PGE apresenta provas mostrando greve dos policiais, mas TJ não analisa por causa do recesso

O Rio Grande do Norte deverá ficar com as forças policiais paralisadas até pelo menos o dia 8 de janeiro em razão de decisão do Tribunal de Justiça considerar mais relevante detalhes processuais do que o direito da coletividade.

A Procuradoria Geral do Estado juntou ao processo em que pede ao Tribunal de Justiça que obrigue as forças policiais a voltar a seu trabalho novas provas indicando que o movimento de PMs, bombeiros e policiais civis se trata de greve disfarçada.

A juntada de provas se deu por ocasião do desembargador Dilermando Mota determinar que o Estado precisava provar a tese que estava sustentando. A PGE juntou, então, eventos de insegurança, indicando que a falta de PMs nas ruas tem por consequência o aumento da violência e que isso se caracteriza uma greve.

Por operar em regime de plantão, o Tribunal de Justiça recebeu as provas com um novo plantonista atendendo, o desembargador Amílca Maia, que decidiu ignorar as provas juntadas sob o seguinte argumento: quem deveria analisar o assunto deveria ser o colega do dia anterior, Dilermando Mota, que só volta agora às atividades quando o recesso for encerrado, a partir de 8 de janeiro.

Provas

Além de ter juntado notícias da imprensa indicando aumento da violência, a PGE juntou ofício da secretária de Segurança Pública, Sheila Freitas, em que é mapeado o movimento dos oficiais. O ofício reforça que a paralisação está ligada a questões salariais, o que reforça, evidentemente, a tese de que se trata de greve.

Agora a Procuradoria Geral do Estado estuda qual medida deverá ser tomada para que não seja preciso esperar até o dia 8 para que o conjunto de provas seja analisado. Uma das alternativas é impetrar um mandado de segurança, remédio a que se recorrer para garantia de algum direito violado.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Frasqueirino disse:

    E não há plantão? Ou fica só no papel???

  2. Guilherme disse:

    Quem ainda não recebeu salário na PM foram os marajás , porque os soldados já receberam, não tem viaturas para trabalhar mais para apanhar os superiores em casa e lavar para o quartel para ficar lá sem fazer nada tem viatutras

  3. Cabral disse:

    O interessante é que você a super inteligentes só olham para a polícia, esqueceram dos funcionários da saúde do Walfredo e do Tarcísio Maia, esqueceram dos professores da UERN muitos deles são mestres com dois meses de salários atrasados, sociedade hipócrita

  4. Francisco disse:

    Qdo lembro que desloquei-me 80 km para votar no Sr Robinson!!!

  5. Neto disse:

    Kelps e Bolsonaro 2018, eis a solução para esse canjerê!!!

  6. vilanir gurgel disse:

    muito interessante esse Poder Judiciário.
    mordomias, super salários, férias sem fim, feriados prolongados, recessos.
    sei não …
    mas os ciclos passam!!!!

  7. Antônio disse:

    Todo mundo sabe que é greve.
    Inclusive as falas.
    Se o problema for colete vencido o governador poderia pegar esses 650 milhões que pode ser usado para a segurança e saúde, mas não para pagar salários, e comprar 20 mil coletes…
    Porque se o problema for só esse deve ser problema antigo.
    A verdade é que a população está refém.
    Sem polícia não tem segurança.
    Sem segurança o cidadão e o comércio é assaltado.
    Sem comércio cai o ICMS e os salários vão se atrasar ainda mais.
    Esse negócio de não trabalhar porque está atrasado só faria sentido se não trabalhasse e não recebesse.
    Nem em dia nem depois.
    O judiciário tem plantão judiciário.
    Vai esperar a cidade virar um caos para tomarem providência?
    O estado está quebrado.
    Sem dinheiro não tem como pagar em dia.
    Quando vão entender isso?
    É melhor receber atrasado do que não receber nada.
    Quem recebe até 3 mil reais está em dia.
    Não é tanto atraso…
    É ruim mas greve não vai fazer aparecer dinheiro, pelo contrário vai reduzir comércio e turismo e vai cair a arrecadação e talvez atrase muito mais.
    Pelo jeito o dinheiro federal não vem mais.
    O ministério público deu parecer contrário.
    Estado que está com gastos de folha acima do limite não pode receber financiamento.

  8. Ronaldo Sergio disse:

    Interessante que a PM coíbe duramente e com violencia manifestaçoes de servidores outros por atrasos de salários. E agora? e o que enfraquece o movimento é que o Bope,policia de transito,Rocam nao aderiram ao movimento deixando clara a falta de uniao e desorganização total da classe o que fortalece o Governo na sua omissao. Na verdade o maior prejudicado é quem paga altos impostos

  9. Danubio disse:

    Nós comerciantes está lucrando mais pois não mais pedintes querendo quentinha de graça. Agora eu vou mandar eles pedirem lá no quartel onde tão de greve.

  10. Kadipex disse:

    Fico imaginando como alguém pode trabalhar sem receber salário e ainda ser obrigado a fazer esse mesmo trabalho sem condições de segurança, isso deve ser muito razoável não acham intelectuais de plantão? Algumas pessoas estão passando necessidades básicas como alimentação, será que os senhores defensores dessa forma de trabalho, sem salário e sem estrutura, não enxergariam algo de errado se fossem os senhores? Quando o policial se forma ele faz um compromisso de defender a sociedade com o RISCO da própria vida, não com a CERTEZA da morte. Lembremos que antes de termos qualquer profissão somos seres humanos com necessidades básicas, o homem vem antes da profissão, ninguém tem condições de realizar um trabalho complexo como o de polícia sabendo que em casa seu filho não vai ter um Natal digno ou mesmo o que comer.

  11. ALERTA disse:

    Não tem plantão??????

  12. Janilson disse:

    Por que o estado não dá condições de trabalho aos policiais?
    É só colocar em dia as viaturas, comprar os materiais necessários que o movimento acaba.
    O estado além de não pagar os salários ainda quer que os policiais comprem material para usar durante o serviço, pagar para trabalhar não dá!

  13. Revoltado com tapados disse:

    Greve é quando os servidores se recusam a trabalhar, reinvindicando algo, o que nao é o caso. Os policiais estão tão somente reivindicando condições de trabalho dignas; viaturas em condições de uso, equipamentos também em condições de uso; e o principal, o seu sustento e o da sua família, no entanto os policiais estão indo trabalhar, contudo o problema sao as condições precárias em que se encontra a segurança pública. Mas daí vem uma cambada de gente hipócrita, que muito provavelmente mama nas tetas do governo, dizer que os policiais devem trabalhar mesmo com as piores condições possíveis e sem previsão de receber seus salários, querem pagar de bom samaritano perante a sociedade. Deveriam era criar vergonha na cara e cobrar do governador que pague os salários dos servidores em dia. Isso sim seria uma atitude louvável.

  14. Sergio Nogueira disse:

    Porque não juntaram comprovante de pagamento dos salários?
    Ahhhhh, é mesmo.
    O Estado não paga aos policiais e estes como são escravos devem continuar trabalhando de qualquer jeito.

  15. Roberto rocha disse:

    Questões salariais parece exigência de aumento. Nao é. É apenas exigência de salario em dia.

    • Guilherme disse:

      as pessoas não fazem ideia do do que é entrar janeiro tendo recebido em outubro

  16. Pedro disse:

    As provas são:
    Servidores sem salários
    Sem décimo
    Batalhoes sem viaturas, sem munições,sem fardamento,sem coturnos,sem cinto n/a.
    Se o governo tivesse feito a parte dele certamente o judiciário teria acatado o retorno dos PMs as ruas!!! Que incompetência governador

  17. Carlos disse:

    Sendo ou não greve disfarçada, quero ver qual Desembargador vai obrigar os policiais a saírem dos batalhões sem condições de segurança para a atividade. Imagina um PM morrendo em um tiroteio e descobrem que o colete tava vencido e este havia sido obrigado a trabalhar deste jeito.

  18. OPINIOSO disse:

    a PGE deveria também mostrar o verdadeiro crime que o governo estadual e políticos de plantão vêm praticando contra os servidores do executivo estadual. Não há greve alguma, apenas um movimento em busca do que é de pleno direito dos trabalhadores.

  19. Francisco Lima disse:

    PGE cambada de sem futuro !! Só babão.

  20. yuri disse:

    Isso só ocorre porque o Estado disponibiliza policiais para garantir a segurança dessa classe não fosse isso e eles tivessem correndo os mesmos riscos que nós pobres mortais ele jamais trataria um caso de tamanha relevania com o desdem com que está tratando no momento.

  21. Risos disse:

    A PGR deveria mostrar alguma viatura que tenha condições de rodar, se tivessem provado isso o próprio efetivo tomaria essa decisão de retornar ao serviço!

  22. yuri disse:

    Isso só ocorre por que o Estado disponibiliza policiais para garantir a segurança dessa classe, garanto a todos que se o que ocorreu com Osvaldo Cruz que já esta aposentado fosse ele na ativa e eles tivessem correndo os mesmos riscos que nós pobres mortais ele jamais trataria um caso de tamanha relevania com o desdem com que está tratando no momento.

  23. Jorge disse:

    Enquanto no judiciário sobra pra pagar o imoral auxílio moradia de 5mil aos marajas que ja ganham 33mil, falta nos outros poderes…

  24. Kildere disse:

    A Procuradoria Geral do Estado devia era se preocupar em fazer com que o governo pagasse a todo mundo,eles já estão com seus salários no bolso então não estão nem aí para população

    • Fátima disse:

      Não, os Procuradores do Estado estão sem receber tb. O senhor está totalmente enganado.

    • Izabel Romano disse:

      Os Procuradores do estado também não receberam salário de novembro nem o décimo. Como os demais. Procure se informar.

  25. antonio oliveira disse:

    vamos ser sinceros, que provas sem futuro…

COMENTE AQUI