Ex-Militante do PT em Natal que fez ameaças a Joaquim Barbosa fala em arrependimento e detona diretório da capital

Após ter seu nome estampado na Capa da Veja no mês passado, o brasiliense Sérvolo Oliveira e Silva, militante do Partido dos Trabalhadores em Natal, foi acusado de postar ameaças de morte ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, em uma rede social. À época das postagens, 15 de novembro de 2013, Sérvolo era secretário de organização do diretório petista em Natal. Vale destacar que a partir do instante em que o caso ganhou repercussão nacional, Sérvolo já não estava na capital potiguar – retornara à Foz do Iguaçu (PR) em 4 de março. Contudo, o “burburinho” em Natal se instalou, inclusive, com o presidente do diretório regional, Juliano Siqueira, informando que havia desfiliado o militante do partido, e o vereador Fernando Lucena negou ter relações com o brasiliense. As informações estão na Tribuna do Norte desta segunda-feira (26).

Em entrevista à Tribuna do Norte, o militante se diz “arrependido” das postagens na internet, mas reafirma que as declarações não se configuram como ameaça. “Foi a maior idiotice que eu fiz na minha vida. O que eu espero que reste de bom disso é o meu exemplo. Eu estava irritado com a prisão do Delúbio Soares e dos outros companheiros”, disse ao ser questionado sobre a motivação da postagem. Entre outros temas abordados, Sérvolo também não poupou o diretório em Natal e soltou o verbo. “Eu cheguei a Natal no dia 1º de maio de 2013 para participar de uma eleição do Sindicato dos Correios. Quando acabou a eleição surgiu o convite do Fernando Lucena para eu trabalhar com ele. Trabalhei na Câmara Municipal e fui a vários eventos representando ele, trabalhei de agosto à março deste ano. Vi uma entrevista com o Lucena e fiquei muito chateado com a postura dele, ele tem uma memória muito curta e uma postura muito estranha”, disse.

Ainda sobre o relacionamento com dirigentes petistas em Natal, no qual o presidente do partido na capital disse que não tinha relações consigo, o militante voltou ao ataque: “Na verdade o que acontece é que Juliano (Siqueira) é um recalcado, um mentiroso, com um passado brilhante, mas desde que assumiu o mandato, nada fez. Mas eu participei da campanha dele, “Ousar Lutar, Ousar Vencer”, tenho fotos das reuniões com Juliano ao meu lado. Fui um dos coordenadores da campanha. Ele está fazendo isso porque é um covarde. Ele não é petista, entende o PT como uma estratégia”, extravasou.

Confira a entrevista completa da Tribuna do Norte clicando no link a seguir http://tribunadonorte.com.br/noticia/esta-foi-a-maior-idiotice-que-fiz-na-minha-vida/282862

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Carvalho disse:

    Parece que nesse PT só tem gente de boa índole.

  2. Afra Andrade disse:

    Sérvolo demonstra amadurecimento ao reconhecer a gafe que cometeu. Quanto ao edil Fernando Lucena que, como homem público, sempre quer dar uma de "exemplar", não passa de mais um, dessa velha política oligárquica que tanto faz mal ao Brasil.

    Na verdade, esses PTistas são todos uns farsantes!!!