Para O Globo e Estadão, PGR, Augusto Aras, diz que Bolsonaro é “vítima de um factoide” e “não há nada que vincule o presidente”

Foto: Adriano Machado/Reuters

Aras diz que Bolsonaro é vítima de um factoide

Augusto Aras disse para O Globo que Jair Bolsonaro é vítima no caso do depoimento do porteiro, que citou seu nome no caso de Marielle Franco:

“Os elementos que estou em mãos comprovam duas coisas: que ele não estava no Rio naquele dia, estava na dependência da Câmara Federal, e na audição do texto do porteiro não há elemento, no dia do evento, que se refere ao presidente.

Em princípio, o presidente é vítima e, como tal, a investigação será encaminhada para a Procuradoria da República do Rio, para que, junto com a PF do Rio, proceda as investigações. Essas investigações só ficariam no Supremo Tribunal Federal e na PGR se, porventura, o presidente fosse indiciado, réu, ou tivesse em algum envolvimento. Em princípio, não há nada do presidente, a não ser a qualidade de ser vítima de um factoide.”

“Não há nada que vincule o presidente”

Augusto Aras repetiu para o Estadão o que já havia dito para O Globo:

“Nos elementos informativos que o procurador-geral de Justiça do Rio de Janeiro encaminhou ao Supremo que encaminhou à Procuradoria Geral da República, não há nada que vincule o presidente da República a qualquer evento. Não há nada. A minha assessoria ouviu todos os áudios e não há nenhuma participação do presidente ou de indício da voz do presidente.”

Com informações de O Globo, Estadão e O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pedro disse:

    Cálcio vc com um nome desses só pode ser noiado e imbecil..kkkkkk, e potiguar, vc só pode ter algo que parece com Gerônimo nessa sua cabecinha de chifre. Certamente os dois gostam do presidiário das moças que tem algo duro….kkkkkkk..

  2. CADEIA para BOLSOTRALHAS disse:

    Ohhhhhhhhhhhh, papai Noel, chegou, ohhhhhh papai Noel chegou……CADEIA para esse MELIANTE BOSTANARO E SUA QUADRILHA

  3. Ana leticia disse:

    Caseiro pego na mentira. Kkkk
    Não entendo alguns aqui, defendem ladrão e seu grupo de bandidos e criticam os milicianos, pra mim são todos bandidos não? Acho que sim, uns de direita e outros de esquerda, se é que ainda existe. Uns são especialista em corrupção e roubo os outros em eliminar estes, portanto tá tudo em casa.

  4. Carlúcio disse:

    Vergonha, a PGR e Sérgio Moro infelizmente viraram advogados de bolsonaro.

  5. Antenado disse:

    Faiou

  6. Potiguar disse:

    Esse senhor é o chefe do MPF ou advogado do bozo?

  7. Bolsominion disse:

    QUANDO O CASEIRO CITOU O ENTÃO MIN. PALOCCI A CONVERSA NÃO FOI A MESMA.
    "A MELHOR MANEIRA DE APRECIAR O CHICOTE É TER-LHE O CABO NA MÃO."
    VAI VENDO…..

VÍDEO: Em Natal, idoso atropela rapaz, chora e é consolado pela vítima; gesto viraliza nas redes sociais

Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

O portal G1-RN destaca que um idoso atropelou um jovem na Zona Leste de Natal e foi consolado pelo próprio rapaz logo em seguida. Na ocasião, o motorista ficou nervoso e chorou após o atropelamento, e a vítima o abraçou, para tentar acalmá-lo. Tudo foi filmado por uma câmera de segurança e o vídeo começou a circular nas redes sociais nesta semana.

O caso aconteceu em frente a uma oficina na Rua dos Caicós, no bairro Alecrim. Robinho Roque, que trabalha no local, estava na frente do estabelecimento, quando o veículo se aproximou.

Ainda segundo Robinho, depois do susto, que lhe rendeu algumas escoriações em uma das pernas, percebeu que o condutor do veículo estava muito nervoso.

Veja detalhes e vídeo aqui em texto na íntegra.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Só faltou pedir desculpa por ter sido atropelado… Parece que é português.

  2. AF disse:

    Pelo menos foi HOMEM e permaneceu no local, né?
    Por mais gente assim!

Cabo da PM de Mossoró salva a vida de criança vítima de afogamento no Ceará

Foto: reproduzido via O Câmera

O blog O Câmera, de Mossoró, destaca nesta segunda-feira(30) que uma ação rápida e eficaz do cano Silva Júnior, do Grupo Tático Operacional da Policia Militar do Rio Grande do Norte, salvou a vida de uma criança no Estado do Ceará.

Segundo conta, o militar que é lotado no 2º Batalhão de Policia em Mossoró, estava no seu momento de folga na cidade de Aracati e quando percebeu a aflição da família com uma criança desfalecendo, vítima de afogamento num clube da cidade, resolveu intervir. O Câmera ainda destaca que as habilidades do militar foram de fundamental importância para a reanimação e os primeiros socorros da criancinha, que foi conduzida para uma unidade de saúde da cidade.

“Esse tipo de ocorrência não é muito comum, mas acredito que a satisfação é enorme e deve ser uma ação muito melhor e mais gratificante do que prender alguém”.

Leia matéria na íntegra aqui.

Corpo de estudante vítima de afogamento na Praia de Areia Preta é encontrado na Praia da Redinha

 Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Os bombeiros confirmaram o encontro do corpo de um estudante de 16 anos, que estava desaparecido desde a tarde do domingo (11). O adolescente, encontrado na Praia da Redinha, sumiu ao se afogar durante um banho na Praia de Areia Preta, na Zona Leste da capital. As buscas estavam sendo realizadas com apoio de salva-vidas da corporação e da Capitania dos Portos da Marinha.

Informações de parentes dão conta que o estudante estava nadando com dois amigos nas proximidades de um quebra-mar quando a correnteza puxou os três para o fundo. Infelizmente, o estudante foi o único que não conseguiu sair da água. As autoridades, inclusive, destacam que no local existe uma placa que alerta para o perigo de afogamentos.

DENÚNCIA GRAVE – Procurador diz ter sido vítima de hacker na noite dessa terça: “Queriam que eu falasse mal da Lava Jato”

Foto: (Kacper Pempel/Reuters)

O procurador regional da República José Robalinho Cavalcanti disse a O Antagonista que um hacker tentou fazer com que ele caísse em uma armadilha na noite de ontem.

“Eu não percebi na hora, mas depois vi que era uma armadilha, uma armadilha para que eu falasse mal da Lava Jato.”

Por volta das 23h, Robalinho recebeu uma mensagem no Telegram como se fosse do procurador militar Marcelo Weitzel, atualmente um dos conselheiros do CNMP.

“Ele disse que tinha conseguido um áudio vazado e queria minha opinião. Eu ouvi o áudio e, ainda sem perceber que era uma armadilha, disse que não tinha visto nada demais no áudio. Depois, ele se revelou como hacker. Era uma armadilha, queriam que eu falasse mal da Lava Jato como ex-presidente da ANPR [Associação Nacional dos Procuradores da República] e candidato a procurador-geral da República.”

Quando Robalinho ligou para Weitzel para contar o ocorrido, o procurador militar já sabia, pois outras pessoas também foram vítimas do hacker.

O Antagonista

Bolsonaro recebe menina Yasmin, vítima de fake news, em vídeo que viralizou

Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro recebeu nesta quinta-feira (25) Yasmin Alves, de 8 anos. A menina ficou conhecida nacionalmente na semana passada após aparecer em vídeo balançando a cabeça para o presidente em um evento em sua escola, no Distrito Federal.

O gesto de Yasmin foi interpretado por parte da imprensa como recusa a cumprimentar Bolsonaro. Mas a menina explicou, depois da repercussão, que apenas respondeu negativamente à pergunta se torcia para o Palmeiras. Yasmin é flamenguista. Ela esteve no Planalto acompanhada pelo pai.

Coluna do Fraga – R7

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Chico da burra disse:

    Essa semana também rolou no Facebosta uma notícia de que Bolsonaro teve dificuldades em ler um texto na hora de um pronunciamento, ai os doidim do PTRoubo começara a divulgar dizendo que era porque ele era analfabeto, deixa que era porque ele não estava enxergando bem!!! Meu Deus, tem que classificar esse povo que torce pelos ladrões de terroristas, por que sabotar o país não deixa de ser terrorismo!!! aff

  2. Bolsonaro Junior disse:

    Inclusive esse blog foi um dos que divulgou essa irresponsabilidade.

Câmara aprova projeto que facilita divórcio a vítima de violência doméstica

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira, 27, proposta que garante à vítima de violência doméstica e familiar assistência judiciária para o pedido de divórcio. A matéria será enviada ao Senado.

O texto aprovado é um substitutivo da deputada Erika Kokay ao PL 510/19, do deputado Luiz Lima. O texto prevê que caberá ao juiz assegurar à mulher vítima de violência o encaminhamento para a assistência se ela desejar pedir o divórcio ou dissolução de união estável.

O prazo será de 48 horas após recebido o pedido de medidas protetivas. O projeto também estabelece que caberá à delegacia na qual ocorrer o atendimento da mulher informá-la sobre esse serviço disponível.

Mesmo juizado

O substitutivo dá a opção à mulher de propor a ação de divórcio ou de dissolução de união estável no próprio juizado específico de violência doméstica e familiar contra a mulher. Entretanto, por se tratar de assunto cujo tratamento jurídico demanda mais tempo, a relatora excluiu da competência desse tipo de juizado a partilha de bens.

Prioridade

Caso a situação de violência doméstica e familiar contra a mulher tenha se iniciado após o ajuizamento da ação de divórcio ou de dissolução de união estável, esta ação terá preferência no juízo onde estiver.

O texto altera o CPC/15 para garantir prioridade de tramitação, em qualquer juízo ou tribunal, aos procedimentos judiciais em que figure como parte a vítima de violência doméstica e familiar nos termos da lei Maria da Penha (11.340/06).

Para a relatora, o juizado especializado possui atendimento mais humanizado para situações que também são comuns a muitas ações de divórcio. “Assim, os fatos serão conexos, sendo interessante e também eficiente que o mesmo magistrado já possa determinar o divórcio.”

Tramitação: PL 510/19
Migalhas

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcio disse:

    Daqui a pouvo a justiça vai obrigar a mulher a se divirciar…..mesmo que ela não queira.

    • Luciana disse:

      "(…) Se ela desejar pedir o divórcio ou dissolução de união estável." A justiça facilitar a saída espontânea de uma situação de vulnerabilidade de modo algum significa a tentativa de obrigar uma decisão.

      Informar, diferentemente de "forçar", é preciso, já que nem todo mundo tem consciência de seus direitos.

Polícia Civil encontra ossada de mais uma vítima de Pedreiro

Os policiais civis da Delegacia de Macaíba encontraram na tarde desta quarta-feira (5) a ossada de mais uma vítima do pedreiro, Geraldo José Amaro do Nascimento, de 41 anos.

De acordo com o delegado Normando Feitosa, titular da DP de Macaíba, a vítima se trata de Ricardo Neubauer, de 36 anos, natural do Paraná, e Geraldo teria matado a vítima a fim de se apossar da casa que o mesmo se recusava a vender para ele.

Geraldo confessou na delegacia que matou um homem conhecido por “Ricardo”, escondeu o corpo da vítima em uma mala de viagem e a enterrou numa área de plantação de cana, na cidade de Macaíba.

[FOTOS IMPRESSIONANTES] Mulher atingida por explosivo sofre escoriações nos braços e pernas

A mulher, cujo nome será preservado pelo blog, que foi atingida por um explosivo durante os protestos da Revolta do Busão foi socorrida pela equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e passa bem.

A bomba caseira feita em um rolo de papelão continha pregos, ou seja, o criminoso tinha a clara intenção de causar graves ferimentos ou até algo pior a alguém. Ela dirigindo um veículo Corsa no sentido contrário ao protesto nas imediações do Natal Shopping, quando foi surpreendida pelo artefato que explodiu nas pernas. O suspeito de lançar o explosivo foi preso.

As imagens a seguir mostram como ficou a perna e o braço da mulher…

IMG_0984

IMG_0985

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. jucielde disse:

    Criminosos merecem cadeia. Até quando vamos assistir essas cenas???

  2. Sergio Nogueira disse:

    O movimento de hoje deixar claro que tipo de gente forma essa corja.
    Quero saber se o DCE da UFRN, se Sandro Pimentel, se as associações de estudantes vão se acovardar e fugir da responsabilidade.
    Vão dizer que é uma minoria? Que são pessoas que nada tem a ver com o movimento? Essas pessoas estão lá porque tem o ambiente propício.
    Tanto tem que não são denunciados e mais, chegam a ser protegidos.
    Assumam suas responsabilidades. Convocam? Então assumam a responsabilidade.
    O que se viu hoje foi uma horda de arruaceiros travestidos de manifestantes que atrapalham a vida das pessoas apenas pela falta de algo útil a fazer.

  3. Sinesio Filho disse:

    e fosse minha mulher eu pegaria meu carro e passava em cima desses …….. travestidos de estudantes, a maioria vão fazer merda nesses movimentos

Vítima de fraudadores será indenizada pela TIM no RN

 O juiz Marco Antônio Mendes Ribeiro, da Comarca de Macau, condenou a Tim Celular S/A a pagar a um consumidor, a título de danos morais, a quantia de R$ 5 mil, acrescida de juros e correção monetária, por causa de cobrança indevida.

O cliente da empresa ingressou em juízo com a ação de indenização por danos morais com ressarcimento contra a Tim Celular S/A, alegando ter sido o seu nome inserido em cadastro de restrição ao crédito em decorrência de débito constituído em linha telefônica instalada sem o seu requerimento.

Desta forma, requereu indenização pelos danos ocasionados, pois a anotação é indevida, bem como seja decretada a nulidade de todos e qualquer débito porventura existente em razão da relação jurídica.

A empresa argumentou que não há direito por parte do autor em ser indenizado pelos danos morais em virtude de o fato ter consistido em culpa exclusiva de terceiros fraudadores.

O magistrado observou que o autor sofreu lesão de ordem não patrimonial no momento em que teve o seu nome lançado indevidamente em serviço de proteção ao crédito, por débito proveniente de linha telefônica habilitada em seu nome, sem que ele tivesse consentido ou postulado qualquer relação comercial com a empresa.

Para ele, a adoção do sistema de habilitação de linhas telefônicas mediante contato telefônico, conforme se afigura no presente caso, é bastante vulnerável, haja vista que as possibilidades de fraudes aumentam vertiginosamente, devendo a prestadora de serviços que adota tal sistema assumir o risco pelos danos causados aos consumidores, decorrentes das falhas do sistema.

Processo nº 0000722-32.2010.8.20.0105 (105.10.000722-1)
TJRN

Deputado Hermano Morais também foi vítima de golpe da Évora Turismo

O Blog acaba de falar com o deputado Hermano Morais que confirmou que está saindo da delegacia da Delegacia Especial de Falsificações e Defraudações, no bairro do Alecrim, no fim da tarde desta segunda-feira(20), onde prestou depoimento. O político foi uma das pessoas envolvidas nas ações fraudulentas da empresária Damares Barbosa.

Segundo Hermano, ele comprou um pacote na agência em meados de setembro ou outubro e fez normalmente a sua viagem para encontro com familiares. O que o deputado não contava era com a ingrata surpresa após o retorno: uma dívida com uma financeira, que ele não tinha conhecimento, no valor de R$ 15 mil, sem ter assassinado qualquer documento de empréstimo.

Ainda segundo Hermano, após tomar conhecimento da situação, procurou entender e foi quando soube que já devia 2 parcelas e uma terceira está para vencer. De forma espontânea, procurou o delegado Júlio Rocha para se inteirar da situação.. Na ocasião, a proprietária da Évora Turismo também se encontrava na prestando depoimento e pediu desculpas a ele pela situação.

Hermano informou que vai tomar medidas cabíveis contra a empresa e a financeira.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Renata disse:

    Eu e minha família viajamos pela empresa em set./2013, como podemos saber se nossos nomes também foram usados à contratação de empréstimos? Somos de JP e ficamos totalmente desnorteados com tal notícia… Até onde vão a ganância e maldade humanas?
    Falei com essa senhora diversas vezes ao telefone; ela conseguiu me enganar direitinho.
    Estou chocada e decepcionada ainda mais com o ser-humano. Merece ficar um bom tempo na cadeia, para ver se aprende alguma coisa.

  2. Emanuel Duarte disse:

    Nos que trabalhamos na área de turismo, sabemos por cima já do assunto, porem a informação de que ela esta na delegacia não procede.

    • bruno disse:

      Caro Emanuel, procede. Tivemos na Delegacia e a mesma tinha acabado de sair.

Viral na Web: Garota que aparece em vídeo de sexo se afasta da faculdade e do emprego

Conhecida no Brasil inteiro após a divulgação de um vídeo em que aparece fazendo sexo oral em um rapaz, a garota conhecida na internet como “Fran” disse que após a replicação das cenas íntimas na internet ela teve que se afastar do emprego e da faculdade. De acordo com a delegada que investiga o caso, Ana Elisa Gomes Martins, da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam), de Goiânia (GO), a jovem de 19 anos afirmou que, desde que o vídeo se tornou viral na web, pessoas do Brasil inteiro a procuraram para fazer propostas sexuais.

“Chegaram a ir ao trabalho dela e mandaram mensagens para a garota” disse Ana Elisa. Na web, milhares de internautas que assistiram o vídeo postam imagens copiando o sinal de “OK” com os dedos feitos pela jovem durante o ato sexual.

Segundo a polícia, após o vídeo ter sido largamente compartilhado nas redes sociais, uma pessoa – ainda não identificada – divulgou o perfil que a jovem mantinha no Facebook. O texto informava o local onde a garota trabalhava, a faculdade em que estudava e, até mesmo, o número do celular.

Somente aí que jovem procurou a Deam para registrar uma ocorrência por difamação. O suspeito de ter gravado o vídeo é o amante da mulher. Testemunhas informaram que o casal tinha uma relação extraconjugal há três anos. “A pessoa que apresentou o suposto casal de amantes confirmou a história”, informou a delegada.

À polícia, a jovem confirmou ser amante do homem, que tem 22 anos, e disse que a gravação de vídeos durante o ato sexual era uma prática comum do casal. Alegou ainda que eles se encontravam frequentemente em um motel da cidade. Entretanto, a jovem afirmou que nunca permitiu a divulgação do material.

“A garota está com a honra ferida. Ela informou que nunca autorizou a publicação dos vídeos. Agora a jovem está visivelmente abatida”, destacou Ana Eliza.

O advogado do rapaz apontado como o responsável pela divulgação das imagens limitou-se a dizer que o jovem só deverá prestar depoimento à polícia nesta sexta-feira (11/10). Questionado se ele daria entrevista, Bastos afirmou que o cliente estava analisando e pediu que a reportagem fizesse contato em um outro dia, agradeceu e desligou o telefone. A delegada disse ao Correio que o rapaz continua casado e que a esposa não acredita que ele realmente tenha feito a gravação.

Caio César Carvalho Lima, advogado especializado em tecnologia da informação, disse que a jovem está amparada pela lei civil e criminal. O especialista explica que a Lei Maria da Penha pode ser aplicada se for comprovada a existência de violência moral, entendida como qualquer conduta que configure calúnia, difamação ou injúria.

O Código Civil também prevê que a divulgação ou exposição da imagem de uma pessoa poderá ser proibida, a seu requerimento, se atingir a honra, a boa fama ou a respeitabilidade da vítima.

Por outro lado, o doutor em Direito Civil e professor da Universidade de Brasília Frederico Henrique Viegas de Lima diz que o autor do vídeo e responsável pela sua disseminação nas redes não chegou a cometer um crime. “Só haveria crime se a gravação ou as imagens fossem obtidas de forma ilegal. Mas, pelo que eu vi, a moça autorizou. Quanto à divulgação sem o consentimento, alguém acredita que uma pessoa faz uma gravação como essa para guardar para si? A divulgação é uma consequência lógica”, afirma Viegas, que é especialista em direito na internet.

Correio Braziliense

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. tereza disse:

    que absurdas as conclusões desse "especialista em direito na internet". Quer dizer que gravar implica necessariamente na intenção de divulgar? Não pode gravar apenas para guardar para si ou para o casal?

Juíza em Natal condena banco a indenizar vítima de falsário em R$ 30 mil

 A juíza Thereza Cristina Costa Rocha Gomes, da 14ª Vara Cível de Natal, declarou que uma relação de alienação fiduciária em garantia debatida judicialmente entre um cidadão e o Banco Itauleasing nunca existiu entre as partes, sendo nula de pleno direito e com isso, condenou a instituição financeira a pagar ao autor da ação a quantia de R$ 30 mil, a título de compensação por danos morais sofridos com negativações indevidas.

O autor alegou que sofreu inscrição negativa e ação judicial porque terceiro estelionatário fez uso de seus dados pessoais para alienar fiduciariamente veículo automotor junto ao Banco Itauleasing S.A. e não pagar as mensalidades devidas, levando-o a ficar, publicamente, como inadimplente tanto junto à instituição creditícia quanto diante do comércio em geral, haja vista que a consulta às negativações é franqueada a lojistas, empresários e afins.

Solicitou, então, em caráter antecipatório, a retirada das inscrições, cumulando esse pedido com outros para a sede final – inclusive a confirmação da medida e a condenação a pagar compensação por danos morais. Foi deferido o pedido antecipatório para retirada das inscrições.

Quando analisou a ação, a magistrada entendeu que “houve ato ilícito e lesivo da instituição ré acionada porque permitiu que terceiro contratasse pelo autor – e, o que é pior, em nome do próprio autor e sem consentimento deste por escrito”.

Para a juíza, no caso, a responsabilidade civil do banco é objetiva, isto é, basta a comprovação de sua conduta lesiva e do dano sofrido (mais a comprovação do vínculo causal entre uma coisa e outra) para que se tenha a configuração do dever de indenizar.

Ao estipular o valor da indenização, a magistrada entendeu que a quantia é compatível com a gravidade da lesão pessoal sofrida, a repercussão do dano moral na vida pessoal do autor, o objetivo de desestimular novas condutas lesivas da parte do banco, e a capacidade econômica de ambas as partes.

TJRN

Morre mulher vítima de acidente na BR-101

e3548c98143552df7768554de4ecca91Infelizmente, o blog informa que a vítima com ferimentos mais graves do acidente registrado no fim da manhã dessa quarta-feira (25), na BR-101, próximo ao Lecirque, não resistiu aos ferimentos e morreu. A informação foi confirmada pela assessoria do Hospital Walfredo Gurgel.

A vítima, que teve morte cerebral confirmada, de identidade não revelada até o momento, tinha mais de 50 anos e era mãe da condutora do Novo Uno, com quadro menos grave, após capotar o veículo. No acidente, a vítima fatal ficou presa entre as ferragens, foi socorrida em estado grave, morrendo na noite dessa quinta-feira (26).

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a condutora do UNO disse que vinha de Parnamirim, quando uma motocicleta que seguia na sua frente fez uma manobra brusca, obrigando-a desviar. Com isso, ela teria perdido o controle do carro, atravessado o canteiro e atingido um Grande Vitara. As vítimas do segundo veículo sofreram ferimentos leves e não correm risco de morte.

Radialista no RN é vítima de estelionato e tem empréstimo de R$ 6 mil feito em seu nome

O conhecido radialista caicoense Marcos Antonio teve uma surpresa desagradável esta semana quando descobriu que bandidos abriram uma conta no seu nome e através de seus dados do INSS e conseguiram fazer um empréstimo no valor de 6  mil reais, divididos em 60 prestações.

O radialista Marcos Antonio disse que se aposentou recentemente e que através deste benefício estelionatários conseguiram fazer o empréstimo consignado.

Segundo a vítima, o mais grave é que os bandidos conseguiram abrir uma conta no seu nome e com esta conta fizeram o empréstimo. Ele, inclusive, procurou o INSS, que já fez um procedimento de bloqueio das 59 parcelas restante. O que resta agora é o registro na Polícia Civil e a Justiça para tentar reverter a situação.

Com informações de Eduardo Dantas

Lei Maria da Penha: Disque 180 recebeu mais de 329 mil denúncias em seis anos

No dia em que a Lei Maria da Penha completa seis anos de existência, o Disque 180 registrou 2,7 milhões de atendimentos de 2006 a 2012. Desse total, 329,5 mil (14%) eram relatos de violência contra a mulher enquadrados na lei. A maioria (60%) foi pedidos de informação. Os dados são da Secretaria de Políticas para as Mulheres, responsável pelo disque-denúncia, divulgados hoje (9) na abertura do Encontro Nacional sobre o Papel das Delegacias no Enfrentamento da Violência contra as Mulheres.

No primeiro semestre de 2012, foram registrados 388,9 mil atendimentos, dos quais 56,6% (47,5 mil) foram relatos de violência física. A violência psicológica aparece em 27,2% (12,9 mil) dos registros no período. Foram 5,7 mil chamadas relacionadas à violência moral (12%), 915 sexual (2%) e 750 patrimonial (1%). Os dados revelam ainda que em 66% dos casos os filhos presenciam as agressões contra as mães.

Os companheiros e cônjuges continuam sendo os principais agressores (70% das denúncias neste ano). Se forem considerados outros tipos de relacionamento afetivo (ex-marido, ex-namorado e ex-companheiro), o percentual sobe para 89%. Os parentes, vizinhos, amigos e desconhecidos aparecem como agressores em 11%.

Das unidades federativas, o Distrito Federal registrou o maior número de denúncias de violência contra a mulher no primeiro semestre do ano – 625 para cada 100 mil mulheres – seguido pelo Pará (515) e pela Bahia (512). Os que menos receberam ligações, no mesmo período, foram Amazonas (93), Santa Catarina (156) e Rondônia (173). Em 2011, os estados que lideravam o ranking eram Bahia, Sergipe e Pará.

A secretária da Mulher do Distrito Federal (DF), Olgamir Amância Ferreira, justificou a grande quantidade de denúncias porque as mulheres estão procurando mais o serviço de atendimento. No DF, são recebidas 15 denúncias por dia. “Elas têm acesso à informação e sabem da existência de suporte como casa abrigo, centro de referência e núcleo de atendimento, o que faz com que se sintam mais fortalecidas e empoderadas e denunciem”, disse.

O governo distrital inaugurou hoje um Centro de Referência de Atendimento à Mulher (Cram) na 102 Sul, próximo à estação do metrô. A localização foi escolhida pela grande circulação de pessoas e para facilitar o acesso das mulheres à rede de proteção.

Participam do evento as ministras Maria do Rosário (Direitos Humanos), Luiza Bairros (Políticas de Pormoção da Igualdade Racial), Eleonora Menicucci (Políticas para as Mulheres) e o ministro Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência da República), além de juízas, promotores e delegados.

Fonte: Agência Brasil