Polícia Civil prende três policiais militares lotados na Grande Natal suspeitos de envolvimento no homicídio do jovem Gabriel

 Foto: Cedida pela família

Policiais civis da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) deram cumprimento, nessa quinta-feira (17), em desdobramentos da Operação “Romanos 12:19”, a mandados de prisão temporária em desfavor de três investigados pelo crime de homicídio que vitimou o jovem Giovani Gabriel de Souza Gomes. As diligências resultaram na prisão de três policiais militares e na renovação da prisão temporária de outro policial militar, que havia sido preso no dia 19 de agosto deste ano. Os quatro suspeitos são lotados no município de Goianinha.

A investigação revelou que após um roubo de um veículo pertencente ao irmão do policial militar suspeito (sargento), ocorrido em Parnamirim, foram acionados colegas para dar apoio ao seu irmão na recuperação do veículo, que possuía rastreador. Diversos policiais foram contactados para atender a ocorrência, deslocando-se até a região onde apontava o GPS. Ao longo das buscas, uma guarnição da Polícia Militar (PM) chegou ao local onde o veículo estava, presenciando o momento no qual os criminosos estavam retirando os pertences do veículo.

Os suspeitos do roubo, ao visualizarem a viatura, fugiram pela região de mata. Os policiais deram continuidade às buscas, ingressando na mata. No local, alguns policiais militares abordaram o jovem “Gabriel” e se certificaram de sua história. Após alguns momentos de detenção, eles liberaram o jovem. Ao sair da região de mata, Giovani Gabriel foi visto por populares que passavam com seu veículo pelo local e avisaram a uma outra viatura que também realizava as buscas no local.

Nessa viatura, estavam os três cabos presos nesta quinta-feira (17), que haviam sido acionados pelo sargento. Os militares então abordaram o jovem Gabriel, que chegou a informar aos policiais que já havia sido liberado pela outra viatura; mas, mesmo assim, o jovem foi colocado na mala do veículo, sendo este o último momento em que foi visto com vida.

As investigações apontam que os três policiais executaram a vítima e se deslocaram até o município de São José do Mipibu, onde deixaram o corpo, que foi encontrado no dia 14 de junho, em uma região de mata na comunidade Pau Brasil, a 30 km de Natal e a 20 km de Parnamirim.

De acordo com as investigações, os três cabos que estavam na viatura, desde o momento que abordaram o jovem Gabriel, mantiveram um estreito processo de comunicação com o sargento, irmão da vítima do crime de roubo em Parnamirim. Tal comunicação indica o conhecimento dos fatos e participação ativa na prática do crime de homicídio, pois, ainda de acordo com as investigações, o sargento chegou a agradecer aos três cabos presos, em grupo de WhatsApp, todo o apoio prestado.
Dois dos policiais estavam de serviço e foram presos após se apresentarem ao Comando Geral e o terceiro suspeito foi preso em sua residência. Dessa forma, foram identificados e presos todos os envolvidos no homicídio de Giovani Gabriel. Com a prorrogação da cautelar, o Inquérito deve ser concluído no prazo de 30 (trinta) dias, restando pendente apenas os laudos periciais e a análise de dados para a finalização da investigação.

Sobre o caso

Giovani Gabriel foi visto pela última vez na manhã do dia 5 de junho deste ano, quando saiu de casa no bairro Guarapes, em Natal, para ir de bicicleta à casa da namorada em Parnamirim. Na semana seguinte ao desaparecimento, os policiais civis chegaram a encontrar suas sandálias e a bicicleta em uma área de vegetação em Parnamirim, próxima à casa da namorada. O corpo do jovem Gabriel foi encontrado no dia 14 de junho, em uma região de mata na comunidade Pau Brasil, em São José de Mipibu – a 30 km de Natal e a 20 km de Parnamirim. De acordo com as investigações, o crime de homicídio provavelmente ocorreu logo após o jovem Gabriel ser confundido com um suspeito da prática de um crime de roubo de um veículo, no bairro de Emaús, no município de Parnamirim.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lucis disse:

    Se fosse filho de rico a mídia já estaria fazendo pressão.Lamentavel a morte desse rapaz

  2. Hildo disse:

    Aí é briga de cachorro grande. Puliça x puliça.

  3. Dede Costa Gournnon disse:

    Lamentável o assassinato desse rapaz, que seja feita justiça e os culpados paguem pelo crime dentro dos limites da lei, chega de impunidade. Vidas de moradores de bairros populares importam.

  4. Entregador De Pizza disse:

    Aguardando a Associação dos praças emitir uma nota e os comentários dos patriotas…

  5. Sergio disse:

    Até que enfim Se fosse um filhinho do papai, o clamor seria grande…

VÍTIMA DE ABUSO DOS 4 AOS 10 ANOS: Polícia Civil prende condenado por estupro de vulnerável em Natal

Foto: Ilustrativa

Policiais civis da Delegacia Especializada de Defesa da Criança e do Adolescente (DCA) deram cumprimento, nesta quarta-feira (16), a um mandado de prisão em desfavor de um homem de 70 anos. O mandado de prisão, decorrente de sentença condenatória, foi expedido pela 15ª Vara Criminal da Comarca de Natal.

O autor dos abusos sexuais mantinha, na época dos fatos, um relacionamento amoroso com a avó da vítima. De acordo com as investigações, os estupros começaram a ser praticados quando a vítima tinha 4/5 anos e perduraram até os 6/7 anos. Além disso, foi concluído que ocorreram episódios pontuais da prática do crime quando a vítima tinha 10 anos de idade, ocasião na qual foram realizadas as denúncias, no ano de 2017.

O homem foi condenado a uma pena de 9 anos e 4 meses. Ele foi conduzido até a delegacia e encaminhado ao sistema prisional, onde permanecerá à disposição da Justiça.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

VÍDEO: Polícia Civil divulga imagens de câmeras de segurança e procura suspeitos por roubo de carro na Zona Sul de Natal

 

Ver essa foto no Instagram

 

Policiais civis da Delegacia Especializada de Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (DEPROV) divulgaram, nesta quarta-feira (16), imagens do sistema de câmeras de segurança que podem auxiliar na identificação dos suspeitos da prática do crime de roubo, praticado por volta das 12h15, no dia 11 deste mês, na rua Beatriz Ramalho, em Candelária, na Zona Sul de Natal. Os três suspeitos que aparecem no vídeo, caminhando na rua do crime, conseguiram subtrair da vítima um veículo da marca “Chevrolet”, modelo “Cobalt 1.4 LT”, de cor “Bege”. A Polícia Civil solicita que a população envie informações, de forma anônima através do Disque Denúncia 181, que possam auxiliar na identificação dos três homens que aparecem nas imagens. Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Uma publicação compartilhada por Blog do BG (@blogdobg) em

Policiais civis da Delegacia Especializada de Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (DEPROV) divulgaram, nesta quarta-feira (16), imagens do sistema de câmeras de segurança que podem auxiliar na identificação dos suspeitos da prática do crime de roubo, praticado por volta das 12h15, no dia 11 deste mês, na rua Beatriz Ramalho, em Candelária, na Zona Sul de Natal.

Os três suspeitos que aparecem no vídeo, caminhando na rua do crime, conseguiram subtrair da vítima um veículo da marca “Chevrolet”, modelo “Cobalt 1.4 LT”, de cor “Bege”.

A Polícia Civil solicita que a população envie informações, de forma anônima através do Disque Denúncia 181, que possam auxiliar na identificação dos três homens que aparecem nas imagens.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Armário porto mirim flat. disse:

    A bandidagem aumentou muito no governo do PT.Isso é fato.

  2. djailson disse:

    aviso aos motoristas se alguém for pra frente de seu carro na rua na duvida bote por cima. exceto policias .

Polícia Civil prende em hospital em Natal suspeito por roubo e duas tentativas de latrocínio

Policiais civis da Delegacia Municipal de Macaíba prenderam em flagrante, nesta segunda-feira (14), Ricley Natan Alves Silva, 18 anos. Ele foi preso, em um hospital em Natal, pela suspeita da prática dos crimes de roubo majorado, de uma moto, e por duas tentativas de latrocínios, uma delas praticada durante o roubo de um carro, em Macaíba.

Segundo as investigações, o suspeito teria praticado o primeiro roubo, no qual subtraiu a moto, ainda na noite deste domingo (13), por volta das 23h50 na altura da rodovia BR 304, após a rotatória, próximo a um posto de combustível, na Zona Urbana de Macaíba. Conforme registrado pela vítima, o suspeito, acompanhado de um segundo homem (ambos portando armas de fogo), teriam subtraído a motocicleta dela, afirmando que “precisavam do veículo para praticar outros roubos e executarem inimigos”.

Logo após, com a moto roubada, tentou praticar o mesmo crime para subtrair um veículo, já por volta das 00h15 desta segunda-feira (14), na rua Olímpio Maciel, no Centro de Macaíba. Na ocasião, a vítima foi abordada pela dupla de suspeitos, sendo rendida mediante ameaça com arma de fogo, mas esboçou reação e fugiu, sendo alvejada por um disparo de arma de fogo que acertou suas costas, transfixou seu ombro e atingiu seu braço esquerdo, mas, ainda assim, conseguiu fugir.

Ricley Natan já era investigado pela equipe de policiais civis da Delegacia de Macaíba por suspeita de integrar uma facção criminosa, tendo sido identificado por vítimas como autor de, pelo menos, dois crimes na noite deste domingo (13) e madrugada desta segunda (14). Além disso, após a prisão do suspeito, uma terceira vítima compareceu à delegacia e reconheceu o Ricley Natan, afirmando que teria sido ele o autor de um disparo de arma de fogo sofrido pela vitima, após luta corporal em defesa própria, pois o suspeito anunciou assalto, exigindo seu dinheiro, relógio e celular.

Informações anunciavam que um dos suspeitos estava alvejado por disparos de arma de fogo, após um confronto armado na região de Macaíba, e que esse suspeito teria procurado o hospital para tratamento. Após diligências, os policiais civis conseguiram localizar o suspeito no hospital Walfredo Gurgel e, quando assinava sua alta hospitalar, foi preso em flagrante pelos crimes de roubo majorado e tentativa de latrocínio.

Foi denunciado, ainda, que outros crimes foram praticados pelos suspeitos, inclusive, pessoas alvejadas por disparos de fogo, o que já está sendo investigado pela Polícia Civil. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando denúncias anônimas pelos números 181 ou pelo 98114-4042 (Delegacia Municipal de Macaíba).

http://www.policiacivil.rn.gov.br/Conteudo.asp?TRAN=ITEM&TARG=240029&ACT=&PAGE=&PARM=&LBL=NOT%CDCIA

Com Fundação Getúlio Vargas escolhida para realização, concurso da Polícia Civil do RN terá 301 vagas

Foto: Reprodução

Em cumprimento a um compromisso do Governo do Estado, mais um passo foi dado para a realização do concurso público da Polícia Civil do Rio Grande do Norte (PCRN). Para dar celeridade ao processo, a governadora Fátima Bezerra determinou que a responsabilidade pela condução deste trâmite fosse da própria PCRN. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (11) e o edital deverá sair até o dia 31 de outubro. O último certame ocorreu há mais de 10 anos, em 2008.

Para a gestora do Estado, a decisão foi acertada: “A ampliação do efetivo contribuirá para que a Polícia Civil cumpra suas funções de forma ainda mais eficaz”, ressaltou Fátima Bezerra, para completar: “Nosso compromisso com a segurança pública é reafirmado diariamente, mas a realização deste concurso público é um marco para a instituição e um grande avanço para toda sociedade potiguar”.

Segundo a delegada-geral Ana Cláudia Saraiva a escolha da banca examinadora se deu após criteriosa pesquisa mercadológica, avaliações realizadas pela Comissão Permanente de Licitação da Instituição e a aprovação da Comissão Especial do Concurso, quando o inteiro teor da justificativa apresentada foi acatado. “Decidimos escolher a Fundação Getúlio Vargas (FGV) para realizar o certame porque acumula 73 anos de experiência e respeitabilidade no mercado. Até o edital, teremos muitos passos que estão sendo efetivados com muita celeridade em cumprimento ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC)”, declarou.

Serão disponibilizadas 301 vagas: 47 para delegados, 24 para escrivães e 230 para agentes. Segundo a Comissão Especial do Concurso, a princípio, haverá reserva de vagas para deficientes em todos os cargos, em razão da exigência da lei. Em relação às datas previstas para inscrições e demais etapas pertinentes acerca das convocações, por exemplo, estarão especificadas no edital. Quanto às datas de avaliações, as previsões poderão ser definidas apenas após revogação do decreto com restrições em virtude da pandemia. Já quanto à convocação, a previsão é que ocorra no ano de 2022.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Napoleandro disse:

    Segurança pública é caro mesmo

  2. Ozir disse:

    Fátima espere fazer essas contratações depois da reforma administrativa, pois com isso o RN economizara bastante dinheiro.

  3. Lauro disse:

    Já disse aqui que Estado está falido. Se o governo colocar salário inicial de 2 mil para Agente e 4 mil para Delegado, vai aparecer candidatos de sobra, pois o desemprego está grande e no setor privado, pessoal que trabalha com segurança ganha nessa faixa. Fazendo isso o governo economizará bilhões nos próximos 30 anos. Para que pagar mais se vc pode pagar menos?

  4. Márcio de Souza Junior disse:

    Eu quero ..

  5. Francisco Alves disse:

    Uma piada! Em 2010 haviam pouco mais de 1.400 policiais civis, e a defasagem no efetivo já era de cerca de 4.000 policiais. Durante esse período o concurso sequer serviu, para repor as vagas devido às aposentadorias. Enquanto a população e o número de criminosos aumentam assustadoramente a Polícia Civil definha.

    • Júlio disse:

      Definha porque esse pessoal se aposenta com quarenta e poucos anos e ganham uma fortuna comparado com a renda per capita do RN. Assim o custo fica tão alto que o governo fica sem condições de manter o aparato policial caríssimo. Hoje temos mais policiais aposentados do que trabalhando.

  6. Brasil disse:

    Já em 2022? Rápido! Kkkk

LATROCÍNIO: Polícia apreende adolescente suspeito de atirar e matar estudante de 18 anos durante assalto em Natal há um ano

Foto: Heloísa Guimarães/Inter TV Cabugi

Policiais civis da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) deram cumprimento, no começo da manhã desta quinta-feira (10), a um mandado de busca e apreensão de adolescente e mandados de busca e apreensão em imóveis. Na ocasião, um adolescente de 17 anos foi apreendido pela prática de ato infracional análogo ao crime de latrocínio contra Arthur Lima de Oliveira, ocorrido em setembro de 2019, no bairro Alecrim, localizado na capital potiguar.

As diligências foram realizadas em um imóvel situado na comunidade do Paço da Pátria, na Zona Leste de Natal. Além da apreensão do adolescente, dois mandados de busca e apreensão em imóveis foram cumpridos, porém não houve material apreendido. O coautor do latrocínio, Eudes Leonardo de Lima, preso em flagrante à época do fato, já foi julgado pelo Juízo da 5ª Vara Criminal da Comarca de Natal e condenado a uma pena de 26 anos de reclusão pelo crime cometido.

As investigações revelaram que o adolescente apreendido, nesta quinta-feira (10), foi o autor do disparo que provocou a morte da vítima. Diversas tentativas de captura do adolescente já haviam sido feitas anteriormente. Na próxima semana, no dia 18 de setembro, completará um ano do falecimento de Arthur Lima e as equipes da Polícia Civil estavam intensificando as buscas pelos envolvidos no crime.

O adolescente foi encaminhado ao Centro de Recuperação de Adolescentes, para cumprimento da internação provisória. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. JR disse:

    Adolescente não, BANDIDO, MARGINAL !

  2. Incubado porto mirim vilagge flat disse:

    PT defende bandido.

  3. João Juca Jr disse:

    Em três anos estará livre para cometer mais crimes, uma vez que o "infrator" é protegido pelo ECA. E viva a impunidade.

Polícia Civil prende suspeita por lesão corporal e maus tratos contra idosa em Natal

Foto: Ilustrativa

Policiais civis da 2ª Delegacia de Polícia (DP) de Natal prenderam em flagrante, nessa terça-feira (08), Luciana Pereira Rodrigues, 42 anos, pela suspeita da prática dos crimes de lesão corporal e maus tratos contra idoso. Segundo as investigações, o crime teria ocorrido por volta das 12h. Logo depois, a vítima, que é uma idosa, foi, acompanhada de seu filho, até a delegacia para prestar queixa, onde foram apresentadas as lesões corporais, motivo pelo qual a suspeita foi presa em flagrante em seu apartamento, no bairro Praia do Meio, na Zona Leste de Natal.

Ainda segundo as investigações, realizadas pela equipe da 2ª DP, a idosa já havia sofrido violências físicas duas vezes, somente no último final de semana, possivelmente praticadas também pela mesma agressora, sua nora. Luciana Pereira foi conduzida até a delegacia e encaminhada ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Polícia Civil realiza fiscalização em sucatas e oficinas em Natal e região, e registra interdição na Zona Norte

Foto: Reprodução

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte, por meio da Delegacia Especializada de Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (DEPROV), com apoio do Corpo de Bombeiros, deu continuidade, nesta quinta-feira (03), a Operação “Sucata”, com o objetivo de fiscalizar sucatas e oficinas em Natal e na Região Metropolitana.

Além disso, a ação visa cadastrar e investigar a atividade específica de vendas de peças e veículos, promovendo ainda consultas sobre a numeração dos sinais identificadores contidos nas peças encontradas nas oficinas.

Nesta quinta-feira (03), uma grande sucata e oficina de motos da Zona Norte, localizada no bairro Potengi, foi interditada e proibida de continuar o seu comércio, por infringir várias normas estaduais.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

FOTO: Polícia Civil deflagra Operação “Estrondo” e prende sete suspeitos na Zona Sul de Natal

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Policiais civis da Delegacia Especializada de Narcóticos (DENARC) deflagraram, na manhã desta sexta-feira (31), a Operação “Estrondo”, que resultou no cumprimento de 14 mandados de busca e apreensão, sendo nove deles na região de Ponta Negra, Zona Sul de Natal. As diligências foram deflagradas após trabalho investigativo realizado ao longo de três meses.

Foram presos em cumprimento a mandados de prisão: Alexandre Dionísio Cordeiro Costa, Gleyson Erasmo Silva do Nascimento, Erick Sales Da Silva, mais conhecido como “Bulldog”, Ruan Brayan de Oliveira e Francisco Tales de Oliveira Pinto, que também foi autuado em flagrante delito por porte ilegal de arma de fogo.

Geany Maria da Costa e Andreza Pereira Ribeiro foram autuadas em flagrante e delito pela suspeita da prática do crime de tráfico de drogas. Além disso, foram lavrados dois Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs) por posse de droga para uso pessoal.

O nome da operação,“Estrondo” faz referência à antiga denominação do Morro do Careca, que, antigamente, era conhecido como “Morro do Estrondo”. Os suspeitos foram conduzidos até a delegacia e encaminhados ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. thiago barbosa disse:

    essa área da vila de ponta negra próximo ao morro do careca é dominada pelo tráfico, todo mundo sabe disso, a PM deveria fazer alguma coisa,,,,

  2. PARABÉNS PC disse:

    Temos que tirar o chapéu para os operadores de segurança do RN. Os resultados surpreendem mesmo com os efetivos abaixo do necessário.

Polícia Civil prende na Zona Sul de Natal suspeito de roubo a banco na PB

Policiais civis da 5ª Delegacia de Polícia (DP) de Natal prenderam, nesse sábado (25), Plínio Tavares Miranda, 43 anos. A prisão aconteceu em um restaurante localizado no conjunto Pirangi, bairro Neópolis, na Zona Sul de Natal, em cumprimento a um mandado de prisão expedido pela Comarca de João Pessoa/PB.

Plínio Tavares é suspeito da prática de roubo a banco, no Estado da Paraíba. A prisão aconteceu após o recebimento de denúncias anônimas. Ele foi conduzido até a delegacia e encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Investigação da Polícia Civil do RN resulta em prisão de suspeito por duplo homicídio em bar da Zona Sul de Natal

Foto: Ilustrativa

Uma investigação da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) resultou na prisão do sargento reformado da Marinha Marcelo Ronaldo da Silva Gomes, 38 anos, na manhã desta quarta-feira (22). Ele foi preso quando estava em Aracaju, pela equipe da Polícia Interestadual (Polinter) da Polícia Civil de Sergipe, que recebeu informações da Polícia Civil do RN.

De acordo com informações levantadas pela DHPP, Marcelo Ronaldo é suspeito de ter assassinado Alysson Anderson de Alencar, 32 anos, e Júlio César Sales de Nunes, 24 anos, na noite do dia 03 de junho deste ano, quando as vítimas estavam em um bar, localizado na Zona Sul de Natal. Além destes dois homicídios, o suspeito é investigado pelo cometimento de outros crimes no Rio Grande do Norte e em outro estado.

O suspeito será recambiado para o Rio Grande do Norte. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

FOTO: Polícia Civil divulga retrato falado de suspeito de crime sexual na Zona Sul de Natal

Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Delegacia Especializada em Defesa da Criança e do Adolescente (DCA) solicita que a população envie informações anônimas que possam colaborar para que a Polícia Civil localize um suspeito de ter praticado um crime sexual contra vulnerável, em Natal. Na manhã desta terça-feira (21), a Especializada divulgou um retrato falado elaborado pelo Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP).

O crime ocorreu na madrugada do dia 01 de junho deste ano, próxima a área de um supermercado, localizado no bairro Capim Macio, em Natal. De acordo com o laudo do ITEP, o suspeito é de cor parda, com idade entre 25 e 30 anos, altura de 1,75m, cabelos de cor preta, olhos de cor castanho escuro, nariz largo, usa barba.

Qualquer informação que possa ajudar a Polícia Civil a localizar o suspeito pode ser enviada, de forma anônima e com garantia do sigilo, para o Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

FOTOS: Após denúncias, Polícia Civil resgata três cães em situação de maus-tratos na Grande Natal

Fotos: Divulgação/Polícia Civil

Policiais civis da Delegacia Especializada em Defesa ao Meio Ambiente (DEPREMA) saíram em diligências, nessa quinta-feira (16), para conferir cinco denúncias. Somente duas delas não configuravam maus-tratos. As diligências resultaram no resgate de três cães que estavam em situação de maus-tratos e abandono.

Os policiais da Deprema realizaram as diligências nos bairros do Alecrim, em Natal, Cajupiranga, em Parnamirim, e no município de São Gonçalo do Amarante. Durante a ação, dois imóveis foram fiscalizados, mas, os animais não estavam em situação de maus-tratos.

Segundo as investigações, o cão resgatado no bairro do alecrim, na Zona Leste de Natal, estava há, aproximadamente, dois anos em um espaço muito pequeno (mesmo local onde comia, fazia suas necessidades fisiológicas – sem nenhuma limpeza do ambiente). Além disso, constatou-se que o animal estava por todo esse período, sem tomar banho.

No bairro de Cajupiranga, em Parnamirim, e no município de São Gonçalo do Amarante, os cães resgatados se encontravam em condição de abandono; sem receber os devidos cuidados, também sendo alimentado por vizinhos. Todos os três animais resgatados foram encaminhados para a Associação de Proteção aos Animais (ASPAN), onde estão recebendo os tratamentos veterinários necessários e ficarão aguardando no local, disponíveis para adoação.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Xha do Amazonas disse:

    Muito triste! Tem que se punir os responsáveis por esses atos!

  2. Zé do Seridó disse:

    É a pior espécie que existe na planeta terra, a praga do ser humano. Esse vírus poderia fazer um favor, varrer essa raça e deixar a terra apenas nas mãos dos animais “racionais”.

  3. Neco disse:

    Esse tal de "em situação de" é o novo "a nível de".

Polícia Civil do RN institui o Núcleo de Investigação sobre Pessoas Desaparecidas (NIPD)

Diretamente vinculado à Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), o NIPD dará celeridade aos processos investigativos referentes aos desaparecimentos

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte instituiu o Núcleo de Investigação Sobre Pessoas Desaparecidas (NIPD), com atribuição para realizar procedimentos policiais visando investigar o desaparecimento de pessoas, executar e/ou difundir pedidos de localização de pessoas desaparecidas, na Capital Potiguar e na Grande Natal. O NIPD será vinculado diretamente à Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), sendo coordenado pelo diretor da divisão. A portaria referente à instauração do núcleo foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), na edição desta quinta-feira (16).

Dentre as funções que ficarão a cargo do núcleo estão: coordenar a distribuição, bem como realizar procedimentos policiais para investigar o desaparecimento de pessoas no município de Natal e da Grande Natal; solicitar informações às Diretorias e/ou Divisões que atuam diretamente com a atividade-fim, visando à consolidação de banco de dados em relação às investigações acerca dos desaparecimentos, de forma a manter sempre atualizado o correspondente arquivo.

Além disso, o NIPD será o responsável por acompanhar, orientar, integrar, monitorar, supervisionar, dar apoio e aperfeiçoar todas as investigações decorrentes de pessoas desaparecidas, respeitada a atuação da autoridade que preside a respectiva investigação; promover, com a orientação prévia da Secretaria Executiva e de Comunicação Social da Polícia Civil (SECOMS) o fornecimento e a divulgação de informações concernentes à localização de pessoas desaparecidas; expedir os atos necessários ao bom funcionamento do Núcleo, nos limites de suas atribuições; e disponibilizar apoio logístico, estrutura e condições de trabalho para o funcionamento do núcleo;

Os inquéritos policiais instaurados que estejam sendo conduzidos pela Delegacia Especializada de Capturas (DECAP) deverão ser encaminhados para o NIPD, ficando a cargo do Diretor da DHPP adotar as providências internas cabíveis no que tange à designação da presidência dos respectivos inquéritos, sem prejuízo das medidas necessárias por parte da Diretoria de Polícia Civil da Grande Natal (DPGRAN) para a efetivação deste encaminhamento.

Segundo a delegada-geral, Ana Cláudia Saraiva, o NIPD vem para reforçar os princípios fundamentais assegurados na Constituição Federal, em especial a dignidade da pessoa humana, no que se refere ao direito da localização de pessoas desaparecidas. “Após estudos, chegamos à conclusão que as atividades investigativas para localização dos desaparecidos são mais atinentes às atribuições das unidades policiais vinculadas à Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP). Por isso, são grandes as expectativas que, diante desta mudança, seja possível uma melhor estrutura e condições de trabalho para todos os nossos policiais civis e um retorno ainda mais satisfatório à sociedade”, destacou a delegada-geral.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Heytor George disse:

    Enquanto isso , o Governo do Estado, vai "empurrando com a barriga" o concurso público da policia civil, é criando delegacias especializadas sem ter o mínimo de efetivo.

FOTOS: Polícia Civil apreende quase 900 litros de querosene de aviação furtados do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante

Fotos: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil deflagrou, na noite desta quarta-feira (15) e finalizou na manhã desta quinta-feira (16), uma operação que resultou na apreensão de aproximadamente 900 litros de querosene de aviação que foram subtraídos do Pool de Abastecimento do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante. Durante a ação, cinco suspeitos foram presos em flagrante, sendo três reabastecedores de combustíveis e dois homens que seriam os receptadores do produto subtraído.

A Operação foi desencadeada a partir de uma investigação realizada pela Delegacia Municipal de São Gonçalo do Amarante. Para a realização das prisões e apreensão de todo o material delituoso foi realizada uma ação conjunta, que contou com o trabalho de policiais civis da Delegacia Geral Adjunta (DGA), 5ª. Delegacia de Polícia, Diretoria de Polícia Civil da Grande Natal (DPGRAN), 1ª. e 9ª. Delegacia Regional de Polícia Civil (DRPC) e Delegacia Especializada em Acidente de Veículos (DEAV).

“As investigações revelaram que o combustível estaria sendo furtado com o auxílio de reabastecedores, os quais estariam subtraindo uma média de 400 litros de combustível por semana. Ainda não temos uma estimativa exata do valor total do prejuízo que foi causado”, detalhou o delegado geral-adjunto, Odilon Teodósio.

Mandados de busca e apreensão foram cumpridos em São Gonçalo do Amarante. Durante a ação, os policiais prenderam em flagrante três reabastecedores de combustíveis, Ericarlos Aldo de Medeiros Assunção, Carlos Eduardo Assunção de Barros e Silvino Guedes dos Santos, que responderão pelos crimes de furto qualificado e associação criminosa.

Em duas residências localizadas em Parnamirim, os policiais prenderam em flagrante dois suspeitos de serem os receptadores do combustível furtado. Em uma casa, localizada no bairro Rosa dos Ventos, os policiais civis prenderam João Alexandre Freitas e com ele, os policiais apreenderam várias embalagens contendo combustível. “Ele será indiciado pelos crimes de receptação qualificada, associação criminosa e contrabando”, detalhou o delegado titular da Delegacia Municipal de São Gonçalo do Amarante, Valtair de Paiva.

Um outro suspeito de também ser receptador foi preso no bairro Santa Teresa, em Parnamirim. Dorgival Vieira de Lima Filho foi preso em flagrante com uma parte do material subtraído e um caminhão. Ele responderá pelos crimes de associação criminosa e receptação. Os policiais também apreenderam uma caminhonete modelo Amarok, que estava na posse de Carlos Eduardo.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bela disse:

    É muita gente desonesta nesse país

  2. Antonio Turci disse:

    Parabéns para nossa Polícia Civil.

  3. ORGULHO POTIGUAR disse:

    A Polícia Civil do RN é uma das menores em efetivo, e das maiores em resultados. Parabéns!

  4. Luciana Morais Gama disse:

    E aí tem que provocar o MINISTÉRIO PÚBLICO DO MEIO AMBIENTE, já que eles nessa operação também poluíam o local onde guardavam e manuseavam o querosene desviado, e até mesmo o lençol freático.

FOTOS: Após investigações que duraram aproximadamente um ano, Polícia Civil do RN deflagra operação “Alligator”, prende oito suspeitos e sequestra bens estimados em R$ 2 milhões

Fotos: Divulgação/Polícia Civil

A Delegacia Especializada em Narcóticos (DENARC), com apoio de outras unidades da Polícia Civil do RN, deflagrou, nesta quarta-feira (15), a Operação “Alligator”, que resultou no cumprimento de nove mandados de busca e apreensão e oito mandados de prisão temporária, além de mandados de sequestro de imóveis, veículos e cavalo de raça. As investigações, que duraram aproximadamente um ano, tinham como foco desmantelar uma organização criminosa voltada para o tráfico de drogas interestadual e recuperar bens adquiridos ilicitamente, por meio da lavagem de capitais.

A organização criminosa se notabilizou pela produção e venda em larga escala de cocaína, que tinha como característica a gravação em sua superfície do símbolo de um jacaré, referência a grife francesa de vestuário “Lacoste”. Segundo as investigações, essa conduta é típica dos cartéis internacionais de drogas, especialmente no México, onde os traficantes colocam sua “marca” para indicar a origem e a qualidade do entorpecente que produzem e comercializam.

Dentre os presos temporários, está Fernando Henrique, mais conhecido como “Fernandinho Lacoste”, suspeito de chefiar a organização criminosa e de juntar sistematicamente, durante vários anos de atuação nesse ramo ilícito, um elevado patrimônio constituído de apartamentos e veículos de luxo, granja, jet ski, quadriciclos e cavalos de raça. Grande parte deste patrimônio foi sequestrado nesta operação, totalizando, aproximadamente, 2 milhões de reais em bens. Ainda durante o cumprimento de mandado de busca e apreensão em um dos imóveis de Fernando Henrique, foi apreendida a quantia de R$ 43 mil reais de dinheiro em espécie.

Ainda segundo as investigações, os demais suspeitos que foram presos tinham variadas tarefas na escala de importância da organização criminosa, desde a realização do comércio direto de drogas, até à gerência operacional e financeira do grupo. Dos investigados presos provisoriamente, Ronaldo Morais de Oliveira foi preso em flagrante, pelo crime de posse irregular de arma de fogo e Edileide Camilo de Souza foi presa em flagrante por tráfico de drogas.

Um terceiro investigado, Clebert Freire de Araújo, alvo de mandado de busca e apreensão, também foi preso em flagrante pelo crime de posse irregular de arma de fogo. Foram presos temporariamente: Fernando Henrique Freitas Pereira, mais conhecido como “Fernandinho Lacoste”, Edileide Camilo de Souza, Siro Lira de Medeiros, Ronaldo Morais de Oliveira, Sandro Lira de Medeiros, Edilane Camilo de Souza, Gabriel Darlan Barbosa e Edfranklin do Nascimento.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Paulo disse:

    Trabalho investigativo de excelência, Parabéns à Polícia Civil! 👏👏👏

  2. Manoel C disse:

    Agora deram com força, imagina esses bens leiloados e a grana revertida em benesses para a população afetada…