Após polêmica, MP recomenda intensificação de operações de fiscalização de trânsito no interior

Foto: Divulgação

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) editou recomendação aos comandantes da Polícia Rodoviária Estadual, do 2º Distrito de Polícia Rodoviária Estadual e ao responsável pelo 2º Núcleo de Policiamento Rodoviário Estadual, com sede na cidade de Assu, para que mantenham e intensifiquem operações de fiscalização de trânsito e repressão à criminalidade, eventualmente em cooperação institucional com o Departamento Municipal de Trânsito de Assu (Demutran), destinadas à fiscalização integral do trânsito e manutenção da ordem pública nas cidades de Assu, Carnaubais, São Rafael e Porto do Mangue.

Qualquer tentativa de interferência de qualquer natureza, inclusive política, sem amparo legal, para a diminuição quantitativa ou qualitativa da atividade fiscalizatória do 2º Núcleo de Polícia Rodoviária Estadual nas cidades abarcadas pela comarca de Assu devem ser comunicados ao Ministério Público, notadamente à 3ª Promotoria de Justiça de Assu. O 2º Núcleo de Policiamento Rodoviário Estadual, com sede na cidade de Assu, deve informar, em até 15 dias, as providências adotadas no cumprimento da recomendação.

Veja todos os detalhes aqui no portal Justiça Potiguar.

 

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Asevedo disse:

    Parabéns ao MP por essa recomendações legais, pois quem compra um veículo para se locomover é porque tem condições de pagar os impostos e tributos sobre o mesmo, pois essa onda da governadora e desses políticos vagabundos do RN de querer isentar e denominar de coitadinhas e trabalhadores esses proprietários de motos e ilegal, pois existem muitos proprietários de veículos que usam seus automóveis para trabalhar e ganhar o seu sustento e não tem por parte do governo o mesmo tratamento. Isso é fomentar a ilegalidade.

  2. Domingos Fernandes disse:

    Parabéns ao MP colocar em odem não se curvando a politicagem a lei tem q ser aplicada pra todos Desde a BR Federal ao caminho de barro indo ou voltando do roçado lei e válida em qualquer situaçao

  3. Justiça disse:

    Ministério público,devia da explicação a sociedade, esses valores altos que eles receberam. O comércio tá muito bom p fazer fiscalização no interior onde o pobre único meio de transporte e uma moto.

    • Dr. Veneno disse:

      Os servidores q receberam os vultuosos valores são credores do ente público.
      O errado é eles receberem de forma direta, sem passar pela lista de precatórios do Estado .
      Qto as fiscalizações, tem mesmo q ocorrer. Se não querem pagar emplacamento andem de bicicleta. Pois fica injusto gde percentual de proprietários pagar e outros tantos não.

  4. nasto disse:

    A FISCALIZAÇÃO deve ser feita e é para ser feita em todo estado. Fora da lei tem que ser punido.

    • Anti-Político de Estimação disse:

      Concordo plenamente . A Governadora do Estado tem que ter pulso firme e não ceder às pressões desses Deputados Coronés, que pensam que estamos em 1900.
      Pau que dá em Chico OBRIGATORIAMENTE tem que dar em Francisco também !

COMENTE AQUI