Tribunal Penal Internacional rejeita denúncia contra Bolsonaro por crime contra humanidade

Foto: Presidência da República

Após apreciar a denúncia protocolada no início de abril pela Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD) contra o presidente Jair Bolsonaro, o Tribunal Penal Internacional (TPI), situado em Haia, rejeitou a representação que acusava o chefe do Executivo de praticar crime contra a humanidade. A denúncia se baseava em falas que “minimizam a gravidade da pandemia (do novo coronavírus) e contrariam recomendações de autoridades sanitárias”, afirmava a ABJD.

A confirmação de arquivamento foi enviada a Douglas Ivanowski Bertelli Kirchner, advogado do grupo do MP Pró-Sociedade. A organização enviou, em 24 de abril de 2020, um documento contestando a iniciativa da ABJD. Para o MP Pró-Sociedade, o presidente Jair Bolsonaro, “além de não estar desenvolvendo um ataque generalizado e sistemático contra a população que governa, não está infligindo nenhum sofrimento à mesma população, ou à saúde pública. Pelo contrário, estabeleceu inúmeras medidas para financiar a ampliação da rede hospitalar e tenta minimizar os graves prejuízos econômicos que a pandemia está acarretando”.

No despacho do TPI, com data desta segunda, 14 de setembro, o procurador Mark P. Dillon, chefe da Unidade de Informação e Provas do TPI, afirmou que, com base nas informações apresentadas na denúncia, “a conduta descrita não parece se enquadrar nas definições rigorosas do Estatuto de Roma” – instrumento jurídico que norteia a atuação da Corte.

Segue a nota: “Uma característica fundamental do Estatuto de Roma é que o Tribunal (Penal Internacional) só pode exercer jurisdição sobre pessoas para os crimes mais graves que preocupam a comunidade internacional como um todo, nomeadamente genocídio, crimes contra a humanidade e crimes de guerra. Esses crimes são cuidadosamente definidos no Estatuto de Roma (artigos 6 a 8) e mais detalhados nos Elementos dos Crimes, adotados pela assembleia dos estados-partes”.

O procurador salientou também que “não existe, neste momento, base para proceder a uma análise mais aprofundada” dos fatos que envolvem a denúncia, que foi arquivada.

O TPI é uma corte internacional localizada em Haia, na Holanda, que tem por atribuição julgar denúncias de crimes de guerra e crimes contra a humanidade.

Gazeta do Povo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Antenado disse:

    Ainda cabe recurso ao Papa.

  2. Alguém disse:

    Este gênio que abriu o processo será que ele sabe o que é um crime contra a humanidade?
    Por esta e outras que nossos advogados estão em decadência, não sabem nem interpretar um texto.
    Não são TODOS, mas uma grande parte, ou preciso desenhar para algum adêvogado que se sentir ofendido?

  3. Anti PT disse:

    Em 2022 a chibata do Véio Bolsonaro vai entrar rasgando na petralhada e esquerdopatas, vai ser com areia grossa pra estourar as hemorroidas kķkkk Mito 2022. O Véio Bolsonaro é duro e tem aquilo rôxo.

  4. CiÇO disse:

    Petralhada em 2022 vem mais derrota para voces,dessa vez, no 1º Turno !!!!! Não Adianta Chorar !!!!

  5. CURITIBA JA disse:

    A CHINA CRIA O VIRUS, AI CULPADO É O MITO?,

  6. Edison Cunha disse:

    O correto seria CONDENAR esses "Adivogados" de porta de delegacia que apresentaram essa denúncia FAKE.

  7. Anti PT disse:

    A esquerda não cansa de passar vergonha. Kkkkkkkkk

    • Talita disse:

      Tadinho de vc. Vamos para frente

    • Paulo disse:

      Essa Talita deve ser da turma do Maduro e de Lula.
      O comunismo é uma seita.
      Miséria, desgraça e opressão.
      Ainda tem gente que defende.
      A Argentina está amargando a escolha errada que fizeram por essa turma.

Lava Jato denuncia Lula por lavagem de R$ 4 milhões em instituto; Palocci e Paulo Okamotto também denunciados

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil (13.jun.2016)

A força-tarefa da Lava Jato no Paraná apresentou nova denúncia contra Lula. O ex-presidente foi acusado de lavagem de dinheiro por doações de R$ 4 milhões da Odebrecht para o Instituto Lula, entre dezembro de 2013 e março de 2014.

Segundo a denúncia, foram feitas quatro transferências de R$ 1 milhão no período. Segundo as investigações, a origem do dinheiro eram contratos obtidos na Petrobras por meio de fraude em licitações.

O dinheiro foi descontado do caixa-geral de propinas que a empreiteira mantinha em favor do PT, retirado da rubrica “Planilha Italiano” (referência a Antonio Palocci) e da subconta “amigo” (Lula).

A denúncia apresenta como uma das provas a anotação “Doação Instituto 2014”, no valor de R$ 4 milhões. A Planilha Italiano guardava no total R$ 35 milhões para atender demandas do PT.

Os pedidos de liberação do dinheiro eram feitos por Palocci e os repasses eram autorizados diretamente por Marcelo Odebrecht, segundo as investigações.

Também foram acusados por lavagem, na mesma denúncia, Palocci e Paulo Okamotto, então presidente do Instituto Lula. O MPF pede que todos sejam condenados a reparar os cofres públicos com os R$ 4 milhões doados.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Maria disse:

    Três ladrões dos cofres públicos condenados, mas fora da cadeia. Só no Brasil mesmo.
    #BrasilJustiçaFajuta
    #PTNuncaMais
    #EsquerdaBandida

  2. Tarcísio Eimar disse:

    #LulaVoltaPraCadeia, não faço questão só da devolução do dindin, mas também do #LulaVoltaPraCadeia

  3. Chicó disse:

    Roubo pouco para Lula é bobagem !!! Saquearam o nosso país !!!

  4. Pedro disse:

    Desse forma Entregador De Pizza roedor, tu devia pedir para ir na mala dele para Curitiba, vc deve ficar tranquilo, o homem só gosta do que é bom, roupas de grife, apartamentos triplex, sítio com lago artificial e pedalinhos, as cuecas devem ser francesas, charutos cubanos, cachaça de Montes claros, vinho francês……kkkkkk o bicho é inteligente, consegui e continua enrolando muitos imbecis, só tem um problema, o bafo. Sim, esqueceu ligeiro das origens.

  5. Gustavo mafra disse:

    Não fale isso do bichinho não. A culpa é do bolsonaro.

  6. Augusto disse:

    #LULADRAOvoltapracadeia.
    Esse safado tem que voltar de onde nunca deveria ter saído.

  7. GUEDES disse:

    Creio que se juntar todos os ladrões que o Pais ja teve esse tal de lula ultrapasa todos, não existe não tem um so lugar que ele passou que não tenha roubado e eu que já votei nesta misera, ha tempo perdido sair de casa ,ficar en uma fila e chegar até a discutir para votar em um bandido deste

  8. Entregador De Pizza disse:

    Maior Presidente que esse país já teve. Presidente Lula tem meu respeito.

    • Priziaka disse:

      Maior ladrão e encantador de asnos que esse país já teve! Isso sim!

    • Josias disse:

      Isso!
      O maior presidente.
      Só meu camarada, que da maior quadrilha que assalta cofres públicos do mundo.
      Era pra está preso, esse safado.
      Há ladrões.

    • Fernando disse:

      Imagina a índole dos seus adoradores, não confio nem travestidos motoboy.

    • Chico disse:

      Nem na altura

  9. Edison Cunha disse:

    Há ladrão!!!

    #LulaVoltaPraCadeia

MP denuncia mãe e filho por venda de anabolizantes na Grande Natal

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) ajuizou denúncia contra proprietários de loja de suplementos localizada em Natal e com filiais em Parnamirim. Os empresários – mãe e filho – são acusados de comercializar anabolizantes, suplemento à base de psicotrópico proibido no Brasil e outras que não tinham registro junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

As investigações da Polícia Civil começaram após denúncia anônima realizada através do Disque-Denúncia dando conta de que o denunciado estava vendendo essas substâncias no seu estabelecimento comercial. Além disso, o comportamento do empresário despertou suspeitas sobre rápido enriquecimento ilícito por ser incompatível com a atividade comercial empreendida. Então, foi instaurado inquérito policial específico para apurar esse fato.

As suspeitas aumentaram quando foi verificada uma repentina expansão da rede de lojas do denunciado, a partir de 2016. Diversas filiais foram abertas em Natal e em Parnamirim. Ao mesmo tempo, o empresário publicava nas suas redes sociais um estilo de vida de um empreendedor de alto padrão: viagens para o exterior, carros importados, patrocínio de festas em boates famosas da Capital potiguar; inauguração de lojas com a presença de celebridades nacionais.

Em pesquisas realizadas junto ao banco de dados da Junta Comercial do Estado (Jucern), constatou-se não apenas uma sobreposição de empresas no mesmo endereço como também um capital quase irrisório para algumas. Some-se a isso os detalhes de que as empresas eram do mesmo ramo de atividade econômica e de que todas tinham sido abertas dentro de um curto período de tempo.

As incompatibilidades verificadas, além dos elementos colhidos em pesquisas em fontes abertas (Facebook e Instagram), motivaram a autoridade policial a dar início a uma investigação específica.

Matéria completa AQUI no Justiça Potiguar.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Potiguar_1971 disse:

    Que tipo de jornalismo é esse que vem sendo feito ultimamente no país? Se tem um crime, se tem dois criminosos, mas os mesmos não tem nome, rosto…

  2. Ciro Espítama disse:

    E esse povo não tem nome?

  3. natalsofrida disse:

    Engraçado, porque não fazem isso com o filho do ladrão maior do pt? E com todos os politicos? Justiça de merda essa nossa. Não sou eu que o digo, a matéria de vários jornais hoje falam da reforma da csa do Tofolli. É pra gente rir. Intervenção já! Em que país isso passaria sem uma reação da sociedade?

    • Barba disse:

      Homi… esqueça o pt,. tire lula da boca! Que viajem! É o fresk?

    • Fora bolsotralhas disse:

      Mais rapaz o filho do MARGINAL BOLSOTRALHA AINDA ESTA SOLTO…O FLAVIO LADRAO AINDA ESTA COMENDO CHOCOLATE…QUE PAIS E ESSE ..TRES MULHERES USURPADORAS..E UM FILHO RIQUINHO DE APARTAMENTOS….TUDO COM DINHEIRO DA NACAO…CHUPA BANDO DE BABAO DO DEMÔNIO DS PESTE..BOLSOTRALHAS…BOLSOTRALHAS

Servidores se dizem perseguidos por chefe de gabinete da secretaria de administração do Estado

O Blog foi procurado nessa quinta-feira(03) por dois servidores da administração e nesta sexta-feira(04) pelo Whatsapp, por mais três . Segundo os denunciantes, a senhora Laíse Silvane Tomaz do Nascimento provoca assédio moral há tempos. As queixas vão de perseguição a palavras de baixo calão.

Segundo os servidores, é uma situação constrangedora, que, inclusive, já foi publicitado na imprensa outrora. Mesmo assim, a Secretaria de Administração do Estado – SEAD não tomou posição, “a citada continua trabalhando dessa forma e ninguém faz nada”.

“A tão falada Laíse Silvane Tomaz do Nascimento, está aterrorizando, amedrontando e fazendo perseguição contra todos os servidores ali dentro, seja cargos comissionados, terceirizados (motoristas, recepcionistas, seguranças, copeira, ASG), estagiários, bolsistas, cargos efetivos”, diz um dos denunciantes.

Um outro denunciante faz a seguinte narração:

“Ela adora falar mal dos servidores, ama chamá-los de burros e incapazes, adora rir da cara de todos; coloca os estagiários de Direito para arrumar os armários dela; os motoristas ficam a mercê, a sua disposição de segunda a sexta, trabalhando das 07:00 as 21:00, esperando a boa vontade para liberá-los, mas antes disso, precisam deixa-la em casa, sem falar que eles que compram o seu café da manhã, almoço e bolo de chocolate para ela lanchar junto com a cúpula (no carro do estado viu?); coloca a copeira pra amassar banana pra ela e ficar averiguando se o copo de água dela está cheio ou vazio; estão colocando os servidores pra trabalharem sem o distanciamento social exigido para o combate ao COVID-19; exigências da mesma para que TODOS os servidores trabalhem durante o final de semana; ela liga e manda whatsapp para os servidores na madrugada; reconhecimento de trabalho zero; tudo que fazem tem que passar pelo aval dela, inclusive as coisas erradas ela obriga os servidores a fazerem; vários e vários servidores da saúde e educação, encontra-se sem receber o salário por falta de assinatura do termo de posse, por pura malvadeza, pois com um clique ela assina vários processos de uma vez e é ela quem assina tudo pela secretária Virginia (essa ninguém sabe nem quem é, pois mal pisa na SEAD); milhões de processos parados pq ela simplesmente quer que fiquem parados; é mais fácil ressuscitar a Princesa Diana e falar c ela, do que Laíse atender algum servidor; faz os coitados dos cargos comissionados de mero empregados dela, inclusive para resolver problemas pessoais seus.”

Por fim, os denunciantes questionam por onde anda a secretária responsável, e ainda cobram um posicionamento do secretário Adjunto George Câmara, ou da governadora Fátima Bezerra.

“As pessoas precisam voltar a trabalhar em paz, sossegados, leves e felizes, como acontecia nas gestões anteriores. Está tudo muito diferente! A SEAD já não é mais a mesma desde que Laíse entrou nessa gestão”, encerra desabafo de um dos denunciantes.

Contactado pelo Blog do BG, a assessoria do Governo do Estado diz que vai enviar uma nota sobre o questionamento deste canal.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Servidor do DER disse:

    05/09/2020 às 07:28
    Isso é normal nesse desgovernou BG investigue o DER que a mesma coisa acontece lá, lá o diretor geral humilha e persegue as pessoas, manda tomar naquela lugar, ameaça de ir pro cabo da enxada, ameaça de demitir inclusive tem servidor com depressão.

    Ele fez um projeto de lei para acabar com vale alimentação dos servidores do DER

  2. Tarcísio Eimar disse:

    Se fosse eu não levava desaforo pra casa

  3. Anonimato disse:

    Já trabalhei com essa moça na Sempla, é bem assim mesmo! Não mudou em nada, só piora. E ainda mais é centralizadora.

  4. Paulo disse:

    Dilma agia do mesmo jeito mas todo mundo tinha medo de denunciar.
    Inclusive tratou mal governadores numa reunião em 2011..
    Cid Gomes apelou…

  5. Sou imbroxável disse:

    É o PT sendo PT.
    A Governadora Fátima Bezerra PT vai dizer que é Gopi.

  6. Descaso disse:

    Tá faltando um MP investigar essas denúncias, como pode isso acontecer em um governo que seu partido é do TRABALHADOR ? . ALGUMA COISA TEM QUE SER FEITA !

  7. Zanoni disse:

    É assim que o PT governa, Fátima Bezerra? É assim que o Partido dos TRABALHADORES tratam os servidores?

  8. Atento disse:

    Tem muita gente doida nesses cargos comissionados. Deve ser por falta de aprovação em concurso público.

  9. Cidadão Indignado disse:

    Rapaz, que descalabro é esse! Que absurdo. Se comprovadas as denúncias, DEMISSÃO SUMÁRIA! Apesar de saber que o atendimento feito nos Órgão Públicos por grande parte dos servidores do Estado do RN é péssimo.

  10. Ana Paula Medeiros disse:

    Isto não tem sido uma prática apenas da Sec. de Administração.
    Esse governo não valoriza os servidores efetivos do estado, se vocês olharem, estão trazendo servidores da petrobrás e UFRN para assumirem cargos – daí o estado que paga os salários deles se forem ativos ainda, pq a união cede com o pagamento do salário pelo órgão solicitante.
    Um estado com dificuldades financeiras paga salários altos para esses cargos comissionados e alegam não ter recursos para pagarem as folhas atrasadas.
    Os servidores efetivos estão sendo escanteados e trazendo pessoas da UFRN para trabalharem e como é o pagamento desses alunos que não são estagiários.
    Os Órgãos de controle deveriam verificar isto.
    Estamos trabalhando sem EPI´S e tudo que foi colocado pelo governo no plano de retomada não tá sendo atendido, não temos proteção alguma.
    Visitem as repartições públicas e comprovarão.

    • Revolta disse:

      Os servidores estão trabalhando sem EPI’s, Sem distanciamento social, o estado não fornece álcool e muito menos máscara. Cada um Que leve o seu de casa. Tudo que está naquele plano de retomada é uma mera ilusão.

  11. Antonio Turci disse:

    "……esperando a boa vontade da "donzela"……." KKKKKKKKKKKKKK

MP denuncia ex-governador, ex-secretário Administrativo e outras 9 pessoas por desvios de R$ 3,7 milhões na ALRN

Foto: Ilustrativa

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) denunciou o ex-governador Robinson Mesquita de Faria e outras 10 pessoas por peculato. O crime foi cometido entre os anos de 2008 e 2010, época em que o ex-governador era presidente da Assembleia Legislativa potiguar.

Ao todo, em valores corrigidos, as fraudes chegam a R$ 3.735.497,05. Dois dos réus também foram denunciados por lavagem de dinheiro.

A denúncia é resultado da operação Croupier, deflagrada pelo MPRN em 25 de junho do ano passado. A ação foi um desdobramento da operação Dama de Espadas, que também apurou fraudes na ALRN. De acordo com as investigações do MPRN, o ex-secretário Administrativo da Assembleia Rodrigo Marinho Nogueira Fernandes usou parte do dinheiro desviado para pagar os salários de empregados e insumos do haras turístico Capiba, de propriedade dele, na Grande Natal.

Matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

Caso Miguel: Ministério Público de Pernambuco denuncia Sari Corte Real à Justiça por abandono de incapaz com resultado de morte

Foto: Reprodução/TV Globo

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) denunciou, nesta terça-feira (14), a primeira-dama de Tamandaré, Sari Corte Real, por abandono de incapaz com resultado de morte, combinado com artigos do Código Penal Brasileiro que agravam as penas por o crime “ter sido contra criança em meio à conjuntura de calamidade pública”, na pandemia da Covid-19. Com isso, o inquérito sobre a morte de Miguel Otávio segue para a Justiça.

Sari Corte Real estava responsável pelo menino de 5 anos quando ele, que é filho da sua ex-empregada doméstica, caiu do 9º andar de um prédio de luxo no Recife (veja vídeo acima). A mãe da criança, Mirtes Souza, havia saído do apartamento para passear com a cadela da família dos patrões.

O MPPE recebeu o inquérito policial no dia 3 de julho e tinha o prazo de 15 dias para analisar os autos da investigação e tomar uma decisão. Por meio do promotor de Justiça Criminal Eduardo Tavares, a denúncia foi apresentada à 1ª Vara de Crimes contra a Criança e Adolescente da Capital.

Procurada pelo G1, a defesa de Sari Corte Real informou, por telefone, que vai se pronunciar somente após ter acesso à denúncia do MPPE.

Por meio de nota, o advogado de Mirtes Renata Souza afirmou que a mãe de Miguel recebe “auspiciosamente a notícia do oferecimento da denúncia pelo delito de abandono qualificado contra Sari Corte Real”. A defesa de Mirtes disse, ainda, que o empenho para dar celeridade aos processos de natureza criminal do TJPE durante a situação de emergência sanitária da Covid-19 “se refletirá, também, nos autos do processo criminal” em questão”.

Na segunda (13), parentes e amigos da família de Miguel fizeram uma passeata pelas ruas do Centro do Recife para pedir que o Ministério Público de Pernambuco desse atenção ao caso. O grupo saiu da Praça da República em direção ao MPPE, na Avenida Visconde de Suassuna, em Santo Amaro, no Centro da capital.

Caso Miguel

Miguel caiu do 9º andar do edifício Píer Maurício de Nassau, no bairro de Santo Antônio, no Centro do Recife, no dia 2 de junho. A mãe dele, Mirtes Souza, o deixou com a ex-patroa para passear com Mel, a cadela da família que a empregava (veja vídeo acima).

No dia da morte de Miguel, Sari foi presa em flagrante por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Em 1º de julho, ela foi indiciada pela polícia por abandono de incapaz que resultou em morte. Esse tipo de delito é considerado “preterdoloso”, quando alguém comete um crime diferente do que planejava cometer.

Investigação policial

Segundo a polícia, a criança saiu do apartamento de Sari para procurar a mãe e foi até os elevadores do condomínio. Imagens das câmeras de segurança mostram que, por pelo menos quatro vezes, a primeira-dama de Tamandaré conseguiu convencer Miguel a sair do elevador social e de serviço (veja vídeo acima).

Por meio de perícias, o Instituto de Criminalística de Pernambuco (IC) constatou que Sari Corte Real acionou a tecla do elevador que dá acesso à cobertura às 13h10, saindo do elevador em seguida. O laudo contradiz a versão dada pelo advogado de defesa de Sari.

No 9º andar, Miguel seguiu em direção a um corredor e parou defronte à janela da área técnica, escalou um vão e alcançou uma unidade condensadora de ar. Miguel tinha 1,10 metro e a janela, 1,20 metro. Marcas das sandálias que a criança usava atestaram que ele ficou em pé na condensadora.

Para descer de lá, Miguel pisou em um segundo equipamento do mesmo tipo e se dirigiu a um gradil que tem função estética. A criança escalou as grades e, ao chegar ao quarto “degrau”, se desequilibrou e caiu.

A perícia descartou a hipótese de que alguém estivesse com a criança no 9º andar. Para isso, foi calculado o tempo em que o garoto saiu do elevador e caiu no térreo: 58 segundos. Também não havia vestígios de outra pessoa no corredor em que a criança entrou.

Com G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. E se fosse o contrário? disse:

    Já sabemos o desfecho desta história….

Após se mudar, mãe de crianças autistas denuncia condomínio de Natal por discriminação, destaca reportagem

Mãe de crianças autistas denuncia condomínio de Natal por discriminação – Foto de Arquivo — Foto: Klênyo Galvão/Inter TV Cabugi

O portal G1-RN destaca nesta terça-feira(14) que uma mãe de duas crianças autistas denunciou o condomínio onde morava, em Natal, por discriminação e violação de direitos de pessoas com deficiência, após receber a sugestão de se mudar para uma casa e ser informada de que seria multada por causa dos barulhos provocados pelos filhos ao longo do dia. De acordo com a dona de casa, o condomínio sabia que as crianças tinham autismo desde quando ela passou a morar lá, há cerca de um ano e quatro meses.

O condomínio fica no bairro Pitimbu, na Zona Sul de Natal. Ao G1, a mulher afirmou que foi morar no local porque fica perto da escola onde seus filhos – um menino de 10 anos e uma menina de 5 – estudam. A instituição foi a única a aceitar a matrícula do garoto após outras 20 negarem, segundo ela.

Orientada por outras mães de crianças autistas e profissionais que acompanham as famílias, a mulher registrou um Boletim de Ocorrência na Delegacia da Criança e do Adolescente e também relatou o caso ao Conselho Tutelar, denunciando o condomínio por violação de direitos das crianças.

Leia matéria completa AQUI.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Francisco disse:

    Será que nesse condomínio, só quem fazia barulho, eram essas crianças?

  2. Sérgio Nogueira disse:

    Sem tomar partido, mas é preciso entender que a compreensão e a empatia com determinadas situações não pode ser usada como motivo para diminuição do sossego alheio.
    A mãe, realmente, precisa encontrar uma forma de ao mesmo tempo garantir o bem estar dos filhos sem que isso importe em lançar seus vizinhos em situação de desconforto.
    Sem dizer que isso não é discriminação. Ninguém, pelo que se viu, dirigiu nenhum ato depreciativo aos filhos, houve reclamação de barulho.
    Mas vivemos um mundo onde a roda maior é que tem que se encaixar na menor.

  3. Gonoud disse:

    Gritaria a toda hora, em todo momento. Quem aguenta uma coisa dessa????????? Era um caos, absurdo, sem limites.

    • Fernando disse:

      Fiquem no lugar dessa mãe, e vejam que ela é quem mais sofre, e está numa situação de total impotência pra controlar. Mais, foi uma coisa que a natureza que reservou pra ela, e ela está convivendo com responsabilidade e amor. E pra muitas pessoas, mesmo a distância, é um incomodo. Nessa situação, compreensão é questão de humanidade e respeito ao sofrimento do próximo.

  4. Ivana Sem Amor disse:

    Certo Não é, errado não está.

    Teste de hipocrisia: Quem queria um vizinho assim??????

Serra se diz surpreso com denúncia e aliados chamam acusação de requentada de inquérito arquivado pelo STF

Foto: Rovena Rosa / Agência Brasil

Para lideranças do PSDB ouvidas pela CNN, a denúncia contra o senador José Serra traz informações requentadas de inquérito arquivado pelo STF (Supremo Tribunal Federal).

“Parece que estou vendo um filme de novo. Essa história já ocorreu. Será que é o mesmo filme?”, afirmou um tucano paulista.

Nesta manhã, Serra recebeu a denúncia com surpresa, de acordo com auxiliares. Advogados dele, do Rahal, Carnelós e Vargas do Amaral Advogados, fazem a análise do inquérito que teria sido localizado na casa do delegado, responsavel pela ação, por causa da pandemia.

Além do inquérito que apura novos desdobramentos do caso, o Ministério Público Federal também apresentou denúncia contra o senador e a filha Verônica por suposta lavagem de dinheiro transnacional. A denúncia configura um passo além na investigação e, se aceita, Serra se tornaria réu.

Em 2018, a ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, arquivou um inquérito com informações similares às de agora – ou seja, nem mesmo chegou na etapa de denúncia. A investigação tratava do suposto pagamento de propina da Odebrecht para Serra, como agora – os recursos seriam transferidos para uma conta na Suíça .O pedido de arquivamento por prescrição de pena foi feito pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

Tucanos ouvidos pela coluna interpretaram a denúncia como um recado da Lava Jato, que vive em crise com a Procuradoria-Geral da República e há tempos não realizava ações contra políticos de relevância nacional.

CNN Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Petistamaravilhoso disse:

    O STF dá um jeitinho especial nisso!!!

  2. Manoel disse:

    Chegou no PSDB, agora a lava-jato não presta mais, Moro tucano nunca condenou um político do PSDB

    • Júnior disse:

      MORO, MP e PF criaram e desenvolveram com êxito magnífico a lava jato e, ao longo do tempo, suas operações tem cuidado de defender exclusivamente os patrimônio financeiros do povo brasileiro, ao mesmo tempo que escracha os verdadeiros algozes dos miseráveis e corruptos dessa nação. Portanto, é um organismo vivo e irretocável que a população brasileira exige vitaliciedade e preservação, inclusive quem tentar acabar com essa operação e seus componentes, pagará um preço político altíssimo. Tá dado o recado!

Operação da PF mira José Serra, que é denunciado por lavagem de dinheiro

Foto: Reprodução

Operação Lava Jato em São Paulo denunciou, nesta sexta-feira (3), o senador José Serra e a filha dele, Verônica Allende Serra, por corrupção. A Polícia Federal cumpre oito mandados de busca e apreensão em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Segundo informações do Ministério Público Federal (MPF), a Operação Revoada apura o funcionamento de um esquema de lavagem de dinheiro no exterior, em favor de agentes políticos e outros operadores.

A denúncia indica que, entre 2006 e 2007, José Serra se aproveitou de seu cargo e influência política para receber, da Odebrecht, pagamentos indevidos em troca de benefícios relacionados às obras do Rodoanel Sul. Milhões de reais foram pagos pela empreiteira por meio de uma sofisticada rede de offshores no exterior.A denúncia indica que, entre 2006 e 2007, José Serra se aproveitou de seu cargo e influência política para receber, da Odebrecht, pagamentos indevidos em troca de benefícios relacionados às obras do Rodoanel Sul. Milhões de reais foram pagos pela empreiteira por meio de uma sofisticada rede de offshores no exterior.

As investigações mostram que o empresário José Amaro Pinto Ramos e Verônica Serra constituíram empresas no exterior, ocultando seus nomes. Por meio delas, os dois receberam os pagamentos que a Odebrecht destinou ao então governador de São Paulo.

Eles realizaram diversas transferêcias para dissimular a origem do dinheiro e o manteve em uma conta de offshore controlada, de maneira oculta, por Verônica até o fim de 2014, quando foram transferidos para outra conta de titularidade também oculta, na Suíça.

Até agora, a força-tarefa já detectou que podem ter sido lavados dezenas de milhões de reais ao longo dos últimos anos. Com as provas colhidas até o momento, o MPF obteve autorização na Justiça Federal para o bloqueio de cerca de R$ 40 milhoes em uma conta na Suíça. As investigações seguem em sigilo.

Segundo o colunista Igor Gadelha, Serra não está em sua residência no bairro de Pinheiros, na zona oeste de São Paulo. Desde o início da pandemia do novo coronavírus, o senador está com a filha em uma casa no sul da Bahia.

Um dos mandados é cumprido nesta sexta em um endereço na Vila Nova Conceição, bairro nobre da capital paulista. No RJ, os policiais estão no bairro do Leblon, zona sul da capital fluminense. Até o momento, não há informações sobre mandados de prisão sendo cumpridos.

CNN Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pura Verdade disse:

    Isso é só pra inglês vê!!!

    Colarinho branco no Brasil recebe honras… Se fosse bandido pé de chinelo…era enviar direto pro presídio de segurança máxima.

  2. Ivan disse:

    Serra é vítima de perseguição orquestrada pela zelite…Ele é inocente…#eleiçãosemserraégópi…kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  3. militonto disse:

    #serralivre kkkk

  4. ABESTALHADO disse:

    Quer dizer que não é só no PT que existem corruptos? Esse PSDB é o novo partido do Prefeito Álvaro Dias que saiu do MDB de Henrique.

  5. Gustavo Ferreira disse:

    SANTA COINCIDÊNCIA BATMAN!

    Foi só o Moro sair da Lavajato e do Ministério da Juatiça, perdendo o seu PODER, que um Tucano de alto calado caiu nas malhas da PF pela primeira vez.
    Será que Moro, o padroeiro da honestidade, protegia os Tucanos?

    • Genaro disse:

      Quem comanda as operações da lava jato é o MP com autorização do juiz, ministério da justiça só disponibiliza a polícia, e essa estava a disposição da lava-jato. MORO 2022

  6. Catia disse:

    A coisa mais rara do mundo era ver um tucano na lava jato, será que o Sérgio Moro tava protegendo a espécie?
    Moro 2022, na cadeia!

MPRJ denuncia deputado estadual Márcio Pacheco(PSC) por “esquema de rachadinha”

Foto: Reprodução/Globo News

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) denunciou nesta quarta-feira (1) o deputado Márcio Pacheco, do PSC, por um esquema de rachadinha — a mesma investigação que envolve o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos).

A GloboNews apurou que Pacheco foi denunciado pelo crime de peculato. Até a última atualização desta reportagem, o G1 ainda não tinha conseguido contato com a defesa dele.

A investigação aponta que o parlamentar teria se apropriado de dinheiro público ao obrigar servidores da Alerj a lhe transferir parte de seus vencimentos.

Lista do Coaf

Pacheco apareceu na lista original do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), cujos relatórios de inteligência deram início às investigações em 2018.

Segundo o Coaf, no gabinete de Pacheco, nove servidores movimentaram R$ 25 milhões de forma suspeita.

A lista apontou transações de funcionários de 22 deputados. Outros citados foram o presidente da Alerj, André Ceciliano (PT), Paulo Ramos (PDT) e Flávio Bolsonaro (Republicanos).

Recursos de Flávio

Na última sexta-feira (27), a Justiça do RJ concedeu habeas corpus à defesa de Flávio e tirou da 1ª instância o inquérito das rachadinhas, mas manteve decisões do juiz Flávio Itabaiana, da 27ª Vara Criminal — sobretudo a prisão de Fabrício Queiroz.

O ex-assessor de Flávio Bolsonaro foi preso no dia 18, em Atibaia (SP), dentro desse inquérito.

Dois grupos de trabalho do MPRJ investigam as rachadinhas. Para quem tem foro, o esquema é apurado pelo Grupo de Atribuição Originária Criminal (Gaocrim). É o caso de Pacheco, pois foi reeleito para a Alerj e manteve a condição.

No entendimento do MPRJ, Flávio, quando deixou a Alerj para ser empossado senador, perdeu o foro para este caso. Assim, passou a ser investigado pelo Grupo de Atuação Especializada no Combate à Corrupção (Gaecc).

O habeas corpus da última sexta altera o quadro, e o inquérito deveria sair do Gaecc e ir para o Gaocrim.

No entanto, há recursos em andamento.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Tarcísio Eimar disse:

    Arrocha, não tem só esse não, pode ir atrás q tem a maioria do mesmo jeito. E cadeia maior pra quem se disponibilizou em dar o nome pra rachadinha

  2. Calixto Silva disse:

    O que me impressiona é o destaque que se dar ao caso de Flávio Bolsonaro, que diante da quantidade de dinheiro desviado nas rachadinhas não chega aos pés dos outros, este deputado aí que dá título a matéria desviou o triplo de Flávio Bolsonaro, p presidente da Alerj André siciliano superou os outros da lista em desvios 49 milhões para ser preciso. Mais a imprensa destaca os 1 milhão de Flávio Bolsonaro. Isto é ou não perseguição da imprensa ao presidente Bolsonaro? Por que se não for me convençam do contrário. Aí tem um bando de marionetes da imprensa e da esquerda que dão o maior apoio a essa perseguição, esquecem de olhar para o próprio rabo qua mais sujo do que o dos outros .

  3. MORO E DALLAGNOL 2022 disse:

    Quem defende Lula e Bozo precisa de tratamento.

  4. MORO E DALLAGNOL 2022 disse:

    O partido cristão tem gente direita da direita, mas também tem gente errada como as da esquerda.

  5. DEL GADO disse:

    o próximo vai ser carluxa.

    • Paulo disse:

      BG.
      E o presidente da assembleia Legislativa do Rio de Janeiro André Ceciliano que é um ptRALHA e o 1º da lista das rachadinhas vai ser preso quando?

MPF denuncia Sara Winter por ameaça e injúria contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes

Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou, nesta terça-feira (16), a ativista Sara Fernanda Giromini por injúria e ameaça contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes. Como punição, a ação sugere pagamento de “no mínimo” R$ 10 mil por danos morais. O G1 tenta contato com defesa.

Sara Giromini é chefe do grupo 300 do Brasil, de apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O movimento se define como militância organizada de direita e foi responsável por um acampamento, com cerca de 30 pessoas, montado na Esplanada no início de maio e desmobilizado no último fim de semana.

A ativista está detida desde segunda-feira (15) por suspeita de captação de recursos para financiar atos antidemocráticos. A denúncia apresentada nesta quarta, no entanto, não envolve a investigação que motivou a prisão.

A denúncia, assinada pelo procurador Frederick Lustosa, se refere a ofensas da extremista contra o ministro, publicadas em vídeos nas redes sociais. Em uma das gravações, ela afirma que vai “infernizar” a vida do magistrado, além proferir ameaças de agressões.

“Se eu tivesse em São Paulo. Eu ia na frente do prédio dele, mandar ele descer pra trocar soco comigo”, disse.

A acusação considera publicações feitas desde o dia 29 de maio. Naquela semana, Giromini foi alvo de ação da Polícia Federal em investigação conhecida como “inquérito das fake news”, que apura “notícias fraudulentas” e ameaças que “atingem a honorabilidade e a segurança” do STF, de seus membros e de familiares.

Segurança nacional

A denúncia ocorre após Moraes apresentar ao MPF uma representação contra a extremista. O ministro alegava que ela cometeu crimes contra a Lei de Segurança Nacional. No entanto, os promotores entenderam que houve apenas os crimes de injúria e ameaça.

De acordo com o MPF, o procurador entendeu que “Sara não impediu de fato o livre exercício da judicatura do ministro, nem da Suprema Corte de maneira geral”.

Lustosa afirmou ainda, em nota enviada junto à denúncia, que atuou de forma “isenta e desvinculada de qualquer viés ideológico ou político-partidário, muito menos suscetível a qualquer tipo de pressão interna ou externa”.

Ligação com movimentos feministas

Hoje apoiadora do presidente Jair Bolsonaro e contrária ao movimento feminista, em 2014 Sara entrou com pedido de cassação do mandato de Bolsonaro, quando o atual mandatário do país atuava como deputado. Na época, ele havia declarado que “não estupraria a ex-ministra Maria do Rosário porque ela não merece”.

Sara ficou conhecida anos antes, em 2012, quando participava do Femen, grupo feminista de origem ucraniana que organizou protestos na Eurocopa.

Seguindo os passos do Femen, em 2013, Sara também organizou manifestações pela não realização da Copa do Mundo de 2014 no Brasil. Ela chegou a ser detida em uma das manifestações por ato obsceno e por chamar policiais de “assassinos”.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Rapaz, o PT é muito burro. Perder uma terrorista desse quilate!

3ª Seção do STJ confirma recebimento de denúncia contra ex-prefeito de Pau dos Ferros que atrasou prestação de contas

Foto: Reprodução

A Terceira Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ), por unanimidade, rejeitou embargos de divergência apresentados contra acórdão da Sexta Turma pelo ex-prefeito de Pau dos Ferros (RN) Leonardo Nunes Rêgo e manteve a decisão que determinou o recebimento da denúncia por crime de responsabilidade em razão de atrasos reiterados na prestação de contas do município. LEIA matéria completa no Justiça Potiguar aqui.

Tribunal Penal Internacional vai analisar denúncia do PDT contra Bolsonaro por crime contra a humanidade no enfrentamento da pandemia de Covid-19

Foto: Reprodução

O Tribunal Penal Internacional deu o primeiro passo para iniciar um processo contra Jair Bolsonaro por crime contra a humanidade. A Corte sediada em Haia, na Holanda, informou que vai analisar representação do PDT que acusa o presidente pela postura no enfrentamento da pandemia de Covid-19.

O recebimento da representação ainda não significa que será iniciada uma investigação, apenas que os fatos apresentados pelo PDT serão analisados. Advogado do partido, Walber Agra considera o ato importante, uma vez que o mais comum é que a Procuradoria do TPI rejeite a representação contra presidentes em exercício.

De acordo com a denúncia, Bolsonaro tem contrariado recomendações para reduzir a velocidade de contágio. Com isso, contribuiu para o colapso do sistema de saúde e colocou em risco a vida da população, segundo o PDT.

A denúncia enumera várias ocasiões em que Bolsonaro ignorou a Organização Mundial da Saúde e próprio Ministério da Saúde. Entre elas, o comparecimento a manifestações populares, incentivando a aglomeração de pessoas; visita a hospitais; discursos contra o isolamento social; e ampliação de serviços essenciais que não podem parar.

A denúncia não deixou de fora o pronunciamento oficial em que o presidente chamou a Covid-19 de “gripezinha”.

“Ressoa inconteste que as falas irresponsáveis proferidas pelo Presidente da República, sobre o novo Coronavírus, influenciam o comportamento dos cidadãos para o descumprimento das medidas necessárias ao combate do Covid-19”, diz a representação.

O documento apresenta ainda um gráfico relacionando o aumento do número de mortes por Covid com falas de Bolsonaro. Esse seria o indício de que o presidente cometeu crimes contra a humanidade por sua ação direta. Ou seja, agiu para que o contágio e as mortes aumentassem.

O PDT também acusa Bolsonaro de crime contra a humanidade por omissão, ao deixar de tomar medidas para enfrentar a pandemia. Citam como exemplo o anúncio do Ministério da Saúde de que o governo não adotaria a política de testes em massa para detectar infectados e nem a substituiria por outra medida, contrariando outra recomendação da OMS.

“Como se vê, são diversos e recorrentes os atos criminosos do Presidente da República Federativa do Brasil causaram intencionalmente grande sofrimento e afetam gravemente a saúde e a integridade física da população brasileira”, conclui a denúncia.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Fora bolsotralhas disse:

    Queima…QUEIMA…fora BOLSOTRALHA …MALDITO…

  2. George disse:

    Tem de entrar na justiça da lua ou marte também, não pode deixar do jeito que tá!

  3. Zezao disse:

    Não esquenta! Mais um tiro pela Culatra! Kkkk
    Esse PDT é uma piada kkk

  4. TATA disse:

    A BOZOLÂNDIA TA CHEGANDO AO FIM, POIS NÃO TEM NINGUÉM COERENTE QUE ACREDITE NO QUE O BOZO DIZ, NEM ELE MESMO. KKKKKKKK

  5. Jean disse:

    O que esses coitados não fazem pelo poder, faz pena.

  6. Romero Cezar da Câmara disse:

    O futuro do direito, o internacional público.

  7. Cesar Bomone disse:

    Isso é PIADA dessa esquerda. Conseguiram no STF que as decisões sobre a pandemia ficasse a cargo dos GOVERNADORES e PREFEITOS.
    Agora assumam a responsabilidade, livraram o Presidente desse problema, ele ficou apenas com a missão de enviar o DINHEIRO, e isto ele tem feito.
    Então GOVERNADORES assumam a responsabilidade.

  8. Edilson disse:

    Esses partidos mamulengos estão tudo doido, perderam a teta e a ração esta acabando. Acho melhor começar a reza pq vem muita novidade ainda para esses politicos oportunistas.

    • Anti-Político de Estimação disse:

      A teta só não acaba para o Centrão : entre governo e sai governo e eles lá , mamando.

  9. Paulo disse:

    A esquerda é hilária…….kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  10. Antenado disse:

    Cabe recurso para o STF?

  11. Direita-honesta disse:

    Uma coisa tem de se reconhecer: a esquerda ê muito articulada e ataca em todas as fontes.

    • Caroline disse:

      Até desse modo, eles gastam nosso dinheiro… processos custam dinheiro, tomam o tempo a justiça que deveria ser gasto com coisas mais relevantes

  12. Luciana Morais Gama disse:

    Deveria entrar com uma ação contra LULA, já que é o verdadeiro culpado pela falta de hospitais. Preferiu desviar dinheiro para Venezuela, Cuba…

    • Brasileiro disse:

      Não esqueça a maior "contribuição" para nossa saúde foi feita em 2014 e qual era a principal preocupação?

      “A gente vai receber Copa do Mundo e sem estádio não faz Copa do Mundo, amigo. Não faz Copa do Mundo com hospital. Tem que fazer estádio, senão não tem Copa do Mundo também”. Ronaldo, dezembro de 2011.

      Agora para usar os estádios como hospital tem que pagar para usar o espaço além de montar toda a estrutura.

    • paulo disse:

      E para construção dos estádios o que elles dizem?, esses bandidos estão loucos sem dinheiro das falcatruas, estão apelando pra tudo. Vão trabalhar canalhas de parasitas e pelegos. Olha só quem é o presidente deste partido sub-legenda dos ptralhas, aquela larapio do Rio carlos lupi. ou corja

VÍDEO: Veja íntegra de reportagem da CNN que mostra denúncias de ex-funcionários que acusam Joice Hasselmann de produzir fake news em ataques a Bolsonaro e aliados

ASSISTA AQUI

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) está sendo acusada de produzir fake news. A CNN teve acesso a gravações em que funcionários da parlamentar dizem que eram orientados a criar contas falsas em redes sociais. A deputada afirma que as denúncias são “requentadas”.

Em depoimentos obtidos com exclusividade pela CNN os funcionários explicam como eram dadas as orientações.” Serviços que eram prestados para Joice eram sempre montagem de vídeos, criação de narrativas, notícia falsa sem saber se, era de fato, verdadeira”, afirmou um funcionário.

O outro funcionário explicou ainda que havia cobrança, por parte da deputada, para que os trabalhos fossem realizados. “Teve uma época que ela pediu para a equipe toda fazer pelo menos cinco perfis em cada rede social.”

Em alguns dos depoimentos, os funcionários explicam como eram dadas as orientações.” Serviços que eram prestados para Joice eram sempre montagem de vídeos, criação de narrativas, notícia falsa sem saber se, era de fato, verdadeira”, afirmou um funcionário.

Com CNN Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Santos disse:

    Se merecem, farinha do mesmo saco.

  2. CADÊ QUEIROZ??? disse:

    Estamos começando a conhecer as verdades e as verdades nos libertará dos falsos messias.

  3. Bolso disse:

    E aí nenhum comentário né, fosse contra Bolsonaro, já tinha uns 20. E aí a Peppa cai ou não?

    • Toim disse:

      Sinceramente, a esquerda não tem argumento algum, a não ser acusar os outros do que eles são.

  4. Toim disse:

    "Acuse-os do que você faz, chame-os do que você é"

VIDEO: ‘Levamos o vírus de uma casa para outra’, diz socorrista do Samu em São Paulo

“Estamos levando o vírus de uma casa para outra”, desabafa a socorrista do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) Andrea Cristina Quinto. Os profissionais que estão na linha de frente na luta contra o coronavírus denunciam a baixa qualidade dos equipamentos de proteção individual, os chamados EPIs, enviados pela prefeitura de São Paulo.

Segundo o Sindsep (Sindicato dos Servidores Municipais de São Paulo), o material que tem sido enviado para as equipes é de baixa qualidade. Aventais que deveriam ser impermeáveis, não são. Faltam espaço e local adequado para a higienização dos funcionários.

“O material que recebemos é muito ruim e escasso, muitas vezes recebemos doações de máscaras da população”, conta Andrea. “Temos três tipos de avental que são distribuídos às equipes, o azul mais resistente (raramente enviado), o amarelo (mais frequente) e o branco que praticamente não protege ninguém”, explica a socorrista. Este último, segundo ela, é o material que tem sido enviado para as bases do Samu atualmente.

O condutor Luís Pardini diz que em bases da zona leste “faltam álcool e material para a limpeza dos carros.”

Funcionários também questionam os espaços dos alojamentos, considerados por eles inadequado por permitir aglomeração.

“Nós não temos o respaldo da secretaria, de ninguém, nossos macacões são antigos, faz tempo que não tem uma licitação para comprar um equipamento melhor”, diz Pardini. “Existe uma degradação do serviço”, completa Andrea.

O R7 entrou em contato com a Secretaria Municipal de Saúde, que informou, por meio de nota: “O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) conta com equipes de atendimento que seguem o protocolo pré-hospitalar a vítimas suspeitas de covid-19, elaborado por equipe técnica da coordenação do Samu, e não há relatos de eventos dessa natureza. Os EPI’s utilizados obedecem ao padrão da Anvisa e do Ministério da Saúde”.

A secretaria também informa que “em todos os atendimentos em que a vítima apresente sintomas gripais, a orientação do protocolo é que os mesmos coloquem máscara no paciente e acompanhante. O risco de infecção cruzada ocorre todas as vezes que as orientações sobre prevenção não são seguidas. Continuamos trabalhando para melhorar as condições de trabalho e orientando cuidados básicos aos servidores.”

R7

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Direita-honesta disse:

    Esse isolamento não está dando certo em lugar algum onde está sendo aplicado. Essa é a grande verdade.