#Curiosidade: Por que a potência de um motor é medida em cavalos?

Por causa do trabalho realizado pelos cavalos nas minas de carvão inglesas do século XVIII. Os donos dessas minas foram os primeiros clientes dos fabricantes de motores movidos a vapor. Essas engenhocas acionavam máquinas que transportavam carvão do interior da mina até a superfície.

Antes do motor a vapor, essa tarefa era feita por cavalos que, por meio de um sistema de cordas e roldanas, puxavam baldes cheios do produto. Portanto, nada mais natural que comparar a força dessas máquinas à dos eqüinos. A idéia foi do inventor escocês James Watt, que, no final do século XVIII, trabalhou no desenvolvimento desse tipo de motor. Ele calculou que, em média, um cavalo conseguia subir 100 quilos de carvão a uma certa altura por minuto. Na hora de generalizar a medida, ele aumentou a carga em 50% e instituiu a unidade de “um cavalo de potência” como a força necessária para levantar 150 quilos por 30 metros de altura em um minuto.

A unidade pegou e atravessou os séculos com a sigla HP (de Horse-Power, ou “Potência de Cavalo”, em inglês).

A unidade HP é equivalente à força necessária para erguer a 30 metros de altura um balde com 150 quilos de peso em um minuto. Ela foi baseada no trabalho feito por cavalos em antigas minas de carvão.

Fonte: Mundo Estranho

RN tem consumo recorde de água no mês de junho: 9,7 bilhões de litros

O consumo de água nos municípios atendidos pela Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) atingiu a marca de 9,7 bilhões de litros em junho, o maior volume já registrado pela empresa de saneamento comparado ao mesmo mês de anos anteriores. O resultado representa um aumento de 11,95% no consumo em relação ao mês de maio e chamou a atenção dos técnicos da Caern, uma vez que índices superiores a nove bilhões de litros normalmente são registrados nos meses de verão.

Em junho, os potiguares consumiram 1,2 milhão de litros de água a mais que o mês de maio. Entre as principais cidades do Estado, Mossoró foi a que apresentou o maior percentual de aumento no consumo. No sexto mês do ano, os mossoroenses consumiram cerca de 146 milhões de litros de água a mais que o registrado no mês anterior, uma alta de 15%. Este volume seria suficiente para abastecer uma cidade inteira do porte de Assú durante mais de trinta dias.

Em volume consumido, o topo do ranking continua sendo ocupado por Natal. No mês passado, o volume de água faturado pela Caern nas zonas Sul, Leste e Oeste da capital foi de 2,7 bilhões de litros, 1,2 bilhão de litros a mais que o verificado em maio. Já na Zona Norte foram 932,5 milhões de litros consumidos em junho, índice 11% superior ao utilizado no mês anterior.

Curiosamente, o aumento da utilização de água em Natal coincidiu com o início da temporada de chuvas quando, tradicionalmente, o consumo cai. Alguns fatores podem ter contribuído para a alta, entre os principais, o período de recesso escolar e o aumento do uso de chuveiro elétrico. “Quando está chovendo, a gente normalmente toma banhos quentes, mais demorados, para passar o frio”, afirma a dona de casa Socorro Souza, moradora do conjunto Cidade Satélite. Já no interior, o aumento era esperado, uma vez que a maioria dos municípios potiguares enfrenta período de estiagem prolongada.

Outras cidades

Embora em menor escala do que em Natal ou Mossoró, o aumento do consumo de água aconteceu em todas as regiões do Estado. Em Caicó, o volume consumido foi de 271,3 milhões de litros em junho, 18,2 milhões a mais que o registrado em maio. Em Pau dos Ferros, o índice saltou de 103,2 milhões para 121,9 milhões. Areia Branca e Macau consumiram cerca de 7 milhões de litros a mais cada uma. Apesar do aumento, a Caern garante que possui volume de água suficiente para abastecer à população. Entretanto, alerta para a necessidade de utilizar o líquido de forma racional, evitando desperdícios, como forma de garantir que não falte água para ninguém.

Apesar de 19 votos contrários à cassação e de cinco abstenções, ninguém defende Demóstenes

Isso é reflexo da ferramenta do voto secreto para algumas das votações do Senado Federal.

Apesar dos 19 votos contrários à cassação e das cinco abstenções, nenhum senador fez qualquer declaração pública em defesa de Demóstenes Torres, que perdeu o mandato nesta quarta-feira com o aval de 56 parlamentares por quebra de decoro parlamentar.

Eram necessários 41. A votação terminou com 15 votos a mais do que o necessário. Mesmo assim, ficam alguns mistérios. Quem são esses senadores que votaram contra a cassação? E os que se abstiveram? Porque nenhum deles ainda falou publicamente o que levou eles a tomar tais decisões? Nos corredores do Senado já se especulam alguns nomes, mas todos, até agora, seguem calados.

Porque o silêncio? Por causa do voto secreto? O voto secreto, em muitos casos, encobre políticos que falam de um jeito, mas que agem de outro completamente diferente. Na frente das câmeras é uma coisa, mas na hora de agir é outra. Pelo andar da carruagem, ninguém vai falar. Afinal, eles estão respaldados legalmente pelo “voto secreto”.

 

Vereadora de Lagoa D’Anta perde cargo por desfiliação partidária sem justa causa

Em sessão plenária realizada na tarde desta terça-feira (10), a Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte julgou procedente ação proposta pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), que pedia o reconhecimento da desfiliação partidária sem justa causa e decretação da perda do mandato da vereadora Valdira Lopes Bezerril Campos, do município de Lagoa D’Anta/RN.

Na ação, o MPE alegou que a vereadora se desfiliou do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) em Lagoa D’Anta, sem justa causa, para se filiar ao Partido da República (PR), violando a legislação que disciplina a fidelidade partidária.

Em sua defesa, a vereadora Valdira Lopes argumentou que sofreu grave discriminação pessoal, em função de animosidades entre ela e a presidente do PMDB de Lagoa D’anta, além de não ter sido incluída em posição de destaque no Diretório Municipal da legenda, mesmo sendo a única filiada ocupante de mandato eletivo no município. Ainda, sustentou a anuência do partido em relação a sua desfiliação.

Em seu voto, o juiz Ricardo Procópio, relator, primeiramente rejeitou a preliminar de falta de interesse processual do MPE, destacando que o órgão ministerial tem o dever institucional de velar pela ordem jurídica e pelo regime democrático de direito, de tal forma que se mostra imprescindível a sua participação em todas as fases do processo eleitoral.

Votando no mérito, o magistrado afirmou que “as divergências entre a presidente do diretório local e a requerida não passavam de meras divergências político-eleitorais, o que é perfeitamente natural no ambiente do partido político”. Além disso, alegou que o fato de Valdira Lopes não ter sido contemplada com função proeminente na direção interna do PMDB e a simples anuência do partido com o seu pedido de desfiliação não configuram a justa causa. Assim, julgou procedente o pedido, decretando a perda do mandato da vereadora, o que foi acompanhado à unanimidade pelos demais membros da Corte.

Polícia estoura mais um Bingo no Alecrim

Policiais civis da Delegacia Especializada na Defesa do Consumidor (DECON) estão nesse momento fechando mais um bingo clandestino numa residência localizada na Rua Dr. Mário Negócio, nº 1449, bairro do Alecrim.

Um apostador, um funcionário e um segurança estão sendo conduzidos à delegacia. Pelo menos 15 máquinas foram apreendidas.

Barcelona e Monte Alegre: MP Eleitoral ajuíza primeiras ações de impugnação

O Ministério Público Eleitoral ingressou com duas ações de impugnação de registro de candidatura contra o candidato a prefeito do município de Barcelona, Carlos Zamith de Souza (reeleição), e o candidato a vice-prefeito de Monte Alegre, Solon Ubarana da Silva. De acordo com o MP Eleitoral, os dois candidatos tiveram contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado, em razão de irregularidades insanáveis que configuraram atos dolosos de improbidade administrativa. Em razão disso, incidem em causa de inelegibilidade prevista na Lei da Ficha Limpa (art. 1º, inciso I, alínea “g” da Lei Complementar nº 64/90, com redação conferida pela Lei Complementar nº 135/2012).

No caso do candidato a vice-prefeito de Monte Alegre, Solon Ubarana da Silva, ele teve as contas relativas ao período em que exerceu o cargo de prefeito da cidade rejeitadas por duas vezes (Processo TCE nº006636/1997 e 007165/2003) . A ação destaca que “restou devidamente caracterizada a prática de fracionamento de despesas”. As contas foram julgadas irregulares, tendo sido determinada a restituição ao erário de mais de R$ 30 mil, além do pagamento de multas.

Já o candidato a reeleição em Barcelona, Carlos Zamith de Souza, dispensou injustificadamente a licitação para a aquisição de gêneros alimentícios destinados a uma creche. Além disso, foi condenado pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região a suspensão dos direitos políticos pela prática de ato doloso de improbidade administrativa (Convênio com o Funasa nº 789/2001). De acordo com a decisão “restou configurado que o réu, ex-prefeito, agiu de forma negligente no trato com a coisa pública, ante a malversação dos recursos e a completa desídia para com o controle de obras fundamentais para a saúde da população local”.

As ações tiveram por base informações e documentos existentes no Portal da Ficha Limpa, criado pela PRE/RN, disponível no site www.prern.mpf.gov.br. O Portal surgiu  para fornecer subsídios aos promotores das 69 zonas eleitorais do estado e para permitir um controle social maior por parte dos eleitores relativamente às pessoas que pretendem ocupar cargos públicos.

Gustavo Carvalho acredita que rodovia “Transchapadão” será concretizada

O deputado Gustavo Carvalho acredita que no segundo semestre será atendido pelo governo do Estado na sua solicitação para a construção da rodovia denominada de “Transchapadão” ligando o Rio Grande do Norte ao Ceará, entre as cidades de Apodi-RN e Tabuleiro Grande-CE.

Ele disse hoje (11) que a rodovia é de grande importância para os dois Estados e por isso fez a solicitação ao Departamento de Estradas de Rodagem-DER por meio de requerimento protocolado na Assembleia Legislativa no último dia de sessão plenária do primeiro semestre legislativo.

“Essa rodovia é de grande importância econômica para o Rio Grande do Norte, pois vai garantir um acesso de qualidade para o transporte dos produtos da agricultura da região”, afirmou.

Segundo Gustavo Carvalho, o trecho no Estado, partindo de Apodi, é de apenas 20 quilômetros. Os outros 20 ficam no Ceará. “Acredito ser possível uma parceria entre os governos para que esse importante projeto seja concretizado o mais rápido possível, que além de possibilitar o escoamento da produção vai fortalecer o turismo na região”, disse.

O deputado ressaltou ainda que a rodovia vai beneficiar os 40 assentamentos rurais existentes na Chapada do Apodi. Gustavo Carvalho solicitou, também, o asfaltamento do trecho da RN-117, com cinco quilômetros de extensão, ligando o município de Rodolfo Fernandes até a divisa com o Estado do Ceará.

Justiça Federal bloqueia conta do Estado para pagamento de medicamento

A Justiça Federal do Rio Grande do Norte determinou o bloqueio de parte da conta do Estado do Rio Grande do Norte, de forma a garantir a compra de três frascos do medicamento Vedrop (Tocofersolan), que tem o valor unitário de U$ 798,70. O produto é usado para o tratamento de doença degenerativa incapacitante. A decisão foi do Juiz Federal Almiro José da Rocha Lemos, titular da 11ª Vara Federal, Subseção de Assu.

O bloqueio estabelecido pelo magistrado ocorreu porque o Estado descumpriu a determinação anterior. Depois de cinco meses de concedida a antecipação de tutela que obrigava o Governo a comprar o medicamento, ainda assim, a decisão não foi cumprida.

A nova determinação judicial, com o bloqueio da conta, garante medicamento para um mês de tratamento, sem “embargos de nova apreciação após esse período caso persista o descumprimento, devendo, nesse interim, ser regularizado o fornecimento da medicação”, como escreveu o magistrado na decisão.

Empresário potiguar é preso acusado de estuprar e engravidar a filha de 13 anos

Policiais civis do município de Açu, sob o comando do delegado Emerson Valente, cumpriram mandado de prisão preventiva, na manhã dessa quarta-feira (11) contra um empresário identificado como Gerôncio José de Souza, de 38 anos. Ele é acusado de estuprar a própria filha de apenas de 13 anos, que está grávida de três meses.

Segundo Valente, a prisão foi possível após uma denúncia anônima recebida na última segunda-feira (09) dando conta de que o acusado havia violentado a filha e que ele possuía armas de fogo em casa. Os policiais foram checar a denúncia e apreenderam na residência do empresário um revólver calibre 32 e duas espingardas. “Ele foi autuado em flagrante por porte ilegal de armas, mas foi liberado no mesmo dia após o pagamento de dois mil reais de fiança”, contou.

No entanto, a vítima confirmou os abusos praticados pelo pai e mostrou o exame de gravidez Beta HCG constatando a gestação. Com isso, o delegado solicitou a prisão preventiva do acusado.

Em depoimento à polícia o acusado confessou os abusos praticados e alegou que havia cometido o crime devido a maus pensamentos que haviam tomado conta dele, mas que estava arrependido.

A irmã mais velha da vítima, de 18 anos, também confessou à polícia que já havia sido abusada sexualmente pelo pai quando tinha nove anos de idade. Em depoimento, a mãe da adolescente disse que não tinha conhecimento dos abusos praticados pelo marido. “Ele vai responder por estupro de vulnerável com agravamento da pena por ter sido contra a filha e ter resultado em gravidez, podendo pegar no mínimo 16 anos de prisão”, explicou o delegado.

Por 56 votos a 19, Senado cassa Demóstenes Torres

Por 56 votos a 19, com cinco abstenções, o Senado cassou nesta quarta-feira (11) o mandato do senador Demóstenes Torres (sem partido-GO) por quebra de decoro parlamentar. Eram necessários 41 votos para cassar o mandato do senador. Demóstenes foi acusado de ter mentido aos colegas sobre sua relação com o bicheiro Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira. Com a decisão, Demóstenes fica inelegível até 31 de janeiro de 2027. No seu lugar assume o empresário Wilder Pedro de Morais (DEM-GO). Esta é a segunda vez na história que os senadores cassam o mandato de um colega.

Relatores defendem cassação de Demóstenes por "ferir de morte" a ética

Relatores do caso de Demóstenes Torres (sem partido-GO) defenderam a cassação do senador nesta quarta-feira e afirmaram que o colega teve conduta incompatível com seu mandato, “ferindo de morte” a dignidade do cargo e a ética.

Os senadores decidem nesta quarta-feira, por voto secreto, se cassam o mandato e os direitos políticos de Demóstenes, suspeito de envolvimento com Carlinhos Cachoeira, preso desde fevereiro acusado de chefiar uma rede de jogos ilegais.

O senador Humberto Costa (PT-PE), relator do caso no Conselho de Ética e primeiro a falar a um plenário cheio –78 senadores já haviam registrado presença até as 11h –, afirmou que o senador cometeu irregularidades “graves” e pediu aos colegas que não se deixem levar pelo “corporativismo” na votação desta quarta-feira.

“O senador praticou irregularidades graves no desempenho de seu mandato”, disse. “Abusou de prerrogativas asseguradas a membros do Congresso Nacional”, declarou.

O senador Pedro Taques (PDT-MT), que relatou o caso na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, usou seu discurso para ressaltar que o rito legal foi respeitado e que Demóstenes teve ampla chance de defesa durante o processo.

“O senador adotou conduta incompatível com o decoro parlamentar, ferindo de morte a dignidade do cargo e a ética que se impõe”, afirmou.

Enquanto os relatores discursavam, Demóstenes permaneceu no plenário, sentado ao lado de seu advogado, Antonio Carlos de Almeida Castro.

Denúncias com base em interceptações telefônicas da Polícia Federal sugerem que Demóstenes teria usado sua influência e poder como senador para favorecer o suposto contraventor. Há suspeitas de que o senador teria vazado informações sigilosas sobre operações policiais a Cachoeira.

Questionado sobre isso quando o processo por quebra de decoro ainda tramitava no Conselho de Ética do Senado, Demóstenes afirmou que estava “jogando verde” com Cachoeira, para saber se o amigo ainda estava envolvido com a contravenção.

“Essa é uma ação temerária, e que não corresponde com o exercício do mandato parlamentar”, afirmou Costa.

Na ocasião, o senador admitiu ainda ter utilizado um aparelho de telefone e rádio fornecido por Cachoeira para manter contato com Demóstenes.

Logo no início da sessão, o presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), lembrou os senadores que o voto é secreto e “assim deve permanecer”.

Primeira foto carregada para a web completa 20 anos

“Les Horribles Cernettes”: o grupo de comédia da Suíça estampa a primeira fotografia carregada para a internetFoto: Reprodução

 

 Uma produção tosca, com direito a um tratamento de imagem nada profissional. Assim foi a primeira fotografia carregada para a web, em 1992, na Suiça, de um computador em pleno laboratório da Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear (Cern), onde, aliás, nasceu a World Wide Web. Concebido como peça promocional de uma banda cômica chamada Les Horribles Cernettes, o retrato completa 20 anos de publicação na próxima quarta-feira (18). O momento histórico foi lembrado pelo site “Motherboard”, que destrinchou os bastidores do arquivo.

Apesar de toda relevância simbólica que adquiriu com o passar dos anos, a foto não foi feita com o objetivo de entrar para a história. Autor do clique, Silvo de Gennaro, que na época era desenvolvedor de TI na Cern, atuava também como empresário do grupo. E contou ao “Motherboard” que clicou o elegante quarteto para ilustrar a capa do CD da banda.

Gennaro disse ao site que, na época, nem sabia o que era internet. Ele trabalhava bem próximo de Tim Berners-Lee, considerado um dos pais da web, criada dois anos antes. “Quando a história acontece, você não sabe o que está fazendo parte dela”, comentou o autor da foto, que clicou o colorido grupo pouco antes de as meninas subirem ao palco do Hardronic Music Festival, evento anual promovido pelo Cern.

Ninguém imaginava que aquele registro fosse entrar para os anais do mundo virtual. De acordo com Colette Marx-Nielsen, uma das integrantes das Cernettes (ela é a moça de vestido prateado na foto), o próprio Berners-Lee era fã do grupo e estava interessado em crossdressing na época. “Não sei se eu deveria dizer isso, mas ele fazia parte da encenação na nossa sociedade amadora. Ele era a dama vestida de mulher”.

Na época, as Cernettes, uma reunião de assistentes administrativas e cientistas, estavam se tornando um sucesso na comunidade de físicos europeus em 1992. Não passou disso, mas, graças ao despretensioso upload, continua sendo notícia, 20 anos depois.

Rogério se propõe a debater e ser sabatinado a mais de 70 entidades

O candidato a prefeito de Natal, deputado federal Rogério Marinho (PSDB), está dando a cara à tapa. é que ele se colocou a disposição de mais de 70 entidades para participar de debates ou sabatinas sobre a cidade. Os ofícios onde se propõe a ser sabatinado foram enviados nesta segunda (09) e terça-feira (10) pela equipe de campanha do parlamentar a dezenas de sindicatos, associações e instituições de ensino, entre outros.

Segundo o próprio Rogério, o objetivo destes eventos é apresentar seu programa de governo “Transformar Natal” para a sociedade, permitindo que a população lhe questione sobre os mais variados pontos da administração pública. Na oportunidade, o deputado também entregará uma cópia do seu projeto para os representantes das entidades.

Na agenda do candidato já estão confirmadas palestras com os membros da CDL e reuniões com a OAB e a FIERN, por exemplo. As demais instituições devem confirmar suas sabatinas nos próximos dias.

Governo oferece curso gratuito de direção de arte cinematográfica

A Secretaria Extraordinária de Cultura (Secult/FJA) oferece 25 vagas para o Curso de Direção e Arte em Vídeo. O curso faz parte da programação do Festival Agosto da Alegria 2012 e será ministrado pela diretora de arte e cenógrafa Vera Hamburger, entre os dias 13 e 17 de agosto, em Natal, em local a ser definido. As aulas serão ministradas no horário vespertino, das 14 às 18 horas.

O curso proporcionará aos estudantes o conhecimento do processo de criação e realização de um projeto de direção de arte cinematográfica, suas matérias e ferramentas principais, além da compreensão da abrangência e especificidade do papel do diretor de arte como criador do universo visual de um filme ao lado do diretor e do diretor de fotografia.

Durante as atividades, serão apresentados como estudos de caso os filmes “Não por acaso” de Philippe Barcinscky, “Cafundó”, de Clóvis Bueno e Paulo Betti, “Brincando nos campos do Senhor”, de Hector Babenco e “Castelo Ratimbum, o filme”, de Cao Hamburger A discussão será fundamentada em fotografias de locação, desenhos de projeto; fotografias de construção e de cena, processo de criação e de produção.

São pré-requisitos para o curso interesse e vivência prática sobre o trabalho de direção de arte, produção, figurino e cenografia em projetos audiovisuais. Pessoas que já trabalhem no mercado, videográfico ou cinematográfico, e estudantes de cinema e comunicação têm prioridade.

A ficha de inscrição pode ser baixada no site da Secultrn/FJA (www.cultura.rn.gov.br) e deve ser encaminhada até o dia 31 de julho para a Fundação José Augusto no seguinte endereço: Curso de Direção em Arte e Vídeo. Rua Jundiaí, 641, Tirol. CEP: 59020 – 120, Natal-RN.

Sobre a ministrante

Vera Hamburger é diretora de arte e cenógrafa paulista, formada em arquitetura e urbanismo pela USP em 1989. Desde então, desenvolve trabalhos no cinema, teatro ou em filmes publicitários, além de ter atuado também em espetáculos de dança e óperas. Participou como cenógrafa dos filmes Lamarca (1993), de Sergio Rezende, O menino maluquinho (1994) de Helvécio Ratton, A ostra e o vento (1996) e Carandiru (2002), de Hector Babenco.

Como diretora de arte, trabalhou na série produzida pela HBO “Filhos do Carnaval”, de Cao Hamburger, e nos filmes “Não por acaso” (2006), de Philippe Barcinski, “Ó paí ó” (2006), de Monique Gardenberg, “O passado” (2006), de Hector Babenco e “Salve geral” (2009), de Sergio Rezende.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. danilo disse:

    Eu estava muito feliz até ler o 4º parágrafo!

  2. Renato Souza disse:

    "São pré-requisitos para o curso interesse e vivência prática"??? Por que alguem que já tem vivência no assunto faz um curso, para aprender o que??? Se aperfeiçoar??? É por isso que os projetos de qualificação do governo não ajuda a população, por que só ensina a quem já sabe. Esses cursos deveriam ser para quem quer se profissionalizar e não para quem já é profissional.

Seca: Governo do Estado prorroga Situação de Emergência por mais 90 dias

Nesta quarta-feira (11), o Governo do Estado prorrogou o Decreto nº 22.637, de 11 de abril de 2012, que declarou situação de emergência nos municípios do Rio Grande do Norte, afetados por desastres naturais relacionados com a intensa redução das precipitações hídricas em decorrência da estiagem.

O Governo levou em consideração o monitoramento da Gerência de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte – EMPARN, que registrou uma irregular distribuição temporal e espacial das chuvas no ínterim dos meses de janeiro e fevereiro de 2012. Assim, fica claro o predomínio de ocorrência de poucas e irregulares chuvas durante o mês de março, que segundo a climatologia é um dos meses, juntamente com o mês de abril, que apresenta maiores índices pluviométricos.

O documento também destaca outras considerações como, a falta de água para a produção agrícola e pecuária, bem como para o consumo humano e animal na zona rural. As pancadas de chuvas de inverno até o presente momento foram insuficientes para a formação de estoques de água nos principais reservatórios; açudes, tanques, poços tubulares, barreiros e principalmente cisternas, importante recurso para o suprimento da população rural com água potável.

Levantamento realizado pela Secretaria de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca (SAPE) aponta 139 municípios do RN sofrendo com a estiagem, com uma população rural afetada em torno de 500 mil pessoas, cuja situação tende a agravar-se à medida que se agudiza a escassez hídrica na zona rural.

A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (CEDEC-RN) atesta o quadro característico de Situação de Emergência, ainda de acordo com o parecer Técnico nº 002/2012, de 10 de abril de 2012.

O representante da Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec), 2º Tenente BM Júlio César, visitará, nesta quinta-feira (12), municípios em situação de emergência, como Caicó e Mossoró. A visita tem como objetivo verificar, por amostragem, a situação nos municípios, bem como apoiar no que for necessário, inclusive nas orientações, quanto aos procedimentos adotados nesta situação.

 

 

Mulher mantém o namorado morto e sentado em casa por um ano e meio

A polícia de Jackson (Mississippi, EUA) ficou estarrecida com o comportamento de uma moradora da cidade. Ele manteve o namorado morto e sentado em um cadeira por um ano e meio dentro de casa.

Agentes encontraram em 6 de julho o corpo de Charles William Zigler na sala da residência (foto abaixo). Ele estava coberto por um pano e mumificado. Legistas disseram que Charles morrera de causa natural por volta do Natal de 2010, quando tinha 67 anos.

Alertada por familiares sobre o desaparecimento de Charles, a polícia resolveu ir à casa.

A namorada, de 71 anos, admitiu saber que Charles tinha morrido, mas não esclareceu o motivo de permanecer com o cadáver em casa. Ela não foi presa. Mas a mulher ainda pode ser processada por fraude, de acordo com o site “M Live”.

Fonte: Page Not Found