Petrobras tem lucro de R$ 25,7 bilhões em 2018, após quatro anos de prejuízo

A Petrobras teve lucro líquido de R$ 25,779 bilhões em 2018. Foi o primeiro resultado positivo da companhia depois de quatro anos seguidos de perdas e o melhor resultado desde 2011.

O resultado do ano passado, segundo a companhia, foi influenciado pela melhora do lucro operacional e do resultado financeiro, com a redução das despesas com juros originados pela diminuição do endividamento. A empresa também teve crescimento das receitas financeiras devido aos ganhos com a renegociação de dívidas do setor elétrico.

Entre os destaques do resultado do ano estão:

Aumento de 31% nos preços do barril tipo Brent
Desvalorização do real frente ao dólar
Redução de R$ 1,1 bilhão dos juros pagos com o declínio do endividamento
E regularização de créditos de R$ 5,3 bilhões com a Eletrobras

“A performance da Petrobras no ano que passou foi indiscutivelmente a melhor em muitos anos, o que inclui a obtenção de alguns recordes históricos (…) e da interrupção de quatro anos seguidos de prejuízos”, disse o presidente da estatal, Roberto Castelo Branco.

O lucro operacional foi de de R$ 62,957 bilhões em 2018, alta de 77% na comparação com o ano anterior. As receitas somaram R$ 349,8 bilhões, uma alta de 23% sobre 2017.

Nos últimos anos, os resultados da companhia foram influenciados por perdas originadas com a Operação Lava Jato. Em 2017, por exemplo, a Petrobras teve prejuízo de R$ 446 milhões. À época, o desempenho da empresa foi afetado pelo acordo fechado pela companhia para encerrar processos judiciais movidos por investidores nos Estados Unidos e pela adesão a programas de regularização fiscal, que custaram juntos cerca de R$ 21,6 bilhões.

Dívida e investimento em queda

No ano passado, a dívida bruta foi de R$ 326,876 bilhões, uma queda de 10% na comparação com 2017 (R$ 361,483 bilhões).

A companhia reduziu de forma mais intensa a sua dívida de curto de prazo. A queda foi de 38%, de R$ 23,244 bilhões para R$ 14,296 bilhões. A dívida de longo prazo foi reduzida em 8%, de R$ 338,239 bilhões para R$ 312,580 bilhões.

O investimento também apresentou leve recuo no período de 2,8%, passando de R$ 42,4 bilhões para 41,2 bilhões.

Produção e vendas

Na comparação com 2017, a produção de petróleo, gás natural liquefeito e gás natural teve queda de 5%, para 2,628 milhões de barris de óleo equivalente por dia, por conta dos desinvestimentos nos campos de Lapa e Roncador, entre outros.

A Petrobras também divulgou o crescimento de 13% nas vendas de diesel, e uma queda nas vendas de gasolina, por conta da perda de competitividade em relação ao etanol.

Quarto trimestre

No quarto trimestre, o lucro líquido foi de de R$ 2,1 bilhões, uma queda de 68% na comparação com os três meses anteriores.

O resultado refletiu a redução do preço do petróleo tipo Brent no período, a queda das margens nas vendas de derivados e a ocorrência de itens especiais, que totalizaram R$ 6,3 bilhões, tais como acordo com ANP relacionado ao Parque das Baleias e perdas com contingências.

Acionistas

A companhia também informou que a remuneração total aos acionistas será de R$ 7,1 bilhões, sendo R$ 0,2535 por ação ordinária e R$ 0,9225 por ação preferencial.

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ivan disse:

    Com reserva de mercado, se reerguer fica facin facin…,,,,,,,,,,,

  2. Ceará-Mundão disse:

    É preciso diminuir o tamanho do Estado brasileiro. Não só a Petrobrás, mas muitas outras empresas estatais precisam ser privatizadas. Só assim evitaremos a enorme roubalheira do dinheiro do contribuinte, do NOSSO dinheiro. O Estado tem que se atear às funções da sua competência que, a propósito, vem desempenhando muito mal. Saúde pública, educação (básica e fundamental), segurança pública e investimentos em infra-estrutura, são essas as funções do Estado. No mais, privatiza. É melhor para todos nós.

  3. judson silva disse:

    máquina de fazer dinheiro. Aí esse dinheiro vai pra onde?
    Prefiro que seja privatizada e o preço da gasolina baixe!
    Pra mim pouco importa se deu 200 TRILHOES de lucro se eu
    estou pagando mais de 4 reais no litro da gasolina!

    • Nilvan Rodrigues da Silva disse:

      Quando se fala em investidores significa dizer o quê hem cara pálida?
      Sugiro pelo menos ler toda matéria antes de falar bobagem.
      As últimas duas linhas diz: "A companhia também informou que a remuneração total aos acionistas será de R$ 7,1 bilhões, sendo R$ 0,2535 por ação ordinária e R$ 0,9225 por ação preferencial."

  4. Maria disse:

    Pena que esse lucro só serve para os servidores da petrobras encherem os bolsos porque alem de salarios muito mais altos do que equivalente na iniciativa privada, tem varias regalias como juízes e promotores.
    Recebem 14º salario, vendem ferias, recebem divisao de lucros, auxilio educação para filhos ate 21anos, auxilio medicamentos, etc ISSO TEM QUE ACABAR, fim de regalias JÁ!
    A PETROBRAS TEM QUE SER PRIVATIZADA, pq os lucros vao quadruplicar e acaba mamatas de politicos e servidores de alto custo.

    • Jõao Antônio disse:

      E esse pessoal que tem inveja de servidor público. Ao invés de invejar, estude e passe para petrobras para ter isso tudo. Ou vc iria abrir mão desses benefícios? Toda empresa grande, de porte multinacional dá vários benefícios aos funcionários. Procura saber. Terceirizadas do ramo de petróleo pagam salários até bem melhores que a petrobras aos seus funcionários.
      Muita gente acha que o país vai melhor tirando do trabalhador honeste, tem que tirar da classe política, que ganham dinheiro com a cara.

  5. Antônio disse:

    Pelo preço do combustível já era esperado. Infelizmente continua a ditadura dos preços dos combustíveis e nem um governo consegue baixar

    • Cidadão disse:

      Vá se informar melhor p depois fazer algum tipo d crítica.
      Trabalhe com a mente.

COMENTE AQUI