Geral

VOOS: Azul anuncia incremento de 58% na oferta de assentos ao RN para 2022

Encerrando as reuniões da quinta-feira (09), a comitiva potiguar esteve com a diretoria da Azul Linhas Aéreas e Azul Viagens. Durante o encontro, a companhia aérea anunciou incremento significativo na oferta de voos para o Rio Grande do Norte, de janeiro de 2022 serão 58% de assentos a mais que janeiro de 2019 (ano pré-pandêmico). Ao compararmos os assentos de outubro de 2021 com os que estiveram disponíveis em 2019 a diferença é de 86% a mais.

Ainda durante a reunião, o diretor de relações institucionais da Azul, Marcelo Bento, anunciou novos voos dedicados vindo das cidades de Presidente Prudente/SP, Bauru/SP, Ribeirão Preto/SP e Curitiba/PR, além de informar o aumento das frequências de Belo Horizonte/MG, Goiânia/GO, Uberlândia/MG, Recife/PE.

O presidente da Emprotur, Bruno Reis, formalizou com a empresa aérea a solicitação de um plano de cooperação para ações de marketing e promoção turística do destino para 2021/2022. Participaram desta agenda a secretária de Estado Aninha Costa (Turismo), o presidente da Emprotur, Bruno Reis e os representantes do trade, Abdon Gosson (ABIH/RN) e Carlos Gregório (ABAV/RN).

 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Por unanimidade, Anvisa aprova uso de autotestes de Covid no Brasil

Foto: Jakub Porzycki/NurPhoto via Getty Images

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou por unanimidade a distribuição, comercialização, registro e utilização de autotestes para detecção de Covid-19 no Brasil. A diretoria colegiada da agência decidiu sobre o tema em reunião extraordinária nesta sexta-feira (28/1).

Esta foi a segunda reunião da agência para debater o uso dos produtos. Na última semana, o órgão adiou a decisão porque o Ministério da Saúde, que solicitou a autorização dos exames, não havia enviado dados suficientes para embasar o pedido.

Os diretores Cristiane Jourdan, Rômisson Rodrigues Mota e Alex Machado e Meiruze Freitas votaram a favor do uso dos produtos, formando decisão unânime.

Agora, a agência deve publicar as resoluções no Diário Oficial da União. Segundo a Anvisa, a publicação ocorrerá “no menor tempo possível”, e as medidas entrarão em vigor conforme texto publicado.

Criação de política pública

Ao adiar a autorização dos autotestes na última semana, a Anvisa pediu que o uso dos produtos seja inserido em uma política pública do Sistema Único de Saúde (SUS). Após a solicitação da Anvisa por mais documentos, o Ministério da Saúde enviou nota técnica à agência com novos dados.

No novo documento enviado à agência, o Ministério da Saúde informou que, se autorizado, o uso dos autoexames será incluído no Plano Nacional de Expansão da Testagem para Covid-19 (PNE-Teste). A pasta também ressaltou que os produtos não serão usados como ferramenta de diagnóstico, e sim como plataforma de triagem.

Metrópoles

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Juiz nega pedido do MP e Defensoria para suspender festas e critica “é como se o Judiciário estivesse sendo o próprio governo”

Foto Ilustrativa: Reprodução

O juiz Cícero Martins de Macedo Filho, 4ª Vara da Fazenda Pública, indeferiu o pedido de cancelamento de autorizações à promoção de festas com público acima de 100 pessoas em todo o Rio Grande do Norte. A ação havia sido impetrada pelo Ministério Público Estadual (MPRN) e pela Defensoria Pública do RN. A decisão foi proferida nesta quinta-feira (27).

No pedido do MPRN e da Defensoria Pública, argumentava-se para o cancelamento das festas o recrudescimento da pandemia de covid-19 e a recomendação do Comitê Científico do Estado para tal.

O magistrado argumentou que o governo estadual adotou a medida de exigência do passaporte vacinal para estabelecimentos comerciais e o avanço da vacinação no Rio Grande do Norte. “O que chama a atenção deste julgador é que, nesse ambiente da pandemia onde em outras partes do mundo se comunicam governos, cientistas, pesquisadores, médicos e tantos outros profissionais, para agir e tomam decisões sobre suas ações, no Brasil é o Judiciário que vem sendo chamado, desde o início da pandemia, e cada vez mais, para agir como se governo fosse. O Brasil é, certamente, o único país do planeta onde as ações governamentais relativas à pandemia estão sendo quase que sistematicamente questionadas na via judicial. É como se o Judiciário estivesse sendo o próprio Governo. Decididamente, o Judiciário não pode ter essa primazia institucional, pois isso afastaria qualquer lógica política e lógica jurídica que estão na alma e no corpo de nossa Carta Política, nosso pacto social” pontuou o magistrado.

Com informações da Tribuna do Norte

Opinião dos leitores

  1. Aplaudir Aplaudir Aplaudir o Juiz que não é político não é prefeito e muito menor governador, mas é Juiz parabés.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Vítima de agressão, mulher comemora divórcio com bolo, gritos e até buzinaço

Foto: Reprodução/ Redes Sociais

Buzinas, gritos, sons de latinhas batendo no asfalto e até bolo fizeram parte da comemoração de uma mulher ao se divorciar, na noite da última terça-feira (25), em Brasília. Dentro de um carro modelo Ford Ka preto, a motorista comemorava a liberdade adquirida recentemente. Nos vidros do veículo, há palavras escritas em rosa “Enfim, divorciada”. Vizinhos e curiosos aplaudiam toda a situação. As informações são do Metrópoles.

Foi logo após a notícia de que seu casamento de 36 anos e 8 meses tinha, enfim, acabado que Tânia Lacerda, de 55 anos, precisou “gritar ao mundo” sobre sua “libertação”.

“Precisava gritar para os quatro cantos do mundo que estava liberta de muita coisa que eu passei”, disse aos prantos.

Os curiosos não imaginam que a técnica de enfermagem aposentada do Hospital de Base aguentou ameaças, agressões e muito medo dentro de um relacionamento abusivo com o ex-marido. “Eu tinha muito medo do que poderia vir a me acontecer. Essa minha insegurança me levou por tantos anos. Escondi muitas coisas da minha própria família. Como eu me permiti que tanta coisa de ruim acontecesse comigo?”, questiona.

O vídeo, divulgado pela própria Tânia em seu perfil no Instagram, simboliza uma vitória contra o medo de tornar-se a próxima vítima de feminicídio no DF.

“Infelizmente, chegou num ponto que eu não queria que chegasse e isso me deu coragem. Ver casos de feminicídio [na mídia] também me deu forças para tomar essa atitude”, relata.

“Me considero uma vencedora, consegui me livrar de um karma de anos. Não da maneira que gostaria, mas me senti aliviada. Minha alegria foi tamanha que eu precisava dividir com o mundo, com quem não sabe quem eu sou, com quem não sabe da minha história”, comemora.

Metrópoles

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN tem a menor letalidade por covid desde 2020; vacinação é a principal causa

Foto: Renê Carvalho / Secom

O mês de janeiro de 2022 registra o menor índice de letalidade por covid-19 desde o início da pandemia. A taxa que já chegou a 3,38% em julho de 2020 está em 0,42%, de acordo com dados do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (LAIS/UFRN). Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a taxa representa a proporção de pessoas diagnosticadas com a doença que morrem em decorrência da infecção.

Em outras palavras, das 18.448 pessoas que se infectaram com o coronavírus até 26 de janeiro deste ano, 0,42% faleceram em decorrência da doença, isto é, 77 óbitos. O fenômeno ocorre dentro do que os especialistas chamam de terceira onda, período entre dezembro de 2021 e janeiro de 2022, quando houve crescimento de 280% no número de casos de um mês para o outro. De acordo com o coordenador do LAIS, Ricardo Valentim, o Estado vive uma fase determinante para o controle da pandemia.

“Isso significa que nós iniciamos o processo de saída da pandemia. Ainda vai demorar um tempo para a OMS declarar isso porque existem países muito pobres, que ainda estão longe. Mesmo assim reduzir a letalidade hoje em relação ao grande número de casos é um indicativo muito positivo. Estamos no início do processo de transição de pandemia para endemia. É muito provável que daqui a um tempo, a pandemia de covid se torne endêmica no Rio Grande do Norte, assim como é a da H1N1, síndromes gripais e a dengue”, diz.

Ainda de acordo com o pesquisador, a vacinação foi o principal fator para o Estado atingir a menor letalidade da covid-19 em quase dois anos de pandemia. Ele acrescenta que a tendência é que a taxa de letalidade continue decrescendo com o aumento da testagem. “São os dois principais fatores: vacinação e aumento da capacidade de testagem. Estamos chegando próximo da letalidade real, que é bem mais baixa. Essa letalidade que temos é feita em cima dos óbitos e dos casos positivos”, explica.

A terceira onda da doença é também a menos letal. Um estudo apresentado pelo Comitê Científico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) apontou que a vacinação reduziu a taxa de letalidade pela covid em 4,7 vezes. O levantamento compara a taxa de 0,67% da terceira onda (de dezembro de 2021 a 21 de janeiro de 2022) com a os índices de 1,8% da segunda onda (de março a julho de 2021) e de 2,9% da primeira onda (entre maio e julho de 2020).

O estudo também diz que, se a terceira onda estivesse ocorrendo nas mesmas condições da primeira (maio a julho de 2020), quando não havia vacina disponível, o número de óbitos chegaria a 638. Além disso, segundo o estudo, caso a terceira onda estivesse ocorrendo nas condições iguais às da segunda (março a julho de 2021), quando a campanha de vacinação estava em velocidade longe da ideal, o total de óbitos seria de 400, ou seja, 267 óbitos a mais do que o contabilizado entre dezembro do ano passado e 21 de janeiro deste ano.

Tribuna do Norte

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Desemprego recua, mas ainda atinge 12,4 milhões de brasileiros

Foto: Reprodução / Agência Brasil

A taxa de desemprego recuou 1,6 ponto percentual e caiu para 11,6% no trimestre encerrado em novembro, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (28/1).

O número de desempregados diminuiu 10,6% nessa mesma comparação com o trimestre anterior, chegando a 12,4 milhões. Trata-se de uma redução de 1,5 milhão de pessoas. Quando comparado ao mesmo período do ano anterior, houve queda de 14,5%, o que equivalente a 2,1 milhões brasileiros a menos em busca de trabalho.

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgada hoje pelo IBGE.

“Esse resultado acompanha a trajetória de recuperação da ocupação que podemos ver nos últimos trimestres da série histórica da pesquisa. Esse crescimento também já pode estar refletindo a sazonalidade dos meses do fim de ano, período em que as atividades relacionadas principalmente a comércio e serviços tendem a aumentar as contratações”, explica a coordenadora de Trabalho e Rendimento do IBGE, Adriana Beringuy.

Rendimento médio

O rendimento real habitual caiu 4,5% frente ao trimestre anterior e 11,4% em relação ao mesmo trimestre de 2020. O indicador foi estimado em R$ 2.444 no trimestre encerrado em novembro — o menor já registrado pela série histórica da pesquisa, iniciada em 2012.

Metrópoles 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Celebridades

BBB 22: Luciano testa positivo para covid-19 dois dias após ser eliminado do reality

Foto: Reprodução / Globo

Eliminado na terça-feira (25) do Big Brother Brasil, Luciano Estevan recebeu diagnóstico positivo para covid-19 nesta quinta-feira (27). O ex-integrante do reality show tinha participação no programa Fora de Casa, do Gshow, mas foi vetada devido ao teste positivo para a doença. Na sua conta do Twitter, foi informado que ele está bem e sem apresentar sintomas.

“Sim, o Lu testou positivo para Covid-19. Mas, fiquem tranquilos, está tudo bem. Ele e a namorada estão sem sintomas e agora precisarão cumprir todos os protocolos sanitários. Ao longo dos dias novos testes serão realizados. Obrigado pelas mensagens de apoio” diz a mensagem publicada no Twitter.

Não há confirmação se Luciano já estaria com covid-19 dentro da casa do BBB. A Globo, emissora que transmite o programa, ainda não emitiu posicionamento sobre o caso.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Drive-thru de testagem para covid-19 na Arena das Dunas tem longa fila de carros na abertura

Foto: Julia Galvão

Uma longa fila foi registrada na abertura do novo drive de testagem para covid-19, que iniciou atividades nesta sexta-feira (28) no Arena das Dunas, zona Sul de Natal. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o funcionamento será das 8h às 15h, com entrada pelo acesso da avenida Prudente de Morais, por 10 dias ininterruptos até o dia 06 de fevereiro. A medida busca desafogar o sistema de testagem para covid-19 devido ao considerável aumento na procura, tanto na rede pública quanto privada.

Os exames utilizados são testes rápidos para covid/antígeno com coleta swab nasofaríngeo, com o resultado disponível em até 24h. Para fazer o teste é necessário que a população leve impresso e preenchido o formulário com dados da pessoa a ser testada, disponível no site da https://vacina.natal.rn.gov.br/. O secretário George Antunes assegura que os Centros de Síndromes Gripais do Cemure e Nélio Dias vão continuar em funcionamento, focados no atendimento de pessoas com sintomas leves, desafogando o trabalho das UPAs da cidade. Nos Centros, a população tem consulta médica, dispensação de medicação e testagem para Covid.

Tribuna do Norte

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Com UTIs pediátricas lotadas, RN tem fila de crianças à espera de leitos para Covid

Foto: Sérgio Henrique Santos

Todos os leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) para Covid-19 disponibilizados ao público infantil na rede pública de saúde do Rio Grande do Norte amanheceram ocupados, nesta sexta-feira (28), segundo confirmou ao g1 a Secretaria Estadual de Saúde.

Com isso, o estado registra fila de espera de crianças à espera de leito pediátrico para Covid-19. São pelo menos 8 pacientes.

A rede pública estadual tinha 13 leitos de UTIs pediátricas pela manhã, sendo 10 no Hospital Maria Alice Fernandes, em Natal, e três pactuados com o Hospital Wilson Rosado, em Mossoró, no Oeste potiguar.

Dois desses leitos foram abertos na noite entre a quinta (27) e esta sexta (28) e o governo diz que a equipe trabalha para conseguir abrir pelo menos mais seis leitos de UTIs pediátricas ao longo desta sexta-feira (28). Ao longo dos próximos dias, a rede pretende abrir 16 leitos críticos e 27 clínicos voltados ao público infantil.

Entre os pacientes na fila de espera por um leito, há crianças com idades entre 0 e 14 anos. A maioria tem menos de 10 anos de idade. Quatro têm menos de cinco anos de idade.

g1 RN

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Clima

[VÍDEO] FENÔMENO NATURAL: Tromba d’água é vista no litoral Norte do RN

Uma tromba d’água foi flagrada na tarde desta quinta-feira (27) na Praia de Perobas, que fica entre os municípios de Touros e Rio do Fogo, no litoral Norte potiguar. O fenômeno foi registrado por moradores e turistas no local.

O formato é semelhante a o de um pequeno tornado, o que chamou a atenção dos que presenciaram o momento.

De acordo com o meteorologista Gilmar Bistrot, o fenômeno se trata de uma tromba d’água.

“Ocorre quando da formação de nuvem tipo CumulusNimbus, que tem baixa pressão no seu centro, sugando o ar circunvizinho. Quando toca a superfície, se for líquida, forma uma coluna de água em direção à nuvem. Se for em terra, forma uma coluna de poeira”, explicou.

g1 RN

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

PANDEMIA: Estados Unidos registra 723 mil novos casos de covid-19 e 3,5 mil mortos em 24 horas

Os Estados Unidos registraram 1.083.948 novos casos de Covid-19 nesta segunda-feira (3), de acordo com o jornalista Renato Souza.

O número não chega a ser um recorde, mas é alarmante. No último dia 3, Os Estados Unidos registraram 1.083.948 novos casos de Covid-19.

Ainda segundo a informação do jornalista, foram contabilizadas 3,5 mil mortes, próximo do recorde de 4.442 há quase um ano, em 20 de janeiro de 2021, quando os Estados Unidos ainda estavam no início de sua campanha de vacinação.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *