Uma das vítimas do assalto a padaria corre risco de ficar paraplégica

Notícia ainda mais triste sobre o assalto à padaria Pão Petrópolis.

A cliente Elisângela Iva de Souza, 31 anos, que almoçava na padaria no momento do assalto, foi atendida pela equipe do Samu Natal, levada para o Hospital Walfredo Gurgel. Não sentia as pernas. Levou um tiro na coluna lombar. Outra bala está alojada no peito esquerdo, mas não corre risco de morte.

A funcionária Lenízia Pereira da Silva, 29 anos, que mora no Alecrim, baleada no braço, foi atendida por via particular.

O jovem Aldemir Pereira de Souza, 21 anos, que recebeu dois tiros, um no abdômen e outro no braço, foi levado pelo Samu. Mora no bairro de Felipe Camarão. Estava na padaria acompanhado do pai, que, desesperado, correu atrás dos bandidos, mas não alcançou.

Os bandidos já chegaram atirando.

A Polícia encontrou o Chevette de cor preta, placa MXW-6424. no bairro Passo da Pátria e faz diligência pela área.

Fonte: Abelinha.com