Bolsonaro diz que foi chamado por deputada de “estuprador”; petição online pela cassação é criada

bolsonaroFoto: Renato Araújo / Agência Brasil/Arquivo

Alheio à enxurrada de críticas que tem recebido pela maneira agressiva com que tratou a ex-ministra de Direitos Humanos da Presidência da República e atual deputada Mária do Rosário (PT-RS) no plenário da Câmara, o deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) tentou, em entrevista ao Terra nesta quarta-feira, minimizar a polêmica. De acordo com a justificativa do parlamentar, a briga aconteceu depois que ele foi chamado de “estuprador”.

Em conversa com a reportagem, o deputado, militar de reserva e popular por seu discurso conservador de extrema direita, explicou que a sua rixa com a petista é antiga e disse que as pessoas não sabem o que exatamente ocorreu na Câmara.

“Quando eu fui para a tribuna, eu falei para ela não ir embora, pois ela tentou burlar o regimento depois de falar um monte de bobagem. Há pouco, tinha me acusado de estuprador”, afirmou sobre o fato de ela se encaminhar para deixar o plenário durante a discussão. “E falei que não ia estuprá-la porque ela não merece. Apenas isso, é uma briga antiga que a gente tem”, completou.

Momentos antes, Rosário havia dito que a ditadura no Brasil (1964-1985) foi um período de “vergonha absoluta”. O bate-boca ocorreu um dia antes da divulgação final dos documentos da Comissão da Verdade, que investigou os crimes cometidos na época.

Petição online pela cassação

Um dia depois da confusão, um abaixo-assinado no site de petições online Avaaz, sob o título “Conselho de Ética da Câmara dos Deputados: Cassação Jair Bolsonaro (PP-RJ) #ForaBolsonaro” já reúne 28 mil assinaturas. A meta é atingir 30 mil nomes escritos para a entrega do documento ao Conselho de Ética da Câmara.

“Agora passou dos limites, o Deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) disse na tribuna no dia 09/12 a Deputada Maria do Rosário que ‘só não lhe estupro porque você não merece’”, diz a descrição da petição. “O deputado já tem em seus histórico: agressões, xingamentos e discursos de ódio contra deputados progressivos, não podemos mais aceitar nenhum engavetamento. Isso é decoro parlamentar! Fora Bolsonaro!”, completa o texto.

“Eu respeito quem quer me tirar, quem não gosta do que eu falo, mas todos deveriam ter o mínimo de imparcialidade e me perguntar o que de fato ocorreu, como você está fazendo agora”, afirmou Bolsonaro sobre a questão.

Histórico

Em 2013, num debate sobre redução da maioridade penal na Rede TV!, tema do o qual o deputado do PP é defensor, ele afirma ter sido insultado por Rosário por seu posicionamento, já que ela participava também da discussão. Depois, veio o episódio em que os dois discutiram no salão verde.

“Ela já disse que iria dar na minha cara, isso ninguém fala ou sabe”, argumentou Bolsonaro. “Vale lembrar que o crime de estupro nem imunidade parlamentar tem, ou seja, é uma briga minha com ela e nada mais”, finalizou.

Terra

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Maria Aparecida da Silva disse:

    Este "cidadão" Jair Bolsonaro deve ser cassado com urgência , pois faltam-lhe predicados para ocupar o cargo de parlamentar, principalmente educação, além de semear seu ódio, discriminação e seus xingamentos quando lhe faltam argumentos, portanto, é a "maçã podre" que pode afetar as demais.

  2. Felipe Godeiro disse:

    Esse deputado sempre passa dos limites qndo vai falar e até em algumas atitudes, se acha o dono da moral e no direito de desrespeitar todo mundo. Tem gente que gosta de político corrupto e tb tem gente que gosta de político imbecil. Ele faz parte da oposição, mas não tem atitudes respeitosas, sempre ultrapassa o limite do campo da política e parte pra grosseria.
    "Espero que cada um que elogia essa idiota não tenha filhas."

  3. Sergio Nogueira disse:

    Luciano, tem gente que defende Lula, Dilma, Vacari, Genoíno, João Paulo… Não se espante meu caro.
    Só lembrando que Bolsonaro, ao menos não responde a processo criminal, não foi condenado e não usa o já vencido "eu não sabia".

  4. Luciano disse:

    Meu Deus, tem gente que ainda defende esse energúmeno, fascista e racista?
    Espero que cada um que elogia essa idiota não tenha filhas.

  5. Paulo Sergio disse:

    Pronto! Se Noblat pediu, tem que cassar.
    Deixem de mimimi… essa doida vive de defender bandidos. Ela teve a resposta que mereceu… pois chamou o nobre dep. de estuprador.
    Nanda, falta de decoro é uma questão intrínseca de Politico.
    #FicaBolsonaro

  6. Carlos disse:

    Única voz da verdade no congresso. Deputado Bolsonaro é baluarte da moralidade, como deveria ser pautada a política. Aqueles que por acaso não concordem com seus pontos de vista façam uma pesquisa histórica séria e vejam se ele tem ou não razão.

  7. Ricardo disse:

    #FicaBolsonaro
    O Brasil precisa de você fazendo oposição de verdade, sem medo!

  8. Rodrigo disse:

    "Os dois maiores partidos da oposição à direita na Câmara – DEM e PSDB – fizeram um silêncio ensurdecedor diante da postura do fascista e fizeram ouvidos moucos e caras de paisagem aos pronunciamentos do PSOL, PC do B, PT e PSB contra a postura do fascista", disse o deputado Jean Wyllys (Psol-RJ), a respeito da omissão TUCANA e DEMISTA em relação à defesa que Jair Bolsonaro fez do estupro.
    FONTE: BRASIL247

  9. Nanda disse:

    Elegem um lixo desses em forma de neonazista machista defensor da ditadura militar e ainda acham pouco?
    A coisa foi tão grave e desproporcional que até Noblat pediu a cassação de Bolsonaro.
    Esse Deputado merece no mínimo responder processo por falta de decoro parlamentar e criminal por feminicídio.

  10. Carvalho disse:

    De acordo com a reportagem, percebe-se que o deputado apenas devolveu a ofensa.

COMENTE AQUI