Polícia

VÍDEO: Bandidos levam pertences, carro e toda mercadoria de loja em Candelária

A criminalidade não dá trégua em Natal. Desta vez, uma loja de roupa, localizada no bairro de Candelária, na Zona Sul, foi vítima dos bandidos.

Em vídeos de câmera de segurança é possível ver um casal, um homem e uma mulher, fingirem ser clientes, até que anunciam o assalto. Em seguida, outro bandido entra no estabelecimento.

Foram levados os celulares dos funcionários, carro e toda a mercadoria.

Opinião dos leitores

  1. Os eleitores do Larápio andam atrevidos ultimamente. Não se importam de serem filmados, contam com a impunidade.

  2. Parece que a bandidage está vindo toda para o RN, estado inoperante é assim a notícia logo se espalha na criminalidade, vem que aqui é moleza

  3. Cobrem da governadora do PT Fátima Bezerra que só no ano passado recebeu um aporte do governo Federal de 34 milhões de Reais para investir em segurança pública e depois mais 14 milhões para compra de uma aeronave para reforçar a segurança pública do estado que está as traças , podem continuar negando e culpando o Governo Federal, mas o governo Jair Messias Bolsonaro mandou só no ano passado 48 milhões de reais para segurança pública do Rio Grande do Norte, isso é fato.

  4. É triste verificar a nossa cidade entregue aos marginais, infelizmente os dias atípicos vão acontecendo aos rolos, roubo, assalto, mortes……e a governadora nem nem.

  5. oq tá faltando os donos dessas lojas, clínicas e etc se armarem?? tem quem comprar armas, de preferência 12 de repetição pra receber esses bandidos na bala.

    1. Mas segundo o bandido de 19 tentáculos só quem podem ter armas é os bandidos, e os ASNOS aplaudem.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

COVID: Vacinação infantil no RN começa neste sábado (15)

A vacinação em crianças entre 5 e 11 anos de idade vai começar neste sábado (15) com um ato simbólico na Unidade Básica de Saúde Amarante, em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal.
Na manhã desta sexta-feira (14), o estado recebeu do Ministério da Saúde o primeiro lote de vacinas contra a Covid para crianças com 20.900 doses.

O município de Natal ainda não definiu quando começará a aplicação na capital potiguar. Nesta sexta, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que vai capacitar os vacinadores para o público infantil na segunda-feira (17) e só depois definirá a data de início da vacinação.

G1

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Líder do prefeito Álvaro Dias na Câmara é contra candidatura dele ao Governo do RN

A atual líder do prefeito na Câmara de Natal, a vereadora Nina Souza (PDT), acredita que as eleições de 2022 não são o melhor momento para Álvaro Dias se candidatar ao governo do Rio Grande do Norte.

Em entrevista exclusiva ao Portal Grande Ponto, Nina afirmou que “Álvaro é um bom prefeito, é um nome credenciado a ser candidato a governador, mas eu não vejo isso com bons olhos nesse momento.”

Álvaro Dias tem sido cotado para disputar a eleição para governador do RN. Apesar de o prefeito já ter afirmado que não pretende concorrer ao cargo, alguns nomes já sinalizaram apoio caso a candidatura venha a acontecer, entre eles o ex-governador e ex-senador José Agripino e o Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.

Para a líder do governo, o prefeito deve concluir as ações já encaminhadas no município para, só após o fim do mandato, decidir por um outro cargo político.

“Acho que ele tem que terminar o governo dele, botar em execução as obras que estão aí planejadas, concebidas e a posteriori, em outro momento, ele consolida, se assim for o desejo dele, essa possibilidade de ser governador.”, afirmou a vereadora.

Grande Ponto

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Com descongelamento do ICMS, gasolina no RN pode aumentar R$ 0,10

Os governos estaduais decidiram, ontem (14), acabar com o congelamento do ICMS sobre combustíveis a partir de fevereiro. Na prática isso pode significar um aumento de R$ 0,10 no litro de gasolina já nos próximos dias.

SAIBA MAIS: Governadores decidem acabar com congelamento de ICMS sobre combustíveis a partir de fevereiro

Com o descongelamento, o Governo do Rio Grande do Norte voltará a cobrar 29% de ICMS sobre o valor médio da gasolina na bomba apurado a cada 15 dias. Hoje, com o preço médio em R$ 6,95, o Estado passaria a recolher R$ 2,02 de ICMS por litro. Atualmente, o valor do imposto está congelado em R$ 1,92. Ou seja, na prática, com a cobrança majorada, o combustível deve ter alta de R$ 0,10 por litro.

O congelamento vinha sendo mantido desde novembro do ano passado.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Pfizer antecipará para dia 16 entrega de mais 1,2 milhão de doses de olho na vacinação infantil

O secretário executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, disse ontem (14), por meio de sua conta no Twitter, que a Pfizer antecipou para o dia 16 a entrega de mais 1,2 milhão de doses da vacina pediátrica contra a covid-19, que integram a segunda remessa do imunizante voltado a crianças com idade entre 5 e 11 anos.

A primeira remessa de doses da vacina foi descarregada na madrugada do dia 13 no Aeroporto de Viracopos, em Campinas, no estado de São Paulo. A previsão é que o Brasil receba em janeiro 4,3 milhões de doses da vacina.

Segundo o Ministério da Saúde, neste primeiro trimestre devem chegar ao Brasil quase 20 milhões de doses pediátricas, destinadas ao público-alvo de 20,5 milhões de crianças. Em fevereiro, a previsão é que sejam entregues mais 7,2 milhões, e em março, 8,4 milhões.

Na semana passada, o ministério anunciou a inclusão dos imunizantes pediátricos no plano de operacionalização do Programa Nacional de Imunizações (PNI).

Agência Brasil

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Governo Bolsonaro cria Auxílio Brasil, mas mantém cartão do Bolsa Família da era PT

Com a criação do Auxílio Brasil, o governo de Jair Bolsonaro (PL) mudou o nome e elevou o valor do principal programa social do governo federal. Porém, 14,5 milhões de famílias continuarão recebendo o benefício com o cartão do Bolsa Família –programa criado pelo PT e extinto por Bolsonaro.

O Auxílio Brasil foi criado em novembro de 2021, em substituição ao Bolsa Família. Por determinação de Bolsonaro, o novo programa paga um benefício mensal de no mínimo R$ 400 às famílias mais vulneráveis. Além disso, o governo ampliou o público do auxílio, de 14,5 milhões para 17,5 milhões de famílias.

Para conseguir encaixar o novo benefício no Orçamento de 2022, o governo teve que aprovar a PEC (proposta de emenda à Constituição) dos Precatórios. Bolsonaro defendeu a proposta porque queria tirar a marca do PT da área social e ter seu próprio programa de transferência de renda para mostrar na campanha eleitoral de 2022.

Agora que o Auxílio Brasil foi criado, no entanto, o governo não deve entregar um cartão com o logo do novo programa para todas as famílias que têm direito aos R$ 400.

Apenas 3 milhões de famílias que entraram agora na lista de beneficiários do governo receberão o cartão do Auxílio Brasil neste momento. O envio será feito pela Caixa Econômica Federal pelos Correios.

As outras 14,5 milhões de famílias que já recebiam o Bolsa Família continuarão usando o cartão do programa criado pelo PT para sacar o benefício. “Os saques dos recursos do Programa Auxílio Brasil podem ser realizados com o cartão do programa anterior”, informou o Ministério da Cidadania.

Outra opção, segundo o governo, é movimentar os R$ 400 por meio da poupança social digital, disponível no aplicativo Caixa Tem. Neste caso, os brasileiros também podem usar o cartão social (disponível para quem tem acesso a benefícios sociais e trabalhistas) para fazer saques da poupança digital.

Poder 360

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Governo Bolsonaro discute volta do fundão eleitoral de R$ 5,7 bilhões em 2022, afirma Folha

O governo Jair Bolsonaro (PL) avalia elevar novamente o valor do fundo eleitoral para este ano e resgatar o montante que havia sido estabelecido inicialmente pelo Congresso, de R$ 5,7 bilhões —quase o triplo dos recursos de 2020.

Hoje, o Orçamento de 2022 aprovado por deputados e senadores prevê um valor menor, de R$ 4,9 bilhões.

O fundão eleitoral é a principal verba pública das campanhas e foi inflado no Congresso com o apoio de uma ampla gama de partidos — o centrão, que hoje abriga Bolsonaro, a esquerda, que apoia a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), além de outras siglas fora da órbita desses dois pré-candidatos.

Auxiliares do presidente entendem que o governo precisa ampliar o valor por ele ter sido previsto em regra da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias). Do contrário, a interpretação é que Bolsonaro correria risco de descumprir a lei.

Técnicos do Ministério da Economia trabalham com a possibilidade de remanejar cerca de R$ 800 milhões, hoje alocados em outras despesas, para elevar o valor do fundo até o máximo permitido em lei. ​

A própria equipe do ministro Paulo Guedes (Economia) reconhece que analisa se o valor chegará aos R$ 5,7 bilhões ou ficará nos R$ 4,9 bilhões estabelecidos quando a lei orçamentária foi aprovada, dias antes do Natal.

Folhapress

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

FOTOS: Estátua em homenagem a Italo Ferreira é inaugurada em Baía Formosa

Foto: Alexandre Gondim/Divulgação

Foto: Jaime Leme

Primeiro medalhista de ouro olímpico da história do surfe, Italo Ferreira foi homenageado ontem com uma estátua em Baía Formosa (RN), cidade onde nasceu e mora até hoje, a cerca de 100 quilômetros de Natal.

Além da conquista nos Jogos de Tóquio, Italo também tem em seu currículo o título mundial de 2019.

Me sinto muito honrado pela homenagem. É, sem dúvidas, um momento especial e que trará ainda mais visibilidade e alegria para Baía Formosa e para o surfe. Ver todo esse carinho com as minhas conquistas no surfe é muito gratificante e só prova a importância de nunca desistirmos, de acreditarmos em nossos sonhos – disse Italo.

A obra é de autoria do escultor e artista visual potiguar Guaraci Gabriel.

O Globo

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Clima

CHUVAS: Brasil tem 590 municípios em 9 estados em situação de emergência

Foto: Divulgação/Prefeitura de Pirenópolis

Aproximadamente 10% dos municípios brasileiros decretaram situação de emergência por conta das chuvas que vêm castigando o Brasil desde o final de dezembro. Segundo os órgãos estaduais de Defesa Civil, são ao todo 590 municípios em 9 estados brasileiros: Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Piauí, Rio de Janeiro e Tocantins.

A maior parte dos municípios em situação de emergência por conta das chuvas estão localizados nos estados de Minas Gerais e Bahia, (374 e 175, respectivamente). Desde novembro de 2021, as chuvas já deixaram 59 mortos, sendo 26 deles na Bahia. São Paulo contabilizou 8 mortes. Aproximadamente 125 mil pessoas tiveram que deixar as suas casas em todo o País.

Em Minas, desde o início do período chuvoso, em outubro de 2021, 25 pessoas morreram, 26.492 ficaram desalojadas e 4.047 estão desabrigadas. No domingo (9), o temporal transbordou o Rio Piracicaba, rompendo parcialmente uma ponte pênsil e isolando moradores ribeirinhos na cidade de Nova Era, região central do estado.

No Rio de Janeiro, as chuvas que atingem o norte e noroeste do estado, desde a última quinta-feira (6), deixaram 1500 pessoas fora de casa: 300 desabrigadas e 1.200 desalojadas e provocaram desabamentos, deslizamentos e bloqueios de vias na região.

Ao menos nove cidades foram afetadas —Itaperuna, Natividade, Porciúncula, Bom Jesus de Itabapoana, Itaocara, Italva, Laje do Muriaé, Cambuci e Santo Antônio de Pádua. Houve transbordamento dos rios Muriaé, Carangola, Itabapoana, Pomba e Paraíba do Sul.

Na Bahia, as chuvas causaram estragos e deixaram cidades debaixo d’água. Em 25 de dezembro, o estado já registrava 66 municípios em situação de emergência.

No Piauí, os temporais causaram estragos na capital, Teresina, e nos municípios de Floriano, Urucuí e Oeiras. Somente em Teresina, cerca de 400 famílias foram impactadas. Centenas delas tiveram que deixar suas casas e estão abrigadas pelo governo ou por parentes, vizinhos, amigos e conhecidos e mais de 17 mil vivem em áreas de risco.

O Governo do Tocantins decretou, no dia 6 de janeiro, situação de emergência em todo o estado, devido às enchentes que impactaram 36 cidades. O Rio Tocantins registrou a maior cheia dos últimos 15 anos e a água invadiu casas, transbordou córregos e inundou pastagens. Araguaína foi um dos municípios brasileiros onde mais choveu nos últimos meses. Desde novembro do ano passado até ontem (12), a cidade registrou um total de 927,3 milímetros de chuva.

Em Goiás, 15 municípios declararam situação de emergência. Em Pirenópolis, o nível da água do Rio das Almas, que passa pelo centro histórico da cidade, aumentou drasticamente na última quarta-feira (11) e transbordou. Desde segunda-feira (10), o governo do estado vem monitorando a situação da barragem no município de Flores de Goiás.

No Maranhão, entre as cidades atingidas, Mirador, no Sul do estado, foi uma das mais afetadas. O nível das águas do rio Itapecuru subiu e provocou inundações e destruição na área central. A prefeitura decretou estado de calamidade pública na semana passada e afirma que essa é a maior enchente que se tem notícia na cidade. Em Imperatriz, 823 pessoas foram afetadas pelas cheias, sendo 229 famílias desabrigadas ou desalojadas.

A Prefeitura de Marabá (PA) decretou estado de emergência. Até o momento, as cheias dos rios Tocantins e Itacaiúnas desabrigaram cerca de 350 famílias. O nível do rio Tocantins chegou a 11,5 metros acima do normal, maior nível em 18 anos.

Confira o número de municípios em situação de emergência, por estado:

  • Bahia – 175
  • Espírito Santo – 3
  • Goiás – 15
  • Maranhão – 7
  • Minas Gerais – 374
  • Pará – 2
  • Piauí – 4
  • Rio de Janeiro – 6
  • Tocantins – 4

UOL

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gastronomia

Programa Papo de Fogão visita Jericoacoara/CE e João Pessoa/PB em busca de receitas que são a cara do verão

Peixe ao limão e Spaghetti ao mare, esse preparo vem diretamente de Jericoacoara/CE, e será preparado pela dupla Maria Fernanda e Paolo Zocca, da Pousada e restaurante do Paulo. Além disso teremos um delicioso camarão imperial feito pela Chef Adélia de Fátima, do Fullano Bar e restaurante, de João Pessoa/PB. Não perca! O Papo de Fogão dessa semana está ainda mais surpreendente!

SÁBADO
Band Nordeste
Alagoas, 07h
Maranhão, 10h30

PARAÍBA
TV CORREIO/RECORD – Participação no Programa Verão da Correio, a partir das 13h.

DOMINGO⠀
RIO GRANDE DO NORTE – TV Tropical – 10h

Ou no nosso canal do YouTube http://youtube.com/c/PapodeFogao

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Ministério da Saúde antecipa a chegada de mais 1,2 milhão de doses pediátricas da Pfizer

Foto: Reuters/Eric Seals

O Secretário Executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, anunciou nesta sexta-feira, 14, a antecipação da segunda remessa de doses pediátricas da vacina da Pfizer contra a Covid-19, que estava prevista para ser entregue no dia 20 de janeiro.

Com isso, o lote de 1,2 milhão de unidades chegará ao Brasil neste domingo, 16. No dia 27, o Ministério da Saúde prevê a entrega de mais de 1,8 milhão de doses pela farmacêutica. Na quinta-feira, 13, o primeiro lote do imunizante para crianças de 5 a 11 anos desembarcou no Aeroporto de Viracopos, em Campinas. Logo em seguida, a pasta iniciou a distribuição das vacinas, que chegam aos Estados ainda nesta sexta-feira.

Crianças com comorbidades e deficiências graves, indígenas e quilombolas receberão as doses primeiro; na sequência, a vacinação ocorrerá de forma decrescente, ou seja, dos mais velhos para os mais novos. O intervalo de aplicação será de oito semanas em vez de três, segundo o ministério, para diminuir o risco de miocardite, uma inflamação no coração que ocorre raramente como efeito adverso e que não levou a problemas graves nos estudos feitos. O Estado de São Paulo iniciou a vacinação do grupo às 12 horas desta sexta-feira.

Jovem Pan

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *