Polícia

Polícia Civil apreende drogas e coletes balísticos no Paço da Pátria em Natal

Policiais civis da Delegacia Especializada em Narcóticos (DENARC) de Natal apreenderam, nessa quarta-feira (15), material utilizado para promover o tráfico de drogas, na comunidade Paço da Pátria, na zona leste da capital potiguar.

Na ocasião, foram apreendidos: dois coletes balísticos, aproximadamente 400g de maconha, insumos para embalar os entorpecentes e duas balanças de precisão. No local, ninguém foi encontrado, motivo pelo qual a diligência, decorrente de denúncias anônimas, não resultou em prisão.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia Civil conclui inquérito sobre morte de jovem comerciante em Natal e seis pessoas são indiciadas, entre elas, irmã e cunhado

Policiais civis da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) concluíram, nesta terça-feira (14), o inquérito policial referente ao crime de homicídio que vitimou Pollyana Nataluska Costa de Medeiros, 22 anos, ocorrido no dia 18 de maio, no bairro Nossa Senhora da Apresentação, em Natal. A investigação resultou no indiciamento de seis pessoas pelos crimes de homicídio qualificado e associação criminosa.

O inquérito policial foi concluído após a deflagração de duas fases da Operação “Off Road”, que teve como objetivo o cumprimento de mandados de prisão em desfavor dos envolvidos. Na primeira fase, foram detidos: Alcivan Bernardo da Silva, conhecido como “Bileu”, apontado como condutor da moto utilizada no dia do crime; João Paulo Rocha, conhecido como “Rocha”, apontado como o autor do disparo, e Orklisthye Mayklie Moronel Matias de Oliveira, conhecido como “Maikon”, dono da motocicleta utilizada na ação.

Já na segunda fase, os cumprimentos de mandados foram em desfavor dos possíveis mandantes do crime: a irmã da vítima, Paloma Nataluska Costa de Medeiros; o cunhado da vítima, Luciano Cabral de Souza; e Josivan Pereira da Silva.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181.

Sobre o crime

O homicídio foi praticado no dia 18 de maio deste ano, no bairro Nossa Senhora da Apresentação, zona Norte de Natal. Quando os dois suspeitos chegaram ao estabelecimento comercial em que Pollyana Nataluska trabalhava, realizaram a abordagem e conduziram a vítima até a parte de trás do estabelecimento, onde efetuaram um disparo.

Com SECOMS/Polícia Civil RN

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia Civil abre inscrições para estágio remunerado em Natal e região metropolitana

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte, por meio do Setor de Estágios, divulgou, na tarde dessa quarta-feira (08), que estão abertas as inscrições para o processo seletivo de estágio na Instituição. Para o curso de Direito, as vagas são para Natal, Ceará-Mirim, Macaíba, Nísia Floresta, Parnamirim e São Gonçalo do Amarante. Já para os cursos de Administração, Ciências Contábeis, Comunicação Social (Habilitação em audiovisual) e Gestão de Políticas Públicas, as vagas são somente para a Capital Potiguar.

Os interessados devem ter cursado, no mínimo, 50% da carga horária do curso e, no máximo, estar matriculado no 8º período, no segundo semestre de 2021; para participar, é preciso realizar cadastro no site da Escola de Governo do RN: www.escoladegoverno.rn.gov.br.

As candidaturas para participar do processo seletivo podem ser feitas até a próxima terça-feira (14), em uma pré-seleção, enviando o currículo (com foto) e histórico acadêmico para o endereço de e-mail: [email protected], inserindo no assunto o nome do curso.

Os pré-selecionados serão convocados para uma segunda fase da seleção, em data que, posteriormente, será informada. O valor da bolsa é de um salário mínimo (R$ 1.100,00) e auxílio-transporte (R$51,70), para estágio de 6h diárias, no total de 30 horas semanais. Mais informações podem ser obtidas por meio do telefone: (84) 98135 – 5865 ou pelo e-mail: [email protected]

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia Civil liberta reféns e prende suspeitos de roubo de carga no interior do RN

Policiais civis da Delegacia Especializada de Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (DEPROV), em ação conjunta com Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Militar e policiais civis das Delegacias Regional de São Paulo do Potengi e Municipal de Touros, deflagraram uma operação para localizar dois reféns e recuperar um caminhão roubado na terça-feira (24), no município de Lajes.

Durante as diligências, nesta quarta-feira (25), no município de Maxaranguape, foi possível localizar os reféns e libertá-los, bem como recuperar o veículo que havia sido roubado e parte da carga. Na ação, foram detidos José Douglas Alves de Carvalho, conhecido como “careca”, e Lucas Felipe Santos de Lino, conhecido como “Luquinha”, os quais estavam com um revólver.

Em continuidade às diligências, nesta quinta-feira (26), policiais civis da DEPROV prenderam Paula Rodrigues da Silva. Com ela, foi localizada parte da carga roubada, além de uma submetralhadora, porções de maconha, LSD e dinheiro em espécie.

Os suspeitos foram conduzidos à delegacia e, em seguida, encaminhados ao sistema prisional, onde se encontram à disposição da Justiça. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181 ou pelo número: (84) 3232-6312 (Whatsapp).

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia Civil prende em Ponta Negra suspeito de explosão a bancos

Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR), em ação conjunta com a Delegacia Regional de São Paulo do Potengi, prenderam, nesta quinta-feira (26), João Ewerton Belmiro Rangel, conhecido como “João de Pachelli”, 27 anos. Ele foi detido em Ponta Negra, na cidade de Natal.

Segundo as investigações, João Ewerton é apontado como integrante de uma facção criminosa que estava atuando na cidade de São Tomé, praticando diversos crimes, como: roubo a estabelecimentos comerciais, extorsões, homicídios e tráfico de drogas.

As investigações foram iniciadas após uma tentativa de roubo a uma agência bancária e uma casa lotérica, ocorrido no dia 30 de março, em São Tomé, quando os envolvidos utilizaram artefatos explosivos e armamento de grosso calibre.

No dia do ocorrido, Francisco de Assis, conhecido como “Assis”, foi detido com uma pistola 9mm, sendo autuado em flagrante, quando confessou a participação nas ações criminosas. No decorrer das investigações, foram identificados 16 suspeitos de envolvimento na ação, dos quais 12 já tiveram mandados de prisão expedidos, sendo que dez já foram detidos.

Um dos suspeitos, identificado como Francisco das Chagas Silva de Melo, conhecido como “Chagas Chocolate”, continua foragido. A apuração indicou que esse grupo teria sido responsável pelas explosões dos cofres de postos de combustível em Macaíba e Tangará. Além disso, estaria envolvido em dois roubos a lotérica em São Tomé, quando teriam, inclusive, efetuado disparos de arma de fogo no interior do estabelecimento.

João Ewerton foi encaminhado ao sistema penitenciário, onde se encontra à disposição da Justiça. A Polícia Civil pede para que a população continue enviando informações de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181, ou dos números da DEICOR: (84) 3232-2862 ou (84) 98135-6796 (Whatsapp).

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia Civil apreende armas de fogo, munições e uma granada no Paço da Pátria, em Natal

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte, por meio da Delegacia Especializada em Narcóticos de Natal (DENARC), apreenderam, nesta quinta-feira (26), armas de fogo, munições e uma granada, durante operação realizada na comunidade do Paço da Pátria, em Natal.

A delegada Anna Laura, titular da DENARC, receberá a imprensa às 16h00, no Complexo de Especializadas, localizado na Av. Ayrton Senna, bairro Neópolis, para detalhar os resultados da ação.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

MPRN recomenda que cronograma do concurso da Polícia Civil seja mantido

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) recomendou que a Comissão Especial do Concurso Público da Polícia Civil mantenha o cronograma de divulgação do resultado da primeira fase e a realização das demais fases do certame. O concurso é alvo de um inquérito policial instaurado pela Polícia Civil após denúncias de possíveis fraudes. O MPRN também abriu investigação em relação a essas denúncias de possíveis fraudes. A recomendação é pela continuidade do cronograma previsto inicialmente até que essas investigações sejam concluídas.

A recomendação será publicada no Diário Oficial do Estado (DOE). Nela, o MPRN notifica o presidente da Comissão Especial do Concurso Público a informar, no prazo de 10 dias, as providências eventualmente adotadas a partir do que foi recomendado.

O MPRN e a Polícia Civil investigam falhas de segurança, devassamento de envelope de provas e atuação de associação criminosa tendente a fraudar o certame mediante a utilização de ponto eletrônico.

Ao recomendar a continuidade do cronograma, o MPRN leva em consideração que os elementos colhidos nessas duas investigações ainda não são conclusivos quanto à extensão das irregularidades e fraudes e quanto à possibilidade de identificação e exclusão dos candidatos indevidamente beneficiados, mediante a aplicação de outros mecanismos, inclusive inteligência artificial.

Na recomendação, o MPRN reforça que seja mantido o cronograma de divulgação do resultado da primeira fase e realização das demais fases do certame, ressalvado o cumprimento de decisão judicial em sentido diverso.

VEJA TAMBÉM: Defensoria Pública do Estado recomenda anulação de provas do concurso da Polícia Civil do RN

 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Defensoria Pública do Estado recomenda anulação de provas do concurso da Polícia Civil do RN

A Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Norte (DPE-RN) recomendou à comissão especial do concurso público da polícia civil, à própria Polícia Civil do RN e ao Governo do Estado que se abstenham de divulgar o resultado definitivo referente às provas objetivas para provimento dos cargos de agente e escrivão até à apuração final das investigações sobre possível fraude cometida por candidato.

Outra recomendação é que sejam adotadas “todas as providências administrativas e operacionais para anulação das provas aplicadas no dia 11/07/2021, referente aos cargos de agente e escrivão de polícia da Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Norte, com a realização de novo certame público, dessa vez, mediante a observância integral das disposições contidas no Edital (n.º 01, de 25 de novembro de 2020), pela banca organizadora do concurso, a fim de cumprir com toda a segurança necessária em um evento desta importância”.

A defensoria pede que no prazo máximo de 48 horas sejam informados os procedimentos administrativos adotados para cumprimento da recomendação.

Mais detalhes AQUI no Portal Grande Ponto.

Opinião dos leitores

  1. Defensor Público do Estado, é nada mais do que um advogado pago pelo Estado para assistir às pessoas carentes, e como tal, não tem poder de recomendar nada, só de pedir.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia Civil do DF abre inquérito contra o cantor Sergio Reis por ‘ameaças’ a ministros do STF

FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

A Polícia Civil do Distrito Federal abriu um inquérito para apurar ameaças a ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) feitas pelo cantor Sergio Reis e outras pessoas em áudios que circularam nas redes sociais no último fim de semana.

Nas gravações, Sergio Reis diz que os caminhoneiros vão parar o país em setembro se o Senado não retirar alguns dos ministros do STF. “Se em 30 dias não tirarem aqueles caras nós vamos invadir, quebrar tudo e tirar os caras na marra. Pronto. É assim que vai ser. E a coisa tá séria”, declara o artista.

Em um vídeo, Sergio Reis, ao lado de supostos caminhoneiros, reforça as ameaças: “Vocês [senadores] têm 72 horas para aprovar o voto impresso e tirar todos os ministros do Supremo Tribunal Federal. Não é um pedido, é uma ordem. É assim que eu vou falar com o presidente do Senado. Isso é uma ordem.”

Os responsáveis pelas ameaças devem ser ouvidos pela polícia no próximos dias e podem responder pelos crimes previstos nos artigos 147, 163 e 262 do Código Penal, que são, respectivamente, ameaçar alguém, destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia e expor a perigo outro meio de transporte público, impedir-lhe ou dificultar-lhe o funcionamento

Por se tratar de apuração em estágio inicial, o delegado que preside o inquérito policial não se manifestará sobre o caso.

R7

 

Opinião dos leitores

  1. Estão perseguindo os Homens de bem deste País. Virou crime se expressar e defender seus ideais.

    1. Homem de bem ameaça o judiciário? Por que não propôs uma investigação na câmara? Uma CPI, sei lá. Por que ficou falando em invadir, em expulsar, em revolta popular?

      Agora tem que pagar. Liberdade de expressão não pode ser usada para ameaçar a democracia.

      Nesse país ainda existem pessoas de bem que não permitirão que um idiota torne-se ditador. Quem danado ia querer bolsodoido ditando as coisas no país, o animal não consegue nem nos proteger de uma doença para qual já existe vacina.

  2. Acabou o direito de expressão, ninguém pode falar mais nada do STF que abrem processo, mas se falarem de alguma outra pessoa exemplo do presidente pode , poxa abaixo essa ditadura do judiciário

    1. Chola mais, chola mais, chola mais…tá lindo…kkkkkkkkk
      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  3. Como o bolsonarismo piora as pessoas. Perderam a capacidade de raciocinar por conta de conclusões feitas com base nas reiteradas mentiras jogadas nas redes sociais. São bombardeios de notícias falsas partindo muitas vezes do próprio presidente e da rede que o cerca. Isso não é política. Momento triste da história do brazil. E o que mais é triste nisso tudo é observar que alguns militares ou por interesse particular ou por ignorância se deixam usar nesse plano pessoal de poder.

  4. Oh tocada de berrante desmantelada… É só se juntar com o mito que o declínio começa! Só não vê quem não quer.

    1. Esse pixuleco com seus codinomes rincha feito um jumento, mas desempenha melhor um papel de jumenta, aí ele aguenta até o talo, principalmente se for de um asno criminoso corrupto condenado, aí ele até se esparrama pelo chão. É só quando para de escrever suas merdas.

  5. Mais um cidadão de bem que sempre viveu das garapas governamentais, enquanto um cidadão comum tem uma divida com qualquer esfera de governo não pagar leva cacete com força, o Brasil não tem mais jeito, pode assumir General, capitão, soldado, vigia de rua, padre ou pastor .

  6. Vixe, o cerco pros bolsopetistas está literalmente Fechando… Afinal, a gadolândia diminui de tamanho a cada dia…

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia Civil identifica casal suspeito de furto na Grande Natal de relógio de luxo avaliado em R$ 120 mil do lutador de MMA Patrício Pitbull

Fotos: Divulgação/Polícia Civil

Policiais civis da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (DEFUR) de Natal identificaram, nessa segunda-feira (16), os suspeitos do furto de um relógio de luxo, subtraído do lutador de MMA Patrício Pitbull, em junho, na cidade de Parnamirim.

As investigações começaram logo após o crime e concluíram que a babá dos filhos do lutador teria subtraído o relógio, estimado em aproximadamente R$ 120 mil, o qual teria sido presente de um outro lutador de grande nome do esporte.

Após colher depoimento do casal, foi constatado que a babá havia repassado o objeto ao companheiro, para que ele o vendesse. Ambos confessaram a prática do crime e o caso segue sendo investigado, a fim de localizar quem está na posse do objeto.

A Polícia Civil solicita que a população envie informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181, que ajudem na localização do objeto e identificação do possuidor.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia Civil do RN e GO identificam adolescentes que planejavam ataques a escolas com “coquetel molotov”

Policiais civis da 9ª Delegacia Regional de Polícia (9ª DRP) de Santa Cruz, em ação conjunta com a 6ª Delegacia Regional de Polícia de Itumbiara/GO e a Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos de Goiás (DERCC), identificaram e localizaram, nesse domingo (15), adolescentes que planejavam ataques a escolas no município de Campo Redondo.

A operação, que foi coordenada pela Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (SEOPI-MJSP), através do Laboratório de Operações Cibernéticas (CIBERLAB), contou com a participação da Agência de Investigações de Segurança Interna da Polícia de Imigração e Alfândega dos Estados Unidos (Homeland Security Investigations – HSI).

Segundo as investigações, pelo menos quatro adolescentes realizavam esse planejamento de invasão a duas escolas. Dentre eles, estão dois primos, um residente na cidade de Campo Redondo e outro em Itumbiara/GO. Na ação, seriam utilizadas armas químicas, conhecidas como “coquetel molotov”.

Ainda durante as investigações, apurou-se que os jovens já haviam escolhido pela internet as roupas que seriam utilizadas e, em seguida, testariam os equipamentos que seriam usados por eles durante a ação nas escolas.

As equipes se deslocaram até as residências e localizaram os adolescentes. Os responsáveis por eles foram acionados e os apresentaram na delegacia, onde houve a confirmação dos fatos apurados. Além disso, foi confirmado pelos familiares, que o adolescente residente em Itumbiara estaria com viagem marcada para interior do Rio Grande do Norte.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Opinião dos leitores

  1. Pois é, depois 16 anos com a petralhada ensinando q fumar maconha é uma das conquistas da educação, o q esperar dos milhões q foram doutrinados por professores psicopatas? A maioria dos jovens sem rumo e envolvidos no tráfico provém desse 16 anos de atraso educacional e o pior, professores militantes, miseravelmente, insistem em não profissionalizar os jovens.

  2. Não sabia que o governo incentivou a população a utilizar coquetel Molotov. Tem cada idiota petralha !

  3. Esse é o exemplo que esse ladrão miliciano e genocida vai deixar pro Brasil isso se deve a ele incentivar compras de armas a população e sobre cai nos adolescentes invés de investir a população a compras de armas incentive a compra de livros notebooks e crie mais vargas em universidades e instituições federais siga o exemplo do melhor presidente desse país oh genocida ladrão

    1. Kkkkkkkkkkkkk é muita inocencia! deuxa essas crianças te pegarem! Ai tu vai ver o que é não tef ums arma!

    2. O engraçado é que esses inocentes aí foram educados na base do GOVERNO do PT, mas a culpa é do presidente, não entendo como 16 anos de governo e o PT não criou uma educação digna, pq hein?

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia Civil prende homem por torturar enteado de 4 anos em Nova Cruz-RN

Policiais civis da 6ª Delegacia Regional de Polícia de Nova Cruz prenderam, nessa terça-feira (03) um homem de 26 anos, suspeito de torturar o enteado. A prisão aconteceu no bairro do Lajeiro, em Nova Cruz, em cumprimento a um mandado de prisão temporária.

Após a divulgação em redes sociais de vídeos em que uma criança de quatro anos estava sendo torturada por um homem, policiais civis fizeram diligências e colheram depoimentos, identificando os envolvidos. O suspeito, que estava foragido, foi localizado e preso, sendo encaminhado ao sistema penitenciário, onde se encontra à disposição da Justiça.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

 

Opinião dos leitores

  1. Se forem investigar a fundo esse vagabundo, vão descobrir que esse verme é eleitor do PT.
    Na penitenciária vai levar um corretivo dos cumpanheiros.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia Civil identifica autora de ameaças por redes sociais no interior do RN

Foto: Ilustrativa

A Delegacia Municipal de Marcelino Vieira divulgou, nessa terça-feira (27), a identificação da autora de ameaças anônimas, realizadas por meio virtual, na cidade de Tenente Ananias.

De acordo com boletim de ocorrência registrado pela vítima, dois perfis falsos foram criados em uma rede social, no mês de junho, e por meio deles, eram enviadas mensagens que denegriam a imagem e ameaçavam a vítima. Após a identificação da responsável pelos perfis, foi instaurado, em desfavor dela, um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) pelo crime de ameaça.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia Civil prende suspeito de três estupros e ainda roubar as vítimas na Grande Natal; condenado por homicídio, estava cumprindo pena no regime aberto

Policiais civis da Delegacia Municipal de Macaíba deflagraram, nesta segunda-feira (26), a Operação “Um por todos, todos por elas”, que resultou na prisão de um homem de 35 anos. Ele foi detido em flagrante no bairro Lagoa, em Macaíba, pelo crime de posse ilegal de arma de fogo.

A operação teve como objetivo identificar e prender o homem, que é suspeito de ter praticado pelo menos 03 (três) estupros e roubos contra mulheres, na cidade de Macaíba, usando arma de fogo e sempre a mesma forma de agir. Além disso, ele já foi condenado pelo crime de homicídio qualificado e estava cumprindo pena no regime aberto.

De acordo com investigações, o suspeito atraía jovens da cidade de Natal para Macaíba, sob o pretexto de encontros íntimos, mas, ao abordá-las, usando arma de fogo, estuprava, roubava e abandonava as vítimas em local ermo, próximo a um parque de vaquejada com acesso pela BR-304. Até o momento, três vítimas foram identificadas, as quais, após serem estupradas, tinham seus objetos subtraídos, em especial aparelhos celulares. Uma das vítimas era menor de idade.

No dia 30 de junho, repercutiu nas redes sociais o primeiro caso de estupro, em Macaíba, sendo iniciada a investigação pelos policiais de Macaíba. No dia 09 de julho, foi registrada a segunda ocorrência, com a mesma forma de agir e características do suspeito. Em 19 de julho, uma terceira vítima procurou a delegacia para registrar novo crime, quando foi verificado que se tratava do mesmo autor.

No início da tarde desta segunda-feira (26), os policiais abordaram e prenderam o homem. Ele foi preso em flagrante pelo crime de posse ilegal de arma de fogo e munições, além de ter sido pedida pela autoridade policial sua prisão preventiva pelos crimes de estupro, roubo e porte ilegal de arma de fogo.

O suspeito, a arma de fogo, as roupas usadas no crime e o veículo usado por ele foram reconhecidos pelas vítimas. Ainda assim, ele negou a prática dos crimes, afirmando apenas possuir a arma de fogo para se defender de ameaças e inimigos. O suspeito foi encaminhado ao sistema prisional e ficará à disposição da justiça.

O nome da operação remete a um romance clássico e, atualmente, reflete o engajamento de todos no combate à violência contra a mulher e contra a misoginia. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181 ou pelo número da Delegacia Municipal de Macaíba: (84) 98114-4042.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Opinião dos leitores

  1. Como é que um sujeito condenado por homicídio qualificado pode cumprir pena no regime aberto? A legislação penal brasileira foi elaborada por bandidos para proteger bandidos.

  2. Cadê o falso mesias peidão? Pensei que iria acabar com os bandidos. Chama Fábio faria, o melhor ministro dos últimos 500 anos, chama Robson o governador da segurança, no tempo dele não tinha isso kkkkkk.

  3. Um bandido desse e não pode mais colocar a foto, nome, etc etc. Se quando elw fora para o aberto tivessem feito isso, talvez ninguém tivesse sido estuprada por esse crápula.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia Civil e PRF prendem grupo especializado em furtos a caixas eletrônicos que se deslocou de Natal para Maceió com objetivo de ações criminosas

Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR), em conjunto com a Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (DEFUR) de Natal, da Divisão Especial de Investigação e Capturas da Polícia Civil de Alagoas (DEIC/PCAL) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF), deflagraram, no sábado (24), na cidade de Maceió (AL), uma operação com o objetivo de prender uma quadrilha especializada em furtos a caixas eletrônicos de agências bancárias.

De acordo com investigações, o grupo criminoso se deslocou de Natal para a cidade de Maceió, com o objetivo de furtar agências bancárias naquela cidade, contudo eles já estavam sendo monitorados pelos policiais civis do Rio Grande do Norte. As informações foram compartilhadas com os policiais civis do DEIC/AL e com a PRF e, na tarde de sábado (24), após a confirmação de que o bando tinha tentado furtar uma agência bancária, em Maceió, as equipes começaram as diligências.

Dois veículos foram abordados, no estado de Pernambuco, quando foram encontradas as ferramentas utilizadas na tentativa do furto. Na ocasião, foram detidos: Laydson Costa da Cunha, 35 anos, o qual estava com documento falso e com mandado de prisão em aberto, expedido pela Justiça Federal; Ricardo Alexandre Ramalho da Silva, com 45 anosl; Rodolpho Doran Amorim, 36 anos; e Max Victor Magalhães da Costa Pinheiro, 24 anos, o qual responde a seis processos por violação a caixa eletrônico.

O grupo criminoso já era investigado pela DEICOR, pois seriam responsáveis pelos furtos de algumas agências bancárias em Natal, ocorridos em 2019. Os suspeitos foram autuados em flagrante pela tentativa de furto qualificado e associação criminosa. Em seguida, foram encaminhados para o sistema prisional alagoano.

A Polícia Civil pede para que a população continue enviando informações de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181, ou dos números da DEICOR: (84) 3232-2862 ou (84) 98135-6796 (Whatsapp).

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

 

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

FOTOS: Polícia Civil recupera materiais roubados de construtora em Natal

Fotos: Divulgação/Polícia Civil

Policiais civis da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (DEFUR) de Natal recuperaram, nessa segunda-feira (19), parte dos materiais, ferramentas e maquinários levados de uma construtora durante uma ação criminosa, no último sábado (17). O material foi recuperado na “Comunidade do Fio”, no bairro de Felipe Camarão, em Natal.

A ação aconteceu em um canteiro de obras em um condomínio residencial, no bairro de Ponta Negra, quando sete suspeitos armados renderam dois vigilantes e retiraram todo o material que estava sendo usado na obra. Durante a fuga, foi utilizado um caminhão com carroceria fechada, do tipo baú, para transportar os objetos roubados.

O veículo foi localizado e apreendido, além disso, o proprietário do caminhão também foi identificado e será indiciado pelo crime de roubo qualificado. As investigações seguirão para identificação dos outros suspeitos envolvidos e dos possíveis receptadores.

A Polícia Civil orienta a população para não adquirir objetos sem a comprovação de procedência, como nota fiscal, comprovante de venda, recibos, bem como a enviar informações de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181, ao tomarem conhecimento da comercialização de produtos cuja origem seja duvidosa.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil – SECOMS

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *