Lula consegue saída temporária da prisão para velório de neto em SP

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi autorizado, nesta sexta-feira (1), a sair temporariamente da prisão, na Polícia Federal em Curitiba, para ir ao velório e enterro do neto.

Arthur Araújo Lula da Silva, 7, morreu nesta manhã, em decorrência de uma meningite.

A autorização foi concedida com base na Lei de Execução Penal, que estabelece a previsão de saída temporária de presos para velórios e enterros de familiares, incluindo descendentes.

Ele seguirá para São Paulo em aeronave do governo do Paraná, cedida a pedido da Polícia Federal, pelo governador Ratinho Júnior (PSD).

Ao contrário do que ocorreu no passado, quando outros pedidos semelhantes do ex-presidente foram negados, os advogados de Lula se comprometeram a “não divulgar qualquer informação relativa ao trajeto que será realizado”, e disseram que irão informar o local da cerimônia de sepultamento “diretamente à autoridade policial”.

A militância, desta vez, também decidiu não fazer atos em frente à Polícia Federal –numa tentativa de “garantir todo o respeito e condições necessárias para que, ainda hoje [sexta], Lula tenha o direito de se despedir do neto querido”, segundo nota assinada pela Vigília Lula Livre.

Horas depois do pedido da defesa, o processo de execução penal de Lula, conduzido pela juíza Carolina Lebbos, foi colocado em sigilo nível 4. Assim, ele só pode ser visualizado pelo juiz e alguns servidores da vara.

No mês passado, a PF negou autorização para que o ex-presidente saísse da prisão para ir ao enterro do irmão, Genival Inácio da Silva, o Vavá, sob o argumento de falta de aeronaves e de risco à segurança de Lula e à ordem pública.

Arthur visitou o avô por duas vezes na sede da Polícia Federal, no ano passado. Era filho de Marlene Araújo Lula da Silva e Sandro Luis Lula da Silva, filho do ex-presidente e da ex-primeira-dama Marisa Letícia.

A superintendência da PF em Curitiba está em regime de plantão até quarta-feira (6), em função do feriado de Carnaval e de uma dedetização do prédio agendada para esta sexta (1).

Folha de São Paulo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. hein? cuma? disse:

    Bom diaaa…. VCS COMERAM M**** FOI??? Onde eu desejei nada, nem fiz pouco caso da morte da criança? Sinto que o inocente tenha partido tão cedo, é triste, mas em todos os textos me referi ao presidiário, saibam interpretar textos. Ô luiz fernando, falei da tua casa? é pessoal, o tema aqui? tenha educação, seu animal. É isso aí Sinésio, ainda mais pela conta do contribuinte!! E tenho dito… fui

  2. hein? cuma? disse:

    Sinto pelo garoto, mas o LULADRÃO não está em colônia de férias,,, ESTÁ PRESO, BABACA!!!

  3. Andrey Gustavo disse:

    Cuidado "cuma" o que desejamos para os outros voltam rapidinho para nós mesmos, então não se pergunte e nem pergunte a Deus depois " o que eu fiz?" Talvez vc nem vá lembrar mais de um comentário tão desumano e cruel como esse que vc escreveu hoje, mas Deus não esquece nunca, e cobra por isso….muita paz para sua alma e para seu coração.

  4. Sinésio disse:

    Esse padrão vai fazer política no velório do neto. Já perdeu a mulher, irmão e agora o neto está pagando em vida as safadezas

  5. hein? cuma? disse:

    Cabaré perde…

    • Cidadão Indignado disse:

      Comentário ridículo! É um ser humano, embuste…

    • Ricardo disse:

      Lula é larápio, mas a lei o garante o direito de enterrar seu neto; quebra da sequência da vida é sempre mais dolorida. Netos deveriam enterrar os pais e os avós.

    • Luiz Fernando disse:

      Sua casa tb

COMENTE AQUI