Feira de Arte e Cultura abre oficialmente o Natal em Natal 2013

17920A cidade de Natal vai respirar cultura e arte do mês de novembro até o final do ano com a realização do “Natal em Natal”. A capital potiguar vai passar por um momento de grande efervescência cultural com a realização de vários eventos, congregando todas as manifestações artísticas. A 1ª Feira de Arte e Cultura de Natal que teve inicio neste sábado (02), na Praça da Árvore em Mirassol e vai acontecer até esse domingo, marcou a abertura do calendário da programação do Natal em Natal 2013. A feira funciona das 15h00 as 20h00 horas.

A feira reúne 76 artesãos de duas associações que estão expondo várias tipologias de arte e do artesanato potiguar dentre eles trabalhos em madeira, MDF, fios, bordados, material reciclável. A culinária regional também está representada na feira com a comercialização de manteigas da terra, suspiros, doces de leite, coco, enfim, o cardápio está bastante diversificado.

A coordenadora do evento é a museóloga Odinelha Targino. Ela explica que o foco principal da Feira de Arte e Cultura é valorização do trabalho do artesão local. Outra informação destacada pela coordenadora é que a organização da feira se preocupou muito com a qualidade do material que está exposto, lembrando que todos os artesãos que participam da feira foram selecionados por meio de um edital público que foi elaborado pela Fundação Cultural Capitania das Artes (Funcarte).

Odinelha ressaltou que os responsáveis pela escolha dos trabalhos foram muito criteriosos. ”Escolhemos o que tem de melhor em arte e cultura na cidade. Quem vier nos visitar não vai se arrepender”. A vertente da capacitação também está presente na feira. A secretaria municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas), está finalizando um estudo para disponibilizar cursos de qualificação de mão de obra para os artesãos de Natal

O artesão Pedro Roberto levou a feria um trabalho realizado com vidro reciclado de garrafas de bebidas alcoólicas com destaque para a criação de relógios. Ele não escondeu a satisfação em participar do evento: “A categoria estava precisando desse incentivo e esse espaço que foi disponibilizado pela Prefeitura vai impulsionar o nosso trabalho”.

A empolgação também era facilmente notada na fisionomia do artesão Paulo Cesar Melo. Um detalhe é que mesmo expondo e comercializando os seus trabalhos ele não parou de produzir novos produtos. A especialidade de Paulo é a pintura em relevo em cerâmica e MDF. O artesão revelou que ele foi um dos pioneiros nessa técnica e foi mais um a elogiar a organização da feira: “Ser valorizado é muito bom e a tendência é que nosso trabalho alcance um público cada vez maior”.

Um dos espaços de exposição que mais chamou a atenção durante o evento foi o do Sr. José Bento, mais conhecido no meio artístico como Bento das Plantas. Ele cultiva plantas ornamentais e tem como produto principal a Flor do Deserto (n.: Adenium obesum). A qualidade do material levado pelo artesão encantou os visitantes que ficaram hipnotizados pela beleza das Flores do Deserto. Bento também louvou a iniciativa e parabenizou a Prefeitura do Natal: “Essas ações colocam os artistas e artesãos locais em evidencia e isso é muito importante”.