Contemporâneo também se destaca no ensino bilíngue

Todos os pais estão cientes que os filhos precisam aprender inglês para se adequar às necessidades do mundo globalizado. É muito comum acreditar que a criança ainda não está pronta para iniciar o aprendizado de um segundo idioma, mas essa não é a opinião de especialistas da área de educação. A partir de estudos, concluiu-se que, do ponto de vista biológico, até os sete anos de idade, a aprendizagem de idiomas é um processo natural que deve ser estimulado. Devido à facilidade encontrada nas crianças e a possibilidade de proporcionar um futuro de sucesso profissional aos seus filhos, muitos pais aderiram às escolas bilíngues.

Atento às necessidades e progressos da educação infantil, o Complexo Educacional Contemporâneo passou a oferecer a opção do ensino bilíngue aos seus alunos a partir de 2011. As crianças aprendem todo o conteúdo escolar de suas séries em português e inglês, através do método bilíngue, onde os alunos entram em contato com a língua estrangeira através de atividades lúdicas, livros e jogos especialmente desenvolvidos, além de experiências fora da escola, incentivadas pelos professores. Além do preparo correto dos educadores, diversas estratégias são montadas para promover o aprendizado: associação, repetição e comparações são algumas delas. Segundo a coordenadora do Ensino Bilíngue do Contemporâneo, Mônica França, as traduções devem ser evitadas: “Nunca ocorre a tradução. Usamos diversos recursos lúdicos, visuais e muita linguagem corporal para promover a assimilação do idioma”, esclarece.

Os resultados das aulas têm sido tão positivos que a direção da escola decidiu levar o método também para outra Unidade do Complexo Educacional Contemporâneo, em Cidade Verde. Essa será, inclusive, a primeira escola de Parnamirim a oferecer ensino bilíngue aos alunos. A partir de 2012, crianças do nível V, 1º e 2º anos da Unidade terão acesso aos conceitos e atividades do método. Repletos de imaginação, curiosidade e energia, elas se mostram ansiosas com a novidade.

Uma forma diferente de despertar o maior interesse possível por parte das crianças está na organização dos eventos. Na comemoração pelo Dia das Mães, por exemplo, os homenageados foram até à escola e, num ambiente descontraído, entre jogos e músicas, participaram da aula bilíngue.  O clima musical também esteve presente durante a festa de encerramento das atividades do 1º semestre de 2011, quando os alunos cantaram o tema “Save our planet”, para orgulho de pais e professores.

Ao longo de 31 anos de história, a busca pelo melhor rendimento de seus alunos e a construção de cidadãos com bases de formação sólidas são refletidas nos métodos adotados para Educação Infantil. A consolidação do Ensino Bilíngue no Contemporâneo, reflete exatamente todo cuidado e atenção que devem ser, a todo instante, dedicados às crianças.

 

Menina de 12 anos é estuprada pelo "TIO" em São Gonçalo

Este absurdo está no Nominuto.com. A tia da garota ainde perdôo esse bandido. Segue:

Genicarlos Soares da Silva, de 29 anos, estuprou a sobrinha de sua ex-companheira, nessa segunda-feira (28), no conjunto Plaza Garden, em São Gonçalo do Amarante.

Segundo informações de policiais do 11° BPM, Genicarlos teria bebido durante todo o dia e no final da tarde ido à casa da menina, de 12 anos, por saber que ela estaria sozinha.

Ele pulou o muro e invadiu a residência. Assustada, a criança, se trancou em seu quarto, mas Genicarlos arrombou a porta e a estuprou.

Os vizinhos ouviram os gritos da menina e ao se aproximarem para socorrê-la, se depararam com o acusado saindo da residência. Ele foi capturado pelos populares e entregue aos policiais do 11° BPM.

Na delegacia, a tia da criança se mostrou bastante surpresa com a atitude do seu ex-companheiro. “Ele era uma pessoa muito tranqüila e muito calma, ele nunca demonstrou interesse nela e em nenhuma outra criança. Para mim foi um choque”, disse.

“Eu não quero mais ele, mas o perdôo e eu vou orar por ele, por que sei que era o corpo dele, mas a mente não era”, lamentou.

Sinal Fechado: PM incomodada pelo transtornos causados pelos detidos no QG da Polícia

Desde a quinta-feira da semana passada, o quartel do Comando Geral da Polícia Militar assistiu à sua rotina ser alterada. Sem carceragem para abrigar os presos da operação Sinal Fechado, os policiais tiveram que desocupar os alojamentos para que os acusados pudessem ser custodiados pelo Estado. O privilégio advém do curso superior dos envolvidos na operação do Ministério Público Estadual e da graduação como advogado, que também prevê regime diferenciado em caso de detenção.

Além da desocupação dos alojamentos do Comando de Policiamento Interiorano (CPI) e do Comando de Policiamento Metropolitano (CPM), há outros problemas. Mais policiais militares tiveram que deixar o serviço da rua para prestar escolta dos envolvidos.

“Nossa rotina foi alterada, sem dúvidas. Há transtornos administrativos e operacionais em decorrência da custódia dos presos”, declarou ontem o comandante geral da PM, coronel Francisco Canindé de Araújo Silva. Ele ressalta que é uma situação extraordinária, mas o quartel da PM não é local adequado para a situação.

“Aqui não é presídio, é uma situação extraordinária. Estamos dispostos a colaborar com a Justiça e com o Ministério Público, mas os problemas acabam ocorrendo para a gente”, reiterou o coronel.

Araújo ressaltou, no entanto, que o esforço está sendo feito para que seja destinado o tratamento adequado para os custodiados da operação Sinal Fechado e também da operação Pecado Capital.

Fonte: Tribuna do Norte

Justiça pode derrubar essa semana 11 governadores eleitos ou reeleitos em 2010

Estadão

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pode definir nesta semana o futuro político do governador de Roraima, Anchieta Júnior (PSDB), acusado pelo adversário Neudo Campos de abuso de poder e uso indevido dos meios de comunicação na eleição do ano passado. O tucano é um dos 11 governadores eleitos ou reeleitos em 2010 que já enfrentam o risco de perder o mandato na Justiça.

Nessa lista do TSE – corte que cassou três governadores nos últimos tempos -, estão: Tião Viana (PT, governador do Acre); Teotonio Vilela (PSDB, Alagoas); Omar Aziz (PSD, Amazonas); Cid Gomes (PSB, Ceará); Siqueira Campos (PSDB, Tocantins); Wilson Martins (PSB, Piauí); Antonio Anastasia (PSDB, Minas Gerais); Roseana Sarney (PMDB, Maranhão); André Puccinelli (PMDB, Mato Grosso do Sul); e Sérgio Cabral (PMDB, Rio de Janeiro).

Na maioria dos processos, as acusações são de abuso de poder político e econômico e uso indevido de meios de comunicação. As defesas negam as supostas irregularidades. Se forem cassados, os políticos poderão se tornar inelegíveis e eventualmente poderão ser barrados em outras eleições com base na Lei da Ficha Limpa.

Abuso de poder e uso indevido dos meios de comunicação também foram as imputações feitas à governadora do Rio Grande do Norte, Rosalva Ciarlini (DEM), absolvida em outubro pelo TSE por falta de provas. O processo contra Rosalva foi o primeiro julgado pelo tribunal relacionado à eleição de 2010.

Ficha Limpa. Recentemente, o TSE cassou os mandatos dos então governadores Cássio Cunha Lima (do PSDB da Paraíba), Marcelo Miranda (PMDB, Tocantins) e Jackson Lago (PDT, Maranhão), que morreu em abril. Apesar da Lei da Ficha Limpa, que veda a candidatura de políticos cassados, Cunha Lima e Miranda disputaram em 2010 uma cadeira no Senado e Lago concorreu ao governo maranhense.

O tucano obteve votos suficientes, mas somente conseguiu tomar posse no início deste mês, depois de o Supremo Tribunal Federal (STF) concluir que a lei não poderia ter impedido candidaturas no ano passado. Miranda tenta até hoje no STF garantir a posse como senador.

A confusão em torno da validade da Lei da Ficha Limpa ocorreu porque, num primeiro momento, o Supremo manteve a norma, mas, após a eleição, decidiu que ela não poderia ter vigorado em 2010 porque não foi aprovada com pelo menos um ano de antecedência. Em breve, o STF definirá se a lei terá validade ampla ou não na eleição municipal de 2012.

Procurador-geral admite que a situação financeira de Natal é Gravíssima

Tribuna do Norte

O procurador-geral do município, Bruno Macedo, revelou ontem que o descumprimento do Termo de Ajustamento de Conduta que tinha por fim a regularização dos repasses do decêndio da Educação foi motivado por uma carência financeira tamanha, que poderia inviabilizar o pagamento da folha de pessoal. “O secretário Antônio Luna [Sempla] nos informou que ou quitávamos os valores do decêndio ou pagávamos os servidores”, afirmou o procurador.

Elpídio JúniorBruno Macedo informou ao MP sobre dificuldades financeiras

Ele destacou que foi previamente avisado pela promotora Zenilde Alves sobre a Ação Civil Pública interposta ontem. O procurador visitou a representante do Ministério Pública na terça-feira passada ocasião em que detalhou a situação limítrofe das finanças municipais. “O que a gente tem que fazer é reunir esforços para ver o pagamento. Essa questão toda reside em problemas financeiros e orçamentários que precisam ser solucionados”, disse ele. Bruno Macedo assinalou que a Prefeitura precisa elaborar um planejamento seguro e viabilizar os decêndios. “Não temos como fazer uma fórmula pronta, mas precisamos sentar e resolver”, pontuou o procurador.

Somente nos últimos dois meses a Prefeitura de Natal recebeu R$ 18,6 milhões oriundos de transferências constitucionais da União que repassa recursos do Fundo de Manutenção da Educação Básica e Valorização Profissional (Fundeb). Esses montantes são de uso exclusivo da Secretaria de Educação, mas se constituem insuficientes para atender a demanda da pasta. Por isso, o município tem remanejado verbas da conta única para suprir as deficiências, sobretudo as advindas do decêndio.

Ministério Público pede bloqueio das contas da Prefeitura do Natal

Tribuna do Norte

A prefeita de Natal, Micarla de Sousa (PV), foi denunciada ontem por descumprimento de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado com o Ministério Público Estadual (MPE) para pagar um atrasado de R$ 48 milhões oriundos do chamado decêndio (repasse constitucional de 25% da receita para a Educação). A Ação Civil Pública (ACP) foi interposta ontem pela promotora Zenilde Alves e o processo já tramita na 3ª Vara da Infância e Juventude de Natal, que tem à frente o juiz Homero Lechner. A representante do MPE pediu ao magistrado que sejam bloqueado das contas do município o montante total do débito, que gira em torno de R$ 4 milhões. Em agosto deste ano a TRIBUNA DO NORTE já noticiava o desfalque nas contas da pasta e a infração ao art. 212 da Constituição Federal, que estipula o repasse. A promotora Zenilde Alves ressaltou que todas as cautelas foram tomadas, no sentido de buscar uma saída para o problema orçamentário alegado pela Prefeitura, mas como todas elas restaram inócuas se fez necessário a execução do montante pela via judicial.

Júnior SantosZenilde Alves entrou com o pedido para a Justiça determinar o resgate dos recursos da Educação

O TAC proposto pelo Ministério Público e assinado pela prefeita Micarla de Sousa; pelo secretário de Planejamento, Fazenda e Tecnologia da Informação (Sempla), Antônio Luna; e pelo procurador geral substituto, Eider Nogueira, previa um parcelamento da dívida em 16 meses. Os pagamentos variavam de R$ 1,5 milhão a R$ 5 milhões e só seriam finalizados em novembro de 2012, no final da gestão da pevista. A Prefeitura, no entanto, só conseguiu cumprir com os dois primeiros meses do acordo. Com início em agosto, foram liquidadas as parcelas daquele mês e a de setembro, o que somou R$ 3 milhões. Procurada pela reportagem, a promotora Zenilde Alves informou que a partir de outubro o repasse “desandou” e por isso decidiu executá-la na Justiça.

Já na primeira reportagem feita pela TN, uma fonte especialista em Direito Constitucional e em Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) afirmava que a improbidade administrativa já estaria configurada naquela ocasião, e já poderia, caso se interessassem os órgãos fiscalizadores, ser alvo de demanda judicial. O caso chamou a atenção do Ministério Público, que após recorrentes tentativas de consenso firmou o Termo de Ajustamento de Conduta. Zenilde Alves informou ainda que encaminhou a documentação a Promotoria do Patrimônio Público, que é a responsável pelas ações de improbidade administrativa.

Quando decidiu procurar a Justiça, a promotora Zenilde Alves se alicerçou na lei municipal nº 5.650, que estipula a destinação de pelo menos 30% dos recursos do orçamento para a Secretaria de Educação (SME), em 2011, e também na Constituição Federal.  Não se sabe até agora se o município arcou com as obrigações dos decêndios de cada mês, que deveriam ser pagos paralelamente à soma do TAC, ou se estes também são objeto da Ação Civil Pública. A promotora teve o cuidado de precaver a Sempla – órgão responsável pelos repasses – que além de pagar os  decêndios em atraso  esta deveria transferir, pontualmente, os recursos do orçamento municipal destinado à SME todos os dias 10, 20 e 30 de cada mês.

Uma outra entidade que já vem de olho na problemática do decêndio é a Câmara Municipal de Natal (CMN). O presidente da Comissão de Educação, Cultura e Desporto, vereador Luiz Carlos (PMDB), disse ontem que os parlamentares da Comissão já aguardavam a denúncia do Ministério Público e que se estuda a possibilidade de utilizar a Ação Civil Pública para pedir oficialmente o impeachment da prefeita de Natal. “Do jeito que está não dá pra ficar”, relatou o peemedebista.

Brasileiro leva uma cambalhota e não resiste a pancada no MMA

Um dos golpes mais inusitados de todos os tempos foi desferido no último fim de semana no duelo entre o atleta da Lituânia Marius Zaromskis vs Bruno Carvalho, o Cro Cop do Brasil. Ainda no round 1, o europeu que é campeão do evento japonês DREAM atingiu Bruno com uma cambalhota certeira. O atual campeão do evento baiano WFE e do polonês KSW não não resistiu a pancada e desabou no solo. O combate foi travado em Estocolmo, na Suécia, pelo Rumble Of The Kings 6.

http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=u-uyRzpNqs8

Fonte: Blog MMA

Wilma desafia Ministério Público para luta no UFC

A ex-governadora Wilma de Faria (PSB) convocou o Ministério Público Estadual para uma disputa em octógono do UFC após ser acusada de envolvimento em fraude.

“Se o MP quer vale tudo, ele terá”, disse enquanto era aplaudida por claque “contratada”.

Wilma revelou com exclusividade ao blog que todas as acusações contra ela são infundadas. “Eu tenho provas que o MP não tem provas”, revelou ao blog. Topo qualquer parada, disse a guerreira.

A ex-governadora não quis revelar a estratégia de luta e como vai ser a preparação. Informações extraoficiais, contudo, dão conta de que Wilma baterá no MP se valendo da parcela autônoma.

A declaração despertou a ira do MP, que promete evidências de que a ex-governadora tem relação com a fome da África subsariana. O Ministério Público não quis desponibilizar provas ao blog.

Até o fechamento da matéria, eminências pardas da Prefeitura do Natal confirmaram presença na luta.

* Todas as publicações de Sátira são criações do deste Blog

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. MARIAMYNAMEFAMILIA disse:

    A WILMA, CERTAMENTE É INOCENTE! TAMBÉM FOI UMA ÓTIMA GOVERNADORA! E ELA, NÃO MERECE ISSO!!!  MAS TORÇO PARA QUE TUDO CORRA BEM E QUE OS VERDADEIROS CULPADOS APAREÇAM PARA ACABAR DE VEZ  COM ESSA BAIXARIA!!!!!!!!!!!

  2. Leila disse:

    Sátira NÃI, BG…foi ''quase'' exatamente isso…kkkk…

Filho de João Faustino é exonerado do TJ

A semana começou difícil para família Faustino. Depois de ter a prisão temporária decretada por mais cinco dias e o pedido de Habeas Corpus Negado pela terceira vez no início da tarde, João Faustino recebeu agora à noite a notícia que seu filho, Edson José Fernandes Ferreira, foi exonerado do cargo comissionado de assessor jurídico que ocupava no Tribunal de Justiça do RN. A decisão foi publicada no diário eletrônico do Judiciário nesta segunda-feira (28).

Na última sexta-feira (25), o genro do suplente de Senador, Marcos Procópio, lotado no TRE, já havia sido exonerado do seu cargo no Tribunal.

Enquanto aguarda o desenrolar e o andamento das investigações da Operação Sinal Fechado, João Faustino continua internado no Hospital São Lucas, apresentando estado regular, segundo boletim médico divulgado hoje.

 

Galvão Bueno arma barraco e joga champagne no rosto da mulher

Está no O Dia Online.

Galvão Bueno protagonizou um barraco em público em um dos camarotes do Clube A, em São Paulo, na última quinta-feira, durante um show de Luan Santana. Irritado com a mulher, Desirée Soares, Galvão jogou champagne no rosto dela e a empurrou. Desirée, que estava em pé, caiu sentada no sofá do camarote.

Tudo isso aconteceu diante de várias pessoas que estavam ao redor, inclusive alguns artistas. Ninguém soube explicar ao certo o motivo da briga. O que se sabe apenas é que Desirée havia dado entrevista para a TV Record e isso teria desagradado o locutor da Globo. O casal, que mora  fora do Brasil, saiu do local pouco antes do final do show em que Luan Santana apresentou ao público a dupla sertaneja Conrado & Aleksandro, empresariada pelo cantor.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Matheus Galvão disse:

    Caro Bruno Giovanni,
    Antemão, entendo que esse campo destina-se também à exposição de críticas, motivo pelo qual venho tentar contribuir para a escolha de suas matérias aqui divididas conosco.
    Sendo assim, por pensar que um blog e todos os demais meios de comunicação se caracterizam por aquilo que publicam, sugiro não acolher tanta matéria sensacionalista, digo de pequeno caráter intelectual, opinativo e informativo.
    Sintetizando, opto pela abordagem de matérias mais interessantes, inteligentes, a exemplo do que priorizam RevistaPiaui, SubstantivoPlural e outros.
    Enfim, certo de sua atenção, aqui registro meus votos de sucesso ao Blog.
    Abraço,
    do leitor Matheus Galvão.

Empresas de Richardson vão quebrar e fornecedores e funcionários simplesmente não recebem

Após a prisão do empresário Rychardson Macedo durante a Operação Pecado Capital, os bens incluindo um supermercado com duas lojas foram bloqueados. Depois disso, o administrador João Maria Castro, foi escolhido interventor para manter a administração da empresa, mas ele também foi preso devido a má administração com problemas identificados pelo Procon e Vigilância Sanitária.

O problema é que desde que João Maria Castro foi preso, no último dia 14 de novembro, as duas lojas não foram reabertas pela interventor, portanto não havendo faturamento, consequentemente, não se tem dinheiro pra pagar fornecedores e funcionários. Desesperados sem notícias dos pagamentos atrasados, funcionários e fornecedores procuraram o blog  mais uma vez para noticiar o caso.

São mais de 80 fornecedores que esperam receber mais de R$ 3 milhões e mais de 100 funcionários que aguardam pelo pagamento da folha relativa ao mês de novembro e pelo pagamento da segunda parcela do 13º salário (gratificação natalina). Sem contar os mais de 300 títulos protestados em cartório desde que os supermercado foram postos sob os cuidados da justiça.

Os funcionários ainda relataram que todos os produtos perecíveis estão apodrecendo e que nada é feito. Vários pedidos de reabertura da loja já foram solicitados para a Justiça Federal, mas até agora não houve nenhuma resposta.

Do blog: Se realmente o empresário Richardon Macedo for condenado, que pague cada centavo devido na forma cabível da lei, que devolva ao erário o que eventualmente deva.

Agora castigar os chamados “terceiros de boa fé” porque?

Será que os fornecedores vão amargar o prejuízo de não terem nada haver com as prisões?

Vão ficar sem receber?

São mais de 100 famílias e mais de 80 fornecedores que empregam outras tantas famílias a ver navios porque a empresa se encontra fechada?

Será que essa medida judicial de intervenção vai atingir seus objetivos?

Qual a pretensão da intervenção? Quebrar as empresas e deixar os funcionários na rua?

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Eduardo disse:

    Quando a justiça nomeia um interventor, é justamente para que aquele comercio, empresa, industria, etc., tenha seus bens preservados e  haja patrimônio para pagamentos de funcionários, fornecedores, governo. O que está acontecendo com as empresas desse Sr. é um absudo com a pessoa juridica dele, com seus funcionários e seus fornecedores. está parecendo um tipo de vingança.

  2. Vitor Pipolo disse:

    Pior que acho que o mesmo está acontecendo com os funcionarios de uma construtora que teve o seu dono majoritario envovildo na operação sinal fechado

  3. Vitor Pipolo disse:

    pior que acho que o mesmo ta acontecendo com o pessoal da Montanna…

Wilma desafia MP novamente e pede que provas contra ela sejam apresentadas

A ex-governadora Wilma de Faria (PSB) desafiou novamente o Ministério Público Estadual e disse à imprensa durante após a solenidade de concessão do aeroporto de São Gonçalo do Amarante que, se há provas que corroboram seu envolvimento em fraudes ao Detran, que sejam apresentadas.

Wilma repercutia com a imprensa os impactos do aeroporto de São Gonçalo do Amarante na tarde desta segunda-feira (28) quando foi questionada sobre a Operação Sinal Fechado e a nota em que o MP diz ter provas contra ela.

A ex-governadora se furtou a pergunta e disse que não mais falaria sobre o caso. Em seguida, quando se afastava, virou e respondeu em tom de desabafo: “Se o Ministério Público tem provas, que as apresente”, informa o Nominuto.com

No fim de semana passada, após ter sido envolvida em investigação do parquet que apura desvios na autarquia estadual de trânsito, Wilma emitiu nota rebatendo as acusações e insinuando estar o MP a serviço político. A ex-governadora classificou seu envolvimento no caso como “má fé”.

As declarações motivaram o Ministério Público a rebater com nota na qual afirma ter evidências e provas do envolvimento da ex-governadora do Estado. Agora, Wilma pede para que sejam mostradas.

Além da líder do PSB, o Ministério Público Estadual aponta o filho, Lauro Maia, o suplente de senador João Faustino e vários empresários envolvidos no esquema que renderia bilhões de reais. Cinco estão presos no Comando Geral da Polícia Militar.

 

Juíza prorroga prisão dos envolvidos na Operação Sinal Fechado

A juíza Emanuella Cristina Pereira, da titular da 6ª Vara Criminal, acatou o pedido de prorrogação das prisões temporárias solicitado pelo Ministério Público na tarde desta segunda-feira (28) para os envolvidos na Operação Sinal Fechado.

Na decisão a magistrada prorrogou por mas cinco dias as prisões de João Faustino Ferreira Neto, Marcus Vinicius Saldanha Procópio, José Gilmar de Carvalho Lopes, Carlos Theodorico de Carvalho Bezerra, Caio Biagio Zuliani, Fabiano Lindemberg Santos Romeiro, Flávio Ganen Rillo, Nilton José de Meira, Marco Aurélio Doninelli Fernandes e Edson Cézar Cavalcanti Silva.

Além das prisões temporárias, Emanuella Peireira converteu a prisão temporária de Carlos Alberto Zafred Marcelino em prisão preventiva, para a garantia da aplicação da lei penal, visto ele foi o único que conseguiu fugir e não ser preso. No parecer, a magistrada considerou que “a existência de crime grave é evidente e os indícios de autoria também se encontram demonstrados, do que restam preenchidos todos os requisitos da legislação pertinente”.

Segue descisão da Juíza da 6ª Vara Criminal da Comarca de Natal:

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jane disse:

    Me orgulho ver que a justiça está sendo feita e que sirva de exemplo para os corruptos tomarem mais cuidado. E a juíza está de parabéns.

  2. Almir 1967 disse:

    é isso ai… gostei dela

Comperve divulga gabarito do segundo dia de provas do vestibular

A Comissão Permanente do Vestibular (Comperve) divulgou na tarde desta segunda-feira,28, o gabarito referente ao segundo dia de provas do vestibular da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), realizada na manhã de hoje.

As provas realizadas na manhã desta segunda-feira são de Língua Portuguesa e Literatura; Geografia e História, que totalizaram 44 questões, também foram disponibilizadas no site da Comissão. O vestibular da UFRN segue até esta terça-feira, 29, quando serão realizadas as questões discursivas.

Confira o gabarito do segundo dia de provas:

01 – C     23 – A
02 – B     24 – B
03 – A     25 – B
04 – D     26 – D
05 – D     27 – A
06 – A     28 – C
07 – D     29 – A
08 – C     30 – D
09 – A     31 – D
10 – D     32 – B
11 – B     33 – C
12 – C     34 – A
13 – C     35 – C
14 – A     36 – D
15 – C     37 – B
16 – D     38 – C
17 – A     39 – A
18 – A     40 – B
19 – D     41 – B
20 – B     42 – A
21 – D     43 – C
22 – C     44 – B

Para consultar as provas, basta acessar o site da Comperve.

Tribuna do Norte

Bar instala videogame no banheiro que é comandado por XIXI

Grand invenção, bom mesmo deve ser na hora da disputa. Segue reportagem do G1

O Exhibit Bar, em Londres, instalou um videogame que é comandado pelo xixi que o usuário faz no mictório. Criado pela Captive-media, o console traz três jogos de opção ao usuário, segundo o jornal “Daily Telegraph”.

De acordo com o jornal, o videogame, instalado em julho, tornou-se popular entre os freqüentadores do bar e chega a dar lucro, já que antes do início do jogo é exibida uma propaganda para o usuário.

Ao final de cada partida, o usuário é encorajado a compartilhar sua pontuação nas redes sociais e existe uma lista de melhores jogadores. O “Daily Telegraph” informa que outras unidades serão espalhadas pela Inglaterra durante 2012.

Esquema exibido pelo "Daily Telegraph" mostra como o jogo é comandado (Foto: Reprodução)Esquema exibido pelo “Daily Telegraph” mostra como o jogo é comandado (Foto: Reprodução)

Carnatal: Crianças de até 12 anos não poderão pular nos blocos

A 1ª Vara da Infância e da Juventude determinou, por meio de portaria, que crianças de até 12 anos de idade não poderão pular nos blocos do Carnatal, mesmo acompanhadas de pais, responsáveis ou adultos. O documento regulariza a participação de crianças e adolescentes na festa.

Além da proibição, também ficou determinada a restrição aos adolescentes com idade entre 12 e 16 anos. Para essa faixa etária, a participação nos blocos ficou permitida, desde que o adolescente esteja portando a autorização autenticada pelo responsável legal ou acompanhado dele.

Para os adolescentes entre 16 e 18 anos, a folia nos blocos está liberada independente de companhia ou autorização, mas os fiscais do Poder Judiciário estarão atentos ao consumo de bebidas alcoólicas.

A portaria foi assada pelo juiz José Dantas de Paiva, titular da Vara. O modelo de autorização vem acompanhado do kit abadá.