“Pessoal tem reclamado dos preços dos alimentos, tem subido, sim, além do normal. Também é uma consequência do ‘fique em casa’, que quase quebrou a economia”, diz Bolsonaro

Foto: Reprodução/Youtube

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, nesta segunda-feira (23), que uma das consequências do isolamento social, por conta da pandemia do novo coronavírus, foi a alta no preço dos alimentos.

Cercado de apoiadores e seguranças, o presidente reconheceu o aumento de preços, mas disse que a responsabilidade não é dele. “Pessoal tem reclamado dos preços dos alimentos, tem subido, sim, além do normal. Também é uma consequência do ‘fique em casa’, que quase quebrou a economia”, destacou.

“Então tem muita coisa errada, sabemos disso, mas a responsabilidade tem que ser apontada para quem é de direito. Todo mundo aponta para mim essa questão dos alimentos, estou fazendo o possível para voltar à normalidade”, explicou o presidente.

“Se não tivesse feito aquelas medidas lá atrás, para ajudar pequenas e micro empresas, auxílio emergencial, estaria terrível aqui no Brasil”. (Jair Bolsonaro).

Bolsonaro disse que a população, às vezes, se “esquece” do período da pandemia, e destacou que o governo se endividou em quase R$ 700 bilhões para tomar medidas. Além disso, o presidente respondeu às críticas sobre o agronegócio ter que priorizar o mercado interno.

“Passam a criticar o tempo todo o agronegócio, falando que tem que vender aqui para dentro e não para fora do país. E olha a soja, ela tem que ser toda exportada, não tem como ser consumido tudo aqui dentro. E outra coisa, eu sou da lei da livre iniciativa, oferta e procura, e o mercado é quem diz se vai ser vendido aqui ou lá fora”, defendeu.

Bolsonaro disse que sofre “o tempo todo com mentiras, tentando desgastar o governo” e críticou a oposição. “Ao invés da esquerdalha mostrar o que fizeram no passado, não vão mostrar, porque só roubaram, não adianta mostrar. Então tem que caluniar os outros”, afirmou.

“E mais, o governo federal, com as medidas que tomou, evitou algo muito pior do que o aumento de alguns alimentos. Que foi o que? Desabastecimento. Se o campo tivesse ficado em casa, não teríamos comida aqui, o Brasil estaria pegando fogo. É isso que a esquerda quer, que o Brasil pegue fogo para dizer que eles são os salvadores da pátria”, emendou.

Desmatamento e queimadas

Bolsonaro ressaltou aos seus apoiadores um vídeo, postado em suas redes sociais nesta manhã, que mostra como é tratado o agronegócio no Brasil. “Para mostrar que não é da forma que dizem que nós tratamos, de forma mentirosa falam que nós tacamos fogo em tudo. Nós não plantamos na Amazônia e criticam a derrubada (de árvores). Então, são críticas infundadas e tem objetivo comercial”, defendeu.

O Chefe do Executivo ainda voltou a criticar a hipocrisia dos países que exigem maior compromisso no combate aos crimes ambientais. “Pergunta na Europa o que é mata ciliar. Não tem um palmo de mata na margem dos rios. Ninguém tem um código rural como o nosso. Aqui o produtor rural é obrigado a preservar, na região da Amazônia, 80% da floresta”, explicou Bolsonaro.

“O que o mundo vê na Amazônia? A floresta? Se for a floresta, nós estamos prontos para fornecer mudas para eles reflorestarem seus países. E por que tanta crítica ao Brasil? É por causa do comércio, do agronegócio. Somos uma potência em exportação de commodities e eles querem que cada vez mais nós produzamos menos, para não prejudicar seus mercados lá fora”, afirmou.

Ele ainda voltou a defender a técnica não comprovada de combate as queimadas, de usar o gado como forma de evitar a propagação de incêndios. “Você vê o fogo no Pantanal. No passado, podia deixar o boi comer o capim na área preservada, hoje não. Então acumula uma massa vegetal morta muito grande, quando vem o fogo ele incendeia e o negócio vira uma barbaridade”, disse.

Para Bolsonaro, o que falta é compreensão da população, que não tem o conhecimento das coisas. “Passaram aí 30 anos com Paulo Freire, só aprendendo abobrinha, sabem nada, nem uma tabuada sabem, e querem dar palpite sobre economia”, diagnosticou.

Sobre as notícias de que o agronegócio vendeu para fora do País por preços mais baratos do que os comercializados dentro do Brasil, Bolsonaro disse que isso é “tão absurdo que dá nem para comentar”.

Demarcação de terras indígenas

Bolsonaro voltou a defender o uso de terras demarcadas para exploração e ressaltou que o assuntos, que antes era um pesadelo para o produtor rural, agora é algo que “tem que estar muito bem explicado” para acontecer em seu governo.

“Dá para imaginar a pressão que eu sofro fora do Brasil? No passado, quando um governo, o presidente viajava, ao voltar, no Diário Oficial, tinha lá tudo quanto é demarcação de terra indígena, ampliação de parque e reserva, o que cada vez mais inviabilizava nossa agricultura, agora inverteu completamente isso”, disse.

“Qual era o grande temor do agricultor, falando aí em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás? Era acordar e saber que a sua terra estava sendo demarcada. No meu governo, você ouviu alguma coisa sobre isso?” (Jair Bolsonaro)

Bolsonaro continuou a defender as mudanças impostas pelo governo e deu também como exemplo a educação. “Não é fácil mudar. Você não vê mais coisa errada em sala de aula, você não vê livro editado por nós ensinando a criancinha o que você não quer que ela aprenda. Temos na educação um ministro que é competente e é pastor, alguém poderia imaginar?”, ressaltou.

“Eu não quero que falem bem do Brasil, eu quero que falem a verdade”, encerrou.

R7

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Beto Araújo disse:

    É um "verdadeiro" farsante! E os idiotas ladrando.

  2. Santos disse:

    Mente bem pouquinho.

  3. Roberto disse:

    Quando a esquerda critica o véio Bolsonaro,é porque ele está fazendo a coisa certa,e a esquerda vendo o poder cada dia mais impossível.Em 2022 vai ser no 1º turno.Chora Petralhada !!!!

  4. Radi disse:

    Não foi por falta de aviso.
    O véi duro avisou, chamaram de doído, maluco de genocida, do diado que o parta.
    Agora aguente.
    O véi duro da gota serena.
    É melhor JAIR se acustumando.
    Não acreditaram, agora peguem, vão comer a corda da globo lixo e o anão João Doria que da nisso.
    Se mesmo assim a petezada tiverem achando ruim, vão pra Argentina.

  5. PEDRO VERDADEIRO. disse:

    Manoel veja se compra na feira do alecrim algo para colocar no seu cérebro, é facil, todo sábado tem, lá só não vendem aquilo que tem muito na cabeça de camarão e sai pela porção terminal do cólon intestinal, outra, vcs falarem em mentira, isso é pegajoso, leiam, basta isso, o próprio nove dedos mentindo e sorrindo, falando que mentia, seus ex amigos ainda estão vivos, principalmente um médico chamado Palocci, vivia com ele, cheirava ele, idolatrava, babava, comia no mesmo prato, uma vergonha. Pedro Barusco…., não façam nada comigo kkkkk que devolvo 100 milhões de DOLARES, tem horas que da pena ler o que vcs da esquerda escrevem, menino burro, a guerra fria já passou, a união soviética acabou, Cuba acabou, Venezuela idem, até a China vermelhinha já abandonou aqueles preceitos maquiavélicos, acorda jumento, estamos em 2020, seu partido lascado, sem credibilidade, o chefão numa mansão, JANJA colocando o café dele, aí sim é sabida, vcs não passam de uns abestalhado sem Horizonte.

  6. Bolsonarista Binário disse:

    O Brasil passa por uma crise de confiança, quem terá coragem de investir em um país que navega sem rumo? daí o dólar a quase 6 reais e a fuga de capitais. O presidente mais uma vez é desonesto tentando imputar a culpa em terceiros e ñ em sua incompetência.

  7. Calígula disse:

    Hô Véio Bom, Hô presidente trabalhador é Jair Bolsonaro.
    Mito 2022

  8. Antonio Turci disse:

    Pessoal, relações econômicas internacionais não algo simples. São muitas ementos que interferem no processo, inclusive variáveis exógenas. Não adiante culpar o Presidente nem chamar pessoas de gado. O presidente, ao optar pela manutenção das atividades econômicas concomitante aos cuidados com a pademia, mediante o isolamente vertical, estava querendo evitar o pior. Um país com a economia quebrada jamais terá forças para bancar a saúde pública. Elementar!

    • Maria Fofoca disse:

      Qual é a causa de o real ter sido umas das moedas que mais se desvalorização frente ao dólar?

  9. Webrevenger disse:

    Cadê o gado para defender seu boiadeiro de estimação? Muuuuu

  10. Greg disse:

    CONVERSA PRO GADO ACREDITAR (E A MÍDIA COMPRADA)

  11. Lucis disse:

    Esse cidadão quer que a população brasileira seja extinta do planeta?
    Vai negar também que no Brasil não tem corona?

  12. O Rei da Bravata disse:

    Com o dolár a quase 6 reais, a China vende uma geladeira e leva uma carrada de soja, milho, arroz e ainda sobra umas pratinhas, e olha que a ultima safra foi grande. O Brasil, um dos maiores produtores de grãos, agora tem que importar em uma tentativa de freiar os preços. Mas nosso querido presidente em vez de trabalhar prefere viver de picuinha e terceirizar a culpa pela alta dos alimentos.

  13. Manoel disse:

    Falou o mentiroso.
    Nao seria por causa do valor estratosférico do Dólar o qual os alimentos está atrelados?

  14. Bozó disse:

    QUAL É A LÓGICA???
    SAFRA RECORDE NO ANO 2020… E A CULPA É DO #FICAEMCASA???

    A FOSSA ABRIU NO PLANALTO

PESQUISA EXAME/IDEIA: aprovação de Bolsonaro vai a 41%, a mais alta em quase 2 anos

Foto: (Adriano Machado/Reuters)

A aprovação do presidente Jair Bolsonaro está em 41%, o mais alto patamar desde fevereiro de 2019. No último levantamento, feito no início de novembro, a avaliação estava em 38%, e oscilou positivamente no limite da margem de erro da pesquisa que é de três pontos percentuais para mais ou para menos. A desaprovação diminuiu, passando de 34% para 31%. Aqueles que nem aprovam nem desaprovam somam 27%.

Os dados são da mais recente pesquisa exclusiva EXAME/IDEIA, projeto que une Exame Research, braço de análise de investimentos da EXAME, e o IDEIA, instituto de pesquisa especializado em opinião pública. O levantamento ouviu 1.200 pessoas entre os dias 16 e 19 de novembro.

Foto: Reprodução/Exame

Na série histórica, a aprovação só ficou acima de 40% em fevereiro de 2019, quando 45% dos brasileiros aprovavam a maneira como o presidente governa. Esse percentual foi caindo até chegar em 20% no mês de maio deste ano, coincidindo com o agravamento no número de casos e de mortes por covid-19 no país.

A alta mais significativa foi percebida entre julho e agosto, quando os brasileiros que aprovavam o governo de Jair Bolsonaro saltaram de 27% para 37%, respectivamente. O período corresponde com a liberação de grande parte do auxílio emergencial.

“Os mais altos níveis de aprovação do governo federal são muito concentrados no segmento de evangélicos (50%), e nas regiões Norte (52%), Centro-Oeste (52%) e Sul (54%). A avaliação positiva é sempre maior neste grupos”, explica Maurício Moura, fundador do IDEIA.

Estratificando a pesquisa por idade, quanto mais velha é faixa etária, maior é a aprovação do governo Bolsonaro. Entre aqueles com 50 anos ou mais, o índice chega a 49%. A proporção é similar no item escolaridade, sendo maior na parcela da população que estudou mais. A aprovação chega a 42% entre aqueles com ensino superior.

Por classe econômica, a desaprovação é maior entre os mais pobres. Nas famílias com ganhos de até 1 salário mínimo, 39% desaprovam o governo Bolsonaro. Já entre os que ganham mais de cinco salários, 32% não aprovam a atual administração.

A pesquisa também perguntou como os brasileiros avaliam o governo do presidente até o momento. Os dados são idênticos ao da aprovação, com 41% considerando ótimo/bom, e 31% ruim/péssimo.

Foto: Reprodução/Exame

Exame

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Samuel Uel disse:

    A bovinada so comenta onde convém, o veio é tão arrochado que nem vereador elege, é tao arrochado que deu uma de frouxo e não revelou os tais paises que compram madeira ilegal, é tão arrochado que não explica os 89 mil na conta da Micheque…..de tantas noticias sobre o bozo o gado fica mudinho, mas quando sai uma pesquisa de popularidade, ai a manada vem com tudo comentar.
    Muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

  2. desMOROnado disse:

    Como é mesmo aquela música?? É… O homem disparou, é?

  3. Silva disse:

    A petezada pira!!
    Kkkkkkkk
    O Véi ta estourado.

  4. Calígula disse:

    Hô Véio Bom, Hô véi arroxado, Hô Véio arroxado do cunhão rôxo é Bolsonaro.
    Mito 2022

  5. Joaquim disse:

    Ou véi macho da porra

  6. DeSacoCheio disse:

    Para aqueles que torcem para que o governo dê errado, para que o Brasil quebre, para que a população sofra para assim, talvez, conseguir trazer de volta o "bandido que deveria estar preso" e o seu governo corrupto que só beneficiava que era "camarada", é uma péssima notícia.

  7. David disse:

    Semelhante a Dagô e Luiz Almir.
    Vai levar rasteira grande.

  8. José Macedo disse:

    Para desespero das midiaslixo e dos esquerdopatas.

  9. Vaqueiro Açoitador disse:

    Ess pesquisa é tão verdadeira, quanto uma nota de 3 reais.
    Só alguns 🐂 🐄 que usam argola de ferro na venta, que aprovam esse “ninguém”.

    • Neco disse:

      Pode achar ruim, repetir mil vezes.
      Isso não muda a realidade.
      Melhor ja ir se acostumando.

    • Diabinho disse:

      Bem.. realmente as pesquisas nao sao confiaveis… tanto que ele foi eleito contrariando as pesquisas.

    • Davi disse:

      Tá, já viu o que obama falou de luladrão? Acho que não né? Vi a pouco tempo vocês comemorando a vitória do vice dele, ou pensam que o vice não sabe das falcatruas do seu senhor corrupto condenado. Jumento petralha confinado.

    • Maria disse:

      Verdade… a aprovação eh muiiiiito maior que isso… eh difícil achar quem desaprova e pessoas que não gostavam dele por acreditar em “histórias” de que ele ia fazer isso ou aquilo de ruim e que não se concretizaram, pois eram mentiras, estão cada vez mais percebendo isso e mudando de concepção.

  10. Alberto disse:

    O homem é bom, o homem é espetacular!

Reconhecimento de Putin sobre empenho de Bolsonaro no enfrentamento da pandemia corresponde ao que foi distorcido por parte da mídia, avaliam ministros e assessores do governo

Foto: Divulgação/Brics2020

O discurso do presidente da Rússia, Vladimir Putin, durante a Cúpula dos Brics, encontro dos chefes de estado do Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, nesta quarta-feira (17), pegou de surpresa integrantes do governo brasileiro.

Na avaliação de ministros e assessores do Itamaraty, a declaração de Putin corresponde exatamente ao que Jair Bolsonaro sempre disse desde o início da pandemia e que foi distorcido por parte da mídia e por ex-integrantes do próprio governo, como o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta e o ex-ministro da Justiça Sergio Moro.

Ministros chegaram a lembrar que a conduta do presidente diante da pandemia condiz com a passagem bíblica vista em Provérbios 24, versículo 10: “Se te mostrares frouxo no dia da angústia, a tua força será pequena”.

Vladimir Putin agradeceu a Jair Bolsonaro o empenho durante a pandemia no Brasil ao encerrar o encontro dos Brics.

“O senhor [Jair Bolsonaro] pessoalmente enfrentou essa infecção e passou por essa provação com muita coragem. Quero lhe desejar tudo de melhor e, é claro, muita saúde. Sei que esse momento não deve ter sido fácil, mas o senhor enfrentou tudo como um homem de verdade e demonstrou possuir as melhores qualidades masculinas, como a coragem e a grande força de vontade, enfrentando todos os desafios com grande respeito e consideração pela vontade de seu povo e pelos interesses do seu país. Isso faz do senhor um exemplo para todos nós, pois isso mostra como podemos ser corajosos no cumprimento dos nossos deveres profissionais, nos nossos deveres como chefes de estado”.

No início da noite, o presidente Jair Bolsonaro postou nas redes sociais o vídeo traduzido com a fala de Vladimir Putin durante o encontro.

CNN Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Gervasio Mila Filho disse:

    Este Putin não conhece a realidade no Brasil prá falar uma idiotice desta.Deve estar querendo levar vantagem em alguma coisa.

  2. Carlos disse:

    Esquerdopata, aceitem que doi menos, MITO 2022.

    • Boi 🐂 No Espeto disse:

      Pelo andar da carruagem, não vai ser nem 2021.
      Mas admiro sua euforia.

  3. Vaqueiro Açoitador disse:

    Putin falou qualquer besteira e esse moribundo insignificante, a mídia de direita fizeram um alarde.
    Quase ninguém lá fora, conhece esse ze ninguém

  4. Flávio disse:

    Enquanto isso obama reconhece que Lula é o cara " que desviava recursos ".

  5. Irajá Fernandes disse:

    Não adianta, a verdade sempre irá prevalecer, seja hoje ou amanhã. A mídia é considerada o quarto poder e quando distorce perde a credibilidade, suas informações fedem e seus divulgadores não passam de ratos de esgoto

  6. PAULO disse:

    Será que Bolsonaro já abandonou o galegão? Será que o Brasil vai ser comunista? Será que vamos fazer parte da U.R.S.S?

  7. Pão com MortaNdela vencida disse:

    A esquerda não tem jeito de concordar com nada. O capim tá sem sustância é?

  8. Joaquim disse:

    Eita presidente macho da porra.

  9. joao disse:

    Eita reconhecimento de um comunista? E agora boiada

  10. Bolsonarista Binário disse:

    Porra, que reconhecimento top!!!

    • Manoel disse:

      Né isso! Vamos comemorar juntos: MUUUUUUU!!!! KKKKK. Na minha humilde opinião, PUTIN fez esse pseudo elogio para se aproximar do MINTO já que ele ficará órfão de TRUMP e precisa lamber as botas de outro …

    • Pedro Paulo da Trindade. disse:

      Kkkkkkkkkk.
      Né não? Tá vendo uma oportunidade de ganhar algum desse lixo-presidenta, que não fatura nenhuma eleição mais.
      Aqui tem coisa.
      Prepara o caminho pra boiada passar.
      Como não tem mais menina-tramp (vagabunda no inglês) pra o lixo daqui ficar da altura da braguilha, Putan tá louco pra ocupar a vaga e levar algum nosso.
      Wtf? Vtnc… os dois.

VÍDEO: Putin elogia Bolsonaro no enfrentamento da pandemia: “exemplo de relacionamento corajoso com o cumprimento de seu dever e a execução de suas obrigações na qualidade de chefe de Estado”

O presidente russo, Vladimir Putin, fez elogios ao presidente Jair Bolsonaro em referência ao enfrentamento da pandemia e ao fato de o brasileiro ter sido infectado e desenvolvido sintomas da covid-19.

A fala de Putin ocorreu logo ao término da Cúpula do BRICS, encontro de chefes de Estado de Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul realizado por videoconferência, por causa da pandemia do novo coronavírus.

Putin presidiu a Cúpula neste ano e, na fala em russo traduzida pela equipe de Bolsonaro no vídeo, fez referência ao enfrentamento da pandemia e ao fato de o brasileiro ter sido infectado e desenvolvido sintomas da covid-19.

“O senhor expressou as melhores qualidades masculinas e de determinação. O senhor foi buscar a solução de todas as questões, antes de tudo na base dos interesses do seu povo, seu País, deixando para depois as soluções ligadas ao problemas de sua saúde pessoal. Isso é para todos nós um exemplo de relacionamento corajoso com o cumprimento de seu dever e a execução de suas obrigações na qualidade de chefe de Estado”, disse o Putin, conforme a tradução divulgada por Bolsonaro.

“Não foi fácil para todos nós trabalharmos este ano, mas você também enfrentou pessoalmente esta infecção e passou pelas provações com muita coragem. Desejo a você tudo de melhor, em primeiro lugar, saúde. Todos nós vimos como não foi fácil para o senhor.”, segue outro trecho.

Com acréscimo de Isto É

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pedro Paulo disse:

    ĶķkkĶķkkĶķkkĶķkkĶķkkĶķkkĶķkkĶķkkĶķkkĶķkkĶķkkĶķkkĶķkkĶķkkĶķkkĶķkkĶķkkĶķkkĶķkkĶķkkĶķkkĶķkkĶķkkĶķkkĶķkkĶķkkĶķkĶķkkĶķkkĶķkkĶķkkĶķkkĶķkkĶķkkĶķkkĶķkk
    Esse Putan entende mesmo de brasil. Sabe bem das agruras do nosso povo. E da desgraceira que o país enfrenta hoje com essa corja que comanda o país. Tá querendo… ou tá tirando sarro desse lixo-presidenta.
    Wtf? Vtnc… os dois.

  2. Juailson disse:

    Eu fico imaginando se fosse uma crítica… A Globo iria passar no hora 1, bom dia Brasil, Ana Maria Braga, Fátima Bernardo, JH, JN, jornal da Globo… E continuaria durante uns três dias!! Né não?

  3. Torres. Torres disse:

    Esses inocentes inúteis q criticam um elogio, esquecem de falar q a China é comandada por ditador comuniata e q em 2017 ele modificou a constituição p se eternizar no poder.

  4. Jailson disse:

    Xiiii Bolsonaro está virando comunista igual Hugo Chavez.
    Chavez no início do seu governo também era babão dos EUA, depois foi ser baba ovo dos comunistas.
    Bolsonaro está no mesmo caminho.

  5. Calígula disse:

    Eu gosto de puta e não de Putin.

  6. Joaquim disse:

    Oh presidente macho

  7. Nelore disse:

    Já já o Bozo vai colocar o quartel do sargento pincel pra trocar bala com o Putin também…

  8. Sérgio disse:

    Gosta dele? Leva pra tua casa, Putin…

  9. Manoel disse:

    Show né gado?! Receber elogio de um chefe de estado ditador de um país que já foi e ainda tem traços comunistas eh tudo de bom! Muuuu

    • Chico disse:

      Trump, Putin e Bozo, aspirantes a ditadores. Bozo dizia que se chegasse ao poder ia dar um golpe só não tem coragem. Queriam armar a população pra colocar medo nos cidadãos pacíficos, elegeram como inimigo todos que não votam no partido da ditadura.

Bolsonaro diz que Brasil divulgará lista de importadores de madeira ilegal; presidente critica ataques que país sofre por queimadas

Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta terça-feira (17) que o Brasil vai revelar uma lista com nomes de países que importam madeira extraída de forma ilegal da Amazônia brasileira.

Durante o seu discurso na 12ª Cúpula do Brics, grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, o presidente voltou a criticar os “ataques” que o país sofre em relação às queimadas e ao desmatamento na região amazônica. “Creio que depois dessa manifestação [divulgação da lista], que interessa a todos no mundo, essa prática diminuirá e muito nessa região”, afirmou.

Segundo o presidente, a Polícia Federal desenvolveu um método para rastrear a origem de madeiras apreendidas e exportadas usando isótopos estáveis, uma espécie de DNA que mostra a proveniência geográfica de produtos.

“Estaremos revelando, nos próximos dias, nomes dos países que importam essa madeira ilegal da Amazônia, porque, aí sim, estaremos mostrando que esses países, alguns deles que muito nos criticam, em parte, têm responsabilidade nessa questão [do avanço do desmatamento]”, disse o presidente.

A cúpula do Brics, que ocorreu de forma virtual nesta terça-feira, marca o fim da presidência pro tempore da Rússia à frente bloco, ao longo do último ano. Em 2021, o grupo de países será presidido pela Índia.

Bolsonaro saudou o trabalho da presidência russa ao manter o grupo ativo em 2020 e aprofundar iniciativas de cooperação em diversas áreas, mesmo em meio à pandemia de covid-19. Para o presidente, os países do Brics estão em “perfeita sintonia” no combate ao terrorismo e na busca de uma vacina segura e eficaz contra o novo coronavírus e comprometidos com ações para minimizar as emissões de carbono, que levam ao aquecimento global e às mudança climáticas.

Retomada da economia

Ele lembrou que a primeira reunião do Brics aconteceu em 2009, em meio a “uma das mais graves crises financeiras de história”, e que, naquele contexto, “a força das economias emergentes mostrou-se fundamental para a recuperação da economia internacional”.

“Em 2020, o mundo volta a enfrentar uma crise de contornos desafiadores. Mais uma vez, os países do Brics podem desempenhar papel central nos esforços da superação da covid-19 e da retomada da economia”, observou.

Para Bolsonaro, o caminho para o crescimento econômico depende da cooperação focada em “benefícios mútuos e respeito às soberanias nacionais”, com a ampliação de medidas de promoção comercial e incentivo a uma maior interação entre os setores privados dos países do bloco.

“Nesse aspecto, o Brics se destaca pela variedade de setores e atividade abrangidos pelas iniciativas do grupo. Nossa cooperação deve incentivar a liberdade de criar e empreender”, explicou.

Reformas internacionais

O presidente da República defendeu ainda a reforma de organismos internacionais como a Organização Mundial da Saúde (OMS), da Organização Mundial do Comércio (OMC) e do Conselho de Segurança das Nações Unidas, este último composto por cinco membros permanentes (Estados Unidos, Rússia, China, França e Reino Unido) e por dez membros não permanentes, eleitos para mandatos de dois anos.

O presidente criticou a “politização do vírus [da covid-19] e o pretenso monopólio do conhecimento por parte da OMS” e disse que a pandemia mostrou a “centralidade das nações para a solução dos problemas que acometem o mundo”.

“Temos que reconhecer a realidade de que não foram os organismos internacionais que superaram os desafios, mas sim a coordenação entre nossos países”, frisou, destacando a necessidade de um sistema internacional pautado pela liberdade, transparência e segurança, com a defesa da democracia e da soberania dos países.

Redução de subsídios

Para Bolsonaro, uma comunidade internacional “verdadeiramente integral e ativa” só será possível com essas reformas. Ele defendeu, também, que os países do Brics coordenem o apoio à redução de subsídios para bens agrícolas por parte da OMC e o acesso permanente de Brasil, Índia e África do Sul ao Conselho de Segurança. “Com esse importante passo, tenho certeza que a cooperação no Brics sairá ainda mais fortalecida”, disse.

Juntos, Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul (cujas iniciais, em inglês, deram nome ao grupo) reúnem uma população de cerca de 3,1 bilhões de pessoas, o que equivale a aproximadamente 41% da população mundial, e respondem por 18% do comércio mundial.

Os principais acordos realizados durante a presidência da Rússia no bloco serão formalizados na Declaração da Cúpula de Moscou e em outros documentos. Durante o evento, também serão acordados os posicionamentos que serão apresentados durante a Cúpula do G20, que reúne as 20 maiores economias do mundo, marcada para os dias 21 e 22 de novembro.

Agência Brasil

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pedro disse:

    Mesma coisa que culpar o usuário de droga e não o traficante .
    Um energúmeno

  2. Jk disse:

    Tá queimando até os chifres desse boboca!

  3. Juliano bugueiro disse:

    O Donald já caiu,falta só o Pateta.

  4. Bolsonarista Binário disse:

    Daqui para a meia noite ele desconversa e diz que foi mal enterpretado. Ainda estou esperando as provas das fraude da eleição de 2018 que ele mesmo ganhou e que nunca apareceu. Bolsonaro vive de picuinha, governar que é bom nada.

  5. Jailson disse:

    E o Brasil só afunda cada vez mais

  6. Webrevenger disse:

    Cão que ladra não morde. Não divulgou logo pq?

  7. Brasil livre!! disse:

    O mundo tem conhecer quem está contrabandeando as riquesas da Amazônia, esses sim, verdadeiros destruidores da nossa floresta.

  8. Calígula disse:

    Boi tátá adora madeiras legal e ilegal.

  9. Antonio Turci disse:

    Corretíssima a atitude do Presidente.

  10. Fred disse:

    Ôôô véi duro da gota serena.
    O véi é duro viu??
    Tem que revelar as ONGs presidente também, o que de fato elas realmente fazem na Amazônia legal.

    • Paulo disse:

      BG
      Essas ongs precisam serem investigadas a fundo. São vagabundos torrando MILHOES de reais e promovendo tudo que é de SABOTAGEM e CRIMES, inclusive ambientais.

    • Samuel Uel disse:

      Comentar o fracasso do Bozo nas eleições o gado nao comenta e nem as rachadinhas.
      Muuuuuuuuuuuu

  11. Calígula disse:

    Tem que divulgar mesmo esses contrabandistas.

    • Pixuleco disse:

      Aproveita para divulgar também porque Queirozito depositou 21 chequitos na conta de. Michele . Ah Papai .

  12. Joaquim disse:

    Valeu presidente

Bolsonaro volta a defender voto impresso: “Temos que ter um sistema de apuração que não deixe dúvidas”

Foto: Divulgação/Palácio do Planalto

O presidente Jair Bolsonaro voltou a questionar o sistema de apuração de votos do Brasil na manhã desta segunda-feira, 16. As informações são da Nathália Pase, repórter da Band em Brasília.

“Temos que ter um sistema de apuração que não deixe dúvidas, tem que ser confiável e rápido. Não deixar margem para suposições”, declarou há pouco.

O presidente ainda reafirmou o desejo do retorno do voto impresso. “O Supremo disse que é inconstitucional o voto impresso, tem proposta na Câmara, se não tivermos uma forma confiável a dúvida sempre vai permanecer. Não sou eu quem fala, é o povo que fala”, finalizou o presidente.

Band

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Macedo disse:

    O voto impresso é uma segurança para qualquer partido pode ser de esquerda ou direita.
    voto eletrônico não é confiável , porque não sabemos se foi manipulado ou não, se hacker invade computadores da CIA (central de inteligência americana) que tem segurança máxima vocês acham que não terão condições de alterar dados de uma maquininha eletronica de votos, aberta.
    E falaram ainda dá inovação de voto via celular ser segura, só rindo de vocês.
    Imaginem um corrupto chegando numa área carente oferecendo R$ 30,00 por voto no candidato dele, o cidadão chega com seu celular vota na frente do corrupto e recebe o seu dinheiro.
    Ou os inocentes de plantão acham que isso nunca vai acontecer.
    Só podem estar de sacanagem.
    Que sejam contra o presidente mas vamos botar a cabeça de camarão para pensar.

  2. Francileude disse:

    Demente

  3. Juliano bugueiro disse:

    Quer fazer igual a Trump

  4. Erasmo Barreto disse:

    Se for pra tirar esse quadrúpede da presidência, eu concordo com qualquer tipo de votação, mas tem que ser agora!!!!

  5. Vaqueiro Açoitador E Trablhador disse:

    Se eu pegar esse esclerosado e colocar aqui na fazenda por uns 5 dias a base feno, farelo, sal, sol no lombo e umas boas açoitadas, duvido que ele volte a falar tanta asneira..

  6. João Macena disse:

    É verdadeiro o seu comentário, caro Turci. Lamentável, como o presidente Bolsonaro, fala bobagem. Ele é o maior opositor do seu governo. João Macena.

  7. Val do Açai disse:

    Já esta preparando o terreno para 2022.

  8. Braulio Pinto disse:

    Parece me que o sistema de voto impresso seria muito mais passível de erros e de fraude do que o atual. Se há dúvidas quanto a segurança que se aponte tecnicamente quais são os pontos suscetíveis a problemas no atual sistema. Senão é só mimimi de perdedor.

  9. Emerson Fonseca disse:

    O que esperar de um Débil Mental que só teve inteligência para ensinar os filhos como fazer uma boa rachadinha e encantar o Gado… kkkkk 😂

  10. Silva disse:

    NÃO CONCORDO MEU PRESIDENTE.
    QUERO VOTAR NO Sr JA AGORA EM 2022 PELO CELULAR.
    PENSA BEM!!!!
    SE EU POSSO MOVIMENTAR A MINHA CONTA BANCÁRIA DE FORMA SEGURA (fazer pagamentos PIX) PELO CELULAR, PORQUE NÃO VOTAR HEIN????
    TEM QUE ACABAR AS FILAS Presidente.
    É NESSA DIREÇÃO QUE O SR DEVE PENSAR.
    tamos juntos!!!
    Mito 2022

    • Erasmo Barreto disse:

      Quando a paixão é grande a pessoa fica cega mesmo.
      Nem a idiotice do quadrúpede serve pra desencantar o gado!!!!

    • Jr. Silva disse:

      Calma Erasmo, o presidente é humano e erra, o governo tem pontos vulneráveis, como qualquer outro, o regime democrático de direito é assim, nenhum governo é perfeito.
      Mas não fale mal assim do Presidente Bolsonaro, vc não sabe o que esse CARA SOFRE SOZINHO , pra tirar esse País dessa ANARQUIA QUE SE TRANSFORMOU ao longo dos anos, e com a ajuda do teu PT ladrão.
      Pensa nisso, para de paixão que isso sim, leva a segueira, eu enxergo muito bem, sou brasileiro, não sou bolsominion, muito menos militonto seguidor admirador de ladrão.
      O BRASIL É ESSE CABARÉ por causa de gente como vc, votam errado são pessoas sem noção, não querem avançar, tornar o Brasil em uma potência mundial.
      Potencial tem sobrando, mas falta brasileiros patriotas igual ao presidente Bolsonaro pra ajudar.

  11. Adalberto disse:

    Demente.

  12. Marquito disse:

    Esse homem é um burro , ele quer que seja igual nós Estados Unidos uma zorra total….só na cabeça desse jumento que as urnas eletrônicas tem fraude

  13. Antonio Turci disse:

    Presidente, não perca seu tempo. Isto que o senhor sugere é um retrocesso.

  14. Amaro disse:

    BG, ele só acha que ta tudo certo se a vitória for dele… essa é a democracia que essa gente quer.

  15. Bosco disse:

    Quando eleito através do voto eletrônico, nada reclamou! Tava tudo certo. O cara que ele beija as botas ( Donald Trump) não confia nessas cédulas de papel. Mal perdedor!

  16. César Augusto de Oliveira Paiva disse:

    Estou perdendo a paciência com esse jumento, votei nesse tampo mais quanto mais abre essa matraca mais merda ele produz , esse cavalo quer voltar ao passado do voto no papel que é o processo mais primitivo que existe em detrimento de um processo com tecnologia de ponta.

  17. Francisco Nunes de Araújo disse:

    É voltar ao antigo é ágil e rápido?

Mourão diz que não se pode “debitar” a Bolsonaro desempenho de candidatos apoiados nas eleições municipais, e que presidente está sem partido

Foto: Reprodução

O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou nesta segunda-feira (16) que não se pode “debitar” os resultados das eleições municipais ao presidente Jair Bolsonaro. Mourão argumentou que Bolsonaro está sem partido e “não entrou de cabeça” na campanha.

De 13 candidatos a prefeito apoiados por Bolsonaro, nove não se elegeram, dois venceram no primeiro turno e dois foram para o segundo turno (veja resultados mais abaixo). Apesar de Mourão ter dito que o presidente não se envolvido nas eleições, na reta final da campanha Bolsonaro fez lives no Palácio Alvorada para pedir votos aos seus candidatos a prefeito e vereador.

Dos 45 candidatos a vereador apoiados pelo presidente, em 27 cidades, 10 se elegeram, 31 viraram suplentes e 4 não se elegeram.

Mourão ainda declarou, em entrevista na chegada ao Palácio do Planalto, que os partidos de “centro tradicionais foram os grandes vencedores” do primeiro turno das eleições.

“Não pode se debitar nada em relação ao presidente Bolsonaro porque ele não entrou de cabeça nessa eleição. Ele apoiou alguns candidatos aí, muito pouco, mas não tinha, você sabe que o presidente está sem partido, então, sem uma estrutura partidária fica difícil você participar de uma eleição”, disse Mourão.

O vice-presidente também afirmou que, na opinião dele, a eleição municipal mostrou que a maioria dos eleitores optou pelos políticos tradicionais.

“O que eu vi também são políticos mais tradicionais, mais conhecidos, os que foram aí eleitos já no primeiro turno em grandes cidades, e aqueles que estão competindo pelo segundo turno. Isso é uma realidade, não dá para fugir disso aí”, declarou.

Não eleitos

Em São Paulo (SP), o candidato apoiado por Bolsonaro era Celso Russomano (Republicanos), que ficou de fora do segundo turno, que será disputado pelo atual prefeito Bruno Covas (PSDB) e Guilherme Boulos (PSOL).

Em Belo Horizonte (MG), o candidato Bruno Engler (PRTB), apoiado por Bolsonaro, foi derrotado pelo prefeito Alexandre Kalil, reeleito no primeiro turno.

No Recife (PE), a delegada Patrícia (PODE), apoiada por Bolsonaro, ficou em quarto lugar na disputa, que vai para o segundo turno. João Campos (PSB) e Marília Arraes (PT) disputam o cargo.

Em Manaus (AM), o Coronel Menezes (Patriotas) ficou fora do segundo. A disputa será entre Amazonino Mendes (Pode) e David Almeida (Avante).

Em Sobral (CE), o candidato do Bolsonaro perdeu. Foi eleito Ivo Gomes (PDT), com 59,23% dos votos, enquanto Oscar Rodrigues (MDB) ficou com 40,77%.

Em Cabo Frio (RJ), com 100% das urnas apuradas o candidato doutor Serginho recebeu 33,7% dos votos, ficando em segundo lugar na disputa.

Em Cabedelo (PB), a candidata à prefeitura Morgana Macena recebeu 12,2% dos votos com 100% das urnas apuradas.

Eleitos

Entre os candidatos às prefeituras apoiados por Bolsonaro, dois se elegeram.

Gustavo Nunes (PSL) venceu a disputa pela prefeitura de Ipatinga (MG) neste domingo. Com 100% das urnas apuradas, ele contava com 40,90% dos votos.

Em Parnaíba (PI), outro candidato apoiado por Bolsonaro também foi eleito. Mão Santa (DEM) venceu com 68,34% dos votos após 100% das urnas apuradas.

Segundo turno

Marcelo Crivella (Republicanos), atual prefeito do Rio de Janeiro e apoiado por Bolsonaro, vai disputar o segundo turno com Eduardo Paes (DEM). Crivella teve 21,90% dos votos com 99,99% das urnas apuradas.

Em Fortaleza (CE), o candidato apoiado por Bolsonaro, o capitão Wagner (PROS), foi para o segundo turno com Sarto (PDT). Wagner teve 33,32% dos votos e Sarto, 35,72%.

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcos Benício disse:

    É, gente. Não vamos debitar a Bolsonaro a derrota de quem ele apoiou nessas eleições, nas eleições dos Estados Unidos e nem na eleição da Argentina! Kkkkkkkkk…
    Esse presidente é muito pé frio! 🤭🤭

  2. Luiz disse:

    O mito ganhou em 2018 por muito pouco, mais alguns dias Haddad teria sido vitorioso. O PT estava no auge do envolvimento com a lava jato. Pessoas como eu queriam tirar o PT do poder e lhes dar uma punição pela roubalheira perpetrada, mesmo as custas de eleger um doido. Podia até ser que o doido desse certo, porém se revelou um fracasso. Em 2022, ao que tudo indica, o Mister Cloroquina vai tomar Doril e o país volta ao normal.

    • Maria disse:

      O normal que vc fala é a roubalheira ?
      Gostou de ter sido assaltado por 16 anos?

  3. aof disse:

    Não se preocupe com isso, Gen Mourão. É a onda do momento: dizer que o Presidente foi o grande perdedor das eleições. Não olham para o desempenho pífio do PT, ou melhor, olham mas fingem que não vêem. Até Boulos está reticente em receber apoio de Lula no segundo turno de SP. Mas a mídia fanática não se toca. Felizmente a internet oferece várias opções diferentes. Isso é democracia!

  4. Ivan disse:

    A eleição foi de prefeitos/vereadores, o PT perdeu em tudo q é capital, mas, segundo a globonews, o grande derrotado foi BOLSONARO????? Çey….

  5. LUIZ BARBOSA disse:

    Os candidatos de Bolsonaro se lascaram em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Recife (acabou o que interessa no Brasil em termos eleitorais).

  6. Mané da Foice disse:

    Então não interessa se o PT perdeu 133 prefeituras e houve a diminuição de vereadores do partido em todas as regiões.
    Não interessa se a esquerda vem perdendo representatividade política a cada eleição.
    Uma lição ficou evidenciada, a esquerda vai sempre votar em seus corruptos prediletos

  7. Val do Açai disse:

    É o Mike jagger?

  8. PAULO disse:

    Como levou péia em quase todo o Brasil, o discurso é o de que Bolsonaro não participou, se tivesse vencido tudo, aí era "O Mito é demais", "Fechado com o Mito". Resumindo é isso…

  9. Chicó. disse:

    Mourao não cansa de falar merda, encobrir safadesa, inclusive dos filhos do Bozo que segundo ele "é um menino bom, o Flávio". Só leva na lata e n cria vergonha. General sem vergonha.

  10. Tom França disse:

    O grande perdedor mesmo foi o "nanico" pt, que não ganhou em nenhuma capital e apenas foi para o 2º turno, em duas delas!

  11. BurroMinion disse:

    "não se pode “debitar” os resultados das eleições municipais ao presidente Jair Bolsonaro".
    -PODE SIM…O DISCURSO DE ÓDIO DELE PERDEU!
    Mourão argumentou que Bolsonaro está sem partido e “não entrou de cabeça” na campanha.
    -SORTE DOS CANDIDATOS QUE APOIOU, SE TIVESSE ENTRADO, OS 9 (de 58) TINHAM PERDIDO TAMBÉM…
    Chola mais, chola mais…kkkkkkkkkkkkkkkkk

  12. Théo disse:

    Deixa de mimimi, Mourão. Ele entrou sim de cabeça. Porém foi O Grande Perdedor.

    • Braulio Pinto disse:

      Não entrou de cabeça porque não tem cabeça pra entrar e vencer, tem demonstrado diariamente.

    • pulgaman disse:

      Isso é falácia da esquerdamidia, querendo enfraquecê-lo ante a corrida de 2022. Não colo kkkk
      #bolsoringa2022

      Ele disse desde o inicio que não iria fazer palanque pra ninguém diretamente e isso o fez. Deixem de mimimi 2022 é logo ali kk

    • Zé ruela disse:

      Mito 2022

    • Paulo Eduardo disse:

      Ele claro que Bolsoringa não entrou na campanha por quase ninguém. Não subiu em palanque e nem gravou programa pedindo voto (com exceção de alguns vereadores), mas cada um acredita no que bem lhe aprouver, tem gente que acha que homem pode ser mulher e vice-versa, quanto mais ter cegueira ideológica.

Bolsonaro tem ‘apreço’ pelas Forças Armadas e é ‘correspondido’, diz Ministério da Defesa

Antonio Cruz/Agência Brasil

O Ministério da Defesa afirmou, em nota divulgada neste sábado, que o presidente Jair Bolsonaro tem demonstrado “apreço pelas Forças Armadas” e que esse sentimento “tem sido correspondido”. A nota é assinada pelo ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, e pelos comandantes das três Forças: general Edson Pujol (Exército), almirante de esquadra Ilques Barbosa Junior (Marinha) e tenente-brigadeiro do ar Antonio Carlos Bermudez (Aeronáutica).

“O Presidente da República, como Comandante Supremo, tem demonstrado, por meio de decisões, declarações e presença junto às tropas, apreço pelas Forças Armadas, ao que tem sido correspondido”, diz o texto.

Na quinta-feira, Pujol afirmou que os militares não querem “fazer parte” da política nem querem que a política “entre” nos quartéis. Na sexta-feira, Bolsonaro disse concordar com a manifestação. O presidente lembrou que Pujol foi escolhido por ele para o cargo e disse que as Forças Armadas devem se manter apartidárias e, como determina a Constituição, “sob a autoridade suprema do Presidente da República”.

O Ministério da Defesa diz, no início da nota, que o texto trata de “recentes publicações e especulações envolvendo o governo e as Forças Armadas”. Em seguida, a pasta afirma que a posição expressa por Pujol “em nada destoa do entendimento do Governo e do presidente da República”.

A nota também diz que “o único representante político das Forças Armadas” é o ministro da Defesa e que os comandantes das Forças só se manifestam para tratar de “termos institucionais”.

O texto encerra dizendo que “um país forte requer instituições sólidas e transparentes” e que “tratar com franqueza os assuntos da Defesa, além de proporcionar o fortalecimento das instituições, contribui para o propósito de alçarmos o Brasil a níveis adequados de desenvolvimento e segurança.

O Globo
OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Gildo disse:

    É muito apre$$o mesmo!

  2. Vaqueiro Açoitador disse:

    Ele poderia arrumar as malas 💼 e ir morar com Trump, trabalhar como vira-latas na casa do galegao

  3. Lobinha disse:

    É confusão demais que esse ômi arruma. Rsrsrs

    • Victorino disse:

      Será que não é a turma do Lula ladrão, que não aceitou a derrota nas urnas, onde vc se incluí.
      Chora que o choro é livre.

Após crítica de Bolsonaro, Mourão admite que ideia de expropriação não avançará

Foto: Bruno Batista/VPR

O vice-presidente Hamilton Mourão admitiu nesta quinta-feira (12) à CNN que a ideia de criar mecanismos para expropriar propriedades que mais desmatam não vai prosperar. “Lógico que não”, disse.

A declaração foi dada após o presidente Jair Bolsonaro criticar no Twitter a proposta, que consta em um plano de ação elaborado pelo Conselho da Amazônia Legal, coordenado por Mourão.

O documento, de 62 páginas, elaborado por militares foi revelado pelo analista da CNN Caio Junqueira na última sexta-feira (6). O plano foi apresentado a ministros do governo.

No Twitter, Bolsonaro classificou a proposta como “mentira” da imprensa ou “delírio de alguém do governo”. “Para mim a propriedade privada é sagrada. O Brasil não é um país socialista/comunista”, tuitou o presidente.

À CNN, Mourão admitiu que ideia partiu do conselho. “Isso é um estudo que foi distribuído aos ministérios para que apresentassem ideias a respeito. Alguém pegou e entregou toda a documentação”, disse.

A crítica de Bolsonaro a Mourão foi feita três dias após o presidente desmentir declaração do vice de que esperaria o fim da judicialização antes de cumprimentar o presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden.

“O que ele [Mourão] falou sobre os Estados Unidos é opinião dele. Eu nunca conversei com o Mourão sobre assuntos dos Estados Unidos, como não tenho falado sobre qualquer outro assunto com ele”, afirmou.

CNN Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Manoel disse:

    Imagina desapropriar de quem desmata, rouba e grilha terras da União, quem mata animais silvestres…
    Bandido bom é bandido amigo!

  2. Papa jerimum disse:

    O general foi enquadrado pelo caPEtão!

  3. Bolsonarista Binário disse:

    Esse se tivesse vergonha na cara já teria pedido o chapéu.

  4. Santos disse:

    Pera aí, mas as expropriações era pra quem cometesse crimes ambientais, grilagens e etc… Peraí… deixa eu ver se entendi, então isso significa que aquela frase "bandido bom é bandido morto", mudou pra "bandido bom é bandido que votou 17"?

FHC: ‘O melhor é aguentar Bolsonaro e dar a resposta na hora certa, nas urnas’

FHC: “O presidente da República é símbolo, esse é um peso complicado” – Caio Guatelli/VEJA

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso preocupa-se, e muito, com a liturgia do cargo do presidente.

Indagado sobre a comemoração do presidente Jair Bolsonaro da interrupção dos testes da Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan junto com o laboratório chinês Sinovac, FHC disparou: “A fala é um desastre”.

“O presidente se equivocou redondamente, porque é um assunto muito delicado e grave que atinge todas as pessoas. Todos estão preocupados com o coronavírus. Desdenhar disso, fazer de conta que não é nada, é um erro político enorme, e ele vai pagar o preço por isso”, diz o tucano.

“O presidente da República é símbolo, esse é um peso complicado. Quando existe poder, tem que ter um certo simbolismo para a nação, do conjunto de brasileiros. E ele fica de um lado só. Está errado, não pode”, afirma Fernando Henrique Cardoso.

Sobre um possível processo de impeachment contra o atual presidente, FHC ponderou: “O melhor é ter paciência histórica e aguentá-lo por um tempo e, na hora certa, dar a resposta conveniente”. Onde? “Nas urnas, claro”.

Radar – Veja

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Macedo disse:

    Mais uma vez o JB vai estar certo com relação a está vachina
    O BG não postou por não ter uma comprovação, mas a CNN no dia 11/11 por volta das 19:30, (quem tiver condições pesquise) teve acesso ao contrato sigiloso do calça apertada com a sinovac , possuí vários problemas o maior deles é não especificar valor e a quantidade na negociação das vacinas, outra é que a propriedade intelectual da vacina continua com a sinovac e não do Butantã como o governo do calça apertada vem dizendo, a fase 3 dos testes no Brasil é de responsabilidade do Butantã, assim como a distribuição pela América do Sul, o Butantã irá somente envasar os insumos.
    https://youtu.be/WeCtekxckLw
    Este link tira a dúvida de qualquer um, menos dos esquerdopatas e cobaias.

  2. L. Souz disse:

    Boca de fole!!
    Vc não quer falar das cifras bilionárias do povo de São Paulo preste a tomar o caminho da indecência né????
    Preste atenção no que vai falar.
    O povão ta ON, vcs não tem mais a quem enganar.
    Cadê os petistas pra gritar, fora FHC??

  3. PAULO EDUARDO disse:

    EM 2022, o 01 vai tá cassado e na cadeia,aí vai ser fácil o povo vai cair na real e vai cassar até a quinta geração da família bolsamerda nas urnas.

  4. Manoel disse:

    Claro, o genocida nao cometeu o crime mortal, inafiançável, imoral e desumano de pedaladas fiscais, nao é golpista?
    Pq nao te calas, veio gagá?

  5. PEDRO VERDADEIRO. disse:

    Esse boca mole frouxo, que chamou aposentado de vagabundo, sendo ele um aposentado sem cumprir as regras mínimas de aposentadoria, que mantém posições dúbias, esconde os mal feitos da sua turma, vide Serra e Aécio Neves, ainda querer opinar em algo, só merece a atenção e elogios de idiotas.

  6. avelino disse:

    ISSO É UM COMUNISTA E ANTI-PATRIOTA, NEM SE CANDITATANDO PARA VEREADOR ELE GANHA MAIS, NÃO FEZ COISA ALGUMA A NÃO SER PREPARA O TERRENO PARA O OUTRO CORRUPTO E TUDO MUNDO SABE 9 DEDOS ESCULAMBAR ESSA PAÍS MARAVILHOSO. SÓ TENHO UM DESEJO OS MILITARES TOMASSEM DE CONTA DESTE PAÍS NOVAMENTE. E COLOCASSEM OS ANTI BRASILEIROS E COMUNISTAS PARA CORRER;.

  7. Dinho disse:

    Vc tá certo… Bolsonaro 2022. Tamo junto, mito.

  8. Vaqueiro Açoitador disse:

    Minha mão vai cansar de tanto açoitar o gado até 2022…

  9. Ciro Espítama disse:

    Geralmente o governo é um reflexo do povo. Desde a redemocratização só um presidente não refletia o que é o povo brasileiro: FHC. Educado, letrado e moderado. De resto tivemos exatamente o que é o brasileiro: Boçal (Collor), ladrão (Lula), simplório (Dilma) e ignorante (Bolsonaro). FHC foi um desvio do normal. Depois dele foi só ladeira abaixo.

    • Chico 200 disse:

      Isso é o pior mafioso que tem na política brasileira.

    • Ciro Espítama disse:

      Pior do que Lula, Dirceu, Cunha ou Cabral? Duvido. Foi o último presidente que prestou nesse país.

    • Milton disse:

      A diferença de FHC para o Lula é que um é estudado / letrado, voz mansa, inteligente , já o outro , sem comentários , mas o socialismo é igual. O patrimônio de FHC ( dentro da família ) é gigante , tem até apto na França . Já o patrimônio do ladrão mor ninguém sabe, está espalhado pelo mundo afora.

  10. Ubaldo disse:

    Tá bem pensando que o povo é besta.
    Çei!!!
    O certo pra vc, deve ser o CORRUPTO João doriana né??
    Sai fora jacaré!!

  11. Zé ruela disse:

    Quero ver as hienas dizerem: FORA FHC
    Kkkkkkkkkkkkkk

  12. natal sofrida disse:

    Bandidinho de carteirinha. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk O Mito é foda!!!!!!!!

  13. Edison Cunha disse:

    FHC tem razão, oito anos passa rápido.

  14. Raimundolisboa disse:

    A resposta são mais 4 anos

  15. Calígula disse:

    FHC um seboso e soberbo, te aguentamos por 8 anos, agora vc e a esquerda vai ter que engolir o Véio Bolsonaro do cunhão rôxo por 8 anos kkkkkk

    • Pedro disse:

      Tá repreendido!
      Esse infeliz não ganha mais não…
      O povo fez o teste ele não foi aprovado. Nem ele, nem os filhos ladrões dele…

  16. Azevedo disse:

    Exatamente. A democracia funciona assim.

“Acho que não causa nada, isso aí tudo é figura de retórica”, diz Mourão, sobre Bolsonaro defender ‘pólvora’ para evitar sanções

Foto: Guilherme Mazui

O vice-presidente Hamilton Mourão disse nesta quarta-feira (11) que é “figura de retórica” a defesa feita pelo presidente Jair Bolsonaro de uso de “pólvora” quando a diplomacia e a “saliva” não são suficientes para lidar com ameaças de sanções comerciais ao país devido às queimadas e ao desmatamento da Amazônia.

A afirmação de Bolsonaro, feita durante discurso na terça (10), no Palácio do Planalto, faz referência a uma declaração do presidente eleito dos EUA, Joe Biden, que, ainda como candidato, disse que o Brasil pode enfrentar “consequências econômicas significativas” se não parar de “destruir” a floresta.

Bolsonaro, porém, não citou o nome de Biden ao fazer a declaração na terça. O brasileiro torceu publicamente pela reeleição do presidente dos EUA, Donald Trump, e até o momento não se pronunciou sobre a vitória de Biden.

“Acho que não causa nada, isso aí tudo é figura de retórica”, disse Mourão ao ser questionado por jornalistas se a declaração de Bolsonaro pode trazer consequências ao Brasil.

“Vamos aguardar, dê tempo ao tempo”, completou o vice-presidente.

Segundo Mourão, Bolsonaro se referiu “aforismo antigo que tem aí que diz que, quando acaba a diplomacia, entram os canhões”.

Pólvora

Na terça, Bolsonaro participava de uma cerimônia no Palácio do Planalto sobre um plano do governo para incentivar o turismo quando, ao se referir à Amazônia, afirmou que “quando acaba a saliva, tem que ter pólvora.”

Bolsonaro, sem citar o nome de Biden, declarou:

“Assistimos há pouco aí um grande candidato a chefia de Estado dizer que, se eu não apagar o fogo da Amazônia, ele levanta barreiras comerciais contra o Brasil. E como é que podemos fazer frente a tudo isso? Apenas a diplomacia não dá, não é, Ernesto? Quando acaba a saliva, tem que ter pólvora, senão, não funciona. Não precisa nem usar pólvora, mas tem que saber que tem. Esse é o mundo. Ninguém tem o que nós temos.”

Ainda no discurso durante a cerimônia da terça, Bolsonaro afirmou que o Brasil tem que “deixar de ser um país de maricas” e enfrentar a pandemia de Covid-19 de “peito aberto”.

Já Biden fez a declaração sobre a Amazônia durante debate com o adversário Donald Trump, candidato à reeleição, durante a campanha eleitoral. Biden afirmou:

“O Brasil, a floresta tropical do Brasil, está sendo demolida, está sendo destruída. Mais carbono é absorvido naquela floresta tropical do que cada pedacinho de carbono que é emitido nos Estados Unidos. Em vez de fazer algo a respeito… Eu estaria me reunindo e garantindo que os países do mundo venham com US$ 20 bilhões e digam: ‘Aqui estão US$ 20 bilhões. Pare, pare de derrubar a floresta, e, se não fizer isso, você terá consequências econômicas significativas’.”

O presidente eleito dos Estados Unidos não foi o único a se referir a possíveis sanções econômicas ao Brasil em resposta ao aumento do desmatamento e das queimadas no país, que é alvo de críticas internacionais.

Em setembro, países europeus divulgaram uma carta em que cobram do governo Bolsonaro ações para controlar a destruição da floresta amazônica e alertam para o risco de boicote a produtos brasileiros.

A política ambiental do governo também tem dificultado a concretização do acordo de livre comércio entre o Mercosul e a União Europeia.

Vacina

Mourão também declarou nesta quarta que não se deve “politizar” o desenvolvimento de uma vacina contra o novo coronavírus, o que “infelizmente” já ocorreu.

“O que não pode é politizar. Infelizmente, vocês sabem, né, essa questão está toda politizada e fica ‘ah, é do lado A, é do lado B’. Acho que isso não é bom”, disse Mourão.

O vice-presidente não quis comentar se Bolsonaro contribui para politizar o tema. Na terça, Bolsonaro comemorou a suspensão temporária dos testes da CoronaVac, desenvolvida no Brasil pela empresa chinesa Sinovac e o Instituto Butantan, vinculado à Secretaria de Saúde de São Paulo.

O episódio foi mais um na série de disputas entre Bolsonaro e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB). Bolsonaro e Doria divergem desde o início do ano sobre as medidas contra a pandemia e se tornaram adversários políticos declarados.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Brando disse:

    Inteligente é o ladrão de 4 dedos, tomava a cachaça dele e falava o que queria e ninquem falava nada, e roubando o Brasil inteiro e os bobos dos brasileiros pensando que tinha um presidente honesto e intelectual…essa mídia PTsicopata são doentes pq o Bolsonaro tirou o poder das roubalheiras, como fez com a toda poderosa Globo, que tinha seus reportes , atores e atrizes ganhando uma fortuna de reias e a população com o bolsa esmola e salário mínimo de 1mil reais, eita mídia asquerosa

  2. Pedro disse:

    Bozo DEFECA pela boca…
    É um pedaço de estrume.

  3. Calígula menininha do Pr. disse:

    Esse cara não é o Messias mas é muito estudado, Índio brabo, duro e no aumentativo! Pena que faz parte da conspiração maçônica-globalista…

  4. Maria Bernardes disse:

    Esse bobo da côrte…. ! O fraco dele é usar frases de efeito.

  5. BurroMinion disse:

    Vamos mandar os Minions e seus filhos para o combate…quero ver eles gritarem mito com as balas roçando nas orelhas, enquanto ele e os 01,02, 03 e 04 estão tomando cerveja e rindo dos idiotas que votaram neles.

  6. Antônio Soares disse:

    Mourão, Sempre utilizando palavras inteligentes e sensatas, já o outro só fala besteira. É uma fossa ambulante.

  7. Anti-Político de Estimação disse:

    Faço minhas as palavras do General Santos Cruz , do alto da sua seriedade, em contraponto a toda essa molecagem do Presidente : “vergonha sem classificação, falta de noção e desrespeito pela saúde dos cidadãos”.
    Para bom entendedor, meia palavra basta.

  8. RMD disse:

    Pronto…
    Agora o Bolsonaro vai Dizer que o Mourao se juntou com essa tal de Retórica para tirar ele do poder…
    Já ligou pra o Olavo perguntando se essa tal de Retórica não é aliado de Maduro…

  9. Gildo disse:

    O Primeiro Pelotão já está ensaiando seu canto de guerra (usar a melodia da música do Airton Senna):
    -Vai dar merda, vai dar merda! Vai dar merda vai dar merda vai! Vai da merda vaaaaaai!! Vai dar merda, vai dar merda!

  10. Apir Pertinente disse:

    Sinto-me muito envergonhado em ter um governo desse nível. Nosso povo não merece!

  11. Carlos disse:

    Tomem cuidado porque vão ter dificuldades em encontrar pessoas para defender esse paíszinho. Vou dá uma dica, coloca primeiro o judiciário, legislativo e militares a frente do combate, depois que não sobrar nenhum aí vocês chamam meia dúzia de babacas que ainda vão se acharem por defender essa porc……

  12. Faça o bem disse:

    A derrota de Trump deixou o nosso presidente desconcertado, ele morria de amores pelo EUA, agora vai elege – la como inimiga?. Presidente governe como um diplomata e pense antes de falar para não prejudicar o nosso amado Brasil

‘Mais uma que Jair Bolsonaro ganha’, destaca presidente sobre decisão da Anvisa de suspender testes da vacina CoronaVac

Foto: Jorge William/Agência O Globo

O presidente Jair Bolsonaro ironizou nesta terça-feira a decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), na noite desta segunda-feira, de interromper o estudo clínico da vacina CoronaVac, desenvolvida pelo Instituto Butantan e pelo laboratório chinês Sinovac Biotech. Bolsonaro frisou que o governador de São Paulo, João Doria, “queria obrigar a todos os paulistanos tomá-la”, ressaltou que é contra a obrigatoriedade da vacinação e disse que é “mais uma que Jair Bolsonaro ganha”.

Segundo a agência, a interrupção se deu por conta de um “evento adverso grave” durante a fase de testes da vacina. O GLOBO apurou que o evento grave informado na nota da Anvisa foi a morte de um voluntário.

Em nota, o Butantan informou que “foi surpreendido” pela decisão. Em entrevista à TV Cultura, o diretor do Butantan, Dimas Covas, afirmou que a Anvisa foi notificada de um óbito não relacionado com a vacina. Ele negou que a morte possa ser classificada como um evento adverso. “Como são mais de 10 mil voluntários neste momento, pode acontecer um óbito”, afirmou. “Ocorreu um óbito, que não tem relação com a vacina. Portanto, não existe nenhum motivo para interrupção do estudo clínico”

O comentário de Bolsonaro foi feito feito em resposta a uma pessoa que o perguntou, no Facebook, se o Brasil iria comprar a CoronaVac caso ela fosse considerada segura.

O presidente compartilhou uma notícia sobre a interrupção dos testes. “Morte, invalidez, anomalia. Esta é a vacina que o Dória queria obrigar a todos os paulistanos tomá-la. O Presidente disse que a vacina jamais poderia ser obrigatória. Mais uma que Jair Bolsonaro ganha”, escreveu Bolsonaro.

Depois, após o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, anunciar a assinatura de um protocolo de intenções para a compra de 46 milhões de doses da vacina da Sinovac, Bolsonaro o desautorizou publicamente e disse que o Brasil não iria comprar a “vacina chinesa de João Doria”.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Amon Carlos de Oliveira disse:

    Paulo disse tudo que esse parasita comunista Manoel merece, morar em Cuba,Coreia do Norte, Venezuela ele não quer, porém quer continuar mamando no Brasil isso acabou, vá trabalhar todo comunista é preguiçoso

  2. Braulio Pinto disse:

    Essa pergunta é para o gado ruminar: porque deveríamos reeleger Bolsonaro se em vez de governar ele prefere provocar atrito com potenciais concorrentes à um segundo mandato, como faz agora? O presidente conseguiu se eleger mas não governa, vive de intrigas pensando em daqui a dois anos. Desperdiça o que não merece, fazendo um governo de destruição e que envergonha a todos.

  3. MITO, M I T O, M I T O disse:

    A morte do voluntário foi suicídio.

  4. CiÇO disse:

    Com Virus ou sem Vírus, é o Mito 2022 no 1 º Turno,Chora não Petralhada,o PT Ja Acabou !!!!

  5. Manoel disse:

    Essa é a alma mais sebosa q conheço.
    Imundo e tem gente q apoia.
    Tática manjada para iludir apenas o gado dele: elege um inimigo imaginário e começa a manipulação do gado.
    Quero ver ele se arrochar com a China impedindo da gente exportar soja e outros alimentos para lá. Quero ver ele se arrochar e deixar de comprar produtos baratos da China, inclusive vacinas.
    Óbvio q toda vacina tem q ser testada antes e ninguém está querendo comprar sem os testes.
    Mas o imbecil brinca com as vidas humanas e com aqueles q desejam uma vacina eficaz e barata, seja de onde for.

    • Paulo disse:

      Falou o seguidor de Lula e Maduro que espuma feito cão raivoso dia e noite nas redes sociais.
      Defende o comunismo mas não vai morar em Cuba, Venezuela, China.
      O comunista caviar defende o comunismo mas não quer viver na prática.
      O salário de um médico em Cuba é de 200 reais…

  6. Théo disse:

    Isso é um inundo. Fazendo politicagem com a morte de um ser humano. Meu Deus, esse Pateta tem q sair igual o Donald.

    • Paulo disse:

      Imunfo?
      Limpe sua boca suja.
      O presidente eleito na eleição mais democrática na história do país.
      Perseguido por políticos tradicionais derrotados, pela esquerda corrupta comunista, por maconheiros, por pessoas manipuladas.
      Certamente você gosta de Rodrigo Maia, Doria, Fátima…
      O foro de São Paulo promove campanha de perseguição para denegrir a imagem do presidente.
      Isso também aconteceu na Rússia, Venezuela, Cuba, Argentina.
      Pessoas sem capacidade de raciocinar caem na lábia da mafia comunista…
      Prometem o paraíso na terra.
      O fim é fome, miséria, ditadores comunistas.
      Fala mal de Bolsonaro, mas não quer ir morar em Cuba, Venezuela.
      Na primeira chicotada de Maduro iria chorar.
      Comunismo não é brincadeira.
      Nenhum país sério do mundo está usando a vacina chinesa.
      Por que esse desespero de Doria se não posar de Salvador da pátria, tentando se dar bem em cima do vírus chinês?

  7. Apolônio disse:

    Como sempre nosso presidente tem razão,os antis piram!

  8. Talita disse:

    Ainda tem papa capim que apoia e dá valor ao que esse projeto de incompetência presidencial. Brasil pelo ralo.

  9. Chicó disse:

    Os comentários são pura politicagem, onde a hipocrisia reina !!! Enquanto a cloroquina e a ivermectina eram consideradas um perigo para os usuários, agora temos a vacina chinesa, com alguns meses apenas de testes, sendo colocada como altamente segura.

  10. Paulo disse:

    Espero que o Brasil tenha aprendido com os Estados Unidos. Que os negros e negras, os pobres, nordestinos, indios, gays e lésbicas se unam para retirar esse Senhor do BRASIL.

    • Chico 200 disse:

      Quem disse que trump perdeu? Procura se informar! Só restam 259 delegados. Daqui a pouco não tem mais nenhum kkkkk

    • Paulo disse:

      Chora não… vai passar….🤣🤣🤣

  11. PAULO disse:

    Ainda abre a boca pra dizer que não está preocupado com reeleição! Cara vai governar o país e deixa os técnicos/cientistas trabalharem, já são mais de 160 mil mortos, fica aí torcendo contra por questões eleitoreiras.

  12. Ricardo disse:

    Quem faz politicagem com a vida das pessoas devia apodrecer na cadeia! Olhe que já morreram 162.638 e esse incompetente brincando com isso. Não venham me chamar de petista.

  13. Patriota disse:

    Por politicagem rasteira o presidente fica feliz com a morte de um cidadão. Que cristão exemplar!

    • Lucis disse:

      Esse cidadão usa o nome de cristão somente para esconder sua ruindade

  14. Rancho Boi 🐂 No Açoite disse:

    Deixa esse moribundo aproveitar, daqui a 2 anos, ninguém não vai nem lembrar desse resto de pano de chão.

  15. eu disse:

    Maior CANALHA DA TERRRA. So perde para o idolo dele, o Trump.

    2022 esse LIXO sera VARRIDO DO BRASIL.

  16. Maria Fofoca disse:

    Ñ gostar da China tudo bem, mas torcer para que uma vacina ñ dê certo só por motivos eleitorais, demonstra o quanto Bolsonaro é despreparado e egoísta, ele ñ da a mínima para o povo, para ele o que importa é seu projeto de poder particular.

    • Acorda Brasil disse:

      Minha linda, escute quem é da área. Uma vacina NÃO é a mesma coisa que um remédio. Ela muda o seu perfil imunológico por anos, 15 anos, por exemplo, a do tétano. NENHUMA vacina será segura, nem OXFORD, nem da CHINA, nem da RÚSSIA. O tratamento precoce reduziu as mortes a 0,03%, POR QUE AINDA SE FALA EM VACINA? ($$$$$$$)

    • Paulo disse:

      Não é o contrário?
      Por que Doria defende tanto a vacina chinesa?
      Desde 2019 ele assinou contrato para produzir vacinas com os chineses.
      Por que ele não espera todas as vacinas ficarem prontas?
      Lula comemorou a chegada do vírus chinês…
      Jane Fonda disse que o Corona vírus era um presente de Deus para a esquerda.
      Pense num povo imundo a esquerda.
      Que país desenvolvido do mundo usa essa vacina?
      Para a esquerda quanto mais mortes e desemprego melhor.
      Abutres se alimentam de desgraça..

  17. Edison Cunha disse:

    Todas as vacinas contra o vírus Chinês ainda estão em fase de testes, ainda não sabemos qual vacina é eficaz e segura. Certeza mesmo nós temos é que Lula é um ladrão safado e deveria tá preso.

    • Braulio Pinto disse:

      Só isso não, meu chapa. Certeza de que Bolsonaro é um incapaz e despreparado, e que você faz parte do rebanho dele.

  18. P. disse:

    Tem que empurrar essa vacina no rabo dos petistas cobaias.
    Aí se prestar e que vacina o gado de Bolsonaro.

  19. Gustavo disse:

    Que imbecil. Olha o comportamento completamente infantilizado desse sujeito. Além de falta de preparo, não tem mesmo dignidade para exercer o cargo que lhe foi confiado pelo eleitor traído.

VÍDEO: Eu não sou a pessoa mais importante do Brasil, assim como Trump não é a pessoa mais importante do mundo, como ele bem mesmo diz. A pessoa mais importante é Deus”, diz Bolsonaro

 

Ver essa foto no Instagram

 

– Quem é a pessoa mais conhecida, ou importante do mundo? . Link no YouTube: https://youtu.be/Cjfws8u9ToQ

Uma publicação compartilhada por Jair M. Bolsonaro (@jairmessiasbolsonaro) em

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira, fazendo referência ao candidato à reeleição nos Estados Unidos, Donald Trump, que a política externa “interessa para cada um de nós” e que, em certos momentos, o que o encoraja é “Deus acima de tudo”. O discurso ocorreu em cerimônia de formatura de agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), onde Bolsonaro falou superficialmente sobre a disputa americana.

“O momento do Brasil ainda é difícil, assistimos à política externa e temos nossas preferências. O que acontece lá fora interessa para cada um de nós aqui dentro. Assim sendo, em certos momentos somente uma coisa nos encoraja e nos fortalece, Deus acima de tudo. Eu não sou a pessoa mais importante do Brasil, assim como Trump não é a pessoa mais importante do mundo, como ele bem mesmo diz. A pessoa mais importante é Deus”, afirmou.

Durante o evento, ministros e policiais rodoviários destacaram em seus discursos o empenho do governo para garantir a convocação de 600 aprovados no último concurso para a PRF. Com as contas apertadas, a equipe econômica cogitou não recomendar a convocação do grupo. Bolsonaro admitiu que a motivação foi influenciada pela mobilização de aprovados em frente ao Palácio da Alvorada, onde eles pressionaram o presidente e ministros a autorizarem as nomeações.

Com Valor

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Macedo disse:

    Isto chama-se política senhores, botem na cabeça que entre países não se tem amigos e sim interesses financeiros.

  2. Lula encantador de otário disse:

    Esse minio é doído mesmo, toda vez esquece de mim, Eu sou a mais importante. Se segura que Eu tô chegando, e vou mostrar como é que se faz, vou chamar meu Ze Dirceu, pra mostrar que seu Queiroz é um bosta.

  3. Marcos Benício disse:

    Maneira bonita de aceitar a derrota de Trump.

  4. Santos disse:

    Os bolsonaristas ficam perdidos!
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  5. Cris disse:

    Estadistas se relacionam e precisam se relacionar em prol dos países.
    Seguidores não compreendem de política exterior.

  6. Maria Fofoca disse:

    A pessoa mais importante desse mundo é o Queiroz.

  7. Rancho Do Amor 💔 Bovino disse:

    O amor do miliciano já foi demitido, o miliciano e rei da boiada, já está de aviso prévio!

  8. Lenio disse:

    Vigi, Deus agora é uma pessoa?
    E a conversa já está mudando de tom?
    Quá, quá, quá….

    • Luana disse:

      Pra quem acredita nEle é sim, é pai, é amigo, é Senhor, é Salvador, é filho, é Espírito Santa!

  9. Machinho da mamãe disse:

    A Direita acabou.

  10. Arretado disse:

    Mitou 👏👏👏😁😁

  11. Alex disse:

    Ainda prefiro Bolsonaro. A esquerda não tem respeito ,não tem caráter, não tem decência etc.

  12. Rancho Do Amor 💔 Perdido disse:

    Acabou o poder, acabou o amor.

  13. Pixuleco disse:

    Estava querendo não dizer nada . Mas vou dizer . Mummmmmm

  14. Romero Cezar da Câmara disse:

    Não use o nome de Deus em vão. Deus não pode nem ser colocado como uma pessoa. Idiota.

  15. Théo disse:

    POR FAVOR, DIGAM A ESSE IMUNDO QUE NÃO USE O NOME DE DEUS EM VÃO NÃO. ELE NÃO É DIGNO DE PRONUNCIAR O SANTO NOME DE DEUS.

  16. Théo disse:

    Palhaço. O caba de duas palavras. Nammmm

  17. Ricardo disse:

    Não tire o c* da reta não presidente!

    • Paulo disse:

      Esquerda e imoralidade…
      Esquerda e cinismo.
      A esquerda é uma seita.

Bolsonaro prorroga ação dos militares na proteção da Amazônia até abril de 2021

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) assinou nesta quarta-feira (4) um decreto que prorroga até o final de abril de 2021 o emprego dos militares das Forças Armadas na ação da Garantia da Lei e da Ordem (GLO) na Amazônia Legal, do qual participam desde maio deste ano.

“A atuação dos militares se dá na faixa de fronteira, nas terras indígenas, nas unidades federais de conservação ambiental, em outras áreas federais e, mediante requerimento do respectivo governador, em outras áreas dos estados da Amazônia Legal”, informou nota da Secretaria-Geral da Presidência.

Segundo o comunicado, as Forças Armadas atuam na região em ações preventivas e repressivas contra delitos ambientais desde maio.

Na véspera, o vice-presidente e coordenador do Conselho da Amazônia, Hamilton Mourão, havia defendido a permanência dos militares até o próximo ano e que as operações na Amazônia venham a prosseguir até o final do governo Bolsonaro.

O aumento nas queimadas e no desmatamento na região, constatado por dados oficiais, tem sido alvo de críticas dentro e fora do país. Mourão foi escalado pelo governo para melhorar a atuação do governo para a área.

CNN Brasil

 

Câmara decide derrubar veto de Bolsonaro à desoneração da folha de pagamento de empresas; texto vai ao Senado

Em sessão do Congresso Nacional, deputados decidiram nesta quarta-feira (4) derrubar o veto do presidente Jair Bolsonaro à prorrogação da desoneração da folha de pagamento de empresas. A matéria será agora analisada pelos senadores, ainda nesta quarta.

Votaram pela derrubada do veto 430 deputados. Outros 33 foram contra e houve uma abstenção. Se o Senado repetir a decisão da Câmara, o veto cairá; do contrário, será mantido.

Devido à pandemia, as sessões do Congresso Nacional estão acontecendo separadamente, entre Câmara e Senado. Por isso, os deputados votaram o veto de Bolsonaro antes dos senadores, que têm sessão marcada para as 16h desta quarta.

Bolsonaro vetou em julho o dispositivo — introduzido pelo Congresso — que prorrogava até o final de 2021 a desoneração da folha de empresas ligadas a 17 setores, entre eles call center, comunicação, tecnologia da informação, transporte, construção civil, têxtil, entre outras. Atualmente, as empresas desses 17 setores empregam mais de 6 milhões de pessoas.

Apesar de o trecho sobre a desoneração ter sido vetado, a palavra final cabe aos parlamentares. Deputados e senadores podem derrubar o veto do presidente e restabelecer o texto enviado à sanção.

O modelo da desoneração permite às empresas optar por contribuir para a Previdência Social com um percentual que varia de 1% a 4,5% sobre a receita bruta em vez de recolher 20% sobre a folha de pagamento.

A lei atual estabelece a prorrogação da desoneração até o fim de 2020. Se o Senado confirmar a decisão dos deputados e derrubar o veto, o regime de tributação será prorrogado até o fim de 2021.

A medida foi incluída durante a tramitação de um projeto que instituiu um programa emergencial de manutenção de emprego. Outros pontos dessa lei também foram vetados e ainda serão analisados pelos deputados.

Resistência

A votação foi adiada por vários meses pelo governo, que tentava fechar um acordo para compensar a derrubada do veto, dada como certa.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, chegou a sugerir a criação de um novo imposto como contrapartida à prorrogação da desoneração. A proposta gerou repercussão negativa entre parlamentares.

Na semana passada, ele voltou a dizer que, sem a criação de um novo imposto, não poderia levar adiante a discussão sobre desonerar a folha de pagamentos.

Outro veto derrubado

Durante a sessão desta quarta, os deputados também votaram pela derrubada de um veto de Bolsonaro ao dispositivo que desobriga, por quatro meses, estados e municípios de cumprirem metas com a União no âmbito do Sistema Único de Assistência Social (Suas).

Vetos mantidos

Entre os vetos mantidos pelos deputados estão:

o veto que barrou a dedução da ajuda compensatória dos rendimentos tributáveis dos trabalhadores domésticos.

o veto ao trecho que previa o pagamento de auxílio emergencial para trabalhadores que receberam a última parcela do seguro-desemprego entre março e abril de 2020.

os vetos à lei que criou o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe). Um deles tratava do encaminhamento de informações pela Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil ao Banco Central.

o veto que previa que as instituições financeiras participantes do Pronampe não poderiam considerar a restrição ao crédito para conceder empréstimo.

os vetos de Bolsonaro a trechos de um projeto que suspendia, durante a pandemia, os efeitos previstos em contratos de dívida em caso de descumprimento de indicadores financeiros ou de desempenho.

o veto a um dispositivo que previa a distribuição de prêmios por rádios sem a autorização prévia do poder público. A justificativa para o veto foi que não seria possível fiscalizar eventual sonegação fiscal ou lavagem de dinheiro.

O veto 35, que estendia o pagamento do auxílio para o “pai solteiro”, foi retirado da pauta desta quarta-feira e será incluído na próxima sessão do Congresso.

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Santos disse:

    Com a palavra a classe mepresarial bolsonarista!
    Deceriam reclamar neh?
    Essas coisas dão um nó na kbeça desse povo.
    KKKKKKKKLLLLLKLK

Bolsonaro promove a primeira mulher ao posto de brigadeiro da Aeronáutica

Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro assinou decreto promovendo a coronel médica Carla Lyrio Martins ao posto de brigadeiro médica, a partir do próximo dia 25. Em outro decreto, o presidente nomeia Carla Lyrio para exercer o cargo de diretora do Hospital Central da Aeronáutica.

Os dois decretos também foram assinados pelo ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva. Ela é a primeira oficial a atingir o posto de brigadeiro, que corresponde ao posto de oficial general.

O decreto promovendo a tenente coronel ao posto de brigadeiro médico referenda decisão tomada pelo Alto-Comando da Aeronáutica no dia 7 de outubro, que apresentou sua lista de oficiais escolhidos para promoção. Faltava só a assinatura presidencial para oficializar a escolha do Alto-Comando.

A brigadeiro médica Carla Lyrio Martins ingressou na Força Aérea em 1990, como médica de esquadrão, e integrou o corpo clínico da FAB em em Fortaleza e no Rio.

A oficial é especialista em hematologia, hemoterapia, medicina aeroespacial e possui pós graduação em vigilância sanitária e epidemiológica e em desenvolvimento gerencial na gestão de serviços de saúde.

Veja

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ronald G. de Oliveira disse:

    Agora os preços das passagens aéreas irão despencar.

  2. Ronald disse:

    Agora os preços das passagens aéreas irão despencar.

  3. Luciano Morais Gama disse:

    Segundo o “linguajar” petista ela foi promovida a “Brigadeira”. Kkkk

  4. Queiroz disse:

    Que ótima notícia. Agora a inflação e o desemprego despencam.

  5. LUIZ MARCOS disse:

    Oxente!!!! os doidos não dizem que o cara é misógino? E agora???

    • Francisco disse:

      16 anos de pt e não tiveram a dignidade de promover uma mulher a brigadeira, foi preciso um presidente taxado pelos petralhas de misógino, para conceder um direito não reconhecido da mulher na aeronáutica. Pra você ver o quanto era fake as afirmações do pt

  6. Trump Do Sertão disse:

    Ele é tão tapado, que deve ter assinado sem nem ter lido, algum assessor colocou lá na mesa e ele assinou. Ou assinou de forma eletrônica, sem nem saber o que era.

    • Victorino disse:

      Chora não bebê, vem mais 4 anos em 2022. Aceita que vai doer menos.

  7. Bruno disse:

    Eita o presidente não é machista ?
    Fala aí esquerdopatas.

  8. Mestre Cuca disse:

    O país só pode estar mergulhado na 💩 mesmo, a simples nomeação de uma oficial das forças armadas, é uma festa para o eleitorado do miliciano….

  9. Rogério disse:

    Presidente.

    Machista
    Racista
    Homofóbico

  10. Constantino disse:

    Ai sim enche de orgulho as mulheres!! Conhecimento, capacidade, trabalho e dignidade, Parabéns Brigadeiro CARLA LIRYO, nosso respeito e admiração.

  11. aof disse:

    "Presidente misógino".

  12. Acorda Brasil disse:

    Esse sim é um "empoderamento" genuíno, não cabelo no sovaco servindo de mascote pra esquerda.

  13. Patriota disse:

    Parabéns as MULHERES pela conquista. BRASILLL