Diretor de escola dá mata-leão em aluna e suspende outros dez

09_20_03_709_file 09_20_03_545_fileDepois que foi postada no Facebook, a foto em que um diretor de escola dá um mata-leão em uma aluna resultou na suspensão de outros dez estudantes, de acordo com o site New York Daily Times nesta segunda-feira (14).

Segundo Todd Whitmire, que dirige a Pittsburgh High School, a foto em que ele aparentemente agride uma aluna está fora de contexto.

— Eu tive que separá-la (de uma briga) e ela começou a se debater e eu a empurrava para tirá-la de lá e ela caiu.

Segundo o diretor, duas alunas brigavam no pátio do colégio na sexta-feira (11) e não havia outra maneira de separá-las a não ser pelo uso da força. Ele puxou a aluna Ashley Johnson, de 15 anos, e os dois se caíram — no exato momento em que a foto foi tirada.

Mas a confusão de verdade começou quando a foto foi publicada no Facebook e começaram a aparecer diversos comentários acusando o diretor de racismo.

Segundo Todd, a suspensão em massa se deu por conta do ambiente hostil criado pelos alunos que compartilharam a foto e fizeram os comentários.

Ashley, que ficou com o pescoço imobilizado durante todo o final de semana, diz que “a história não é bem essa”.

— Eu não estava relutando, e só me deitei no chão.

Segundo o New York Daily Times, não há processo aberto contra o diretor da escola.

New York Daily Times