Tudo o que você precisa saber para ajudar a coibir os abusos que estão atormentado o veraneio de Pirangi está neste post

Com a repetição das cenas de caos provocadas pela fechamento da principal rua de Pirangi neste fim de semana, o BlogdoBG procurou os órgãos responsáveis pela região para saber que medidas estão sendo tomadas para coibir os abusos.

Veranistas relatam, o que pode ser atestado pelos vídeos que circulam nas redes sociais, que é impossível ter sossego com a algazarra promovida por jovens que se réunem em torno de paredões de som. Tráfico de drogas também é reportado por veranistas como acontecendo a céu aberto.

Procurada, a Prefeitura Municipal de Parnamirim explicou que a contribuição do cidadão para coibir esses abusos é fundamental através de denúncia no número que disponibilizou à população.

A linha pode ser utilizada tanto para receber conteúdo multimídia, através do Whatsapp, como para ligações.

A assessoria da prefeitura explicou que tanto mais informações que possam identificar os autores dos abusos, melhor para a fiscalização.

Ressaltou, no entanto, que o trabalho não depende só dela, já que as apreensões só podem ser realizadas em conjunto com a Polícia Militar, que, neste domingo (14), não pode acompanhar os fiscais da prefeitura, o que inviabilizou autos de apreensão.

Para contatar a fiscalização e coibir o que vem causando transtorno em Pirangi, o número ser acionado é o

98839 3214.

 

Ele é válido para serviços em toda a orla de Parnamirim, e não apenas Pirangi.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Tarcísio Eimar disse:

    A polícia rodoviária estadual estava lá em Pirangi nesse último domingo e multando a torto e à direita os veículos que estavam estacionados na Av. Dep. Mário Marinho por se tratar de uma rodovia estadual (RN-063), mas em nenhum local há sinalização identificando a rodovia. Agora ter coragem pra retirar os meliantes das vias, isso não ocorre. Os vídeos e fotos postados nas redes sociais mostram a PRE piorando ainda mais o trânsito, estacionando viaturas e motos nos trechos críticos das vias onde estavam os meliantes, diminuindo ainda mais a passagem de veículos. Só no BR mesmo.

  2. De olho disse:

    Precisa denunciar? E as câmeras que a própria prefeitura disponibilizou? Não é o suficiente para ver?

  3. mmmm disse:

    E os carros trafegando pela orla lá na barraca do banga, vai ter fiscalização ?

  4. Augusto disse:

    Eu presenciei vários carrões virem pegar os meninos no final da bagunça em frente ao comeu morreu kkkkkkkk a maioria dos jovens desordeiros são filhos de bacanas. A polícia não vai nem perto desses garotinhos kkkkkkkkk

  5. LULADRÃO disse:

    Pirangi do Norte é o retrato da desmoralização do Poder Público, Polícia Militar e Ministério Público. Essas autoridades deveriam ter vergonha do exercício da função pois quem não consegue controlar uma arruaça de marginais desarmados e infantis, vão conseguir o que?

  6. Padre Zé disse:

    Com o Capitão não tinha aquela delegacia móvel e agentes para autuar na hora??? Faz a mesma coisa e autua os meninos que depredam os carros de quem quer apenas passar e seguir seu rumo… tem também os que tão puxando tóxicos…. isso sem falar nos menores de idade que estão soltos na rua, transando, depredando, bebendo álcool e puxando drogas… só faltam roubar… .

  7. Zezinho disse:

    Operação padrão neles: cerca, identifica, prende e apreende… recolhe os paredões de som, bebidas e tóxicos… depois leva todos pro xadrez para as devidas averiguações… se tem pais, eles vão aparecer e tomar ciência do que seus filhinhos fazem na rua… estão a um passo de se tornarem marginais, pois fecham ruas, ameaçam que tenta passar através da força, subindo nos carros e até depredando o bem particular alheio… Manda o Governador passar ali…. Seria um homem de coragem….

  8. ALERTA disse:

    Falta de autoridade. Terra de ninguém… Se eu estivesse prejudicado eu resolveria, depois apareceria os pais irresponsáveis, e eu resolveria novamente.

  9. BRASILEIRO disse:

    UM MONTE DE FILHINHO DE PAPAI. POR QUE NÃO PRENDEM ? SE FOSSEM POBRES JÁ TAVA TUDO NA JAULA.

  10. Paulo disse:

    BG.
    O capitão Valentim tem feito muita falta, reconvoca o Homem que a bagunça se acaba num piscar de olhos. Esses arruaceiros estão pedindo para serem presos e os de menores terem seus País omissos responsabilizados nas delegacias. Isto é uma vergonha.

  11. Zé Guerreiro disse:

    Me engana que eu gosto!
    Problema público e notório.
    Não resolvem por pura incompetência ou por não querer.

  12. Cecilia Medeiros disse:

    A CPRE,P.M, Delegacia da criança e adolescente, Exercito deveriam promover uma grande blitz e agir com o uso da força de fosse necessário.

  13. Omar disse:

    Impressionante o cinismo e inapetência da.Prefeitura de Parnamirim.

  14. Jorge Rodrigues disse:

    É um verdadeiro absurdo o que vem acontecendo todos os finais de semana. O batalhão de trânsito dando apoio àquelas pessoas que insistem em ficar irresponsavelmente obstruindo o trânsito. É chamar o Choque e manter a ordem pública. Lamentável!!!

  15. Teo disse:

    Pura enrolação, o problema esta lá, é fato e não precisa de denuncia. Sou motorista uber e nos ultimos dois fins de semana fiquei horas nos congestionamentos causados por essa vagabundagem. Perguntei aos guardas do CPRE e eles dizem que tem receio de ir la porque os vandalos os agridem jogando bebidas e objetos. Eles chsgaram a me flar que ate o bpchoque nao conseguiu organizar. Agora me digam como a PM nao consegue mantsr a ordem em uma via publica e é constrangida por um monte de adolescentes bebados ?

  16. Alceu Cicco disse:

    Não precisa denunciar como quer a prefeitura. Ela e os demais órgãos afetos ao problema já sabem o que está acontecendo. São fatos públicos, notórios e quer se repetem rotineiramente. Então prefeitura, guarda municipal, polícia militar etc cumprem cumpram sua função. Fiscalizem, coíbam, reboquem veículos, multem, apreendam paredões de som ou será porque não tem coragem por envolverem na maioria das vezes filhos de “otoridades” que não tem autoridade perante os próprios filhos e quem sabe lá, bebados como eles.

COMENTE AQUI