Líderes mundiais terão encontro com Bolsonaro em Brasília neste mês

Foto: Alan Santos/PR

Para debater temas políticos e econômicos, o presidente Jair Bolsonaro receberá o presidente da China, Xi Jinping, na manhã de 13 de novembro, quarta-feira, no Palácio do Itamaraty. À tarde, no mesmo dia, no Palácio do Planalto, ele receberá os presidentes da Rússia, Vladimir Putin, e da África do Sul, Cyril Ramaphosa, e o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi.
Os quatro líderes políticos chegarão ao Brasil no dia 12 para participar da 11ª Cúpula do Brics, grupo de países integrado pelo Brasil, a Rússia, Índia, China e África do Sul. No dia 13, os líderes visitantes participarão do encerramento do Fórum Empresarial do Brics, que reunirá 500 empresários, e à noite serão homenageados com jantar no Palácio do Itamaraty, em Brasília.

Cúpula

A maior parte da programação do Brics ocorrerá na quinta-feira, dia 14. Haverá um encontro dos líderes do Brasil, da China, Índia, África do Sul e Rússia com os empresários que compõem o conselho da organização e também com a diretoria do Novo Banco de Desenvolvimento, a instituição financeira fundada pelo Brics. Às 13h, haverá o almoço de encerramento da cúpula no Palácio do Itamaraty.

O grande tema a ser discutido na Cúpula do Brics será a cooperação a ser feita entre o Brasil, China, Índia, África do Sul e Rússia na área de ciência, tecnologia e inovação. “A agenda é densa e substantiva”, disse o secretário de Comércio Exterior e Assuntos Econômicos do Itamaraty, embaixador Norberto Moretti.

O tema, segundo o diplomata, constará da Declaração dos Líderes, que será divulgada no encerramento do evento no dia 14, documento que abrirá aos países oportunidades de cooperação para o desenvolvimento de parques tecnológicos e incubadoras e a formação de pesquisadores.

Também constarão da declaração a cooperação dos cinco países no combate à corrupção e ao terrorismo, intercâmbio de boas práticas e desenvolvimento de medicamentos contra a tuberculose. Haverá ainda um item dedicado ao aleitamento humano, como prevenção de enfermidades.

O Conselho Empresarial do Brics (Cebrics) foi criado em 2013 na 5ª Cúpula do bloco em Durban, na África do Sul. Constituído para fortalecer e promover os laços econômicos, comerciais, de negócios e investimentos entre as comunidades empresariais dos países que compõem o grupo, o conselho tem também a missão de assegurar o diálogo regular entre os setores empresariais e os governos, além de identificar os problemas e gargalos no âmbito de comércio e investimentos nas suas relações.

Composto por 25 membros e assessorado por nove grupos de trabalho que atuam em uma instância de consulta, o conselho tem como missão assegurar que as principais prioridades do setor privado sejam efetivamente comunicadas aos líderes do governo no Brics durante a cúpula.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sérgio disse:

    A cara de constrangimento do chinês! – "O que o cargo me obliga"

  2. Cigano Lulu disse:

    Será que quando retornar ao seu país o presidente da China vai dar carona a Fatão GD? Em meados de agosto ela (espero que gênero esteja correto) afirmara ao site militante Brasil de Fato que estava se prepararando para, neste novembro, fazer a sua "penosa travessia do Atlântico": um périplo pela Europa, a começar pela França, mas também incluindo uma breve passagem pela China.

Pais e mães de crianças com implantes cocleares promovem em Natal encontro de experiências

Com o objetivo de trocar experiência, informação e conforto, mães de pacientes usuários de implantes cocleares, irão promover, neste domingo (27), o 2º Encontro de Usuários de Implante Coclear. São crianças e jovens com problemas auditivos, usuários de implante coclear – dispositivo eletrônico que visa proporcionar sensação auditiva próxima à fisiológica. O evento terá palestras e atividades a partir, às 8h30, da sede da ASPOFERN, em Natal.

Segundo Carla Amaral, mãe de uma criança com implanta, todos temos dúvida em relação à educação dos nossos filhos e o que aprendemos, com esses encontros nos dá mais segurança. “O implante já possibilitou que eu o chame e ele responda de onde estiver e, aos poucos, vai aprendendo a entender o que está ouvindo. Esses encontros diminuem nossas incertezas”, disse.

O que é implante coclear?

O implante coclear é um aparelho implantado cirurgicamente na orelha e capaz de estimular diretamente o nervo auditivo, causando sensações sonoras. O implante coclear tem uma porção interna, que fica dentro da orelha do paciente, e uma porção externa, que é acoplada logo atrás da orelha e se mantem em posição por meio de um imã.

*Serviço:*
LOCAL: ASPOFERN, Rua João Celso Filho, 3656, Lagoa Nova, Natal
HORA: 8h30
DATA: 27 de outubro

Encontro das Distribuidoras de Gás do Nordeste acontece nesta quinta, em Natal

A Companhia Potiguar de Gás (Potigás) promove nesta quinta-feira, 19/09, o Encontro das Distribuidoras de Gás Natural do Nordeste. O evento contará com a participação da Governadora Fátima Bezerra e reunirá representantes das sete distribuidoras de gás da região, além do Diretor de Estratégia e Mercado da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (ABEGÁS), Marcelo Mendonça e do Diretor da Agência Nacional de Petróleo (ANP), Cesário Cecchi.

Na ocasião, serão debatidos temas atuais como o Novo Mercado de Gás no Brasil, desafios regulatórios e da política setorial de gás natural para o Nordeste, panorama do andamento da Chamada Pública das Concessionárias da região e, apresentado pela empresa Siemens Oil & Gás, um Case da Usina de Coari, no Amazonas, que é referência mundial em geração de Ciclo Combinado.

“Essa será uma oportunidade de trazermos para discussão temas relevantes dado o momento atual do Mercado do gás no Brasil. Estou certa de que faremos uma reunião proveitosa, com análise de aspectos importantes para aumentar a oferta e consequentemente a competitividade do gás natural na região”, afirmou Larissa Dantas Gentile, Diretora Presidente da Potigás.

O Encontro das Distribuidoras de Gás Natural do Nordeste, será realizado nesta quinta-feira, 19/09, das 9h às 13h30, no Hotel Escola Senac Barreira Roxa, na Via Costeira, e contará com a participação das concessionárias dos estados do Ceará (Cegás), Rio Grande do Norte (Potigás), Paraíba (Pbgás), Pernambuco (Copergás), Alagoas (Algás), Sergipe (Sergás) e Bahia (Bahiagás).

Eduardo Bolsonaro e ministro Ernesto Araújo terão encontro com Trump nos EUA nesta sexta

Foto: Reprodução/TV Globo

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (29) que um dos seus filhos, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), e o ministro Ernesto Araújo (Relações Exteriores) viajarão para os Estados Unidos, onde terão um encontro com o presidente Donald Trump.

Ele fez a afirmação em discurso no Palácio do Planalto, durante cerimônia de lançamento de um programa para enfrentamento de crimes violentos.

De acordo com o deputado Eduardo Bolsonaro, ele e o ministro viajam nesta quinta-feira para se encontrar com Trump na sexta-feira (30).

O parlamentar disse que deverá tratar na reunião da recente reunião de cúpula do G7, da preservação da Amazônia e de relações comerciais.

Bolsonaro já anunciou que pretende indicar o filho para comandar a embaixada do Brasil em Washington, mas ainda não oficializou a indicação ao Senado, responsável por aprovar nomes de embaixadores.

Trump já elogiou Eduardo Bolsonaro, e o governo norte-americano deu o aval formal para a indicação dele como embaixador, o chamado “agrément”.

Na cerimônia desta quinta, além de informar sobre a viagem, Bolsonaro agradeceu Trump pela “defesa do Brasil” durante a cúpula do G7 (grupo dos sete países mais ricos), marcada por críticas do presidente da França, Emmanuel Macron, ao aumento das queimadas na floresta amazônica. Bolsonaro e Macron trocaram farpas nos últimos dias em razão do assunto.

“Eduardo Bolsonaro daqui a pouco viaja para os Estados Unidos. Vai se encontrar com o Donald Trump. Eu quero agradecer publicamente aqui o senhor Donald Trump, a sua defesa do Brasil por ocasião do encontro do G7”, disse Bolsonaro.

“Espero que o Ernesto seja bem sucedido na viagem, bem como o Eduardo, nesse encontro nos Estados Unidos. Nosso governo, como mudou a direção, nós vamos cada vez mais nos aproximar de países que servem de exemplo para nós, que têm os índices melhores, levando-se em conta grande parte do mundo. São esses exemplos que devemos procurar”, acrescentou.

O presidente também agradeceu o trabalho de Trump para que o Brasil seja aliado extra-Otan [Organização do Tratado do Atlântico Norte], com benefícios na área de defesa, e para que o país ingresse na a Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE).

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Claudio disse:

    Os dois vão sair assados, kkkk

  2. Alexandre disse:

    HOMI TIRA ESSE DOIDO DAI PELO AMOR DE DEUS….

    • #Lula Na Cadeia sempre disse:

      E coloca um ladrao condenado Lula

    • Bozo Encantador de Asno disse:

      Quem falou de Lula? Ele tá preso. Tem que colocar um profissional de carreira, preparado.

    • Ricardo disse:

      Verdade, bota os que eram de lula, que fizeram negociata com cuba, Venezuela, bolivia, nicaragua, ditaduras africanas, e provocaram um rombo no BNDES de 500 bilhões de reais. Esse aí, é amador.

FOTO: Em encontro com Paulinho, ministro Mandetta confirma apoio à construção de hospital em São Gonçalo

Foto: Divulgação

Em visita ao Rio Grande do Norte, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, esteve reunido com prefeito de São Gonçalo do Amarante, Paulo Emídio, Paulinho, e o deputado federal João Maia, na manhã desta sexta-feira (15), em Natal.

Na ocasião, Mandetta confirmou apoio à construção do hospital geral em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal, como também à liberação de uma emenda parlamentar da senadora Zenaide Maia no valor de R$ 663 mil para construção de uma unidade de saúde na comunidade Olho D’Água do Carrilho.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Gilvan disse:

    E no Novo Santo Antônio não dá pra colocar nem uma placa com esse dinheiro? eu fosse o senhor prefeito eu mandaria fazer ao menos uma placa para o nosso bairro e colocaria logo na entrada ali no Posto 30 de setembro com os seguintes dizeres "COMUNIDADE DOS ESQUECIDOS". Sei não viu seu Prefeito.

FOTOS: Trump e Bolsonaro se encontram na Casa Branca para reunião

Trump recebe Bolsonaro na Casa Branca (Foto: Carlos Barria/Reuters)

Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, exibe camiseta da seleção dos Estados Unidos que ganhou do presidente Donald Trump nesta terça-feira (19) (Foto: Kevin Lamarque/ Reuters)

Presidente Jair Bolsonaro entrega camiseta da Seleção Brasileira de futebol para Donald Trump (Foto: Brendan Smialowski / AFP)

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Brasileira indignada disse:

    Tão servil, bajulador e capacho que deu nojo.. Até dizer que a América era os EUA ele disse. Os EUA não respeitam países subservientes, teria que ir se não de igual pra igual mas com dignidade, e não foi isso que foi feito

  2. Fagner disse:

    Especialistas noticiam o fracasso dessa empreitada.

    • José fonseca disse:

      Bom mesmo é se aliar a Cuba e Venezuela!!!!! Faltou só o Lula livre: )

  3. Ceará-Mundão disse:

    O mundo deve muito aos EUA. Devemos a essa grande nação a nossa liberdade (já nos livraram do nazismo e do comunismo), os grandes avanços científicos e tecnológicos, o progresso econômico (os EUA são o baluarte do capitalismo, do liberalismo econômico) e até mesmo a defesa dos direitos humanos, algo que a cambada de esquerda gosta tanto de exaltar. Nenhuma outra nação trouxe, nem de longe, tantos benefícios à humanidade.

    • José Gabriel disse:

      Tu so poder estar doido ou não leu história do mundo. Quem salvou a humanhumanidade do Nacismo e do Fascismo foi a URSS. As principais descoberta tecnológica não vem dos EUA. Se é tão bom vai morar lá. Onde 30 milhões de americanos vivem com U$ 3. Tu sabe onde tem a melhor medicmedicina contra o câncer?

    • Censurado disse:

      Ceará Bundão, meu eleitor! Vá estudar, seus comentários são medíocres. Você é daquele tipo de gente que acha que entende de alguma coisa, mas não tem um mínimo de profundidade, seus argumentos são baseados numa pragmatismo rasteiro, onde mistura senso comum, com um discurso puramente repetitivo; seja no âmbito econômico, político ou social e que atende aos interesses e valores que sustentam e mantiveram o quadro miséria social deste país. lamentável, pare de escrever. É um favor que você faz até a si mesmo..

  4. Ems disse:

    Brasil no rumo certo !!!

  5. Magalhães disse:

    Entrega o Brasil a esse país maravilhoso. Prefiro ser escravo deles, do que desses privilegiados dos três poderes, e que ganham 70 mil por mês fora mordomias e roubos. Pior é que tem idiotas que os defendem.

  6. Maria disse:

    Omi, num faz isso! Que a petralhada se desespera.

Unimed Natal realiza encontro com pais de bebês prematuros

Sorrisos e muita emoção marcaram o reencontro da equipe multidisciplinar da Maternidade Unimed com mães e pais de crianças prematuras que passaram pela UTI Neo do local. O evento, realizado pela Unimed Natal, comemorou o Novembro Roxo, mês em que se promove a Campanha Mundial da Prematuridade.

Durante o encontro, ocorrido no último sábado (24), os presentes desfrutaram de uma manhã repleta de brincadeiras e diversão, com direito a algodão doce, pipoca e um café da manhã especial.

“Em 17 de novembro é celebrado o Dia Mundial da Prematuridade e nesse mesmo dia comemoramos os três anos de funcionamento da UTI Neo da Maternidade Unimed.

Estamos muito felizes em comemorar a vida e a saúde de todas as crianças que passaram pela nossa UTI”, destaca a médica intensivista, dra. Lana Soriano.

Novembro Roxo

O mês de novembro marca a importância da conscientização e luta para prevenir a prematuridade. Criado em 2009, o Dia Mundial da Prematuridade, celebrado em 17 de novembro, tem o intuito de pensar estratégias para diminuição da taxa de prematuridade no mundo, que hoje soma cerca de 15 milhões de bebês por ano.

Maternidade Unimed e UTI Neo Planejada e projetada para ser referência em assistência materno infantil e em urgências obstétricas e ginecológicas, a Maternidade Unimed – que está estruturada dentro do Hospital Unimed – oferece um atendimento rápido, eficaz e seguro sempre em conformidade com as boas e modernas práticas médicas.

Eduardo Bolsonaro viajará aos Estados Unidos para se reunir com representantes do governo de Donald Trump mirando aproximação

O deputado federal Eduardo Bolsonaro usou sua conta no Twitter para afirmar que viajará para os Estados Unidos para se reunir com representantes do governo de Donald Trump.

“A viagem que farei será parte de um esforço inicial de aproximação e boa vontade entre o Brasil e os EUA, duas nações amigas que foram afastadas nos últimos anos por motivos ideológicos. A iniciativa partiu de um think tank americano, que enviará mais detalhes da agenda em breve.”

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Manoel disse:

    Capacho. O pai beijou a bandeira americana o filho agora vai tb

VÍDEO flagra momento de encontro entre Moro e Bolsonaro, sob saudações de moradores

Vídeo que circula nas redes sociais mostra a chegada do juiz Sergio Moro em residência do presidente eleito Jair Bolsonaro, na manhã desta quinta-feira(01), no Rio de Janeiro. Juiz e capitão se cumprimentam e são saudados por moradores.

Poucas horas depois do encontro, Moro foi confirmado ministro da Justiça e Segurança Pública.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ivan disse:

    A quadrilha tá tensa!! Agora lascou…kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. Priscilla disse:

    Triste fim!

  3. Carlinhos disse:

    Moro vai fazer politica oficialmente. Parabéns Moro!!! Trabalhou duro para lascar o PT, inclusive de férias impediu a soltura de Lula. Será ministro ou lado de Onyx Lorenzoni réu confesso. A máscara caiu.

    • Rio disse:

      Bua bua bua … chora petista
      Que os cidadãos de bem estão sorrindo kkkkkkkk

    • ROMULO GABRIEL disse:

      O problema desse povo é papagaiar que só tem corrupção no PT..isso já virou o maior mantra da alienação!kkkkkkkkkkkkkkk..calma, doentes!

  4. Ems disse:

    Tremam corruptos !!!

Encontro Nacional de Prostitutas será realizado no mês de Setembro

São Luís vai sediar o 6º Encontro Nacional de Prostitutas entre 21 e 23 de setembro, no Convento das Mercês.

Durante os três dias de realização do encontro serão debatidos diversos temas com representações nacionais, como a luta das trabalhadoras sexuais brasileiras na perspectiva do futuro.

O evento é promovido pela Associação de Prostitutas do Maranhão presidida por Maria de Jesus, também pela Rede Brasileira de Prostituas e ainda a Central Única de Trabalhadores e Trabalhadoras Sexuais.

Representantes dos estados do Pará, Minas Gerais, Distrito Federal entre outras unidades da federação estarão em São Luís para debater a organização dos profissionais do sexo no país.

A mesa de abertura será com o painel “30 anos de memórias, histórias e lutas das trabalhadoras sexuais”, que homenageará Gabriela Leite.

Uma representante do ‘Museu do Sexo das Putas’, de Minas Gerais, está confirmada na mesa que debaterá o Tema “Prostituição e cidades: Memórias e desafios contemporâneos”.

O documentário “Entre fronteiras”, do Canal Futura será exibido no dia 22 de setembro.

Ao longo do evento, várias Mesas Temáticas’ serão realizadas, abordando sempre temas de interesse da classe, como, por exemplo, avanços e retrocessos legais, perspectivas do trabalho dos profissionais sexuais, e também direitos e legislação no Brasil.

A programação do evento será encerrada com uma ‘Puta Festa Maranhense de 30 Anos’, após o desfile ‘Grife Daspu’, com trilha ao vivo do DJ Dolores.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. carlos disse:

    O RELATOR SERA VICENTE CANDIDO-VÁO CRIAR O FUNDO PARTIDÁRIO

  2. Antonio disse:

    E os maridos destas senhoras vão deixa-las soltas em São Luis é? Os filhos delas ficam em Brasilia e estas senhoras se danam no mundo??? sei não!!!

  3. Carlos disse:

    Será que li direito? Vai ser em um convento?

  4. Carlos disse:

    Lá vem mais aumento após esse encontro ??

  5. bueno disse:

    Esse encontro cairia bem em Brasilia no congresso mais especificamente kkkkkkkkkkkkk

Dodge tem que se explicar sobre encontro com Temer, diz procurador da Lava Jato

Integrante da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima disse nesta segunda-feira (14) que “encontros fora da agenda não são ideais para a situação de nenhum funcionário público”.

Ele foi questionado, em evento sobre compliance (atividades internas das empresas para evitar e detectar desvios) em São Paulo, sobre o encontro da sucessora de Rodrigo Janot na PGR (Procuradoria-Geral da República), Raquel Dodge, com o presidente Michel Temer que não constava na agenda presidencial.

“Nós mesmos [procuradores do Ministério Público Federal em Curitiba] às vésperas do dia da votação do impeachment fomos convidados a comparecer ao Palácio do Jaburu à noite e nos recusamos, porque entendíamos que não tínhamos nada a falar com o eventual futuro presidente do Brasil naquele momento”, disse Lima.

Dodge se reuniu com Temer no último dia 7 e, neste domingo (13), afirmou que formalizou o pedido da reunião por e-mail, na véspera da sua realização.

O encontro não estava registrado na agenda do presidente, mas, segundo a secretaria de comunicação da Procuradoria, constava na de Dodge. Como ela ainda não assumiu o cargo de procuradora-geral, não tem a agenda pública. Em relação ao motivo da conversa, Dodge afirmou à Folha, que se reuniu com o presidente para discutir a data da posse no cargo.

Para Carlos Fernando dos Santos Lima, “é claro” que a sucessora de Janot tem que se explicar. “Ela deu uma explicação e tem que ser cobrada pelas consequências desse ato”, disse.

Questionado se o encontro comprometia Dodge ou se as explicações eram satisfatórias, ele disse que a questão cabia ao corregedor do Ministério Público Federal.

“Eu posso dizer por nós. Nós tivemos uma situação semelhante e nos recusamos a comparecer. Nós temos agora que avaliar uma consequência dentro da política que o Ministério Público vai ter a partir da gestão dela”, afirmou Lima.

“Todo funcionário público é responsável pelos atos que tem. Infelizmente não há como fugir da responsabilização perante a sociedade.”

O procurador faz, na manhã desta segunda na zona sul paulistana, uma palestra sobre investigações anticorrupção, em fórum organizado pela Amcham (Câmara Americana de Comércio).

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. mauricio disse:

    esse procurador fala demais, tem que mostrar o convite, ou o oficio convite, ele tem que se ater as investigações, ta parecendo mais garoto propaganda da globo

Dilma e Temer têm primeiro encontro após carta gerar mal-estar no Planalto

dilma e temerDois dias após o vice-presidente Michel Temer enviar à presidente Dilma Rousseff carta na qual abordou suposta desconfiança dela em relação a ele e ao PMDB, os dois tiveram na noite desta quarta-feira (9), no Palácio do Planalto, seu primeiro encontro.

No fim da noite da última segunda, vazou o conteúdo da carta (leia aqui a íntegra). No documento, Temer elencou 11 razões para acreditar que a presidente não confia nele. O vazamento do conteúdo gerou mal-estar e houve repercussão política.

Ao longo dos últimos dois dias, houve muita discussão no meio político sobre a carta. A oposição, por exemplo, apontou “rompimento” entre Dilma e Temer.

Já o presidente do Congresso Nacional, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), por outro lado, disse que a mensagem tinha cunho “pessoal de desabafo”. Enquanto isso, o vice-líder do governo na Câmara, deputado Silvio Costa (PE), disse que a carta foi “inoportuna” e a classificou como “desserviço ao Brasil”.

Em um dos trechos do documento, Temer disse à presidente que sempre teve ciência da “absoluta desconfiança” dela e de seu entorno em relação a ele e ao PMDB, partido do qual ele é presidente nacional.

“Desconfiança incompatível com o que fizemos para manter o apoio pessoal e partidário ao seu governo”, escreveu.

“Sei que a senhora não tem confiança em mim e no PMDB, hoje, e não terá amanhã. Lamento, mas esta é a minha convicção”, disse o vice à presidente, em outro trecho da mensagem.

Nesta quarta, após participar de evento no Palácio do Planalto, o ministro-chefe da Secretaria de Governo, Ricardo Berzoini, responsável pela articulação política do Planalto, comentou a carta de Temer a Dilma e afirmou que “não existe razão para se apostar em rompimento” entre a presidente e o vice em função da carta.

Conforme o Blog do Camarotti, contudo, o clima entre os interlocutores da presidente Dilma com a carta era de “grande indignação” e “contrariedade”. Ainda segundo o blog, a mensagem do vice foi tida como um sinal de rompimento entre os dois.

Fonte: G1

Segundo Aécio, Dilma constrange governadores ao tentar reunião

O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), disse nesta segunda-feira que a única responsável se, por alguma decisão institucional não conseguir concluir o mandato, é a própria presidente Dilma Rousseff, e não a oposição. Ao retornar a Brasília, ele criticou a tentativa do PT e da presidente de “dividir sua crise” com os governadores, ao constrangê-los a participar de uma “reunião desnecessária”, na próxima quinta-feira, para discutir o projeto de reforma do ICMS.

Na próxima semana o PSDB começa a veicular inserções de 30 segundos convocando “os indignados” com a crise, a participar da manifestação nacional marcada pelos movimentos de rua, para o dia 16 de agosto.

O tucano negou que haja divisão no PSDB sobre o destino da presidente, se deveria ser afastada por impeachment, cassação do diploma da chapa pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ou se ela deve cumprir seu mandato até o fim. Aécio disse, entretanto, que o PSDB não pode desconhecer a realidade das ruas e a indignação da sociedade.

Segundo Aécio, apesar de se aproximar dos movimentos de rua para a manifestação que se anuncia gigantesca, o PT e o governo erram o alvo ao culpar a oposição por um eventual impedimento da presidente Dilma.

Fonte: O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Vitor disse:

    Vocês da mídia dão muito cartaz para esse Playboy. Se querem realmente vencer as eleições, derrubando o PT e Lula, porque não escolhem um candidato mais decente?

CONVERSA, A SÓS: Marina e Aécio terão encontro nesta sexta-feira

size_590_aecio-e-marina-300x224Não será uma cerimônia de casamento, mas de união, com certeza: Marina Silva e Aécio Neves se reúnem na sexta-feira às 10h, em São Paulo, para uma conversa, a sós, de 30 minutos.

Depois, a dupla será recepcionada por políticos e intelectuais ligados à Rede e ao PSDB para uma espécie de confraternização.

E, juntos, aparecerão para fotos, abraços e discursos. Tudo isso será devidamente gravado para os programas eleitorais de Aécio e abertos para a imprensa em geral.

Por Lauro Jardim – Veja

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Julio Rocha disse:

    O que cair na REDE é PEIXE. Mas a REDE está furada e o antes Socialista, Partido. Marna vai com as outras descanse em PAZ, porque já esgotou toda a sua caixa de contradições e incoerências. Aécio e Henrique são dois malas que no tempo da Ditadura estavam no Rio de Janeiro curtindo todas, nem aí para o que estava acontecendo no país, e hoje, esses "FILHINHOS DO PAPAI" se apresentam com a maior CARA DE PAU lavada, dizendo que ~são a MUDANÇA, A LIBERTAÇÃO E O FUTURO, chichês que na boca deles soa destoante pela falta de ressonância com suas origens, experiências, vivências e caráter. Dois Playboys, COMO DIZ UM DOS COMENTARISTAS DESSE BLOG, QUERENDO SE FAZER DE BONS MOÇOS PARA PEGAR OS TROUXAS… kkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. julio rosado filho disse:

    Nas consideracoes finais do debate SBT, o Aecio admitiu possibilidade concorrer a reeleicao, caso eleito. Ato falho ou quebra de compromisso com Marina?????

Câmara de Monitoramento de Homicídios recebe novo secretário estadual de segurança

Em mais uma reunião semanal, a Câmara de Monitoramento de Homicídios do Tribunal de Justiça reuniu representantes das entidades públicas que têm um objetivo em comum: o desafio de diminuir a incidência de assassinatos no Rio Grande do Norte. Nesta sexta-feira (21), a Câmara recebeu pela primeira vez a presença do novo secretário de Segurança Pública e Defesa Social do Estado, o general Eliéser Girão Monteiro Filho.

Eliéser Girão chega ao comando da pasta no momento em que o Rio Grande do Norte registra número assustadores com relação à violência. Ele aponta que o principal problema da segurança pública no Estado é o aumento do número de homicídios. Somente ano passado, foram 1.653 homicídios e, esse ano, já foram contabilizados 330 assassinatos, até o dia 13 de março. “Aos melhores cabem as missões mais difíceis. Que bom que temos essa equipe forte para trabalhar junto o combate à violência nesse Estado”, disse o general Eliéser.

Na reunião, o juiz auxiliar da Presidência do TJ potiguar, Fábio Filgueira, coordenador do grupo, deu as boas vindas ao novo integrante da Câmara e apresentou os principais assuntos em pauta. O ponto mais debatido no encontro desta sexta-feira foi a instalação da Divisão de Homicídios. O Ministério Público Estadual está agilizando o processo de doação do prédio em desuso na Rua Apodi para o seu estabelecimento.

“Ainda não sabemos como vai ficar. Teremos uma definição em duas semanas com relação a transferência do prédio e a concessão do Executivo para a convocação de mais agentes civis para compor a Divisão”, explica Filgueira, fazendo menção a uma consulta solicitada ao Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Uma nova reunião da Câmara de Monitoramento de Homicídios está agendada para a próxima quarta-feira (26) no Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), que atualmente se encontra instalada na Escola de Governo do RN.

Estiveram presentes na reunião representantes da Segurança Pública, Defensoria Pública, Ministério Público, OAB/RN e Instituto Técnico e Científico de Polícia (Itep).

TJRN

Irmão encontra assassino de zagueiro colombiano que fez gol contra na Copa de 94

 Untitled-1Untitled-2Um erro profissional desencadeou a perda de uma vida, o fim do sonho de um casamento, comoveu e chocou ainda mais um país que sofria com a violência e até mandou, por pouco tempo, um criminoso para a cadeia. Mas, quase 20 anos depois, não há nada capaz de apagar a dor da família pelo assassinato do ex-zagueiro colombiano Andrés Escobar, que foi morto em sua cidade, Medellin, dias após marcar um gol contra na derrota por 2 a 1 contra os Estados Unidos na Copa do Mundo de 1994.

“Meu pai faleceu há cinco anos e se foi com muita tristeza pela morte de Andrés. Ele era um ótimo ser humano, uma pessoa muito boa. Foram anos muito complicados para a gente”, afirma o irmão do ex-jogador, Santiago Escobar, ao UOL Esporte.

Turbinada por uma campanha impecável nas eliminatórias sul-americanas, com direito à goleada histórica por 5 a 0 sobre a Argentina em Buenos Aires, a Colômbia havia chegado àquela Copa como uma das favoritas ao título. Estava na seleção a melhor geração da história do país, com talentos como Rincón, Valderrama, Asprilla e Valencia. Elogiados até por Pelé, os colombianos chegaram aos EUA como sensação daquelas semanas que precediam o início da competição.

Mas o time fracassou. Acabou eliminado na primeira fase. Escobar, autor do gol contra, acabou baleado na frente de uma discoteca em Medellín. Nunca houve uma explicação oficial para a sua morte, embora na Colômbia se trate praticamente como verdade que o ex-jogador foi morto por apostadores que se deram mal com o fiasco colombiano e, por isso, quiseram descontar a frustração com uma “vingança” contra o defensor. Santiago é um dos muitos que compartilham essa versão.

“A razão foi que esses apostadores perderam quantias importantes e terminaram com a vida de Andrés. Ele perdeu a vida por isso”, disse o irmão da vítima, inconformado. Escobar foi assassinado depois que foi feita uma tocaia na frente de seu carro. Foi provocado com xingamentos e ironias sobre seu gol contra. Retrucou e então levou os tiros.

Autor dos disparos, Humberto Muñoz Castro foi preso e condenado a 43 anos de prisão pelos 12 tiros contra o jogador. Castro era guarda-costas e motorista de dois condenados por tráfico de drogas na Colômbia. Para indignação geral no país, ele saiu da prisão depois de cumprir 11 anos. Tinha bom comportamento.

Para Santiago, tão revoltante quanto perder o irmão foi encontrar o assassino gozando de sua liberdade. O irmão de Andrés conta que estava num restaurante em Medellin ao mesmo tempo que Muñoz Castro. Santiago diz que o assassino tentou o contato para falar algumas palavras e possivelmente explicar o ocorrido, mas logo foi ignorado.

Santiago afirma que foi preciso muito sangue frio para lidar com a inesperada situação. “Há alguns anos ele quis falar comigo, mas recusei. A única pessoa que pode perdoar alguém é Deus. E eu não sou capaz de falar com ele ou perdoá-lo. O que tenho é um sentimento difícil de explicar. Eu não quero ouvir nada e nem conversar com quem tirou a vida de Andrés”, falou. “Ele queria dar algumas explicações. Eu disse apenas que não tinha nada o que conversar com ele. E me retirei dali. Falei que não queria ouvir nada”, completou.

O irmão do defensor faz várias pausas quando fala sobre Andrés. Se emociona muito ao falar do irmão. Lembra que horas depois do gol contra conversaram no hotel onde estava concentrada a delegação colombiana. Diz que o zagueiro, apesar de triste, estava consciente que havia ocorrido apenas um acidente de trabalho.

A morte de Escobar gerou um sensação de que algo pior poderia ocorrer com outros jogadores. Outros atletas da seleção colombiana lembram que foram acordados de madrugada por seguranças da equipe para avisar o que ocorreu. Asprilla lembra que chorou copiosamente como uma criança. “Me acordaram entre 4h e 5h da manhã. Eu chorei, chorei e comecei a chorar muito, demais quando soube. Jamais imaginávamos que poderia ocorrer uma brutalidade dessas”, lembrou. Rincón ficou em choque. “Eu estava dormindo e bateram lá em casa, ai um policial falou pra mim que tinham assassinado ele. Um dia antes eu tinha estado com ele, viajamos juntos. E no dia seguinte ele foi morto.”

“Ele disse que iria jogar a partida seguinte com muito profissionalismo. Andrés era um jogador de personalidade. Ele pensou que vinha um jogador atrás dele no cruzamento e entendeu que não houve comunicação com o [goleiro ] Córdoba naquele lance”, disse Santiago.

A família ficou sabendo da morte de Escobar por telefone, pois os pais e irmãos do ex-jogador tiraram férias nos Estados Unidos após a eliminação colombiana. Mas Andrés voltou para a cidade natal. Segundo o irmão, o ex-zagueiro estava praticamente negociado com o Milan dias antes de sua morte. Ele iria se casar em dezembro de 94 – o assassinato aconteceu em 2 de julho.

Apesar de o futebol e uma Copa do Mundo terem, de certa forma, participado da morte de Andrés, seu irmão diz que não faz associação negativas às duas. Não pegou desgosto por Mundiais. Também foi jogador de futebol e trabalhou na área até o fim de 2013 como diretor técnico do Once Caldas.

“Minha irmã e meu irmão vão para o Brasil assistir ao Mundial. Mas eu vou ficar aqui na Colômbia. Assistirei daqui. Só que não por isso (pela morte do irmão), não perdi o gosto pelo futebol não, trabalho com isso”, explicou.

Zinho, um dos jogadores do elenco da seleção brasileira que foi tetracampeã em 94, recorda que a notícia da morte de Escobar assustou o elenco no meio da competição, quando foram informados sobre o que ocorrera em Medellín.

“Lembro que todo mundo ficou chocado. Um cara que foi eliminado de uma Copa do Mundo, retorna para seu país e é assassinado. E quando veio a notícia de que foi realmente porque foi responsável e falhou no lance, todo mundo ficou chocado nesse sentido. Ficamos tristes com o acontecido e isso foi motivo de muitas conversas. Em certo momento a Copa ficou até em segundo plano [nas repercussões] por conta disso. Lembro que os governantes [da Colômbia] não tinham o mando do país, que estava nas mãos dos traficantes”, comentou Zinho.

Indisposição com o narcotráfico e recusa em se esconder

Escobar tinha apelido de “El Cabellero” (“O Cavalheiro” em português) por sua fama de jogador correto, disciplinado e que não tolerava situações erradas. O filme “The Two Escobars”, produzido pela ESPN, fala a sobre a história da morte do jogador e de como Andrés reprovava a relação de jogadores de futebol com narcotraficantes.

O filme mostra a paixão do mais famoso traficante colombiano, Pablo Escobar, pelo futebol e com o time do Nacional, de Medellin, cidade do cartel que controlava. O criminoso era torcedor fanático do time, que tinha Andrés como capitão e que foi campeão da Copa Libertadores da América de 1989.

Pablo, que foi assassinado em 1993, financiava o time e tinha ligação com os atletas, inclusive com convites para festas em sua casa. Pessoas próximas a Andrés, como sua ex-noiva, revelam que a obrigação de ter contato com o patrão era motivo de indignação para Andrés.

O documentário lembra o momento no qual os jogadores foram forçados a fazer uma visita ao traficante quando ele estava na cadeia. “Era ir ou ir”, lembrou a irmã de Andrés, María Ester Escobar.

Ex-companheiro do zagueiro na seleção colombiana, Freddy Rincón lembra que Andrés Escobar tinha esse perfil sério e comentava de sua amargura por ter que se sujeitar a algumas situações em função de o futebol naquela época estar atrelado ao narcotráfico.

“Gostar, ele não gostava. Mas o que ele iria fazer se o cara chamasse? Se ele falasse ´eu não vou´, quem é que iria protegê-lo? Quem iria responder por ele? O Andrés não gostava daquilo e pensava dessa forma. Ele nunca aceitou aquilo. Mas se era convidado, ele tinha que ir”, lembrou o ex-jogador de Corinthians e Palmeiras.

Ex-companheiro de Andrés no Nacional e na seleção colombiana, Faustino Asprilla trata com ressalvas a ligação dos jogadores do time com Pablo. “Não tínhamos nada a ver com o que ele fazia. Ele era um torcedor fanático do Nacional e tinha seus problemas com o governo e a polícia colombiana. Já Andrés não aceitava certas condutas. Foi lamentável, um momento muito triste.”

UOL