FOTO: Polícia Civil prende mulher acusada de se passar por médica anestesista em Natal

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Policiais civis da (DEFD) prenderam, nessa quinta-feira (13), uma mulher que estaria se passando por uma médica anestesista. Ela foi presa quando comprava um celular IPhone, no shopping Midway, em Natal, utilizando um documento falso com o nome de outra pessoa.

Após a abordagem policial, ela se identificou como Francizana Rodrigues de Medeiros, porém não apresentou o documento de identidade. A mulher foi presa pela prática dos crimes de tentativa de estelionato e uso de documento falso.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Henrique Câmara disse:

    Uma pena que crimes como estes sao qualificados como de natureza simples e ao pagar uma fiança pessoas que o praticam voltam a sociedade e enganam, geralmente, pessoas de boa índole fazendo uma verdadeira davastidão em suas vitimas, quem já foi vítima desti sabe bem o que falo, revoltante.

Polícia Civil prende condenado por estupro de vulnerável no Igapó

Policiais civis da Delegacia Especializada em Defesa da Criança e do Adolescente (DCA) prenderam, nesta quinta-feira (13), Jussier de Oliveira Silva, conhecido como “Siê”, 35 anos. O homem foi preso mediante um mandado de prisão por sentença condenatória, pela prática do crime de estupro de vulnerável. Ele cumprirá uma pena de 8 anos em regime semiaberto.

Jussier de Oliveira foi preso em sua residência, localizada no bairro de Igapó, na zona Norte de Natal. Ele foi encaminhado ao sistema prisional, onde permanecerá à disposição da Justiça.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Polícia Civil deflagra Operação na Zona Leste de Natal e prende sete suspeitos

Policiais civis da Delegacia Especializada em Narcóticos (Denarc) deflagraram, na manhã desta quinta-feira (13), a Operação Eixo Leste, no bairro Rocas, na Zona Leste de Natal, que resultou na prisão de sete pessoas, das quais seis são suspeitas de envolvimento com o tráfico de drogas e um deles suspeito pelo crime de roubo. Durante a ação, os policiais cumpriram 12 mandados de busca e apreensão em residências e apreenderam drogas como crack, cocaína, maconha, munição, aparelhos de celular e objetos utilizados para o comércio de tráfico de drogas.

Seis pessoas foram detidas em flagrante delito pelo crime de tráfico de drogas: Franco de Almeida Vasconcelos, conhecido como Frank Oião, Amanda Natyhalia dos Santos Lucio, Josivan Clementino da Silva, Josineide Ferreira do Nascimento, Luan Nazareno da Silva e Jailson Batista de Souza. Durante a Operação, Clementino da Silva, conhecido como “Novinho”, foi preso em cumprimento a um mandado de prisão preventiva por ser suspeito pelo crime de roubo. Além das prisões, um homem foi detido e levado à delegacia por estar na posse de drogas para consumo pessoal e responderá a um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia da Polícia Civil 181.

Polícia Civil prende em pousada em Ponta Negra condenado por homicídio, foragido do sistema prisional que rompeu tornozeleira eletrônica

Foto: Ilustrativa

Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR), em apoio a Delegacia Municipal de Assú, deram cumprimento, na manhã desta segunda-feira (10), a um mandado de prisão em desfavor de Jeferson Rodolfo da Nóbrega, 25 anos. Ele estava foragido do sistema prisional, após romper a tornozeleira eletrônica.

Jeferson é condenado a 12 anos e 9 meses por homicídio. Além disso, ele é apontado como chefe de uma facção criminosa no município de Assú. A prisão aconteceu em uma pousada na praia de Ponta Negra, na zona Sul de Natal.

Ele foi conduzido à delegacia e encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Anti-Robô disse:

    Chefe de facção em município e ainda dão a benesse de tornozeleira? Isso é pra aviãzionho chibata, não para líder de facção.

Polícia Civil divulga Plano Operacional para Mossoró Cidade Junina 2019

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte divulgou, na manhã desta sexta-feira (7), o Plano Operacional para o “Mossoró Cidade Junina 2019”, conduzido pela 2ª Delegacia Regional de Polícia Civil (2ª DRP), sob coordenação da Diretoria de Polícia Civil do Interior (DPCIN). O principal objetivo é aumentar o efetivo policial nos dias das apresentações, que são realizadas entre os dias 1º e 30 de junho.

Dentre as ações, está a instalação de uma Delegacia Móvel nos locais do evento, para maior agilidade na lavratura de procedimentos de menor potencial ofensivo, evitando o deslocamento das demais forças policiais até a Delegacia de Plantão e pronto atendimento à população. Além disso, será realizado policiamento no entorno das festas com duas viaturas caracterizadas.

A Delegacia Móvel ficará localizada na Estação das Artes Elizeu Ventania e contará com uma equipe composta por delegado, escrivão e agentes.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

FOTOS: Operações da Polícia Civil em Natal e Macaíba prendem 7 pessoas

Foto: Polícia Civil/Reprodução/Divulgação

Sete pessoas foram presas em Natal e em Macaíba na manhã desta sexta-feira (7) durante duas operações deflagradas pela Polícia Civil, com objetivos do combate ao tráfico de drogas na capital e a prisão de um suspeito de homicídio – a companheira dele também foi presa em flagrante.

Na capital potiguar, a operação Patriota, da Delegacia Especializada em Narcóticos (Denarc) em parceria com a Polícia Militar, e ainda um helicóptero usado no apoio, cumpriu mandados de busca e apreensão no Paço da Pátria, na Zona Leste. Na ação, cinco pessoas, sendo quatro homens e uma mulher, foram presas em flagrante, com drogas e dinheiro.

No município de Macaíba, na Grande Natal, a delegacia local buscava um homem suspeito de homicídio e roubos. Porém, a mulher dele também acabou sendo presa em flagrante. O casal estava foi flagrado com uma pistola, um colete a prova de balas e produtos possivelmente roubados. Eles deverão responder por posse ilegal de arma e receptação de produtos roubados.

Polícia Civil prende dupla “Lalá” e “Pirulito” e apreende drogas na Grande Natal

Foto: Ilustrativa

Policiais civis da Delegacia Municipal de Ceará Mirim, com apoio de equipes da Polícia Militar, realizaram, nesta terça-feira (4), diligências no bairro São Geraldo, no município de Ceará Mirim, após denúncias anônimas de tráfico de drogas em uma residência. No local, dois homens efetuaram disparos contra os policiais. Foram presos: Laylson da Costa Pereira, conhecido como “Lalá”, 25 anos, que usava tornozeleira eletrônica, e Davison Ramon do Nascimento, conhecido como “Pirulito”, 29 anos.

Na residência, foram apreendidos: um revólver 38, com uma munição deflagrada e quatro intactas, dez porções de maconha, dezenove porções de cocaína, três tabletes de maconha, uma balança de precisão, um caderno com anotações da contabilidade do tráfico e mais de R$700,00 em dinheiro fracionado.

Laylson da Costa e Davison Ramon foram autuados pela prática dos crimes de tráfico de drogas, tentativa de homicídio e resistência à prisão.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Polícia Civil prende na Grande Natal homem suspeito de praticar crimes de estupro contra as suas filhas

Policiais civis da Delegacia Municipal de Monte Alegre, com apoio de uma equipe da Polícia Militar de Brejinho, deram cumprimento, na manhã desta quarta-feira (5), a um mandado de prisão preventiva em desfavor de um homem suspeito de praticar crimes de estupro contra as suas filhas.

De acordo com as investigações, ele abusava sexualmente das filhas e também as obrigava a manter relação sexual com outros homens. Na delegacia, a mãe foi ouvida, e as crianças permanecerão sob os cuidados dela.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

*Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Polícia Civil deflagra Operação “Todos por um” e prende suspeitos de envolvimento em latrocínio na Grande Natal do policial civil André Severiano

Carro usado por suspeitos. Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) em conjunto com a Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) deflagraram, na manhã desta quarta-feira (05), a Operação “Todos por um”, que resultou no cumprimento de três mandados de prisão temporária contra três suspeitos pelo latrocínio do agente de polícia civil André Severiano, morto no dia 30 de abril, no bairro Emaús, em Parnamirim. O nome da Operação “Todos por um” é relativo ao esforço conjunto de várias delegacias da Polícia Civil, que conseguiu elucidar o crime. Durante a ação, também foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão.

A investigação revelou que o policial civil foi morto por um grupo formado por quatro homens, que pretendia cometer um roubo. Participaram da ação criminosa, Gabriel Fernando dos Santos, conhecido “Biel”, 19 anos, Aylton Bezerra da Silva Júnior, conhecido como “Carneirinho”, 25 anos, João Lucas Severo de Souza e Silva, 21 anos e Ruan Carlos Pereira, “Maquinista”, 21 anos (falecido).

Na manhã desta quarta-feira foram cumpridos mandados de prisão contra Gabriel Fernando e Aylton Bezerra da Silva Júnior, que já estavam detidos no sistema prisional. Os policiais civis prenderam João Lucas Severo de Souza e Silva, 21 anos, em cumprimento a um mandado de prisão temporária, quando estava em uma residência do bairro Potengi, Zona Norte de Natal. Ele é apontado como o homem responsável pela locação do veículo usado no dia do crime e que também estava presente no momento do crime.

“Nós descobrimos que o policial civil André Severiano parou no local para manusear o telefone celular, quando foi surpreendido pelos quatro suspeitos que estavam em veículo Fiat Uno Vivace, cor vermelha. O grupo desembarcou com o intuito de assaltar o policial civil, porém, diante da reação do policial, efetuaram os disparos que lhe causaram o óbito. A investigação aponta que os suspeitos eram assaltantes contumazes e, naquela data, pretendiam praticar um assalto na cidade de Macaíba, mas por terem avistado uma viatura da Polícia Militar, desistiram e, quando voltavam para Natal, passaram pelo veículo do policial civil André e resolveram abordá-lo”, detalhou a delegada Taís Aires da DHPP, responsável pela investigação.

Gabriel Fernando dos Santos, conhecido “Biel”, 19 anos, já havia sido preso em flagrante por porte e posse ilegal de arma de fogo, no dia 02 de maio, pela equipe da 7a. Delegacia de Polícia Civil de Natal. Aylton Bezerra da Silva Júnior, conhecido como “Carneirinho”, 25 anos, era o motorista do veículo e já se encontrava preso por crime de roubo praticado na cidade de Macaíba. No dia 23 de maio, os policiais civis da DHPP e Deicor cumpriram um mandado de busca e apreensão contra Ruan Carlos Pereira, conhecido como “Maquinista”, 21 anos e conseguiram apreender a pistola da Polícia Civil que estava cautelada ao policial civil André Severiano. Durante esta ação, “Maquinista” resistiu à abordagem dos policias e morreu.

“Nós tivemos êxito nesta investigação devido ao trabalho integrado com muitas delegacias, entre elas, Deicor, 2a. Delegacia de Polícia Civil de Parnamirim, Delegacia Especializada em Narcóticos (Denarc), 7a e 13a Delegacia de Polícia de Natal. Também registramos a importante parceria com a 2ª Vara Criminal de Parnamirim e com a 12ª Promotoria de Justiça”, destacou a delegada Taís Aires.

A Polícia Civil solicita que as vítimas de roubo praticadas pelos suspeitos que ocupavam o Uno Vivace e que reconheçam os mesmos procurem as delegacias respectivas ou a DHPP. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ana leticia disse:

    A Polícia sabe o que tem que ser feito com cada um desses bandidos. A regra é clara. Assassinos de policial tem que pagar pesado.

  2. Lindomar disse:

    Podem explicar como o tal Gabriel "preso por porte de arma" estava solto? Quem soltou? Quem pagou o advogado? Qual o responsável por sua liberdade?
    Cadê a turma contra a compra de arma para defesa do cidadão? Os bandidos todos armados.
    Bandido pode ter arma, mas o trabalhador tem que aceitar calado e quieto ser roubado e assaltado? Cadê os berros da turma da impunidade que apoiam a bandidagem?

  3. Rico disse:

    Geração PT. Educação um zero à esquerda, só comparada aos países miseráveis da África. O dinheiro da educação foi jogado no lixo.

Polícia Civil captura grupo potiguar suspeito de furtar clientes em supermercados em Fortaleza

Foto: James Tavares/ Secom/Ilustrativa

Uma ação rápida da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), nesse domingo (2), por meio de investigações de equipes dos 2º e 9º Distritos Policiais, com o apoio da Assessoria de Inteligência da Polícia Militar do Ceará (PMCE), resultou na captura de cinco pessoas, todas oriundas do estado do Rio Grande do Norte. Os presos, um homem e quatro mulheres, são suspeitos de furtar clientes de supermercados em atendimento. Os detalhes do trabalho policial foram apresentados, em coletiva de imprensa, na tarde desta segunda-feira (3), na sede do 2º DP, em Fortaleza.

De acordo com a delegada Socorro Portela, responsável pelas investigações, o grupo chegou a Fortaleza, no último dia 30, e desde então cometia crimes na cidade. Eles estavam hospedados em uma pousada no bairro Meireles, na Área Integrada de Segurança 1 (AIS 1). Foram capturados Márcio Daniel Pereira (41), Maria José da Silva (43), Maria Siqueira Sales (19), Priscila Santos de Lima (21) e Érica Ferreira da Silva (21). Todos não registravam antecedentes criminais no Ceará. Com eles, foram apreendidos oito bolsas, 37 peças de roupas femininas, três óculos, quatro folhas de cheques em brancos, 12 cartões bancários em nome de terceiros, dez aparelhos celulares, joias, relógios e a quantia de R$ 946,00. O veículo utilizado pelo grupo, um Voyage, de placas OJT 9181 do Rio Grande do Norte, também foi apreendido.

Ainda conforme Socorro Portela, o grupo cometeu vários crimes em supermercados da Capital cearense. A delegada explicou que as quatro mulheres se passavam por clientes e ficavam procurando vítimas nos estabelecimentos comerciais. Quando encontravam, geralmente mulheres idosas, elas esbarravam na vítima e subtraíram bens de sua bolsa, como cartões de crédito, dinheiro e aparelhos celulares. Ela explicou também que as criminosas observavam as vítimas utilizando os cartões e copiavam as senhas, em seguida, subtraíam os cartões e efetuavam compras. Enquanto as mulheres agiam dentro do comércio, o homem esperava as criminosas dentro do veículo já ligado, para facilitar a fuga deles. “Nós recebemos informes que o grupo estava agindo em diversos supermercados situados nos bairros Aldeota, Cidade dos Funcionários, Meireles, Presidente Kennedy e São Gerardo”, disse Socorro.

O grupo foi abordado por uma composição da PMCE após informações repassadas pela Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). As capturas aconteceram com o apoio da inteligência artificial do Sistema Policial Indicativo de Abordagem (Spia), ferramenta desenvolvida pela SSPDS, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Universidade Federal do Ceará (UFC).

Os presos foram conduzidos para o 9º Distrito Policial onde foram autuados em flagrante por furto qualificado e associação criminosa. A delegada Socorro Portela orienta que vítimas do grupo devem procurar o 2º Distrito Policial, na Aldeota, para registrar a ocorrência.

Denúncias

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) mantém as investigações acerca da atuação do grupo em Fortaleza. A Polícia orienta as vítimas que reconhecerem o grupo a procurarem o 2º Distrito Policial para formalizar um procedimento na delegacia. A sede do 2º DP fica na Rua Costa Barros, 1971, no bairro Aldeota. Para mais informações, o telefone de contato da delegacia é (85) 3101-1147.

FOTO: Polícia Civil procura suspeitos de roubo de R$ 25 mil de posto de combustíveis em Pium, na Grande Natal

Foto: Montagem/Polícia Civil

A Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (DEFUR) pede ajuda da população, no envio de informações anônimas, para identificar quem são dois homens que aparecem em imagens de câmeras de segurança, durante um roubo cometido em um posto de combustíveis localizado em Pium, Parnamirim, no dia 02 de outubro de 2017.

Investigações da Especializada revelam que por volta das 2 horas, dois homens armados invadiram o estabelecimento comercial, localizado à Avenida Joaquim Patrício e renderam o vigilante. O grupo conseguiu arrombar o cofre e roubar R$ 25 mil.

As informações que possam ajudar a Polícia Civil a identificar os suspeitos que participaram do roubo possuem garantia de sigilo e devem ser enviadas para o Disque Denúncia, número 181.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Luciana Morais Gama disse:

    Isso foi em 2017 e só agora a polícia tá procurando. A data tá correta??

FOTO: Polícia Civil prende mulher que ajudou mãe a ocultar cadáver de idoso no interior do RN; vítima foi esquartejada

FOTO: PC/ASSECOM

Uma equipe da 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Pau dos Ferros cumpriu, nesta quinta-feira (30), um mandado de prisão contra Francisca Kassandra de Souza, de 22 anos. Ela foi presa pelo crime de ocultação de cadáver, praticado no ano de 2016, na cidade de Apodi.

Na ocasião, Francisca Kassandra confessou à polícia que ajudou a esconder o corpo de Augusto Fernandes de Freitas, de 71 anos, morto e esquartejado por Francisca Maria, de 38 anos, mãe de Kassandra, com a ajuda de seu então companheiro Maykon Kelly, ambos já presos.

De acordo com os policiais, imagens de câmeras de segurança mostram as duas mulheres entrando na casa da vítima carregando sacolas. Cerca de 20 minutos depois elas saem da casa e carregam com dificuldades uma sacola que, segundo a polícia, são partes do corpo do idoso.

Francisca Kassandra foi conduzida à delegacia e encaminhada à Penitenciária Mário Negócio, em Mossoró, onde permanecerá à disposição da Justiça. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Polícia Civil participa de Operação contra furto de energia em Natal e Areia Branca e prende suspeitos

Policiais civis da Delegacia Municipal de Areia Branca e da 9a. Delegacia de Polícia Civil de Natal prenderam três suspeitos por furto de energia elétrica, nessa terça-feira (28) e quarta-feira (29), nas cidades de Areia Branca e Natal. As prisões são decorrentes da “Operação Varredura”, realizada em parceria com a Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern).

Na última terça-feira (28), duas pessoas foram presas na cidade de Areia Branca e a Cosern desativou 35 ligações clandestinas. Nessa quarta-feira (29), equipes técnicas da Cosern identificaram e desativaram, com apoio da Polícia Civil, 18 ligações clandestinas de energia que abasteciam residências na Travessa Industrial, Jardim Progresso, no bairro de Nossa Senhora da Apresentação, Zona Norte de Natal. Durante a ação, uma pessoa foi presa.

Nestes primeiros cinco meses do ano, a “Operação Varredura” realizou 23.119 inspeções, identificou e desativou 2.809 ligações clandestinas e prendeu sete pessoas em todo estado. Dados da Cosern demostram que a energia recuperada até agora daria para abastecer, por exemplo, Macaíba por 30 dias ou Patu durante 01 ano.

O furto de energia elétrica, conhecido como “gato”, é crime previsto no artigo 155 do Código Penal e a pena para o responsável pela fraude pode chegar a 04 (quatro) anos de reclusão.

A população pode colaborar com a “Operação Varredura” denunciando as fraudes, de forma anônima e segura, pelo Disque-Denúncia 181, pelo telefone 116 ou no site da Cosern.

Polícia Civil prende suspeito de ter matado ex-esposa no interior do RN

Uma investigação da Delegacia Municipal de João Câmara resultou na prisão, na noite dessa terça-feira (28), de Anderson Cleiton Bezerra da Silva, 38 anos, conhecido como Dico, suspeito de ter matado a ex-esposa Februska Emanuely Ferreira, no dia 17 de abril deste ano, na cidade de João Câmara. O suspeito foi preso ao apresentar-se no plantão da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (DEAM) Zona Norte de Natal.

Anderson Cleiton foi detido em cumprimento a um mandado de prisão expedido pela Vara Única da Comarca de São Bento do Norte. No mesmo dia do crime, a Justiça deferiu o mandado de prisão, porém o suspeito havia fugido da cidade, logo após o cometimento do crime e estava sendo procurado pela Polícia Civil.

Investigações feitas pela Polícia Civil revelaram que ele primeiramente fugiu para Acari, permanecendo três dias dentro do mato. Após isso, foi em direção a Caicó e se desfez da arma de fogo no percurso, jogando-a dentro de um açude. Na sequência, Anderson Cleiton se deslocou de bicicleta pelo Nordeste, passando por vários Estados. Porém, na noite dessa terça-feira (28), ele decidiu se entregar a Polícia Civil.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

FOTO: Polícia Civil prende dois por tráfico de drogas no interior do RN e apreende “pés de maconha”

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Policiais civis da 9ª Delegacia Regional de Polícia deram cumprimento, na manhã dessa terça-feira (28), a mandados de busca e apreensão em desfavor de Carlos Daniel Souto Dantas. Na residência dele, foram apreendidos alguns “pés de maconha”. Rauene da Costa Lourenço também estava no local. Ambos foram autuados em flagrante pelo crime de tráfico de drogas.

Eles foram presos durante a Operação Cronos II, que foi deflagrada em todo o país, com o objetivo de prender investigados por crimes de homicídios e feminicídio. No Rio Grande do Norte, a operação resultou na prisão de 85 pessoas e na apreensão de seis adolescentes. Entre as prisões efetivadas, 25 foram por homicídios (tentados ou consumados), 18 por tráfico de drogas, 25 por roubo/furto (sendo um latrocínio), cinco por posse de arma de fogo, três por violência doméstica e cinco por estupro.

Carlos Daniel e Raune da Costa foram conduzidos à delegacia e encaminhados ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça.

FOTO: Polícia Civil prende dupla e fecha laboratório clandestino de anabolizantes na Zona Norte

FOTO: PC/ASSECOM

Policiais civis da Delegacia de Narcóticos de Natal (DENARC) deflagraram, na manhã desta quarta-feira (29), a Operação Hipertrofia, dando cumprimento a dois mandados de prisão preventiva e um de busca e apreensão. Durante as diligências, em imóvel situado na zona Norte da capital, os policiais localizaram e fecharam um laboratório clandestino de fabricação de anabolizantes.

Foram presos, em cumprimento aos mandados e também em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e crime contra a saúde pública: Stuart Rodrigues Vieira, 24 anos, e Gleyciliane Bezerra da Silva, 24 anos, proprietários do laboratório.

A operação é resultado de uma investigação realizada pela DENARC. O casal era investigado desde o começo deste ano, quando foram apreendidas, na sede dos Correios de Natal, várias caixas contendo substâncias anabolizantes que seriam destinadas aos compradores residentes em outros Estados.

Na residência, foram encontrados diversos insumos, matérias-primas, frascos e etiquetas com marcas da empresa clandestina gerenciada por eles, destinados à fabricação de anabolizantes, além destas substâncias em suas variadas composições, já preparadas e prontas para a comercialização. Este é o segundo laboratório clandestino de fabricação de anabolizantes que a Delegacia de Narcóticos desarticula nos últimos três meses.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.