 anos, e sem sucesso, o setor discute com o Congresso e o governo da vez tentativas de unificar o ICMS dos combustíveis em um valor igual nacional, contou ao CNN Business o presidente da Fecombustíveis, Paulo Miranda, à época que Bolsonaro apresentou sua ideia.

“A ideia é boa, mas é dificílima de conseguir, porque sempre há resistência dos estados. Alguns sairiam com arrecadação menor e, outros, maior”, disse Miranda.

CNN Brasil

Opinião dos leitores

  1. Todos os presidentes do Brasil sempre foram responsabilizados pelos preços dos combustíveis e energia, a política de icms se manteve inalterada nas suas taxas, agora bolsonaro tentam polemizar com mais essa cortina de fumaça. Tontos, o icms que incide sobre os combustíveis ao longo de vinte anos se manteve inalterado. O problema é má vontade da política governamental. Só

  2. Capim e alfafa para o gado engolir. O problema do preço dos combustíveis é que ganhamos em rela, mas pagamos gasolina, etano e diesel em dólar. Sem alteração na política de preços dos combustíveis, qualquer outra medida é populismo barato.

    1. Ohhh DESINFORMADO, tu já viu a carga tributária do ICMS sobre o combustível ?
      Por que sua GOVERNADORA não reduz o ICMS sobre combustível, se paga quase 30% só deste tributo.
      O Governo Federal zerou os tributos, pede para sua GOVERNADORA fazer o mesmo.

    1. Atirando com a pólvora alheia. Menos Brasília e mais Brasil é o que precisamos, e não de pirotecnia populista que não resolverá o problema.

  3. Mas o presidente inepto o MINTOmaníaco das rachadinhas não mudou o presidente da Petrobras dizendo que iria baixar o preço do diesel e gasolina? Se o governo dele quer alterar impostos pq não apoiou a reforma tributária? Pense num governo de mentirosos cercado por um monte de bovinos mugindo idolatrando um abestado desses!

    1. Antes de falar, procura se informar. O presidente baixou imposto sobre a gasolina. Tua governadora não fez o mesmo.

    2. Desce do muro, seu hipócrita! Tá com inveja porque seu candidato não pode ir pra rua?
      Segue a maju!
      Fala de qual lado você tá! Diz quem é seu candidato! Lógico que sabemos que és canhoto. Fica tirando onda de independente kkkk. Tu és um canhoto. Se tá em cima no muro vai descer pra o lado canhoto . Até porque só existem dois lados no Brasil, o resto não forma.

    3. Zé mané o que encarece o preço do combustível é o ICMs que se cobrado na refinaria irá baratear em mais de 50% do preço atual.

    4. Pense num gado cheio da cloroquina: só consegue enxergar esquerdista na frente! KKKK.

      Pablo: o MINTO das rachadinhas não baixou nada! Onde vc está pagando gasolina ou diesel mais barato? Me diga aí para eu ir abastecer!

      Aguinaldo: Eu não tenho inveja de ninguém que faz peculato como o MINTO cara! Muito menos de Lulaladrão abestado!

      Esquerda: O que encarece o combustível zé ruela não é o ICMS abestado! A alíquota do ICMS não sobe faz tempo viu! O que tem causado o reajuste é o valor do dólar e a cotação do barril de petróleo no mercado mundial… O presidente inepto só tem discurso e não baixou PN!

      REPITO: O MINTO das rachadinhas não fez nem faz nada para fazer uma reforma tributária!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Bolsonaro se vacinará quando desejar, somos um governo liberal, diz Queiroga

Foto: Andre Borges/NurPhoto via Getty Images

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou nesta segunda-feira (14) que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) será vacinado contra a Covid-19 “quando ele assim desejar”. O ministro destacou o que governo federal é “liberal” e que o presidente é defensor do “direito à liberdade”.

Por ter 66 anos, o presidente da República já poderia ter sido vacinado em Brasília no mês de abril.

“[Bolsonaro será vacinado] quando ele assim desejar. O presidente sempre pregou a liberdade das pessoas. Nosso governo é um governo liberal, [defende] o direito à liberdade e o direito às escolhas, e na hora que o presidente se sentir confortável, ele vai tomar a decisão dele”, explicou o chefe da Saúde.

O presidente Jair Bolsonaro já afirmou que não tomaria uma vacina contra a Covid-19. Depois, disse que até poderia ser imunizado, mas que tomaria a decisão só depois que “o último brasileiro for vacinado”.

Vacinas para 2022

Em entrevista a repórteres que o aguardavam diante da sede do Ministério da Saúde, Marcelo Queiroga também afirmou que está conversando com laboratórios produtores de vacinas contra o coronavírus para comprar imunizantes que devem ser entregues em 2022.

Ele reconheceu está “discutindo” com a Pfizer e com a Moderna. Segundo o ministro, “todas as vacinas que têm o registro na Anvisa são consideradas”, e que a preferência do governo será pelas fabricantes cujos imunizantes já gozam de registro definitivo junto à autoridade sanitária do país, isto é, Pfizer, AstraZeneca e Janssen.

Segurança sanitária na Copa América

O ministro da Saúde disse que também que 10 funcionários da rede hoteleira de Brasília estão em isolamento depois de terem tido contato com jogadores de seleções que estão no Brasil para jogar a Copa América e que testaram positivo para o novo coronavírus.

Queiroga confirmou que 13 pessoas, entre jogadores e integrantes da comissão técnica da Venezuela foram diagnosticados com Covid-19 antes do jogo contra o Brasil, ocorrido no último domingo (14).

Além da Venezuela, integrantes da comitiva da Bolívia e da Colômbia também receberam diagnóstico de Covid-19, mas o Ministério da Saúde ainda não confirmou quantas pessoas foram infectadas.

Segundo Queiroga, os jogadores das 10 seleções que participam da Copa América estão seguindo restritas regras de segurança sanitária, como uso de equipamentos de proteção individual (EPIs) e esvaziamento dos bancos que ficam à beira dos gramados. “Ele [o jogador da Copa] fica nas arquibancadas, com o devido distanciamento”, disse o ministro.

As autoridades sanitárias dos estados e das cidades que recebem os jogos da Copa América também estão acompanhando a organização dos eventos esportivos, disse Queiroga, bem como técnicos do Ministério da Saúde.

“É um compromisso que nós temos com a sociedade brasileira, com a segurança sanitária. Não só da Copa América, mas de todos os eventos esportivos que estão acontecendo no Brasil”, afirmou o ministro.

Os jogos da Copa América estão sendo disputados em Brasília, Cuiabá, Rio de Janeiro e Goiânia.

CNN Brasil

 

Opinião dos leitores

  1. Vcs pequenos de raciocínio, precisam saber como se obtem e a finalidade das vacinas, discutir vacina sem conhecer o básico é irresponsável e leviano, no Chile, estão descobrindo isso agora, depois de quase a totalidade da população imunizada.

  2. Duvido que o MINTO não tenha se vacinado ainda, afinal, qual seria a explicação dele decretar segredo de 100 anos do cartão de vacinação dele?!

  3. Bota pra torar Bolsonaro, tome a vacina quando você quiser é isso aí eu também só tomarei quando achar melhor. Brasil acima de tudo, Deus acima de todos.
    Rumo a reeleição em 2022.

  4. Nao temos dúvida que nesse governo se faz o que quer e QUANDO quiser. Vejamos a compra de vacinas….

    1. Tigresa vá estudar, vacina não é cachaça, que em todo canto se faz e toma. Procure se informar da razão da ANVISA não ter autorizado e a lei necessária a sua aquisiçao.

    2. Calma tigresa, você está muito nervosa, toma um ozônio, que você melhora.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Bolsonaro reitera posição contrária à taxação da energia solar no Brasil

O presidente da República, Jair Bolsonaro, criticou as propostas que tramitam no Congresso Nacional com objetivo de taxar a energia solar e travar o desenvolvimento do setor de energia limpa e renovável no Brasil. Após encontro com o presidente da Câmara, Arthur Lira, nesta quinta-feira (10), Bolsonaro afirmou que é preciso “brigar para não taxar nada”. Segundo ele, o país vive a “maior crise hidrológica da história”, e que, por isso “não podemos criar problemas para quem quer investir em energia solar”.

Segundo dados do Ministério de Minas e Energia, entre setembro de 2020 e abril de 2021, o país teve menor volume histórico de água nos reservatórios das hidrelétricas. O presidente do INEL (Instituto Nacional de Energia Limpa), Heber Galarce destaca que, mesmo com a grave crise hídrica, está travada na Câmara dos Deputados a tramitação do PL 5829/19, que institui o novo marco legal da geração de energia limpa descentralizada.

“O projeto de lei, fruto de um amplo debate sobre a questão do desenvolvimento da energia limpa e renovável no país, teve a votação adiada por cinco vezes. O presidente da Câmara, Arthur Lira, deve assumir o compromisso de pautar esse projeto estratégico para o país”, afirma.

Segundo ele, a obstrução da pauta é prejudicial para o sistema energético nacional como um todo, pois impede a diversificação da matriz energética nacional, tornando o abastecimento dependente de fontes de energias poluentes e mais caras, como as termelétricas

No dia 31 de maio, com a forte crise hídrica no centro-sul do país, onde ficam algumas das principais hidrelétricas, o Brasil bateu recorde na geração de energia por termelétricas, que são mais caras e poluentes. De acordo com dados do ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico), o país produziu, neste único dia, 17.137 megawatts médios de energia por termelétricas.

Segundo Galarce, o texto que tramita na Câmara, de relatoria do deputado federal Lafayette de Andrada, traz uma proposta coesa para a democratização do acesso à energia limpa no Brasil. Para ele, a aprovação do texto é fundamental para o desenvolvimento do setor de energia solar, especialmente, durante a crise hídrica. “A atual crise pode afetar o abastecimento de energia elétrica em todo o país e já representa o aumento na conta de luz do cidadão brasileiro, com acionamento da bandeira vermelha”, aponta.

A proposta atual do PL 5829/19 visa viabilizar o acesso à energia mais barata, de fonte solar, principalmente, a todos os brasileiros, especialmente, os mais pobres. O texto prevê que todo cidadão brasileiro, independentemente de sua renda, a possibilidade e viabilidade regulatória para acessar a Geração Distribuída.

Nesta terça-feira (8), aproximadamente 400 manifestantes se reuniram em Brasília, em frente ao Congresso Nacional, para reivindicar a aprovação do marco legal da geração distribuída. A manifestação seguiu todos os protocolos contra a Covid-19, como uso de máscaras e distanciamento, e buscava pressionar para a votação do Projeto de Lei 5829/19 que, mais uma vez, foi retirado de pauta.

Heber Galarce complementa que a aprovação do projeto trará mais segurança jurídica e regulatória para o setor o que estimula o crescimento sustentável do setor elétrico no Brasil. “Desde 2012, a energia solar já movimentou mais de R﹩ 38 bilhões em negócios e gerou mais de 224 mil empregos no país. Com a aprovação e a melhoria do ambiente de negócios, o setor de energia solar vai atrair ainda mais investidores e gerar mais empregos em meio à crise econômica atual. A previsão é que o PL deve resultar na abertura de um milhão de novos postos de trabalho nos próximos 30 anos”, completa.

 

Opinião dos leitores

    1. Dois idiotas detectando no mesmo banheiro, vcs só corroboram o que a maioria do Brasil pensa sobre essa esquerda utilizada e alienada. Vão ter que aguentar até 2022, com grande chance de ir até 2026, é para tirar. O tempo de vcs já passou e só deixou saudades nos imbecis.

    2. Pedrita, vai procurar saber se seu sobrinho gastou todo teu benefício.

    3. Aqui quem parece que vive de pão e mortadela é vc, que por sinal gosta de tratar os outros os outros como algo que é, toma cuidado imbecil, quem disso usa, disso cuida.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Mourão diz que Bolsonaro autorizou nova operação militar na Amazônia contra crimes ambientais

© Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasilia

O vice-presidente Hamilton Mourão disse nesta sexta-feira(11) que o presidente Jair Bolsonaro autorizou uma nova operação das Forças Armadas para combater crimes ambientais na região da Amazônia.

“Conversei com o presidente ontem. Ele autorizou. Estamos fechando o planejamento”, disse Mourão nesta manhã, ao ser questionado por jornalistas na chegada ao Palácio do Planalto. O vice-presidente chefia o Conselho Nacional da Amazônia Legal que, entre outros assuntos, trata do combate aos crimes ambientais na região amazônica.

O custo da nova operação, que deve durar dois meses, é de R$ 50 milhões, disse Mourão. Ele acrescentou já ter conversado com o ministro da Economia, Paulo Guedes, que teria garantido os recursos. O início da missão deve se dar, “em princípio”, já na próxima semana, acrescentou o vice-presidente.

Desde 2019, foram autorizadas duas operações das Forças Armadas na Amazônia, chamadas Verde Brasil 1 e 2. A mais recente delas se encerrou em abril. A ideia é que a nova operação dure dois meses, disse Mourão. O planejamento da missão fica a cargo do Ministério da Defesa, que deve definir a área de atuação dos militares.

Mourão disse que é necessário também o alinhamento com os órgãos ambientais. “Preciso que o Ibama [Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis]e o ICMBio [Instituto Chico Mendes de Preservação da Biodiversidade] cheguem junto, porque senão não tem sucesso”, afirmou.

Para que a operação Garantia da Lei e da Ordem (GLO) com as Forças Armadas na Amazônia seja efetivada é preciso a publicação no Diário Oficial da União de decreto presidencial que autorize a medida.

Agência Brasil

Opinião dos leitores

  1. Então diga lá, Deco Bolsonarista da República Ruminante da Bovínia: mantém um investigado em 2 inquéritos abertos pela PF no cargo ou o afasta até a apuração dos fatos? É o mínimo de quem se elegeu nas costas do Sérgio Moro.

  2. Acham que isso vai apagar os dois anos e meio de falcatruas que ocorreram no meio ambiente, onde passaram a boiada?

  3. Bolsonaro é o Presidente que mais combateu e combate o desmatamento na Amazônia e no Pantanal Matogrossense.

    1. Mais que isso, é o melhor brasileiro que ja existiu na existencia do Brasil. E se ele tivesse nascido na epoca de Jesus, Jesus não tinha sido ninguém. O Mito é o Mito!

  4. Não exista nada que condene o ministro Sales;E até agora faz um excelente trabalho .Como tb o governo federal que moralizou os órgãos ligados à fiscalização e do meio ambiente . As forças armadas devem sim executar operações na Amazônia para acabar com os crimes de incêndios ilegais e boicotes de ogns e opositores.Parabéns Bolsonaro.

    1. Pois é, as Forças Armadas podem também botar moral na tua casa e na tua empresa, não é Carlos Alberto? As Forças Armadas agora são a cloroquina do serviço público: muito gasto mas sem efeito.

  5. Segundo a PF, está mais do que concreto a participação no ministro do meio ambiente num crime gigantesco contra a floresta Amazônia. Não seria a hora de afasta-lo pra mostrar que existe seriedade nesse propósito?

    1. É OBVIO QUE NÃO PODE AFASTÁ-LO. SE VC AFIRMA QUE A PF AFIRMA E GARANTE QUE O MINISTRO COMETEU UM CRIME ENTÃO SERIA O CASO DA PF PRENDER IMEDIATAMENTE O DIRETIR DA PF POR PREVARICÃO.. POIS NESTE CASO ELE SABE CONCRETAMENTE DE UM CRIME E NÃO PRENDEU EM FLAGRATE O CRIMINOSO.
      SE NÃO SABE NÀO CHUTA…

    2. Segundo a PF, Lula deveria estar preso.
      O STF soltou o chefão…
      Por falar nisso, Rondônia e Pára tem dois dos maiores rebanhos de gado do Brasil.
      Isso na Amazônia e geralmente exige muita terra.
      E não é da época de Bolsonaro.
      E o Ibama e a Globo não falaram nada…
      Esquerda cinismo e deboche.

    3. Esse Manuel Fila, é discípulo de Renan Calheiros e Jader Barbalho…

    4. Paulo: e vc? Eh discípulo do MINTOmaníaco das rachadinhas que cometeu peculato ou de Lulaladrao?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

VÍDEO: Bolsonaro “invade” avião lotado, tem recepção calorosa, e alfineta passageiro que gritou ‘fora’: “deveria estar é de jegue viajando, para ser solidário ao candidato deles”

No aeroporto de Vitória, no Espírito Santo, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) visitou um avião lotado antes da decolagem, onde cumprimentou comissórias e apoiadores. Também não ignorou um passageiro que gritou “fora”.

“Quem está falando ‘fora Bolsonaro’ deveria estar é de jegue viajando, né”, disse ele. “‘Fora Bolsonaro’ tem que estar viajando de jegue, não de avião, é ou não é? Para ser solidário ao candidato deles”, prossegue, sem citar a quem se referia.

Um vídeo do momento foi compartilhado por um canal alinhado ao presidente, através da deputada Carla Zambelli, que provocou os adversários políticos do  presidente. Confira abaixo:

Opinião dos leitores

  1. BG, seu mito acabou! Agora só no golpe! Estão desesperados! Suas idéias políticas são respeitáveis e necessárias, o vetor foi engano!

  2. Rapaz, tem matérias aqui que são exageradas, outras passam pano, mas essa é mentirosa mesmo. No vídeo aparece a maioria dos passageiros xingando Bolsonaro de genocida. Minta, mas pelo menos tente ser discreto, BG.

  3. Dê a noticia direito. Mito ou genocida? Bolsonaro aparece em voo comercial e divide passageiros

    1. VC É UM ZE MANE MESMO
      ESQUERDOPATA

    2. No vídeo que eu vi só escutei fora bolsonaro e genocida.
      Dê a notícia direito.

  4. Entre o jegue batizado e milico e capitalista e Messias de faz de conta Bolsonaro e o jegue batizado e santo comunista e Jesús falso salvador dos pobres e oprimidos conhecido como Lula,eu ainda prefiro o jegue batizado Bolsonaro que è um mais ou menos,não é um ideal,mas,já que a terceira via de centro mostrou se ser inviavel,a eleição será mesmo polarizada entre os dois notaveis com os títulos de bacharelado,mestrado e doutorado e pós-doutores em jeguisse ou jumentisse ou burrice.

    1. Não seja burro, temos que avançar e tentar escolher o melhor. Não adianta voltar a votar num ladrão ou num tonto desse que se passou 4 anos e não mudou nada, só sufoco e polêmicas desnecessária, os preços das coisas nas alturas, tirou nossa aposentadoria. Esse é inepto para o cargo, temos q tentar outro, até um dia encontrar, não podemos é votar num que já provou que é o pior pra nação.

    2. Levou uma vaia do Caraí…kkkkkk
      Saiu de fininho com o rabo entre as pernas…aí ficaram os babões que estavam filmando gritando mito…kkkkkkkkk

    3. O vídeo filmado pelos passageiros mostra o quanto o Minto é “querido”…
      Chega saiu murcho…kkkkkkkkkkkkkkk

  5. Esse sujeito passageiro é um dos derrotados de esquerda, que não pode ver o carinho das pessoas pelo presidente , sem melar as roupas .O desespero é grande.Glória a Deus estamos no caminho certo juntos com Bolsonaro .

  6. Eu tenho uma amiga carioca, que já morou numa comunidade dominada por milícias… Ela me falou que o comportamento do genocida, não tem o que tirar, nem pôr de um miliciano… Ela falou também que milicianos não gostam quando aparece alguém e discorda do pensamento deles…

    1. Será? Você conhece ninguém.
      Você deve conhecer uma militonta do PSOL ou uma desocupada, vápozeira.

    2. É a milícia no poder. Os assassinatos a tiros ainda não começaram porque ainda não dominaram o país totalmente. Mas é o passo seguinte.

    3. Manda ela morar na Argentina porra…fica aqui do lado tá ok.

  7. Se for em outro avião, leva uma vaia maior, que recepção fria dos passageiros, o cara ficou sozinho, se não fosse a comissária, passava vexame. Um ou outro tonto chegou pra falar com ele. Sem a claque não junta um pé de gente Kkkkkkk.

    1. Manda o ladrão de 19 tentáculos entrar num avião desses com passageiros.

    1. Só falta o MINTO dizer que foi o STF que proibiu ele de ir num hospital…

    2. ” o choro é livre ” _ Maju Coutinho
      Ele falou que vai visitar as grandes obras do PT, pra ver o jogo da seleção brasileira. Já que ao invés de hospitais, o PT deu prioridade a elefantes brancos, como é o caso da nossa arena das dunas.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

“Quem decide na ponta da linha é o governador e prefeito, eu não apito nada. Segundo o Supremo, quem manda são eles”, diz Bolsonaro, sobre desobrigação de máscara para vacinados

Foto: Sérgio Lima/Poder360

O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender nesta sexta-feira (11) a desobrigação do uso de máscaras para vacinados e recuperados da Covid, mas disse que a decisão final será de governadores e prefeitos. “Eu não apito nada”, ironizou.

Bolsonaro já havia informado na quinta (10) que pediu ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, um parecer para liberar vacinados e recuperados da Covid de usar máscaras.

A ideia foi prontamente rebatida por especialistas, que alertam que mesmo quem foi vacinado ou teve a doença pode transmitir o vírus para outras pessoas. Além disso, quem já teve Covid pode ter de novo, e quem foi vacinado pode ter a doença de forma mais leve.

Nesta sexta, ao voltar a desencorajar o uso de máscaras por vacinados e recuperados, Bolsonaro voltou a dizer que a responsabilidade é de estados e municípios. Ele falou a veículos de imprensa na porta do Palácio da Alvorada.

“Quem já foi infectado e quem tomou vacina não precisa usar máscara. Quem vai decidir é ele [ministro Queiroga], dar um o parecer. Se bem que quem decide na ponta da linha é o governador e prefeito, eu não apito nada. É ou não é? Segundo o Supremo, quem manda são eles. Nada como você estar em paz com a sua consciência”, afirmou.

Desde que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, no ano passado, que estados e municípios têm direito de tomar medidas para conter a pandemia, Bolsonaro alega que o governo federal foi proibido de liderar ações contra a Covid.

Ministros do STF vêm explicando que o argumento do presidente não tem fundamento. E que a decisão da Corte determina que a União é a responsável por coordenar as ações. Na época da decisão do STF, Bolsonaro queria derrubar medidas de uso de máscara e de isolamento social, impostas por estados e municípios.

O presidente é contra as medidas de restrição para conter a disseminação do vírus, consideradas por autoridades sanitárias do Brasil e do mundo todo como essenciais para frear o coronavírus. Ao longo de toda pandemia, o presidente vem causando aglomerações e, na maioria delas, está sem máscara.

Tornou-se comum também o presidente culpar governadores e prefeitos pelos dados negativos da pandemia no país.

Com G1

Opinião dos leitores

  1. Se não apita em nada, porque vai falar merda? Seu débil mental, só pra dá trabalho aos tontos em defender o que nem você sabe de que se tratava. Ômi deixe de ser imbecíl

  2. Ideia de jumemto. Quem vai fiscalizar se alguém é vacinado ou já foi contaminado? Além desses também transmitir. Vai governar, idiota.

  3. Esse é o arregão do século, um dia fala uma coisa, já no outro, diz que não disse ou que não foi bem assim. Ômi isso é o doidin dos pães. Se segurar a candidatura, até renan ganha pra ele, imagina na campanha presidencial, vão ser declarações que até os tontos que o acompanham hoje vão se esconder de vergonha. nunca vi tanta estupidez numa pessoa só.

  4. Os zumbis de esquerda, a serviço de Lula e Maduro, passam dia e noite vomitando odio agressividade e mentiras.
    O que resolve a Covid?
    Máscara, distanciamento e quarentena?
    Ficou nas mãos dos governadores
    Ou seja, se não fizeram e morreram 480 mil pessoas a culpa é dos governadores.
    O que dizer dos 850 óbitos no RN por falta de UTI?
    Onde estava Fátima?
    Morrer de covid é ruim
    Pior morrer porque a governadora, além de ter fechado hospitais antes da pandemia, não abriu um único hospital de campanha para a covid e ainda deixou pacientes sem UTI.
    E os zumbis de Lula e Maduro postam fakenews culpando Bolsonaro.
    Se Lula e Dilma nem obras simples como a ferrovia norte-sul, transnordestina transposição do são Francisco, não conseguiram terminar, imagine enfrentar a pandemia.
    Na Argentina “Haddad” ganhou
    Só aplicaram 14 milhões de doses até agora
    Já no Brasil, recebemos 110 milhões de doses…

  5. Querem q a gente use eternidade essa merda de máscara. Vacina q n funciona como é p funcionar, quem ha pegou pega de novo, e transmite, quem se vacina tbm fica grave e morre. Meu amiiiigo que novela da porra

  6. O MINTO é um canalha mentiroso! Os governadores e prefeitos podem, e até devem, impor restrições durante a pandemia, como o uso de máscara, mas não devido a decisão do STF, mas sim devido ao previsto na lei sancionada pelo presidente inepto: LEI Nº 13.979, DE 6 DE FEVEREIRO DE 2020 :

    Art. 3º Para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional de que trata esta Lei, as autoridades poderão adotar, no âmbito de suas competências, entre outras, as seguintes medidas: (Redação dada pela Lei nº 14.035, de 2020)

    (…)

    III-A – uso obrigatório de máscaras de proteção individual; (Incluído pela Lei nº 14.019, de 2020)

  7. Graças ao STF não morreu mais gente…pq se dependesse desse genocida…talvez nem eu e nem vc, leitor, estivéssemos mais aqui…

    1. É igual a couro de p… Vai e vem, diz uma besteira, qdo é criticado ao extremo, até pelo Supremo, daí volta e dá outra conotação. Sustenta o que diz rapaz e qdo disse um tal de Queiroga, por tabela quis mandar. Recado que não ficou satisfeito com as afirmações do Ministro qdo não falou bem da cloroquina, disse que as imagens falavam por si só e por isso o Minto quis dizer,, quem és tu? Esse tal de Queiroga. Pegue sua bagagem e sai logo daí , pq ele vai te mandar catar lata.

    2. Para a esquerda quanto mais óbitos e desemprego melhor.
      Abutres tentam se dar bem em cima de desgraça.
      480 mil óbitos nas costas dos governadores..
      Em São Paulo , do cientista Doria , 115mil óbitos.
      Doria é.genocida?
      O esquerdista é um zumbi naa mãos de políticos radicais e safados.vomitando ofensas dia e noite.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

PEDIDO DE ESTUDO: Não impus nada para Queiroga, diz Bolsonaro sobre desobrigar máscara

Foto: Reprodução/Facebook

Após afirmar que discutiu com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, sobre o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras para quem já foi vacinado contra a Covid-19 e para quem já contraiu a doença, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse, em transmissão ao vivo pela internet nesta quinta-feira (10), que não impôs nada ao ministro; mas que sugeriu a implementação de um estudo para a medida.

“Não impus nada para ele. É possível a Saúde apresentar um estudo da desobrigatoriedade da máscara? Ele [Marcelo Queiroga] falou é possível, vamos fazer isso, vamos ficar refém de máscara até quando?”, disse Bolsonaro.

O presidente mencionou uma suposta afirmação do pesquisador Anthony Fauci, principal cientista dos Estados Unidos no combate ao novo coronavírus, em que ele defenderia a não obrigatoriedade do uso de máscaras.

Em uma entrevista à CNN em 3 de junho, Fauci afirmou um certo arrependimento sobre um e-mail de fevereiro de 2020 minimizando a necessidade de usar máscaras. O e-mail foi enviado em um momento antes do novo coronavírus ser declarado uma pandemia e antes do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), dos Estados Unidos, aconselhar o público a usar máscaras para proteção.

“Ele vai fazer um estudo de modo que nós possamos orientar e sugerir a desobrigação do uso da máscara para quem já foi vacinado ou para quem já contraiu o vírus. Não podemos viver numa opressão a vida toda. Até naqueles e-mails vazados do Dr.Fauci dizia que a máscara não tinha utilidade para quem não tinha o vírus, e mesmo assim, oferecia uma pequena segurança para quem tivesse na frente dele. Sabemos que o nosso protocolo é de que a pessoa contaminada tem que ficar em casa, separada do restante da família”, afirmou Bolsonaro.

Após os primeiros países optarem por autorizar a dispensa do uso de máscaras por pessoas vacinadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) pediu cautela aos governos. Segundo a OMS, a dispensa desses cuidados pode acontecer quando não há mais transmissão comunitária da doença e não depende apenas da vacinação contra a Covid-19.

“A pandemia não terminou, há muita incerteza com as novas variantes e precisamos manter os cuidados básicos para salvar vidas”, afirmou Maria van Kerkhove, líder técnica para a Covid-19 da OMS.

CNN Brasil

 

Opinião dos leitores

  1. Natalia Pasternak destrói genocida Bolsonaro na CPI e diz que seu negacionismo mata milhares de brasileiros
    Numa apresentação definitiva, a microbiologista Natalia Pasternak liquidou com o negacionismo científico e propaganda falsa da cloroquina como eficaz contra a Covid-19 em sua apresentação inicial na CPI da Covid. “Já testamos a cloroquina em tudo…

  2. Meu Deus, será que o orgulho e a ambição de Lula será tão grande de não perceber que a única chance de Bolsonaro se eleger é ele sendo candidato?

  3. Cara eu já tentei muito, mas ainda não consegui entender qual é a desse Presidente, só pode gostar muito do embate, não consegue ficar na dele, tem sempre que esta andando na contra mão de tudo, faz propositalmente para gerar conflito e assunto para a mídia. Não sei aonde ele quer chegar com isso. Fui eleitor dele e ainda sou se os outros candidatos forem esses que se apresentam hoje.

  4. Com toda sinceridade, que me desculpem os fiéis seguidores e apoiadores do nosso presidente Bolsonaro ele com toda certeza já faz muito tempo que ele perdeu o censo do ridículo, esse homem tá ficando sem rumo e prumo por causa dessa pandemia, ele chegou a perguntar se alguém conhecia um tal de “Queiroga” sinceramente ele não tá bem de suas faculdades mentais.

  5. É um louco… Diz uma coisa, depois desdiz, nega, xinga e fala que é fake news. Não assume o que fala. O pior de tudo é quem acredita nessa conversadeira de m*rda!

  6. O presidente tá achando pouco e quer matar mais gente…GENOCIDA..e quem acompanha esse maluco é cúmplice.

  7. Comportamento de um psicopata. Com apenas 11% de imunizados, com 80 mil novos casos diários, com mais de 570 mil mortos, o irrrsponsável segue no seu propósito de matar mais gente. A imunidade de rebanho pretendida é um projeto criminoso. Esse ser precisa pagar por todos os crimes que cometer contra a nação. Grande parte das mortes é na sua conta.

    1. O maior genocida é o ex presidiário Lula, agora sabemos que no governo do PT se fechou 40 mil leitos de UTI do SUS, quantas vidas teriam sido salvas se esse genocida não tivesse destruído o SUS, foi constuir estádios pra Copa do Mundo e Olimpíadas, verbas desviadas que poderiam terem sido aplicadas na saúde e na educação da população brasileira, as únicas obras que ele concluiu foram em Cuba, na Venezuela, Nicarágua, Bolívia, Angola e Moçambique, isso em troca de propina de Oderbrech

    2. Que dizer que os Presidentes dos Paises Europeus(França, Espanha) são Psicopatas, Vai arranjar o que fazer babaca. Esquerdalhas parasitas

    3. Para a Terra plana meu Deus e nós diga qual o melhor lugar da borda para pularmos e que fiquem por aqui esses seguidores loucos junto com o presidente deles. Pelo amor de Deus eu quero saber onde fica a borda dessa Terra plana.

    4. DEIXA DE MIMIMI E VAI COBRAR OS MILHÕES QUE LULA ROUBOU DO BRASIL.

    5. Você cita o GENO e logo aparece um boi pra falar de Lula. Comboio de jumento, Lula não tem cargo público.

    1. Vagabundo , está com saudades do seu RATO LADRAO CONDENADO LULA???

    2. COM ESSE NOME DE BRASIL DEVE SER MAIS UM DESSES PATRIOTAS DE …. ESPALHADOS POR AI

    1. Nos livrar na funcieira ! P quem se vacinou e quem já pegou

    2. você tem o direito de usar máscara até pra dormir, ninguém tá impedindo isso, viva de máscara mas deixe os outros serem felizes, já que você não acredita na vacina.

    3. O que é funcieira, Adolfo? Sabe, analisando esses comentários super embasados de figuras com Adolfo, Caligula, Direita Honesta, Brasil, Antenado e outras sumidades desse nível, cada vez mais me convenço que o melhor para o país é LULA .

    1. KKKKKK. E ainda tem gente que acredita que o MINTO é puro ou já caiu a ficha q ele cometeu peculato nas rachadinhas?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Deputado José Dias diz que Fátima é mal educada, incompetente e não sabe ler porque nunca deu aula

Foto: Reprodução/ALRN

Na sessão desta quinta-feira (10), o deputado estadual José Dias (PSDB) voltou a falar no horário de líderes, sobre um tema que já havia debatido no grande expediente, quando fez críticas à governadora Fátima Bezerra (PT), pela forma como a Procuradoria Geral do Estado tratou o chefe da Nação, respondendo a um mandado de segurança do presidente Jair Bolsonaro, contra as medidas restritivas de vários governadores em seus estados, no combate aos efeitos da pandemia. O parlamentar defendeu o presidente e ressaltou que não está à vontade no partido ao qual está filiado, o PSDB, que não faz parte da base do governo federal.

Após a chefe do executivo potiguar ter utilizado as redes sociais para fazer uma retratação das declarações, José Dias afirmou que a governadora deveria afastar o servidor que escreveu o documento.

“Ela devia ter procurado (o servidor) e ter dito: ‘Olha, você não vai poder servir para fazer mais minhas petições’. E podia dizer: ‘Olha, já que eu não sei ler…’. Porque ela é uma professora, mas nunca deu aula. Talvez não saiba ler. Pelo menos uma peça jurídica ela não sabe ler, isso eu posso afirmar com toda certeza. Não sou jurista. Eu tenho a carteira da Ordem desde 1962, mas eu não digo que sou advogado. Jurista nem se fala. Mas eu sei ler alguma peça. Ela não sabe, porque não foi professora, nunca deu aula. Eu conheço desde o tempo do sindicalismo”, afirmou José Dias.

José Dias ainda questionou a humildade da governadora:

“Humildade não significa origem nem dinheiro. Ela nunca deu aula. É mal educada, incompetente. Porque uma pessoa que faz o que faz com o presidente da República, não interessa se é Bolsonaro, seja lá quem for, numa petição, num documento jurídico oficial, isso é imperdoável. Está havendo repercussão na imprensa nacional. Se a imprensa nacional não tivesse lado, partido, era muito pior para ela”, finalizou.

Com acréscimo do Portal Grande Ponto

Opinião dos leitores

  1. Já que você sabe ler, explique, ao povo potiguar, porque seus bens estão indisponíveis.

  2. Essa pequeníssima criatura vai passar todo esse governo procurando o que falar da governadora ao invés de ir trabalhar. Criatura cresça para aparecer.

    1. Esse cara é o mais preparado na política potiguar, só isso imbecil.

    2. Aproveita e diz a governadora que vá trabalhar, já tá perto de terminar o terceiro ano de governo e nada, só sabe falar asneira.

  3. Já chega desses políticos profissionais . Espero que em 2022 aconteça mais uma grande faxina, e quem for incompetente, corrupto ou já tiver mamado muito nas tetas públicas (alguns há DÉCADAS) que seja retirado pelo voto popular. Seja lá quem for e de que partido for.

    1. Essa turminha do pão com mortadela e defensor da maconha não criam vergonha na cara e essa desgovernadora analfabeta que diz ser professora e que nunca apareceu um aluno dela, além de incompetente, analfabeta.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Bolsonaro tem que ser punido pela CPI ou sofrer impeachment, diz Lula; Carlos Bolsonaro destaca que “saiu o veredito do presidente do gabinete paralelo”

Foto: Montagem/VEJA

Principal adversário de Jair Bolsonaro na corrida eleitoral de 2022, o ex-presidente Lula disse nesta quarta que o presidente Jair Bolsonaro mente todos os dias, desrespeita os brasileiros e não tem “humanismo” para enfrentar a pandemia e evitar que mais brasileiros morram por Covid-19.

“A gente vê que o Brasil não fez a lição de casa. Nós estamos correndo atrás do prejuízo. Quero prestar solidariedade às famílias dos que morreram porque não é pouca coisa o que aconteceu neste país e ainda pode acontecer, porque o governo continua mentindo. O governo não trata as pessoas com respeito. Foram irresponsáveis porque o presidente da República não tem o menor humanismo dentro dele”, disse Lula em entrevista a uma rádio do Piauí.

Para o petista, só resta ao país esperar que a CPI da Pandemia peça a punição de Bolsonaro ou que a Câmara abra o impeachment para tirar o mandato do presidente.

“As instituições vão ter de tomar conta disso. Ou tem um relatório da CPI que peça punição a Bolsonaro, ou a Câmara pega um dos processos de impeachment e coloca em votação, porque não é possível que a gente tenha um presidente da República desrespeitando todo santo dia as instituições e tentando jogar a sociedade contra as instituições”, diz Lula.

Radar – Veja

Opinião dos leitores

  1. Um pulha desse devia dá graças a Deus e ao ministro que o soltou e não ficar dando pitaco. Verme,ladrão.

  2. os brasileiros tem que jogar no lixo essa polarização porque já sabemos quem são. um eventual 3º nome ainda não sabemos. em 2018 votei em bolsocloquinaro para derrotar o PT. POR favor não me obriguem a votar no PT para derrotar bolsogenonaro!

  3. Só mesmo num país de merda desse com à justiça toda corrupta e militante que retira da cadeia um bandido , ladrão de dinheiro público formador de quadrilha para dar opinião, mas será que esse cara de pau acha mesmo que o povo Brasileiro vai mais uma vez o colocar na presidência para ele ratear o país e saquear mais uma vez com seus colegas comunistas e ditadores mundo a fora, isso só acontece no Brasil.

  4. O ex presidente, ex preso, ex condenado tem condições morais de avaliar a quem?
    Um político que responde a 07 processos por corrupção pode dar opinião sobre o quê?
    Um viúvo cujo esposa que nunca trabalhou, mas deixou uma herança oficial de R$ 70 milhões, ainda acha que pode blasfemar sobre as pessoas?
    Só seus cumplices de corrupção e necessitados de seus esquemas com os recursos públicos ainda lhe dão voz. Se não? Basta ver quem sofre pela abstinência dos financiamentos públicos e os denunciados nas provas e delações e veja quem está ao seu lado. Zero de acusação, tudo baseado em fatos da história política brasileira

  5. “AINDA BEM QUE A NATUREZA, CONTRA A VONTADE DA HUMANIDADE, CRIOU ESSE MONSTRO CHAMADO CORONAVÍRUS”, Lula, ao saudar o Vírus Chinês que matou milhares de Brasileiros, ele sim, é GENOCIDA . E esse ser abjeto ainda vem se “solidarizar” com as vítimas e seus familiares, é muito cinismo. A verdade é que ele quer punição da CPI pq está com medo de ser derrotado pelo Bozo em 2022.

    1. Me entristece saber que essa criatura ainda se acha um líder, um cidadão digno de dar palpite. O que o STF fez foi punir a Lava Jato porque já estava mordendo os calcanhares deles. Corrupto ele não deixou de ser. Se não fosse não teria passado mais de um ano preso mesmo com os melhores advogados do país o defendendo com unhas e dentes. ( obs. Os advogados com “certeza” trabalharam de graça para o pobre injustiçado).

  6. Eu fico imaginando um larápio desse dando opinião em qualquer coisa. Esse sapo devia estar preso em uma cela isolado por causa da sua periculosidade. Só no Brasil, ele ainda consegue se deslocar sem o uso de uma tornozeleira eletrônica.

  7. Se ainda não sabem, vou desenhar. Um médico e cientista chinês PATENTEOU A VACINA CONTRA O COVID EM FEVEREIRO DE 2020.
    A pandemia começou em março de 2020, ou seja, registrou que o vírus existia na China.
    Mas como no Brasil quem impôs a vacina coronavac dos chineses foi a esquerda, capitaneados por Dória, o governador que tem mais de 110 mil mortes em seu estado e não é genocida, a mídia não vai noticiar e os zumbis da esquerdalha vão negar isso até a morte.

  8. Onde já se viu bandido ter voz , moral e credito para querer punir alguém. Lugar deste bandido corrupto é na cadeia e calado, ele pensa que esta livre dos processos, 2022 esta logo ali.

    1. Meu caro Chico, este é um blog de notícias. Se as notícias ultimamente tem sido um lixo, isto não é culpa do blog.

  9. É melhor mentir ou roubar? Bolsonaro peça pela boca e Lula pega pelo roubo, essa é a diferença

    1. E vc acredita mesmo que o MINTOmaníaco das rachadinhas não roubava (rachadinha eh crime de peculato) ? Sobre isso, pesquise no Google: Bolsonaro e rachadinhas…. Se ele ainda continua praticando algum crime desse tipo no governo, eu não tenho dúvidas, ocorre que processar ou investigar um presidente em exercício além de vedado na Constituição , eh bem complicado… Por sinal, Lulaladrao só foi processa e preso bem depois de sair da presidência, mas a corrupção dele existia durante o exercício do cargo…

    2. Não acho bonito ou elegante, mais prefiro o primeiro, menos doloroso.

    3. Manoel F continua sua saga mentirosa e acusatória baseado em acha, acho, não foi não, acredita nisso e tantas outras que solta culpa sem 01 prova.
      Manoel F é um que torce pela volta de seus corruptos de estimação, todos condenados, mas que ele jura não haver provas, mesmo diante dos 150 volumes das provas nos processos.

    1. Roubo se resolve com cadeira, loucura é para o resto da vida e pode matar mais de 400.000

    2. Você vai continuar tendo a certeza, até o resto da sua vida, que Bolsonaro matou mais de 400.000 pessoas…Vc tem toda razão viu, até o resto da sua vida, fique tranquilinho….kkkkkkkkkkkk

  10. Um ladrão analfabeto desse ainda fala em mentira, ele fez o que nesses anos na presidência, roubou e mentiu, vá pra cadeia vagabundo alcoólatra

    1. O governo do MINTOmaníaco eh tão ruim que faz até lulaladrao parecer certo! Muito complicado…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Bolsonaro tem “desvio mental e de caráter”, diz Fátima Bezerra

Foto: Anderson Riedel/PR

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), criticou a ação judicial do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) contra medidas restritivas adotadas para frear a pandemia do novo coronavírus. Em manifestação enviada ontem ao STF (Supremo Tribunal Federal), ela diz que posições apresentadas pelo presidente são “fruto do desvio mental e de caráter” de Bolsonaro.

Bezerra faz referência ao trecho da petição apresentada pelo presidente em que ele diz que os decretos estaduais de restrição “determinam a paralisação de tudo que é considerado não essencial, como se a sobrevivência exclusivamente biológica fosse a única demanda passível de ser protegida pelo direito”.

“Desconsideram o caráter complexo e multifacetário de expressões da dignidade e da personalidade humana, como a dignidade do trabalho, a dignidade de manter um empreendimento econômico e a dignidade de poder buscar o sustento seu e de seus dependentes”, escreveu o presidente no documento de 27 de maio, assinado em conjunto com o advogado-geral da União, André Mendonça.

Em sua manifestação, a governadora diz que “sem a sobrevivência exclusivamente biológica, ou seja, sem a vida humana, não existe dignidade, personalidade, trabalho, empreendimentos econômicos ou busca pelo sustento próprio ou de quaisquer dependentes”. “A não ser que o requerente [Bolsonaro] consiga demonstrar que existam outros tipos de sobrevivência diversas da biológica.”

Bolsonaro foi ao Supremo pedir que decretos com medidas restritivas adotadas por Rio Grande do Norte, Paraná e Pernambuco fossem derrubadas. Para o presidente, as medidas seriam inconstitucionais por ser uma “afronta aos direitos fundamentais ao trabalho, à livre iniciativa e à subsistência”.

Bezerra discorda, e pontua que a Constituição impõe à União, aos estados e municípios “o dever de zelar pela saúde da população”. A governadora ainda ressalta que a lei sobre enfrentamento à pandemia, assinada por Bolsonaro, permite a adoção de restrições.

Ela também indica que as medidas foram adotadas porque o estado registrava, em meados de maio, um alto número de mortes, de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), além da circulação de variantes do coronavírus. As restrições, segundo ela, também são importantes para conter aglomerações em festas clandestinas e eventos sociais, “dos quais as pessoas insistiam e ainda insistem em participar a despeito da gravidade do atual quadro pandêmico”.

Vacinação

Bolsonaro argumentou ao STF que a vacinação contra a covid-19 no país faria com que as restrições “mais excessiva (e desproporcional)”. A governadora rebateu. “É público e notório que a campanha de imunização brasileira ainda se encontra longe do mínimo necessário para se conter a pandemia.”

Até o momento, cerca de 11% da população já está imunizada. Bezerra diz que a iniciativa de Bolsonaro é uma “ameaça para o sistema público de saúde do Rio Grande do Norte”.

Os governos de Pernambuco e do Paraná também já se manifestaram e defenderam as medidas que tomaram.

O governador paranaense, Ratinho Júnior (PSD), escreveu que, “caso não houvesse a adoção de medidas restritivas”, a situação da pandemia no estado “seria pior”.

“Porque o número de óbitos aumentaria exponencialmente e o sistema de saúde entraria em colapso, impactando não só aqueles que estão acometidos pela doença da covid-19, mas também toda a sociedade que precise de serviços de saúde, quer na rede pública, quer na rede privada”. Ratinho também disse que “o estágio de vacinação atual não permite o abandono das medidas restritivas”.

Documento assinado pelo procurador-geral pernambucano, Ernani Varjal Medicis Pinto, também traz críticas a Bolsonaro, dizendo que a ação do presidente no STF “passa ao largo da complexidade do enfrentamento à pandemia”. “Roga-se bom senso de todas as esferas de governo para a superação da emergência sanitária”, escreveu Pinto, que diz que preservar vidas é obrigação dos governantes.

A ação de Bolsonaro no STF tem relatoria do ministro Luís Roberto Barroso. Não há prazo para que ele se manifeste após os estados terem apresentado suas posições. Procurada, a Presidência ainda não respondeu ao UOL sobre as falas do governo do Rio Grande do Norte.

UOL

Opinião dos leitores

  1. Infelizmente ela não tem condições físicas, morais e intelectual, para falar do presidente. O partido e o ex-presidente que ela defende, o país sabe das falcatruas.

  2. Quem não sabe ainda que as petições judiciais são preparadas e assinadas pelas procuradorias gerais dos Estado e da União?
    Pensar que foi a própria Governadora que preparou a petição que foi protocolada na justiça, é no mínimo desconhecer o funcionamento do Estado e seus mecanismos de comunicação e relações institucionais.

  3. Fátima Bezerra tem desvio mental, moral, de caráter… E ainda tem a pachorra de querer apontar aquilo que ELA É aos outros…

  4. Lula é ladrao e bozo é ladrão? Nao! Vamos inventar defeito moral senão não se tem o que dizer

  5. Tenho certeza que ela não leu. Tal como a maioria dos petistas, é analfabeta funcional.
    #ForaFatãoGopi
    #PTNuncaMais

  6. Vcs estão pensando que o Ladrão vai voltar para Presidência? Ele nunca mais vai ter o prazer de sentar na cadeira de presidente, ele pode sentar na de presiDIÁRIO, aí tá certo, respeite a maior autoridade do país, a senhora pode chama-lo de qualquer coisa, só não vai chamá-lo de Ladrão enquanto que seu presidiário esse sim todos podem chamar de LADRÃO pq é o único diploma que ele tem.

  7. Fátima é fraca (entre outras coisas que não vou citar aqui) e ainda mais está num partido que já deveria ter sido cassado e deixado de existir faz tempo devido a tantos escândalos de corrupção de seus dirigentes… Mas perto do MINTO, até Fátima parece certa diante de tamanho desgoverno do presidente inepto que só sabe defender a família das investigações das rachadinhas (Crime de PECULATO)…

  8. Deve ser por que o presidente Bolsonaro não rouba e nem deixa roubar, como os amiguinhos dessa desgovernadora. Exemplos: molusco de nove dedos, Zé Dirceu, Genuino, Palloci,… o problema dos ptralhas e abstinência de roubar!!!

  9. Quem tem desvio de caráter??? O ex-presidente Lula (PT) multiplicou por quase dez vezes o seu patrimônio desde a última vez que disputou a Presidência, em 2006. À época, o petista tinha bens equivalentes a um cidadão de classe média: R$ 839 mil. Hoje, Lula é um milionário. O petista tem quase R$ 8 milhões em imóveis, veículos, aplicações financeiras e outros bens – segundo declaração dele à Justiça Eleitoral no registro de sua candidatura à Presidência. O aumento da riqueza do petista (de quase 1.000%) é muito maior do que a inflação do período de 12 anos entre as duas eleições, que foi de 97%… Diante disso, quem tem desvio de caráter e conduta???

    1. KKKKKKKKKKKKKK
      Eu também…kkkkkkkkk
      Ah, faltou dizer que é mentiroso e corrupto (é o pai das rachadinhas)

  10. Ô pancada

    Tem que levar mais umas pauladas dessa no cuco pra ver se cria juízo. Asco naro monte de estrume, 22 vem ai

  11. E o que dizer dessa senhora, que deveria estar governando o RN ao invés de viver de politicagem? Lembro dela comendo uma quentinha na mesa do Congresso. Bizarro, ridículo. E o que dizer do seu ídolo, o bandido de 9 dedos, absolutamente desprovido de caráter, desonesto e segundo o qual ela é uma dos “grelos duros” do PT? Essa gente não tem espelho em casa? Isso é coisa que uma governadora diga do presidente da República?

  12. Vade retro satanás kkk kkk
    É GÓPI.
    Faltam pouco mais de 16 meses pra essa Desgovernadora ganhar o olho da rua.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

VÍDEO: Bolsonaro cita ‘equívoco’ e diz que errou ao citar TCU, reafirma que vê indícios de distorção dos dados da covid e fala em investigação pela CGU

O presidente Jair Bolsonaro admitiu hoje que errou ao atribuir ao Tribunal de Contas da União (TCU) um relatório que apontaria supernotificação de mortes por covid. Ontem, a fala do presidente a apoiadores foi desmentida pelo órgão. Apesar da retratação, o presidente insistiu que vê indícios de distorção dos dados e que há inúmeros “vídeos de Whatsapp” demonstrando isso. Também prometeu mobilizar a Controladoria-Geral da União (CGU) para analisar o caso.

Ao tentar justificar as informações que atribuiu ao TCU, Bolsonaro alegou que gostaria de fazer menção a um acórdão do tribunal que alertava para a possibilidade de Estados inflarem números sobre a covid como forma de receberem mais recursos do governo federal.

“Tem uma lei complementar do ano passado que diz que a distribuição de verba do governo federal para Estados levava em conta alguns critérios, o mais importante era a incidência de covid. O próprio TCU dizia que esta lei poderia incentivar prática não desejável da supernotificação de covid”, afirmou o presidente. “A tabela quem fez fui eu, não foi o TCU”.

Ontem, o presidente não usou o termo “tabela”, mas afirmou que um relatório do TCU mostrava que “em torno de 50% dos óbitos por covid no ano passado não foram por covid”.

“Via CGU, vamos fazer uma investigação em cima disso. É um indício fortíssimo, vocês devem ter visto muitos vídeos no Whatsapp dizendo ‘meu pai, meu tio, meu avô, não morreu de covid'”, argumentou.

O presidente também acusou governadores de utilizarem estes números para “justificar toque de recolher e lockdown”. As medidas de isolamento, adotadas nos países desenvolvidos como forma de frear a doença, são criticadas pelo presidente, que reiteradamente descumpre as principais recomendações sanitárias ao não usar máscara e incentivar aglomerações.

Confira abaixo o esclarecimento e questionamento do presidente:

Com Foco do Brasil e Valor Investe

Opinião dos leitores

  1. um presidente que não rouba e só tem isso de qualidade, p/ mim, é um presidente muito do fajuto. Ja pensou eu querer resumir um presidente bom a tão-somente pelo fato de ele nao roubar?! E o povo ganha onde nessa historia toda? que nao consegue nem comprar comida? esse presidente não consegue e nao vai conseguir fazer os brasileiros de classe média e baixa ficarem ricos. Adianta de que?! Nos paises ricos da Europa nao tem mendigo na rua. Aqui Bolsonaro consegue tirar os mendigos da rua? Ele nao conseguiu (e nesse estilo dele de governar, fazendo motociata, kkkk, jamais vai conseguir). Agora ele tem é que passar a vez dele p/ outro. Mas o omi resiste porque o poder é bom demais. Dê poder a um homem, e vc vai conhecer como é esse homem de verdade. Foi o que acontece com Bolsonaro. Ainda me lembro do dia que ele disse que nao iria se re-eleger. Até esse dia eu gostava dele, votei nele. Mas depois desse dia aí me arrependi: o omi so quer usufruir mesmo das mega-regalias da vida de um presidente (os filhotes dele claro que aproveitam bastante tambem esse mega vidão de regalias). Enquanto isso o brasileiro de classe media e baixa leva fumo, mesmo o PIB subindo.

    1. Felipe, só tem um detalhe:ATÉ AGORA, o MINTO é um presidente “honesto”! Mas veja bem, rachadinha ele fez até demais (crime de peculato comprovado – basta pesquisar no Google), mas como é presidente, não pode ser processado por crimes que cometeu antes do mandato… Lulaladrão com apenas dois anos de mandato também era um “santo” que não sabia de nada das falcatruas que aconteciam ao redor dele… O presidente inepto só está na presidência há dois anos… Esperemos…

  2. BG, você não colocou nenhuma matéria falando sobre a indicação de Marcelo Crivela para se embaixador na África do Sul. Isso mesmo o ex-prefeito do Rio, afastado por um escândalo de corrupção, foi indicado pelo presidente. Logo ele que não gosta de corrupção.

    1. O inquérito que levou o Ex Prefeito e Bispo Marcelo Crivela à prisao, foi arquivado.

    2. É a nova política talkei! Quando Lula rouba é ladrão (e é mesmo) mas quando um Crivella ou um Roberto Jefferson apoia o governo do MINTO já viram homens de deus (deus da ganância e bandidagem mesmo)! E rachadinha não é crime talkei! Deixem a família do messias em paz ! (Texto com ironias)

  3. A coisa não é tão simples como o irresponsável fala, nem como o blog tenta mostrar. Ele confessa, no vídeo, ter criado uma tabela. Entendem a gravidade? Claro que os bichos de chifres (gado) não entenderão e não querem, pois já andam divulgando a tabela mentirosa, criada pelo genocida, e pasmen, desmentindo o TCU, que se viu obrigado a fazer uma nova nota dizendo que essa tabela do bolsonaro era mentirosa. Vcs (não os bichos de chifres (gado) têm noção do que está acontecendo no país? É esse o nível de presidente, é esse o nível de governo, é esse o nível de apoiadores, é esse o nível de mídia que apoiam essas mentiras, é esse o futuro do país com essa gente. Uma mentira, desgraçadamente não tem presented e nem futuro, um país miliciano.

  4. Tudo que o Véio Bolsonaro fala, vira discussão.
    Por isso eu voto no Véio Bolsonaro, pq ele é duro.

  5. Esse senhor não cansa de passar vergonha não? Ao invés de ficar falando besteira, traga as provas, simples.

    1. Caligula , Bolsonaro erra e é ladrao . Ladrao safado há mais de 30 anos desviando recursos de seus gabinetes . Bolsonaro e Ladrao do rabo fino

    1. TCU desmente TCU, o mito é foda, chora esquerdalha.

    1. Cadê Calígula? Foge com o rabo entre as pernas nessas horas.kkkkkkkk

  6. Não, errou não. É totalmente proposital esse compromisso com a desinformação e pulverização de fake news que os seus seguidores se agarram como verdade absoluta!

    1. Manoel, por trás de um grito de gado, tem um burro frustrado Kkkķ

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Maia diz que votaria em Lula contra Bolsonaro em possível segundo turno

Foto: Michel Jesus/ Câmara dos Deputados

O deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ) disse que, em um possível segundo turno entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o atual presidente Jair Bolsonaro (sem partido), ele votaria no petista.

“Se esse fosse o segundo turno, com certeza [votaria em Lula]”, afirmou Maia em entrevista ao portal UOL , dizendo que Bolsonaro é um “não democrata”.

“Eu não tendo a votar nulo ou branco, tenho sempre posições. No segundo turno, entre o candidato que eu considero democrático – que tem avanços importantes no Brasil, mas cometeu erros também – e outro que eu acho que não respeita as instituições democráticas, é óbvio que vou votar pela democracia”, acrescentou.

Ao UOL , o ex-presidente da Câmara disse não ter “dúvida nenhuma” de que “não há um respeito do presidente da República em relação ao Supremo [Tribunal Federal] e em relação ao Congresso Nacional, que são as bases da democracia brasileira”.

Maia afirmou que votou em Bolsonaro no segundo turno das eleições presidenciais de 2018 por acreditar que o ministro da Economia, Paulo Guedes, “poderia apresentar as mudanças que o Brasil precisa” e disse não saber que o presidente “tinha essa rede toda autoritária”. “Eu tinha as informações de 2018. Eu não sabia que ele tinha toda essa estrutura na mão”, continuo.

Na ocasião, o deputado disse que, para evitar a reeleição de Bolsonaro, votaria em nomes como João Doria (PSDB), Eduardo Leite (PSDB) e Ciro Gomes (PDT), em outros cenários de segundo turno.

Último Segundo – IG, com UOL

Opinião dos leitores

  1. Resumo da ópera:
    Melhor um Ladrão “democrata” que um honesto “anti-democrata”
    Eita Brasil veio, se correr o bicho pega, se ficar…

  2. O bolsonaro faz um mal tao grande p/ esta nação que ate politicos de partidos como o DEM são contra bolsonaro. (quem diria! o mesmo DEM daquele incompetente do Onyx lorenzoni beijador dos pes do presidente bolsoREI) Por aí a gente ve o caos que vivemos com esse maluco na presidencia. Não é so a esquerda, são todos os outros partidos que observam um presidente fajuto governando

  3. A imprensa divulga isso com a certeza de que está ajudando Lula… kkkkkkk são muito alienados da realidade. Maia? O sabotador botafogo da república e das planilhas da Odebrecht?

  4. Novidade pra esse aí.
    Nem se reeleger vai.
    E outra o Véio Bolsonaro vai ganhar no primeiro turno.

  5. Quem acredita ou acha relevante, importante, sério, digno o que esse marginal travestido de político diz? Esse fedorento ficou com raivinha por não ter se perpetuado no poder, igual seu ídolo cachaceiro.

  6. Democracia era o que ele queria fazer, ficar para sempre como presidente da câmara dos deputados, cara de pau, essa cara e um retrato claro de pessoas que ficam no poder e são capazes de fazer qualquer coisa para continuar.

  7. Lamento informar ao Sr. Deputado que não vai ter 2º turno.
    O Presidente Lula (de férias), resolve já no 1º.
    Até nisso o Presidente Lula é cuidadoso, pois evita ainda mais aglomerações.

  8. Todos os bolsonaristas arrependidos, e não são poucos, farão o mesmo.
    Eu mesmo, inclusive.
    Graças a Deus que arrependimento não mata..

    1. Eu votei no MINTOmaníaco em 2018 e em 2022 não vou votar nele muito menos em Lulaladrao… Entre os dois voto nulo!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Bolsonaro promete divulgar relatório do TCU que questiona números da pandemia no país: “Não é conclusivo, mas disse que em torno de 50% dos óbitos por covid no ano passado não foram por covid”

Foto: Carolina Antunes/ Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (7/6) que um relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) revelou que 50% das mortes registradas por covid-19 no Brasil foram por outras causas que não o vírus. A declaração foi dada a apoiadores na saída do Palácio da Alvorada.

“Não é meu. É do tal do TCU, questionando o número de óbitos no ano passado por covid. E ali, o relatório final, não é conclusivo, mas disse que em torno de 50% dos óbitos por covid no ano passado não foram por covid, segundo o Tribunal de Contas da União”, apontou.

O Correio questionou o TCU a respeito do levantamento. O Tribunal informou que não possui conhecimento sobre o documento e pediu prazo maior para apurar se há algum relatório sobre a informação.

Bolsonaro acrescentou que divulgará o documento nesta tarde. “Esse relatório saiu há alguns dias. Logicamente que a imprensa não vai divulgar. Já passei para três jornalistas com quem eu converso e devo divulgar hoje à tarde. E como é do TCU, ninguém queira me criticar por causa disso. Isso aí muita gente suspeitava. Muitos vídeos que vocês viram de Whatsapp, etc, de pessoas reclamando que o ente querido não faleceu daquilo. Está muito bem fundamentado, todo mundo vai entender, só jornalista não vai entender. O resto, todo mundo vai entender”, acrescentou.

Correio Braziliense

Opinião dos leitores

  1. esse presidente ja deu o que tinha que dar. Quem tem que pedir p/ sair é ele, é um perturbador da ordem a todo momento. So se mete em polêmica. Vai p/ porr* presidente chato e encrenqueiro, vai trabalhar seu incompetente cego pelo poder, so pensa no poder, ta nem aí p/ o povo, ele devia ter vergonha do mandato dele. Se não teve corrupção nao fez mais do que o seu dever. Mas o mandato se limitou a isso e a somente isso, presidente fraquissimo em relação a todo o resto! Um desbocado, mal educado e um falso patriota, isso sim, chega, que ja cansou, pede p/ sair, 2022 chegue logo p/ gente tirar esse incompetente!

  2. Na cabeça de Bolsonaro todo mundo que morre de covid é p atrapalhar a gestão dele. Todo mundo que reivindica algo é pq é contra ele. Todo mundo que fala de fatos ele vem com piada e achismos, sempre terceirizando a culpa.

  3. Chega a ser revoltante a falta de empatia com as vítimas desse cidadão. Pior ainda é quem defende.

  4. Se for pra chutar, o número de mortes real deve ser o dobro do oficial. Basta conversar com tabelião ou tabeliã de cartório (inclusive, gente que morre por síndrome respiratória grave sem o termo ‘covid’ porque não tem teste feito antes do óbito). Eu só não entendo como um ser desprezível desse não morre. Ele e o chefe de quadrilha de nove dedos.

    1. Tenha cuidado porque um bocado de otários inclusive você morreram, por desejarem a morte de outrem. Compre logo seu caixão para não deixar os parentes endividados.

  5. Omi mostre! Se o MINTO mostrar esse relatório que de fato indique isso que ele alega, eu até volto a tentar acreditar nele novamente…

  6. Mais uma mentira desse lixo.
    O TCU informou que não existe nenhum documento como esse em andamento.
    Esse esclerosado não tem o que fazer não? Não sabe fazer outra coisa, que não seja mentir.

  7. Quando ele viu que as mortes por falta de vacinas vão pra conta dele, já que apostou num remédio sem eficácia , vai mudar a narrativa de que não morreu tanta gente assim. É psicopatia em estado puro.

    1. O Brasil se transformou no país da desgraça pronta. A ignorância, o mal caratismo e a mentira passaram a ter validade e Nortear os rumos de uma nação, que como consequência perde respeito, moral e cidadania. O governo tem ministérios, mas segue as orientaçôes de um grupelho extra oficial, que é na verdade quem norteia o governo. Fazem parte desse grupelho os mais diversos tipos de irresponsáveis e incompetentes criaturas. Daí negam a pandemia, negam as vacinas, validam tratamento, contra a ciência, tramam ataques a pessoas e instituições, demitem ministros, enquadram militares. Um estágio para se tornado uma mafia que passará antes por uma mexicanização do paìs. Caminhamos a passos largos para nos tornarmos um paìs degraçadamente miliciano, como já é o estado do Rio de Janeiro. Agora, vão anunciar que mortes por covid, nao foram por covid, em mais um estudo tal qual da cloroquina para o virus, decidido pelo mesmo grupelho que dita o rumo do paìs. Logo, alguns meios jornalísticos, igualmentes associados a essa turma, cuidarão para que se torne verdade absoluta. Um paìs condenado a desgraça.

    2. Bolsovirus, meu amigo sábias palavras, falou tudo! Tenho nada a acrescentar. na verdade, ate tenho. Tem gente que pega covid e nao comunica que pegou. Entao com toda certeza o numero dos que pegaram a doença é muito maior, muito mesmo, essa doença altamente contagiosa

    1. Esse verme é um canalha, foi 50% a mais!!! Não tinha testes e morreram muitos de covid19 sem os exames. Que diabo o TCU têm com isso???? Só engana o gado .

    2. Que cuuunversa bonita Geraldo. Todos, absolutamente TODOS, que morreram no país a partir de abril de 2020 foram testados para COVID mesmo que nitidamente a morte não teria relação alguma com COVID. Imagina se fizesse isso quanto ao vírus da gripe. A verdade eh q muita gente, mas muita mesmo, morreu com covid e não DE covid, entrando nas estatísticas de forma completamente equivocada.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *