‘Vamos preservar o ambiente sem ideologia’, diz futuro ministro de Bolsonaro

O futuro ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles afirmou à Folha que pretende “ajudar o Brasil a se desenvolver. “Vamos preservar o meio ambiente sem ideologia e com muita razoabilidade”.

“Respeitaremos todos aqueles que trabalham e produzem no Brasil, não só na agropecuária, mas todos os setores produtivos, inclusive na infraestrutura”, disse.

Com o anúncio, feito neste domingo (9) pelas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro conclui suas nomeações, fechando seu governo com 22 ministérios, sete a mais do que o previsto durante a campanha.

Salles é advogado e ex-secretário de Meio Ambiente do governo de São Paulo na gestão de Geraldo Alckmin (PSDB). Concorreu ao cargo de deputado federal pelo Partido Novo nas eleições deste ano, mas não se elegeu. Ele é um dos criadores do movimento Endireita Brasil.

Quando era secretário do governo do tucano, ele e mais duas funcionárias da sua equipe foram alvos de uma ação de improbidade administrativa por suspeita de esconder alterações em mapas do zoneamento ambiental do rio Tietê, na Grande São Paulo.

Questionado sobre sua relação com ambientalistas, Salles afirmou que “todos serão respeitados e ouvidos”.

Durante a campanha para deputado, Salles gerou controvérsia com uma publicação em rede social na qual associava uma imagem de munição de fuzil às seguintes bandeiras: “contra a esquerda e o MST”, “contra a bandidagem no campo”, “contra o roubo de trator, gado, insumos…” e “contra a praga do javali”.

Folhapress

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Há muito somos roubados e ainda temos torcida do PT e do BOZO…..enquanto isso ….. continuamos sem saúde, sem educação.

  2. Carlos disse:

    Como eu sempre digo Brasileiro é difícil de entender fica torcendo para que der errado o que ainda nem começou,mas esquece que nosso país está quebrado e que até pouco tempo atrás tinha ministro do governo do PT preso!!!

    • Manoel disse:

      Mas vc nao foi pra rua pedir a saída de Dilma por causa das impressionantes "pedaladas fiscais", não é hipócrita?
      Elegeram um louco q além de tdo q é abominado no ser humano, é corrupto tb.
      Aguente as consequências.

  3. Ray disse:

    Não dá uma dentro, tem até ministra Que aparentemente não tomou os cachetes direitinho qdo era criança.

    • Áurea disse:

      Porque não chamam os ministros de luladrão/dilma. Sobrou algum que não estava envolvido em falcatruas? Kkkkkkk

    • Carlos disse:

      Choro livre, diz aí ZÉ DIRCEU a frente da ORCRIM?

    • Franco disse:

      O tal perfil técnico do Bozo está meio estranho. Talvez ele precise entender o que significa Perfil e Técnico, pois com vários Ministros da área política, mantendo ex ministros de Temer, ressuscitando os políticos derrotados do DEM e pegando as sobras do PSDB, não vejo como manter o discurso de "PERFIL TÉCNICO".
      E com a Corrupção correndo solta pela sala da casa onde os Irmãos Confusão se transformaram em Irmãos Betralhas, vejo que o discurso do combate a Corrupção cai mais um nível e desce a ladeira, que já vinha acontecendo com Onix Lorenzetti e vários outros envolvidos com denúncias escolhidos para serem Ministros ao lado do Moro, que tudo vê, silencia e perdoa.
      Tão bonzinho esse novo Moro. Não acham?

  4. Maria disse:

    Ideologia, viés ideológico, parece que não tem outras coisas para se falar, tem_se medo de falar mais besteiras.

  5. Manoel disse:

    Quanta vergonha. Esse louco deveria estar preso por apologia ao crime. Seremos chacota no mumdo todo por colocar como ministro um desqualificado desse.

  6. Zeca disse:

    Vamos preservar o ambiente com motoristas milionários.

    • Áurea disse:

      É melhor com catadores de cocô de elefante, filhos de presidente, bilionários.

COMENTE AQUI