Morte de advogado: Polícia Civil na Grande Natal realiza última fase da Operação Viúva Negra

Policiais civis do 2ª Distrito de Polícia de Parnamirim cumpriram, nesta quarta-feira (15), mandados de internação contra um adolescente de 17 anos e um jovem de 18, que na época do fato tinha 17 anos, ambos apontados como os autores dos disparos que mataram o advogado Rubens de Azevedo Maia, de 67 anos, em julho de 2018.

As investigações se iniciaram após o corpo da vítima ser localizado na “rota do leite”, no distrito de Pium, em Parnamirim, com características de execução. Durante as investigações, foi descoberto ainda que o crime havia sido planejado pela esposa da vítima, Vanusia Vicente, em conjunto com o amante, Ivanildo Félix dos Santos. Ambos foram presos na mesma semana.

Com o andamento das investigações, os policiais descobriram que Ivanildo havia “contratado” dois adolescentes de 17 anos para matar a vítima, tentando simular um latrocínio. Os adolescentes eram suspeitos de participação em diversos atos infracionais análogos aos crimes de roubo, tráfico de droga e homicídio. Na data de hoje, foi realizada uma operação policial para apreender ambos os jovens suspeitos, no bairro Jardim Planalto, em Parnamirim.

Vanusia e Ivanildo encontram-se presos, respondendo ao processo perante a 1ª Vara Criminal de Parnamirim pelo crime de homicídio qualificado. Os adolescentes infratores encontram-se internados e respondem pelo ato infracional correspondente, na Vara da Infância e Juventude de Parnamirim.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.