Polícia Civil prende colombianos suspeitos de usura em Macau e Guamaré

Foto: Ilustrativa/bortn76/Superinteressante

Policiais civis da 5ª Delegacia Regional de Macau, com apoio de policiais militares de Guamaré, prenderam em flagrante, na tarde deste sábado (27), dois colombianos suspeitos de praticarem crime de usura contra comerciantes, nas cidades de Macau e Guamaré. A dupla foi presa na cidade de Guamaré.

No momento da abordagem, um dos suspeitos estava recolhendo dinheiro de uma vítima. De acordo com as investigações, eles estariam oferecendo empréstimos aos comerciantes, cobrando juros abusivos de 20%. O pagamento pelo empréstimo era feito diariamente por cada devedor e recolhido pelos suspeitos em motocicletas. Até o momento, foram identificadas cinco vítimas na cidade de Guamaré.

Com eles, foram apreendidos cerca de R$ 4 mil reais, possivelmente provenientes da arrecadação com os juros, uma motocicleta, aparelhos celulares e boletos de controle de cobrança. Os colombianos teriam alugado imóveis em Macau e Guamaré, onde praticavam os crimes. Ainda segundo as investigações, práticas semelhantes também estavam acontecendo em outros Estados, como Minas Gerais, Alagoas e Sergipe, por pessoas da mesma nacionalidade.

Os dois homens foram encaminhados à delegacia, onde foram autuados em flagrante. De acordo com o delegado Sandro Régis, titular da Delegacia Regional de Macau, foi arbitrada fiança no valor de 50 salários mínimos, para cada um deles. “A quantia foi fixada levando em consideração a possibilidade de fuga, o número de pessoas que estão sendo vítimas e o poder aquisitivo dos suspeitos, diante dos lucros excessivos que vinham obtendo”, explicou o delegado.

Até o momento, não houve pagamento de fiança e os dois suspeitos aguardam no sistema penitenciário a decisão da Justiça sobre a prisão em flagrante. As investigações continuarão para identificar os outros envolvidos. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Anônimo disse:

    Pega dinheiro com eles quem quer gente, todo mundo sabe que tem 20% de juros , um monte de bandidos as roubando e as polícias não fazem nada , e quando faz é solto no mesmo dia.

  2. Arthur disse:

    Minha gente só o que tem no alecrim, na Ceasa e não é só emprestando dinheiro não é vendendo rifa para sorteio que quem é só eles !!!

  3. FAGUNDES Alves disse:

    Aq em Natal no mínimo a 10 anos já se tem e não vi ninguém sendo preso

  4. Manoel disse:

    Os bancos cobram isso tdo mês e nunca vi banqueiro preso por isso.

    • Tarcísio Eimar disse:

      Banco é o famoso agiota credenciado, pode tudo nas costas do cidadão.

  5. Jsiva disse:

    Se aperta o cerco , prende mais ! Todas as cidades metropolitana de Natal , estão atuando nas babás das autoridades .

  6. Verissimo Lima disse:

    Infelizmente isso acontece com praticamente em todo o RN, esta pratica não de hoje efetuadas pelos colombianos, não é de hoje, já pessoa perdendo o seu comercio (pequeno restaurante) por se endividar com esses agiotas, embora é de consciência de cada um se envolver ou não nessa pratica de capitar dinheiro.

  7. Trindade disse:

    Uma Operação dessa tem que ser feito aqui em joão câmara, a cidade esta cheia de bolivianos praticando esses crimes, o ART 4º do decreto lei 22.626/33, proibi essa pratica de crime USURA OU ANATOCISMO.

Alexandre de Moraes prorroga a prisão de Sara Winter por 5 dias

Foto: Joédson Alves/EFE

O ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), decidiu nesta sexta-feira (19) prorrogar por mais cinco dias a prisão da ativista Sara Giromini, conhecida como Sara Winter, líder do grupo “300 pelo Brasil”, que está presa desde segunda-feira (15).

A ativista foi para a cadeia por decisão do ministro, relator de um inquérito que investiga a organização e o financiamento de atos antidemocráticos. Nesta quarta-feira (17), o Ministério Público Federal denunciou Sara Giromini por injúria e ameaça contra Alexandre de Moraes.

Nesta quinta-feira (18), a ministra Cármen Lúcia havia rejeitado o pedido de habeas corpus impetrado pela defesa da ativista.]]Há algumas semanas, Sara atacou o ministro pelas redes sociais depois de ter sido alvo de mandado de busca e apreensão no inquérito das fake news. Como punição, o MPF sugere pagamento de “no mínimo” R$ 10 mil por danos morais.

Há algumas semanas, Sara atacou o ministro pelas redes sociais depois de ter sido alvo de mandado de busca e apreensão no inquérito das fake news. Como punição, o MPF sugere pagamento de “no mínimo” R$ 10 mil por danos morais.

“Eles não vão me calar, de maneira nenhuma. Pelo contrário, eu sou uma pessoa extremamente resiliente. Pois agora, meu… e não é que ele mora em São Paulo? Porque se estivesse aqui eu já estaria na porta da casa dele convidando ele para ‘trocar soco’ comigo. Juro por Deus, essa é a minha vontade. Eu queria trocar soco com esse ‘filha da puta’ desse ‘arrombado’! Infelizmente não posso, mas eu queria. Ele mora lá em São Paulo, né? Pois você me aguarde, Alexandre de Moraes. O senhor nunca mais vai ter paz na vida do senhor!”, esbravejou a ativista em um vídeo.

R7

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Santos disse:

    Não existe direito ilimitado, mas esse pessoal pensava que podia tudo. Agora que foi presa fica querendo se fazer de vítima. É bom saber quem vai pagar os advogados. E tem uma meia dúzia de pessoas que tentam defender. Jesus!

  2. Jailson disse:

    Q apodreça na cadeia.
    P cima deles STF.
    Não quer ser preso? É só não cometer crime, pô! Pronto! Cabô!
    Ameaça, calúnia, injúria e difamação são crimes há muito tempo.

  3. Henrique Eugênio disse:

    Sara vai sair mais forte dessa prisão…

  4. Val Lima disse:

    Será q ela continua com esse mesmo pensamento,após 5 dias de tranca?

  5. Messias disse:

    Esse falso Kojak está se achando.

Delegado é condenado a 12 anos de prisão e perda de cargo por corrupção passiva no RN

Foto: Reprodução

Uma ação penal do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) resultou na condenação a 12 anos de prisão em regime fechado e à perda do cargo público de um delegado da Polícia Civil potiguar. O MPRN comprovou que delegado Getúlio José de Medeiros cobrou e recebeu propina indevidamente para não lavrar dois flagrantes na Delegacia Regional de Caicó nos anos de 2011 e 2013. A sentença da Justiça potiguar foi dada nesta quinta-feira (18).

Getúlio Medeiros foi condenado a uma pena concreta e definitiva em 12 anos de reclusão em regime fechado e 300 dias-multa. Também foi decretada a perda do cargo de delegado de Polícia Civil.

Matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ex-Pretralha disse:

    Com a devida vênia, quero acreditar que juízes não julgam de pensamento ou achismo, e sim sobre materialidade que lhes são apresentadas, como no caso aqui o PM, no entanto, deve-se levar em conta que contra fatos não há argumentos…Mas vamos pra 2° instância, 3° ….

  2. José antonio. disse:

    W Lula soube educar os próprios filhos. Queria nem rir.😄😄😄

  3. Giancarlo Di Mazzi disse:

    Ainda cabe recurso para o Tribunal de Justiça. Muitos cidadãos condenados no juiz de primeira instância são inocentados perante o Tribunal de Justiça. Fica o registro.

  4. Leonardo Júnior - OAB/RN 9598 disse:

    Nobre redator deste blog, diante das informações publicadas em postagem relacionada ao processo que envolve o DPC Getúlio José de Medeiros, a defesa vem esclarecer alguns pontos.

    Inicialmente, trata-se de julgado de 1º Grau de Jurisdição, muito equivocado e injusto, pois contraria todo o arcabouço probatório produzido nos autos, o qual atesta que o Delegado Getúlio José de Medeiros não praticou crime algum.

    Cumpre registrar que, o princípio da Presunção de Inocência é no Brasil um dos princípios basilares do Direito, responsável por tutelar a liberdade dos indivíduos, sendo previsto pelo art. 5º, LVII da Constituição de 1988, que enuncia: “ninguém será considerado culpado até trânsito em julgado de sentença penal condenatória”

    Por fim, confiamos totalmente na Justiça e temos certeza que em sede recursal as provas serão reavaliadas e teremos um julgamento justo, que levará à absolvição total do Dr. Getúlio José de Medeiros.

    Atenciosamente,

    Leonardo Gomes de Souza Júnior
    OAB/RN 9598

Caseiro afirma que Queiroz estava há poucos dias em residência de advogado: “o rapaz estava ficando aqui para o tratamento de saúde, ele está com câncer”

Foto: CNN Brasil

Caseiro do imóvel onde Fabrício Queiroz foi encontrado e preso na manhã desta quinta-feira (18), Orlando Novaes disse à CNN, nesta quinta-feira (18), que o local funcionava como um consultório de advogacia e afirmou que não tinha convivência com o ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ).

“É um consultório de advogacia mesmo, entendeu? Mas o rapaz estava ficando aqui para o tratamento de saúde, ele está com câncer e essas coisas”, declarou.

“[Não estava] convivendo, não. Tem poucos dias que está aí, vi ele entrando [e tem] uns quatro dias que não vem aí com negócio de saúde”, acrescentou ele.

No muro da casa, em Atibaia, no interior de São Paulo, uma placa diz: “Wassef e Sonnenburg – Sociedade de Advogados”. O primeiro sobrenome faz referência ao advogado Frederick Wassef, que representa Flávio Bolsonaro.

À CNN, o delegado Osvaldo Nico Gonçalves, que foi o responsável pelo cumprimento do mandado de prisão em São Paulo, afirmou que a residência é uma casa grande, mas que Queiroz “estava em um quartinho com os pertences, incluindo dois celulares dele”. “No fundo, tinha uma guarita onde estava um casal de caseiros” completou.

O delegado ainda detalhou que Queiroz disse ter tomado remédio para dormir e demorou a atender a campainha, mas que não ofereceu resistência à prisão. “Ele só falou que tem problema de saúde. Não houve nenhum contratempo”, afirmou o delegado. “A reação dele foi tranquila. Ele permaneceu calado, mas falou que não precisava disso, que se chamasse ele iria”, acrescentou.

A prisão

Queiroz foi preso em Atibaia, no interior de São Paulo, na manhã desta quinta-feira (18). Ele foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) na capital paulista para fazer exames, antes de se dirigir à sede da Polícia Civil em São Paulo, de onde será encaminhado para o Rio de Janeiro.

A prisão faz parte de uma ação conjunta entre o Ministério Público do Rio de Janeiro e o Ministério Público de São Paulo, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) dos dois estados.

Fabrício Queiroz foi assessor e motorista de Flávio Bolsonaro até outubro de 2018, um mês antes do início da operação que apura esquema de corrupção, lavagem de dinheiro e loteamento de cargos públicos na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), na qual é investigado.

A mulher dele, Márcia Oliveira de Aguiar, como não foi encontrada na ação policial, é considerada foragida.

CNN Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. RICARDO LÚCIDO disse:

    Há controvérsias cara pálida . Esses poucos dias são muito questionados . Há quem diga que o sr Queiroz , estava lá a um bom tempo . O serviço reservado da polícia civil , vinha monitorando , inclusive com todo cuidado pois existia a notória sensação de contra inteligência por parte dos seus protetores .

  2. Gerdson disse:

    Todo cego e cego? Nao, mais os bobos da corte acham que sao?…. o sata naro enganou e engana os indolentes..

  3. Cigano Lulu disse:

    Até que é simpática a fachada do casebre. Se o dono tiver a fim de fazer jogo numa tenda seminova, é só me procurar no privado. Dependendo da volta, pode até rolar um futebol.

VÍDEO: Registro policial mostra Fabrício Queiroz no momento de sua prisão no interior de SP; ex-assessor de Flavio Bolsonaro não era considerado foragido

O policial militar aposentado Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro foi preso na manhã desta quinta-feira (18) em Atibaia, no interior de São Paulo. O mandado de prisão foi expedido pela Justiça do Rio de Janeiro —ele não era considerado foragido.

Queiroz estava em um imóvel do advogado Frederick Wassef, responsável pelas defesas de Flávio e do presidente Bolsonaro. Wassef é figura constante no Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência, e em eventos no Palácio do Planalto.

A Operação Anjo é coordenada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro. O ex-assessor de Flávio será transferido para o Rio de Janeiro ainda na manhã desta quinta-feira.

Ainda não houve denúncia, e a suspeita é de interferência de Queiroz nas investigações, por isso a prisão preventiva.

Assista via TV Folha abaixo:

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. MORO e MANDETTA 2022 disse:

    Lembrei da "Lei de Gerson". Ele lembra Gerson.

  2. Leozito disse:

    Isso é uma obsessão pelo PT. Daqui a pouco Queiroz tava na casa de Lula

  3. Leozito disse:

    Isso é uma obsessão pelo PT. Vão dizer que a casa que Queiroz tava era de Lula

  4. Juliano bugueiro disse:

    Logo logo é o Mito que vai preso.

  5. Anti-Político de Estimação disse:

    As milícias, com certeza, já aplicaram uma chave de roda nesse senhor. Ele sabe, mais do que ninguém, que se abrir o bico de verdade corre o risco sério de ser "suicidado" ou "acidentado" por aí.
    Esse pessoal não brinca em serviço.

Caseiro disse à polícia de SP que Queiroz morava em casa pertencente a advogado há um ano, afirma delegado

Fabrício Queiroz chega ao IML de São Paulo após ser preso na manhã desta quinta-feira — Foto: TV Globo

Caseiros que estavam na casa onde Fabrício Queiroz, ex-assessor e ex-motorista do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), foi preso em Atibaia, na manhã desta quarta-feira (18), disseram à Polícia Civil de São Paulo que ele morava no local há cerca de um ano, segundo informou o delegado Nico Gonçalves em entrevista à GloboNews logo após a prisão.

Queiroz estava em um imóvel de Frederick Wasseff, advogado do parlamentar, e foi levado para unidade da Polícia Civil no Centro da capital paulista.

Em setembro de 2019, quando não se sabia o paradeiro de Fabrício, Wasseff disse ao programa Em Foco não saber o paradeiro do ex-assessor, e afirmou que não é advogado dele.

Ainda de acordo com o delegado, dois celulares foram apreendidos além de documentos e um malote com uma quantia em dinheiro não especificada.

O delegado também informou que Queiroz estava dormindo no momento da prisão, não ofereceu resistência, disse apenas que estava com a saúde debilitada.

“Ele estava dormindo, tranquilo, se mostrou surpreso e só falou que está com a saúde muito abalada. Por isso estamos levando ele para um médico da policia”, afirmou o delegado.

Queiroz chegou por volta de 8h20 à sede da Polícia de São Paulo, após realizar exames no IML. Ele será encaminhado para o Rio de Janeiro, onde será ouvido pela polícia.

Policial Militar aposentado, Queiroz movimentou R$ 1,2 milhão em sua conta de maneira considerada “atípica”, segundo relatório do antigo Conselho de Atividades Financeiras (Coaf). Ele trabalhou para o filho do presidente Jair Bolsonaro antes de Flávio tomar posse como senador, no período em que ele era deputado estadual no Rio.

Justiça do Rio determinou prisão

Os mandados de busca e apreensão e de prisão contra Queiroz foram expedidos pela justiça do Rio de Janeiro, num desdobramento da investigação que apura esquema de “rachadinha” na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). A prisão foi feita numa operação da Polícia Civil e do Ministério Público de São Paulo.

Segundo um delegado que participou da operação, foi preciso arrombar o portão e a porta da casa onde Queiroz estava. Ele não resistiu e só disse que estava muito doente.

O advogado de Flávio Bolsonaro dono do imóvel de Atibaia onde Queiroz estava ao ser preso, Frederick Wasseff, participou nesta quarta-feira (17) da cerimônia em que o presidente Jair Bolsonaro deu posse ao novo ministro das Comunicações, Fábio Faria.

Em setembro de 2019, quando não se sabia o paradeiro de Fabrício, Wasseff disse ao programa Em Foco não saber o paradeiro do ex-assessor, e afirmou que não é advogado dele.

Movimentação de R$ 1,2 milhão em 2016 e 2017

Queiroz foi assessor e motorista de Flávio Bolsonaro até outubro de 2018, quando foi exonerado. O procedimento investigatório criminal do Ministério Público Estadual do RJ que apura as irregularidades envolvendo Queiroz na Alerj chegou a ser suspenso por decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, após pedidos de Flávio Bolsonaro em 2019.

As investigações envolvem um relatório do Coaf, que apontou operações bancárias suspeitas de 74 servidores e ex-servidores da Alerj. Recursos usados para pagar funcionários na Alerj voltavam para os próprios deputados estaduais.

A movimentação atípica de R$ 1,2 milhão na conta de Queiroz ocorreu, segundo as investigações, entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017, incluindo depósitos e saques.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Se brincar Queiroz termina ingressando uma ação de usucapião contra seu advogado.

  2. Hipocrates Viana disse:

    Perai! A reclamação principal de Bolsonaro contra Moro não era a falta de informação? Mudou o Ministro, mudou o Superintendente da PF, trocou Diretores, Delegados e o escambal! Aí PEGARAM o QUEIROZ!
    Presidente, seu esquema de "informação" continua uma merda!
    Aliás tudo ao que se refere ao seu governo é uma merda!

  3. O rei do gado disse:

    Moro ja tinha alertado que O presidente Bolsonaro não era contra corrupção…. mas os seguidores de bolsonaro não vão aceitar isso não. Porque os bolsonaristas de hoje sao apenas a versáo inversa dos petistas de ontem! Nao tenham politico de estimaçao nao meu povo, vamos eh parar de briga e se unir como populaçao!

  4. Luiz Antônio disse:

    Esse caseiro é um comunista.

  5. nasto disse:

    Por isso que Presidente falou que estava chegando a hora de tudo ir para o deu devido lugar.
    Ele já sabia o que ia acontecer. Agora haja conversa prá lá e prá cá. E O nosso Brasil parado. Vai ser muito mi mi. Vão esquecer até do COVID. Lugar de LADrÂO é na CADEIA. Quem for culpado prende logo, para não ter tempo de fugir.

  6. Fagner de Orós disse:

    Se a PF gritar "pega ladrão", não fica nem o Capetão!

  7. Cigano Lulu disse:

    Queiroz agora alega que tá com dodói? Toma cloroquina, ora bolas.

  8. Ricardo Borges disse:

    Luladrão levou 3 mandatos pra serem pegos! Queroz, procurado da justiça em todo o país, escondido na cada do advogado do senador que é filho do presidente! Pense numa FAMILICIA dificil de defender, não da tempo nem de encher o tanque da descarga. É uma me#da atras da outra homi!

  9. José disse:

    A família MANDRIÃO vai parar em BANGU 8.

    • costa disse:

      ei zé, o lula ladrão com provas e tudo , tava preso foi solto, como é que a família do presidente vai para bangu8?

  10. Jorge jr disse:

    Alguém está enganado ou sua reportagem ou a Band 8:56 no jornal Agora disse que não fazia muito tempo que ele estava lá estava fazendo um tratamento de câncer no hospital ame

  11. Rodrigo disse:

    Bolsonaro é muito "honesto,",disse que "acabou porra" e seu amigo "do bem" já foi preso. É um mico mesmo kkkkkk.

  12. Jorge jr disse:

    Alguém está enganado ou sua esportagem ou a Band 8:56 no jornal Agora disse que não fazia muito tempo que ele estava lá estava fazendo um tratamento de câncer no hospital ame

  13. Lucas disse:

    Grande dia! E não esqueçamos: bandido bom, é bandido morto, não é isso, pessoal?

  14. MORO 2022 disse:

    A casa está desMOROnando.

TJ do Rio autoriza prisão de mulher de Fabrício Queiroz

Foto: Reprodução/Facebook

O Ministério Público do Rio de Janeiro prendeu na manhã desta quinta-feira o ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz. Além dele, o juiz Flávio Itabaiana Nicolau, da 27ª Vara Criminal do TJ do Rio, expediu mandado de prisão contra a mulher de Queiroz, Márcia Oliveira de Aguiar.

O casal e o senador são investigados pelo esquema da rachadinha na Assembleia Legislativa do Rio. Queiroz foi preso em Atibaia, no interior de São Paulo e deve vir para o Rio, onde é investigado. A operação denominada “Anjo” teve o apoio da Polícia Civil. O mandado de prisão contra Márcia está sendo cumprido com auxílio da Polícia Federal.

Márcia esteve no gabinete de Flávio na Assembleia Legislativa do Rio entre 2007 e 2017. Ela foi um dos sete parentes que Queiroz emplacou na estrutura do mandato de Flávio. Também foram lotados outros sete parentes dele no gabinete de Flávio desde 2007. Entre os parentes de Queiroz investigados junto com o casal estão ainda a enteada e duas filhas, uma delas é a Nahtalia Queiroz, conhecida por ser personal trainer.

No ano passado, O GLOBO revelou que Márcia nunca teve crachá na Alerj e, durante um processo que ela moveu na Justiça, Márcia se declarou “cabeleireira”. Nunca mencionou assessoria parlamentar.

O MP do Rio também cumpre mandados de busca e apreensão em diversos endereços da capital. Um deles é a casa de Bento Ribeiro, escritório político da família Bolsonaro.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Tô com o cabelo grande. Onde fica mesmo o salão?

  2. Cidadão pagador de impostos disse:

    Vem delação premiada por aí
    É p glorificar de pé!!

  3. José Macedo disse:

    Bg vê se acha alguma reportagem informando se o JB estava envolvido?

  4. MORO e MANDETTA 2022 disse:

    Delação é a solução.

  5. Antônio disse:

    Perseguição ao homem mais honesto do Brasil e fundador da nova política.

Mandado do RJ e prisão em SP: Fabrício Queiroz foi preso na casa de um advogado de Flávio Bolsonaro

Fabrício Queiroz em foto com Flávio Bolsonaro — Foto: Reprodução/JN

Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), foi preso em Atibaia, interior de São Paulo, na manhã desta quinta-feira (18). Ele estava em um imóvel do advogado do parlamentar. Os mandados de busca e apreensão e de prisão contra Queiroz foram expedidos pela justiça do Rio de Janeiro, num desdobramento da investigação que apura esquema de “rachadinha” na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). A prisão foi feita numa operação da Polícia Civil e o Ministério Público de São Paulo.

Policial Militar aposentado, Fabrício Queiroz é ex-assessor e ex-motorista do senador, filho do presidente Jair Bolsonaro. Queiroz movimentou R$ 1,2 milhão em sua conta de maneira considerada “atípica”, segundo relatório do antigo Conselho de Atividades Financeiras (Coaf).

Queiroz foi assessor e motorista de Flávio Bolsonaro até outubro de 2018, quando foi exonerado. O procedimento investigatório criminal do Ministério Público Estadual do RJ que apura as irregularidades envolvendo Queiroz na Alerj chegou a ser suspenso por por decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli após pedidos de Flávio Bolsonaro em 2019.

G1

Outros cinco acusados por ataques ao STF também foram presos; Winter foi pedido da PGR e autorizado por Moraes

Além de Sara Winter, a PF está prendendo também outros cinco bolsonaristas. Eles são ligados ao grupo 300 Brasil, responsável por ataques ao STF.

A prisão de Sara Winter foi pedida pela PGR e autorizada por Alexandre de Moraes. Os mandados não saíram do inquérito das Fake News, e sim do inquérito que apura os atos antidemocráticos.

Gilmar Mendes falou com a rádio Bandeirantes sobre a prisão de Sara Winter: “A prisão preventiva pode ser o adequado remédio neste momento.”

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Arthur disse:

    Grande dia!!! Bandido bom é bandido preso.

  2. Ricardo Borges disse:

    VISÃO DE UM BOLSOMÍNIO:
    Como assim, qual a razão para prender essa moça de familia cristã, uma pessoa tão conservadora, que tem uma fala prudente, serena, sem improperios, que só estimula o amor e o bem? Ela so estava sentada fazendo um pique-nique sobre ordem e progresso! O nome de seu grupo "os ursinhos carinhosos" carregavam flores e soltaram pombas brancas representando a paz. Onde nossa democracia vai parar?

  3. Barba disse:

    Cadeia nela!bota esse gado no curral!

  4. Fabio disse:

    Tantas e tantas pessoas tem vontade de esculamba os ministros mas tem medo das consequências. Bato palma pra ela …..

  5. Manoel disse:

    Já soltei uns 6 foguetões aqui.
    Grande Dia!

  6. Petra disse:

    Grande dia! 👍
    👉👉👉👉😂😂

  7. CADÊ QUEIROZ??? disse:

    Era para essa turma ter ido para a casa do Queiroz no Morumbi. Lá ninguém acha.

  8. mattos disse:

    Sara Livre!!!!!

VÍTIMA RENDIDA, ACENO DESESPERADO E PERSEGUIÇÃO DA PM: Assaltantes batem carro roubado e são presos tentando se passar por clientes em lava jato de Natal

 Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

O portal G1-RN destaca nesta terça-feira(05) que dois homens, de 20 e 22 anos, foram presos após roubar um carro durante a manhã. De acordo com a reportagem, a dupla armada foi perseguida pela Polícia Militar, na Avenida Jaguarari, no bairro Alecrim, Zona Leste de Natal. O desfecho da ocorrência se deu depois que abordaram uma mulher, enquanto ela aguardava a mãe na porta de um hospital. Na ocasião, a vítima foi rendida e forçada a sair do carro. Os bandidos só não contavam com a coragem da refém.

Segundo a reportagem, a mulher acenou para uma viatura da PM, que perseguiu os bandidos. Os assaltantes provocaram um acidente e bateram o carro na Avenida Jaguarari, iniciaram fuga a pé, entraram em um lava jato e tentaram se passar por clientes, mas foram presos pelos militares. O carro foi recuperado e será devolvido a proprietária.

https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/2020/05/05/perseguidos-pela-pm-assaltantes-batem-carro-roubado-e-sao-presos-tentando-se-passar-por-clientes-em-lava-jato-de-natal.ghtml

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. IB disse:

    Não existe pandemia que pare essas pragas!

Ronaldinho: ‘Nunca imaginei que passaria uma situação dessas’

Foto: Reprodução Instagram @abcdigital

Passados quase dois meses depois que foi preso no Paraguai por ter tentado entrar no país com documentos adulterados, Ronaldinho Gaúcho falou pela primeira vez sobre o que está passando desde então em Assunção. Em entrevista ao jornal paraguaio ABC Color, o ex-jogador brasileiro relatou como foram os 32 dias de confinamento em um presídio da capital do país, onde tinha a companhia do irmão Roberto de Assis. Desde o último dia 7, eles cumprem prisão domiciliar em um hotel de luxo em Assunção, após terem pago fiança.

“Foi um duro golpe. Nunca imaginei que passaria por uma situação dessas. Durante toda a minha vida, busquei atingir o mais alto nível profissional e trazer alegria às pessoas com o meu futebol”, disse Ronaldinho Gaúcho, que contou que viajou ao Paraguai para o lançamento de um cassino online e também de um livro.

“Tudo o que fazemos é a partir de contratos gerenciados por meu irmão, que é meu representante. Nesse caso, participamos do lançamento de um cassino online, conforme especificado no contrato, e do lançamento do livro “Craque da Vida”, organizado com uma empresa no Brasil que tem o direito de explorar o livro no Paraguai”, afirmou o ex-jogador, que mostrou enorme surpresa ao ser abordado no aeroporto de Assunção com documentos falsos.

“Ficamos surpresos ao saber que os documentos não eram originais. Desde então, nossa intenção tem sido colaborar com a Justiça para esclarecer o fato, como temos feito desde o início. Desde esse momento até hoje, explicamos tudo e facilitamos tudo o que a Justiça solicitou de nós”, relatou.

A investigação tributária conduzida por autoridades paraguaias busca determinar em que contexto os documentos falsificados foram emitidos e qual o objetivo de seu uso no país, ambos – Ronaldinho Gaúcho e Assis – tendo processado a sua própria documentação brasileira.

No presídio de Assunção, Ronaldinho Gaúcho virou uma atração. Chegou a interagir com outros presos, distribuiu autógrafos, gravou vídeos a pedidos dos demais detentos e participou até de um campeonato interno de futebol. Teve até fotos com policiais e funcionários do local.

“Todas as pessoas me receberam com bondade. Jogar futebol, dar autógrafos, estar em fotos, tudo isso faz parte da minha vida, não tenho motivos para parar de fazê-lo, muito mais com pessoas que estão passando por um momento difícil como eu estava”, completou o brasileiro.

Estadão

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Giba disse:

    Se não estivesse se envolvido com o bozo estava limpo kkkk.

Juiz libera estuprador condenado a 154 anos de prisão por risco de Coronavírus

(Foto: Reprodução)

Parece surreal, mas é verdade. Um juiz do Paraná mandou para casa um preso condenado por 6 estupros e 4 roubos a mão armada. A pena total soma 154 anos de prisão.

Mesmo diante da longa ficha criminal, o magistrado alegou “questões humanitárias”, já que não é recomendado que o preso, de 63 anos, fique “segregado em cela superlotada e sujeita a todas as mazelas que este tipo de ambiente traz”, justificou. O juiz se apoiou ainda na Recomendação n.º 62, do Conselho Nacional de Justiça, em que o ministro Dias Toffoli orienta liberar presos por causa da pandemia do Coronavírus

Não fosse o senso de humanidade com o estuprador de seis mulheres, o preso só conseguiria a progressão ao regime semiaberto em 2028.

Justiça Potiguar

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Waldery Paranhos disse:

    Sobra senso de humanidade com quem foi desumano com humanos comuns. Queria ver tamanha generosidade se uma das vítimas fosse parente dele ou de outro magistrado. Aí a conversa séria outra. “Dura lex sed lex”? Há controvérsia.

  2. Chico disse:

    O ideal é que o juiz levasse ele para casa e deixasse ele dormir lá.

  3. Manoel disse:

    A pergunta que não quer calar: há casos de covid nessa prisão pra esse estuprador ser liberado? Ainda que houvesse, ele poderia ficar confinado na cela, afinal, eh o que todos nós cidadãos de bem estamos fazendo agora: ficamos confinados em casa! Mas aqui no Brasil…

Operação Tricerátops cumpre mandados de prisão contra grupo criminoso que agia em estados do Nordeste; arrombamentos e furtos em mais de 40 estabelecimentos, inclusive, no RN

Foto: Divulgação/PF

A Força-Tarefa de Combate às Facções Criminosas no Rio Grande do Norte, coordenada pela Polícia Federal e composta de policiais federais, policiais militares e policiais civis da SESED/RN e, ainda, agentes penitenciários federais, atuando com apoio da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (SEOPI/MJSP), na manhã desta quinta-feira, 16/4, deflagrou a Operação Tricerátops, para dar cumprimento a cinco mandados de prisão preventiva expedidos pela 11ª Vara Federal de Assu/RN.

Os mandados foram expedidos contra pessoas responsáveis pela prática de arrombamentos e furtos em mais de 40 estabelecimentos comerciais nos estados de Alagoas, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte.

Dentre os estabelecimentos arrombados e furtados, com grande demonstração de violência, estavam agências dos Correios das cidades de Paraú e Triunfo Potiguar/RN, nas datas de 27/02/2018 e 07/03/2019, respectivamente.

Todos os indivíduos presos possuem um extenso histórico criminal ligado à prática de crimes contra o patrimônio, incidências que causam grande abalo social, especialmente em pequenos municípios do interior dos estados.

Apesar das restrições impostas neste período de calamidade pública, a Força-Tarefa coordenada pela Polícia Federal prossegue com o monitoramento da criminalidade visando reprimir as ações das facções criminosas no Rio Grande do Norte, atividade essencial que não pode ser interrompida.

Preso há 1 mês, Ronaldinho Gaúcho usa futevôlei como passatempo

Foto: Nathalia Aguilar/EFE/07-03-20

Já era quase fim de noite em 6 de março quando policiais chegaram a um dos hotéis mais luxuosos de Assunção com a ordem de levar Ronaldinho Gaúcho e seu irmão, Assis, para o Agrupamento Especializado, um quartel da Polícia Nacional adaptado como presídio. Os brasileiros começavam ali a cumprir a prisão preventiva determinada pela Justiça paraguaia por usarem passaportes falsos para entrar no país dois dias antes. Nesta segunda-feira, os ex-jogadores continuam presos, sem qualquer previsão de quando ganharão liberdade.

Ronaldinho e Assis dividem uma cela de 18 m². O local é equipado com duas camas, televisão, geladeira e um ar-condicionado recém-instalado. O banheiro, no entanto, fica fora da sala e é coletivo.

O ex-jogador do Barcelona disputa partidas de futsal, futevôlei e vôlei praticamente todos os dias. Desde a implementação da quarentena no presídio, há duas semanas, com proibição de vistas numa tentativa do governo paraguaio de evitar a disseminação do coronavírus, a prática de atividades esportivas, antes restrita, foi ampliada dentro da cadeia. Agora, os presos podem se exercitar ao ar livre duas vezes ao dia, pela manhã e à tarde.

“Para compensar a falta de visitas, os detentos gastam o tempo com atividades recreativas e esportivas. Ronaldinho é, sem dúvida, a grande atração desses momentos de lazer. O pessoal, inclusive, costuma bater na porta do quarto dele para buscá-lo para jogar futebol”, contou ao Estado o comissário Blas Vera, chefe da Agrupación.

Se nos primeiros dias de cárcere Ronaldinho recusava a refeição servida aos outros quase 200 detentos e só se alimentava com a comida de restaurantes levada pelos seus advogados, agora tem ido com frequência ao refeitório da cadeia. “Ele manteve a forma de ser, o bom humor e está sempre sorridente. Conversa com os outros presos e ultimamente até come junto com o pessoal no café da manhã, almoço e jantar”, explica Vera.

Por não ser uma cadeia comum, e sim um quartel transformado em presídio de segurança máxima, é permitida a entrada de aparelhos celulares no Agrupamento Especializado. “Não há nenhuma lei que proíba telefones e não temos regulamento interno sobre esse tema”, diz Vera. Assim, Ronaldinho e o irmão têm conseguido manter contato com familiares no Brasil, inclusive por videochamadas.

Não são, no entanto, os mesmo aparelhos que os brasileiros tinham quando entraram no Paraguai no mês passado. Aqueles telefones foram confiscados e estão sendo periciados pelo Ministério Público. Os promotores investigam suposta participação de Ronaldinho e o irmão em uma organização criminosa especializada em falsificação de documentos e lavagem de dinheiro e o conteúdo dos aparelhos é considerado peça-chave.

O fato de a Corte Suprema de Justiça do Paraguai ter estendido a suspensão das atividades do Poder Judiciário até o próximo dia 12 por causa do coronavírus, no entanto, atrasou o andamento do processo. Enquanto seus advogados acumulam sucessivas derrotas na tentativa de transferir Ronaldinho ao menos para a prisão domiciliar, o pentacampeão mata o tempo jogando futebol e fazendo novos amigos na cadeia.

R7, com Estadão

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jonas disse:

    Isso é um idiota. Como uma pessoa que ganhou e ainda possui centenas de milhões de reais e se envolve em uma situação dessa. Hoje miseravelmente preso no Paraguai, quando poderia estar curtindo a vida em qualquer lugar sofisticado e maravilhoso do mundo, sem stress algum.

Moro telefona para autoridades do Paraguai por informações sobre prisão de Ronaldinho

Foto: REUTERS/Jorge Adorno

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, falou por telefone nesta segunda-feira com integrantes do governo do Paraguai para se informar sobre a situação de Ronaldinho Gaúcho e do irmão dele, Roberto Assis, que estão presos em Assunção desde sexta-feira.

A informação, obtida pelo GloboEsporte.com com o governo do Paraguai, foi confirmada pela assessoria do ministro Moro.

O ex-jogador e Assis estão presos no Paraguai acusados de utilizarem documentos falsos. Eles foram flagrados com passaportes paraguaios adulterados pouco depois de chegarem a Assunção, na semana passada.

Por meio de sua assessoria, Moro confirmou o contato, afirmou que está acompanhando o caso e acrescentou que “o Paraguai é soberano para tomar decisões”. Os governos de Brasil e Paraguai são fortes aliados na região.

Ronaldinho e o irmão estão em uma sala separada, sozinhos, ganharam cobertores e colchões. Eles não se alimentam com a comida servida pela cadeia e se servem com mantimentos levados pela equipe de advogados.

A defesa de Ronaldinho Gaúcho entrou com um recurso na manhã desta segunda-feira e solicitou que o astro e seu irmão, Assis, passem a cumprir prisão domiciliar. A prioridade dos advogados é tirar os dois da penitenciária em que estão, a Agrupación Especializada da Polícia Nacional, em Assunção, antes de pensar na saída da dupla do Paraguai.

Uma audiência foi marcada a para a manhã desta terça, às 8h, quando serão revistas as medidas contra R10 e Assis. O responsável pela decisão será o juiz Gustavo Amarilla. O jogador e seu irmão, entretanto, não estarão presentes – apenas seus advogados participarão.

Caso a Justiça concorde com a prisão domiciliar, Ronaldinho e Assis seguirão detidos, mas em algum imóvel residencial na capital Assunção. Se este passo der certo, os advogados passarão a tentar o segundo recurso para permitir que os dois retornem ao Brasil.

Globo Esporte

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. disse:

    "Se está na cadeia é pq fez algo errado"
    O Presidente de vcs sempre falou isso… E agora funcionários desse governo está defendendo meliante????????…

  2. Carlos Henrique Chal disse:

    Esse Bolsonaro, sò apoia pilantra.
    Quem disso usa, disso cuida.

  3. Giba disse:

    Todos que aproximam do Bozo se infectar de corrupção ai mais um kkkkk. Jogou o nome na lama

  4. Brasil e RN acima de tudo disse:

    Mas porque? É porque ele é uma celebridade? É porque tem dinheiro? Qual o motivo da preocupação?

  5. Bento disse:

    Globo e a Suzi tudo haver.

Trans abraçada por Drauzio Varella no Fantástico estuprou e estrangulou menino de 9 anos, diz ‘O Antagonista’


Foto: reprodução/Internet

Segundo apuração do site O Antagonista apurou que a transexual Suzy apresentada em reportagem de Drauzio Varella no Fantástico, no domingo passado, foi condenada por estuprar e estrangular um garoto de 9 anos. Ele deixou o corpo da criança apodrecer em sua sala por 48 horas.

Juízes criminais levantaram a ficha de Suzy de Oliveira, cujo nome de batismo é Rafael Tadeu de Oliveira dos Santos. A transexual está presa desde 2010.

Segundo o processo ao qual este site teve acesso, “o revisionando praticou atos libidinosos consistentes em sexo oral e sexo anal com o menor Fábio dos Santos Lemos, que à época contava com apenas 09 anos de idade”.

Em sua sentença de maior condenação, o pedófilo e estuprador “matou o ofendido mediante meio cruel, consistente em asfixia, e se valendo de recurso que impossibilitou a defesa da vítima, haja vista tratar-se de criança, com mínima capacidade de resistência.”

Na reportagem do Fantástico, Suzy afirmou que não recebia visita na cadeia havia oito anos, como se a razão fosse a sua sexualidade. Foi por esse motivo que Drauzio Varella o abraçou. O motivo de a família não visitar o detento, contudo, é que ela o renegou, dada a enormidade do crime cometido.

Na sentença, uma tia da transexual disse que Suzy “contou como ele fez numa casa com uma criança que ele estuprou em São Paulo, não sei onde”.

“Entrou na casa para roubar, subiu as escadas e a criança estava no quarto deitada, não sei bem e ele entrou, fechou a boca da criança e contou tudo, normal como eu estou contando.”

Leia a sentença aqui.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jose Aparecido dos Santos disse:

    Sendo ele profissional jornalista ,teria que entrevistar a trans e nao consola ela com um abraço ,Devido a gravidade e injustica tirando a vida de um ser feagil indefeso .
    Essa Suzy na minha opinião tambem nao merece visitas ou ser tratado a altura com que merece ser tratado
    O reporter nao deveria trata-la daquele jeito .
    O crime que fez é um crime que revolta qualquer ser humano ,
    Como pode uma pessoa ter a coragem de praticar crimes seifando a vida de um ser que teria uma vida inteira para frente .
    Com certeza isso nem Deus quer ter misericórdia de uma pessoa assim
    Que esta tal "trans Suzy seja continua preso por muitos anos ..porque a vida daquela criança nao volta mais para sua mãe os braços de sua mãe.

  2. Gilmar Dornelles disse:

    Está e a Globo!!!não asisti e não asisto!!!

  3. Chris disse:

    Atenção desnecessária a uma pessoa que não merece nada, não julgamos a opção sexual dele, mas o ato, o que crime que cometeu. Sou mãe e tenho um filho de 9 anos, tenham respeito a familia da vítima. Que monstro merece atenção e ibope? O mundo está perdido 😞

  4. Lourenco disse:

    Ese globo sempre do lado escuro, dia assassinos, estrupadores e bandidos,,como se eles fossem vítimas da sociedade ,,UMA VERGONHA CADA DIA QUE PASSA A GLOBO FICA MAIS LiXO LAMENTÁVEL

  5. Luciano disse:

    Exatamente, ele não estava lá como médico, estava como jornalista, entrevistando um detento, a reportagem foi visivelmente editada para gerar um clima emotivo, o que acabou acontecendo de verdade, transformaram um bandido, um assassino, pedófilo, estuprador, um verdadeiro monstro em uma vítima, um coitadinho, ninguém procurou saber o que ele tinha feita para estar lá, porque a família havia abandonado ele, a rede globo nunca procurou a família de Lucas, o dr. Drauzio Varela nunca se preocupou em abraçar a mãe de Lucas, essa sim ficou sem abraçar o seu filhinho pro resto da vida.

  6. Manoel disse:

    Ele poderia abraçar também a mãe de Lucas, a criança de 9 anos que a travesti Suzy estuprou e assassinou, essa sim ficou sem o abraço do seu filhinho para sempre.

  7. edu disse:

    GLOBO LIXO… Voces que tem filhos, nao mostrem esse canal para nenhum deles! Hoje a resolva por parte da emissora e tao grande, que so publicam asneiras e materias contra o novo governo. Temos que nos ajudar pessoas, independente de partido! O Brasil e nosso! Globo nunca mais

  8. EXPECTADOR disse:

    Entendo que como médico o Dr. Drauzio não deve se preocupar com o tipo de crime praticado, porém na hora que decide fazer uma reportagem ele tem sim a obrigação de saber que tipo de crime foi praticado pelo preso para não vitimizar o preso, pq esse mau elemento destruiu o coração de uma MÃE , e o Dr. Drauzio é acostumado a frequentar presídio e sabe como funciona o sistema

  9. EMartins disse:

    Só tem gente escrota fazendo comentários aqui, bando de loucos.

  10. EMartins disse:

    É claro que o crime praticado por ele é imperdoável e passivo de grande punição. Mas estao confundindo as coisas, o médico estava fazendo uma reportagem sobre as Trans, e como são discriminadas na sociedade. O seu gesto de abracar uma pessoa foi espontâneo, ele não estava lá com a finalidade de fazer julgamentos, e talvez nem soubesse da gravidade do crime desta pessoa. Nem era a intenção falar dos crimes cometidos pelos presos. São coisas bem diferentes.

    • Caroline De Carvalho disse:

      Como alguém ainda defende a conduta dos envolvidos com a reportagem?? Ao se fazer uma matéria, os envolvidos precisam fazer uma pesquisa, tomar todos os detalhes. Bastava procurar saber qual o crime cometido. Pouco me importa se ele é trans, se ele tá lá abandonado, se está sendo maltratado, ele assassinou uma criança de uma forma horrível, deixou o corpo apodrecendo na sala, e antes disso estuprou a criança!!! Como pode alguém vir defender emissora que pega um monstro desse e transforma em uma vítima de preconceito?? Isso é até um desreispeito a comunidade LGBT, pessoas decentes, que sofrem preconceito. A família não liga pra ele pelo o que ele fez e não por ser trans. E na minha opinião todos sabiam sim o motivo dele estar lá, mas não ligaram pq queriam audiência.

  11. Laiza disse:

    Eu, como mãe só consigo pensar na mãe do menino…
    Sinceramente.. não gosto nem de imaginar .

  12. G. Mendoza disse:

    Pena de morte para esse assassino. O que mais me impressionou foi a hipocrisia do globolixo e do seu dráuzio varela que em momento algum se referiram ao motivo do traveco estar preso.

  13. G. Mendoza disse:

    Pena de morte para esse monstro. O que impressiona é a hipocrisia da globolixo e do seu dráuzio varella que em momento algum aventam o motivo do traveco estrupador e assassino estar preso.

  14. ESF disse:

    Essa é a globo que entrava na minha casa.

  15. Ricardo disse:

    Ei, cidadão de bem, o seu presidente homenageia torturadores comprovadamente ESTUPRADORES.

    O problema de vcs NUNCA foi com estupradores. Ele sempre foi moral.

  16. Bento disse:

    Que canalhice dona globo lixo e Dráuzio Varella.
    Defendendo canalhas e criminosos o que vocês querem com isso.

  17. Lina disse:

    ALGUÉM PODE ME INFORMAR QUANDO O ANTAGONISTA PASSOU A SER JORNAL E PRATICAR JORNALISMO COMPROMETIDO COM A VERDADE?

  18. Luladrão Encantador de Asnos disse:

    Assanino de criança, era pra ter recebido pena de morte. Aí vem uma idiota como essa Clara falar um monte de besteira. Homi vai fumar sua maconha e comer seu capim em Cuba.

    • Clara disse:

      Muito, mas muito obrigada mesmo por DESENHAR o que eu tentei mostrar quando me referi ao ódio que cega. Se o sr tivesse se permitido apenas LER o que eu efetivamente escrevi, antes de me agredir ( Cuba??? Maconha??Baseado em quê?) poderia talvez compreender que nem por um instante eu defendi a assassina. O que eu pontuei foi que a cada um compete um papel e o da polícia/justiça é diferente do do profissional médico. Polícia/justiça cumpriram bem com o seu , tanto que ela tá lá pagando o que deve e tá tudo certo. O que não pode é querer que o médico seja juíz. O cara foi exemplar, agiu como manda o figurino: nem querer saber o que a pessoa fez pra não ter perigo de ter sua conduta influenciada. Profissionalismo, gente e menos histeria, é só isso.

  19. Chega de CANALHAS disse:

    Como sempre a GLOBOLIXO valorizando os CANALHAS acima da VERDADE e do POPULAÇÃO DE BEM. Não assisto está MERDA chamada GLOBO faz tempo.

  20. Zanoni disse:

    Esse médico escroto abraçou os pais da criança? Criminosos sexuais, seja homem, mulher, ou outras coisas que inventaram, deveriam ser trancafiados de forma perpétua, pois não tem cura para esses doentes, salvo a castração química, que não é cura, é contenção.

  21. Atento disse:

    Drauzio é Globo, é Lixo. Deus criou homem e mulher, estando escrito na Bíblia. Por outro lado, jacaré é um bicho.

  22. Francisco Alves disse:

    Li em outra publicação que, esse assassino frio e calculista recebeu 234 cartas, livros, chocolates etc! A reportagem se dá de uma forma que deixa transparecer que o travesti assassino é um pobre coitado, esquecido e abandonado por parentes e, pela sociedade. Agora, a realidade mostra que esse marginal estuprou e assassinou por asfixia, com requintes de crueldade, um garotinho de apenas 9 (nove) aninhos! Não vi ninguém fazer nada para aliviar a dor e sofrimento dos pais de garoto morto estupidamente por esse marginal. Quanto a senhora Clara, tão pura, sem maldade e solidária, meus votos para que a senhora adote um marginal dessa estirpe (quanto mais perigoso, melhor), leve para sua casa e ponha para dividir o quarto do seu filho, se tiver é claro.

    • Clara disse:

      Já eu desejo que a paz de Jesus, aquela que ultrapassa todo o entendimento, esteja em seu coração e em seu lar. Sobrando um tempinho, quando estiver mais calmo (vai acontecer) peço só que LEIA o que eu de fato escrevi antes de amaldiçoar a mim ou aos meus filhos. Isso não lhe faz maior aos nem olhos de Deus nem aos olhos de qualquer pessoa minimamente razoável. Fique com Deus e tente não esquecer que "a boca fala do que o coração está cheio". Cuidemos de nossos corações.

  23. Paulo disse:

    Era para estar morto! Se fosse um homem estaria crucificado pela sociedade moderna do mimimi.

    • Zuza disse:

      Ele é homem; nasceu homem! Se nasce homem ou mulher. Atualize-me, por favor. Quem manda ainda é a Biologia.

  24. Clara disse:

    CLARO que os milhares de elogios recebidos pelo médico e até a sugestão de que se candidatasse a presidente não iam sair barato…. Só que isso em NADA desabona o gesto do médico. Na sociedade cada um tem seu papel: tem gente paga pra prender, gente paga pra investigar e gente paga julgar. O cara tava lá como MÉDICO , pago ( ou nem isso, parece que é voluntário ) para exercer a MEDICINA e o CUIDADO sem julgamentos ou preconceitos, como reza a melhor prática. Muito triste essa necessidade de odiar e alimentar ódio permanentemente nesse país. Tá insuportável.

    • Jadson disse:

      Aplaudo de pé seu comentário. Parabéns!
      Esse espaço precisa de mais gente assim. Por favor, não se vá.

    • Priziaka disse:

      Recomendo que ao sair da cadeia, a senhora leve o pedófilo, estuprador e assassino, para ser babá de seus filhos. Seria um grande gesto de caridade cristã , acolhimento e "combate ao ódio" que vc diz ser tão "insuportável".

    • Ricardo Menezes disse:

      Ja que a família o abandonou quando ele sair da cadeia ja tem para onde ir, receba ele.com carinho Clara.

    • Zuza disse:

      Escreve algo para acalentar a dor dos pais da criança, " alma evoluida".

    • pedro pedreira disse:

      P nenhuma, ele tava lá nessa reportagem para reforçar conceitos ideológicos defendidos pela globo como bandeira ideológica de luta. Essa reportagem é mais uma das ações como a globo sempre tem feito,sensibilizando, dissimulando e manipulado a opinião pública contra o modelo tradicional de família. além de agora posiciona a pedofilia como doença. precisamos urgentemente defender a não renovação da concessão da TV globo como emissora aberta de TV. URGENTE!

    • Santana disse:

      Estava como medico mas ele induziu milhares de pessoas que Suzy era travesti abandonado pela familia. E preso or roubo e prostituicao praticadas pela necessidade de sobreviver na rua.
      O medico abusou da boa fe das pessoas.

    • Iranilson disse:

      Esse comentário foi copiado de um comentário de jornalista Vera.

    • Fran disse:

      Vá perguntar a mãe e o pai do menino o que eles acham disso. Deixe de ser escrota

    • Bento disse:

      Clara que vergonha.
      A globo e Dráuzio Varella conseguiu te enganar ou você também comungou com isso.
      Lamentável e vergonhoso

    • Everton disse:

      Alteridade, se ver no outro, empatia. Onde foi parar o cristianismo?

    • Regina disse:

      O problema desse país é mesmo o analfabetismo funcional e político! Os que atacam o comentário da Clara realmente não têm cognição suficiente para interpretar o que ela disse!

    • Tania disse:

      Vc é doente. Vai se tratar pirada!!! Metida a gente boa ás custas da dor e da miséria alheia!!!!

    • Gustavo disse:

      Peraí. Foi uma entrevista e não uma consulta. Estava lá como comunicador apesar de ser médico. Portanto é um ato falho sim não divulgar o motivo pelo qual aquela pessoa estava presa. O médico é sim super respeitável, mas errou sim.

    • Cristian disse:

      Alteridade, se ver no outro, empatia. Onde foi parar o cristianismo? [2]
      Ele pode ter errado, mas a violência empregada nos comentários é muito triste.

  25. S vericio disse:

    É desse tipo de coisa que a Globo gosta de apalpar, elogiar, adorar.