Mutirão de cirurgias ortopédicas da Sesap completa um mês e atende 201 pacientes

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) completou neste domingo (1), um mês de realização do mutirão de cirurgias ortopédicas. A ação, que vem agilizando as demandas hospitalares, possibilitando um tratamento mais eficaz e uma alta hospitalar mais rápida aos pacientes do trauma, já realizou 201 cirurgias, conseguindo praticamente zerar a fila de internados no corredor do politrauma do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel.

A alta demanda de pacientes atendidos e internados, associada à extensa fila de pacientes que esperavam por uma cirurgia eletiva ortopédica, impedia que o trabalho alcançasse maior resolutividade. Mas com a execução do mutirão, articulado pela Sesap, os corredores do trauma aos poucos estão sendo esvaziados, o que beneficiou 99 pacientes do Hospital Deoclécio Marques, 83 do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel e 18 do Hospital Regional Tarcisio Maia.

O mutirão iniciado em 1º de agosto foi possível através de uma determinação do Governo do Estado que repassou o valor de cerca de R$ 400.000,00 (quatrocentos mil reais) e viabilizou, junto ao Ministério da Saúde, recursos de urgência e emergência também em torno de mais R$ 400.000,00 (quatrocentos mil reais) para a execução dos convênios com os hospitais da rede privada. As cirurgias estão sendo realizadas na Clínica Paulo Gurgel, Hospital Memorial e Hospital Médico Cirúrgico. O trabalho conjunto será mantido até que a fila de espera, que inicialmente contava com 279 pacientes, seja zerada.

Para o Secretário Estadual de Saúde Pública, Luiz Roberto Fonseca, o mutirão vem sendo realizado conforme planejado e a execução desta ação está garantindo uma expressiva diminuição da quantidade de pessoas nos corredores, melhorando, assim, a assistência à população.

“Estamos caminhando para alcançarmos a meta do Governo do Estado e efetivarmos o compromisso público defendido pela governadora Rosalba Ciarlini, de zerarmos a fila de espera por cirurgias ortopédicas nos hospitais do estado”, destacou Luiz Roberto Fonseca.

Além dos pacientes atendidos no mutirão da Sesap, outras 95  cirurgias orotopédicas também foram realizadas através da Programação Pactuada e Integrada (PPI), que ocorre entre os municípios do estado com recursos do Ministério da Saúde.