Ministério da Justiça vai leiloar 20 mil bens de traficantes: saiba o que tem na lista

Sérgio Moro | André Coelho

Sergio Moro vai fazer vai fazer caixa com o patrimônio da bandidagem. A Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas contratou sete leiloeiros para vender 20 mil bens apreendidos de traficantes. Tudo precisa ser liquidado em um ano.

Na lista: 33 embarcações, 12 aeronaves, 300 joias, 6.708 veículos, 9.679 eletrônicos, além de uma penca de cabeças de gado e outros itens de menor valor.

Lauro Jardim – O Globo

Operação Lei e Ordem: Justiça no RN sequestra valores de contas bancárias usadas por traficantes

Além dessa medida, também foram convertidas as prisões em flagrante dos cinco conduzidos em preventivas

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) obteve decisão favorável na Justiça potiguar em pedidos relacionados à Operação Lei e Ordem, deflagrada em 21 de dezembro do ano passado, em Angicos. O Juízo plantonista da comarca de Lajes homologou o auto de prisão em flagrante e converteu as prisões de cinco pessoas em preventivas. Também foi deferido o sequestro de valores depositados em três contas bancárias de pessoas suspeitas de envolvimento com o grupo que está preso, como forma de combater a lavagem de dinheiro obtido com o tráfico de drogas na comunidade angicana.

Paulo Geferson Silva Evaristo da Costa, Maria Laise Dantas Jota, José Carlos dos Santos, João Paulo da Silva Melo e Maria do Socorro Batista foram presos em flagrante – juntamente com um adolescente de 16 anos.

Durante o cumprimento dos mandados, foram apreendidos um revólver calibre 38, um simulacro de fuzil, cerca de 1 quilo de maconha e quatro motocicletas. Todos são suspeitos de envolvimento com tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

A operação Lei e Ordem é fruto de um trabalho investigativo realizado pelo MPRN, através da Promotoria de Justiça de Angicos, com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e da Polícia Militar, após a percepção do aumento no número de crimes contra o patrimônio e tráfico de drogas na cidade.

A Promotoria de Justiça de Angicos permanece à disposição da população, para receber notícias de fatos criminosos, registrando que o combate ao tráfico de drogas, à lavagem de dinheiro e a crimes contra o patrimônio permanecerão sendo prioridades do MPRN em 2019.

As notícias de crimes também poderão ser comunicadas através do Disque Denúncia 127 do MPRN, que funciona como um canal direto para denúncias de crimes em geral. Basta o cidadão ligar gratuitamente para o número. A identidade da fonte será preservada.

Além do telefone, as denúncias também podem ser encaminhadas por Whatsapp para o número (84) 98863-4585 ou e-mail para [email protected] Os cidadãos podem encaminhar informações em geral que possam levar à prisão de criminosos, denunciar atos de corrupção e crimes de qualquer natureza. No Whatsapp, são aceitos textos, fotos, áudios e vídeos que possam comprovar as informações oferecidas.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. […] Operação Lei e Ordem: Justiça no RN sequestra valores de contas bancárias usadas por traficantes […]

  2. paulo disse:

    BG
    Esse dinheiro confiscado dos BANDIDOS deveria ir diretamente pata a secretaria de saúde afim de minimizar o sofrimento dos pacientes sem maca,medicação, condições dignas de tratamento.

Traficantes presos e liberados em audiência de custódia tinham espingarda e arma a laser

por Dinarte Assunção

A decisão do juiz Marcos José Sampaio de Freitas Júnior, da 1º Vara Criminal de Parnamirim, e que decretou a prisão preventiva de Suênia Aguiar Alves, Alexandro dos Santos Pinheiro e Reinaldo José da Silva, detalha o material apreendido com o grupo que foi liberado em audiência de custódia por falhas de procedimento na delegacia, na terça.

A relação expõe como a sociedade fica vulnerável quando a legalidade não é atendida e o bom senso não são seguidos, visto que o arsenal revela o potencial de danos que o grupo é capaz de fazer.

Confira

Itens apreendidos:

  • Duas unidades de droga, aparentemente cocaína;
  • uma pistola Glock cal. 9 mm com mira a laser e três carregadores;
  • seis unidades de telefonia celular;
  • unidades de munição calibre .12 e .38;
  • sete tabletes cortados de droga, aparentemente maconha;
  • sete unidades de droga em forma de porções, aparentemente maconha;
  • uma unidade de droga em porção já ralada, aparentemente maconha;
  • 121 unidades de droga em forma de tabletes de diversos tamanhos, aparentemente maconha;
  • R$ 4.411,00 em espécie, em cédulas de diversos valores (R$ 1.700,00 em notas de R$ 50,00
    aparentemente falsas);
  • cédula de dois pesos argentinos;
  • 9 unidades de relógios de pulso;
  • uma máquina fotográfica digital;
  • uma espingarda calibre .12;
  • duas balanças de precisão.
OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Indignado disse:

    E o juiz que mandou soltar a turma vai responder pelo que?
    Por nada. Seria o digno magistrado inimputável.
    Absurdo!
    Mereceria no mínimo uma chamada da corregedoria.
    Ah, essa só funciona pra apurar falta de servidor.
    Juiz tem aquela prerrogativa, como enque chama mesmo… independência. Utilizada como panaceia pra fazer o que quiser sem responder por nada.
    A independência tem que ser joanlimiyes da lei.
    Se esse outro juiz mandou prender, porque o primeiro não anulou o auto prisão em flagrante e imediatamente já decretou a preventiva.
    Ia dar mais trabalho né?
    Deveria no mínimo responder pro prevaricação, por deixar de praticar ato de ofício!
    Eita Brasil véi rico de povo besta!

  2. Pedro disse:

    Me parece que o crime compensa !
    Vergonha……

  3. Zé perrengue disse:

    Põe o magistrado que os soltou para perseguir e prender tais bandidos! A pergunta é: Essa justiça está a serviço de quem???

  4. Nt disse:

    Quanta incompetência senhores juízes passam a vida estudando para fazer burrice fosse vcs teria vergonha na cara.

  5. Junior_100 disse:

    Desde quando o direito coletivo é respeitado no Brasil…

  6. Raimundo disse:

    Inadimissivel , juiz se pegar a um detalhe é soltar indivíduos de tamanha periculosidade na sociedade, esse juiz tem que ser preso por assessociaçao criminosa!

  7. Só Deus na causa disse:

    Achei que o magistrado e o MO erraram feio, pois como o procedimento do delegado foi errado, deveriam ter feito o desserviço para sociedade completo: ter liberado os marginais e toda a droga e amarmento juntamente, além de pedir desculpas aos cidadãos e ter condenado ao estado pagar a título de indenização um valor de R$ 50.000,00 aos coitadinhos presos injustamente a título de indenização.

  8. Jv disse:

    Ainda precisa de mais alguma coisa pra prendê-los, que país é esse?

  9. paulo disse:

    E A policia vai enxugar gelo novamente??????, esses meliantes já devem estarem bem distante do RN com garantia da IMPUNIDADE.

  10. marcos maia disse:

    só falta devolver as armas e as drogas

Justiça decreta prisão preventiva de traficantes liberados em audiência de custódia

por Dinarte Assunção

O juiz Marcos José Sampaio de Freitas Júnior, da 1º Vara Criminal de Parnamirim, decretou a prisão preventiva de Suênia Aguiar Alves, Alexandro dos Santos Pinheiro e Reinaldo José da Silva.

Os três foram presos na terça-feira (20) e liberados na quarta em audiência de custódia após polêmica nos procedimentos adotados por delegado na lavratura do auto de prisão em flagrante.

Com o grupo, foi apreendido quase 150 kg de drogas, dinheiro e armas.

“Há de se ter em conta que o conteúdo declarado fornece indícios sérios do envolvimento dos três suspeitos em atividades criminosas habituais de elevada gravidade, envolvendo quantidade muito elevada de drogas, além de armas e munições e balanças de precisão, o que atrai a necessidade da decretação da prisão preventiva como medida de garantia da ordem pública, haja vista a periculosidade concreta representada pela distribuição de entorpecentes por pessoas armadas, o que as regras ordinárias de experiência demonstram ser um fator desencadeante de diversos outros crimes graves, além de levar ao vício e à ruína pessoal e familiar de grande número de pessoas”, escreveu o magistrado em sua decisão

Ainda não se tem notícia da prisão dos três, que passam à condição de procurados.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. João Carlos disse:

    Cambada de imundos, manda soltar e depois quer que os policiais corram atrás do prejuízo, vai você seu Juiz ponha uma arma na cintura, um colete vencido e encarne um cavalo do cão e corra atrás dos bandidos que você mesmo soltou. É provável que eles estejam sentados esperando.kkkkkkk

  2. Bruno Silva disse:

    Vergonha Local numa audiência de custódia, esta veio para completar a frouxidão das leis, os benefícios aos vagabundos, acompanhando a vergonha Nacional, Min. Gilmar Mendes… Não bastasse a corrupção de outros setores…

  3. Tarcísio Eimar disse:

    O maior absurdo é o cara ser pego com a mão na botija e ficar claro o crime de alta periculosidade e os condenados terem direito a advogado. Era pra ser condição sine qua non para essas tipo de crime. Pena de morte. A justiça precisa mudar,as leis precisam mudar, as pessoas precisam mudar.

  4. José Inácio disse:

    Bandidos pegos com armas, drogas e munições, além de balança de precisão… um juiz não precisaria de mais nada, além do bom senso, que todo juiz competente deveria ter, para determinar a prisão dos delinquentes, ignorando qualquer falha que porventura exista no inquérito policial. Simples assim!!!

  5. Silva disse:

    A justiça fazendo os policiais enxugar gelo, é imoral!

  6. Xarope de Viagara disse:

    Essa reviravolta é fruto da mobilização da população nas redes Sociais. O Juiz Raimundo Carlyle vai ficar marcado por essa NEGLIGÊNCIA. O mínimo que devemos fazer é cobrar da corregedoria do TJRN (Fátima Maria Costa Soares de Lima, Juíza de Direito Titular da 9ª Vara de Família da Comarca de Natal;) uma nota citando a sua posição sobre esse caso.

  7. Invocadão. disse:

    Rapaz, o judiciário para nos encher de orgulho.

  8. Indignado disse:

    Se isso fosse num país sério além da prisão dos tres se decretava a prisão do juiz que mandou soltar.

  9. Carlos Bastos disse:

    Gasto com combustível, polícias e mais dispensas esse é o Brasil!

  10. Seunetinho disse:

    Eles devem estar em casa esperando a polícia para cumprir a decisão judicial. Pais de piada pronta

  11. Roberto disse:

    VAí achar eles onde kkkk

  12. Luiz de souza disse:

    Piada sensacional
    Kkkkkk

  13. Marcelo Florêncio disse:

    Kkkkkkkkkk Temos e que rir, desta Justiça Brasileira vocês acham que estes meliantes ainda vão estar em casa esperando a polícia.? Absurdo o que fizeram. Parabéns senhores Juízes.

  14. Flávio disse:

    Vão achar muito! Quem liberou que deveria pagar as diárias dos policiais para ir atrás,pois estão arriscando suas vidas em dobro!

  15. Silva da sillva disse:

    Se eu fosse o comandante da Polícia dava as costas pra esse caso específicamente. Mandava o excelentíssimo juiz ir prender.

  16. DJ Manynho disse:

    KKKKKKKKKKKKKK Precisamos de uma Justiça séria nesse país canalha, não sei se rir da cara da justiça ou da população.

  17. Paulo do Tirol disse:

    Agora? Pega mais nao…

  18. Gilberto Paulo disse:

    Tou ate vendo eles se entregando na delegacia.. #SQN..

  19. Ana disse:

    Esse juiz que mandou soltalos é um aluno de GILMAR MENDES, o grande Laxante, da justiça Nacional.

  20. Ricardo disse:

    Agora eles foram para bem longe do RN. Resumindo : morreu Maria prea!.

  21. Luiz Fernando disse:

    Agora manda o juiz que soltou procurar eles.

  22. Cidadão Indignado disse:

    Essa história de que decisão judicial é pra ser prontamente cumprida, tem que ser revista. A aberração daquele juiz que mandou soltar esses fascínolas tem que ser prontamente investigada. Juiz não pode

    nada; a Lei pode tudo, o que está escrito. Quando vejo atitudes como o do juiz que soltou oa traficantes, lembro muito bem da famosa frase da ex-ministra corregedora Eliana Calmon sobre alguns "juízes" de toga.

  23. Roberto disse:

    O que esse juiz de Parnamirim fez, era o que esse abestalhado que soltou devia ter feito.

  24. Joao disse:

    Deviam mandar prender também o juiz que soltou os bandidos na audiência de custódia por falta de competência, bom senso e por colocar a sociedade em risco em função de um detalhe técnico

  25. Jonas disse:

    Tentando consertar a m…… Que fez. Vergonhoso.

  26. Henrique disse:

    Kkkkkkkkkkkk essa justiça é uma piada

FOTOS(IMPRESSIONANTE): MP, BOPE e BPChoque retiram traficantes, armas e drogas da comunidade do Mosquito

IMG_5425_editada1 IMG_5424_editada2Desde as primeiras horas da manhã de hoje (25/09) equipes de Promotores de Justiça do GAECO, Policiais Militares e Policiais Rodoviários Federais atuam para desarticular uma organização criminosa dedicada ao tráfico ilícito de entorpecentes e o respectivo proveito financeiro, reprimindo a lavagem de dinheiro decorrente.

O investigado apontado como líder da organização é Joel Rodrigues da Silva, conhecido como “Joel do Mosquito”, que atua há vários anos na comunidade conhecida como “Favela do Mosquito”, no bairro das Quintas em Natal/RN e possui condenação criminal por tráfico ilícito de entorpecentes, tendo constituído ao longo do tempo um vasto patrimônio, distribuído em nome de terceiros e gerenciado de modo a ocultar a origem ilegal dos recursos.

Ao longo da investigação ficou comprovado que o grupo é responsável pela gestão de um elevado patrimônio, avaliado em mais de um milhão de reais, composto por automóveis de luxo, apartamentos, terrenos em condomínios de praias e em outros locais de alta valorização imobiliária, uma empresa de construção civil, dois salões de beleza e cafeteria em área nobre da Capital, sendo que não é possível apontar a origem de todo esse patrimônio, já que amealhado com os proventos adquiridos com o tráfico de drogas, sendo o patrimônio registrado e gerido em nome de “laranjas”.

Foram cumpridos 23 mandados de busca e apreensão, 02 de prisão, participaram da Operação 12 Promotores de Justiça do GAECO – Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, 150 Policiais Militares e 16 Policiais Rodoviários Federais.

Foi determinada a indisponibilidade dos bens dos investigados e das empresas utilizadas para lavagem de dinheiro. Foi preso o líder da organização Joel Rodrigues e seu irmão Eduardo Rodrigues. Foram apreendidas armas, drogas e considerável quantidade de dinheiro.

VEJA MAIS ABAIXO:

http://190rn.com/natal/2015/09/mp-bope-e-bpchoque-retiram-traficantes-armas-e-drogas-da-comunidade-do-mosquito/

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Joao disse:

    So nao entendo pra que se faz concurso para a policia civil… se o MP e a PM é mais eficiente nesses casos. Tambem nem sei o que faz um delegado, ha 15 anos atras ate cabo da PM era delegado e as coisas nao eram como hoje, frouxa… Na TV camara de hoje se discutia algo bem logico, um tal de ciclo completo para a policia ostensiva. Os delegados nao conseguiam explicar bem porque sao importantes na seguranca publica e ainda queriam ser comparaveis a juizes, promotores, PMs etc. Acusavam PMs com propagandas corporativistas e com teor marxistas para justificar a importancia de um delegado contra uma ideia ate sensata do ciclo completo da PM, cabendo apenas a promotoria e juizes o restante. Delegado nao investiga, manda investigar, entao terceiriza a funcao. O MP terminar fazendo o serviço ja que nao funciona a policia judiciaria. Mas o salario eles nao esquecem de reclamar.,,.

  2. Diogo disse:

    Impressionante a falta de visão de algumas pessoas, o desperdício na tentativa de combate a algo que sempre vai existir apenas gera um alto custo, alêm de contribuir com a violência. Aos que tem pouca memória, vale lembrar que a venda de bebidas alcoólicas a pouco tempo atrás era considerada ilegal em muitos países. Tomando os EUA como exemplo, diversas organizações comercializavam o produto ilegalmente, a atividade não gerava arrecadação de tributos para o Estado e a violência era crescente tanto em disputas territoriais quanto na tentativa frustrada de se combater o comércio.
    Hoje,com a legalização, o Governo arrecada um montante bastante expressivo, ter um maior poder de fiscalização e não há uma "guerra" e com isso toda a violência. Quantas pessoas pessoas foram vítimas da violência gerada pela guerra ao narcotráfico na Colômbia?
    Mas, a maior parte da sociedade ainda é retrógrada e não enxerga um palmo adiante.
    Alcool, tabaco, Drogas não são coisa boa, é fato, mas também é fato que enquanto houver demanda sempre existirá um mercado. Enquanto não houver maior conhecimento e conciência, aplausos ao ridículo é o que teremos…

  3. flavio disse:

    E ainda queriam tirar o poder de investigação do MP!!!Tais vendo!!!

  4. Vítor disse:

    Para onde estão levando os materiais apreendidos?

  5. Jocksan disse:

    Se continuar assim , a saúde financeira do Estado vai ser retomada rapidinho (rs)

  6. Jocksan disse:

    Mas o que estou achando interessando é a qualidade das prisões realizadas, isso sim é um ponto positivo. Vejam que o sistema prisional tá cheio, mas de bandidos 'comuns". Hoje em dia as prisões são de servidores públicos importantes e ricos e traficantes também importantes e ricos.

  7. Jocksan disse:

    Muito pertinente a observação do colega abaixo. Deve ser investigada essa situação mesmo, pois antes dessas priões todas, o sistema prisional já estava lotadíssimo.

  8. Mario disse:

    BG, é inegável que a policia tem prendido muitos bandidos nessa atual gestão . Agora, sabemos que o sistema prisional está inchado, falido, sem vagas. A minha duvida é, onde estão colocando tantos presos? Será que prendem uma leva e mandam soltar outra? Os policiais ficam enxugando gelo. Tenho curiosidade de saber como funciona isso, e quantos alvará de soltura é expedido por dia? Apure isso pra nós. Faça uma entrevista na rádio com a autoridade competente, depois publique no blog.

  9. Carvalho disse:

    Trabalho excelente do MP e das demais instituições envolvidas.

FOTOS: Polícia civil prende em shopping da zona norte cinco pessoas acusadas de tráfico

Material ApreendidoPoliciais civis da DENARC prenderam na manhã desta quarta-feira (22), cinco pessoas acusadas de tráfico de drogas. A prisão aconteceu no estacionamento de um shopping na Zona Norte de Natal no momento em que os traficantes estavam pegando a droga.

Os presos foram identificados como Sivonaldo Martins da Silva, vulgo “Naldo”, 32 anos; Lenilson Barbosa de Souza, vulgo “Guiu”, 31 anos; Vaniclécio Bismarck da Silva, 22 anos; Edmilson Dantas de Oliveira, vulgo “Dudinha”, 26 anos, e Núbia Soares dos Santos, vulgo “Nubinha”, 40 anos.

_Vaniclécio Edmilson Dantas de Oliveira, vulgo Dudinha, 25 anos _Núbia Lenilson Barbosa de Souza, vulgo Guiu, 31 anos Sivonaldo Martins da Silva, vulgo Naldo, 32 anos

Com o grupo foram apreendidos 1Kg de crack, um revólver calibre 38 municiado, dois veículos modelos Clio e Vectra e mais de R$8.800 em espécie.

Os acusados serão indiciados por tráfico e associação ao tráfico. Sivonaldo Martins ainda será autuado por corrupção de menores, pois estava com uma criança em seu carro no momento da prisão. Já Lenilson Barbosa também será autuado por porte ilegal de arma.

Operação " A praça é Nossa": Polícia Civil desbarata quadrilha que atuava na Zona Sul de Natal

ÍndicePoliciais civis da Delegacia Especializada em Narcóticos (Denarc), comandados pelos delegados Ulisses de Souza e Márcio Lemos, deflagraram uma operação, no final da tarde desta quinta-feira (25), batizada de “A Praça é Nossa”, no bairro de Lagoa Seca, zona Sul de Natal, com o objetivo de combater o tráfico de entorpecentes naquele bairro. Quatro pessoas foram presas. A ação aconteceu na Rua São Joaquim, no bairro de lagoa seca, por  atrás do shopping Midway Mall, onde fica situada uma praça, local que foi constatado uma intensa atuação de traficantes.

Os presos foram identificados como Adriano de Oliveira Freitas, 26 anos, mais conhecido como “Pica-pau”, que possuía um mandado de prisão em aberto pela 1ª Vara Criminal de Natal por tráfico; Lenivaldo da Silva Pequeno, 29 anos, vulgo “Palhaço; Raimundo Nonato Filgueira Neto, 18 anos; e Robson Siqueira de Lima, 22 anos. Com eles foram apreendidos pequenas quantidades de drogas, aparelhos celulares e a quantia de 1.024 reais em cédulas fracionadas.

Segundo o delegado titular da Denarc, Ulisses de Souza, a investigação que culminou com essa operação durou cerca de 30 dias. “Nós recebemos várias denúncias de moradores daquela localidade, então resolvemos abraçar a causa fazendo um trabalho de monitoramento e constatamos que muito jovens vinham àquela praça para comprar drogas desses presos”, explicou.

A equipe da Narcóticos registrou imagens no último sábado da ação dos traficantes comercializando entorpecentes na referida praça. As cenas mostram jovens comprando maconha e outros tipos de drogas. O delegado detalhou ainda o modus operandi dos traficantes. “Eles costumavam esconder a droga em palmeiras, árvores e outros locais considerados imprevisíveis para dificultar o trabalho da polícia”, disse.

Para o diretor de policiamento da Grande Natal, delegado Odilon Teodósio, o ponto de venda do material ilícito seria estratégico já que fica numa área próxima ao shopping, onde muitos jovens freqüentam.

Um quinto traficante identificado como Charles Ramon, vulgo “Sorriso”, também foi flagrado e reconhecido nas imagens feitas pela Polícia Civil e está sendo procurado. Ele já é acusado de dois homicídios.

Traficantes do RN tentam fugir, mas acabam recapturados no Mato Grosso do Sul

020fe4138087021e0e0611fcb37Após serem presos no final da manhã desse domingo (26) com mais de 160 quilos de maconha, dois traficantes moradores do Rio Grande do Norte tentaram fugir da Delegacia, mas acabaram recapturados logo em seguida, em Amambai.

A dupla, Alan Rodrigo de Souza, de 27 anos e João Batista da Silva, de 30, ambos moradores na cidade de Goianinha-RN, foi presa transportando 163, quilos de maconha em tabletes e mais 680 gramas da droga em farelo.

Segundo informações repassadas pela polícia ao A Gazetanes o entorpecente estava em fundos falsos, os chamados “mocós”, na carroceria e o no interior de uma pick-up Fiat Strada, cor preta, placas MYM 9392 de Natal-RN.

A prisão, realizada por uma equipe da PRE (Polícia Militar Rodoviária Estadual) aconteceu na rodovia MS-156, trecho que liga Amambai a Caarapó.

No ato da prisão a dupla disse que havia pegado o carro com a droga em um posto de combustível em Amambai e receberia R$ 3 mil reais para levar até a capital de Mato Grosso do Sul, Campo Grande.

De A Gazeta News

Rocam prende 3 acusados de tráfico; apreende um adolescente, revólver e droga

 

Foto: Cedida

 

Policiais militares da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicleta (Rocam) prenderam na tarde de hoje, nas proximidades da Praia do Meio, três homens e um adolescente acusados de envolvimento com o tráfico de drogas.

De acordo com testemunhas, os PM’s faziam um patrulhamento de rotina quando se depararam com suspeitos num Celta cinza de placas NNW 6678. Os acusados quando foram abordados, empreenderam fuga. Não demorou muito e o trio da Rocam interceptou o veículo e seus ocupantes.

Com os suspeitos, a polícia apreendeu uma quantidade de drogas e um revólver.

 

 

 

Polícial Federal apreende 88Kg de crack, armas e 3 traficantes em Parnamirim

Por Tiago Medeiros/Nominuto.com
A Polícia Federal prendeu um agricultor potiguar, de 40 anos, um motorista paranaense, de 52, e um pescador paraibano,  de 27 anos, na noite desta quarta-feira (13), em Parnamirim, todos acusados de tráfico de drogas. Com eles, a PF apreendeu mais de 88Kg de crack e dois fuzis calibre 7,62, de uso restrito das Forças Armadas.

Durante os últimos dois meses, policiais da Delegacia de Repressão a Drogas, vinham fazendo vigilância em um imóvel na comunidade de Cajupiranga, suspeitando que a casa estava sendo usado como ponto de transação de drogas.

E ontem, por volta das 22h30, suspeitaram de um caminhão Scania com placa de Umuarama-PR, que estacionou em um galpão ao lado daquela residência. Os policiais perceberam que algo havia sido entregue através do muro, mas optaram por não fazer a abordagem de imediato. Minutos depois, o caminhão deixou o local e passou a ser acompanhado por uma segunda equipe que participava da investigação.

Passados mais alguns minutos, um Fiat Uno, com placa de Parnamirim, com dois ocupantes, deixava a casa, momento em que foi abordado pelos policiais. Neste instante, os homens ficaram bastante nervosos e, ao serem indagados o que havia sido descarregado pelo caminhão confessaram tratar-se de droga.

Levados de volta para o interior da residência, os policiais vistoriaram os cômodos e encontraram 60 tabletes de crack, acondicionados em sacos plásticos, além de dois fuzis, carregadores, munição, celulares, dinheiro e uma mini balança digital.

A outra equipe da PF, avisada pelos colegas, praticamente no mesmo instante, fez a abordagem do caminhão na BR 101 e prendeu o seu condutor.

Levado para a sede da Superintendência da Polícia Federal, durante o depoimento, o trio declarou que a droga e as armas vieram da cidade de Mundo Novo/MS e teriam sido remetidas por uma “pessoa que não se identificou”, mas prometeu pagar cerca de R$ 10 mil reais caso a “encomenda” fosse entregue ao destinatário, também “desconhecido” em Parnamirim.

Esta foi a maior apreensão de crack feita este ano pela Polícia Federal no RN. O total de drogas apreendidas em 2012 já supera os 153 quilos

STF decide que lei não deve proibir liberdade provisória a traficante

O Supremo Tribunal Federal (STF) declarou nesta quinta-feira inconstitucional um dispositivo da Lei de Tóxicos que proibia a liberdade provisória dos acusados de tráfico de drogas. Por maioria de votos, o STF concedeu um habeas corpus em favor de um preso em flagrante em 2009 por suposto envolvimento com o comércio de entorpecentes.

O STF concluiu que uma lei não pode vedar a liberdade provisória automaticamente sem que a situação específica e concreta seja analisada pelo juiz responsável pelo caso. “Cabe ao magistrado, e não ao legislador, aferir em cada situação, a partir de dados da realidade concreta, se se configura ou não uma hipótese que justifique a prisão cautelar”, afirmou o decano do STF, Celso de Mello. Para ele, a lei estaria cerceando a atividade do juiz ao vedar automaticamente a liberdade provisória.

Além disso, os ministros observaram que a Constituição Federal garante o direito à presunção de inocência. O presidente do STF, Carlos Ayres Britto, disse que “a privação da liberdade é uma exceção à regra”. “A regra é a liberdade”, afirmou. Como há vários pedidos semelhantes que precisam ser julgados pelo STF, o plenário do tribunal autorizou os ministros a despacharem monocraticamente as ações.

Durante o julgamento, os integrantes do STF citaram decisões anteriores do tribunal sobre prisões relacionadas a crimes. Em uma dessas decisões, o STF declarou inconstitucional um dispositivo do Estatuto do Desarmamento que proibia a liberdade provisória a acusados de posse, porte ou comércio ilegal de armas. “Não confio em uma disposição legal que restringe a liberdade provisória”, disse o ministro Cezar Peluso na ocasião.

Os integrantes do STF também se basearam em artigos da Constituição Federal e do Código de Processo Penal segundo os quais as decisões judiciais, como as que determinam prisões, devem ser tomadas de forma fundamentada e para garantir as ordens pública e econômica, por conveniência da instrução criminal ou para assegurar a aplicação de lei penal.

Antes do STF, a Justiça de São Paulo e o Superior Tribunal de Justiça (STJ) tinham rejeitado o pedido de habeas corpus do acusado de tráfico de drogas. Relator do habeas corpus no STF, o ministro Gilmar Mendes observou que a decisão da Justiça paulista não indicou elementos concretos e individualizados aptos a demonstrar a necessidade da prisão cautelar do acusado.

Fonte: Agência Estado

 

Traficantes FB e Claudinho CL vem morar no Presídio de Mossoró. FB mandou derrubar o helicóptero da PM no Rio

O presídio federal de segurança máxima de Mossoró receberá dois dos traficantes mais perigosos do Rio de Janeiro. Nesta segunda-feira (30), o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro autorizou a transferência dos traficantes Fabiano Atanázio da Silva, conhecido como FB, e Luis Cláudio Serrat Correa, o Claudinho CL, para a unidade prisional no interior potiguar.

FB e Claudinho CL foram presos na noite da sexta-feira (27), em Campos do Jordão (SP). FB é apontado pelas investigações da polícia como comandante do tráfico de drogas nas favelas da Chuatuba e e Juramento, no Rio de Janeiro, apesar de residir no interior de São Paulo. Já Claudinho CL, segundo a Polícia fluminense, comandava o tráfico nos morros do Cajueiro e Congonhas, além de promover o enfrentamento contra facção rival para tomar o Morro da Serrinha, também no Rio de Janeiro.

Ainda de acordo com a Polícia Civil fluminense, FB foi o mentor da onda de ataques a diversos pontos e ônibus do Rio de Janeiro em 2010, em represália às ocupações dos morros cariocas, que culminou com a tomada do Complexo do Alemão pela polícia. FB também é suspeito de comandar ações que resultaram na derrubada de um helicóptero da Polícia Militar em 2009, na ação em que o traficante tentou tomar o controle do Morro dos Macacos.

A transferência dos dois traficantes para o presídio de Mossoró está previsto para ocorrer amanhã.

Fonte: Tribuna do Norte

Shopping center é palco de tiroteio entre policias e traficantes

O flagra e da BBC. A emissora britânica captou o momento em que policiais e soldados do Exército do México trocaram tiros com traficantes durante um cerco promovido a um shopping center, na cidade de Cabo San Lucas.

Os agentes de segurança perseguiam supostos integrantes de um cartel de drogas, que se refugiaram dentro de um shopping.

Lojistas e consumidores fugiram às pressas do local, em meio ao tiroteio. Por sorte, ninguém ficou ferido durante a troca de tiros.

O confronto entre traficantes e agentes de segurança no país já matou ao menos 40 mil pessoas ao longo de cinco anos.