Prefeitos da Região Metropolitana de Natal discutem soluções para problemas comuns

16903

O prefeito Carlos Eduardo participou na manhã desta terça-feira, 13, do Seminário promovido pelo Parlamento Comum da Região Metropolitana de Natal, com o tema “Agenda Metropolitana”. O evento, que começou nesta segunda-feira (12) e termina nesta quarta-feira (14), está sendo realizado no auditório da Reitoria da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), com a presença de todos os representantes dos municípios que compõem a Região Metropolitana de Natal: Parnamirim, Extremoz, Monte Alegre, São Gonçalo do Amarante, Macaíba, Maxaranguape, Ceará-Mirim, Nísia Floresta, São José de Mipibu e Vera Cruz, além da própria capital. Também participam parlamentares, autoridades, especialistas e estudantes.

“É de grande importância que o Parlamento Comum promova sempre esses eventos porque não podemos mais adiar o Projeto da Região Metropolitana de Natal, que está pronto há seis anos, precisando apenas ser atualizado, ressaltou o prefeito Carlos Eduardo. “Eu acredito que o representante do Governo do Estado deve levar o que foi discutido aqui à governadora Rosalba Ciarlini, porque a participação dos prefeitos neste seminário mostra a força e a disponibilidade, senão não estaríamos aqui”.

Ainda segundo o prefeito de Natal, os discursos e problemas abordados pelos representantes dos demais municípios referem-se à Saúde, Educação, Trânsito, Transporte e Segurança. “São os mesmos problemas, o que falta é discutir em conjunto as soluções”, destacou. Na área de habitação popular, outra política pública citada no seminário, Carlos Eduardo informou que a Prefeitura do Natal já está construindo 1.072 apartamentos nos bairros Planalto e Pajuçara e que mais 18 projetos devem ser contratados até o fim do ano com a Caixa Econômica Federal. “Acredito que até lá estaremos construindo um total de 4.664 unidades habitacionais”, revelou.

“O desenvolvimento da Região Metropolitana é o início do sonho que todos nós sonhamos”, definiu o prefeito da cidade de Parnamirim, Maurício Marques. Por sua vez, o prefeito de Extremoz, Klaus Rego, lembrou que os municípios têm problemas de cidades grandes e receitas de cidades pequenas. “Se a gente não se unir, esses problemas vão aumentar”. Da mesma forma se expressou o prefeito de São José de Mipibu, Arlindo Dantas: “A unificação dos prefeitos é o mais importante para que tenhamos uma boa relação de trabalho e dedicação, a fim de que possamos fazer o grande trabalho de que a Região Metropolitana necessita”.

O prefeito de Vera Cruz, João Paulo, levantou a bandeira da Saúde, salientando um pleito coletivo para levar ao Governo do Estado, até para desafogar o atendimento do Hospital Walfredo Gurgel. O prefeito de Monte Alegre, Severino Rodrigues, apontou em seu pronunciamento que, no momento, não existe integração nenhuma no sentido de resolução dos principais problemas. “É preciso que se trabalhe para que o Projeto da Região Metropolitana não fique só na teoria”.