Em briga judicial com a Globo, Flamengo informa que vai transmitir jogo contra o Boavista via streaming

Foto: Reprodução/Site Flamengo

Conforme noticiado pela mídia, a Globo entrou com uma ação judicial para impedir a transmissão do jogo do Flamengo contra o Boavista, na próxima quarta-feira, e o Poder Judiciário deverá decidir sobre esse pedido nos próximos dias. Portanto, se não houver impedimento judicial, no dia 1º de julho será dado um passo importante para o futebol brasileiro: pela primeira vez, o Flamengo irá fazer toda a produção e transmissão de uma partida oficial de futebol profissional em seu canal próprio, a FlaTV. O jogo será válido pela quinta rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca.

Os 42 milhões de torcedores do time, que formam a Maior Torcida do Mundo, poderão acompanhar a programação pela internet, começando a assistir à transmissão da FlaTV ao vivo, direto do estádio Maracanã, a partir de duas horas antes da partida. O pré-jogo levará aos espectadores matérias exclusivas e muita resenha, com o locutor Emerson Santos e os comentaristas Alexandre Tavares e Raul Plassmann, goleiro campeão do mundo pelo Flamengo.

Gustavo Oliveira, vice-presidente de Comunicação e Marketing do Flamengo, destacou a grande transformação que pode acontecer no futebol com a aprovação da MP 984/2020 pela Câmara dos Deputados e pelo Senado Federal.

Gustavo Oliveira, vice-presidente de Comunicação e Marketing. Foto: Divulgação

“É um marco para o futebol brasileiro. Com a MP, todos os clubes, além de se fortalecerem, ganhando maior poder de negociação, poderão fazer ações como esta para suas torcidas. Estamos trabalhando muito para oferecer uma transmissão de alto nível para todos nossos torcedores, nosso maior patrimônio. Essa transmissão representa a democratização do espetáculo. Ficaremos felizes em proporcionar essa alegria à torcida em um momento de tanta adversidade”, disse. O dirigente ainda chamou atenção para as mudanças na forma de se consumir o esporte nos últimos anos.

“O mundo mudou e o futebol precisa acompanhar as novas tecnologias e necessidades do mercado e do torcedor. Caso seja aprovada no Congresso Nacional e se converta em lei, essa MP vai possibilitar a universalização do acesso do consumidor ao conteúdo futebol nas mais diversas plataformas, aumentando sua liberdade de escolha. Será um enorme legado para o futebol brasileiro”, concluiu.

O Flamengo está negociando com diversas empresas para o patrocínio da transmissão, que deverá alcançar uma audiência recorde no canal do clube.

Com informações do site do Flamengo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Patuleia viciada em futebol, samba, jogos de azar, carnaval e vaquejada… e ainda tem o desplante de dizer que Deus é brasileiro! É, pode até ser… Só resta saber que Deus ordinário é este.

  2. Beemoth,Leviatã,Ziz disse:

    Eu não perco o meu tempo vendo 22 pessoas correndo atrás de uma bola, isso é uma tremenda falta de que fazer mesmo, passar entre 90 a 100 minutos ouvindo e olhando para uma televisão, para mim isso chamado futebol nada acrescenta de positivo na vida de alguém, eu não torço para nem um time de futebol local ou do Rio de Janeiro e de São Paulo nem pela chamada seleção de futebol e as pessoas ainda se ofendem entre si oralmente e até fisicamente, porque um torce por um time e um outro torce por outro um time considerado rival,e a mídia brasileira criou até uma rivalidade internacional contra os argentinos, muitas pessoas no Brasil não gostam dos argentinos e Argentinas e agora contra os alemães por causa dos 7 à 1, e nos bares ou em casa ou nos estádios as pessoas passam os 90 à 100 minutos tomando bebidas alcoólicas até ficarem agressivos, violentos, isto tudo é uma grande ilusão, delirio, fantasia, uma paranóia coletiva imposta pela midia radiofônica e televisiva e a pouco tempo passou a serem transmitidos via internet através dos aparelhos de computadores de mesa e computadores móveis; celulares,tablets, notebooks, netbooks, isso tudo não passa de um grande alucinógeno coletivo, principalmente pelas pessoas do gênero masculino e em menor proporção numérica de pessoas do gênero feminino.

  3. Manoel disse:

    A princípio pode parecer bom, mas escrevam o que digo: brevemente vao começar a cobrar para cada partida exibida na net ou até liberar para apenas os sócio torcedores.

COMENTE AQUI