Polícia Civil prende suspeitos por tentativa de estelionato na zona sul de Natal

Investigações realizadas pela Delegacia Especializada em Falsificações e Defraudações (DEFD) resultaram na prisão em flagrante de Dário Rodrigues da Silva, suspeito pela prática do crime de tentativa de estelionato em concurso de pessoas. A prisão aconteceu, na manhã desta quarta-feira (17), em uma agência bancária no bairro de Lagoa Seca, na Zona Sul da capital potiguar, quando o homem tentava realizar um saque no valor de R$1.800,00 portando documentação falsa.

Com o Dário Rodrigues, estava o policial militar Cícero Manoel da Silva Júnior, de 49 anos, que também foi autuado por tentativa de estelionato. Em declarações à polícia, Dário Rodrigues confessou que estava com documentação adulterada em nome e CPF de Abel Adalto de Souza, e com número de RG de outra pessoa nascida no ano de 1928, motivo pelo qual o documento foi apreendido.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. HSA disse:

    Cadê a foto. Estelionatário tem que publicar foto pra que fique conhecido.

Polícia Civil prende suspeito de envolvimento na morte de detento e criança de 3 anos em Parnamirim

É destaque no portal G1-RN. Policiais civis prenderam na manhã desta quarta-feira (17) um homem suspeito de envolvimento na morte de um detento e de uma criança de 3 anos, crime ocorrido na noite dessa terça-feira (16) em Cajupiranga, bairro de Parnamirim, na Grande Natal.

Segundo a reportagem, as vítimas foram baleadas dentro de um carro. O veículo foi perseguido por um outro automóvel, de onde partiram os disparos. O homem morreu na hora. Já a criança, ainda chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no Hospital Deoclécio Marques.

Ainda segundo a reportagem, no carro também estavam a mãe do menino e uma outra criança. A mulher foi ferida no braço, mas não corre risco de morte. A outra criança não foi atingida. Veja mais detalhes aqui

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. PAULO disse:

    Polícia Civil trabalhando muito, parabéns!

Operação da Polícia Civil no Agreste do RN contra facções e tráfico de drogas prende 16 suspeitos e apreende adolescentes

Na manhã desta quarta-feira (17), a 6ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Nova Cruz e policiais militares do 8º Batalhão de Polícia Militar e da 3ª Companhia, deflagraram em Goianinha uma operação que conseguiu prender 16 pessoas e apreender três adolescentes suspeitos de integrarem uma facção criminosa e de praticarem crimes como tráfico de drogas e roubos.

As investigações da Polícia Civil, com auxílio do trabalho da Polícia Militar, duraram três meses e além das prisões, resultou na apreensão de drogas como cocaína, maconha, apetrechos usados no tráfico de drogas e munições, inclusive de calibre restrito.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

FOTO: Polícia Civil deflagra operação contra tráfico de drogas em Parnamirim e prende três pessoas

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Uma investigação da Delegacia Especializada em Narcóticos (Denarc) resultou na deflagração da Operação Depuração, na manhã desta quarta-feira (17), em Parnamirim. Durante a ação, foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão e efetivadas três prisões em flagrante.

A Operação contou com apoio das equipes da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (Defur), Delegacia Especializada em Assistência ao Turista (Deatur), Delegacia Especializada de Capturas (Decap), da 2a. Delegacia de Polícia Civil de Natal e de policiais militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) da Polícia Militar.

Na residência do casal Jonas de Oliveira e Jeniffer de Oliveira, ambos com 33 anos, foram encontrados vários papelotes de cocaína, revólver calibre 38 com munição, balança, sacos para embalar droga e dinheiro fracionado. Na residência de Rafael Maranhão Scoralick, 32 anos, foram achadas porções de maconha e balança de precisão. Os três foram autuados em flagrante delito pelo crime de tráfico de drogas.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Severino Carnegie-Rockfeller disse:

    Quando a imagem que ilustra a matéria apareceu, comecei a rolar a pagina para baixo.
    Já tava pensando que era uma quadrilha de anões.

FOTO: Polícia Civil prende suspeito de participar de homicídio na Zona Sul de Natal

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Policiais civis da Divisão Especializada em Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) prenderam Magno da Silva Leones, 31 anos, na manhã desta terça-feira (16). Ele é suspeito de envolvimento no homicídio de Alexsandro Oliveira de Medeiros, conhecido como “Muganga”, no dia 01 de agosto de 2018, na rua Arapiraca, conjunto Jiqui, bairro Neópolis, zona sul de Natal.

Magno da Silva foi detido quando estava no bairro Cidade da Esperança, Zona Oeste de Natal, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva. Segundo as investigações, ele é apontado como a pessoa que conduzia a motocicleta, na qual estava o autor dos disparos.

A Polícia Civil pede ajuda da população para que envie informações que possam ajudar a identificar e localizar o homem que efetuou disparos contra Alexsandro Oliveira.

O crime – A vítima estava consertando um veículo em frente à oficina do irmão, juntamente com um amigo, quando foi executado em via pública por dois homens que estavam em uma motocicleta.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Mais de R$ 5 milhões: Polícia Civil indicia mulher, sobrinha de promotora aposentada, por estelionato previdenciário contra o Ipern; investigada recebia indevidamente há 14 anos

Uma investigação realizada por policiais civis da Delegacia Especializada de Defesa do Patrimônio Público (DEDEPP) resultou no indiciamento de Maria Helena Câmara Bezerra pela prática do crime de estelionato previdenciário cometido contra o Instituto de Previdência dos Servidores do RN (Ipern). A investigada estava recebendo indevidamente, há 14 anos, a aposentadoria da tia, uma promotora de Justiça que morreu em 2001.

O benefício destinado à tia de Maria Helena continuou sendo depositado na conta da sobrinha até 2014, quando foi suspenso por ordem do MPRN. As investigações tiveram início em 2015, quando aconteceu o censo previdenciário e a promotora foi o único membro do MPRN que não se apresentou para recadastramento.

Durante este período, estima-se que Maria Helena Câmara Bezerra, sobrinha da promotora aposentada, tenha recebido ilegalmente mais de R$ 5 milhões do Ipern. O inquérito policial foi instaurado pela Delegacia Especializada de Defesa do Patrimônio Público (DEDEPP).

Em declarações prestadas à polícia, a investigada alegou acreditar que seria uma pensão por morte que a tia teria deixado para ela e os irmãos.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Joan disse:

    Tá na hora de fazer um pente fino nesses órgãos todos, certamente encontrarão muita gente de bem recebendo ilegalmente.

  2. nasto disse:

    Essa promotora não tem nome?

  3. GLENIO florencio disse:

    Me causa estranheza ter sido descoberto após 14 anos ,onde em outras tipos de aposentadoria existe um analise quase anual dos pensionistas

    • Ricardo disse:

      Pois é… E por que o MP mandou cessar o pagamento em 2014 e só agora tomou as providências relatadas acima?
      Quantas "pensões" assim devem existir e com altos salários?

FOTO: Polícia Civil prende em Natal suspeito de chefiar facção criminosa

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR), prenderam Gutemberg Simplício da Silva, vulgo “Guto”, 29 anos, nessa quinta-feira (11). Ele é investigado por chefiar uma facção criminosa e integrar uma organização criminosa especializada em roubo a bancos. Também é investigado pela prática de homicídios. Ele foi preso em cumprimento a um mandado de prisão expedido em seu desfavor, em Natal.

Investigações da Deicor revelaram que, após a morte do seu primo Cleudson Webster (“Choquito”), fato ocorrido em Pernambuco em 2018, durante confronto com a polícia, Gutemberg Simplício assumiu o comando na organização.

“Guto”, que já foi alvo de um atentado, no qual dispararam 12 tiros de pistola contra ele, sobreviveu aos tiros e estava sendo procurado pela polícia.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando, de forma anônima, informações sobre investigações para o Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Polícia Civil prende mulher no bairro Neópolis, na Zona Sul de Natal, por tortura contra os filhos de três e quatro anos

Policiais civis da Delegacia Especializada em Defesa da Criança e do Adolescente (DCA) prenderam, na noite desta quarta-feira (10), uma mulher, de 36 anos, pela prática do crime de tortura contra os dois filhos, de 3 e 4 anos. A prisão aconteceu após denúncias sobre a veiculação de vídeos em que uma mãe agredia os dois filhos para chantagear o pai das crianças, devido à separação.

A mulher foi presa na residência dela, no bairro de Neópolis, e atuada por submeter os filhos, que estavam sob sua guarda, a intenso sofrimento físico e mental, com emprego de violência, como forma de aplicar castigo pessoal. O crime tem pena de dois a oito anos.

Polícia Civil deflagra Operação “Traição e deslealdade” e prende envolvidos no homicídio de funcionário da Caern; companheira de empresário e amante acusados de planejar crime

Uma investigação realizada pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) resultou na deflagração da Operação Aleivosia que conseguiu prender, nesta quinta-feira (11), dois homens envolvidos no homicídio de Marcos Antonio Braga Ponte, 60 anos, que era funcionário da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern). Entre os presos na Operação estão Ivan Vicente Ferreira Junior, 32 anos, vulgo “Junior Cabeça” e Tomás Jorge da Silva Emiliano. Aleivosia é sinônimo de traição e deslealdade.

As investigações da DHPP revelaram que o assassinato do empresário foi planejado pela companheira dele, Brena Katuana da Silva, 32 anos, com apoio de Ivan Vicente Ferreira Junior, 32 anos, vulgo “Junior Cabeça”. Brena mantinha um relacionamento amoroso secreto com Ivan Vicente e decidiram matar a vítima com o propósito de se apropriar do patrimônio de Marcos Antonio. Para isso contaram com a ajuda de pessoas próximas a Ivan Vicente.

Com o objetivo de prender os envolvidos no crime e apreender objetos ilícitos que estavam com o grupo, os policiais da DHPP cumpriram hoje sete mandados de busca e apreensão nas casas dos suspeitos e um mandado de prisão, em Natal e Parnamirim.

As investigações da Polícia Civil descobriram que Ivan Vicente é suspeito de ser traficante de drogas, com atuação na comunidade do Japão, Zona Oeste de Natal. “Brena e Ivan articularam a execução da vítima, contando com a colaboração de outros coautores, moradores do bairro das Quintas, região onde Ivan Junior atua diretamente na atividade de tráfico de drogas”, detalhou o delegado Matheus Barbosa Trindade.

Durante a Operação, os policiais civis prenderam Ivan Vicente Ferreira Junior em cumprimento a um mandado de prisão preventiva. No apartamento onde Brena Katuana mora, foi cumprido um mandado de busca e apreensão e apreendidos papelotes de cocaína e balança de precisão. Brena não foi presa, mas responderá a um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), pelo crime de uso de droga para consumo pessoal. Na casa de Tomás Jorge, os policiais cumpriram um mandado de busca e apreenderam duas armas e 270 munições de calibre ponto 40.

O crime

No dia 21 de setembro de 2018, Marcos Antonio Braga foi sequestrado quando saía de um bar localizado à Avenida Alexandrino de Alencar, bairro do Alecrim, Natal. Minutos depois, a vítima foi executada com diversos disparos de arma de fogo, na Rua São José (uma estrada de terra), zona rural, distrito de Manguabeira, Macaíba.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcelo disse:

    Parabéns à equipe da DHPP/PC

  2. PAULO disse:

    Mais um excelente trabalho da DHPP, parabéns aos policiais civis. A investigação e prisão de assassinos, contribui diretamente para inibir novas práticas dessa natureza.

Polícia Civil auxilia Exército em Operação em Natal e Mossoró que fiscaliza venda de armas

Foto: Divulgação

Policiais civis da Delegacia Regional de Mossoró e da 2ª Delegacia de Polícia de Natal, em conjunto com policiais militares e Secretaria de Tributação, prestaram apoio, nesta terça (09) e quarta-feira (10), aos militares do Exército Brasileiro durante a realização da Operação Alta Pressão, objetivando a fiscalização em lojas que vendem armas e munições, nas cidades de Mossoró e Natal. Segundo o delegado regional de Mossoró, Luiz Fernando, a ação também contou com o trabalho de policiais militares do 2o. Batalhão.

Em Natal, foram fiscalizados estabelecimentos e residências nos bairros de Lagoa Nova, Candelária, Alecrim, Igapó e Ribeira. A presença da polícia se fez necessária em decorrência da constatação de eventuais práticas de atividades ilícitas.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

FOTO: Polícia Civil com apoio da PRF prende na Grande Natal integrantes de organização criminosa especializada em roubo a bancos

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR), com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), prenderam, na noite dessa quinta-feira (4), após uma abordagem no posto da PRF em São José de Mipibu, Wellington Silva de Miranda Dias, conhecido como “Netinho”, 23 anos de idade, Osivaldo Costa Ambrósio, conhecido como “Galeguinho”, 32 anos, Marcos Felipe Alves Gomes, 30 anos, Emerson Silva Souza, 28 anos, e apreenderam um adolescente de 17 anos, suspeitos de integrarem uma organização criminosa especializada em roubos a bancos. Os suspeitos foram autuados em flagrante por associação criminosa armada, porte ilegal de arma de fogo, receptação e corrupção de menores.

Segundo denúncias anônimas, o grupo estava voltando do município de Carpina/PE, depois de deixar um veículo com ocorrência de furto, onde teria realizado o levantamento dos bancos existentes na região. Em interrogatório, os suspeitos confessaram que haviam levado o veículo roubado para se esconderem no município em Pernambuco e, posteriormente, praticarem um roubo a agência bancária daquela cidade, além de roubo a uma carga de frios. No veículo, foram encontradas armas de fogo.

Além disso, existiam mandados de prisão em aberto em desfavor dos suspeitos. Wellington Silva “Netinho” estava com mandado de prisão em aberto da operação “Ariús”, referente à investigação do roubo de mais de um milhão a uma agência bancária no município de Macaíba. Marcos Felipe estava com mandado de prisão em aberto oriundo da Comarca do Mato Grosso também por roubo. Osilvado Costa responde por um homicídio no município de São Paulo do Potengi contra um policial militar, além de outros processos.

A Polícia Civil solicita a ajuda da população para envio de informações que possam auxiliar nas investigações. Qualquer informação poderá ser comunicada por meio do disque denúncia anônimo, número 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Humberto disse:

    Se fosse parente meu eu gostaria que a policia o desse fim .

  2. Lucas disse:

    Era pra matar mesmo essas desgraças porque eles tem coragem de matar qualquer um que aparecer na frente deles.Leva eles pra tua casa pra eles fazerem o rapa lá

  3. judson silva disse:

    daqui a pouco estão soltos…
    a polícia deveria matar esse tipo de gente, afinal esses bandidos não economizam balas na hora de atirar na polícia.

FOTO: Polícia Civil prende suspeita por tentativa de estelionato na zona sul de Natal

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Investigações realizadas pela Delegacia Especializada em Falsificações e Defraudações (DEFD) resultaram na prisão em flagrante de Ozenilda da Silva Ferreira, 42 anos, suspeita pela prática dos crimes de falsidade ideológica e tentativa de estelionato. A prisão aconteceu, na manhã desta quinta-feira (4), em uma agência bancária na zona sul da capital potiguar, quando a mulher tentava realizar um empréstimo de R$13 mil reais portando documentação falsa.

Segundo as investigações, Ozenilda da Silva integra um grupo criminoso e, destes R$13 mil que seriam resultantes do crime, ela ficaria com R$2 mil e o restante seria destinado aos demais integrantes, a serem identificados. Com ela, foram apreendidos diversos documentos de supostas vítimas.

A Polícia Civil solicita a ajuda da população para envio de informações que possam auxiliar nas investigações. Qualquer informação poderá ser comunicada por meio do disque denúncia anônimo, número 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Polícia Civil prende homem e apreende adolescente suspeitos de praticar assaltos em praias do litoral sul

Policiais civis da Delegacia de Nísia Floresta, com o apoio da Polícia Militar prenderam, nesta quinta-feira (04), Ruan Carlos dos Santos, conhecido como “Rasta” e apreenderam um adolescente, suspeitos de praticarem roubos, juntamente com outros três homens, em uma casa em Pirangi do Sul, um mercadinho em Búzios e outro em Pium, no mês de outubro de 2018. Após a prisão, os dois confessaram o envolvimento nos roubos.

Segundo o delegado Marcelo Aranha, titular da Delegacia de Nísia Floresta, “os autores relatam que inicialmente praticaram o roubo em Pirangi do Sul, no qual inclusive teriam agido com violência contra a vítima, e, logo após, efetuaram os outros assaltos, em Búzios e Pium”. Os outros três integrantes da quadrilha já foram presos anteriormente, sendo eles João Victor Cunha de Lima, José Luís Ramos da Silva e Mateus Pacheco dos Santos.

Ainda de acordo com o delegado, “ações como essa são de extrema relevância para redução dos índices de ‘Crimes Violentos Contra o Patrimônio – CVPs’, dentre os quais se incluem roubos e arrombamentos. Em Nísia Floresta, neste primeiro trimestre, houve redução de quase 40% de crimes dessa natureza, sendo 46 em 2018 e 28 em 2019. Quantos aos roubos, especificamente, os números caíram de 44 para 19, em relação ao mesmo período”.

No que diz respeito aos “Crimes Violentos Letais Intencionais – CVLIs”, nos quais estão incluídos os homicídios, o município também experimentou uma redução, correspondente a mais de 44%, com 09 CVLIs em 2018 e 05 em 2019.

A Polícia Civil solicita a ajuda da população para envio de informações que possam auxiliar nas investigações. Qualquer informação poderá ser comunicada por meio do disque denúncia anônimo, número 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

FOTO: Polícia Civil prende homem por furto em escolas municipais de Parnamirim; merenda como alvo principal

FOTO: PC/ASSECOM

Uma investigação realizada pela 1ª Delegacia de Parnamirim resultou na prisão de Fábio Camilo da Costa, responsável por arrombamentos em escolas da rede municipal de Parnamirim, em que furtava principalmente a merenda escolar e alguns objetos de pequeno porte. A prisão aconteceu na tarde dessa terça-feira (2). Durante as diligências, Fábio Camilo confessou os crimes e assumiu que, em um dos arrombamentos, subtraiu 15kg de carne e outros objetos e vendeu por R$50,00.

A Polícia Civil solicita a ajuda da população para envio de informações que possam auxiliar nas investigações. Qualquer informação poderá ser comunicada por meio do disque denúncia anônimo, número 181.

Polícia Civil prende mulheres suspeitas pelo latrocínio de motorista de aplicativo em Natal

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Investigações da Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), feitas em conjunto com a equipe da 6ª Delegacia de Polícia Civil de Natal e Delegacia de Capturas e Polinter (DECAP), resultaram na elucidação do latrocínio do motorista de aplicativo, Paulo Eduardo da Silva, 49 anos. Nessa terça-feira (02), os policiais civis conseguiram prender Luzia de Souza Araújo, 37 anos, e Jaqueline Caetano dos Santos, 20 anos, mediante o cumprimento de mandados de prisão temporária. Além das prisões, a Polícia Civil identificou que Carlos Daniel Dionísio da Costa também participou do crime. Ele é procurado pela Polícia.
Sobre a participação de Carlos Daniel, a DHPP acredita que ele é o suspeito pela execução do disparo de arma de fogo. “Nós ainda temos algumas diligências a serem efetuadas, para esclarecer outras circunstâncias e a possibilidade de envolvimento de outras pessoas”, asseverou o diretor da DHPP, delegado Júlio Costa.

“Na noite do dia 21 e madrugada do dia 22 de março, Paulo Eduardo encontrou-se com Jaqueline, Luzia e Carlos Daniel. Acreditamos que o trio planejou matar a vítima, para ficar com o veículo. Para isso, montaram uma estratégia para cometer o latrocínio. As mulheres aplicaram o conhecido ‘boa-noite Cinderela´, doparam a vítima e depois o levaram para o local onde foi executado com um tiro na cabeça. Durante as buscas, nossa equipe encontrou duas cartelas vazias de uma substância chamada clonazepan, que pode ter sido consumida pela vítima”, detalhou o delegado da DHPP, Marcos Vinícius.

A Polícia Civil pede ajuda da população para localizar Carlos Daniel Dionísio da Costa. As denúncias anônimas e com garantia de sigilo podem ser enviadas para o Disque-Denúncia 181.

O caso

No dia 21 de março, o motorista de aplicativo Paulo Eduardo da Silva, 49 anos, saiu de sua residência, em Nova Parnamirim, no período da tarde e não retornou.

Na madrugada do dia 22, imagens de câmeras de segurança de um posto de combustíveis, localizado à Avenida João Medeiros Filho, no Conjunto Pajuçara, Zona Norte de Natal, mostram Paulo Eduardo da Silva parando no posto e desembarcando um casal de passageiros, por volta das 3 horas da madrugada.

As imagens registraram ainda que, logo depois, o casal se encontra com mais dois homens e todos, inclusive o motorista, seguem em direção a um bar, do outro lado na rua. Por volta das 6 horas da manhã, uma mulher chega ao posto e leva o carro da vítima.

No dia 22, policiais militares da cidade de Boa Saúde foram informados que um carro, ocupado por duas mulheres e um homem em atitude suspeita, foram vistos circulando pela cidade. Os policiais militares conseguiram fazer uma abordagem no veículo e verificaram que no carro estavam duas mulheres, uma delas identificada como Jaqueline, a outra identificou-se como sendo “Patrícia” e um homem chamado Carlos Daniel Dionísio da Costa. Durante a abordagem no veículo, os policiais militares encontraram documentos em nome de Paulo Eduardo da Silva. Como na data ainda não existia registro de roubo/furto do veículo, todos os ocupantes do veículo acabaram sendo liberados.

No dia 24, por volta das 20 horas, um corpo sem identificação, com perfuração de disparo de arma de fogo, foi encontrado por moradores à rua Edson Pinto, Nordelândia, bairro Lagoa Azul, Zona Norte de Natal. Na última segunda-feira (01), a DHPP e técnicos do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep-RN) identificaram que o corpo achado no dia 24, era o de Paulo Eduardo da Silva.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

FOTO: Polícia Civil procura suspeito de ter participado de homicídio no bairro Neópolis, na Zona Sul de Natal

Foto: Divulgação/Policia Civil

A Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) pede ajuda da população para que envie informações anônimas que possam ajudar a localizar Tiago Vinícius Silva, conhecido como “Comendador, Playboy ou Tyago Portugal”. Ele foi indiciado pela DHPP, por ser um dos 13 homens suspeitos de participaram do homicídio de Ranieri Pablo da Silva Azevedo, vulgo “Pequeno”, assassinado no dia 04 de agosto de 2018, no bairro de Neópolis, próximo a dois condomínios da Zona Sul de Natal. O homicídio de Ranieri resultou na deflagração da Operação Clowns, que conseguiu identificar todos os suspeitos pelo crime.

As investigações revelaram que, na ocasião do crime, 13 pessoas “convocaram” a vítima para um “julgamento” feito por eles, que resultou na decisão de matar Ranieri Pablo. A vítima foi executada sumariamente, após ter sido arrastada à força para dentro de um veículo Fox de cor preta, de onde foi jogada e alvejada por disparos de arma de fogo.

Ao todo, 13 pessoas participaram do homicídio, sendo 2 adolescentes e 11 adultos. Dos 13 suspeitos, 7 adultos foram presos e dois adolescentes foram apreendidos, restando apenas 2 foragidos: Tiago Vinícius Silva, “Comendador ou Playboy ou Tyago Portugal” e Jefferson Cleyton Fernandes, “vulgo Bomba ou Raposo”.

Com a identificação e o indiciamento de Tiago Vinícius Silva, todas as 13 pessoas que participaram do homicídio de Ranieri Pablo, que resultou na Operação Clowns, foram identificadas. O nome da operação (“Clowns”, palhaço em inglês) é alusiva a um dos símbolos de uma facção, pois os indiciados também são suspeitos de integrarem uma facção e executaram a vítima seguindo os trâmites do “estatuto” da facção.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS