WhatsApp vai diminuir tempo para excluir mensagens

Em alguns casos, mensagem poderá ser lida pelo destinatário mesmo após apagada pelo remetente

Mensagem apagada no WhatsApp poderá ser lida em alguns casos, a partir de nova atualização do mensageiro — Foto: Aline Batista/TechTudo

O WhatsApp Beta atualizou a opção “apagar mensagem” para estabelecer novos limites ao destinatário, segundo divulgou o perfil WABetaInfo na última quinta-feira (11) via Twitter. A alteração restringe o tempo para uma conversa ser apagada após o recebimento: 13 horas, 8 minutos e 16 segundos. Ou seja, caso o destinatário não tenha recebido o pedido de exclusão dentro desse prazo, o conteúdo ainda poderá ser lido.

Isso é possível em casos em que o usuário fica com o celular desligado por um longo período de tempo ou sem sinal de Internet, por exemplo. Até o momento, o novo padrão não está disponível no aplicativo oficial – apenas na versão de testes. A expectativa é de que novidade chegue a todos os sistemas operacionais compatíveis, seja em smartphones Android e iPhone (iOS), como na versão web para Windows e macOS.

De acordo com o Twitter especializado em adiantar as novidades do WhatsApp, o objetivo seria proteger conteúdos antigos contra o abuso de alguns usuários, que usariam versões modificadas do app para apagar mensagens enviadas a semanas, meses ou até anos atrás. Dessa forma, eles infringiriam as políticas de privacidade da rede social. Apesar da mudança, a solicitação de exclusão pelo remetente permanece a mesma: 1 hora, 8 minutos e 16 segundos.

Vale lembrar que o recurso “apagar mensagem para todos” foi lançado oficialmente no final de outubro de 2017, após testes na plataforma Beta do mensageiro. Assim, a aplicação só poderia ser feita em compartilhamentos realizados a partir dessa data. No início, o prazo de cancelamento de um recado enviado era de até sete minutos. Posteriormente, em março deste ano, ele foi estendido para o limite atual. A função consegue reverter o envio de qualquer conteúdo pelo WhatsApp, como texto, fotos e arquivos transmitidos para outros usuários.

Globo, via Techtudo, WABetaInfo e Übergizmo