Com 53 oportunidades em Natal-RN, Marinha abre concurso com 960 vagas para formação de fuzileiros navais; veja edital

Foto: Divulgação/Marinha

A Marinha abriu concurso para 960 vagas para o curso de formação de soldados fuzileiros navais em nove localidades. Serão 480 vagas para a turma I, e igual número para a turma II, sendo 20% delas reservadas para candidatos negros.

As inscrições devem ser feitas a partir das 8 horas do dia 19 de fevereiro até 20 de março pelo site www.marinha.mil.br/cgcfn, no link “Concursos para o CFN”. Somente entre os dias 17 e 19 de março, será possível fazer a inscrição presencialmente em postos nas localidades de Marataízes (ES) e Rio Novo (MG).

A taxa é de R$ 25,00, e deve ser paga em qualquer agência bancária até 23 de março.

Os candidatos devem ser do sexo masculino, com 18 anos completos e menos de 22 anos no dia 1º de janeiro de 2021. Além disso, é exigido ter altura mínima de 1,54 e máxima de 2 metros.

O candidato precisa ainda ter concluído, com aproveitamento, o Ensino médio ou curso equivalente, em um estabelecimento de ensino reconhecido oficialmente. Confira mais informações no edital(aqui).

O processo de seleção incluirá: exame de escolaridade, de caráter eliminatório e classificatório; verificação de dados biográficos; inspeção de saúde; avaliação psicológica; teste de aptidão física de ingresso; verificação de documentos e procedimento de heteroidentificação (PH) complementar à autodeclaração para os candidatos negros autodeclarados pretos ou pardos. Todas as etapas terão caráter eliminatório.

Após a conclusão do curso, o Aprendiz-Fuzileiro Naval será nomeado a Soldado Fuzileiro Naval (SD-FN) e cumprirá estágio inicial de 12 meses. Depois disso, ele passará a atuar na carreira naval do Serviço Ativo da Marinha.

O concurso tem o objetivo de preencher vagas nas seguintes localidades:

Unidades da MB no Rio de Janeiro (569 vagas).
1º Batalhão de Operações Ribeirinhas – Manaus – AM (81 vagas)
2º Batalhão de Operações Ribeirinhas – Belém – PA (37 vagas)
3º Batalhão de Operações Ribeirinhas – Ladário – MS (33 vagas)
Batalhão de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica (BtlDefNBQR) – Aramar (14 vagas)
Grupamento de Fuzileiros Navais de Natal – RN (53 vagas)
Grupamento de Fuzileiros Navais de Rio Grande – RS (50 vagas)
Grupamento de Fuzileiros Navais de Salvador – BA (44 vagas)
Unidades da MB em Brasília – DF (79 vagas).

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. MAURICIO disse:

    depois avisa pro henrique , que dor de cotovelo mata, ele não sabe o que é servir a patria, dar um pouco do sangue pela nação, o militar fica a disposição da nação 24 horas

  2. Henrique disse:

    Onde foi que militar teve tempo ruim no BRASIL, cheios de regalias e mamatas. pior é o trabalhador comum que só leva cacete de governos

    • Anderson disse:

      Pois é, você não estudou e fica esperando receber uma bolsa…

    • Ricardo Alcântara disse:

      Deus… Perdoe essa criatura que ela não sabe o que fala… Já fiz parte dessa nobre Corporação… Apredi valores como honra, disciplina, camaradagem e amor à Pátria… Os militares estão espalhados em todos os recantos do nosso País, prestando um relevante serviço… Como exemplo, que já participei, temos o "Nsvio da esperança" que presta serviços de saúde as comunidades ribeirinhas da Região Norte… Pessoas que nunca foram a um médico e tem um atendimento de excelência… A defesa de nossas fronteiras… Isso longe das familias, sem hora extras, adicional noturno, insalubridade e periculosidade…
      E, pricipalmente, a defesa de nossa democracia, garantindo que as pessoas falem o que quiser, muitas vezes sem ter conhecimento de causa…

  3. Bil disse:

    Chupa Lula da silva!!
    Uma classe que foi desprezada por esses esquerdopatas.
    Tchau ladrões.

  4. Bento disse:

    Eiiiiiiiiittttaaaa!!!
    So notícias boas.
    20 anos só levando porrada e agora chega o crescimento.
    Os doidins piram com este tipo de notícia.

COMENTE AQUI