Polícia Civil prende em Nova Parnamirim suspeito por tráfico de drogas

Policiais civis do 2º Distrito Policial (2ºDP) prenderam, nesta terça-feira (02), Cícero Teixeira da Silva, 29 anos. Ele foi detido em Nova Parnamirim. As diligências foram iniciadas após o recebimento de denúncias que o suspeito, que estava foragido há 5 anos, estava trabalhando em um comércio em Nova Parnamirim.

Em desfavor de Cícero Teixeira, existia um mandado de prisão definitiva expedido pela 17ª Vara Criminal da Comarca de Natal, em decorrência da prática do crime de tráfico de drogas. Ele foi conduzido a delegacia e em seguida encaminhado ao sistema prisional onde ficará à disposição da Justiça.

A Polícia Civil solicita que a população envie informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181, e do número da 2a DP: (84) 98135-6724.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

FOTO: Polícia Civil apreende 30kg de droga em porta-malas de carro na Zona Oeste de Natal

Foto: Reprodução/Polícia Civil

Policias civis da Delegacia Especializada em Narcóticos (DENARC) de Natal prenderam em flagrante, nesta segunda-feira (1), Arthus Talles Arraes da Crus de Castro, conhecido como “Xiladão”. Ele foi detido no bairro Planalto, em Natal, pela suspeita da prática de crime de tráfico de drogas.

As investigações foram iniciadas pela DENARC há cerca de três meses, após o recebimento de denúncias informando que Arthus Talles estaria fazendo, no Rio Grande do Norte, o transporte de drogas e foragidos em seu veículo.

Nesta segunda-feira (1), após a abordagem policial, foi realizada uma revista no veículo de Arthus Talles e foram encontrados vinte e seis tabletes e porções de maconha, em tamanhos variados, totalizando quase 30 kg da droga, que estava escondida no porta-malas do carro.

Arthus Talles alegou ser motorista de aplicativo, porém as investigações demonstram que ele utilizava da atividade para dissimular o tráfico de drogas. Ele foi conduzido à delegacia, onde foram feitos os procedimentos e, em seguida, foi encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da justiça.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181 ou do WhatsApp da DENARC, por meio do número: (84) 98135-6050.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Polícia Civil do RN prende quatro suspeitos por roubos em propriedades rurais

Policiais civis da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (DEFUR), com apoio da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR), Delegacia Especializada de Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (DEPROV), Delegacia Especializada de Assistência ao Turista (DEATUR) e do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar (BOPE), deflagraram, nesta sexta-feira (26), a Operação Herdade II.

A Operação teve como objetivo cumprir mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva, em decorrência de roubos em propriedades rurais, cujo objetivo principal é a subtração de animais. Durante a ação, quatro pessoas foram detidas, sendo elas: Célio Batista de Medeiros, 42 anos, Diego da Silva Borges, 27 anos, Aliffyr da Silva Xavier, conhecido como “Pompeu”, e Gustavo Cunha Dantas, 38 anos.

Ainda durante as diligências, foram apreendidos: uma arma de fogo, dinheiro, além de diversos objetos oriundos das propriedades rurais que foram alvos da ação dos suspeitos. As investigações continuam no intuito de localizar e prender os demais integrantes do grupo criminoso. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima por meio do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José disse:

    Não fala onde ocorreu as prisões nem diz nada sobre os crimes. Como a população vai ajudar?

Polícia Civil prende no interior do RN suspeito de tráfico de drogas no Rio de Janeiro

Foto: Ilustrativa

Policiais civis da Delegacia Especializada em Capturas e Polinter (DECAP) prenderam, na manhã desta quarta-feira (24), Fábio da Silva Oliveira, conhecido como “Biscoitão da favela de Jacarezinho”, 27 anos. Ele foi detido na cidade de Várzea, na região do Agreste potiguar.

De acordo com investigações, Fábio da Silva estava escondido no município onde aconteceu a prisão. Em desfavor dele, existiam dois mandados de prisão expedidos pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, um deles em decorrência de condenação pelo crime de associação para o tráfico de drogas.

Fábio da Silva foi conduzido à delegacia e, em seguida, encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181 ou dos telefones da DECAP: (84) 98135-6174 (WhatsApp) ou 3232-7867.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Magnum357 disse:

    Parabéns aos Policiais da Delegacia de Capturas DECAP/PC-RN.

Piora da pandemia da covid adia realização de provas do concurso da Polícia Civil do RN

Foto: Divulgação

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte informa que, após reunião extraordinária realizada nessa segunda-feira (22), a Comissão Especial do Concurso Público da Polícia Civil decidiu por unanimidade pelo adiamento das provas, aprazadas para os dias 07 e 14 de março, em face do agravamento dos indicadores da pandemia, conforme dados estatísticos e análise por parte do Comitê de Especialistas da Secretaria Estadual de Saúde Pública.

“A Comissão continuará vigilante e atenta à mudança dos fatos ensejadores da decisão atual, para que, tão logo a situação da pandemia seja estabilizada no estado, o processo seletivo tenha prosseguimento, o qual é do total interesse da Polícia Civil”, encerra nota.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lucias disse:

    O Enem que colocou milhares de estudantes na rua e aglomerados numa sala não foi suspenso.Aulas de escolas privadas cheia de covid não são suspensas.Do desculpas mesmo para não fazer concurso.

  2. Calígula disse:

    Começou as desculpas para não realizar o concurso.
    Hô Governadora incompetente.

    • Chico 100 disse:

      Deixa de falar besteira , analfabeto funcional kkkk

    • Tiberio disse:

      Esse Calígula não fala besteira não, da aula!

    • Um brasileiro disse:

      Deixa de conversar besteira Titia Cacá, fim de semana passado adiaram um na Paraíba, próximo final de semana teria outro que foi adiado também, lá na PB.

VÍDEO: Polícia Civil prende suspeito por latrocínio contra verdureiro em Cidade Verde

Policiais civis da Força Tarefa de Homicídios de Parnamirim (DHPP) prenderam, na manhã desta segunda-feira (22), Leandro Richard Santana, 18 anos. Ele foi detido em cumprimento a um mandado de prisão temporária pela suspeita da prática de crime de latrocínio.

De acordo com investigações, ele é apontado como autor do disparo que vitimou o idoso Raimundo Rodrigues de Oliveira, 69 anos, em seu estabelecimento comercial. O crime aconteceu no dia 17 de janeiro, no bairro de Cidade Verde, quando Leandro Richard e outro homem anunciaram um assalto.

Na ocasião, a vítima teria tentado reagir à ação dos criminosos, mas foi atingida. De acordo com imagens de câmeras de segurança, os autores do latrocínio deixaram o local em um veículo modelo Saveiro, cor vermelha, placa MYE 1629, dirigido por um terceiro envolvido ainda não identificado.

Outras diligências continuarão sendo realizadas, a fim de identificar os demais envolvidos no latrocínio. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima, por meio do disque denúncia 181, para auxiliar na identificação dos autores do crime e na localização do veículo usado por eles na ação.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Calígula disse:

    Cadeia nesse vagabundo.

VÍDEO: Polícia Civil investiga show do cantor Belo que reuniu multidão no Rio

Foto: Reprodução/CNN Brasil

O show do cantor Belo na zona norte do Rio de Janeiro é alvo de uma investigação da Polícia Civil. A Delegacia de Combate às Drogas (DCOD) instaurou inquérito para apurar as circunstâncias de como o evento aconteceu na noite do sábado de carnaval (13), na Maré.

A apresentação do pagodeiro reuniu uma multidão e contrasta com o momento atual de isolamento da cidade. A capital está há quatro semanas em alto risco de contaminação. As autoridades proibiram festas e blocos de carnaval que formem aglomeração na tentativa de conter a disseminação da pandemia do coronavírus.

O show foi filmado pelo próprio público e postado em diversas redes sociais. No vídeo é possível ver centenas de pessoas aglomeradas no local. (ASSISTA REPORTAGEM AQUI).

O artista será intimado para esclarecer quem pagou o cachê da apresentação e organizou o evento. De acordo com a nota enviada pela Polícia Civil, “todas as pessoas envolvidas no evento serão ouvidas para esclarecimento”.

A assessoria de imprensa do cantor Belo disse à CNN que o show foi feito seguindo todos os protocolos de segurança e lembrou que as praias estão lotadas, assim como os transportes públicos, e só quem sofre as consequências são os artistas.

Além disso, a assessoria disse que o segmento foi o primeiro a parar por causa da pandemia e que até agora não houve apoio de ninguém para a retomada.

“Fomos contratados por uma produtora!! Temos contrato firmado com essa empresa!! Quanto ao local não cabe ao artista!! Fomos contratados para fazer o show e cumprimos o que foi acordado!! Sem mais”, afirmou a assessoria do artista.

A CNN também questionou a assessoria de Belo sobre o comparecimento do cantor tão logo a intimação seja concretizada. A assessoria se limitou a dizer essa parte ficará a cargo do departamento jurídico.

Com CNN Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Tico de Adauto disse:

    Quem é esse cantor?

  2. Romero Cezar da Câmara disse:

    Eles vão pra festa justamente por acreditarem no Bolsoloide, pois, como não iriam a uma festinha se só temos uma gripizinha pra evitar? Atchin.

    • Neco disse:

      Tem que ser muito imbecil para acreditar que esse povo foi influenciado por Bolsonaro.

    • Jeremias disse:

      BoNeco, tem que ser muito imbecil pra ser influenciado por Bozo. Mas o mundo está cheio de imbecis.

    • Santos disse:

      Neco, vc é o exemplo clássico de uma pessoa influenciada pelo bozo. Na falta de ter o q dizer, apenas xinga.

  3. Tarcísio Eimar disse:

    Bandidao

  4. Lima disse:

    Depois, pegam covid 19 e vão dizer que a culpa é do Bolsonaro.

FOTO: Polícia Civil desativa laboratório de drogas no Paço da Pátria em Natal

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Policiais civis da Delegacia Especializada de Narcóticos (DENARC), em ação conjunta com a Força-Tarefa de Combate ao Crime Organizado do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), coordenada pela Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (SEOPI/MJSP), desativaram, na manhã desta sexta-feira (12), um laboratório de drogas na comunidade do Paço da Pátria.

As diligências foram iniciadas após uma denúncia anônima informando que um imóvel naquela comunidade estaria sendo usado como laboratório para o refino de crack e cocaína. Chegando ao local, as equipes constataram a veracidade da informação.

Com a chegada das equipes, diversos fogos foram soltados, como forma de aviso, e com isso os ocupantes do imóvel conseguiram fugir. Porém, foram apreendidos, no local, uma prensa hidráulica para compactação da droga, um tablete de crack, balanças de precisão, radiocomunicadores, rolos de papel filme e cadernos de anotações.

As investigações continuarão no sentido de identificar os responsáveis pelo material encontrado. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Tarcísio Eimar disse:

    O ministro precisa vir aqui mais vezes, de preferência semanalmente

  2. JSouza disse:

    Só para ajudar a Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS, que o correto é "PASSO" (com ss significa local de passagem estreita e difícil, desfiladeiro) e não "PAÇO" (com ç significa "palácio)".

  3. Raimundo Moura disse:

    O negócio está tão fácil e bom que daqui a pouco vamos virar exportadores. A tentativa nefasta de liberar o uso de drogas, as facilidades de circulação permitidas nos últimos anos, só nos levam ao perigo da degradação e morte.

    • Francisco de Assis disse:

      Até agora a política de enfrentamento ao problema é um grande sucesso. Pra que mudar? Mete os ratinhos na jaula enquanto quem manda são os leões.

    • Paulo disse:

      Francisco de Assis, um deputado de esquerda do Rio (Alexandre Molon, do PSB) pediu ao STF para proibir a polícia de entrar nas favelas do Rio e de usar helicópteros.
      A Globo também vive falando mal da polícia.
      Por que a esquerda e a imprensa vivem falando mal da polícia?
      Bolsonaro queria colocar o exército.
      Se colocar a esquerda e a Globo vão chiar.
      Preferem traficantes.

ANIMAIS ABATIDOS E REFÉNS: Polícia Civil deflagra operação e prende cinco pessoas suspeitas por roubos seguidos de ações violentas em propriedades rurais no interior do RN

Policiais civis da 1a Delegacia Regional de Polícia (DRP) de São Paulo do Potengi deflagraram, nesta quarta-feira (10), a Operação “Boi Zebu”, com o objetivo de prender um grupo criminoso que estava praticando diversos assaltos em propriedades rurais, nas cidades de Bom Jesus, Elói de Souza, Serra Caiada, Tangará, São Pedro do Potengi e Sítio Novo.

Durante as diligências, foram presos: Fábio Júnior Soares (“Sapeka”), Fernando da Silva Morais (“Bebê”), Francisco Alves Cavalcante Santa (“Calango”), Jefferson Soares Cavalcanti (“Gordo”) e Luís Ludegério da Silva (“Lula”).

De acordo com investigações, a quadrilha costumava praticar roubos sequenciados em propriedades rurais, onde na maioria das vezes os animais eram abatidos ainda no imóvel pelos criminosos, enquanto que os ocupantes das propriedades eram feitos reféns.

Foi constatado ainda que os criminosos agiam com violência e, em um dos assaltos, na cidade de Serra Caiada (RN), o caseiro da propriedade foi atingido com um disparo de arma de fogo, sendo socorrido após o roubo. Durante a apuração, o grupo criminoso foi reconhecido como responsável por cerca de oito assaltos ocorridos na região.

A ação policial realizada nessa quarta-feira (10) contou com o apoio da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (DEFUR), Delegacia Especializada em Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (DEPROV), Delegacia Especializada em Narcóticos (DENARC) e Delegacia Especializada em Assistência ao Turista (DEATUR), além da Guarda Municipal de Tangará e Polícia Militar de Bom Jesus.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Beto Araújo disse:

    Manda tudo pro curral do satanás.

  2. Neto disse:

    Tem que arrochar esses vagabundos safados, pra eles descobrirem quem compra o gado.
    Deve ser machantes pra vender a carne nas feiras livres.
    Arrocha esses sem vergonha.
    Tem que ir presos e logo.

    • José disse:

      Já fui vítima desse tipo de crime, o mais chocante é o envolvimento de grandes comércios e politicos. O que dificulta as ações políciais e ameaça os clientes.

  3. Patricio oliveira disse:

    O Lula também está metido nisso?Era só o q faltava.kkkkk

  4. Calígula disse:

    O Rio Grande do Norte está literalmente entregue aos bandidos.
    Temos uma governadora fraca que gasta 25 milhões de reais em propagandas onde mostra um RN inexistente.
    Pega a doida

  5. Erasmo disse:

    Devem agir em Macaiba também, bom seria o focinho desses trastes para que fossem reconhecidos por maior números de vítimas. Pena que nenhum CPF foi cancelado. Na Propriedade do meu Pai em Traíras, Distrito de Macaiba, roubaram 5 vacas.

Polícia Civil prende dois suspeitos de assaltos a bancos na Grande Natal

Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) deflagraram, nessa quarta-feira (11), uma Operação que resultou na prisão de integrantes de uma organização criminosa especializada em explosões a agências bancárias, bem como em ataques a carros-fortes, com atuação em todo estado.

A ação policial aconteceu nas cidades de Parnamirim e São José de Mipibu, onde foram presos: Francisco Givanilson Clementino Duarte, conhecido como “Pepeta”, 33 anos, e Wallyson de Lima Sousa, conhecido como “Bimba”, 32 anos.

Durante as diligências, foram apreendidos entorpecentes em São José de Mipibu, onde funcionava um laboratório de drogas. Também foram encontrados pelos policiais: prensa hidráulica, formas para fabricação de drogas, munições calibre 12, dinheiro, uma camioneta, uma motocicleta e um paredão de som avaliado em R$ 200 mil.

Um dos mandados de prisão existentes contra “Pepeta” foi expedido após uma ação criminosa na cidade de Brejo do Cruz (PB), no dia 03 de setembro de 2017, quando ocorreu intensa troca de tiros na cidade de Campo Grande (RN); na ocasião, foram apreendidos três fuzis. Já o mandado de prisão que havia em aberto em desfavor de “Bimba” é decorrente de uma operação da DEICOR, na cidade Taipu (RN), no ano de 2019, quando foram apreendidos cinco fuzis.

“Pepeta” também é investigado por ter participado da ação criminosa em São Paulo do Potengi (RN), em outubro do ano passado. As investigações continuam até a prisão dos demais envolvidos. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, através do Disque Denúncia 181 ou Disque DEICOR, por meio dos números: (84) 3232-2862 e (84) 98135-6796 (WhatsApp).

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. PAULO disse:

    Melhor grupo policial do RN, esses aí prendem em quantidade e qualidade. Pode observar, o negócio desse pessoal da Deicor é gente graúda…

‘BBB21’: deputado vai denunciar Nego Di, Projota, Karol Conká e Lumena ao MP e à Polícia Civil

Foto: Reprodução

O deputado estadual Atila Nunes (MDB), conhecido defensor das religiões de matrizes africanas, anunciou, nesta quarta-feira (10), que vai denunciar ao Ministério Público os participantes do “BBB21” Nego Di, Projota, Karol Conká e Lumena por vilipêndio religioso, crime caracterizado no Código Penal.

Na última segunda-feira, o quarteto causou revolta nas redes sociais e foi acusado de intolerância religiosa por ter ironizado o orixá Xangô. Em conversa no quarto, Nego Di fez um trocadilho desrespeitoso com a entidade. Lumena é candomblecista e, junto com seus amigos, ironizou a umbanda, religião de Lucas Penteado.

“Eu xangôzei”, disse o humorista. “Cheguei a xangôzar no quarto, vei. Ave, Maria”, completou. Depois, foi a vez de Karol Conká. “Você falando é muito engraçado. ‘Eu chamei Xangô, véi'”, disse a rapper, imitando Lumena.

Apesar de estarem ridicularizando uma religião de matriz africana, Lumena caiu na gargalhada com todos os outros. Ela ainda lembrou uma conversa que teve com Lucas. “Eu xangozei. Eu estou pelo certo com meu orixá, você está pelo errado. Ele está te abandonando”, disse a baiana.

O deputado disse que também vai pedir à Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) para requisitar as gravações.

“As referências extremamente ofensivas, acompanhadas de chacotas dos quatro participantes a uma entidade das religiões de matrizes africanas, estimulam o preconceito e os ataques à umbanda e ao candomblé. Dificilmente eles se refeririam dessa forma a Nossa Senhora ou à Biblia”, disse.

Extra – O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. disse:

    Interessante… se a piada fosse com Deus ou com Jesus Cristo, o deputado teria se indignado? Ou ficaria "de boa"?

  2. Valerio disse:

    Atraz dos holofotes

  3. Tico de Adauto disse:

    Tem o q fazer nao

Polícia Civil prende, em Natal, mulher por estelionato contra empresária

Policiais civis do 5º Distrito Policial de Natal prenderam em flagrante, nessa terça-feira (02), Jussimara Azevedo da Silva, 40 anos, pelo crime de estelionato. A prisão aconteceu após uma empresária procurar a delegacia, para noticiar que, em dezembro de 2020 e janeiro deste ano, havia sido vítima de fraude praticada pela mulher e que ela repetiu por cinco vezes a conduta.

Jussimara Azevedo teria comprado roupas online e enviado à loja comprovantes de transferência falsos, inclusive em alguns destes constava o nome da mãe da suspeita. A mercadoria obtida pela mulher correspondia a um valor de aproximadamente R$ 5.100,00. O não recebimento da quantia somente foi percebido pela empresária em 14 de janeiro.

Em 29 de janeiro, a suspeita manteve novamente contato com a loja para comprar mais peças, informando o endereço empregatício para entrega, que seria realizada nesta terça-feira (02). Após receber novo comprovante falso, a empresária procurou a delegacia e os policiais diligenciaram e localizaram a suspeita, no escritório de contabilidade onde ela trabalha, no bairro Lagoa Nova, em Natal. A maior parte da mercadoria obtida anteriormente foi recuperada na residência da mulher, em Candelária.

Jussimara Azevedo foi conduzida à Central de Flagrantes, para lavratura do auto de prisão em flagrante pelo crime de estelionato. Em seguida, ela foi encaminhada ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

A Polícia Civil alerta os empresários que trabalham com compras online a conferirem os depósitos/transferências, antes de realizarem a entrega das mercadorias, evitando prejuízos decorrentes das fraudes.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Polícia Civil prende suspeito de latrocínio contra motorista de aplicativo e ex-candidato a vereador em Mossoró

Policiais civis da Delegacia de Homicídios de Mossoró (DHM), em conjunto com a Delegacia Especializada em Narcóticos (DENARC) e a Coordenadoria de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Ceará – COTAM-PM/CE, prenderam, nesta terça-feira (02), Antônio Lucas Lobo Maia. Ele foi detido na cidade de Fortaleza, no Estado do Ceará.

Antônio Lucas é apontado como o terceiro suspeito de envolvimento no crime de latrocínio que vitimou o motorista de aplicativo e ex-candidato a vereador Carlos Reginaldo Holanda Nogueira Júnior, conhecido como “Espanta”. O crime aconteceu em 21 de janeiro, em Mossoró.

As investigações indicaram que Antônio Lucas estaria escondido na casa de sua namorada. As equipes então se deslocaram ao endereço e constataram a veracidade da informação. Inicialmente, os policiais encontraram a namorada de Antônio Lucas e, após desdobramentos, foi possível localizar o suspeito na cidade de Fortaleza.

Antônio Lucas foi preso e conduzido à cidade de Mossoró, onde foi ouvido pelo delegado. Em seguida foi encaminhado ao sistema prisional e ficará à disposição da Justiça. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima por meio do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Polícia Civil realiza operação na Grande Natal, prende suspeitos de tráfico interestadual de drogas e apreende tabletes de cocaína pura avaliados em R$ 400 mil

Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR), em conjunto com policiais civis da Delegacia de Polícia de Roubos e Furtos de Veículos (DPRFV/DEPATRI) de Pernambuco realizaram, na manhã desta terça-feira (02), uma operação com objetivo de combater o tráfico interestadual de drogas. A ação aconteceu no bairro da Redinha Nova, em Extremoz.

As diligências foram iniciadas após as investigações apontarem o endereço em que estariam os suspeitos. Chegando ao local, foram presos em flagrante quatro suspeitos: Djalma Francisco Fernandes, conhecido como “Coroa”, 59 anos, Laércio Ferreira da Costa, conhecido como “Neguinho”, 48 anos, Rafael de Jesus Batista, conhecido como “Gordo”, 25 anos e Mayara Vasti Costa, 26 anos. Eles são apontados como integrantes de uma facção criminosa do Estado de São Paulo.

Durante a ação, foram apreendidos dez tabletes de cocaína pura, avaliados em R$400.000,00. Djalma Francisco e Laércio Ferreira já haviam sido autuados por roubo a banco, violação a caixa eletrônico em São Paulo e tráfico de drogas. Eles foram encaminhados ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181 ou dos números da DEICOR: (84) 3232-2862 e (84) 98135-6796 (WhatsApp).

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Polícia Civil do RN deflagra Operação e desarticula organização criminosa especializada em roubo a carros-fortes e explosões contra instituições bancárias; dois são mortos em confronto

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR), em conjunto com equipes das Polícias Civis dos Estados da Paraíba e de Pernambuco, deflagraram, nessa quinta-feira (21), a Operação “Sem Fronteiras”. A ação teve como objetivo o combate interestadual aos crimes de roubo a carros-fortes e explosões contra instituições bancárias.

A operação resultou na prisão de José Aderson da Silva, conhecido como “Carequinha”, considerado um dos braços direito de Alan Davydson. A prisão aconteceu no bairro José Pinheiro, localizado na cidade de Campina Grande (PB). Além disso, foram apreendidos no decorrer das diligências: drogas, o valor de R$1.100,00, 200 artefatos explosivos e três armas de fogo, sendo elas: uma pistola 9mm, um revólver calibre .38 e um fuzil .50, com seis munições intactas.

Durante a ação, morreram em confronto com os policiais: Alan Davydson Nunes Santos, conhecido como “Galeguinho” ou “Fantasma”, e Anderson Xavier de Souza Pontes, conhecido como “Ancinho”, 31 anos. Em desfavor de Anderson Xavier, existiam cinco mandados de prisão, expedidos pela Vara Única da Comarca de São Paulo do Potengi, referentes aos crimes de: integrar organização criminosa, tráfico de drogas, associação para o tráfico, dano qualificado, roubo, adulteração de sinal identificador de veículo automotor, furto, incêndio e receptação.

Contra Alan Davydson, havia dez mandados de prisão em aberto, expedidos pelas Comarcas de Pau dos Ferros, Nísia Floresta, Pedro Velho, Parnamirim e Ceará-Mirim, referentes aos crimes de: homicídio qualificado, integrar organização criminosa, roubo, porte ilegal de arma de fogo, posse irregular de arma de fogo, adulteração de sinal identificador de veículo automotor, corrupção de menores, expor a perigo a vida mediante uso de dinamite ou substância semelhante, furto e receptação. “Alan Davydson” é apontado como chefe da organização criminosa e era considerado um dos criminosos mais procurados pela DEICOR/RN, que o investigava há seis anos. Ele também era procurado pelas Polícias Civis da Paraíba e de Pernambuco.

De acordo com as investigações, a organização criminosa é responsável pelo roubo contra uma agência bancária, ocorrido no dia 14 de outubro de 2020, na cidade de São Paulo do Potengi (RN), em que 27 criminosos estiveram envolvidos na ação. Segundo o diretor da DEICOR, Erick Gomes, o material apreendido durante a Operação seria utilizado para ações criminosas conhecidas como ”novo cangaço”, principalmente contra carros-fortes.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181 ou dos números da DEICOR: (84) 3232-2862 e (84) 98135-6796 (WhatsApp).

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Polícia Civil do RN abre inscrições para estágio remunerado com salário mínimo nas áreas de Administração, Arquitetura, Direito, Estatística e Jornalismo

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte, por meio do Setor de Estágios, divulgou, na tarde desta segunda-feira (18), que estão abertas as inscrições para o processo seletivo de estágio na Instituição. Para o curso de Direito, as vagas são para Natal e Grande Natal. Já para os cursos de: Arquitetura, Administração, Estatística e Jornalismo, as vagas são somente para a Capital Potiguar.

Os interessados devem ter cursado, no mínimo, 50% da carga horária do curso e, no máximo, estar matriculado no 8º período, no primeiro semestre de 2021 e realizar cadastramento no site da Escola de Governo do RN, www.escoladegoverno.rn.gov.br. Para participar do processo seletivo, os estudantes devem se candidatar até a próxima sexta-feira (22), em uma pré-seleção, enviando o currículo (com foto) e histórico acadêmico para o endereço de e-mail: processoseletivopcrn@gmail.com, colocando no assunto o nome do curso.

Os pré-selecionados serão convocados para uma segunda fase da seleção, em data que, posteriormente, será informada. O valor da bolsa é de um salário mínimo (R$ 1.100,00) e auxílio-transporte (R$51,70), para estágio de 6h diárias, no total de 30 horas semanais. Mais informações podem ser obtidas por meio do telefone: (84) 98135 – 5865 ou pelo e-mail: processoseletivopcrn@gmail.com.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Leni disse:

    Quem faz direito, não advoga somente. Para ser delegado, por exemplo, precisa ter o curso de Direito 😁

  2. Lucas disse:

    Pense em um estágio sem futuro. Imagina o network o estagiário vai estabelecer. Tem que pegar para estágio aquele pessoal que quer ser segurança ou que está fazendo algum curso de detetive e gosta de sentar a mão em bandido. Esses sim, seriam os estagiários ideais.

  3. Mário disse:

    Só pode ser piada. Será que um estudante de direito querer ir estagiar em uma delegacia de polícia. "Vamos fazer uma campana ali estagiário", vamos pegar uns traficantes lá no Passo da Pátria e de depois uma batida em Mãe Luíza" kkkkkkkkk. E ainda mais ganhando um salário. ERA SÓ O QUE FALTAVA. Estágio de Direito o estudante faz no Fórum, em escritório de advocacia.