Segurança

FOTO: Com cerca de R$ 2,9 milhões gastos com manutenção e reposição de componentes, Helicóptero Potiguar 1 volta a operar no RN

FOTO: ASSECOM/RN – Elisa Elsie

O helicóptero Potiguar 1 (AS 350 B2/PR-YFF) volta a operar nesta sexta-feira (11) após revisão minuciosa de 12 anos de voo. A aeronave foi apresentada à governadora Fátima Bezerra pelo comandante Hildebrando Júnior em evento no campo de futebol do Centro Administrativo do Governo do Rio Grande do Norte, em Natal, com presença do vice-governador, Antenor Roberto, e autoridades das forças de segurança.

A aeronave pertence ao Governo do RN e desde 2002 está a serviço das instituições que compõem as secretarias da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), de Administração Penitenciária (Seap) e ainda de Saúde Pública (Sesap), por meio do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192), além do Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte (ITEP RN).

“Trata-se de um instrumento estratégico para avançar na segurança, diminuindo os índices de violência do Rio Grande do Norte. Importante não só nesse contexto, porque ele é multiuso. E até o próximo ano teremos mais um helicóptero que o governo adquiriu”, disse a governadora, que entrou na aeronave para conhecer de perto a máquina.

Somente na manutenção e reposição de componentes foram investidos cerca de R$ 2,9 milhões, com mais R$ 400 mil do seguro, que também é obrigatório.

“O titular da Sesed, coronel Francisco Araújo, explicou que os recursos são do governo: “Com todas as dificuldades orçamentárias que o estado enfrenta, o governo conseguiu destinar esse montante para esse instrumento, que é tão importante e estratégico.”

O secretário estadual de Saúde, Cipriano Maia, mencionou a relevância da máquina durante a crise sanitária aprofundada. “Vamos ter a qualificação das ações assistenciais naquelas situações em que demandam menor tempo. Muito importante nesse tempo de pandemia”, disse ao receber também a aeronave.

Procedimento

O Potiguar 1 chegou ao estado na tarde da sexta-feira passada, dia 4, e ficou na Base Aérea de Natal, em Parnamirim, para os últimos testes e calibragem de alguns componentes. Antes, estava em Fortaleza, no Ceará, para a revisão obrigatória de 144 meses de uso da máquina.

Esse procedimento consiste em desmontar e remontar todos as peças da aeronave, testando todos os seus componentes mecânicos, elétricos e eletrônicos. A aeronave, que era branca, também mudou de cor. O piloto e coordenador do Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPAER), Hildebrando Júnior, explicou que o preto é uma tendência nacional: “Era preciso retirar pontos de corrosão e investimos na cor preta que a torna mais operacional. Isso nos dá mais camuflagem à noite para poder trabalhar com a polícia judiciária”.

O helicóptero Potiguar 1 é uma aeronave modelo Eurocopter Ecureuil ou Esquilo. Do tipo leve, foi desenvolvida pela Aérospatiale, hoje Airbus Helicopters, sendo montada no Brasil pela Helicópteros do Brasil S.A (Helibras).

Possui autonomia de voo de 662 km. Atinge velocidade máxima de 289 km/h, pesa 1,2 tonelada e tem 11 metros de comprimento, e tem capacidade para até seis pessoas, sendo dois tripulantes e quatro passageiros.

 

Opinião dos leitores

  1. Esse helicóptero é uma piada, só serve para governador fazer média entregando ele a população. BG apure aí quantas entregas dessa aeronave já teve, de Fernando Freire pra cá todos os governadores já fizeram solenidade de entrega desse helicóptero, alguns até mais de uma vez. Até Fatinha fazendo essa palhaçada de entregar o helicóptero depois de una revisão, sem mencionar que ele ficou quase três anos parado, sem servir a população.

  2. Aviso aos guerreiros!!!!!! Helicóptero tem que ter manutenção permanente e atualizada, seguindo rigorosos parâmetros. Não pode deixar virar lixo igual umas viaturas que eu vejo circulando na cidade, fumaçando, com pneu careca, farol queimado e amassado. Então guerreiros, vcs que tem amor a suas famílias, não entrem nessa nave sem ter certeza que ela está com caderno de manutenção em dia.

  3. Tem que ser muito bem utilizado para valer o gasto. Segundo o Processo Administrativo do Governo Federal de número 08650.022.434/2019-36, o valor unitário de uma camionete padrão PRF, foi de 190.000,00 por cada veículo. A revisão desse helicóptero equivale então a 15 dessas viaturas e sobrava uns trocados. Mesmo se considerar os valores atuais, o número de camionetes não seria tão diferente. Dizem que um helicóptero na polícia em patrulha aérea, equivale a um certo número de viaturas no chão realizando a mesma missão. Espero que assim seja e que o Potiguar 1 seja bem utilizado.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *