PREVENÇÃO: Secretaria Municipal de Saúde realiza coleta de água na Lagoa do Jiqui para análise da Cólera

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) do Natal, por meio da Vigilância da Qualidade da Água para o Consumo Humano (VIGIAGUA), está realizando durante esta semana, a coleta de água para análise da Cólera. Como forma de precaução, na última terça-feira (8), o Vigiagua colocou “mechas” para a realização do Monitoramento da Cólera na Lagoa do Jiqui e nesta sexta-feira (11) será feita a coleta para análise.

A Cólera é uma doença infectocontagiosa aguda do intestino delgado causada por uma enterotoxina produzida pela bactéria Vibrio Colérico. A transmissão é fecal-oral e se dá por meio da água ou alimentos contaminados por fezes ou pela manipulação de pessoas infectadas, sejam elas sintomáticas ou não. Outros casos da transmissão da doença já foram registrados em peixes, frutos do mar, como ostras e mexilhões, crus ou mal cozidos, além do gelo fabricado com água não tratada. A enfermidade é de notificação compulsória às autoridades de saúde.

O chefe do Setor de Vigilância Ambiental, Marcílio Xavier afirma que estes trabalhos estão sendo realizados constantemente em diversas localidades propícias ao foco. “Além do monitoramento da Cólera, realizamos também o monitoramento das Cianobactérias”, ressalta Marcílio Xavier.

O último surto de cólera em Natal aconteceu em 1999. Outros casos aconteceram em Pernambuco, e no ano de 2005 em Alagoas e na Paraíba. Para o coordenador do Vigiagua, José Wellington Ferreira, esse monitoramento da cólera nas lagoas é de suma importância para que a doença não se instale em nosso território.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Em nome do Bairro disse:

    Aproveito para pedir aos órgãos públicos que também verifiquem a água fornecida pela CAERN, pois no bairro Pitimbu (Conjunto Cidade Satélite) o nível de Nitrato da água, que conforme informado na conta deve ser inferior e/ou igual a 10,0 mg/l que desde do início do ano de 2015, pelo que verifiquei nas minhas contas, esse valor sempre ultrapassa, sendo assim deveríamos ter um desconto junto a concessionaria. Ao entrar em contato com diversas pessoas da CAERN fui informado que deveria sim ter um desconto, mas eles não estão autorizados a concede-lo no bairro citado, então em conversa fiz a seguinte pergunta: Como devo proceder para ter descontos como em outros bairros? A pessoa me respondeu que eles tem desconto por terem entrado na justiça… E aí??? Isso está correto? Pelo que vejo em diversos bairros estão nesta mesma situação! Vamos lutar pelos nossos direitos…

COMENTE AQUI