Geral

Autoridades da Austrália insinuam guerra com a China; relação entre os dois países está congelada há quase um ano, após pedido de investigação sobre origens da Covid-19

Foto: Frederic J. Brown/AFP via Getty Images

País com forças armadas muito menores e sem armas nucleares, a Austrália decidiu insinuar uma guerra com a China.

Em 25 de abril, a data simbólica do Dia de Anzac, quando a Austrália homenageia seus mortos na guerra, o recém-nomeado Ministro da Defesa, Peter Dutton, disse que um conflito com a China sobre Taiwan não deveria “ser descartado”, acrescentando que os australianos precisam ser “realistas” sobre as tensões na região.

Em outra mensagem durante o Dia de Anzac, a principal autoridade do poderoso departamento de Assuntos Internos da Austrália, Mike Pezzullo, disse a sua equipe que “nações livres” estavam ouvindo os “tambores da guerra” bater novamente.

Poucos dias depois, o primeiro-ministro Scott Morrison anunciou US$ 580 milhões em modernizações militares. Uma semana depois, vários jornais publicaram instruções confidenciais do major-general da Austrália, Adam Findlay, aos soldados das forças especiais, nas quais ele disse que o conflito com a China era de “alta probabilidade”.

A ideia de a Austrália travar uma guerra contra a China por conta própria é ridícula. No ano passado, os gastos militares da Austrália foram de cerca de US$ 27 bilhões, de acordo com o Instituto de Pesquisa Stockholm International Peace. Os gastos da China, no mesmo período, foram quase 10 vezes mais, estimados em cerca de US$ 252 bilhões, o segundo maior do mundo.

Além disso, a China é uma potência nuclear. Já a Austrália, não.

As relações entre Canberra e Pequim estão congeladas há quase um ano, desde que Morrison e seu governo enfureceram o governo chinês ao pedir publicamente uma investigação sobre as origens da pandemia de Covid-19. Desde então, as exportações australianas para a China – incluindo carvão, trigo e vinho – tem enfrentado muitos obstáculos.

O governo australiano se moveu para confrontar Pequim sobre as alegações de abusos dos direitos humanos em Xinjiang e Hong Kong, e o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Zhao Lijian, se juntou à mídia estatal para destacar o fraco histórico de direitos humanos da Austrália sobre refugiados e indígenas australianos.

Mas muito da retórica de guerra da Austrália é na verdade impulsionada pela política interna, disse Yun Jiang, editora-chefe do Centro sobre a China no Mundo, da Universidade Nacional da Austrália. O governo de Morrison está sob pressão por causa das alegações de que tratou mal a campanha de vacinação contra a Covid-19 e pode estar tentando mudar o foco.

“Concentrar-se em um inimigo externo geralmente tem sido bastante eficaz para unir o sentimento público e se reunir em torno do governo”, disse ela. “Eu acho que é irresponsabilidade do governo falar sobre isso assim. Guerra é um assunto muito sério”.

As palavras do governo australiano, no entanto, podem refletir preocupações reais sobre a possibilidade de uma invasão chinesa em Taiwan – um conflito que poderia envolver toda a região da Ásia e até mesmo os Estados Unidos. Mas essa perspectiva aterrorizante, disse Yun, é provavelmente o motivo pelo qual outros aliados dos EUA, mais próximos da esfera de influência de Pequim, como a Coreia do Sul e o Japão, não estão ecoando a linguagem agressiva de Canberra.

CNN Brasil

Opinião dos leitores

  1. A agressividade da política externa chinesa, as desconfianças quanto à origem do vírus da COVID e as acirradas disputas comerciais e tecnológicas entre a China e outros paises estão aos poucos acirrando os ânimos nas relações internacionais. O Mar da China é um barril de pólvora e os EUA estão de olho no que ocorre por lá. É bom lembrar que a Austrália é pais de língua inglesa e, caso venha a se envolver num conflito com a China, com certeza não estará só. Ai reside o perigo. Creio que o mundo está próximo de um grande conflito.

  2. A escalada de tensões entre a China e países circunvizinhos não vai cessar, ou arrefecer. Muito ao contrário: é evidente o aumento da instabilidade na região, e uma guerra não pode ser descartada. Caso a China invada Taiwan, é quase certo um conflito armado na região, que rapidamente evoluiria para uma Terceira Guerra Mundial. Tempos sombrios estão chegando. Podem tirar print do meu comentário: até 2023, uma guerra eclodirá na Ásia, provavelmente com reflexos globais.

  3. A CPI do covid 19 deveria começar pelo presidente da China. Eles quebraram as pernas fa economia mundial e venderam as muletas

  4. A China deveria ser retaliada pelo mundo inteiro. Deveria pagar por todo dando causado ao mundo, e o Partido Comunista Chinês sumir do mapa mundial.

    1. Pega uma arminha, c9le uma foto do Bozo e vá pra guerra palhaço.
      Só não vá ser um frouxo e arregão como o Bozo e sua Gadolandia.
      Muuuuuuuuu

    2. Deixa de falar bosta 💩 Samuel uel, babaca , palhaço é tu

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN chega a 849 mil potiguares vacinados com a primeira dose, mas ainda é 15º estado

A quantidade de pessoas vacinadas com a primeira dose contra a Covid-19 no Rio Grande do Norte chegou a 849 mil e, com isso, o estado ocupa 15ª posição no ranking dos estados que mais aplicaram a primeira dose. O número corresponde a 24% da população com pelo menos uma vacina administrada.

Levando em consideração o total de pessoas imunizadas, ou seja, com as duas doses, o número é 386,9 mil, o que equivale a 11% da população do estado. A média nacional é de 11,17% dos habitantes totalmente vacinados.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Miséria persiste 10 anos depois que Dilma lançou o “Brasil sem Miséria”

Há 10 anos, em junho de 2011, poucos meses após assumir o cargo de presidente da República, a petista Dilma Rousseff prometeu acabar com a pobreza extrema com o lançamento do programa “Brasil sem Miséria”. Existiam 16,2 milhões de brasileiros abaixo da linha da miséria, segundo o anúncio feito com toda a pompa no Palácio do Planalto, sem contar a propaganda que se seguiu, tudo muito caro. A mente tortuosa da petista considerava que a miséria poderia ser solucionada por decreto. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

No início de 2016, meses antes de Dilma se enxotada, o número de miseráveis já havia crescido para 9,2% da população, segundo o IBGE. O IBGE verificou que a pobreza extrema chegou a cair entre 2012 e 2014 no Brasil, mas, desde então, só faz crescer. Até cair um pouco, em 2019. Em 2020, a estimativa do IBGE foi que disparou o número de brasileiros que viviam abaixa da linha da extrema pobreza, após a pandemia.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Oposição vai acionar MP e TCU contra Bolsonaro por possível desvio de recursos da covid

O senador Alessandro Molon divulgou neste domingo (13) que partidos da oposição vão acionar o MP (Ministério Público) e o TCU (Tribunal de Contas da União) contra o governo de Jair Bolsonaro para apurar o possível desvio de recursos destinado à publicidade sobre a covid, no valor de R$ 52 milhões.

A declaração foi feita em seu perfil no Twitter. Molon afirmou que se trata de um “gravíssimo crime de responsabilidade”. “Também será acrescentado ao nosso pedido de impeachment contra Bolsonaro”, disse.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Brasil estreia na Copa América com vitória sobre a Venezuela

Foto: reprodução/Instagram: @espnbrasil

A Seleção Brasileira estreou na Copa América vencendo a Venezuela por 3 a 0. A partida foi realizada no Estádio Mané Garrinha, em Brasília.

O zagueiro Marquinhos abriu o placar no primeiro tempo. Na segunda etapa, o lateral-direito Danilo sofreu pênalti que foi convertido por Neymar. O terceiro gol marcado pela Seleção foi de Gabigol, após jogada de Neymar pela esquerda.

Na próxima quinta-feira (17), o Brasil enfrenta a seleção peruana, às 21h, no Estádio Nilton Santos (Engenhão), no Rio de Janeiro.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

PF investiga mais um suspeito de pagar propinas a Renan Calheiros

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

A Polícia Federal investiga o empresário Alexandre Santoro, CEO da International Meal Company, por suspeita de participar de um esquema de pagamento de propinas ao senador Renan Calheiros, diz a revista Crusoé (veja aqui).

De acordo com a investigação, quando Santoro era CEO da América Latina Logística, em 2013, ele participou de uma reunião com Milton Lyra, apontado como operador Renan, e o empresário Richard Klien, alvo do inquérito por fazer supostos repasses ao senador.

Relatórios de quebra de sigilo bancário revelam que, poucos dias depois da reunião, a América Latina Logística fez pagamentos de 773 mil reais à empresa de um delator que assumiu ter sido responsável pela lavagem de dinheiro de propinas pagas a políticos ligados ao setor portuário.”

O Antagonista

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

VÍDEO: TV da Argentina ironiza presidente do país e mostra que “europeus” estão piores que a “selva” e “índios” na economia e vacinação contra a Covid

A TV argentina ‘La Nación’ ironizou declarações preconceituosas do presidente da Argentina, Alberto Fernández, que disse que “mexicanos vieram dos índios, os brasileiros vieram da selva, mas nós, os argentinos, chegamos em barcos”, vindos da Europa.

O veículo usou ironicamente os mesmos termos ditos pelo presidente argentino para comparar dados do PIB, da inflação e da vacinação contra a Covid-19 entre os três países, mostrando que em todos os quesitos, a situação da Argentina é pior que a do México e a do Brasil.

Opinião dos leitores

  1. Usaram a mentira também.
    Nossa inflação está em 8,5 nos últimos 12 meses.
    A vacinação por aqui patina, vacinada mesmo, só 11% da população e o pior, os crimes do facínora estão aparecendo.

  2. Coisa de esquerdopatas, não tem argumentos ai vem com palavras chulas. Igualzinho os Petralhas daqui.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Moraes mantém quebra de sigilo de coordenadora do Programa Nacional de Imunizações

Foto: Gabriela Biló/Estadão Conteúdo

O ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), negou neste domingo (13) pedido para suspender as quebras de sigilo telefônico e telemático de Francieli Fontana, coordenadora do PNI (Programa Nacional de Imunizações). A quebra foi autorizada pela CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da covid.

No pedido encaminhado ao Supremo, Fontana disse que o acesso aos seus dados telefônicos é “completamente ilegal e inconstitucional”. Moraes discordou. Para ele, as CPIs têm poderes semelhantes aos de juízes, podendo inclusive invadir “liberdades públicas e individuais”.

“Na presente hipótese, no exercício de seus poderes instrutórios, a CPI aprovou o requerimento de quebra dos sigilos telefônico e telemático da requerente, formulado de maneira fundamentada”, disse o ministro.

Moraes também afirmou que são de interesse público “eventuais condutas comissivas e omissivas do Poder Público que possam ter acarretado o agravamento da terrível pandemia causada” pela covid.

Moraes já havia negado no sábado (12) pedido semelhante feito pelo ex-ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo. O ex-chanceler disse que a Jurisprudência do STF só admite quebras de sigilo feitas por CPIs quando o procedimento é devidamente justificado e referendado em fatos.

O ministro do Supremo afirmou que houve justificação para a quebra. Também pontuou que os direitos e garantias individuais não podem ser utilizados como escudo protetivo.

Ao todo, a CPI aprovou a quebra de sigilo de 18 pessoas e 3 empresas. Veja a lista completa:

  • Filipe Martins, assessor internacional da Presidência da República;
  • Ernesto Araújo, ex-ministro das Relações Exteriores;
  • Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde;
  • Zoser Hardman, ex-assessor especial do Ministério da Saúde;
  • Túlio Silveira, representante da Precisa Medicamentos;
  • Paolo Zanotto, médico;
  • Marcellus Campêlo, ex-secretário de Saúde do Amazonas;
  • Luciano Dias Azevedo, médico;
  • Hélio Angotti Neto, Secretário de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em
    Saúde do Ministério da Saúde;
  • Francisco Ferreira Filho, Coordenador do Comitê da Crise do Amazonas;
  • Francisco Emerson Maximiano, sócio da Precisa Medicamentos;
  • Francieli Fontana Fantinato, coordenadora do Programa Nacional de Imunização (PNI);
  • Flávio Werneck, ex-assessor de Relações Internacionais do Ministério da Saúde;
  • Antônio Elcio Franco Filho; ex-secretário Executivo do Ministério da Saúde;
  • Camile Giaretta Sachetti, ex-diretora do departamento de Ciência e Tecnologia da
    Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde;
  • Arnaldo Correia de Medeiros, secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde
  • Alexandre Figueiredo Costa e Silva Marques, auditor do Tribunal de Contas da União (TCU);
  • Mayra Pinheiro, secretária de Gestão do Trabalho e da Educação do Ministério da Saúde;
  • Empresa PPR – Profissionais de Publicidade Reunidos
  • Calya/Y2 Propaganda e Marketing
  • Artplan Comunicação

Poder 360

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

COVID: Brasil registra 1.129 óbitos e 37 mil novos casos nas últimas 24h

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil neste domingo (13):

– O país registrou 1.129 óbitos nas últimas 24h, totalizando 487.401 mortes;

– Foram 37.948 novos casos de coronavírus registrados, no total 17.412.766 milhões pessoas já foram infectadas.

– Com mais 33.371 curados registrados nas últimas 24h, o número total de recuperados do coronavírus é 15.794.548. Outros 1.130.817 pacientes estão em acompanhamento.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

SÉRIE D: ABC goleia e é líder isolado do grupo, América perde e fica fora do G4; Próxima rodada tem Clássico Rei

Imagens: reprodução Instagram: @campinenseclube/ElevenSports

O ABC venceu o Sousa-PB no Frasqueirão por 4 a 0 e se isolou na liderança do grupo 3 da Série D. Ederson e Claudinho, duas vezes, e Denner marcaram os gols do Mais Querido.

Em Campina Grande, o América foi derrotado pelos donas da casa. O Campinense contruiu o placar de 3 a 0 ainda no primeiro tempo da partida.

Na próxima rodada os rivais potiguares se enfrentam. O Clássico Rei acontecerá no domingo (20), às 16h, na Arena das Dunas.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polêmica

VÍDEO: Deputado do Ceará é levado para a delegacia após se recusar a obedecer decreto estadual em praia de Pernambuco

O deputado estadual do Ceará, André Fernandes (Republicanos), de 23 anos, foi conduzido para a Delegacia de Porto de Galinhas no sábado (12), após se recusar a obedecer o decreto estadual de Pernambuco que proíbe acesso a praias em todo o estado, devido à pandemia da Covid-19. Vídeos mostram o parlamentar na praia de Muro Alto, em Ipojuca, no Litoral Sul, ignorando orientações de guardas municipais.

A Polícia Civil informou, por meio de nota, que a Delegacia de Porto de Galinhas está investigando a ocorrência de infração de medida sanitária preventiva. “Foi registrado um Boletim de Ocorrência e foi instaurado um IP [inquérito por portaria] por abuso de autoridade e infração de medida sanitária preventiva. O IP, após conclusão, seguirá para a Justiça”, afirma a nota.

Imagens que circulam nas redes sociais mostram o parlamentar dizendo que se algum dos guardas tocar nele será preso e que não pode ser detido por ter imunidade parlamentar.

“Tenho o direito de tomar banho porque a Constituição é clara e todos têm o direito de ir e vir”, diz André, voltando a entrar na água. Um dos guardas responde. “É ele querer se usar de um poder público para afrontar o outro”.

Por meio de nota, a Prefeitura de Ipojuca afirmou que o deputado cearense “ignorou e debochou das orientações dos guardas municipais” e também que ele desafiou a guarda no mar, afirmando que “quem quisesse tirá-lo de lá teria que entrar na água”.

Nas redes sociais, o deputado publicou trecho de um vídeo que mostra um dos momentos em que diz que o decreto estadual não está acima da Constituição e que, portanto, não estaria violando nada.

Em 2020, decisões do plenário do Supremo Tribunal Federal garantiram a estados e municípios autonomia para tomar providências de forma a evitar a propagação da Covid-19.

Em março deste ano, o presidente Bolsonaro (sem partido) ingressou com uma ação no STF para derrubar decretos de dois estados e do Distrito Federal. Esses decretos instituíram medidas de isolamento social para conter a pandemia de Covid-19. Mas o pedido foi rejeitado por decisão individual do ministro Marco Aurélio Mello.

O G1 procurou o deputado André Fernandes. A assessoria do parlamentar informou que ele vai se pronunciar por meio das redes sociais.

G1

Opinião dos leitores

  1. Sempre os mesmos asnos de plantão pra falar bobagens. Mané, zé tomaz kkk esse zé deve ser o mesmo tomaz kkk
    Vão procurar uma lavagem de roupa! Façam algum comentário verdadeiro, lógico.

  2. Tem que ser mais um apoiador do “minto”. Será que ele não tem o conhecimento da Constituição? mesmo que ele tenha o direito de ir e vir, esse direito não é absoluto, ou seja, pode ser restringido.

  3. Não vejo ninguém falando sobre quem é obrigado a usar transporte coletivo lotado, ninguém reclamando dos serviços essenciais que nunca pararam mas proíbir a pessoa frequentar a praia é normal.

    1. É não, é inalador de ozônio da turma de Calígula.

    2. Você é uma anta mesmo.
      Esse deputado é da turma do seu genocida.

    3. Não vejo Ciro Gomes fazendo motociata e sendo contra a vida, só um idiota do RN que não quer ver.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *