F1: Hamilton vence na Hungria; Massa colide na 1ª volta e termina em 8º

Lewis Hamilton fez por merecer sua primeira vitória na temporada. O inglês havia feito a pole position no sábado, largou bem neste domingo e conquistou seu quarto triunfo no GP da Hungria na carreira. Hamilton realizou uma prova segura e soube controlar Sebastian Vettel no início, líder na temporada e 3º colocado na prova.

Raikkonen foi o segundo colocado; Vettel, Webber e Alonso vieram logo em seguida.

Já Felipe Massa teve corrida comprometida devido a uma colisão logo na 1ª volta e terminou a prova na 8ª colocação.

A Ferrari de Massa tocou na Mercedes de Nico Rosberg. Na batida, parte da asa dianteira da Ferrari foi danificada. Massa segurou a 5ª colocação (ele largou em 7º), mas seu desempenho começou a cair, tendo Raikkonen se aproximando. Já Rosberg caiu para a 12ª posição.

Em contato com a equipe na 10ª volta, Massa avisou pelo rádio que o dano na Ferrari estava trazendo instabilidade. Ele foi para os boxes na 12ª volta. Desde então, esteve sempre atrás dos cinco primeiros.

O GP de Budapeste definitivamente não traz boas lembranças ao ferrarista. Em 2009, Massa sofreu gravíssimo acidente ao ter seu capacete atingido por uma mola. A lesão o afastou do restante daquela temporada.

Em 2008, ele abandonou a prova a 3 voltas do fim quando liderava. Massa jamais venceu na Hungria, tendo como melhor posição uma 4ª colocação.

Sebastian Vettel segue disparado na liderança na classificação geral, com 172 pontos. Raikkonen reassumiu o segundo posto, com 134 pontos, um a mais que Fernando Alonso. Hamilton chegou a 124 pontos. Felipe Massa é o sétimo na classificação, com 61 pontos.

Pole position, Hamilton fez boa largada, manteve a ponta e não foi ameaçado. Alonso e Massa ganharam posições nas duas primeiras curvas.

Hamilton liderou até a primeira parada nos boxes dos pilotos do pelotão de frente. Webber assumiu provisoriamente o posto, mas Hamilton logo reassumiu o primeiro posto na volta 23.

Antes da prova, os pilotos destacaram a dificuldade de ultrapassagem em razão do traçado travado do GP de Budapeste. Mas a corrida deste domingo apresentou boas disputas por posição.

A 24ª volta reservou ultrapassagem de Vettel sobre Button. Grosjean veio logo atrás e também superou Button. Alongo aproveitou o embalo e ultrapassou o piloto da McLaren.

Massa começou a rodar 2seg mais lento do que o grupo de frente. A diferença ficou nítida na 30ª volta. Grosjean, que havia parado para pit-stop, voltou à pista e foi para cima de Felipe Massa. O francês ultrapassou o brasileiro com facilidade e logo abriu boa vantagem.

A prova em Budapeste marcou a estreia de pneus mais resistentes. Os compostos foram alterados após seguidos estouros de pneus e enorme pressão das escuderias. Não houve registros de problemas relacionados aos pneus Pirelli neste domingo.

Hamilton fazia prova perfeita, abrindo 15seg de diferença para Vettel, a 22 voltas do fim. O piloto da Mercedes manteve a tranquilidade sobre os rivais, chegando à sua 1ª vitória no ano.

Raikkonen confirmou a fama de excelente administrador de carro. O finlandês novamente usou a estratégia de fazer menos pit-stops (2 vezes, contra 3 dos adversários), segurando enorme pressão de Vettel a 2 voltas do fim.

UOL Esporte