Polícia Civil deflagra Operação “Retorno” e prende oito pessoas em Parnamirim

Policiais civis da 1ª Delegacia de Polícia (DP) de Parnamirim deflagram, na manhã desta quarta-feira (22), a Operação “Retorno”, que resultou na prisão de oito pessoas. As prisões, realizadas em cumprimento a mandados de prisão preventiva, foram referentes à suspeita da prática dos crimes de: homicídios, estelionato, roubos, tráfico de drogas e furtos.

Todas as prisões aconteceram no município de Parnamirim, na grande Natal. Foram presos durante as diligências: Adailton Marques Garcia, 26 anos, Lucas Magno Dias Paes, 23 anos, Darlan Nunes de Melo, 20 anos, Jadilson Vitor de Sá, 29 anos, Cristielle de Lima Conrado, 42 anos, Antônio José da Silva, 31 anos, Darlan Gabriel Barbosa, 23 anos, e Raydson Douglas da Silva Medeiros, 24 anos.

Eles foram conduzidos até a delegacia e encaminhados ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

MPRN recomenda ao Governo do Estado que dê celeridade aos concursos públicos para Polícia Civil e Itep até mesmo dispensando a licitação

Foto: G1 RN

Recomendações foram publicadas na edição desta sexta (17) do Diário Oficial do Estado. Documento destaca a necessidade de nomeação de novos servidores para promover o direito fundamental à segurança pública

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) recomendou ao Governo do Estado que dê celeridade aos concursos públicos para preenchimento de vagas na Polícia Civil e no Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep). As duas recomendações, destinadas à Secretaria Estadual de Administração, foram publicadas na edição desta sexta-feira (17) do Diário Oficial do Estado (DOE).

Na recomendação relativa à Polícia Civil, a 70ª Promotoria de Justiça de Natal destaca que o atual efetivo da Polícia Civil, que é de 1.371 policiais (162 delegados, 185 escrivães e 1.024 agentes), representa 26,6% dos 5.150 cargos previstos em lei (350 delegados, 800 escrivães e 4 mil agentes).

O MPRN lembra, ainda no documento, há ainda 130 policiais civis aptos à aposentadoria voluntária, dos quais 13 estão próximos da aposentadoria compulsória por idade. Para expedir a recomendação, o MPRN levou em consideração que a abertura do processo administrativo para a realização do concurso público para a reposição de vagas de delegado, agente e escrivão de Polícia Civil ocorreu há mais de quatro anos e seis meses, através de um memorando datado de 19 de maio de 2015.

Nas duas recomendações, o MPRN frisa que a contratação da banca do concurso não pode ser feita mediante pregão, mas sim por dispensa de licitação ou licitação pela modalidade concorrência do tipo melhor técnica ou técnica e preço, sendo preferível, no caso, a dispensa, em razão de ser “um procedimento bem mais célere e usualmente utilizado para contratações da espécie, não havendo dúvidas acerca de sua legalidade, nos termos da Súmula 287 do Tribunal de Contas da União”.

Clique aqui e veja detalhada no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Roberto Araújo disse:

    Já passou da hora do governo resolver esse verdadeiro couro de p***.

Polícia Civil apreende veículos adulterados em Guamaré

Policiais civis da 5ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Macau, com apoio da Delegacia Municipal de Guamaré, recuperaram, na manhã desta quinta-feira (16), dois carros e uma moto. Os veículos foram apreendidos no município de Guamaré e estavam com emplacamento adulterado.

Todos os veículos apreendidos serão submetidos a uma perícia pra confirmar a adulteração e, consequentemente, a identificação dos legítimos proprietários. Todas as pessoas que estavam na posse dos automotores foram conduzidas até a delegacia e responderam pela suspeita da prática do crime de receptação culposa, por meio de um Termo Circunstanciado de Ocorrência (T.C.O.).

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

Polícia Civil do RN apreende 250 tabletes de maconha, além de crack e cocaína

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte confirmou na tarde desta quarta-feira(15) a apreensão de 250 tabletes de maconha, 2kg de “crack” e, aproximadamente, 3kg de cocaína.

Os detalhes serão divulgados neste fim de tarde em coletiva na Central de Flagrantes da Zona Sul, no bairro Cidade da Esperança, Zona Oeste de Natal.

Polícia Civil realiza Operação “Free Way” e apreende, em Natal, três celulares roubados

Foto: Reprodução/Ilustrativa/TV Gazeta

Policiais civis da Delegacia Especializada em Assistência ao Turista (DEATUR) e da Delegacia Especializada em Defesa ao Meio Ambiente (DEPREMA) realizaram, nesta quarta-feira (15), a Operação “Free Way” que resultou na apreensão de três celulares roubados. As diligências, realizadas em busca dos aparelhos tomados dos turistas, no caminho do aeroporto de Natal, aconteceram em diversos municípios, mas todos foram apreendidos na Capital Potiguar.

Todas as pessoas que estavam de posse dos aparelhos foram conduzidas até a delegacia e responderam pela suspeita da prática do crime de receptação culposa, por meio de um Termo Circunstanciado de Ocorrência (T.C.O.).

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

Foto: Reprodução/site/Polícia Civil do RN

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Santos disse:

    Muito bom!
    Melhor 3 que nenhum. Que vire rotina.
    So existe ladrão pq tem quem compre.

  2. Bruno disse:

    Se fosse eu, teria até vergonha de fazer uma operação e prender apenas 3 celulares, em natal são roubados 3 a cada minuto.
    Essa inteligência só tem um neurônio.

  3. J.Dantas disse:

    Parabéns! Dica: se forem nas feiras livres, vão encontrar centenas e várias quadrilhas especializadas…. E se for em dia após festas, a probabilidade será elevada a potência de dez.

  4. lampejao disse:

    Parabéns pelo resultado da Operação !!!!

  5. joaozinho da escola disse:

    3 celulares roubados recuperados?? e a operacao chamou-se free way? que bacana!!!!!!! estou muito feliz, justifica todo o salario.

  6. Anderson disse:

    Pera aí, a assessoria de comunicação solta release para dizer que a PC fez operação e apreendeu 03 (três) celulares roubados, não precisa nem fazer operação, se ficar de butuca em qualquer avenida da Grande Natal e pegar um ou dois vagabundos pé de chinelo, desses que saem nas paradas tomando celular do povo, ela consegue apreender e recuperar pelo menos dez vezes mais. Vá lá que propaganda é a alma do negócio, mais vamos pelo menos focar na divulgação das operações que tem mais representatividade e impacto para a sociedade.

  7. Valter disse:

    Parabéns. Que a Polícia Civil continue saindo das delegacias (BO) e façam muitas diligências. Inclusive meu genro teve o celular devolvido há um tempo pela Polícia Civil.

    • Zé Garcez disse:

      A polícia deveria ter vergonha de divulgar uma operação que resultou na apreensão de 3 – TRÊS – celulares.
      Resultado pífio para uma operação

Polícia Civil realiza prisões após denúncia de desvio de combustíveis no posto de abastecimento de veículos do Estado

A Polícia Civil prendeu na manhã desta quarta-feira(15) pelo menos três funcionários de uma terceirizada do posto de abastecimento de veículos do Estado. De acordo com informações preliminares, após denúncia anônima, constatou-se desvio expressivo de combustíveis. O modus operandi dos participantes da ação criminosa ainda será detalhado.

Segundo a Polícia, durante as investigações, ainda foi possível flagrar combustível na casa de um dos funcionários. Outras informações dão conta, inclusive, de ameaças a pessoas que flagravam o desvio, pelo visto, descarado de gasolina.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. oilerua disse:

    Aff. Isso é velho de mais, sempre aconteceu de um jeito ou de outro, desvio de combustivel desse posto. entre 2006 a 2008, eu era fiscal do Procon Estadual, acho que no Governo Wilma, ai uma pessoa de Nova Natal, na Rua Boi Tatá denunciou que havia uma casa que na frente era uma oficina de vender peças de moto e lá tras tinha muitos tambores, e um homen vendia gasolina a R$ 2,00, ai mandaram uma investigação lá e haja viaturas da PM chegando e descarregando combustivel através de mangueiras e garrafões, foram tudo filmado discretamente e pego placas de viaturas e tudo aí quando chega dentro do procon, ai disseram que deixasse pra lá porque tinha gente grande do governo por tras disso.

Polícia Civil do RN abre inscrições para estágios em Direito, Jornalismo e Engenharia Civil

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte, por meio do Setor de Estágios, divulgou, na manhã desta quarta-feira (08), que estão abertas as inscrições para o processo seletivo de estágio na Instituição. Para a Capital Potiguar, a seleção ocorrerá para os cursos de Jornalismo, Engenharia Civil e Direito. Para as cidades de Parnamirim, Extremoz e Tangará, a seleção ocorrerá somente para o curso de Direito.

Os interessados devem ter cursado, no mínimo, 50% da carga horária do curso e, no máximo, até o 6º período para o curso de Jornalismo e 8º período para os cursos de Direito e Engenharia Civil. Para participar do processo seletivo, os estudantes devem se candidatar até a próxima quarta-feira (14), em uma pré-seleção, enviando o currículo (com foto) e histórico acadêmico para o endereço de e-mail: [email protected]

Os pré-selecionados serão convocados, por meio de e-mail, para uma segunda fase da seleção. O valor da bolsa é de um salário mínimo (R$ 1.039,00) e auxílio-transporte (R$51,70), para estágio de 6h diárias e 30h semanais. Mais informações podem ser consultadas por meio do telefone: (84) 9 8135 – 5865 ou pelo e-mail: [email protected]

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sérgio barchz disse:

    Queremos o concurso.

Polícia Civil apreende 13 máquinas caça-níqueis na Zona Sul de Natal

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Policiais civis da 5ª Delegacia de Polícia (DP) de Natal apreenderam, na tarde dessa quinta-feira (02), 13 máquinas caça-níqueis, no bairro de Lagoa Nova, na Capital Potiguar.

As diligências foram empreendidas após o recebimento de denúncias anônimas, no intuito de averiguar a existência de uma casa de jogos de azar, localizada na Av. Nascimento de Castro, na Zona Sul de Natal. Ao chegarem no local, os policiais se depararam com 13 máquinas caça-níqueis.

Além disso, os policiais apreenderam R$590 reais em dinheiro fracionado. Todas as máquinas foram destruídas e o responsável foi conduzido até a delegacia. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fátima anuncia concurso público para Polícia Civil

Foto: Elisa Elsie

Em vídeo publicado nas redes sociais nesta quinta-feira(02), a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, anunciou que fará um concurso público para a contratação de novos policiais civis em 2020.

Embora o número de vagas ofertadas ainda não tenha sido divulgada, a intenção do Governo é contratar uma empresa organizadora até abril e, logo em seguida, lançar o edital.

Em 2021, após quatro meses do período de formação, os novos policiais civis estarão disponíveis para os serviços pelo estado.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Decepcionado com meu voto disse:

    Se ela anunciou, então é mentira. Acredite se quiser. Também dizia que toda receita extra seria para a quitação dos salários atrasados. Só faz enganar os servidores e a população.

  2. Vera Lúcia disse:

    Governadora, seria mais prudente, pagar primeiramente as três folhas atrasadas, para depois pensar em novas contratações !!!

    • Nildo disse:

      Nada a ver a sua colocação, logo porque o processo de novos formados vai demorar bastante, e pra chamar vai demorar uns 3 anos

    • M.D.R. disse:

      Que contradição ! Então tem RECURSOS para pegar às três folhas.
      Mas, gera CUSTOS.

Polícia Civil do Rio revela identidade de acusado do atentado ao Porta dos Fundos

Em coletiva, o delegado Marco Aurélio de Paula Ribeiro acaba de revelar a identidade do acusado de participar do atentado à produtora do Porta dos Fundos: trata-se do presidente da Frente Integralista Brasileira no Rio de Janeiro, Eduardo Fauzi Richard Cerquise.

Há um mandado de prisão, ainda não cumprido, expedido contra ele.

“Hoje estivemos em quatro endereços: dois residenciais e dois comerciais. O suspeito foi identificado como Eduardo Fauzi Richard Cerquise. Nós monitoramos os veículos usados durante o ataque”, disse Ribeiro, responsável pelas investigações.

Segundo o delegado, por imagens de câmeras de segurança, foi possível identificar o acusado, na noite do atentado, saindo de um dos veículos durante a fuga e pegando um táxi.

“Nenhuma linha de investigação está sendo descartada. Estamos apurando se é um ato isolado ou se há ligação com alguma entidade. As peças periciais estão sendo produzidas.”

Ribeiro acrescentou que as investigações continuam para “localizar e identificar os outros autores do crime”.

“Na coleta de todas as informações, se chegará aos outros nomes e à motivação.”

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Franco disse:

    O Presidente que diz que é Cristão em um país que é cristão, majoritariamente cristão, e que deve agir dentro dos princípios dos fundamentos cristãos, que é a fraternidade, a solidariedade e o amor entre as pessoas, só vive espalhando mensagens de intrigas, críticas, agressões e ataques a torto e a direito.
    Que tipo de Cristianismo essa turma alimenta?
    Silas Malafaia, Edir Macedo, Silvio Santos, Marcos Feliciano e tantos outros que vivem explorando pessoas no mercado da fé, tem muito a explicar sobre seguir alguém tão contraditório e divergente da mensagem de paz e amor de Jesus Cristo.
    A mensagem deles me parece muito mais com a do capeta e seus seguidores. Prestem bem atenção e tirem suas próprias conclusões e deixem de ser massa de manobra, sendo enganados que esse povo é do bem e quer instalar o reino de Deus na terra. Lembrem-se que o Velho Testamento já foi revogado pela vinda do Mestre Jesus, que trouxe o perdão e caridade para acolher os excluídos da sociedade.

  2. Everton disse:

    Bolsominion filiado ao PSL. Que merda fizeram c o Brasil viu

  3. Minion alienado disse:

    Olha a turma da arminha aparecendo.

Polícia Civil no RN indicia policial exonerado pelo crime de peculato; investigada apropriação próxima de R$100 mil

A Delegacia de Defesa do Patrimônio Público e Combate a Corrupção (DECCOR) divulgou, nesta sexta-feira (27), o indiciamento de um ex-policial civil pelo crime de peculato. Após pedir exoneração em julho de 2016, o investigado continuou a receber o salário de agente de Polícia Civil de agosto de 2016 a novembro de 2018.

Os pagamentos indevidos foram descobertos através do Portal da Transparência e uma denúncia anônima feita à DECCOR. Os valores apropriados pelo investigado chegam ao montante aproximado de R$100.000,00. Outro inquérito policial foi instaurado para apurar possível envolvimento de funcionários públicos no pagamento indevido dos salários.

O procedimento policial será enviado ao Ministério Público, para análise sobre o encaminhamento de denúncia à Justiça. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Gil disse:

    Homiii nesse Estado organizado conheço professor pediu demissão e depois de vários anos retornou, pois perderam o processo ou esqueceram de publicar no DOE.

  2. Fernandes disse:

    Não vejo nenhum espanto no que ocorreu. Todo servidor que pede vacância ou exoneração do Estado do RN leva meses ou até anos até o que seja de fato retirado da folha de pagamento. Pode, nesse caso, ter ocorrido algo a mais. Mas já vi e vivi esse problema. E quem entra nos quadros do Estado leva no mínimo 6 meses para receber o primeiro pagamento. Um simples processo adm de ressarcimento resolve o problema.

Polícia Civil prende vereador suspeito de tentativa de homicídio em Macau

Policiais civis da Delegacia Regional de Macau prenderam, nessa sexta-feira (20), Eney Moura Pereira, vereador da Câmara Municipal de Serra do Mel. A prisão se deu na cidade de Macau, em cumprimento a um mandado de prisão temporária. Apesar das diligências realizadas pela polícia, ele não tinha sido localizado, tendo se apresentado na delegacia.

Segundo as investigações, Eney Moura e Bergson Moura são suspeitos de envolvimento na tentativa de homicídio praticada contra Caius Gracus Veríssimo de Oliveira. O crime ocorreu no dia 26 de outubro deste ano, no povoado Alcanorte, no município de Macau.

No dia do crime, foi encontrado nas proximidades do local da tentativa de homicídio um veículo abandonado que seria pertencente a Bergson Moura. A partir dessa informação, chegou-se ao segundo suspeito, Eney Moura, que é primo de Bergson Moura e vereador no município de Serra do Mel.

A motivação do crime estaria a uma possível vingança contra Caius Gracus, diante da suspeita de envolvimento dele no homicídio praticado contra Élio Pereira de Moura, que é irmão de Eney Moura Pereira. Élio Pereira foi morto no dia 16 de junho deste ano, na cidade de Pendências.

Na última quarta-feira (18), Bergson Moura já havia se apresentado na delegacia, tendo sido dado cumprimento ao mandado de prisão temporária em seu desfavor. Ambos foram encaminhados ao sistema prisional e ficarão à disposição da Justiça.

A Polícia Civil solicita que a população, através do Disque Denúncia 181, continue enviando informações de forma anônima.

As informações são da Polícia Civil do RN

http://www.policiacivil.rn.gov.br/Conteudo.asp?TRAN=ITEM&TARG=221449&ACT=&PAGE=&PARM=&LBL=NOT%CDCIA

Polícia Civil do Pará indicia brigadistas por incêndios em Área de Proteção Ambiental de Alter do Chão

Da esquerda para a direita: Marcelo Cwerver, Gustavo Fernandes, João Romano e Daniel Gutierrez, brigadistas de Alter do Chão — Foto: Divulgação

A Polícia Civil do Pará indiciou 4 brigadistas pelos incêndios que atingiram a Área de Proteção Ambiental de Alter do Chão, no Oeste do estado, em setembro deste ano. O advogado deles diz que a conclusão é “precipitada”

Em relatório de quarta-feira (18), obtido pelo G1, o delegado Waldir Freire Cardoso aponta como responsáveis pelas queimadas os brigadistas Daniel Gutierrez Govino, João Victor Pereira Romano Marcelo Aron Cwerner e Gustavo de Almeida Fernandes, e Ronnis Repolho Blair, conhecido como “Cebola”, que foi treinado pela brigada, mas não a integra.

O documento diz que várias linhas investigativas foram apontadas, inclusive a participação de grileiros de terra ou de incêndios para limpeza de terrenos que teriam fugido ao controle. Mas, segundo o delegado “a investigação tomou rumo em direção à atividade dos líderes da Brigada de Alter do Chão”.

Segundo Cardoso, que assumiu o inquérito após determinação do governo do Pará, os indícios recolhidos na investigação “demonstram a participação ativa dos referidos Brigadistas nos eventos” e que havia “o interesse destes em disseminar registros fotográficos em âmbito nacional e internacional com a finalidade de promoção da tragédia e em benefício de auferirem vantagens financeiras através de vultosas doações em dinheiro, por parte de pessoas de boa fé de todo o globo.”

Os 5 vão responder por dano a unidades de conservação e áreas de proteção ambiental (pena de 1 a 5 anos de prisão), concurso de pessoas (que pode agravar a pena) e associação criminosa (1 a 3 anos de prisão).

O advogado dos 4 brigadistas, Fernando da Nóbrega Cunha, classificou a conclusão como “precipitada” e negou que seus clientes sejam responsáveis pelos incêndios.

“Me parece, com todo o respeito, açodada e precipitada essa conclusão do inquérito e o indiciamento de pessoas inocentes”, disse o advogado Fernando da Nóbrega Cunha. Em nota, a defesa afirmou ainda que as conclusões da polícia são baseadas “numa ilação extraída de depoimentos meramente especulativos” e que “sequer existe uma perícia técnica atestando se o incêndio teve eventualmente origem criminosa”.

Fernando da Nóbrega informou que na quinta-feira (19), logo que tomou conhecimento que o inquérito havia sido concluído, fez um pedido à Justiça de Santarém para que pedisse os documentos que foram enviados ao Ministério Público e encaminhasse à Delegacia de Polícia para que sejam ouvidas cinco testemunhas indicadas pela defesa.

O G1 procurou Ronnis Blair, que ainda vai conversar com seus familiares e só depois decidirá se vai se pronunciar ou não sobre o seu indiciamento.

O indiciamento significa que o delegado responsável pelo caso vê indícios concretos de que o investigado cometeu determinado crime. Ao ser formalizado, com base nas evidências colhidas durante a apuração, o documento tem de passar pelo Ministério Público.

Uma vez nas mãos do MP, o relatório é analisado pelos procuradores que, caso considerem haver provas suficientes contra o indiciado, são os responsáveis por apresentar denúncia à Justiça.

A Brigada de Alter do Chão é um dos projeto da Organização Não Governamental (ONG) Instituto Aquífero, do qual o brigadista Marcelo Cwerner é presidente. A reportagem mandou uma mensagem à assessoria da entidade às 12h53, mas não havia obtido resposta até a última atualização desta reportagem.

O G1 também procurou, às 12h55, a ONG Saúde e Alegria, da qual o brigadista Gustavo Fernandes é diretor de logística e que participou do treinamento de brigadistas, mas não obteve retorno.

O Ministério Público do Estado do Pará também foi procurado, e por meio de sua assessoria informou que está em recesso de fim de ano e que só retoma as atividades no dia a 07 de janeiro. Durante o período do recesso todos os prazos ficam suspensos. O processo foi enviado quinta-feira (19) ao MP. Uma portaria nomeou cinco promotores para atuar nesse processo. Eles vão analisar o inquérito após o recesso.

Delegado da investigação foi trocado e MPF questionou

A investigação que levou ao indiciamento dos brigadistas foi alvo de questionamentos após a detenção deles, em 26 de novembro – eles acabaram soltos dois dias depois (veja o vídeo divulgado por eles logo após a soltura), e o governo do Pará trocou o delegado responsável pelas apurações.

Além disso, no dia seguinte à prisão, o Ministério Público Federal (MPF), que desde 2015 apura a grilagem de terra em Alter do Chão, pediu acesso ao inquérito e afirmou que investigações apontavam “assédio de grileiros, ocupação desordenada e para a especulação imobiliária como causas da degradação ambiental” na região.

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Renato Bruno disse:

    Esses vagabundos tem que ficarem presos!!!

Força-Tarefa da Polícia Civil apreende 224 porções de maconha e 15 tabletes da mesma droga em Mossoró

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Policiais civis que fazem parte da Força-Tarefa, coordenada pelo diretor da Diretoria de Polícia Civil do Interior (DPCIN), Inácio Rodrigues, e pelo delegado regional de Mossoró, Luís Fernando Sávio, realizaram, nessa quinta-feira (19), uma ação no bairro Belo Horizonte, na cidade de Mossoró.

Durante as diligências, foram encontradas 224 porções de maconha e 15 tabletes da mesma droga, além de itens para corte e embalagem da substância. Esse material seria pertencente a um homem que, ao visualizar as viaturas policiais, fugiu do local, deixando a referida droga e sua bicicleta.

O material encontrado foi apresentado na Delegacia de Plantão para apreensão e encaminhamento à Delegacia Especializada em Narcóticos (DENARC) de Mossoró, que dará continuidade às investigações. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Polícia Civil deflagra operação contra tráfico de drogas em Natal e prende 14 pessoas, sendo cinco da mesma família

Foto: Ilustrativa

Policiais civis da Delegacia Especializada de Narcóticos (DENARC) de Natal, com apoio da Polícia Militar, deflagraram, nesta terça-feira (17), a “Operação Clã” objetivando o combate ao tráfico de drogas na Capital Potiguar. Foram expedidos pela Justiça vinte mandados de prisão temporária e 9 mandados de busca e apreensão. Participaram da ação 25 policiais civis e 30 policiais militares.

Durante a operação, foram cumpridos os nove mandados de busca e apreensão e foram presas 13 pessoas em cumprimento a mandados de prisão temporária, sendo umas delas também autuada em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e quatro deles já se encontravam no sistema prisional. Também foram apreendidas porções de cocaína e uma mulher foi presa em flagrante pelo crime de tráfico de drogas.

O nome da operação faz referência à participação de uma família inteira que, de acordo com as investigações, praticava o tráfico de drogas, com atuação predominante no bairro de Cidade da Esperança. Dos 13 presos, cinco deles pertencem à mesma família.

(mais…)

Operação da Polícia Civil cumpre mandados de prisão e busca e apreensão em Natal

Uma Operação da Polícia Civil batizada de “Clã”, foi deflagrada na manhã desta terça-feira(17) em Natal. A Delegacia Especializada em Narcóticos (Denarc) coordena a ação.

Segundo a Polícia Civil, o objetivo é o combate ao tráfico de drogas. Na ação, o cumprimento de oito mandados de busca e apreensão e cerca de 20 mandados de prisão.