MP recomenda que prefeito Amazan não realize serviço no Centro Histórico de Jardim do Seridó

O Ministério Público, através do promotor de Justiça Flávio Nunes da Silva, encaminhou recomendação ao prefeito José Amazan Silva, da cidade de Jardim do Seridó (RN), distante 224 km de Natal, que abstenha-se de realizar qualquer contrato para a realização de capeamento asfáltico do Centro Histórico da cidade, ausente de um estudo de impacto ambiental prévio.

A recomendação, inclusive, destaca seu caráter de urgência, sob pena de serem tomadas todas as medidas legais cabíveis, como por exemplo, a propositura de ações judiciais em defesa do Patrimônio Público.