Moro telefona para autoridades do Paraguai por informações sobre prisão de Ronaldinho

Foto: REUTERS/Jorge Adorno

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, falou por telefone nesta segunda-feira com integrantes do governo do Paraguai para se informar sobre a situação de Ronaldinho Gaúcho e do irmão dele, Roberto Assis, que estão presos em Assunção desde sexta-feira.

A informação, obtida pelo GloboEsporte.com com o governo do Paraguai, foi confirmada pela assessoria do ministro Moro.

O ex-jogador e Assis estão presos no Paraguai acusados de utilizarem documentos falsos. Eles foram flagrados com passaportes paraguaios adulterados pouco depois de chegarem a Assunção, na semana passada.

Por meio de sua assessoria, Moro confirmou o contato, afirmou que está acompanhando o caso e acrescentou que “o Paraguai é soberano para tomar decisões”. Os governos de Brasil e Paraguai são fortes aliados na região.

Ronaldinho e o irmão estão em uma sala separada, sozinhos, ganharam cobertores e colchões. Eles não se alimentam com a comida servida pela cadeia e se servem com mantimentos levados pela equipe de advogados.

A defesa de Ronaldinho Gaúcho entrou com um recurso na manhã desta segunda-feira e solicitou que o astro e seu irmão, Assis, passem a cumprir prisão domiciliar. A prioridade dos advogados é tirar os dois da penitenciária em que estão, a Agrupación Especializada da Polícia Nacional, em Assunção, antes de pensar na saída da dupla do Paraguai.

Uma audiência foi marcada a para a manhã desta terça, às 8h, quando serão revistas as medidas contra R10 e Assis. O responsável pela decisão será o juiz Gustavo Amarilla. O jogador e seu irmão, entretanto, não estarão presentes – apenas seus advogados participarão.

Caso a Justiça concorde com a prisão domiciliar, Ronaldinho e Assis seguirão detidos, mas em algum imóvel residencial na capital Assunção. Se este passo der certo, os advogados passarão a tentar o segundo recurso para permitir que os dois retornem ao Brasil.

Globo Esporte

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. disse:

    "Se está na cadeia é pq fez algo errado"
    O Presidente de vcs sempre falou isso… E agora funcionários desse governo está defendendo meliante????????…

  2. Carlos Henrique Chal disse:

    Esse Bolsonaro, sò apoia pilantra.
    Quem disso usa, disso cuida.

  3. Giba disse:

    Todos que aproximam do Bozo se infectar de corrupção ai mais um kkkkk. Jogou o nome na lama

  4. Brasil e RN acima de tudo disse:

    Mas porque? É porque ele é uma celebridade? É porque tem dinheiro? Qual o motivo da preocupação?

  5. Bento disse:

    Globo e a Suzi tudo haver.

Flávio Bolsonaro alerta “denúncia” e pede que autoridades evitem cremação de Adriano Nóbrega, que teria objetivo de sumir evidências

Flávio Bolsonaro usou as redes sociais para pedir que autoridades evitem a cremação do corpo de capitão Adriano. O senador disse ter recebido uma “denúncia” de que estão acelerando o processo para sumir com evidências de que ele foi brutalmente assassinado na Bahia.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Justiceiro disse:

    Grande jogada. Vai terminar chorando ao lado do caixão…

  2. François Cevert disse:

    Esse é o famoso me engana que eu gosto.

  3. Ger Laranjeiras disse:

    Çey

  4. Cidadão disse:

    Çey

Os planos do crime organizado no Ceará para matar autoridades

Foto: Reprodução

A Polícia Federal e o Ministério Público do Ceará encontraram ameaças a autoridades do estado em um aparelho celular que estava na posse de Ednal Braz da Silva, vulgo “Siciliano”, apontado como chefe da facção criminosa Guardiões do Estado.

Foi ele que ordenou, da cadeia, a maior onda de ataques já ocorrida no Ceará, no ano passado.

Segundo o G1, nas mensagem no celular do criminoso há ameaças de atentados e morte contra os secretários estaduais da Segurança Pública, André Costa, e da Administração Penitenciária, Mauro Albuquerque; e a outras autoridades como o diretor de um presídio localizado em Itaitinga, na região metropolitana de Fortaleza.

Leia mais aqui no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Papa angu disse:

    Não tenho conhecimento dessa causa, mas penso que se as autoridades, quiser acabar desmantelar de vez com esse tal crime organizado, uma boca de noite seria suficiente.

FOTO: Surfista campeão do mundo, Ítalo Ferreira é recebido pela governadora e autoridades com honrarias

FOTO: ASSECOM/RN

De Baía Formosa para o mundo. Ítalo Ferreira, o mais novo campeão mundial de surfe, desembarcou na manhã desta segunda-feira (23) no Aeroporto Aluízio Alves, em São Gonçalo, carregando o troféu da Liga Mundial de Surfe (WSL) conquistado em Pipeline, no Havaí, na última quinta-feira (19). Recepcionado pela governadora Fátima Bezerra, o vice-governador Antenor Roberto, a secretária de Turismo Aninha Costa e o presidente da Emprotur Bruno Reis, o surfista recebeu o reconhecimento do Governo do RN através da certificação por mérito de Embaixador do Esporte do RN.

“Sabemos que sua história é carregada de muito sucesso e superação e os norte-rio-grandenses se orgulham de você, nosso primeiro nordestino campeão mundial de surfe. Parabéns, Ítalo Ferreira!”, disse a governadora no aeroporto, onde ele foi recebido como um herói. O atleta de origem humilde de “BF” – Baía Formosa, como é conhecida a paradisíaca cidade onde ele nasceu, destino turístico bastante procurado por surfistas e situado a 90 km de Natal, na divisa com a Paraíba –, agradeceu o carinho da plateia e também o título de embaixador entregue pela governadora. “Eu só tenho a agradecer por essa conquista. Isso tudo é um sonho”, afirmou.

No aeroporto, seus pais Katiana e Luís Ferreira, além de outros membros de sua família, amigos e fãs de diversos lugares, e em especial de sua cidade, Baía Formosa, estavam à sua espera. De lá o acompanharam em carreata até a entrada da cidade de Natal, na altura do pórtico dos Três Reis Magos. Na ocasião, ele trocou de carro e foi recebido pelo comandante do Corpo dos Bombeiros, Coronel Luiz Monteiro, e seguiu em carro aberto da corporação até o Centro de Convenções. O surfista de Ponta Negra, Jadson André, que perdeu para Ítalo numa das baterias da etapa de Pipeline, também seguiu com o campeão.

A entrega do título foi articulada pela Secretaria de Turismo e pela Empresa Potiguar de Promoção Turística (EMPROTUR) e está alinhada com a estratégia de promoção turística do Estado, focada em segmentos, tendo o turismo esportivo e de aventura como um dos pontos de destaque. “A proposta é trabalhar destinos de surfe como Baía Formosa e Pipa, no litoral Sul; kite e wind surf, em São Miguel do Gostoso e Maxaranguape, no Litoral Norte, para atrair eventos esportivos e praticantes dessas modalidades para o estado”, disse o diretor do órgão, Bruno Reis.

O atleta desembarcou às 9h30 e, tanto dentro quanto fora da aeronave, ele distribuiu sorrisos, posou para selfies e recebeu o entusiasmo dos fãs. Agora, quem nunca ouviu falar em Baía Formosa, já sabe que se trata da cidade berço de um campeão mundial de surfe, que integra o seleto grupo de campeões mundiais e mais seleto ainda quando se trata de brasileiros nessa lista: Gabriel Medina, bicampeão mundial (2014 e 2018), Adriano de Souza, o Mineirinho (2015), até o atual Ítalo Ferreira.

A carreata, organizada pela família, contou com aparato de segurança da Polícia Rodoviária Estadual, que acompanhou o percurso com seis viaturas e quatro “batedores” de motocicleta, além da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. O senador Jean Paul também estava presente no aeroporto para receber o campeão.

CULTURA SURFE

O atleta de 25 anos aprendeu a surfar ainda criança. No início, pegava ondas escondido dos pais, que não viam este esporte como um bom caminho.

Mas a vocação prevaleceu. Várias vezes ele pegou uma tampa de caixa de isopor para cair no mar, até ganhar a sua primeira prancha. Antes de ser descoberto por seu técnico, Luiz Pinga, e obter o primeiro patrocínio, era através do esforço dos pais que ele conseguia participar das competições. Após sua boa performance nos pódios, a situação se inverteu: com ajuda do atleta, que desde 2015 está no circuito mundial, Katiana ampliou a pousada da família e adquiriu o bar e restaurante anexos. O pai continua trabalhando como comerciante de pescados.

Ítalo começou a surfar por incentivo dos primos Biano e Helinho, que lhe deram as primeiras aulas na Praia do Porto, onde ele foi criado. Lá, ocorre um famoso “pico” de ondas chamado pelos surfistas de “Picão”, que é considerada a escolinha para crianças e adultos, pela regularidade de ondas, consideradas perfeitas para iniciação no esporte. No entanto, a grande referência para o surfista campeão do mundo e para os demais atletas locais é o Pontal de Baía Formosa, que lapidou seu conterrâneo Alan Jhones, um dos cinco melhores do campeonato brasileiro deste ano, e o paraibano Fábio Gouveia.

Menino ainda, Ítalo começou a competir e a faturar o pódio nas principais competições estaduais e regionais, até ser descoberto aos 12 anos por Luís Pinga Campos, seu técnico até hoje. O surfista colecionou vitórias em campeonatos mundiais juniores e se tornou campeão brasileiro em 2014. Foi naquele ano que ele desbancou Medina numa competição e conquistou a vaga para o circuito mundial, da Liga Mundial de Surf (WSL). Em 2015, inicia sua carreira no circuito mundial, quando no primeiro ano já foi considerado o competidor revelação da competição. O ano de 2019 foi estratégico para o surfista campeão do mundo, com a garantia, junto com Gabriel Medina, de uma das duas vagas para as Olimpíadas de Tóquio 2020.

O atleta coleciona diversas histórias de sucesso e superação. Uma delas ocorreu este ano quando ele foi assaltado nos EUA e perdeu bagagens, pranchas e o passaporte. De última hora, conseguiu embarcar para Tóquio para os Jogos Mundiais da Isa, passagem obrigatória para a conquista de uma vaga para as Olimpíadas. Acabou ganhando a competição e garantindo sua vaga.

A primeira bateria foi ganha com prancha emprestada do surfista Filipe Toledo e de bermuda jeans, porque ele chegou em cima da hora. O surfista chegou ao Havaí como líder do circuito. Durante o ano, ele conquistou três títulos de etapa, dois vice-campeonatos e duas quartas de final: ou seja, em sete das 11 etapas, o potiguar esteve entre os primeiros.

O título mundial, sonho de todo menino surfista, foi alcançado no ano em que ele perdeu uma de suas maiores referências familiares, sua avó materna Maria. Como a maioria dos jovens de Baía Formosa, ele é considerado um rapaz altamente ligado à família. E, ao se sagrar campeão em Pipeline, estava muito emocionado e dedicou o título à avó e ao tio que também faleceu em 2019.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Mozart Ferrão disse:

    Oportunista!!!

  2. Felipe Santos disse:

    Dois vitoriosos👏🏻👏🏻👏🏻

  3. Pedro disse:

    Estranho essa figura hoje governadora, quer se tornar popular, mais a situação está difícil……surfar com Ítalo? Seria uma boa, vamos fazer uma cota para ela ir embora, quem sabe o nosso pródigo surfista não a transforme em fatao surfistinha, nas ondas de Lula ela já vive, não deve ser tão difícil enfrentar mares mais bravios.

  4. Mendes disse:

    Ambos de origem humilde. A professora chegou ao mais alto cargo do RN e o surfista ao mais alta posição do SURF MUNDIAL . Parabéns para ambos 👏👏👏👏👏👏👏👏👏🤝👏👏👏👏👏

  5. DJAILSON WILLIAM disse:

    DEPOIS DESSA FOTO ELE NÃO GANHA MAIS NADA

  6. Nordestino disse:

    Se afasta disso Italo

PF indicia por associação criminosa todos os presos por ataque hacker contra autoridades

Foto: Reprodução/Internet

A PF indiciou por associação criminosa todas as seis pessoas presas pela invasão de celulares de autoridades, informa Mateus Coutinho na Crusoé.

Walter Delgatti Neto, Thiago Eliezer Martins, o DJ Gustavo Elias Santos e o motorista de Uber Danilo Cristiano Marques também irão responder por invasão de dispositivos telemáticos e interceptações, acusação que não foi feita a Suelen Priscila de Oliveira e Luiz Henrique Molição.

 

Hackers: militante do PT delatado e suposta invasão de celulares de Bolsonaro e de seus filhos

O hacker que delatou à PF o esquema das mensagens  “forneceu uma pista que pode levar a uma reviravolta no caso”, segundo a Veja.

“Luiz Molição entregou aos investigadores o nome de três novos personagens que estariam envolvidos na invasão dos celulares e na divulgação das mensagens da Lava Jato. Um deles seria um militante do PT ligado à família do ex-ministro Antonio Palocci.”

Entrevista

O hacker Walter Delgatti Neto, o Vermelho, deu uma entrevista à Veja.

Ele disse que invadiu o Telegram de Jair Bolsonaro e de dois de seus filhos, Eduardo e Carlos.

Segundo ele, o objetivo não era prejudicar o presidente:

“Fiz campanha para o Bolsonaro e me arrependi depois.”

Ele disse também que colheu provas de que a campanha de Jair Bolsonaro impulsionou mensagens de WhatsApp.

O Antagonista com Veja

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. mauricio disse:

    impressionante: o cara vota em bolsonaro, se arrepende e se alia ao pt, ai começa com as praticas do pt, rouba mensagens, cria falsas noticias, vende as mensagens roubadas e pousa de inocente, me lembra o 19 dedos não sabe de nada

  2. Bento disse:

    "Vermelho". Bandido tua arvore não dá bons frutos, te junta a tua corja e deixa de atacar os heróis deste País "Jair Messias Bolsonaro e o Ministro Sérgio Moro.

Ministro do STF suspende investigação da Receita contra autoridades

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, decidiu nesta quinta-feira (1º) suspender investigação fiscal aberta pela Receita Federal contra 133 contribuintes para apurar suspeitas de irregularidades fiscais. A fiscalização é realizada pela Equipe Especial de Fraudes (EEF), especializada na investigação de autoridades, entre elas, ministros da Corte.

No entendimento do ministro, há graves indícios de ilegalidades na investigação e “direcionamento das apurações em andamento”. Na mesma decisão, Moraes determinou o afastamento temporário de dois servidores da Receita Federal por quebra de sigilo.

“Considerando que são claros os indícios de desvio de finalidade na apuração da Receita Federal, que, sem critérios objetivos de seleção, pretendeu, de forma oblíqua e ilegal investigar diversos agentes públicos, inclusive autoridades do Poder Judiciário, incluídos ministros do Supremo Tribunal Federal, sem que houvesse, repita-se, qualquer indicio de irregularidade por parte desses contribuintes”, decidiu.

Leia mais aqui no portal Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Esse STF é uma vergonha!!
    Cada dia pior.

  2. Cigano Lulu disse:

    Tá vendo, o bebê parido pelo honrado Temer está cumprindo seu papel com reconhecido louvor.

  3. Lobo disse:

    Ótimo, quer dizer que autoridades com movimentação suspeita não pode ser investigado. Agora membros da justiça, que desbarataram uma quadrilha costumaz no roubo e desvio de dinheiro público, prendendo-os e recuperando muitos bilhões, pode ter seu sigilo telefônico roubado e divulgado irresponsávelmente, por trechos tirados de contextos, a conta gotas, sem certificado de veracidade, por site de viés ideológico esquerdalha. Aí está a realidade do país, tudo que combate o crime é retaliado pelo STF, já pessoas e grupos com potencial poder de corrupção e de desvio de dinheiro público, são inocentados, liberados e até bloqueiam as investigações em curso para desvendar. Um absurdo!

Principal acusado de hackear autoridades diz ter mandado a Manuela D’Ávila áudio roubado de procuradores, e ter obtido contato de Glenn Greenwald por ela

Segundo o depoimento de Walter Delgatti Neto à PF, lido agora há pouco pela GloboNews, Manuela D’Ávila –contatada pelo hacker– duvidou, num primeiro momento, da veracidade de afirmação de que ele tinha o material.

Então, sempre segundo o depoimento, Delgatti mandou à ex-deputada federal um áudio com uma conversa entre procuradores.

Depois disso, afirmou o hacker, Manuela o colocou em contato com Glenn Greenwald.

E mais:

A GloboNews está lendo agora o depoimento que Walter Delgatti Neto, o principal acusado de hackear Sergio Moro e outras autoridades, deu à PF.

Delgatti, conhecido como Vermelho, disse ter obtido o contato de Glenn Greenwald por meio de Manuela D’Ávila.

Com informações de O Antagonista e Globo News

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Rozateabrig disse:

    Great post!

  2. Bento disse:

    Alguns partidos dão vergonha só tem gente da pior espécie .

  3. Potiguar disse:

    Esse episódio vai virar filme, o dia que 3 papangus passaram a perna nas maiores autoridades da república, igual ao filme brasileiro sobre o roubo da taça.

  4. Delano disse:

    Ela tava caladinha desde a divulgação. Kkkkkkk

  5. Carlos Bastos disse:

    Esse processo corre em segredo de justiça ou não, já sei a Globo News e o Atogonista faz parte da justiça.

  6. Vitor Silva disse:

    Eu tb teria passado para o The intercept.

    • José disse:

      Vc é idiopata petralha, já ele é um bandido pois vendeu o produto do roubo, já o gleengay, folha e Reinaldo Azevedo são receptadores, compraram e consumiram produto do roubo

Suspeitos de hackear celulares teriam feito 5.616 ligações para acessar Telegram de autoridades

Reprodução

Os investigadores que atuaram na apuração das invasões dos celulares do ministro da Justiça, Sérgio Moro, de magistrados, procuradores e policiais apontaram que os suspeitos de terem feito o hackeamento dispararam 5.616 ligações para os telefones das autoridades por meio de robôs para congestionar as linhas e, com isso, viabilizar o acesso às contas do aplicativo de mensagens Telegram.

A informação foi detalhada em trecho do despacho do juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília, que determinou a prisão de quatro suspeitos de envolvimento nas invasões dos celulares por meio da Operação Spoofing.

Segundo definição da Polícia Federal, spoofing é o termo em inglês que define a “falsificação tecnológica que procura enganar uma rede ou uma pessoa fazendo-a acreditar que a fonte de uma informação é confiável quando, na realidade, não é”.

“Realizadas as diligências investigativas, a autoridade policial logrou inferir como o invasor teve acesso ao código enviado pelos servidores do aplicativo Telegram para a sincronização do serviço Telegram Web relativo às contas invadidas”, escreveu o juiz federal ao longo das 13 páginas da decisão judicial.

Ao longo da decisão, o magistrado do Distrito Federal relata o suposto modus operandi utilizado pelos acusados de hackeamento para obter as conversas do Telegram das autoridades.

Além de Moro, informou o juiz no despacho, também teriam sido alvo das invasões de celulares o desembargador Abel Gomes, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2), o juiz federal Flávio Lucas, da 18ª Vara Federal do Rio de Janeiro e os delegados de Polícia Federal (PF) Rafael Fernandes e Flávio Vieitez Reis.

O próprio juiz destacou na decisão que o Telegram permite que um usuário solicite o código de acesso por meio de uma ligação telefônica para, posteriormente, receber uma chamada de voz contendo o código para ativação do serviço web do aplicativo. Após esse procedimento, a mensagem fica gravada na caixa postal das vítimas.

Vallisney explica ainda no despacho que, para hackear os celulares, o invasor dispara várias ligações para o número alvo com o objetivo de que a linha telefônica fique ocupada. Com esse procedimento que ludibria o aplicativo, a ligação com o código de acesso ao serviço web do Telegram acaba sendo direcionada para a caixa postal da vítima.

Concluída essa etapa, os criminosos acessam a caixa de postal do celular para obter o código que permite entrar na conta do Telegram por meio de uma página da internet.

Voip

Para efetuar as milhares de ligações para os celulares das vítimas, os hackers usaram um serviço de voz baseado na tecnologia Voip, que permite a realização de ligações de qualquer lugar do mundo por meio de computadores, telefones convencionais ou celulares.

De acordo com os investigadores, os supostos invasores presos pela Polícia Federal utilizaram o serviço prestado pela microempresa BRVoz. Nas ligações feitas via serviços de voz sobre IP ou aplicativos permitem a modificação do número que está efetuando a chamada.

Na apuração do caso, os policiais e peritos identificaram a rota de interconexão com a operadora Datora Telecomunicações Ltda, que, segundo a decisão judicial, “transportou as chamadas” destinadas ao número de Moro após ter recebido as chamadas pelo Voip.

Conforme o relato do juiz da 10ª Vara Federal de Brasília, os usuários da BRVoz – o serviço que teria sido utilizado pelos suspeitos de invadir o celular de Moro – podem realizar ligações telefônicas simulando o número de qualquer terminal telefônico utilizando a função “identificador de chamadas”.

Ainda segundo Vallisney, após a análise do sistema e dos logs da BRVoz, os policiais conseguiram identificar todas as ligações efetuadas para o telefone do ministro da Justiça que partiram do usuário cadastrado na conta de Voip registrada em nome de Anderson José da Silva.

O magistrado ressaltou ainda que também partiram desta conta atribuída a Anderson as ligações feitas para os celulares do desembargador do TRF-2, do juiz da 18ª Vara Federal do Rio de Janeiro e dos dois delegados federais.

Rastreamento dos suspeitos

Após rastrear os IPs atribuídos aos dispositivos (computador ou celulares) que se conectaram ao Voip da BRVoz para disparar ligações aos telefones das autoridades, relata o juiz no despacho, os policiais identificaram os moradores dos endereços onde estariam localizados os equipamentos de onde partiram as chamadas:

Walter Delgatti Neto
Gustavo Henrique Elias Santos
Marta Maria Elias
Suelen Priscila de Oliveira

Segundo consta no despacho do juiz federal, Gustavo é filho de Marta e namorado de Suelen. O magistrado cita ainda na decisão o nome de Danilo Cristiano Marques, que, de acordo com a investigação, possui um dispositivo com o mesmo IP que se conectou ao serviço de Voip da BRVoz.

Vallysnei afirma em outro trecho do despacho que os investigadores, com o objetivo de demonstrar que os suspeitos já tinham ligação entre si antes mesmo de se envolverem no suposto ataque hacker, apresentaram à Justiça um histórico de possíveis crimes “praticados em conjunto” por Walter, Danilo, Gustavo e Suelen.

Os quatro foram presos nesta terça-feira (23) pela Polícia Federal na deflagração da Operação Spoofing.

(mais…)

FOTO: Com presenças de ministro e autoridades, Rosalba participa da inauguração do Aeroporto de São Gonçalo

IMG000000000032017A Governadora Rosalba Ciarlini participou, na manhã desta segunda-feira (09), da inauguração do Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante. A Chefe do Executivo acompanhou a cerimônia ao lado do Ministro-chefe da Aviação Civil, Moreira Franco, juntamente com o Diretor-Presidente da Anac, Marcelo dos Guaranys, o Prefeito de São Gonçalo, Jaime Calado, o CEO da Inframérica, Alysson Paolinelli.

Durante o discurso, a Governadora lembrou o desafio que foi viabilizar a construção do Aeroporto junto ao Governo federal e agradeceu a todos da classe política que contribuíram. “A inauguração do Aeroporto é um marco na história e na economia do Rio Grande do Norte. Nos esforçamos para que estivesse pronto antes da Copa, pois sabemos da visibilidade e oportunidade de atrair novos negócios. Certamente em um futuro próximo poderemos colher os frutos de mais essa conquista”, disse.

A Governadora também falou da alegria de ser a Chefe do Executivo nesse momento em que o Aeroporto de São Gonçalo é inaugurado (em anexo, leia a íntegra do discurso).

O Aeroporto de São Gonçalo começou a operar há 10 dias, sete meses antes do previsto em contrato e é o primeiro do país 100% privado. O Consórcio Inframérica, vencedor do leilão realizado em 2011, poderá explorar a estrutura por 28 anos. Os investimentos com construção e operação chegam a R$ 500 milhões.

Durante a cerimônia, O Ministro da Aviação Civil fez a leitura de uma mensagem enviada pela Presidenta Dilma Roussef e elogiou a atuação do estado. ” Agradeço e reconheço o esforço do Governo do RN, na pessoa da Governadora Rosalba Ciarlini, seus dirigentes e funcionários, na viabilização desse projeto”, disse.

O novo terminal terá capacidade de 6 milhões de passageiros por ano. No saguão são 42 balcões de check in e 6 totens de atendimento. Para os que desembarcarem, além de áreas modernas e confortáveis, um corredor turístico com os principais serviços de interesse dos visitantes.

A área de cargas contará com edifício de estocagem e operações de importações e exportações com capacidade de processamento de 10 toneladas por ano. A expectativa é que com a criação da Zona de Processamento de Exportação (ZPE) de Macaíba e com a conclusão do acesso sul, que liga o Aeroporto ás BRs 304 e 101, seja possível atrair ainda mais empresas e elevar o potencial do transporte de cargas.

Também participaram da cerimônia o Presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves, as Deputadas Federais, Fátima Bezerra e Sandra Rosado, oPresidente da Assembléia Legislativa, Ricardo Motta, os deputados estaduais George Soares e Márcia Maia, o membro da diretoria do Sinduscon, Silvio Bezerra, Secretários Estaduais e vereadores de São Gonçalo.

FOTO: Polícia Federal compra 36 carros blindados para proteger autoridades na Copa

Por Fausto Macedo – Estadão

A Polícia Federal adquiriu 36 veículos blindados modelo Mitsubishi Pajero Full que serão usados na segurança de autoridades estrangeiras e nacionais. O objetivo da PF é distribuir a frota especial, inicialmente, para as 12 cidades-sede da Copa do Mundo.

Depois, os carros serão enviados para as cidades onde a PF mais atua na área de segurança e escolta de dignitários. Os blindados vão custar R$ 8,8 milhões e serão recebidos gradativamente, a partir de abril, conforme cronograma de entrega aprovado pela instituição.

A blindagem dos novos veículos SUV (Sport Utility Vehicle) da Polícia Federal, com alto padrão de segurança e conforto, é nível A3, que suporta tiros calibres 22, 38, 9 milímetros e Magnum 357 e 44.

A compra dos blindados faz parte de uma intensa programação da PF, envolvida no planejamento das ações de segurança para os Grandes Eventos, com especial atenção para a Copa do Mundo/2014. Desde 2011, destaca a PF, foram investidos mais de R$ 400 milhões, dos quais R$ 90 milhões estritamente em equipamentos e capacitação para os Grandes Eventos.

Foram adquiridos viaturas, armamento menos letal, embarcações, coletes balísticos, equipamentos para os grupos de operações especiais e para os grupos de bombas e explosivos, soluções de tecnologia da informação – inclusive para investigação de crimes cibernéticos – e identificação de vítimas de desastres e estruturação do Centro de Cooperação Policial Internacional.

foto-1Blindados de alto padrão para o Mundial começam a chegar em abril. Foto: Divulgação

Mais de 1200 servidores foram capacitados em diversas áreas de atuação, como segurança de dignitários, polícia marítima, segurança cibernética, gerenciamento e negociação de crises, vistorias e contramedidas, sem contar os diversos treinamentos realizados em eventos-teste, exercícios, simulados e no período pré-operacional aos eventos dos quais a PF participou.

Indagada pela reportagem do Estado se está preparada para cumprir sua missão na Copa do Mundo e na Olimpíada 2016, a Direção Geral da Polícia Federal – a cargo do delegado Leandro Daiello –, divulgou nota em que revela detalhes de seu planejamento para os Grandes Eventos.

Confira abaixo a íntegra da nota:

A Polícia Federal está preparada para atuar na Copa do Mundo de 2014 nas atribuições inerentes à instituição. Isso decorre do planejamento das ações de segurança para os Grandes Eventos instituído desde dezembro de 2009, quando foi criado grupo de trabalho interno para estudar o tema.

Além de integrar a Comissão Especial de Segurança Pública para Grandes Eventos e manter forte interlocução com a Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos (SESGE) que, aliás, é chefiada por servidor da instituição desde sua criação em 2011, a PF atuou de forma decisiva nas ações de segurança dos Jogos Militares, do sorteio das eliminatórias da Copa do Mundo de 2014, da Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável – Rio+20, do sorteio da Copa das Confederações, da Copa das Confederações e da Jornada Mundial da Juventude.

Desde 2011, foram investidos na PF mais de R$ 400 milhões, dos quais R$ 90 milhões estritamente em equipamentos e capacitação para os Grandes Eventos. Esse investimento permitiu a aquisição de viaturas, inclusive blindadas, embarcações, armamento menos letal, coletes balísticos, equipamentos para os grupos de operações especiais, para os grupos de bombas e explosivos, soluções de tecnologia da informação, inclusive para investigação de crimes cibernéticos e identificação de vítimas de desastre, e estruturação do Centro de Cooperação Policial Internacional.

Mais de 1200 servidores foram capacitados em diversas áreas de atuação, tais como segurança de dignitários, polícia marítima, segurança cibernética, identificação de vítimas de desastre, gerenciamento e negociação de crises, vistorias e contramedidas, sem contar os diversos treinamentos realizados em eventos-teste, exercícios, simulados e no período pré-operacional aos eventos dos quais a PF participou;

Quanto ao orçamento destinado ao órgão, a PF apresenta anualmente crescimento em sua execução orçamentária, superando os índices oficiais de inflação do período. Aos números: mais de R$ 852 milhões em 2010, R$ 903 milhões em 2011, R$ 961 milhões em 2012 e R$ 1,026 bilhão em 2013;

A PF dispõe de duas unidades de VANT (Veículo Aéreo Não Tripulado) operando regularmente, especialmente nas fronteiras brasileiras.

A PF realizou a maior compra de sua história em coletes balísticos destinados a segurança dos seus servidores: 11.200. Da mesma forma, foram adquiridas 600 armas longas destinadas ao Comando de Operação Táticas, Grupos de Pronta Intervenção e Núcleos Especiais de Polícia Marítima, 800 armas não letais para controle de distúrbios, 1.450 viaturas, 18 equipamentos de raio X, 15 robôs anti-bombas, 111 binóculos de detectores de visão noturna, 180 designadores laser infravermelho, 20 cães farejadores, 17 lanchas, 6 scanners corporais para aeroportos, 1 aeronave de grande porte, entre outros investimentos.

A PF inaugurou novas edificações em diversas localidades, tais como as novas Superintendências Regionais no Acre e em Roraima, as novas delegacias de Presidente Prudente/SP, Santa Cruz do Sul/RS, Campina Grande/PB e Guaíra/PR. Em breve, serão inaugurados os novos prédios referentes à Superintendência no Amapá e à Delegacia em Cáceres/MT.

Foi realizado concurso para o preenchimento de 1.200 vagas de policiais. Outro concurso para mais 600 policiais está em avançado estágio de autorização pelo Governo Federal. A prova para mais de 500 agentes administrativos ocorreu no início de fevereiro.

Os resultados dos investimentos realizados pela gestão atual são evidentes com o recorde de operações policiais especiais deflagradas pelo órgão: 246 em 2011; 289 em 2012; e 296 em 2013. A quantidade de drogas apreendida pela instituição também alcançou números históricos: no ano passado, 256 toneladas de drogas saíram das ruas pela atuação da PF. A marca de passaporte emitidos em 2013 também foi recorde: 2,1 milhões de pessoas foram atendidas pelas unidades da instituição e receberam novos documentos de viagem, número superior ao de uma metrópole do tamanho de Manaus/AM.

PCC planejou morte de Alckmin e autoridades, diz Ministério Público

 Uma investigação do Ministério Público de São Paulo mostra que a facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) negocia a venda de drogas em todo o Estado e determinou a morte de diversas autoridades, entre elas, a do governador paulista Geraldo Alckmin (PSDB).

Segundo a investigação, em agosto de 2011, chefes da quadrilha fizeram uma conferência por telefone e “decretaram” a morte do governador.

“Depois que esse governador entrou, o bagulho ficou doido mesmo. Você sabe de tudo o que aconteceu na época em que nóis decretou [mandou matar] ele. Então, hoje em dia, secretário de Segurança Pública, secretário de Administração [Penitenciária] e o comandante dos vermes [policiais militares] estão todos contra nóis”, disse o detento identificado como LH nas escutas telefônicas.

A investigação sigilosa começou em 2009 e, na semana passada, resultou na denúncia de 175 suspeitos de pertencerem à facção pelos crimes de formação de quadrilha e tráfico. Conforme membros do Judiciário, essa é a maior ofensiva contra o PCC desde sua criação, há 20 anos. É também a maior denúncia contra qualquer grupo criminoso.

A apuração do Gaeco (grupo de promotores que investiga o crime organizado) concluiu que os criminosos do PCC estão espalhados por 22 unidades da federação, no Paraguai e na Bolívia. Só no Estado de São Paulo são 7.800 integrantes.

As investigações foram feitas por setores de inteligência do Ministério Público e da Polícia Militar a partir de escutas telefônicas autorizadas pela Justiça. Em uma delas, o detento considerado o principal líder da facção, Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola, diz para um comparsa identificado como Magrelo que a criminalidade caiu no Estado por conta da ação do PCC.

“O irmão, sabe o pior que é? E que há dez anos todo mundo matava todo mundo por nada… Hoje pra matar alguém é a maior burocracia [estatuto do PCC teria disciplinado várias condutas], então quer dizer, os homicídios caíram não sei quantos por cento, aí eu vejo o governador chegar lá e falar que foi ele”, afirmou Marcola.

Mais tarde, na mesma conversa, Marcola diz que graças à facção, ninguém mais usa crack nas cadeias. “Nós (chefes do PCC) paramos, na prisão ninguém usa”.

O caso foi revelado pelo jornal “O Estado de S. Paulo”.

UOL