POLÊMICO: Médicos do Samu de SP são avisados que terão que atestar mortes ocorridas fora dos hospitais por Covid-19, e naturais e indefinidas correm risco de supernotificação

Foto: Daniel Castellano / Gazeta do Povo/

Durante a pandemia causada pelo coronavírus, os médicos que atuam nas dez ambulâncias de SAV (Suporte Avançado de Vida) do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e os do Grau (Grupo de Resgate e Atenção às Urgências e Emergências) da capital paulista passarão a atestar mortes naturais, indefinidas e causadas pela Covid-19 ocorridas fora dos hospitais.

Os profissionais do Samu foram avisados sobre a nova função em reuniões ocorridas nesta semana com a coordenação do serviço, mas ainda não há uma data para iniciarem o trabalho. A Folha teve acesso ao conteúdo discutido nos encontros.

A nova medida é baseada no decreto 64.880 do governo de São Paulo e em resolução da Secretaria Estadual da Saúde —ambos publicados na sexta-feira (20).

O decreto delega às secretarias de Saúde e de Segurança Pública de São Paulo a adoção de medidas necessárias para que as atividades de manejo de corpos e de necrópsias, no contexto da pandemia do Covid-19, não constituam ameaça às equipes de saúde e à população, além de dar carta branca para a tomada de decisões por parte dos secretários.

A resolução define apenas que os profissionais das unidades de saúde deverão emitir a Declaração de Óbito dos casos relacionados à Covid-19 e o seu procedimento.

Por enquanto, a atuação do Samu para atestar mortes ocorridas fora de ambiente hospitalar está sendo tratada no âmbito da coordenação do serviço com as secretarias municipal e estadual da saúde. A função ainda é de responsabilidade dos médicos do SVO (Serviço de Verificação de Óbitos).

Hoje, em caso de morte sem assistência médica, a família vai à delegacia e faz boletim de ocorrência de morte natural. O delegado manda o serviço funerário retirar o corpo e levá-lo ao SVO para necrópsia. Depois, o mesmo é liberado para velório.

O Samu, assim que iniciar na função, examinará o corpo, fará o teste para Covid-19, se necessário, e preencherá uma autópsia verbal, que ficará no serviço.

Se a morte ocorrer por Covid-19, o atestado será alterado com a confirmação.

A Folha ouviu profissionais do órgão, que estão preocupados. “Uma vez que o médico do Samu não fará uma autópsia completa, se for obrigado a emitir o atestado deverá colocar como causa da morte apenas o provável, o que pode levar tanto a uma supernotificação como a uma subnotificação de mortes pela Covid-19. De qualquer forma, ainda que se faça teste nos casos de morte possivelmente por coronavírus, as demais causas serão subnotificadas”, afirma um médico que preferiu não se identificar.

“Isso destrói as estatísticas usadas para políticas de gestão em saúde. Os falecimentos por infarto, derrame, aneurisma, etc serão classificados como causa indeterminada ou Covid-19.”

O médico Wagmar Barbosa, conselheiro do Conselho Regional de Medicina do estado de São Paulo, acha que é a melhor medida a ser tomada neste momento.

“O conselho foi consultado pelo governo. A decisão é baseada em experiências internacionais. O manuseio dos corpos e o traslado implicam em risco não só às equipes de saúde mas também à população”, diz ele.

“É óbvio que não é o ideal e eu entendo o lado dos médicos do Samu, mas, quando se fala em controle sanitário, a medida é válida. Dada a situação atual, não vejo outro tipo de atitude. A situação é dinâmica. Se houver uma alternativa melhor, não vou me opor”, afirma.

Equipes do Samu realizam atendimento pré-hospitalar de urgências e emergências, de acordo com prioridades.

Casos como infarto ou AVC, por exemplo, em que o paciente corre o risco de morte iminente, devem ser atendidos pelas equipes avançadas (com médico e enfermeiro, além do condutor da ambulância, que também é um socorrista) num tempo que não deve ultrapassar 12 minutos, segundo preconizam organizações médicas internacionais.

Outro ponto negativo, segundo os profissionais do Samu, é a desassistência que a medida pode ocasionar no atendimento de ocorrências graves.

Para o professor da Faculdade de Saúde Pública da USP Gonzalo Vecina Neto, a medida não é inviável, mas também não é adequada.

“Dado o fato de que o Samu não tem tempo de atendimento das emergências adequado, é uma má utilização de recurso sofisticado, de se ter equipes mais completas do Samu para fazer verificação de óbitos.”, diz ele.

“O mais correto seria suprir o SVO de equipes volantes. Um morto não sai do estágio de morto, mas quem está vivo e precisa da ambulância de UTI pode ser sacrificado. O ideal seria os médicos do SVO se deslocarem e fazerem esse serviço.”

Procurada, a Secretaria Estadual da Saúde negou que haja mudança de protocolo em relação ao Grau.

A pasta afirmou também que os funcionários do Serviço de Verificação de Óbito seguem desempenhando normalmente suas funções.

A Secretaria Municipal da Saúde, responsável pelo gerenciamento do Samu na cidade de São Paulo, afirmou desconhecer o assunto. O Ministério da Saúde não respondeu aos questionamentos da reportagem.

Folha de São Paulo

https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2020/03/medicos-do-samu-de-sp-sao-avisados-de-que-terao-que-atestar-mortes.shtml

https://tribunaonline.com.br/medicos-do-samu-de-sao-paulo-terao-que-atestar-mortes-por-coronavirus

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Heriberto disse:

    A ptzada está comemorando o caos no Brasil, aqui não é diferente.

  2. Lucian disse:

    As cartas estão na mesa.
    Ou vc acredita no presidente da República, ou estão lascados.
    Esse Doria é um canalha.
    É tudo que o Brasil não precisa.
    Faça as suas escolhas.
    Fátima Lula Bezerra ja fez.

  3. Silvio. disse:

    Esse é o Joãozinho.
    Kkkkkkkkkkll
    O RN tá fundido.
    Fora Fátima.
    A Paraíba e bem aí corra!!!!

  4. Aderbal. disse:

    Olhem os.numeros da Europa , aqui vai ser pior.

  5. Anderson disse:

    João Dória é um pilantra fino, um verdadeiro 171! Pisando sobre "mortos" visando ser Presidente da República!
    DÓRIALIXO

  6. Mpj disse:

    O tal decreto não diz que os médicos vão atestar sem fazer exame. Ele deixa explícito que em caso da covid19 , será feito exame e aí sim dirá se morreu por coronavirus ou não .

    • Miriã disse:

      Você leu toda matéria?
      Isso destrói as estatísticas usadas para políticas de gestão em saúde. Os falecimentos por infarto, derrame, aneurisma, etc serão classificados como causa indeterminada ou Covid-19

  7. LEO disse:

    Dessa Oposição Canalha ao Bolsonaro,se espera tudo….

  8. Silveira disse:

    Se ele fizer todos os absurdos, piorar a situação em SP, tiver o maior números de mortes, não fizer nada além do isolamento, mas se coloca contra Bolsonaro, a esquerda vai aplaudir, aclamá-lo, fazer passeata em apoio e vão culpar o presidente pelos erros dele. País de corruptos.
    Por sinal ele sabia do coronavírus desde janeiro e não tomou qualquer providência, sequer evitou o carnaval.
    Dória é contra acabar o isolamento, mas não permite as indústrias de SP pararem.
    Quando ele deveria ter agido não fez, agora toca fogo na situação.
    Mas o governo de SP fez um contrato milionário com a globo, então vai ser devidamente protegido pela emissora.

  9. Nando disse:

    Todo mundo tá errado, só Boisonaro estuda certo. Tá igual ao soldado de Caico, ligou pra mãe , que na parada militar em Natal, tinha 3 mil soldados desfilado errado, só ele estava certo.

  10. ForaCanalhas disse:

    O CANALHA do governador Dória quer aumentar os números pra confrontar Bolsonaro e consequentemente aumentar o pânico na população.

Hospital confirma quinta morte por coronavírus em SP

Foto: Dado Ruvic/Reuters/Arquivo

A rede Prevent Senior diz ter registrado nesta quinta-feira (19) a quinta morte pelo coronavírus em São Paulo. A operadora de saúde não informou em qual hospital ocorreu a morte. Até a última atualização desta reportagem, a Secretaria Estadual de Saúde não havia confirmado essa informação.

A operadora não revelou mais informações sobre o perfil do paciente, mas informou que 33 pacientes estão na UTI, sendo que 12 tiveram exames confirmados para a doença Covid-19. Os outros 21 aguardavam o resultado do exame até a última atualização desta reportagem.

Em nota, a Prevent Senior diz ainda que há 90 pacientes “em acomodação apartamento, sendo 16 positivos para Covid-19 e 74 aguardando resultado do exame”.

Ao todo, país vai a 7 casos de morte em decorrência do Coronavírus no Brasil. No Rio de Janeiro, duas mortes foram confirmadas nesta quinta-feira (19).

Casos confirmados pela Secretaria de Saúde

As três mortes confirmadas na quarta (18) são de homens, com problemas de saúde anteriores e idades de 65, 81 e 85 anos, segundo o órgão. Todos foram atendidos em hospital privado da capital paulista. O paciente de 81 anos é morador do município de Jundiaí e os demais de São Paulo.

O primeiro caso no Brasil de morte de pessoa infectada pelo novo vírus (Sars-Cov-2) foi confirmado nesta terça-feira (17) na capital paulista. Já no começo da tarde desta quarta-feira (18) outras duas mortes foram registradas por uma rede de hospitais particulares de São Paulo, e os registros foram confirmados pela secretaria.

O estado de São Paulo também registra 240 casos confirmados da doença, segundo balanço desta quarta-feira (18). Trata-se de um aumento de 46% em relação ao balanço anterior, que confirmava 164 casos.

Desses 240 casas, 214 estão na cidade de São Paulo, 6 em São Caetano do Sul, 6 em Santo André e 3 em São Bernardo do Campo.

Osasco, Ferraz de Vasconcelos, Cotia, Barueri, Guarulhos, Mauá, Santana do Parnaíba, São José dos Campos, Campinas, São José do Rio Preto e Jaguariúna registram um caso confirmado cada.

O balanço desta quarta-feira (18) registra as primeiros casos do novo coronavírus no interior do estado. Até o balanço anterior, todos os registros estavam restritos a cidades da Grande São Paulo.

Em todo o Brasil são 512 pessoas infectadas, segundo as secretarias estaduais brasileiras. O boletim do Ministério da Saúde desta quarta-feira aponta 291 pacientes infectados.

(mais…)

Estado de SP tem o primeiro caso de morte provocada pelo coronavírus

O estado de São Paulo registrou o primeiro caso de morte de uma vítima por coronavírus. A informação foi divulgada pelo governo estadual na manhã desta terça-feira (17). Não há informações se a vítima mora na capital paulista e qual o sexo. Esse também foi o primeiro óbito registrado no Brasil.

De acordo com a Secretária Estadual de Saúde, o estado de São Paulo tem 152 casos confirmados da doença até esta segunda-feira, com mais 1.777 casos suspeitos de coronavírus. Em todo o Brasil são 234 casos confirmados, de acordo com o boletim do Ministério da Saúde desta segunda-feira.

O Governo de São Paulo avalia que o surto de coronavírus deve durar “de quatro a cinco meses”. No entanto, as medidas restritivas adotadas pela administração estadual, como a suspensão das aulas e a restrição de eventos, não devem ser aplicadas durante todo este período.

Reavaliação de testes laboratoriais

Ainda nesta segunda, o governo estadual disse que “vai avaliar” a nova recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) para que todos os casos suspeitos do novo coronavírus (Covid-19) sejam submetidos a exames laboratoriais. A afirmação foi feita pelo secretário estadual da Saúde, José Henrique Germann.

Na sexta-feira (13) o governo de São Paulo havia anunciado que somente pacientes internados seriam submetidos ao teste laboratorial na rede pública e que o diagnóstico clínico seria adotado para outros casos suspeitos.

Guia de isolamento domiciliar por causa do novo coronavírus — Foto: Arte/G1

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. cicadão quem? disse:

    Kd o povo que dizia que era só uma gripe? os hipócritas são os primeiros a correr nas farmácias para comprar mascaras! Na itália já não estão atendendo com tratamento intensivos maiores de oitenta anos, e no Brasil acham que vai ser como? tá na hora do brasileiro agir com a seriedade que o momento requer!

VÍDEO: Bombas de gás, spray de pimenta e tumulto marcam aprovação da reforma da Previdência em SP; Tropa de Choque foi acionada após protesto de servidores

A Reforma da Previdência dos servidores estaduais de São Paulo foi aprovada em segunda votação na manhã desta terça-feira (3) com 59 votos a favor. A mudança não precisa de sanção do governador João Doria (PSDB), pois o texto do Projeto de Emenda à Constituição (PEC) veio do Executivo. Durante a votação foi registrada confusão entre policiais militares e funcionários públicos.

Eram necessários 57 votos favoráveis. Na primeira votação foram 57 votos aprovados, o mínimo exigido. As mudanças entrarão em vigor 90 dias após a aprovação do projeto pela Assembleia Legislativa em segunda votação e sua publicação. Os que já cumpriram os requisitos para se aposentar não serão atingidos pela reforma. Com a medida, o governo espera conseguir uma economia de R$ 32 bilhões aos cofres públicos em 10 anos.

Veja as principais mudanças propostas:

Exigência do tempo mínimo de contribuição de 25 anos no caso de aposentadoria voluntária

Aumento da alíquota de contribuição de 11% para 14%

Idade mínima para as aposentadorias comuns: 62 anos para as mulheres e 65 anos para os homens

Professores, policiais civis, agentes de vigilância e de escolta penitenciários, e servidores que tenham condições especiais ou com deficiência terão regras diferenciadas.

A sessão extraordinária para votação do projeto começou às 9h com discussões e Casa cheia. Servidores lotam os corredores da Alesp em protesto contra o projeto.

Durante o debate, deputado Carlos Gianazzi (PSOL) chegou a pedir que a sessão fosse interrompida por conta de tumulto nos corredores.

A Polícia Militar atirou spray de pimenta e bombas de gás em servidores que protestam do lado de fora do plenário. A deputada Márcia Lia (PT), que estava no local, foi atingida.

De acordo com a assessoria de imprensa da Alesp, durante o protesto, uma das portas do plenário teria sido quebrada. A PM foi acionada e bloqueou os acessos. Servidores que protestam do lado de fora da Assembleia também foram impedidos de entrar.

A Tropa de Choque da PM cercou o prédio e fechou as entradas. A Avenida Pedro Álvares Cabral foi bloqueada em ambos sentidos pela CET. Após a confusão, manifestantes atiraram pedras e barras de ferro contra os policiais.

Principais mudanças
Aposentadoria voluntária

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Artur disse:

    Realmente é o fim da imprensa brasileira. A matéria cheia de vícios induz o eleitor a acreditar que o responsável pela baterna e quebra quebra na ALSP foi ocasionado por parte da policia. O que marcou a votação foi os atos de vandalismo e marginalidade por parte dos sindicatos que apos a porta da casa ser aberta, pelos policiais que ali estavam, para a entrada dos grupos terroristas que se intitulam sindicados, foram (os policias) agredindo a chutes e ponta pés e alguns terrorista, marginais, vagabundos tinha o intuito de subtrair a armas dos policiais que ali estavam.

  2. Rafael Pinheiro disse:

    Vamos fazer a mesma coisa aqui no RN! Mostrar toda nossa revolta com a (des)Governadora Fátima!!

  3. Arósio Orlando disse:

    Fatima Bezerra propôs a reforma mais dura do país,taxando aposentados que ganham irrisórios 2.500 em 14%,acima disso 15%. Depois covardemente sumiu com medo da classe que a elegeu.Esperamos que os deputados corrijam as aberrações de olho nas eleições de 2020 e 2022.Fatima nunca mais

    • Marcelo disse:

      Passando para informar que as alíquotas da Reforma previdenciária feita pelo Bozonazi é a pior do país, pois vão de 7,5% a 22% !
      E olhe que a relação inativo x ativos do governo federal é bem melhor do que a RN que tem mais inativos do que ativos trabalhando!
      Portanto, se o máximo aqui for 15%, vocês ainda estão se dando bem!

    • Papa Jerry Moon disse:

      Acho que Marcelo não entendeu o escrito: 14% é o desconto para o menor nível salarial, 2500 reais. Para salários mais altos o desconto não sobe quase nada.

CORONAVÍRUS: Paciente com teste positivo para Covid-19 é de SP

O Hospital Albert Einstein, na Zona Sul da capital paulista, registrou em 25 de fevereiro a notificação do caso suspeito de um homem de 61 anos. Ele é brasileiro e viajou para o norte da Itália entre 9 e 21 de fevereiro. O paciente tem sinais brandos da doença, como tosse, e está em isolamento domiciliar.  Foto: Arte/G1

O Ministério da Saúde afirmou que está comprovado o caso positivo de coronavírus na capital paulista. Este é o primeiro caso da doença no país, que já chegou a ter casos investigados, mas todos deram negativo.

De acordo com o ministro Luiz Henrique Mandetta, o paciente chegou assintomático e, depois de alguns dias, procurou um serviço de saúde com sintomas respiratórios. O hospital Albert Einstein registrou a suspeita, fez um teste, que deu positivo. O caso foi para o Instituto Adolfo Lutz para contraprova, que foi concluído rapidamente e comprovou a infecção por coronavírus.

O coronavírus é conhecido desde 1960. A doença provocada pelo novo coronavírus, chamada de Covid-19, está sendo investigada, mas apresenta gravidade moderada a leve, segundo o Ministério da Saúde. Cada pessoa infectada pode transmitir para duas ou três pessoas, em alguns casos chegando a sete. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o período de incubação varia de 0 a 14 dias, mas já há estudos apontam que os sintomas aparecem de 9 a 10 dias.

Um estudo feito com 44 mil pessoas com casos confirmados apontou que a maioria dos infectados tinham idade entre 40 e 69 anos. Destes, 1.023 morreram. Os quadros mais graves deste estudo apareceram em pessoas acima de 60 anos.

O Hospital Albert Einstein, na Zona Sul da capital paulista, registrou em 25 de fevereiro a notificação do caso suspeito de um homem de 61 anos. Ele é brasileiro e viajou para o norte da Itália entre 9 e 21 de fevereiro. O paciente tem sinais brandos da doença, como tosse, e está em isolamento domiciliar.

“O paciente encontra-se em bom estado clínico e sem necessidade de internação, permanecendo em isolamento respiratório que será mantido durante os próximos 14 dias. A equipe médica segue monitorando-o ativamente, assim como as pessoas que tiveram contato próximo com ele”, diz nota do Hospital Albert Einstein (veja nota completa abaixo).

Segundo o Ministério da Saúde, no atendimento, o hospital “adotou todas as medidas preventivas para transmissão por gotículas, coletou amostras e realizou testes para vírus respiratórios comuns e o exame específico para SARS-CoV2 (RT-PCR, pelo protocolo Charité), conforme preconizado pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Com resultados preliminares realizados pela unidade de saúde e de acordo com o Plano de Contingência Nacional, o hospital enviou a amostra para o laboratório de referência nacional, Instituto Adolfo Lutz, para contraprova.

Este processo de validação dos resultados está em curso e o Ministério da Saúde divulgará o laudo final da investigação oportunamente. A pasta recomenda, portanto, cautela sobre quaisquer informações que não sejam as oficiais, uma vez que a investigação não está concluída.

Trata-se de um homem de 61 anos, residente em São Paulo/SP. Traz o histórico de viagem para a Itália, na região da Lombardia (norte do país), a trabalho, sozinho, no período de 09 a 21 de fevereiro. Iniciou com sinais e sintomas (Febre, tosse seca, dor de garganta e coriza) compatíveis com a suspeita de Doença pelo Coronavírus 2019 (COVID-19). O paciente está bem, com sinais brandos e recebeu as orientações de precaução padrão.

A SES/SP e SMS/SP estão realizando a identificação dos contatos no domicílio, hospital e voo, com apoio da Anvisa junto à companhia aérea”, diz a nota do Ministério da Saúde.

Nota do Hospital Albert Einstein

“O Hospital Israelita Albert Einstein informa que recebeu na noite do dia 24 de fevereiro, na Unidade Morumbi, em São Paulo, um paciente com sintomas semelhantes aos do Covid-19, sendo confirmada a infecção viral pelo novo coronavírus após a realização do teste PCR em tempo real. Na manhã do dia 25 de fevereiro o caso foi notificado à Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo.

A equipe assistencial do Pronto Atendimento seguiu com rigor todos os protocolos estabelecidos pelo Ministério da Saúde, Organização Mundial de Saúde (OMS) e Centers for Disease Control and Prevention (CDC-EUA), para oferecer o atendimento apropriado e garantir a segurança do paciente e de todos os profissionais envolvidos.

O paciente encontra-se em bom estado clínico e sem necessidade de internação, permanecendo em isolamento respiratório que será mantido durante os próximos 14 dias. A equipe médica segue monitorando-o ativamente, assim como as pessoas que tiveram contato próximo com ele.

Desde o início da epidemia mundial, o Hospital Israelita Albert Einstein mantém uma agenda ativa de monitoramento do avanço de novos casos e evolução do cenário mundial. O Hospital, que conta com os mais avançados recursos diagnósticos e assistenciais para os atendimentos que se fizerem necessários, inclusive os mais graves, vem atuando no treinamento intensivo de seus colaboradores com o objetivo de assegurar a oferta de atendimento adequado, bem como a segurança de pacientes, familiares e funcionários.

O Hospital Israelita Albert Einstein reforça que os padrões de conduta em todas as situações têm como foco preservar a segurança de todos os pacientes da instituição e manter a excelência nos atendimentos de qualquer natureza”,diz a nota.

Com G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Francisco disse:

    Governo já devia ter declarado estado de alerta máximo e de emergência. Vão morrer milhares pra ele começar a tomar providências

Corpo de José Mojica Marins, o Zé do Caixão, é enterrado em SP

Foto 1: Divulgação/ foto 2: Foto: Priscila Cardoso/Arquivo Pessoal

O corpo do ator, diretor e roteirista José Mojica Marins, conhecido pelo personagem Zé do Caixão, foi enterrado no Cemitério São Paulo, por volta das 13h20 desta sexta-feira (21).

Conhecido como o mestre do terror brasileiro, o artista teve ser corpo velado nesta quinta-feira (20) no Museu da Imagem e do Som, nos Jardins, área nobre de São Paulo.

Durante o velório, familiares, fãs e amigos prestaram as últimas homenagens ao cineasta, que era um dos maiores ícones do cinema brasileiro. O caixão ficou aberto, com um véu branco por cima, em cima de um palco no auditório do MIS.

A cerimônia teve apresentação de um grupo de mariachi, Alberto Apache Y su Mariachi.

A morte dele foi confirmada pela filha, a atriz Liz Marins, na quarta-feira (19). Ele morreu às 15h46, no hospital Sancta Maggiore, em São Paulo.

O cineasta estava internado desde o dia 28 de janeiro para tratar de uma broncopneumonia e deixa sete filhos.

Homenagens no velório

“O Mojica e o Zé do Caixão, tanto criador quanto criatura, são imortais”, disse Liz Marins, filha de Zé do Caixão ao chegar na cerimônia.

Rubens Mello, ator de “Encarnação do demônio”, disse: “O legado do Mojica é indiscutível. Vamos ter sempre eternizadas essa obras que ele deixa. E a gente vê hoje esse novos realizadores que vão se aproveitando dessa brecha que o Mojica deixa.”

O ator Bernardo Mendes também foi ao velório para homenagear o cineasta. “O maior legado que ele deixa é o amor à família, à arte, ao lúdico nesse lugar sombrio. Porque a morte é sobre amor e amor é sobre morte”, afirmou.

Dennison Ramalho, diretor, disse sobre Mojica: “O maior inventor do cinema brasileiro. O grande mestre do surrealismo brasileiro. O homem que trouxe delírio ao cinema.”

“Ninguém nunca fez isso como ele. Espero que o futuro nos traga alguém como ele. Mas vai ser muito difícil. Eu me fiz cineasta na barra da capa dele. Hoje tenho 20 anos de carreira, mas quando comecei tava lá pendurado na capa dele, pedindo pra ele me ensinar”, completou Dennison, que escreveu com Mojica “Encarnação do demônio”.

Mestre do terror brasileiro

Filho dos artistas circenses Antonio André e Carmen Marins, José Mojica Marins nasceu no dia 13 de março de 1936, em São Paulo.

Mojica dirigiu 40 produções e atuou em mais de 50 filmes. Seu interesse pelo cinema de terror escatológico começou nos anos 1950, mas foi em 1964, com o filme “À meia-noite levarei sua alma”, que ganhou o apelido de Zé do Caixão.

Seu personagem mais famoso, o agente funerário sádico com roupas pretas, cartola, capa e unhas longas, ainda aparece em “Esta noite encarnarei no teu cadáver” (1967), “O estranho mundo de Zé do Caixão” (1968) e “Encarnação do demônio” (2008).

Com G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Até no nascimento Mojica teve um componente premonitório: 13 de março de 1936 foi uma Sexta-feira 13.

Bolsonaro lança pedra fundamental de Colégio Militar em SP e critica governadores do Nordeste que não quiseram escola

Presidente Jair Bolsonaro ao lado do ministro da Educação e Regina Duarte em lançamento de pedra fundamental de Colégio Militar em SP — Foto: Reprodução TV Globo

O presidente da República, Jair Bolsonaro, lançou na manhã desta segunda-feira (3) a pedra fundamental no local onde será construído o futuro Colégio Militar em São Paulo, no antigo Centro Logístico da Aeronáutica, no Campo de Marte, na Zona Norte. A unidade da capital paulista será a 14ª do país.

Durante seu discurso, Bolsonaro aproveitou para criticar os governadores do Nordeste que recusaram a criação de colégios cívicos-militares em seus estados.

“Não existe momento mais gratificante do que este, do que lançarmos uma pedra fundamental para a feitura de uma escola comprovadamente de qualidade. Seria ironia, mas é uma grande verdade, conversando com o ministro Weintraub há pouco sobre as notas do Brasil na prova do Pisa [Programa Internacional de Avaliação de Estudantes]. O Brasil chegou a uma situação na Educação que não pode ser ultrapassada por mais ninguém, porque já estamos no último lugar. E essa prova do Pisa foi realizada em 2018, antes do nosso governo. Apesar do tempo relativamente curto, com toda certeza, melhoraremos sim muitas posições para a próxima prova que será realizada em 2021. E deixo bem claro também, se deixarmos nessa prova do Pisa apenas alunos de Colégios Militares, de escolar militarizadas, por exemplo, de Goiás do governador Caiado, o Brasil estaria entre os dez do mundo”, afirmou o presidente.

No entanto, o que o presidente falou não retrata a realidade. O Brasil não foi o último colocado no ranking do Pisa. O resultado aponta ligeiro aumento da nota média, mas os estudantes brasileiros seguem entre os últimos 10 colocados na prova de matemática. Na prova de leitura, o Brasil ficou na 57ª posição de 77 países participantes. Na avaliação de matemática, o país ficou na 58º posição e na 53º posição em ciências. Esses valores são usados como referência de educação de qualidade pelo Brasil e demais países. Entre os países da América do Sul, a Argentina ocupa a última posição.

“Por isso, oito dos nove governadores do Nordeste não aceitaram a escola cívico-militar. Para eles, a escola vai muito bem, formando militantes e desinformando lamentavelmente. Aqui no Sudeste tivemos dois governadores que não aceitaram, a questão político-partidária não pode estar à frente da necessidade de um país. Um jovem bem formado será útil para si, para sua família e para seu país no futuro, é isso que nós queremos”, afirmou.

Após a inauguração da pedra inaugural, foi feita uma oração para abençoar a lugar. O ministro da Educação, Abraham Weintraub, e a secretária de Cultura, Regina Duarte, estavam presentes no evento, que contou ainda com a presença de autoridades militares das Forças Armadas de São Paulo e de pessoas ligadas à Educação.

O colégio deve ser entregue até o final de 2022. Enquanto isso, temporariamente, os alunos iniciam o ano letivo nesta manhã no Centro de Preparação de Oficiais da Reserva de São Paulo (CPOR) na Rua Alfredo Pujol, em Santana, próximo do local onde ficará a unidade definitiva.

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) vai doar os projetos básico e executivo da obra do colégio. O valor estimado dos projetos não foi informado.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. GEORGE VIANA disse:

    As Escolas Militares são caras, dificilmente replicáveis em grande escala, mas de altíssima qualidade e de alto retorno para a sociedade! Por que o RN tirou dos pais a possibilidade de ter um filho seu nesse tipo de Escola? Não é possível que no Brasil coexistam diversas opções de Educação?

  2. Luiz Antônio disse:

    Bolsonaro foi formado numa escola militar… deve ter sido na cavalaria.

  3. Ivan disse:

    Todas as instituições de ensino militares precisam ser referência em suas localidades…Só assim teremos uma mudança no patamar de nossa pífia educação. Parabéns ao presidente e aos governadores q acreditaram nessa idéia…Aos atrasados, não só os governadores, mas demais políticos que não brigaram junto ao executivo estadual (infelizmente nosso nordeste nisso é campeão, vide nossa situação perante o resto do país), desejo q seus eleitores lembrem do desserviço prestado no momento da escolha de seu voto…

  4. Torres disse:

    Verdade verdadeira Antônio!!

  5. Vergonha nacional disse:

    Ensinar a pensar …faz o povo culto se libertar

  6. Antonio Turci disse:

    Os governadores que não aceitaram a oferta de uma escola de qualidade, as Escolas Militares, certamente, algum dia, serão cobrados.

  7. Antônio Marques disse:

    Ensino no nordeste não é para ter qualidade e sim formar massa de manobra ideológica para voto em eleição. É a função mais antiga do ensino público brasileiro, ter um enorme quantitativo de professores, doutrinar o ensino e implantar a ideologia. Qual sindicado de ensino não é dominado a mais de 16 anos pela esquerda? Então ter colégio militar seria dar espaço para diversidade e mudança de foco na educação, coisa que não interessa. Não é questão de lado político e sim a mais pura realidade.

    • Bento disse:

      Parabéns Antônio
      Disse tudo

    • Marcos disse:

      Fala muito e não entende nada do que é o básico da educação. Só consegue olhar um caminho a seguir, podendo observar vários a serem escolhidos e que alcançam um melhor resultado.

Filha de Michel Temer atropela mulher e presta socorro em SP; vítima passa bem

Foto: Reprodução

 

Maristela Temer, filha de Michel Temer, atropelou uma mulher em Pinheiros, em São Paulo, nesta quarta-feira (29). O acidente ocorreu na Rua Ferreira de Araújo, perto do número 218.

Segundo seu advogado, Fernando Castelo Branco, Maristela Temer prestou socorro à vítima, que, também segundo ele, passa bem em um hospital. Segundo o Twitter do Corpo de Bombeiros, ela fraturou a perna esquerda e foi levada por uma viatura da corporação para o Hospital Albert Einstein, por volta de 08h10.

“Ela foi virar na esquina e estava em baixíssima velocidade”, afirmou Castelo Branco.

O carro usado por Maristela no momento do atropelamento teve apreensão determinada pelo juiz Marcelo Bretas, mas só haveria proibição à venda do veículo.

O caso é investigado pela 14a DP (Pinheiros).

Em 2018, Maristela Temer e o pai foram indiciados pela Polícia Federal por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Uma reforma na casa de Maristela, avaliada em R$ 1 milhão, foi apontada pela PF como uma das provas do crime de lavagem de dinheiro recebido como propina.

O relatório final do inquérito dos portos apontou que o ex-presidente acompanhou a reforma na casa da filha. Segundo os investigadores, a reforma teria sido feita com propina.

Em março do ano passado, o juiz Marcelo Bretas determinou o bloqueio de R$ 3,2 milhões de Maristela Temer e R$ 62 milhões do ex-presidente Michel Temer.

A decisão foi expedida durante a Operação Descontaminação, um desdobramento da Lava Jato.

As investigações apontavam que Temer recebeu propinas das obras da usina de Angra 3.

Época

VÍDEO: Após estudar em cursinho gratuito, lavador de carros de SP tira nota 920 na redação do Enem 2019

Assista vídeo aqui em matéria na íntegra

Davi Araújo, de 19 anos, entrou para seleto grupo de estudantes que tiraram nota acima de 900 na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Filho de uma diarista, ele trabalha como lavador de carros em um lava-rápido na Zona Sul de São Paulo e, no ano passado, usou o salário para pagar a condução até o Centro da capital paulista para as aulas do Cursinho Comunitário Modelo.

Os bons resultados de Davi não são os únicos do cursinho, que, depois de quatro anos usando o espaço cedido por uma escola municipal, corre o risco de ficar sem endereço para as aulas de 2020, que começam em fevereiro.

O cursinho foi criado em 2015 a partir de experiências da associação Movimento Educação e Cidadania de Afrodescendentes e Carentes (Educafro). No ano seguinte, a Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Duque de Caxias, localizada no Glicério, na região central, cedeu algumas de suas salas de aulas ociosas no período noturno e aos sábados para as aulas do curso.

Em 2016 e 2019, o cursinho também ofereceu aos alunos do ensino fundamental da escola uma turma de preparação para os vestibulinhos de escolas técnicas (Etecs) e do Instituto Federal de São Paulo (IFSP). Segundo os professores, 100% dos estudantes que fizeram o preparatório até o final conseguiram ser aprovados.

Na virada do ano, porém, o Cursinho Modelo afirma que a escola propôs a manutenção da parceria desde que o Modelo oferecesse apenas aulas aos alunos da escola, e não mais à comunidade em geral. Os professores recusaram, e o impasse foi parar na Secretaria Municipal de Educação, que, em nota, afirmou que “o Cursinho Modelo seguirá em atividade na EMEF Duque de Caxias durante o ano de 2020”.

Metodologia especial

Segundo Tom Junior, fundador do Modelo, a metodologia do cursinho é voltada para um público específico: pessoas que não tiveram acesso a uma educação de qualidade no ensino básico. A seleção entre os mais de 400 estudantes que se inscrevem todos os anos segue poucos critérios, entre eles focar nos jovens negros e de baixa renda, mas especificamente em pessoas interessadas em se dedicar durante um ano ao estudo intensivo e se comprometer com ajudar os outros.

“Nossa seleção não é com base no conteúdo que o aluno já tem, é com a vontade dele de transformação na vida dele e da família dele”, afirmou Junior, que atualmente diz contar com 40 professores voluntários, no aguardo de uma definição sobre onde as aulas serão oferecidas neste ano, para realizar a seleção dos alunos para as vagas.

Topo do ranking do Enem

Davi Araújo foi selecionado no início de 2019 e diz que o cursinho o ajudou a entender mais sobre os vestibulares como o Enem e a Fuvest, que seleciona para vagas na Universidade de São Paulo (USP).

Até então, a única vez que ele tinha feito o Enem havia sido em 2016, quando ele estava no segundo ano do ensino médio. Na época, sua nota na redação foi 420.

Três anos depois, Araújo viu sua nota subir para 920 na segunda tentativa, resultado que ele credita à combinação entre seu esforço e a ajuda dos professores voluntários.

No Enem 2018, só 2% dos candidatos conseguiram nota acima de 900 na redação. Na edição 2017, esse número foi de 1% do universo total. Para a edição deste ano, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) não divulgou os dados detalhados. O Enem 2019 contou com quase 4 milhões de participantes.

Também aprovado para a segunda fase da Fuvest, o lavador de carros aguarda o resultado do vestibular da USP e o do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para conseguir uma vaga na graduação em engenharia da computação.

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Antonio Turci disse:

    Com um desempenho assim, este jovem dignifica a geração dele sem precisar de recorrer a excrescência denominada "cota". Merece todos os nossos votos de felicidades.

  2. Tutu disse:

    Esse merece uma bolsa de estudos, tomara que alguma pessoa ajude.

Jovem morre afogada após tirar selfie em cachoeira do interior de SP

Maria Fernanda Fagundes Sobrinho, de 19 anos, morreu afogada depois de tentar tirar uma selfie na Cachoeira da Capelinha, em Cajati, no interior de São Paulo. Ela e uma amiga foram surpreendidas pela correnteza e apenas a colega da vítima foi resgatada com vida.

De acordo com informações da Fundação Florestal, a jovem estava em Curitiba, no Paraná com um grupo de 15 pessoas, entre amigos e familiares. O corpo da vítima já foi encontrado.

Em sua rede social, Will Fagundes, irmão da garota, compartilhou a notícia da morte da irmã e alertou que “não havia qualquer estrutura para atender aos banhistas [ou] sinalização alguma e, quando questionado, um funcionário do parque disse desconhecer o ‘sumidouro”.

Will também contou que os prestadores de serviço do parque levaram mais de 40 minutos para descer até o local do acidente, e mais de uma hora e meia para conseguirem uma corda e poderem tentar salvá-la.

R7

Emendas do deputado general Girão(PSL-RN) destinarão R$ 400 mil para SP e DF; parlamentar diz que beneficiarão pessoas no RN

O deputado federal General Girão (PSL-RN) vai destinar R$ 400 mil em emendas para projetos em São Paulo e no Distrito Federal. A notícia é destaque no portal No Ar. De acordo com o texto, das emendas apresentadas, duas são para São Paulo. Para os paulistas, R$ 200 mil serão destinados para “Estruturação de Unidades de Atenção Especializada em Saúde – Fundação Zerbini (Instituto do Coração – Incor)”. Além disso, o Hospital Doutor Amaral Carvalho, em Jaú, receberá R$ 100 mil para “incremento temporário ao custeio dos serviços de assistência hospitalar e ambulatorial para cumprimento de metas.” No Distrito Federal, a verba de R$ 100 mil será destinada para um projeto social que utiliza cavalos como terapia, a prática é chamada de equoterapia.

A assessoria de imprensa do parlamentar, em nota, diz que os “dois hospitais em São Paulo atendem doentes do coração e câncer de todo o Brasil, inclusive do Rio Grande do Norte”. Ainda de acordo com a nota, “no caso do IncorSP, a instituição recebe jovens médicos do RN para fazerem Residência ou Especialização Médica”. Já sobre o valor repassado para o Centro de Equoterapia de Brasília, o general Girão destacou que o centro é especializado no tratamento e que “está recebendo esse valor para formar pessoas no RN, mais especificamente na criação de um Centro de Equoterapia no Parque Aristófanes Fernandes”.

Todos os detalhes aqui em reportagem completa.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lu disse:

    Nao me surpreende! Apresar de ser pra uma boa causa! Mas essa desculpa que vai formar prifessores no RN, foi esfarrapada! Só vai convencer quem deu um vito a ele! Pelo mesmo motivo!
    👉🐮 👉🐴 💁

  2. Valerio disse:

    Na próxima eleição, vamos votar em outros candidatos .

  3. Hudson Jorge de MORAIS disse:

    Votem nesses milicos kkkkk

  4. Bruno de Paula disse:

    Inacreditável, UPA fechando, Walfredo sem médicos fechando uti pediátrica e um representante do povo do RN destinando uma quantia vultuosa para SP, piada deputado, isso é uma piada de mau gosto.

  5. Zeca Baleiro disse:

    Como no RN está tudo uma maravilha, tem q ajudar outros estados mesmo! Varela Santiago, Walfredo, Giselda etc… todos “modelo” de assistência e estrutura… #sqn

  6. Edilmar disse:

    Entendo que se o Girão é deputado eleito pelo RN ele deve trazer recursos pra cá independente de quem esteja governando.
    Afinal de contas ele foi eleito aqui no RN então ele tem que puxar pra cá.

  7. Rafael disse:

    Meu voto foi perdido . Aff

  8. Raquel disse:

    Girão tem como dar uma forçinha para o RJ.

  9. Bicha bixerrima potiguar disse:

    Fala do PT mais é pior que o PT, perdeu meu voto oportunista, deveria perder mandato, traidor, investiguem se essa grana n tem desvio pq essa conta n fecha.

  10. Woeley disse:

    Cara, esse Girão é um ignóbil!

  11. Lucas disse:

    Essa galerinha do PSL nunca decepciona, não é mesmo? kkkkkk

  12. Zanoni disse:

    Girão, que coisa horrível. Girão virou deputado e fez um giral com o RN.

  13. Aleonardo disse:

    Qual a surpresa? O General Girão NÃO É DO RN, É DO CEARÁ! Pobres eleitores que votaram nesse senhor sem saber da história dele.

    • Dilma disse:

      Será por isso que a nossa governadora que é da Paraíba, não tá fazendo nada pelo RN? só investe verba que vem do governo federal

  14. Indignado disse:

    Esta nova política acha que todos são idiotas. Que notA ridícula. General pede p sair.

  15. Emmanoel do Nascimento Costa disse:

    Sabe o que é isso eleitor desinformado elegendo gente de toda qualidade.

  16. Jailson Dias disse:

    É nesse contexto que fica aí da mais explícito o jogo de interesses pessoais que movem a classe política partidária em detrimento do bem social(…)
    Lamentável!

  17. FAZ DE CONTAS disse:

    Lá não tem Deputado não?

    • Zé Garcez disse:

      Deixe eu ver se entendi.
      Esse deputado foi eleito pelo RN e está destinado dinheiro de emendas para outros estados??
      É isso mesmo????

  18. Carlos Bastos disse:

    Acho é pouco na próxima eleição votem em Girão.

  19. Augusto disse:

    Oh voto perdido o meu. Oh furada grande esse senhor que destina emendas para fora do RN.

  20. N.A. disse:

    O RN é um estado rico, vamos dar uma forcinha ao DF e SP. Fazer graça com o dinheiro do povo é muito bom, por que não deu o seu salário?

    • Maria disse:

      Bem feito, minha mãe já dizia…. quem acha besta não compra cavalo, na próxima eleição, vote no Morão.

Chácara com 33 pit bulls no interior de SP tinha esteira, anabolizantes, piscina e espaço para treinamento

Chácara em Itu tinha anabolizantes, esteira e rinha — Foto: Reprodução/TV TEM; Animal ferido encontrado em rinha de cães em Mairiporã — Foto 2: Marcelo Assunção/TV Globo

A chácara de onde foram resgatados 33 cachorros da raça pit bull em Itu (SP) tinha equipamentos e substâncias para o treinamento dos animais, segundo a polícia. A retirada dos cães por entidades, na região do Chácaras Reunidas Ipê, terminou depois de 17 horas de trabalho.

De acordo com a Polícia Civil, foram encontradas uma esteira adaptada, uma piscina vazia e um espaço onde seriam realizadas as rinhas, além de frascos de anabolizantes.

Participaram da força-tarefa voluntários e representantes de ONGs de várias cidades da região de Sorocaba (SP) e da Grande São Paulo.

De acordo com a polícia, foram encontrados indícios de que os cachorros eram alimentados com restos dos outros animais mortos que eram criados na propriedade, como bodes e gambás. Os animais silvestres também foram retirados da área.

A veterinária Patrícia Daut, presidente da ASPA Itu, foi até a chácara e identificou situação de maus-tratos. A maioria, segundo ela, estava magra e doente.

Segundo uma pessoa que trabalha no local, a área estava sob responsabilidade de um dos peruanos presos em uma operação que fechou uma rinha internacional, em Mairiporã (SP). A defesa dele não foi localizada para falar sobre o caso.

Denúncia

Na tarde de segunda-feira (16), uma denúncia anônima informou que os animais estavam sendo retirados da propriedade depois da ação que prendeu 41 suspeitos.

Vídeos mostram que os animais ficavam espalhados e acorrentados em espaços separados. Como algumas casinhas estavam vazias, a polícia suspeita que eles estavam sendo retirados do local.

A perícia foi acionada e imagens de câmeras de segurança devem ajudar a polícia na investigação sobre a movimentação no endereço.

Em nota enviada à TV TEM, a prefeitura afirmou que o local não tem registro para funcionamento.

Operação

A Polícia Civil do Paraná informou na segunda-feira que 41 pessoas foram presas na operação. Equipes foram até a rinha em Mairiporã na noite de sábado (14).

No momento em que os policiais invadiram o local, ainda segundo a investigação, houve resistência por parte dos suspeitos. As apostas eram feitas pessoalmente e também pela internet. Ao todo, foram apreendidos R$ 47 mil.

Dos que foram presos, apenas o suspeito de organizar o evento teve a prisão mantida pela Justiça após audiência de custódia no Fórum de Guarulhos (SP) na segunda-feira.

Entre os detidos que foram liberados estão o veterinário e o médico, que, segundo a Polícia Civil, eram responsáveis por reanimar os cães machucados durante as lutas.

Os quatro estrangeiros que foram presos em flagrante tiveram a soltura decretada mediante pagamento de fiança. Eles também ficaram proibidos de deixar o Brasil e devem entregar seus passaportes.

Os suspeitos podem responder por associação criminosa, maus-tratos contra animais com agravante de morte e jogo de azar.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Papa Jerry Moon disse:

    É do Lula…

Audiência de Custódia solta 40 dos 41 presos por participação em rinha aterrorizante de cães em SP; entre detidos na ação policial estavam médicos, veterinários e PM

Foto: Reprodução Record TV

Após audiência de custódia, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) soltou, nessa segunda-feira (16/12), 40 dos 41 presos em flagrante por participar de “rinha” entre cães em Mairiporã (SP). Os acusados foram alvos de operação da Polícia Civil do Paraná no último final de semana (detalhes aqui).

O peruano preso na ação foi o único a ter prisão transformada em preventiva porque o juiz André Luiz da Silva da Cunha entendeu que ele é um dos organizadores do evento e que, em liberdade, poderia atrapalhar as investigações, especialmente em relação às diligências necessárias à identificação dos demais organizadores.

Já os demais presos tiveram liberdade em troca de medidas cautelares. Os outros estrangeiros presos na ação estão proibidos de deixar o país e só serão soltos após pagamento de fiança. Todos eles irão responder por associação criminosa e maus-tratos contra animais, com agravante de morte, e por jogos de azar.

O caso

A Polícia Civil do Paraná resgatou, em São Paulo, no município de Mairiporã, 19 cães que participavam de uma “rinha”. Os animais, da raça pitbull, eram incentivados a lutar entre si e foram encontrados com diversos ferimentos. Entre os envolvidos na luta entre cães estão veterinários, médicos, um policial militar e cinco estrangeiros.

Quarenta e uma pessoas foram detidas, na noite de sábado (14/12), e levadas para a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente, em São Paulo. As investigações começaram em Curitiba e São José dos Pinhais com um treinador de pitbulls. A “rinha” era combinada em um grupo no aplicativo de WhatsApp.

De acordo com os agentes, um dos cachorros não sobreviveu em uma das lutas e foi servido como churrasco para os participantes. Um dos cachorros resgatado chegou a urinar sangue, de acordo com o delegado o delegado Matheus Laiola, da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente no Paraná.

Os presos

Renato Henrique Gambirasi, Michel Rodrigues Salles, Marcos da Silva Lima, Marcos Antônio Fischer, Brayhan Luís Canavag Escobar, João Vitor Monteiro Ribeiro, Vinicius de Oliveira Albuquerque, Pedro Moita Bitencourt Bandeira, Dion Lopes da Rocha, Fabrício da Fonseca Bastos, Leonidas Bueno Fernandes Filhos, André Luis Sotero Vital, Pablo Sepulvida Buarque Franco Netto, Hamilton Rufus Rukhan, Kleberson José Fernandes, Alexandre do Carmo Francisco, Helio Batista Fernandes de Moura, Bruno Ribeiro Rodrigues, Camilo Narcizo Alvarenga, Rodrigo Weber, Renan Leiva Fernandes, Leandro Pereira Pimentel, Alex Martins Neves, Francisco Rodrigo Coimbra, Riceli Rocha a Silva, Edivan Farias de Albuquerque Filho, Domingos Caetano Pereira Pimentel, Emanuel dos Santos Moreira, Rayan Marques Fernandes, Marlon Gleison Ferreira, Fabio Nogueira, Sérgio Cuauhtemoc Martinez Lara, Jorge Pina Loredo, Sérgio Gerson Pulles Castillo, Leandro Fernandes Duarte, Gabriel Pereira Pimentel, Italo Silva Costa, Djoy Paxiuba Oliveira Lucena Rodrigues, Ronald Ferreira Vasconcelos, Bruno Souza Araújo de Oliveira e Gustavo da Silva Segismundo.

Correio Braziliense

 

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Dhébora disse:

    A grande diferença entre rinha de animais e UFC é que no UFC os idiotas escolhem estar lá e treinam para isso! E se gabam de saírem vencedores..
    No caso dos animais, eles não tem opção, os animais não nascem agressivos! Depende muito da educação!
    Os animais de rinha são torturados, deixados vários dias no escuro e na sujeira sem água e comida, perto da hora da briga, jogam pimenta no focinho, batem neles e depois colocam um de frente pro outro. Ali eles estão tentando se defender e sobreviver.
    É bem fácil conseguir perceber a diferença!
    Gente sem coração, que não gosta de bicho, fica fazendo essas comparações, tentando menosprezar os animais para tentar justificar o sofrimento deles.
    Somos todos animais, só muda nossa organização em sociedade e a forma como comunicamos e a capacidade de destruição do mundo e da felicidade que nossa capacidade intelectual nos proporciona.

  2. jG disse:

    É algo tão brutal, tão monstruoso que me deixa sem chão. Só o fato de ter pessoas q se divertem vendo o sofrimento animal p mim já é uma aberração. A lei do mal trato animal existe, mas não e eficiente na prática, urge mudanças p punição real. Que os anjos protetores do universo salvem os humanos, a coisa tá feia por aqui.

    • heim? cuma? disse:

      Concordo com vossa senhoria… dito isto, analisemos… qual a diferença e pq a NÃO punição e proibição dos que promovem as rinhas HUMANAS? Ou os "ufc" da vida podem ser classificados de outra forma? Dois animais, dentro de uma jaula, se agredindo até um desfalecer! Mundo dominado por imbecis bárbaros que fazem dos idiotas seus fiéis! Uma lástima.

(CIÚMES) – VÍDEO: Dentro de camburão em SP, homem que matou ex-namorada no interior do RN descreve crime com absoluta frieza

Dentro de camburão, após prisão em Guarulhos (SP), Paulo Roberto da Silva, 36 anos, contou com absoluta frieza como matou a jovem Renata Ranyelle, em São Miguel.

A vendedora Renata Ranyelle Almeida, de 23 anos, morreu após ficar seis dias internada no Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró, Oeste potiguar.

A jovem foi baleada no rosto no dia 23 de novembro na loja em que trabalhava, no município de São Miguel.

Acusado de matar ex-namorada no interior do RN é preso em SP

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Uma investigação realizada pela Delegacia Municipal de São Miguel, com apoio do Núcleo de Feminicídio da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), resultou na prisão de Paulo Roberto da Silva, de 36 anos, detido por policiais civis do Garra (Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos), da Polícia Civil de São Paulo, na manhã desta quarta-feira (11), em Guarulhos.

Os policiais civis do Garra cumpriram um mandado de prisão temporária, expedido pela Justiça do RN, contra Paulo Roberto, por ele ser o principal suspeito pelo feminicídio da ex-companheira Renata Ranyelle Almeida, de 23 anos. Ele é o suspeito por ter disparado um tiro no rosto da vítima, no dia 23 de novembro, quando ela trabalhava em uma loja na cidade de São Miguel, região Oeste do Rio Grande do Norte. No dia 29 de novembro, a vítima faleceu.

“As investigações da Polícia Civil do RN revelaram que o suspeito já tinha um histórico de violência contra mulheres. A primeira esposa dede separou-se e fugiu para São Paulo. Após isso, ele casou-se com Renata e continuou a praticar atos violentos. Diante as ações do homem, ela também decidiu-se separar de Paulo Roberto”, detalhou a delegada-geral Ana Cláudia Saraiva.

Veja mais – (CIÚMES) – VÍDEO: Dentro de camburão em SP, homem que matou ex-namorada no interior do RN descreve crime com absoluta frieza

Durante os mais de 15 dias de investigações, os policiais civis potiguares descobriram que no dia 22 de novembro, a vítima participou de uma festa de uma amiga em comum. Um dos amigos do suspeito fotografou Renata Ranyelle beijando um rapaz e enviou a foto para Paulo Roberto. No dia seguinte, ele planejou todo o crime e forjou um roubo na loja onde ela trabalhava. No dia 27 de novembro, o suspeito teria fretado carros e conseguiu transpor os estados do Paraíba, Pernambuco e Alagoas. De lá, ele seguiu para o estado de São Paulo e contou com a ajuda de pessoas que são investigadas pelo crime de falsificação de documentos.

“A Polícia Civil do RN já apreendeu a provável arma e a motocicleta que foram usadas no dia do crime. Tudo está sendo analisado, assim como a participação de todas as pessoas que deram apoio para o suspeito”, detalhou o diretor da Diretoria da Polícia Civil do Interior (DPCIN), delegado Inácio Rodrigues.

Foto: Redes Sociais/Facebook

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Maria disse:

    Vei parabéns Polícia esse canalha deve morrer na cadeia

  2. Roberto disse:

    Parabéns aos policiais que obtiveram êxito nessa ação.

  3. Francisco disse:

    Parabéns a polícia civil qui colocou esse bandido na cadeia e qui a justiça não solte .

  4. ELYAUSE MOREIRA DA SILVA JUNIOR disse:

    Parabéns à PCRN.

  5. CHICO100 disse:

    Parabénnnnssss, Policia Civil! Foi cirúrgica e prendeu esse meliante! Essa instituição faz muito por nós cidadãos do RN. Imagine se Vcs tivessem estrutura de trabalho e salário em dia!

  6. Roberto disse:

    E ainda tem gestor que quer a Polícia Civil trabalhando como PM!

  7. Feyb disse:

    ISSO AÍ!! agora é só o juiz não soltar

  8. PAULO disse:

    PARABÉNS, BOM TRABALHO DA POLÍCIA CIVIL!!!