Economia

Governadores decidem acabar com congelamento de ICMS sobre combustíveis a partir de fevereiro

Foto: iStock

Os governos estaduais decidiram, por maioria, acabar com o congelamento do ICMS sobre combustíveis a partir de fevereiro. A decisão foi definida no Comitê Nacional dos Secretários Estaduais de Fazenda (Comsefaz).

Em novembro, os estados decidiram suspender o reajuste do ICMS pela variação dos preços de gasolina e diesel na quinzena anterior. O congelamento, no entanto, foi definido só até o fim de janeiro – e não será renovado.

O congelamento do ICMS sobre combustíveis foi decidido pelos governadores no fim de outubro de 2021 para tentar frear a escalada de preços e dar um prazo adicional para que União, Petrobras, Congresso e governadores definissem uma medida definitiva.

Em contato com o Portal 96, o secretário estadual de tributação, Carlos Eduardo Xavier, afirmou que o Rio Grande do Norte foi contra o descongelamento. Contudo, a alteração das regras valem para todos, inclusive, para o RN.

“Fizemos a nossa parte: congelamento do preço de referência para ICMS. Mas não valorizaram este gesto concreto, não respeitaram o povo. A resposta foi aumento, aumento, mais aumento nos preços dos combustíveis”, disse o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), ao blog do jornalista Valdo Cruz, do g1.

A Petrobras reajustou o preço dos combustíveis nas refinarias nesta quarta-feira (12), o primeiro aumento em 77 dias. A alta foi de 4,85% para a gasolina e de 8,08% para o diesel.

Com informações de g1 e 96 FM Natal

Opinião dos leitores

  1. É mais um encantador de jumentos, pois quem tem o mínimo de conhecimento sabe que a política de preços da Petrobras foi criada nos governos anteriores e que o governo federal só nomeia alguns nomes, mas o preço é decidido pelo concelho.

  2. Colo o EX PRESIDIÁRIO Lula, para comandar a Petrobrás q ele quebrou.
    Ainda hoje, estamos pagando uma dívida de oito bilhões aos Americanos q são acionistas da Petrobrás.

  3. A tarifa do governo federal está congelada desde 2019 em um valor fixo de R$ 0,69, os governos estaduais se uniram para mais um arrocho na população que não se manifesta, acabando com o congelamento, e a culpa é do Bolsonaro.

  4. O governo federal é o acionista majoritário da Petrobras, portanto, o presidente Jair Bolsonaro e quem manda na Petrobras, o aumento dos combustíveis é de competência dele. Entenderam ?

  5. Se o PT não roubou a Petrobras, de onde foi os mais de 6 bilhões que a Lava Jato devolveu a estatal no final do ano passado?

  6. Manoel, vc prefere entregar o Brasil para a mesma quadrilha que quebrou a Petrobras?? Estou certa?

    1. Não quero a volta dos Lulaladrao! Mas isso não me torna cego em ver a corrupção do governo atual e a incompetência do MINTOmaníaco das rachadinhas… A culpa de Lulaladrao está perigando ganhar as próximas eleições eh do atual governo já que eh tão incompetente e amigável pra corruptos (vide as normas que enfraqueceram as investigações contra corrupção e as instituições que a combatiam, como também se aliando aos mesmos corruptos que roubavam no governo do PT)!

    2. Rafael, sai da bolha e pesquise que vc encontra. Apesar que o MINTOmaníaco das rachadinhas já afastou mais de 20 delegados da PF que estavam investigando os familiares e outros mais próximos dele… vc acha que ele faz isso pq? Muuuu

  7. Vixe! E o aumento dos combustíveis que houve essa semana nao foi culpa dos governadores também? Se o ICMS estava congelado em quem o MINTOmaníaco das rachadinhas infalível, imorrivel, imbrochavel e incagavel vai colocar a culpa dessa vez?! Muuuu

    1. Esse Manoel F é um apadrinhado pago pra isso, ele e outros nomes que aparecem aqui.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Ministério da Saúde vai distribuir mais 10,5 milhões de vacinas até terça-feira (18)

Foto: divulgação UPS

O Ministério da Saúde divulgou nesta sexta-feira (14) que pretende distribuir mais de 10,5 milhões de vacinas de covid-19  em oito dias. Os primeiros lotes começaram a ser enviados para as unidades da Federação na terça-feira (11) e a previsão é que a distribuição termine na terça-feira (18).

A entrega dos imunizantes, segundo a pasta, atende a pedidos de estados e do Distrito Federal que tenham capacidade de armazenamento das vacinas conforme as recomendações de segurança dos fabricantes dos imunizantes. Nas remessas, foram encaminhadas 8,9 milhões de doses da Pfizer e 336,2 mil da Janssen para aplicação de doses de reforço.

O ministério também informou que o envio dos lotes de vacinas pediátricas da Pfizer está previsto para ser concluído na sexta-feira (14). Esses lotes totalizam 1,2 milhão de doses.

Desde o início da vacinação da covid-19 no Brasil, o ministério enviou mais de 390 milhões de doses de imunizantes para as unidades da Federação, sendo que 336 milhões de doses foram aplicados, sendo 161,8 milhões de primeira dose e 144,8 milhões com a segunda.

Agência Brasil

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Segurança

VÍDEO: Casal passa momentos de terror durante assalto no conjunto Cidade Satélite

Na tarde desta sexta-feira (14) mais uma cena de assalto foi registrada por câmeras de segurança de uma residência, no Conjunto Cidade Satélite, no bairro Pitimbu.

Nas imagens registradas pouco depois das 16h, é possível ver um veículo de cor cinza parando ao lado de outro carro estacionado.

De dentro do carro cinza saem dois assaltantes que imediatamente rendem um casal que estava conversando no outro veículo e cometem o assalto levando o carro e pertences do casal.

Portal BO

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Emprego

Contratação de trabalhadores temporários cresce 20,6% e supera nível pré-pandemia

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O número de contratação de trabalhadores temporários no Brasil aumentou 20,5% em 2021 e ano e superou os níveis pré-pandemia. De janeiro a dezembro, foram registradas 2.415.419 vagas temporárias, diante de 2.002.920 no mesmo período de 2020.

Foi o maior patamar desde 2014, início da série histórica. Em relação a 2019, quando foram contratadas temporariamente 1.485.877 pessoas, o aumento é de 62,5%, segundo levantamento da Asserttem (Associação Brasileira do Trabalho Temporário).

Segundo o presidente da associação, Marcos de Abreu, o trabalho temporário cresceu em todos os setores da economia durante a pandemia de Covid-19 porque é um regime atípico, que flexibiliza contratação e demissão em tempos de incertezas.

“Com a pandemia e a insegurança geral das empresas com relação às contratações, a modalidade ganhou destaque no Brasil e no mundo por sua eficiência”, explica Abreu. De acordo com ele, a efetivação dos temporários subiu de 15% em 2019 para 22% em 2021. “Com isso, são mais de 531 mil profissionais que se recolocaram no mercado de trabalho neste ano por meio da modalidade.”

Abreu afirma que boa parte das empresas demitiu profissionais permanentes, o que resultou em um aumento das vagas temporárias para atender a demanda aquecida a partir do segundo semestre de 2020.

“O quadro de insegurança levou a uma situação em que o empresariado prefere preencher os postos com temporários, pois se precisar efetivá-los, esse processo é muito mais ágil do que a abertura de um processo seletivo que exigirá entrevistas, escolha e treinamento”, avalia.

Expectativa para 2022

As contratações por meio do trabalho temporário, que atendem à necessidade de substituição transitória de pessoal permanente ou à demanda complementar de trabalho, devem seguir em alta em 2022, segundo estimativa da Asserttem.

“Mas, continuamos com um olhar cauteloso com relação às contratações, principalmente no primeiro trimestre do ano, devido a fatores como as incertezas do mercado, o clima e a nova variante Ômicron, um cenário em que as empresas estão receosas com o futuro e seguram a abertura de novas vagas”, ressalta Abreu.

Para ele, o setor da indústria deve reduzir o alto ritmo de contratações que foi verificado nos anos de 2020 e 2021, mas ainda se apoiará no trabalho temporário para atender suas demandas. “Já o comércio deve retomar as contratações, principalmente nas datas sazonais, e o setor de serviços, que estava contido, vem aos poucos repondo suas vagas e utilizando a modalidade para isso”, conclui.
R7

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Chefe do Gabinete Civil de Fátima crítica Isolda Dantas: “Foi extremamente infeliz”

Foto: Alex Regis/TN

O secretário-chefe do Gabinete Civil do governo do Estado, Raimundo Alves, em entrevista à Tribuna do Norte, criticou a deputada estadual Isolda Dantas, que havia se posicionado contra a aliança do PT e do MDB no RN, afirmando que o partido da família Alves engole hoje e cospe depois.

“Primeiro, vejo com muita preocupação esse tipo de declaração. Foi uma declaração infeliz. Politicamente, as pessoas têm o direito de se posicionarem contrário a essa ou aquela aliança dentro do partido. Agora, a declaração foi extremamente infeliz. Quem conhece a governadora Fátima Bezerra (PT) sabe que ela não faz aquela coligação chiclete, que mastiga, mastiga e joga fora, não. Não é essa a intenção. As conversas com o MDB são bastante produtivas. Eu mesmo tenho me reunido com o presidente estadual do MDB, deputado federal Walter Alves. E a nossa intenção é colocar essa roda para girar agora neste início de ano. Na verdade, isso começou com a vinda do presidente Lula no início de setembro de 2022 e vamos dar continuidade”, disse.

Opinião dos leitores

  1. Será que o chefe de gabinete não se lembra da aliança com o PSD do ex governador Robson Farias. Cada um que defenda o seu né seu Raimundo a deputada está correta e tem fazer críticas mesmo afinal o senhor está no cargo não é merito não é pq a militância sempre votou em Fátima.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Chuvas no RN atingem média de janeiro em apenas 14 dias

Em todo o Rio Grande do Norte já choveu 57.9 milímetros nas duas primeiras semanas do ano, quase o esperado para todo o mês de janeiro (60.3 ). A média inclui o volume de todos os municípios juntos. Na região Oeste as chuvas têm sido mais intensas e já estão acima do esperado para todo o mês com mais de 78 milímetros. A previsão é de que o até abril chova dentro da normalidade ou acima do esperado no RN.

Mesmo a quadra chuvosa do semi-árido ocorrendo somente a partir de março, o mês de janeiro de 2022 vem registrando bons volumes de chuva e boa distribuição em todas as regiões. A justificativa está na Zona de Convergência Intertropical, que está atuando no estado e trazendo condições favoráveis para chuvas. Nesta semana, a rede de monitoramento meteorológico do RN, que conta com 291 estações, sendo 15 plataformas de coleta de dados (PCD), 99 pluviômetros automáticos e 177 pluviômetros manuais, registrou chuvas em todas as regiões Estado com 62 municípios com chuvas normais, 37 acima do normal, 8 chuvosos, 29 secos e 7 muito secos.

Até esta sexta-feira (14), em 24 municípios o índice pluviométrico já supera os 100 milímetros, segundo dados da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn).

Tribuna do Norte

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Filho de PM se passa por trader e dá golpe de R$ 1 milhão em militares

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) apura golpe milionário que teria sido articulado pelo filho de um policial militar da reserva remunerada do DF. Pedro Gil Fonseca Duarte (foto principal), 30 anos, dono da Pedro Intermediação de Negócios Eireli (2P Trader), teria causado prejuízo a mais de 30 PMs. A investigação está sob responsabilidade da Coordenação de Repressão aos Crimes Contra o Consumidor, a Propriedade Imaterial e a Fraudes (Corf).

A maioria das vítimas afirma que foi convencida pelo pai do empresário. Em reuniões realizadas no 20º Batalhão de Polícia Militar (Paranoá), o policial aposentado garantia que o filho tinha a qualificação para atuar no mercado financeiro e assegurava que o lucro era certo.

Os PMs fizeram aplicações que variam de R$ 55 mil a R$ 77 mil. Além de transferências em dinheiro, os militares também passaram bens, como automóveis, para o nome do trader. Estima-se que, apenas em um batalhão, Pedro Duarte tenha lucrado mais de R$ 1 milhão com a promessa de ganhos de até 20% ao mês.

Metrópoles

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

COVID: Vacinação infantil no RN começa neste sábado (15)

A vacinação em crianças entre 5 e 11 anos de idade vai começar neste sábado (15) com um ato simbólico na Unidade Básica de Saúde Amarante, em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal.
Na manhã desta sexta-feira (14), o estado recebeu do Ministério da Saúde o primeiro lote de vacinas contra a Covid para crianças com 20.900 doses.

O município de Natal ainda não definiu quando começará a aplicação na capital potiguar. Nesta sexta, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que vai capacitar os vacinadores para o público infantil na segunda-feira (17) e só depois definirá a data de início da vacinação.

G1

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Líder do prefeito Álvaro Dias na Câmara é contra candidatura dele ao Governo do RN

A atual líder do prefeito na Câmara de Natal, a vereadora Nina Souza (PDT), acredita que as eleições de 2022 não são o melhor momento para Álvaro Dias se candidatar ao governo do Rio Grande do Norte.

Em entrevista exclusiva ao Portal Grande Ponto, Nina afirmou que “Álvaro é um bom prefeito, é um nome credenciado a ser candidato a governador, mas eu não vejo isso com bons olhos nesse momento.”

Álvaro Dias tem sido cotado para disputar a eleição para governador do RN. Apesar de o prefeito já ter afirmado que não pretende concorrer ao cargo, alguns nomes já sinalizaram apoio caso a candidatura venha a acontecer, entre eles o ex-governador e ex-senador José Agripino e o Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.

Para a líder do governo, o prefeito deve concluir as ações já encaminhadas no município para, só após o fim do mandato, decidir por um outro cargo político.

“Acho que ele tem que terminar o governo dele, botar em execução as obras que estão aí planejadas, concebidas e a posteriori, em outro momento, ele consolida, se assim for o desejo dele, essa possibilidade de ser governador.”, afirmou a vereadora.

Grande Ponto

Opinião dos leitores

  1. Desculpa vereadora, mas esse é o momento, a grande maioria da população potiguar não quer mais Fátima a única coisa que está faltando é um a altura de Álvaro.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Com descongelamento do ICMS, gasolina no RN pode aumentar R$ 0,10

Os governos estaduais decidiram, ontem (14), acabar com o congelamento do ICMS sobre combustíveis a partir de fevereiro. Na prática isso pode significar um aumento de R$ 0,10 no litro de gasolina já nos próximos dias.

SAIBA MAIS: Governadores decidem acabar com congelamento de ICMS sobre combustíveis a partir de fevereiro

Com o descongelamento, o Governo do Rio Grande do Norte voltará a cobrar 29% de ICMS sobre o valor médio da gasolina na bomba apurado a cada 15 dias. Hoje, com o preço médio em R$ 6,95, o Estado passaria a recolher R$ 2,02 de ICMS por litro. Atualmente, o valor do imposto está congelado em R$ 1,92. Ou seja, na prática, com a cobrança majorada, o combustível deve ter alta de R$ 0,10 por litro.

O congelamento vinha sendo mantido desde novembro do ano passado.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Pfizer antecipará para dia 16 entrega de mais 1,2 milhão de doses de olho na vacinação infantil

O secretário executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, disse ontem (14), por meio de sua conta no Twitter, que a Pfizer antecipou para o dia 16 a entrega de mais 1,2 milhão de doses da vacina pediátrica contra a covid-19, que integram a segunda remessa do imunizante voltado a crianças com idade entre 5 e 11 anos.

A primeira remessa de doses da vacina foi descarregada na madrugada do dia 13 no Aeroporto de Viracopos, em Campinas, no estado de São Paulo. A previsão é que o Brasil receba em janeiro 4,3 milhões de doses da vacina.

Segundo o Ministério da Saúde, neste primeiro trimestre devem chegar ao Brasil quase 20 milhões de doses pediátricas, destinadas ao público-alvo de 20,5 milhões de crianças. Em fevereiro, a previsão é que sejam entregues mais 7,2 milhões, e em março, 8,4 milhões.

Na semana passada, o ministério anunciou a inclusão dos imunizantes pediátricos no plano de operacionalização do Programa Nacional de Imunizações (PNI).

Agência Brasil

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *