Traficantes presos e liberados em audiência de custódia tinham espingarda e arma a laser

por Dinarte Assunção

A decisão do juiz Marcos José Sampaio de Freitas Júnior, da 1º Vara Criminal de Parnamirim, e que decretou a prisão preventiva de Suênia Aguiar Alves, Alexandro dos Santos Pinheiro e Reinaldo José da Silva, detalha o material apreendido com o grupo que foi liberado em audiência de custódia por falhas de procedimento na delegacia, na terça.

A relação expõe como a sociedade fica vulnerável quando a legalidade não é atendida e o bom senso não são seguidos, visto que o arsenal revela o potencial de danos que o grupo é capaz de fazer.

Confira

Itens apreendidos:

  • Duas unidades de droga, aparentemente cocaína;
  • uma pistola Glock cal. 9 mm com mira a laser e três carregadores;
  • seis unidades de telefonia celular;
  • unidades de munição calibre .12 e .38;
  • sete tabletes cortados de droga, aparentemente maconha;
  • sete unidades de droga em forma de porções, aparentemente maconha;
  • uma unidade de droga em porção já ralada, aparentemente maconha;
  • 121 unidades de droga em forma de tabletes de diversos tamanhos, aparentemente maconha;
  • R$ 4.411,00 em espécie, em cédulas de diversos valores (R$ 1.700,00 em notas de R$ 50,00
    aparentemente falsas);
  • cédula de dois pesos argentinos;
  • 9 unidades de relógios de pulso;
  • uma máquina fotográfica digital;
  • uma espingarda calibre .12;
  • duas balanças de precisão.
OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Indignado disse:

    E o juiz que mandou soltar a turma vai responder pelo que?
    Por nada. Seria o digno magistrado inimputável.
    Absurdo!
    Mereceria no mínimo uma chamada da corregedoria.
    Ah, essa só funciona pra apurar falta de servidor.
    Juiz tem aquela prerrogativa, como enque chama mesmo… independência. Utilizada como panaceia pra fazer o que quiser sem responder por nada.
    A independência tem que ser joanlimiyes da lei.
    Se esse outro juiz mandou prender, porque o primeiro não anulou o auto prisão em flagrante e imediatamente já decretou a preventiva.
    Ia dar mais trabalho né?
    Deveria no mínimo responder pro prevaricação, por deixar de praticar ato de ofício!
    Eita Brasil véi rico de povo besta!

  2. Pedro disse:

    Me parece que o crime compensa !
    Vergonha……

  3. Zé perrengue disse:

    Põe o magistrado que os soltou para perseguir e prender tais bandidos! A pergunta é: Essa justiça está a serviço de quem???

  4. Nt disse:

    Quanta incompetência senhores juízes passam a vida estudando para fazer burrice fosse vcs teria vergonha na cara.

  5. Junior_100 disse:

    Desde quando o direito coletivo é respeitado no Brasil…

  6. Raimundo disse:

    Inadimissivel , juiz se pegar a um detalhe é soltar indivíduos de tamanha periculosidade na sociedade, esse juiz tem que ser preso por assessociaçao criminosa!

  7. Só Deus na causa disse:

    Achei que o magistrado e o MO erraram feio, pois como o procedimento do delegado foi errado, deveriam ter feito o desserviço para sociedade completo: ter liberado os marginais e toda a droga e amarmento juntamente, além de pedir desculpas aos cidadãos e ter condenado ao estado pagar a título de indenização um valor de R$ 50.000,00 aos coitadinhos presos injustamente a título de indenização.

  8. Jv disse:

    Ainda precisa de mais alguma coisa pra prendê-los, que país é esse?

  9. paulo disse:

    E A policia vai enxugar gelo novamente??????, esses meliantes já devem estarem bem distante do RN com garantia da IMPUNIDADE.

  10. marcos maia disse:

    só falta devolver as armas e as drogas

COMENTE AQUI