Abertura de novo refeitório descentraliza refeições no campus da UFRN

Foto: Cícero Oliveira

Localizado entre os setores 3 e 4, o novo refeitório da UFRN começou a funcionar nesta terça-feira, 6. Construído com o intuito de descentralizar as refeições servidas originalmente no Restaurante Universitário (RU), o espaço pretende receber um terço da demanda oriunda do restaurante central. Segundo Luiz Pedro de Araújo, Superintendente de Infraestrutura (Infra/UFRN), esse é mais um sonho sendo tornado em realidade. “Tenho ouvido muitos elogios sobre o nível de acabamento da obra, devo afirmar que esse mérito é da equipe”, afirma em tom orgulhoso.

Responsável por administrar o sistema de restaurantes universitários da UFRN, a nutricionista Michelle Medeiros expressou felicidade e alívio ao falar sobre o local. Para ela, foi um desafio dar início às atividades, mas com o esforço de toda a equipe, a abertura dentro do prazo aconteceu. Com projeto inicial feito pelo arquiteto Luiz Alexandro, professor no Centro de Tecnologia (CT/UFRN), e sua equipe, o novo refeitório está recebendo, por enquanto, apenas os alunos considerados prioritários pela Assistência Estudantil da instituição.

Os servidores e estudantes pagantes, integrais ou subsidiados, vão ser beneficiados pelos serviços do Restaurante Universitário apenas com o término das obras, que estão em fase de conclusão. O Superintendente de Infraestrutura da Universidade informou que a área de produção do Restaurante Universitário Central já está pronta. No entanto, a parte externa deve ser entregue ao final deste mês de novembro. “Nosso restaurante ficará cem por cento acessível, atendendo todas as exigências dos órgãos de fiscalização”, disse.

Usuário do restaurante desde o início deste ano, o estudante Mycleison Costa não perdeu o primeiro dia de funcionamento do novo espaço do refeitório. Ele conta que o ambiente o agradou por ser aconchegante e enfatizou a importância de ter um restaurante na universidade. “Muitos de nós passamos mais de um turno aqui. O RU, além de facilitar nosso dia a dia, é essencial para a permanência do estudante na academia”, comenta.

Edmilson Lopes, Pró-reitor de Assistência Estudantil, concorda com Mycleison. De acordo com ele, a UFRN tem um conjunto de políticas que procura atender aos princípios do Plano Nacional de Assistência Estudantil. Com o objetivo de garantir melhor auxílio para a permanência de estudantes na instituição, o novo refeitório custou aproximadamente R$ 1.600.000,00, entre custos iniciais, extras e excedentes.

Atualmente, cerca de dez mil estudantes são beneficiados mensalmente pelos programas de assistências estudantil da UFRN, desde residência universitária a auxílios com alimentação, moradia, transporte e bolsas. Ainda em fase de teste, o novo refeitório representa, portanto, mais um passo para o acolhimento à população estudantil.

Com informações da UFRN

 

Abertura da 49ª edição dos Jerns acontece nesta quinta-feira; veja competições, locais e horários

FOTO: ASSECOM/SEL

Nesta quinta-feira (10), às 16h, no Ginásio Marcelo de Carvalho (DED), no bairro da Candelária em Natal, estudantes de escolas públicas e particulares do Rio Grande do Norte participarão da abertura da fase final da 49ª edição dos Jogos Escolares do Rio Grande do Norte (Jerns). Realizado pelo Governo do RN, através da Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer, o Jerns está consolidado como uma das maiores competições estudantis do país.

Neste ano, 1006 escolas do sistema estadual de ensino estão envolvidas nos Jerns, o que representa a participação de 39.571 estudantes. Na fase final, cerca de 14 mil jovens atletas deverão competir. “Os números dos Jerns mostram a força da competição, que movimenta alunos de todas as regiões do RN. Os jogos promovem à formação cidadã dos nossos jovens, pois permite que, em meio as competições, princípios de convivência, cidadania e respeito sejam vivenciados durante está competição”, frisou Getúlio Marques, titular da SEEC.

Os jogos contam com 27 modalidades. Badminton, basquete, ciclismo, futebol, handebol, judô, surf, taekwondo e xadrez são alguns dos esportes presentes na etapa final. “Vamos celebrar a grande festa do esporte estudantil, que nesta edição completa 49 anos de história. No Jerns temos a oportunidade de aplaudir os grandes protagonistas da competição: nossas meninas e meninos, jovens talentos do esporte”, declarou Canindé de França, subsecretário de Esporte e Lazer do RN.

Os horários, locais e competições a serem realizadas na etapa final podem ser conferidos no site da Coordenadoria de Desporto Escolar da SEEC por meio do endereço eletrônico http://codesp.educacao.rn.gov.br/jogos.asp

Destaque

Em 2018, a Escola Estadual Desembargador Floriano Cavalcanti (Floca) foi a campeã entre as escolas públicas participantes. No total, a unidade de ensino competiu com 10 atletas e conquistou 15 medalhas, resultado comemorado por toda a comunidade escolar.

 

Veja a íntegra do discurso de Bolsonaro na abertura da Assembleia Geral da ONU

FOTO: SETH WENIG (AP)

O presidente Jair Bolsonaro fez seu primeiro discurso de abertura na Assembleia Geral da ONU nesta terça-feira (24). Ele falou sobre sobre preservação meio ambiente e acusou líderes estrangeiros de ataque à soberania do Brasil. Também chamou de “falácia” afirmação de que Amazônia é patrimônio da humanidade.

Veja a íntegra do discurso:

“Senhor Presidente da Assembleia Geral, Tijjani Muhammad-Bande,

Senhor Secretário-Geral da ONU, António Guterres,

Chefes de Estado, de Governo e de Delegação,

Senhoras e Senhores,

Apresento aos senhores um novo Brasil, que ressurge depois de estar à beira do socialismo.

Um Brasil que está sendo reconstruído a partir dos anseios e dos ideais de seu povo.

No meu governo, o Brasil vem trabalhando para reconquistar a confiança do mundo, diminuindo o desemprego, a violência e o risco para os negócios, por meio da desburocratização, da desregulamentação e, em especial, pelo exemplo.

Meu país esteve muito próximo do socialismo, o que nos colocou numa situação de corrupção generalizada, grave recessão econômica, altas taxas de criminalidade e de ataques ininterruptos aos valores familiares e religiosos que formam nossas tradições.

Em 2013, um acordo entre o governo petista e a ditadura cubana trouxe ao Brasil 10 mil médicos sem nenhuma comprovação profissional. Foram impedidos de trazer cônjuges e filhos, tiveram 75% de seus salários confiscados pelo regime e foram impedidos de usufruir de direitos fundamentais, como o de ir e vir.

Um verdadeiro trabalho escravo, acreditem…

Respaldado por entidades de direitos humanos do Brasil e da ONU!

Antes mesmo de eu assumir o governo, quase 90% deles deixaram o Brasil, por ação unilateral do regime cubano. Os que decidiram ficar, se submeterão à qualificação médica para exercer sua profissão.

Deste modo, nosso país deixou de contribuir com a ditadura cubana, não mais enviando para Havana 300 milhões de dólares todos os anos.

A história nos mostra que, já nos anos 60, agentes cubanos foram enviados a diversos países para colaborar com a implementação de ditaduras.

Há poucas décadas tentaram mudar o regime brasileiro e de outros países da América Latina.

Foram derrotados!

Civis e militares brasileiros foram mortos e outros tantos tiveram suas reputações destruídas, mas vencemos aquela guerra e resguardamos nossa liberdade.

Na Venezuela, esses agentes do regime cubano, levados por Hugo Chávez, também chegaram e hoje são aproximadamente 60 mil, que controlam e interferem em todas as áreas da sociedade local, principalmente na Inteligência e na Defesa.

A Venezuela, outrora um país pujante e democrático, hoje experimenta a crueldade do socialismo.

O socialismo está dando certo na Venezuela!

Todos estão pobres e sem liberdade!

O Brasil também sente os impactos da ditadura venezuelana. Dos mais de 4 milhões que fugiram do país, uma parte migrou para o Brasil, fugindo da fome e da violência. Temos feito a nossa parte para ajudá-los, através da Operação Acolhida, realizada pelo Exército Brasileiro e elogiada mundialmente.

Trabalhamos com outros países, entre eles os EUA, para que a democracia seja restabelecida na Venezuela, mas também nos empenhamos duramente para que outros países da América do Sul não experimentem esse nefasto regime.

O Foro de São Paulo, organização criminosa criada em 1990 por Fidel Castro, Lula e Hugo Chávez para difundir e implementar o socialismo na América Latina, ainda continua vivo e tem que ser combatido.

Senhoras e Senhores,

Em busca de prosperidade, estamos adotando políticas que nos aproximem de países outros que se desenvolveram e consolidaram suas democracias.

Não pode haver liberdade política sem que haja também liberdade econômica. E vice-versa. O livre mercado, as concessões e as privatizações já se fazem presentes hoje no Brasil.

A economia está reagindo, ao romper os vícios e amarras de quase duas décadas de irresponsabilidade fiscal, aparelhamento do Estado e corrupção generalizada. A abertura, a gestão competente e os ganhos de produtividade são objetivos imediatos do nosso governo.

Estamos abrindo a economia e nos integrando às cadeias globais de valor. Em apenas oito meses, concluímos os dois maiores acordos comerciais da história do país, aqueles firmados entre o Mercosul e a União Europeia e entre o Mercosul e a Área Europeia de Livre Comércio, o EFTA. Pretendemos seguir adiante com vários outros acordos nos próximos meses.

Estamos prontos também para iniciar nosso processo de adesão à Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Já estamos adiantados, adotando as práticas mundiais mais elevadas em todo os terrenos, desde a regulação financeira até a proteção ambiental.

Senhorita YSANY KALAPALO, agora vamos falar de Amazônia.

Em primeiro lugar, meu governo tem um compromisso solene com a preservação do meio ambiente e do desenvolvimento sustentável em benefício do Brasil e do mundo.

O Brasil é um dos países mais ricos em biodiversidade e riquezas minerais.

Nossa Amazônia é maior que toda a Europa Ocidental e permanece praticamente intocada. Prova de que somos um dos países que mais protegem o meio ambiente.

Nesta época do ano, o clima seco e os ventos favorecem queimadas espontâneas e criminosas. Vale ressaltar que existem também queimadas praticadas por índios e populações locais, como parte de sua respectiva cultura e forma de sobrevivência.

Problemas qualquer país os tem. Contudo, os ataques sensacionalistas que sofremos por grande parte da mídia internacional devido aos focos de incêndio na Amazônia despertaram nosso sentimento patriótico.

É uma falácia dizer que a Amazônia é patrimônio da humanidade e um equívoco, como atestam os cientistas, afirmar que a nossa floresta é o pulmão do mundo.

Valendo-se dessas falácias, um ou outro país, em vez de ajudar, embarcou nas mentiras da mídia e se portou de forma desrespeitosa, com espírito colonialista.

Questionaram aquilo que nos é mais sagrado: a nossa soberania!

Um deles por ocasião do encontro do G7 ousou sugerir aplicar sanções ao Brasil, sem sequer nos ouvir. Agradeço àqueles que não aceitaram levar adiante essa absurda proposta.

Em especial, ao Presidente Donald Trump, que bem sintetizou o espirito que deve reinar entre os países da ONU: respeito à liberdade e à soberania de cada um de nós.

Hoje, 14% do território brasileiro está demarcado como terra indígena, mas é preciso entender que nossos nativos são seres humanos, exatamente como qualquer um de nós. Eles querem e merecem usufruir dos mesmos direitos de que todos nós.

Quero deixar claro: o Brasil não vai aumentar para 20% sua área já demarcada como terra indígena, como alguns chefes de Estados gostariam que acontecesse.

Existem, no Brasil, 225 povos indígenas, além de referências de 70 tribos vivendo em locais isolados. Cada povo ou tribo com seu cacique, sua cultura, suas tradições, seus costumes e principalmente sua forma de ver o mundo.

A visão de um líder indígena não representa a de todos os índios brasileiros. Muitas vezes alguns desses líderes, como o Cacique Raoni, são usados como peça de manobra por governos estrangeiros na sua guerra informacional para avançar seus interesses na Amazônia.

Infelizmente, algumas pessoas, de dentro e de fora do Brasil, apoiadas em ONGs, teimam em tratar e manter nossos índios como verdadeiros homens das cavernas.

O Brasil agora tem um presidente que se preocupa com aqueles que lá estavam antes da chegada dos portugueses. O índio não quer ser latifundiário pobre em cima de terras ricas. Especialmente das terras mais ricas do mundo. É o caso das reservas Ianomâmi e Raposa Serra do Sol. Nessas reservas, existe grande abundância de ouro, diamante, urânio, nióbio e terras raras, entre outros.

E esses territórios são enormes. A reserva Ianomâmi, sozinha, conta com aproximadamente 95 mil km2, o equivalente ao tamanho de Portugal ou da Hungria, embora apenas 15 mil índios vivam nessa área.

Isso demonstra que os que nos atacam não estão preocupados com o ser humano índio, mas sim com as riquezas minerais e a biodiversidade existentes nessas áreas.

CARTA (o conteúdo ainda não foi divulgado pelo Planalto)

A Organização das Nações Unidas teve papel fundamental na superação do colonialismo e não pode aceitar que essa mentalidade regresse a estas salas e corredores, sob qualquer pretexto.

Não podemos esquecer que o mundo necessita ser alimentado. A França e a Alemanha, por exemplo, usam mais de 50% de seus territórios para a agricultura, já o Brasil usa apenas 8% de terras para a produção de alimentos.

61% do nosso território é preservado!

Nossa política é de tolerância zero para com a criminalidade, aí incluídos os crimes ambientais.

Quero reafirmar minha posição de que qualquer iniciativa de ajuda ou apoio à preservação da Floresta Amazônica, ou de outros biomas, deve ser tratada em pleno respeito à soberania brasileira.

Também rechaçamos as tentativas de instrumentalizar a questão ambiental ou a política indigenista, em prol de interesses políticos e econômicos externos, em especial os disfarçados de boas intenções.

Estamos prontos para, em parcerias, e agregando valor, aproveitar de forma sustentável todo nosso potencial.

O Brasil reafirma seu compromisso intransigente com os mais altos padrões de direitos humanos, com a defesa da democracia e da liberdade, de expressão, religiosa e de imprensa. É um compromisso que caminha junto com o combate à corrupção e à criminalidade, demandas urgentes da sociedade brasileira.

Seguiremos contribuindo, dentro e fora das Nações Unidas, para a construção de um mundo onde não haja impunidade, esconderijo ou abrigo para criminosos e corruptos.

Em meu governo, o terrorista italiano Cesare Battisti fugiu do Brasil, foi preso na Bolívia e extraditado para a Itália. Outros três terroristas paraguaios e um chileno, que viviam no Brasil como refugiados políticos, também foram devolvidos a seus países.

Terroristas sob o disfarce de perseguidos políticos não mais encontrarão refúgio no Brasil.

Há pouco, presidentes socialistas que me antecederam desviaram centenas de bilhões de dólares comprando parte da mídia e do parlamento, tudo por um projeto de poder absoluto.

Foram julgados e punidos graças ao patriotismo, perseverança e coragem de um juiz que é símbolo no meu país, o Dr. Sérgio Moro, nosso atual Ministro da Justiça e Segurança Pública.

Esses presidentes também transferiram boa parte desses recursos para outros países, com a finalidade de promover e implementar projetos semelhantes em toda a região. Essa fonte de recursos secou.

Esses mesmos governantes vinham aqui todos os anos e faziam descompromissados discursos com temas que nunca atenderam aos reais interesses do Brasil nem contribuíram para a estabilidade mundial. Mesmo assim, eram aplaudidos.

Em meu país, tínhamos que fazer algo a respeito dos quase 70 mil homicídios e dos incontáveis crimes violentos que, anualmente, massacravam a população brasileira. A vida é o mais básico dos direitos humanos. Nossos policiais militares eram o alvo preferencial do crime. Só em 2017, cerca de 400 policiais militares foram cruelmente assassinados. Isso está mudando.

Medidas foram tomadas e conseguimos reduzir em mais de 20% o número de homicídios nos seis primeiros meses de meu governo.

As apreensões de cocaína e outras drogas atingiram níveis recorde.

Hoje o Brasil está mais seguro e ainda mais hospitaleiro. Acabamos de estender a isenção de vistos para países como Estados Unidos, Japão, Austrália e Canadá, e estamos estudando adotar medidas similares para China e Índia, dentre outros.

Com mais segurança e com essas facilidades, queremos que todos possam conhecer o Brasil, e em especial, a nossa Amazônia, com toda sua vastidão e beleza natural.

Ela não está sendo devastada e nem consumida pelo fogo, como diz mentirosamente a mídia. Cada um de vocês pode comprovar o que estou falando agora.

Não deixem de conhecer o Brasil, ele é muito diferente daquele estampado em muitos jornais e televisões!

A perseguição religiosa é um flagelo que devemos combater incansavelmente.

Nos últimos anos, testemunhamos, em diferentes regiões, ataques covardes que vitimaram fiéis congregados em igrejas, sinagogas e mesquitas.

O Brasil condena, energicamente, todos esses atos e está pronto a colaborar, com outros países, para a proteção daqueles que se veem oprimidos por causa de sua fé.

Preocupam o povo brasileiro, em particular, a crescente perseguição, a discriminação e a violência contra missionários e minorias religiosas, em diferentes regiões do mundo.

Por isso, apoiamos a criação do ‘Dia Internacional em Memória das Vítimas de Atos de Violência baseados em Religião ou Crença’.

Nessa data, recordaremos anualmente aqueles que sofrem as consequências nefastas da perseguição religiosa.

É inadmissível que, em pleno Século XXI, com tantos instrumentos, tratados e organismos com a finalidade de resguardar direitos de todo tipo e de toda sorte, ainda haja milhões de cristãos e pessoas de outras religiões que perdem sua vida ou sua liberdade em razão de sua fé.

A devoção do Brasil à causa da paz se comprova pelo sólido histórico de contribuições para as missões da ONU.

Há 70 anos, o Brasil tem dado contribuição efetiva para as operações de manutenção da paz das Nações Unidas.

Apoiamos todos os esforços para que essas missões se tornem mais efetivas e tragam benefícios reais e concretos para os países que as recebem.

Nas circunstâncias mais variadas – no Haiti, no Líbano, na República Democrática do Congo –, os contingentes brasileiros são reconhecidos pela qualidade de seu trabalho e pelo respeito à população, aos direitos humanos e aos princípios que norteiam as operações de manutenção de paz.

Reafirmo nossa disposição de manter contribuição concreta às missões da ONU, inclusive no que diz respeito ao treinamento e à capacitação de tropas, área em que temos reconhecida experiência.

Ao longo deste ano, estabelecemos uma ampla agenda internacional com intuito de resgatar o papel do Brasil no cenário mundial e retomar as relações com importantes parceiros.

Em janeiro, estivemos em Davos, onde apresentamos nosso ambicioso programa de reformas para investidores de todo o mundo.

Em março, visitamos Washington onde lançamos uma parceria abrangente e ousada com o governo dos Estados Unidos em todas as áreas, com destaque para a coordenação política e para a cooperação econômica e militar.

Ainda em março, estivemos no Chile, onde foi lançado o PROSUL, importante iniciativa para garantir que a América do Sul se consolide como um espaço de democracia e de liberdade.

Na sequência, visitamos Israel, onde identificamos inúmeras oportunidades de cooperação em especial na área de tecnologia e segurança. Agradeço a Israel o apoio no combate aos recentes desastres ocorridos em meu país.

Visitamos também um de nossos grandes parceiros no Cone Sul, a Argentina. Com o Presidente Mauricio Macri e nossos sócios do Uruguai e do Paraguai, afastamos do Mercosul a ideologia e conquistamos importantes vitórias comerciais, ao concluir negociações que já se arrastavam por décadas.

Ainda este ano, visitaremos importantes parceiros asiáticos, tanto no Extremo Oriente quanto no Oriente Médio. Essas visitas reforçarão a amizade e o aprofundamento das relações com Japão, China, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos e Catar. Pretendemos seguir o mesmo caminho com todo o mundo árabe e a Ásia.

Também estamos ansiosos para visitar nossos parceiros, e amigos, na África, na Oceania e na Europa.

Como os senhores podem ver, o Brasil é um país aberto ao mundo, em busca de parcerias com todos os que tenham interesse de trabalhar pela prosperidade, pela paz e pela liberdade.

Senhoras e Senhores,

O Brasil que represento é um país que está se reerguendo, revigorando parcerias e reconquistando sua confiança política e economicamente.

Estamos preparados para assumir as responsabilidades que nos cabem no sistema internacional.

Durante as últimas décadas, nos deixamos seduzir, sem perceber, por sistemas ideológicos de pensamento que não buscavam a verdade, mas o poder absoluto.

A ideologia se instalou no terreno da cultura, da educação e da mídia, dominando meios de comunicação, universidades e escolas.

A ideologia invadiu nossos lares para investir contra a célula mater de qualquer sociedade saudável, a família.

Tentam ainda destruir a inocência de nossas crianças, pervertendo até mesmo sua identidade mais básica e elementar, a biológica.

O politicamente correto passou a dominar o debate público para expulsar a racionalidade e substituí-la pela manipulação, pela repetição de clichês e pelas palavras de ordem.

A ideologia invadiu a própria alma humana para dela expulsar Deus e a dignidade com que Ele nos revestiu.

E, com esses métodos, essa ideologia sempre deixou um rastro de morte, ignorância e miséria por onde passou.

Sou prova viva disso. Fui covardemente esfaqueado por um militante de esquerda e só sobrevivi por um milagre de Deus. Mais uma vez agradeço a Deus pela minha vida.

A ONU pode ajudar a derrotar o ambiente materialista e ideológico que compromete alguns princípios básicos da dignidade humana. Essa organização foi criada para promover a paz entre nações soberanas e o progresso social com liberdade, conforme o preâmbulo de sua Carta.

Nas questões do clima, da democracia, dos direitos humanos, da igualdade de direitos e deveres entre homens e mulheres, e em tantas outras, tudo o que precisamos é isto: contemplar a verdade, seguindo João 8,32:

– “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”.

Todos os nossos instrumentos, nacionais e internacionais, devem estar direcionados, em última instância, para esse objetivo.

Não estamos aqui para apagar nacionalidades e soberanias em nome de um “interesse global” abstrato.

Esta não é a Organização do Interesse Global!

É a Organização das Nações Unidas. Assim deve permanecer!

Com humildade e confiante no poder libertador da verdade, estejam certos de que poderão contar com este novo Brasil que aqui apresento aos senhores e senhoras.

Agradeço a todos pela graça e glória de Deus!

Meu muito obrigado.”

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Arthur disse:

    Uma ruma de dados errados, nem pra assessoria conferir antes de falar besteira.

  2. Ivan disse:

    Mostrou ao mundo que o Brasil está SOB NOVA ADMINISTRAÇÃO"…tá okay!!!!!!!!!!!!!!!

  3. Lampejao disse:

    Parabéns Presidente,deixou a Mundícia internacional de boca aberta!!!!

  4. Esquerdopatas mi mi mi mi mi disse:

    Discurso firme, pautado pela honestidade, sinceridade, e pela verdade que incomoda, alias incomoda muito.

  5. Neto Bezerra disse:

    Que discurso lixo. Vergonha mundial. ele perdeu a oportunidade de sair grande deste evento. Ele chegou pequeno e saiu minusculo.

    • Fernando disse:

      Muito pelo contrário, agigantou-se e miniatuarizou a esquerdalha corrupta. Chupa gilmar mendes

  6. Cigano Lulu disse:

    O discurso de Bolsonaro na ONU pode ser considerado, das vergonhas que o Brasil está acostumado a exportar, a mais light. Gostem ou não, todos têm o governo e os governantes que merecem. Quem é massa jamais será biscoito fino.

  7. Boris Bob disse:

    BG meu querido, vc que é um cara muito bem informado, aliás informadissimo.
    Me diga por favor, a data da proxima eleição presidencial, quero JAIR me preparando pra votar no MITO de novo, se não for incômodo pra vc, me diga a data depois do segundo mandato também, Quero votar no Dr Sérgio Moro.
    Kkkkkkkkk
    PT nunca mais, tchau corruptos.

  8. José Moro disse:

    Falou tudo que precisavam de um país que está tentando voltar aos trilhos do desenvolvimento sustentável e crescimento, sem entreguismo. Estraçalhou a esquerdalha.

  9. Lúcifer disse:

    Primeira vez na vida que eu ví uma anta evacuar pela boca !!
    E um monte de idiota (no Brazil) buscando motivo prá aplaudir…

    • Netto disse:

      Onde ele errou?

    • Gabigol disse:

      Esse gostava do discurso do Lula. Que fez vídeo debochando, dizendo que falava um monte de mentira só pro povo aplaudir. Isso que essa múmia gosta.

    • joaozinho da escola disse:

      ta falando da Anta? e foi eleita depois de sair tanto pum?

Confederação Nacional prevê a abertura de 8,7 mil pontos comerciais até o fim do ano

Foto: kleber.sampaio

Cerca de 8,7 mil pontos comerciais devem ser abertos no país até o fim do ano, segundo levantamento divulgado nesta sexta-feira (20) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

De acordo com a pesquisa, a abertura de novas lojas deve ser 25% inferior ao número registrado em 2018 (11,7 mil).

Segundo o economista da CNC Fabio Bentes, o resultado é “reflexo do fraco nível de atividade da primeira metade de 2019”, quando foram abertos 3,3 mil pontos comerciais.

Em relação ao primeiro semestre, houve queda em relação ao primeiro semestre de 2018, quando foram abertas 5 mil lojas, e em relação ao último semestre do ano passado (6,7 mil lojas).

A abertura de lojas ocorreu em seis dos dez segmentos do varejo, dentre os pontos de venda inaugurados no primeiro semestre de 2019, destacam-se os segmentos de hiper e supermercados (2,7 mil novas lojas), utilidades domésticas e eletroeletrônicos (450) e farmácias, drogarias e perfumarias (397). Por outro lado, as lojas de materiais de construção foram os que mais fecharam as portas (menos 456 lojas).

Agência Brasil

Detran participa da abertura da Semana Nacional de Trânsito

Fotos: Divulgação

Com o tema “No trânsito o sentido é a vida”, a Semana Nacional de Trânsito 2019 (SNT) ocorre de 18 a 25 de setembro com a participação do Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) e apoio de outros órgãos do Sistema Nacional de Trânsito. A abertura oficial da Semana ocorre nesta quarta-feira (18), às 9h, no auditório do Colégio Atheneu.

A ideia é envolver a sociedade nas ações e propor uma reflexão sobre uma nova forma de encarar a mobilidade. O plano é fomentar nos condutores, seja de caminhões, ônibus, automóveis, motocicletas ou bicicletas, e aos pedestres e passageiros, a optarem por um trânsito mais seguro e cada vez mais próximo do respeito e da valorização da vida.

Durante todo o período da Semana Nacional de Trânsito o Detran, juntamente com as instituições que fazem parte do Programa Vida no Trânsito (PVT), vão realizar diversas atividades dentro de um cronograma que integra todos os participantes num objetivo comum, que é a redução da violência no tráfego e a preservação da vida.

As ações de educação de trânsito e fiscalização operadas pelo Detran durante todo o ano serão intensificadas na Semana Nacional de Trânsito. Nesse sentido, vão acontecer blitzen educativas, distribuição de material informativo, entrega de brindes com a logomarca da campanha educativa do Detran (“Só ando na paz”), palestras em escolas e empresas, utilização do teatro pedagógico, treinamento de Pilotagem Consciente, ações com utilização de bafômetros, como ainda abordagens esclarecendo sobre temas como legislação de trânsito, habilitação veicular e registro de veículos.

Além do trabalho educativo, o Detran vai intensificar as ações de fiscalização de trânsito por meio da Operação Lei Seca e da Subcoordenadoria de Fiscalização do Órgão.

A SNT é prevista no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e tem a finalidade de conscientizar a sociedade para a criação de um ambiente favorável de valorização da vida, focando o desenvolvimento de valores, posturas e atitudes, no sentido de garantir a segurança e o direito de ir e vir dos cidadãos no trânsito.

OVERDOSE DE ESPORTE: Jogos Pan-Americanos de Lima – Peru 2019 começam nesta sexta-feira; 42 países e 6.680 atletas em competição que vai até 11 de agosto

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Os Jogos Pan-Americanos de Lima 2019 começam nesta sexta-feira (26), na 18ª edição do evento, idealizado em 1932 e realizado pela primeira vez em 1951, em Buenos Aires, na Argentina.

Desde então, vem crescendo. Se da primeira edição participaram 2.513 atletas de 21 países, agora, em Lima, entre os dias 26 de julho e 11 de agosto, 6.680 atletas disputarão a competição que reúne também 2.672 oficiais de 42 países .Cerimônia de abertura acontece oficialmente às 21h, horário de Brasília.

Para receber a competição, o governo peruano gastou 1,1 bilhão de dólares em obras de infraestrutura em Lima e 1,2 bilhão de dólares na construção da Vila dos Atletas e nas 19 instalações que vão receber as diferentes competições.

No total, serão 417 provas de 38 esportes. O mascote oficial Milco, uma estátua que homenageia as culturas de antigas civilizações, vai marcar presença na entrega de 965 medalhas de ouro, 965 de prata e 1.098 de bronze. Essas medalhas serão distribuídas pela Sociedade Nacional de Minério do Peru e têm 80 milímetros de diâmetro e pesam 300 gramas. Todas são feitas de cobre e as de ouro e prata serão banhadas.

História dos jogos

Os Jogos Centro-Americanos eram disputados nos anos 30 quando surgiu a ideia da realização de um evento esportivo reunindo todos os países do continente americano, incluindo os das Américas do Norte e do Sul.

O I Congresso Esportivo Pan-Americano aconteceu em 1940, prevendo a primeira edição dos Jogos Pan-Americanos para 1942, em Buenos Aires. Mas a exemplo das Copas do Mundo de 1942 e 1946, canceladas em razão da Segunda Guerra Mundial, o Pan também ficou para depois – o ataque a Pearl Harbor fez os Estados Unidos entrarem no conflito.

A primeira edição do Pan, então, aconteceu em 1951. E, desde lá, a competição ocorre a cada quatro anos, num rodízio entre os países das três regiões do continente. Desde 1955, a realização fica a cargo da Organização Desportiva Pan-America (ODEPA), sediada na Cidade do México. Ela reúne 42 países membros.

A exemplo dos Jogos Olímpicos, o Pan tem uma tocha e um mascote. Em 1951, a tocha saiu de Olímpia, na Grécia, e foi até Buenos Aires. Desde então, ela é acesa nas ruínas maias de Teotihuacán, no México. A única exceção aconteceu em 1963, quando os índios carajás a acenderam em Brasília e a levaram a São Paulo – o Brasil também recebeu o Pan de 2007, no Rio de Janeiro. O mascote entrou na história do Pan-Americano na edição de Porto Rico, em 1979.

Veja as edições do Pan e os mascotes:

I Jogos Pan-Americanos – 1951 – Buenos Aires (Argentina)

II Jogos Pan-Americanos – 1955 – Cidade do México (México)

III Jogos Pan-Americanos – 1959 – Chicago (EUA)

IV Jogos Pan-Americanos – 1963 – São Paulo (Brasil)

V Jogos Pan-Americanos – 1967 – Winnipeg (Canadá)

VI Jogos Pan-Americanos – 1971 – Cali (Colômbia)

VII Jogos Pan-Americanos – 1975 – Cidade do México (México)

VIII Jogos Pan-Americanos – 1979 – San Juan (Porto Rico) – Sapo Coqui

IX Jogos Pan-Americanos – 1983 – Caracas (Venezuela) – Leão Santiaguito

X Jogos Pan-Americanos – 1987 – Indianápolis (EUA) – Papagaio Amigo

XI Jogos Pan-Americanos – 1991 – Havana (Cuba) – Ave Tocopan

XII Jogos Pan-Americanos – 1995 – Mar del Plata (Argentina) – Leão-marinho Lobi

XIII Jogos Pan-Americanos – 1999 – Winnipeg (Canadá) – Papagaio Lorita e Pato Pan-Americano

XIV Jogos Pan-Americanos – 2003 – Santo Domingo (República Dominicana) – Peixe-boi Tito

XV Jogos Pan-Americanos – 2007 – Rio de Janeiro (Brasil) – Sol Cauê

XVI Jogos Pan-Americanos – 2011 – Guadalajara (México) – Planta agave-azul Gavo, Cervo Huichi e Leão Leo

XVII Jogos Pan-Americanos – 2015 – Toronto (Canadá) – Porco-espinho Pachi

XVIII Jogos Pan-Americanos 2019 – Lima (Peru) – Estátua Milco

Mudanças

A 18ª edição dos Jogos Pan-Americanos terá mudanças no programa esportivo, com relação aos Jogos de 2015. Entraram o surfe, a pelota basca, o fisiculturismo, o skate e a paleta frontón, um esporte peruano que se assemelha ao squash. Houve, também, modificações em vários esportes, com a inclusão de provas, que não integram o programa olímpico. Por outro lado, o beisebol feminino foi retirado. E, pela primeira vez, o nado sincronizado será chamado de natação artística.

Mas em maio, a ODEPA anunciou a exclusão do skate. As datas dos Jogos se chocam com a do World Skate America, previsto para Los Angeles, e como esse evento pontua para a classificação dos Jogos Olímpicos de Tóquio, houve o receio de um esvaziamento do Pan e a opção foi cancelar o esporte nos Jogos de Lima.

Esse será o Pan com o maior número da história de modalidades classificatórias para uma edição dos Jogos Olímpicos.

Serão 22, de forma direta (saltos ornamentais, natação artística, polo aquático, handebol, hipismo adestramento, hipismo saltos, hipismo CCE, hóquei sobre grama, tênis, tiro com arco, tiro esportivo, vela – laser e laser radial, pentatlo moderno e surfe), por pontuação em rankings (atletismo, badminton, basquete 3×3, caratê – kata e kumitê, levantamento de peso, taekwondo e tênis de mesa) e por obtenção de marca/índice (natação e atletismo).

No quadro geral de medalhas dos Jogos Pan-Americanos, desde 1951, os Estados Unidos lideram com 4.437 medalhas (1964 de ouro, 1460 de prata e 1013 de bronze); em seguida, vêm Cuba (2.029 medalhas), Canadá (1.913) e o Brasil, com 1.206, sendo 328 de ouro, 358 de prata e 520 de bronze.

A principal sede de disputas será a Vila Desportiva Nacional (Videna), que custou 201 milhões de dólares. Ela vai receber 12 esportes, incluindo a natação e o atletismo.

Agência Brasil

FIM DO MONOPÓLIO – (VÍDEO): Abertura do mercado de gás pode derrubar preço em até 40%, informa Paulo Guedes

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro assinou nessa terça-feira (23), em cerimônia no Palácio do Planalto, o decreto que institui o Comitê de Monitoramento da Abertura do Mercado de Gás Natural (CMGN), com o objetivo de estimular a competição no setor. A estatal Petrobrás detém o controle tanto da produção como da distribuição do gás natural no país, apesar deste monopólio ter sido quebrado na legislação em 1997. O objetivo do governo com essa política é concretizar a abertura para novas empresas, o que não ocorreu ainda.

“É uma quebra de dois monopólios, basicamente. O monopólio de produção e exploração de gás natural, como recurso básico, e também dos monopólios estaduais na distribuição”, disse o ministro da Economia, Paulo Guedes. Apesar de não cravar um número definitivo, Guedes disse que técnicos do governo estimam uma queda no preço do produto em até 40% em dois anos.

“Tem gente muito boa que estima em até 40% em dois anos a queda do preço do gás natural no Brasil. Nós temos certeza que o preço vai cair, porque nós vamos aumentar brutalmente a oferta, com um choque de investimentos no setor. Então, que o preço vai cair, vai, agora se vai cair 20%, 30%, 40% ou mais, não sabemos”, disse.

Preço mais alto

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, disse que o preço do combustível no Brasil, que é um dos grandes produtores mundiais, é um dos mais altos entre os 20 países mais ricos do mundo, superiores a países que não produzem o combustível, como o Japão.

“Apenas para citar alguns exemplos, enquanto nos Estados Unidos o gás entregue para as distribuidoras custa, em média US$ 3,13 por milhão de BTU [unidade de medida internacional de gás], aqui o preço está acima de US$ 10 por milhão de BTU. Maior do que os preços praticados no Japão, país que importa a totalidade do gás consumido”, disse Bento Albuquerque.

Impacto na indústria

Segundo o ministro, o alto custo tem um forte impacto na indústria, que tem um uso intensiva deste insumo.

“No caso particular do gás, o que se viu foi a configuração de um mercado concentrado, tanto na oferta quanto na comercialização, resultando no elevado preço do gás ofertado, afetando diretamente os custos das empresas nacionais frente aos seus competidores estrangeiros. Vale salientar que o gás natural impacta de forma significativa o segmento industrial, representando, em alguns casos, até 50% dos custos de produção”, disse.

O processo de desconcentração do mercado de gás ainda deve levar alguns anos para ocorrer. Um acordo entre a Petrobras e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), que obriga a estatal a vender ativos na área de distribuição e transporte, por exemplo só deve ser concluído em 2021.

“Tem toda uma questão de resoluções que vem. Quebra de monopólio não vai ocorrer da noite para o dia”, disse Juliana Falcão, especialista em energia na Confederação Nacional da Indústria (CNI). Segundo ela, os segmentos que mais devem se beneficiar com a redução do preço do gás são as indústrias química, de cerâmica, de vidro, siderurgia, alumínio e papel celulose. Nesses setores, o consumo de gás chega perto de representar 50% dos custos. “O custo do gás é muito alto quando você compara com outros países, então Brasil perdeu muita competitividade por conta dessa questão”.

Atribuição

O Comitê de Monitoramento da Abertura do Mercado de Gás Natural terá como principal atribuição a proposição de medidas ao Conselho Nacional de Política Energética (CNPE). Segundo o governo, os pilares do programa são a promoção da concorrência, harmonização das regulações estaduais e federal no setor, estímulo à integração do setor de gás com os setores elétrico e industrial e remoção de barreiras tarifárias que impedem a abertura do mercado e a competição.

O colegiado será composto por membros da Casa Civil da Presidência da República e dos Ministérios da Economia, de Minas e Energia, do Cade, da ANP e da Empresa de Pesquisa Energética (EPE).

Agência Brasil

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sebastião de Souza disse:

    Que que isso? como pode? que absurdo é esse?
    A petrobrás é "coisa nossa" e tem que ser usada para os fins dos poderosos, que papo é esse de vender participação?
    "O petróleo é nosso" não tem que ser colocado nas mãos dos especuladores privados, só pode ser explorado, usado e desviado pelos senhores no poder.
    A petrobrás não deve ser jogada nas mãos da concorrência isso é um total despreparo, como podemos viver com concorrência, com disputa de preço, com livre mercado?
    A petrobrás não produz 01 litro de alcool, mesmo assim continua recebendo e ditando os preços e a distribuição do produto, até quando?

    • Dr. Veneno disse:

      Vdd pura sua crônica.
      Muitas coisas estão erradas nas terras tupiniquins.

União pode arrecadar R$ 20 bilhões/ano: Paulo Guedes animado com possibilidade de aprovação de deputados de bingos, cassinos e oficialização do Bicho

O ministro da Economia, Paulo Guedes, ficou animado com a pesquisa na Câmara sobre o humor dos deputados para aprovação dos Jogos de Azar (52% dos entrevistados apostam na legalização), conforme a Coluna noticiou, e quis saber mais do tema.

A sondagem, encomendada pelo Instituto Jogo Legal, foi entregue ao ministro Guedes em reunião ontem à noite, capitaneada pelo senador Ciro Nogueira (Progressistas-PI) e por um staff do Governo que analisa o setor.

A União pode arrecadar, de início, R$ 20 bilhões/ano com impostos com a abertura de bingos, cassinos e oficialização do Bicho.

Coluna Esplanada

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Claudio disse:

    Já passou da hora de legalizar. Quem já trabalhou no ramo sabe que é um dos melhores empregos da vida, tirando o emprego público. Aos evangélicos é só não ir trabalhar lá, ou entrar para jogar.

  2. Paulo disse:

    O que os evangélicos, que votaram nesse povo, acham?

  3. Mattos disse:

    Uniao nao quer o jogo do bicho. Loterias da caixa rendem muito mais. O lucro do bicho é pequeno em relacao as loterias. Ex.: 25 bichos. Jogo 1 real em cada. Banca apurou 25 reais, e pagou 20 por cento ao cambista, ficando com 20 reais. Se a banca pagar 1 para 20, o lucro foi zero. Daí pagarem 1 para 18, 1 para 16, ou "caparem" alguns bichos, pagando um valor menor. Lucro pequeno, q a caixa nao vai querer. Olhe a rentabilidade das loterias q vcs vao ver. Devolvem muito pouco do apurado. E na hora q legalizam tem q tirar um.percentual para inumeras fundos de acoes esportivas e sociais.

  4. Anti-Robô disse:

    É para legalizar mesmo, o pessoal já lava grana com jogo ilegal. O jogo do bicho tá ai, firme e forte.

Abertura da Copa América terá 10 minutos de duração e muita tecnologia

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Com 400 pessoas em cena, 100 músicos e muita tecnologia, a cerimônia de abertura da Copa América vai mostrar o sonho de 12 crianças, cada uma representando um dos países que participarão da competição. Segundo os organizadores da Copa, a história das crianças será contada em duas partes: a primeira, no início, e a segunda, no encerramento da cerimônia, que terá início as 21h10 de sexta-feira (14), no estádio do Morumbi, em São Paulo.

“É a primeira vez, em grandes eventos, que a gente conta [uma história] neste formato [dividida em duas partes]. Desta vez, o Brasil, como anfitrião, convida toda a América do Sul para contar uma história juntos. Os protagonistas serão os 12 países juntos, com os dois convidados [Japão e Catar]”, disse o diretor artístico da cerimônia, Edson Erdmann. “A plateia do estádio vai participar e vai contar a história junto”, ressaltou.

Erdmann lembrou que os espetáculos que abriram a Copa do Mundo, em 2014, e os Jogos Olímpicos, em 2016, contaram a história do Brasil. “Agora teremos ancestrais de todos os países convidados e vamos contar a história da América do Sul”, afirmou.

Durante a cerimônia será cantada a música-tema da Copa América deste ano, Vibra Continente, escrita por Rafinha RSQ, Léo Santana, Karol G e Ovy On the Drums. A canção, que será interpretada por Léo Santana e pela colombiana Karol G, mistura o swing latino e o funk.

A organização ainda não sabe quantos chefes de Estado vão participar do jogo de abertura da Copa América, entre Brasil e Bolívia. Até este momento, apenas o presidente Jair Bolsonaro e o emir do Qatar, Tamim bin Hamad al Thani, confirmaram presença.

Das 12 seleções que vão participar do evento, oito já estão no Brasil, e duas chegam hoje (12): Peru e Japão. As equipes do Paraguai e do Uruguai chegam amanhã (13).

Os portões do Morumbi serão abertos quatro horas antes do início do jogo entre Brasil e Bolívia, marcado para as 21h30. A dica é que as pessoas usem o transporte público e cheguem cedo ao estádio, já que será proibido circular de carro dentro da área de segurança estabelecida ao redor de cada um dos estádios.

Ingressos

O diretor-geral do Comitê Organizador Local, Segundo Agberto Guimarães, informou que torcedores de mais de 117 países adquiriram ingressos para a Copa América no Brasil. Segundo Guimarães, té este momento, mais de 65% dos ingressos foram vendidos, mas a expectativa é de aumento do volume de vendas com o início da competição.

“Greve geral”

Quanto à “greve geral”, convocada para esta sexta-feira, dia de abertura da Copa América, Agberto Guimarães, informou que a organização do evento acompanhará de a possível paralisação. “O que posso dizer é que nossas áreas de operação e segurança têm trabalhado em parceria com as instituições governamentais. As ações que devem ser tomadas, devem ser tomadas pelos entes públicos. Não temos autoridade para impedir nada disso. Vamos acompanhar de perto, em parceria. E esperar que tudo aconteça de forma pacífica, sem nenhum problema.”

Competição

A 46ª Copa América, que reúne 12 seleções, será disputada em cinco cidades: Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

O Brasil está no Grupo A e enfrentará as seleções da Bolívia, Venezuela e Peru. O Grupo B é formado pelas equipes da Argentina, da Colômbia, do Paraguai e do Catar. Fazem parte do Grupo C o Uruguai, o Equador, o Chile e o Japão.

O atual campeão é o Chile. O Brasil obteve seu último título na Copa América em 2007, na Argentina.

Mascote

A mascote da competição é uma capivara, Zizito, cujo nome recebeu 65% dos votos em uma consulta nas redes sociais. A outra opção de nome, Capibi, ficou com 35% da preferência dos internautas.

Nesta quarta-feira, os artistas Léo Santana e Karol G, que interpretarão a música-tema da Copa América na cerimônia de abertura, e o ex-lateral da Seleção Brasileira Cafu, posaram no Morumbi, com a mascote, cujo nome homenageia o maior artilheiro da história da competição, Zizinho, que fez 17 gols e divide a liderança com o argentino Norberto Méndez.

Agência Brasil

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. DJ Manynho disse:

    Na lista das cidades sedes, tem São Paulo duas vezes.

Presidenta do PT, Gleisi Hoffmann participa nesta sexta da abertura do “Encontro Nacional da Avante – Lula Livre”, em Natal

A presidenta Nacional do Partido dos Trabalhadores, deputada federal Gleisi Hoffmann, vai participar da mesa de abertura do “Encontro Nacional da Avante – Lula Livre”, (tendência interna do PT), nesta sexta-feira (17), às 15h, no Sinsenat, em Natal. Evento será realizado até o domingo (19).

Ao lado da governadora Fátima Bezerra, Gleisi Hoffmann debaterá: “Brasil: Governo Bolsonaro e ofensiva reacionária. Como ir além da resistência? Com qual estratégia?”. Presença confirmada do senador Jean Paul Prates (PT/RN), dos deputados federais Arlindo Chinaglia (PT/SP), Frei Anastácio (PT/PB) e Maria do Rosário (PT/RS), do deputado estadual Francisco do PT, além de representações dos dirigentes nacionais da Avante e demais tendências da sigla, movimentos sociais, dentre outros.

Em seguida, Gleisi Hoffmann prestigiará a festa de aniversário da governadora Fátima Bezerra, no Clube CEPE, a partir das 20h.
Já no sábado (18), o “Encontro Nacional da Avante – Lula Livre” terá a presença do presidente da Fundação Perseu Abramo, o economista Marcio Pochmann que debaterá o “Estágio atual do Capitalismo e Luta de Classes”.

Serviço:
Encontro Nacional da Avante – Lula Livre
Data: 17, 18 e 19 de maio
Local: Sinsenat
Endereço: Rua Gonçalves Lêdo – 857, Cidade Alta, Natal

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Belarmino tx disse:

    Ela presidente do PT, deve está dizendo também, ZE DIRCEU LIVRE, hoje as 16hs ele vai visitar Lula em Curitiba.

  2. Fonseca disse:

    Caros brasileiros, sabe quem paga pela mordomia desse povo, passagem aérea, hotel, almoço e janta nos melhores lugares ? Nós idiotas, que levantamos cedo pra trabalhar e, não podemos chegar atrasado no trabalho, não podemos acompanhar nossa esposa ao médico ou o filho, porque será descontado do salário. Pois bem hj é sexta feira e esse pessoal devia tá trabalhando, porém hj é sexta e não tem congresso….mas continuamos trabalhando pra pagar essa vadiagem. Quebraram o país e querem quem quebrou livre, esse é um lugar na terra chamado Brazil !

  3. Ítalo disse:

    Mãe dos alienados vai agitar nosso dia, q ótimo, kkkkk

  4. Cigano Lulu disse:

    Amante vem a Natal nesta sexta-feira, mas para prestigiar encontro na Uferrenê, onde "epecialistas" se reúnem para discutir os avanços da pesquisa sobre a cannabis sativa para o uso medicinal… É ruim, hein?

  5. Meu RN disse:

    Seria possível verificarmos quem pagará essas viagem desdes ilustríssimos deputados e senadores para este evento

  6. Sara Augusta disse:

    Minha ídola. Mulher de valor. Inteligente.

  7. RN do Povo disse:

    Nada de novo. Petista idolatrando bandido…normal.

  8. disse:

    Vou vomitar. Eeeeahhhuuugh

  9. Daniel Freire disse:

    Certamente utilizando dinheiro público do fundo partidário para esse triste fim. Uma vergonha.

  10. C.P disse:

    Os comedor de mortadela devem voltar as ruas como fizeram ontem.
    De cada 10 que saiu as ruas 11 era petista kkkkk. Manifestantes coisa nenhuma, era o Boulo e Fátima na rua no comício petista.
    É mentira??kkkk

  11. Pedro disse:

    Pense numa programação porreta, vamos todos participar, terá pão, mortadela, sukita, bom palestrantes importados, mercenarias, mulheres de boa índole, e atos diversos como : exposição para termos Lula livre, vadiagem, com certeza imperdível, coisa para ser adicionado ao currículo.

  12. joaozinho disse:

    Bem.. o povo gosta, assim se respeita. Ta tudo lindo, Estado com economia em pompa, emprego de sobra depois que afastou os empresarios com o discurso anti-capital. Afinal, aqui nao ha crise e o PT resolveu todos os problemas.. funcionalismo em dia, 16% de reajuste para a casta nobre, ate esta fazendo que o movimento da UFRN pediu, acabando com a PM ou o resto da nossa seguranca publica, afinal isso pobre nao precisa, e que cada dia ta menor, ja sentimos ate o desejo de ostentar celular nas ruas xing ling. Tudo maravilhoso.

  13. LAMPIÃO disse:

    QUE PENA VER MINHA CIDADE SERVIR DE PASTO PARA ESSE TIPO DE ESCÓRIA! PERCEBERAM RECEPTIVIDADE AQUI PELA GRANDEZA DE NOSSOS BAGUNCEIROS. GENERAL GIRÃO, TÁ NA HORA DE GANHAR CAMPO!!!

  14. Ceará mundinho disse:

    Seja bem-vinda presidenta! O RN te ama! Os bolsominions são minoria aqui!! Uuiiiiii

  15. Ana leticia disse:

    Esse sindipetro tem jeito nao. Sempre apoiando o corrupto mor do pais. LULADRAO tem que cumprir todas as condenaçoes primeiro para so depois dos 120 anos poder concorrer novamente.

  16. Ceará-Mundão disse:

    Será possível que a sandice desse povo nunca cessará? E o artigo inicia com o tradicional erro de grafia petista, o tal "presidentA", o que já demonstra ter sido escrito por um membro da seita petista.

  17. Ceará-Mundão disse:

    Ta repreendido

Na abertura da Série C 2019, Globo perde no MA e ABC vence Náutico; veja jogos dos potiguares na próxima rodada

Foto: Andrei Torres / ABC

O ABC entrou em campo pela primeira rodada da Série C. Jogando dentro de casa e enfrentando o Náutico-PE, no Estádio Frasqueirão, o que se viu foi um clube potiguar organizado que construiu a vitória logo no primeiro tempo e concretizou no segundo.

Aos 27 minutos da primeira etapa, o Anderson recebeu, driblou o goleiro e abriu o placar para o time potiguar. Já na segunda etapa, após falha da zaga do Náutico, Rodrigo Rodrigues faz o segundo gol do ABC com um toque para o fundo das redes.

O ABC foi soberano em todas as ações ofensivas e o Náutico não consignou jogar em um estádio com um pouco mais de mil pessoas presentes. Bela estreia do ABC, dentro de casa, convertendo os primeiros três pontos na competição nacional.

Com a vitória, o ABC assumiu a liderança do Grupo A ao lado do Imperatriz-MA e Sampaio Corrêa-MA, os dois também contabilizam 3 pontos.

Na próxima rodada, o clube de Natal vai até a Paraíba para encarar o Treze-PE, no Estádio Amigão. Esse jogo está marcado para as 16h do próximo domingo (05).

Derrota do Globo

O Globo fez sua estreia no Campeonato Brasileiro Série C nesse sábado (27), no Estádio Frei Epifânio. A equipe potiguar perdeu para o Imperatriz-MA pelo placar de 2 a 0.

O jogo foi bastante disputado, mas o time maranhense comandou as ações ofensivas durante toda a partida. Já o Globo somente se defendia e aos 24 minutos, após rebote do goleiro Wadson, Daniel Barros apareceu e abriu o placar para o time da casa. Na segunda etapa o Globo acordou e tentou reagir, mas não obteve sucesso. Então, o Imperatriz-MA encaixou mais uma jogada e fez o segundo gol com Val Barreto. A partida acabou com 2 a 0 no placar.

O próximo jogo do Globo pelo Campeonato Brasileiro Série C será no próximo sábado( 04 de maio), diante do Confiança-SE, às 17h, no Estádio Barrettão.

Com acréscimo de informações da FNF

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcelo disse:

    Se temos um presidente que governa por mídias…. Imagine torcer….. .

  2. PAULO disse:

    A TORCIDA DO ABC É UMA PIADA, VIROU UMA TORCIDA DE CORNETEIROS QUE TORCEM PELO CELULAR/INTERNET.

A BOLA VAI ROLAR: Campeonato Potiguar 2019 começa nesta quarta-feira; veja duelos da 1ª rodada

O Campeonato Potiguar 2019 tem o pontapé inicial nesta quarta-feira (9) e oito clubes participam da temporada. A disputa começa com dois jogos, às 20h: ABC recebe o Globo FC, no Estádio Frasqueirão, em Natal, enquanto Potiguar encara o Palmeira no Estádio Nogueirão, em Mossoró.

Na quinta-feira (10), a rodada tem complemento com mais duas partidas, também às 20h. No Edgarzão, o Assu recebe o Força e Luz. Na Arena das Dunas, Santa Cruz e América se enfrentam.

Copa Cidade do Natal:

Neste ano, o Estadual terá de volta as disputas das finais de turnos. A competição é dividida com Copa Cidade do Natal, referente ao primeiro turno, e a Copa Rio Grande do Norte, equivalente ao segundo turno. O regulamento prevê a disputa com confrontos diretos. Em seguida, serão disputadas as semifinais e finais de cada turno.

A equipe campeã do primeiro turno garante vaga para a Copa do Brasil 2020 e na decisão do Campeonato Potiguar.

Com informações da FNF

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Juliano costa disse:

    Esse ano vai ter transmissão da tv ?

  2. Anti-Comunista disse:

    E o salário ó

  3. Francisco disse:

    Os pernas de paus, com os Zé Manés assistindo. É não ter o que fazer.

Abertura do Verão de Parnamirim 2019 acontece neste domingo; veja programação em Pirangi

A Prefeitura de Parnamirim, por meio da Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Lazer – SETEL anuncia a abertura da programação do Verão 2019, neste domingo, dia 6.

“No mês em que celebramos os 60 anos de Parnamirim, anunciamos a programação de verão com dança, música ao vivo, jogos e outras atrações, chamando os parnamirinenses para viver e festejar a beleza do nosso litoral”, disse o titular da SETEL, Ricardo Wagner.

Confira a programação

06/01/2019 – DOMINGO

9h – Verão 98c (Atração infantil, aulas de danças e música ao vivo)
10h – ISO FITNESS (Fit Dance)
9h – Flag Football
Local: Arena Pirangi do Norte

13/01/2019– DOMINGO

7h – Aquathlon do Sol
9h – Verão 98c (Atração infantil, aulas de danças e música ao vivo)
10h – IBIRAPUERA FITNESS ( fit dance)
11h – MMA CARDIO
9h – SURF: Prainha
9h – Beach Tennis
15h -BURN BEACH ( Funcional, Bodycombat, attack, balance)
Local: Arena Pirangi do Norte

19/01/2019 – SÁBADO

7h – Pirangi Praiano (04 Km e 08 Km das 07h às 10h).
Local: Prainha
9h – DINARTE GYM
11h – Artes Marciais (MMA Cardio, Karatê, Jiu-jítsu, Capoeira)
13h – CAMINHO DA SANTIDADE (Limpeza da Praia , Funcional, Recreação
Local: Arena Pirangi do Norte

20/01/2019– DOMINGO

9h – Verão 98c (Atração infantil, aulas de danças e música ao vivo)
10h – SETEL
11h – Beach Soccer
9h – Vôlei de Praia 4×4 Feminino
Local: Arena Pirangi do Norte
8h – Fest Beach Nabba (Campeonato de Fisiculturismo)
Local: Barraca do Paulista – Pirangi do Norte

26/01/2019 – SÁBADO

9h – Telepesquisa (dança, sorteio, brindes)
10h – Academia STYLO
11h – Beach Soccer
9h – Beach Handball
13h – Terço Catolico
15h – Frescobol Internacional
Local: Arena Pirangi do Norte

27/01/2019 – DOMINGO

9h Telepesquisa (dança, degustações, espaço kids, sorteio, brindes)
10h Academia Malhart Fit (funcional, aero fight, e mix dance,
– RN X PB)
9h – Beach Soccer
9h- Frescobol Internacional
15h -Terço Católico
Local: Arena Pirangi do Norte

02/02/2019 – SÁBADO

09h – Academia 1K Fitness (funcional, dança fit)
09h – Beach Soccer
09h – Volei de Areia Estudantil Masculinoe Feminino
Local: Arena Pirangi do Norte

03/02/2019 – DOMINGO

09h – Academias RITMOS (funcional danças)
09h – Beach Soccer
09h – Futvolei Internacional
Local: Arena Pirangi do Norte

 

Abertura de mostra que reformou o Juvino Barreto será nesta quinta

Nesta quinta-feira, dia 29, os idosos do Instituto Juvino Barreto ganham oficialmente uma instituição de cara nova. Através de uma ideia do escritório Renove Projetos, o abrigo está sendo beneficiado com a Mostra Elos de arquitetura e decoração que transformou o espaço. Os ambientes estarão abertos para visitação do público de segunda a sexta, das 15h às 20h, e sábado e domingo, das 10h às 18h. A entrada da Mostra é mediante a doação de fralda geriátrica ou lençol para os idosos, ou uma taxa de R$ 20,00.

O projeto, que traz um formato inovador, foi abraçado por diversos profissionais como arquitetos, design de interiores, engenheiros e paisagista da cidade. A Mostra Elos acontecerá até o dia 11 de dezembro com várias atividades para os idosos e público em geral. Siga o perfil no instagram @mostraelos e acompanhe a programação. Para a realização da Mostra foram mais de 36 ambientes reformados e mais de 80 profissionais envolvidos.

O Instituto Juvino Barreto tem 76 anos de história com todo o seu funcionamento feito de forma filantrópica. Tudo o que foi construído até hoje foi feito exclusivamente através de doações, trabalho voluntário e apoio da sociedade. A Mostra Elos vem para fazer a diferença na estrutura e história da instituição. Além de estarem à frente da organização da Mostra, as arquitetas Mara Lorena, Larissa Magalhães e Juliana Maia do escritório Renove assinaram o projeto de reforma e ambientação da recepção das Boas Vindas.

Mara Lorena, Larissa Magalhães e Juliana Maia, do escritório Renove

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Neto disse:

    Maravilhosas ❤❤❤. Que Deus as proteja e a todos que deixaram sua contribuição. Isso meninas…continuem. A arquitetura de amor, de compaixão. Aplausos! Vcs fizeram bonito. Fã.

  2. Lenice Campelo disse:

    Merecido, precisando tem muitos anos!!!
    Parabéns a toda equipe envolvida!

  3. Roberto Lira disse:

    Parabéns as três arquitetas pelo gesto carinhoso aos mais velhos. Muito mais tem Deus para abençoa-las.abs Roberto lira e Familia

  4. Tamires disse:

    Atitudes lindas através de belas Arquitetas !
    Parabéns !

Abertura da Fenacam 2018 acontece na próxima terça-feira no Centro de Convenções em Natal; veja programação

FOTO: Elias Medeiros

Comemorando 15 anos nesta edição, a Feira Nacional de Camarão traz palestras, feiras e Festival Gastronômico de Frutos do Mar.

Natal será sede, a partir da próxima terça-feira (13), no Centro de Convenções da Feira Nacional do Camarão (Fenacam). Evento técnico-científico e empresarial mais importante da Aquicultura e da Carcinicultura Brasileira, a Fenacam 2018, acontece até o dia 16 de novembro e apresenta uma programação diversa com palestras técnicas e comerciais de renomados especialistas nacionais e internacionais nos segmentos da carcinicultura, piscicultura e malacocultura.

Estão programadas 39 palestras durante os Simpósios Internacionais de Carcinicultura e Aquicultura, com a presença de destacados profissionais nacionais e internacionais, que vão apresentar informações técnicas e científicas, bem como, na Feira de Aquicultura, que contará com 200 empresas nacionais e internacionais. Haverá reais possibilidades de realização de negócios, tudo isso coroado com o festival gastronômico de frutos do mar.

Na Feira de Aquicultura, estarão presentes 200 expositores, com enfoque especial para atender as demandas das cadeias produtivas da carcinicultura marinha, piscicultura de água doce, marinha e maricultura. As palestras em inglês e espanhol contarão com tradução simultânea para o português.

“Adicionalmente, nas sessões técnicas serão apresentados centenas de trabalhos técnicos e científicos (oral e pôsteres), nacionais e internacionais, levando sempre em conta, as demandas dos aquicultores e carcinicultores e dos demais congressistas, sobre as atualizações e avanços da aquicultura e da carcinicultura, obtidos nas diversas regiões do Brasil e nos principais países latino-americanos e asiáticos, que se destacam na exploração dessas atividades, contribuindo para a atualização sobre o emprego de novas tecnologias”, revela Itamar.

Nesse contexto, a Fenacam 18 representa uma oportunidade ímpar para os produtores de camarão, peixes e moluscos realizarem negócios e promoverem intercâmbios com empresas produtoras de pós-larvas, rações e demais insumos, produtos e serviços relacionados às suas cadeias produtivas.

PROGRAMAÇÃO DA FENACAM 2018

15º Sessões Técnicas e Científicas (Aquicultura e Carcinicultura)

15ª Feira Internacional de Serviços e Produtos para Aquicultura

15º Festival Gastronômico de Frutos do Mar

15º Simpósio Internacional de Carcinicultura

– Charles James (Índia)

– Diógenes Lemainski

– Daniel Gruenberg (Tailândia)

– Marcela Salazar (Colômbia)

– Ismael Wong (Honduras)

– Lachlan Harris (Austrália)

– Itamar Rocha (Brasil)

– Otávio Castro (USA)

– Origenes Monte (Brasil)

– Robins Mclntosh (Taillândia)

– Patrício Estrada (Equador)

– Samy Menasce (Brasil)

– Fabrizzio Feitosa(Brasil)

– Rodrigo Roubach (Itália)

– Albert Tacon (USA)

– Fernando Garcia (USA)

– Didier Leclercq (Vietnã)

– Barbara Hostins ( Bélgica)

12º Simpósio Internacional de Aqüicultura

– Américo Vespúcio (Brasil)

– Gustavo Bozano (Brasil)

– Fábio Sussel (Brasil)

– João Crescêncio (Brasil)

– Renato Morandi (Brasil)

– Rafael Barone (Brasil)

– Luciana Seki (Brasil)

– Tom Hashman (EUA)

– Marcelo Borba (Brasil)

– Rodrigo Roubach (Itália)

– Wagner Camis (Brasil)

– Waldo Nuez (Bélgica)

– Martinho Colpani (Brasil)

– Didier Leclercq ((Vietnã)

– Fernando Kubitza

– Thiago Ushizima

– Sergio Vela

– Mauricio Ferreira

– Dr. Ra’nan Ariav