Nota de esclarecimento – Sindicato dos Bugueiros Profissionais do Rio Grande do Norte (Sindbuggy)

Nota de esclarecimento

O Sindicato dos Bugueiros Profissionais do Rio Grande do Norte (Sindbuggy) vem a público esclarecer que continua dando apoio às operações policiais de combate ao tráfego ilegal de veículos não autorizados, que inclui o transporte ilegal de turistas em veículos tracionados. O Sindicato dos Bugueiros em nenhum momento teve a intenção de se contrapor às agremiações de jipeiros e de off-roads, que fazem o passeio de lazer. Agremiações essas que o Sindbuggy realiza parcerias e que mantém um bom relacionamento há anos. É importante se ressaltar que as agremiações são registradas e que realizam passeios em grupos, em dias específicos, com rotas definidas, com motoristas experientes, de forma harmoniosa, respeitando a atividade turística e com ações de preservação à natureza. Situação completamente diferente dos veículos tracionados que fazem o transportes ilegal e que precisam ser combatidos. O Sindicato reitera seu apoio às agremiações, reforça parceria em projetos e atividades que vem desenvolvendo ao longo dos anos e se retrata publicamente por qualquer mal-entendido que possa ter sido provocado.

Sindicato dos Bugueiros Profissionais do Rio Grande do Norte (Sindbuggy)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Francisco disse:

    Realmente eles se consideram os donos das praias. É só conversar com os moradores do Loteamento Tabu, em Genipabu para constatar essa certeza.

  2. sergio disse:

    Uma categoria q faz o transporte de forma totalmente errada, cansei de ver os turistas em cima da parte traseira dos Bugres soltos , sem cinto de segurança, tem turista q passa pela ponte em pé nos bancos na ponte nova, me parece q pela arrogância dessa nota que eles tem um arrumadinho com os órgãos de transito, lei é lei, e tem q valer p todos,ou só bugrueiros sabem dirigir?

  3. Vinicius disse:

    Se essa nota se refere à outra que foi publicada aqui na terça feria 18, não esclarece absolutamente nada do que foi dito lá.
    Coloco aqui o link para conferência: http://blogdobg.com.br/parceria-entre-pm-e-sindbuggy-garante-mais-seguranca-nas-areas-de-dunas/
    Lá não se falou nada sobre transporte ilegal de turistas. Isso aí é outro assunto que nem vou entrar no mérito.
    Que espécie de parceria é essa que o sindicato estabelece com a PM? Qual o sentido e objetivo disso? Que segurança o sindicato garante na área de dunas e desde quando o papel de fiscalização é desse sindicato? De que forma o sindicato diz garantir essa "segurança"? Só se for segurança financeira!
    Caberia uma nota pra esclarecer isso! E ao Sr. Luiz Thiago também esclarecer se realmente foram dele aquelas palavras:
    “A gente entende que os condutores de veículos tracionados queiram aproveitar as belezas naturais em seus veículos, mas essa prática, além de ilegal, coloca em risco a vida de todos. Inclusive de nós, bugueiros, e dos turistas que visitam o nosso litoral. A população precisa se conscientizar de que essa prática é ilegal. Apenas veículos e condutores autorizados é que podem fazer esse percurso”

    A única legislação que hoje proíbe o tráfego de veículos em vias públicas de praia (beira-mar é uma via pública), é uma portaria de 2007, inconstitucional, que autoriza em seu texto, em algumas épocas do ano e em alguns trechos delimitados, o acesso a veículos autorizados (buggy turismo). Isso tem que ser revisado urgentemente. O acesso às vias públicas já é liberado aos 4×4 na prática. Falta agora ser também por direito.

    As agremiações de jipeiros não precisam da bênção do sindicato dos bugueiros pra andar onde quer que seja e em qualquer data. E nem o proprietário de veículo precisa ser registrado ou filiado a nenhum clube pra ter o seu direito respeitado.

    Sem querer generalizar nem polarizar a questão. Existem bugueiros que possuem 4×4 e vice-versa. Diferença de opinião sempre vai existir. Precisamos é de políticas e leis que garantam a liberdade de qualquer cidadão.

  4. André Gonçalves de Medeiros disse:

    Sindicato prepotente, cuja categoria possui enorme histórico de agressões e ameaças a cidadãos pacíficos e que ainda se julga destinatário exclusivo das dunas do entorno da cidade. Assume essa postura ridícula em razão da omissão do poder público. Um dia terá seu troco…

  5. Joao2 disse:

    Os bugueiros nem nenhuma outra associação não tem competência legal para fiscalizar, sendo privativo ao Estado.
    Era a mesma situação dos taxistas que queriam fiscalizar uber.
    Ninguém é proibido de fazer algo que não esteja na lei, se este trafego não for proibido, é permitido.

    • Coxinha de Mortadela disse:

      Se você for obrigado a fazer algo que a lei não obriga é crime, chamado constrangimento ilegal.

  6. Tulio kayo disse:

    E mesmo que fosse com relaçao aos que tem 4×4 que é os bugueiro pra proibir qualquer um de andar nas dunas ? No meu ver não é ninguem… estamos em um pais de livre arbitrio com direitos de ir e vir a qualquer lugar… entao nao vai ser o bugueiros que vai empedir alguma coisa

  7. Observador disse:

    ELES NÃO MANTÉM UM BOM RELACIONAMENTO com as agremiações, muito menos há anos, como ele falou. deveriam era proibir todos os bugueiros de andarem nas dunas e/ou de levar passageiros, pois vendem pacotes:"com emoção ou sem emoção" com emoção fazem manobras arriscadas e "radiacais" o que é proibido pelo Código de Trânsito Brasileiro, além de transportarem passageiros sem cinto de segurança e acima da capacidade do veiculo!

  8. Henrique Guidi disse:

    Infelizmente essa nota nada esclarece…
    Deu a entender que só podemos realizar passeios em dias e horários pré definidos e autorizados pelos bugueiros.

    Infelizmente o bloqueio se dá a todos os veículos 4×4 e não só aqueles que realizam o transporte de passageiros.

  9. Reginaldo disse:

    Outro sindicato mal explicado

  10. LUCY disse:

    ESSE BRASIL DEVE OUTRO, NÃO O REAL

  11. Edu disse:

    Nós que fazemos passeios 4×4, esperamos que essas palavras se transmitam na realidade, pois a truculência dos bugueiros são verídicas e imorais. A maioria pensa que são proprietários das Dunas e praias, quando na verdade ali estão os locais da sobrevivência deles.

  12. Eduardo Lins disse:

    Falou os que se acham donos da praia!!!

COMENTE AQUI