Governo Federal dá sinal verde para aporte de R$ 39 milhões para obras da engorda da Praia de Ponta Negra

Foto: Divulgação

Um dos projetos mais aguardados pelos natalenses, as obras da engorda da Praia de Ponta Negra, na zona Sul, recebeu o sinal verde de um novo aporte financeiro. A confirmação é da Prefeitura do Natal. Nessa terça-feira (26), o prefeito Álvaro Dias, acompanhado da secretária adjunta de Planejamento da Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura (Semov), Teresa Cristina Pires, se reuniu, em Brasília, com o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e recebeu do Governo Federal o sinal verde da liberação de R$ 39 milhões para as obras de recuperação costeira e engorda dessa praia.

“Estamos orgulhosos dessa reunião. Muito positiva para a cidade. Com essa confirmação, o montante financeiro será aplicado na engorda e na colocação de rochas para a contenção da força do mar”, explicou o secretário de Obras Públicas, Tomaz Neto, que não viajou à Brasília por participar de outras demandas em Natal. Em 2013, quando a cidade decretou emergência por conta dos danos causados pela avanço do mar, atingindo frontalmente a praia e os comércios em volta, o Governo Federal liberou R$ 21 milhões, por intermédio da Defesa Civil Nacional, para o restabelecimento dos serviços essenciais e as primeiras ações de reconstrução da orla.

De acordo com o ministro Rogério Marinho, a Praia de Ponta Negra merece todos os esforços para a garantia da sua recuperação. “Desde que assumi o ministério, venho mantendo contato com o prefeito de Natal, Álvaro Costa Dias, para construir uma solução para esse problema. É evidente que essa praia, tão importante para a nossa cidade, não poderia ficar sem o devido cuidado. Nós esperamos que esses recursos ajudem a recuperar e tornar ainda melhor a nossa orla”, ressaltou o titular do MDR.

Serviços

A chamada engorda da Praia de Ponta Negra deverá proporcionar uma faixa de areia entre 23 a 30 metros de largura na maré alta e aguarda a liberação do Idema, o que deve ocorrer nos próximos meses. “Com as informações do Estudo de Viabilidade Técnica e Ambiental, conduzido pela Semov, serão necessários 1 milhão de metros cúbicos de areia no processo das obras. Com isso, a areia será dragada por balsas e transportada por grandes tubos até o local da intervenção, na faixa da praia”, finalizou o secretário Tomaz Neto.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Tarcísio Eimar disse:

    Ótimo, agora vamos fazer o trabalho de casa

  2. Cigano Lulu disse:

    Em ano de eleições municipais, ainda mais com uma pandemia no meio, não podia haver notícia mais alvissareira. E tome xote, seu prefeito.

  3. Manoel disse:

    O gado tá tão sedento de noticias boas desse governo q qualquer migalha eles soltam foguetões. Que final triste. Já era tempo esse serviço. Em Fortaleza a faixa é de mais de 40m.

    • Vergonha disse:

      Você prefere o ladrao Lula que despejava bilhões para os governos DITADORES , a fundo perdido , gato ? Amigo vou dar uma dica, aprenda a trabalhar, mas antes vá tirar a carteira de trabalho , saiba que a cor da carteira de trabalho é azul.

  4. ALEX DE MESQUITA disse:

    PARABÉNS AO GOVERNO FEDERAL

    TOMARA QUE O DINHEIRO SEJA BEM UTILIZADO REALMENTE

  5. Paulo Roberto disse:

    O Governo Estadual é medíocre e resume-se a juntar dinheiro para pagar a folha. Nos últimos tempos, os pouquíssimos investimentos nas terras de Poti, vem de Brasília.

    • M.D.R. disse:

      Até presente data, só fez discriminar o funcionalismo. Ex.: a REFORMA DA PREVIDÊNCIA DO RN.

  6. Antonio Turci disse:

    ROGÉRIO MARINHO, um Potiguar merecedor de reconhecimento.

  7. N.A. disse:

    Viva o Governo Federal!!!

COMENTE AQUI