Secretaria Municipal de Saúde inicia desratização na orla de Ponta Negra

A Secretaria Municipal de Saúde realiza desratização na orla de Ponta Negra, zona sul de Natal, nesta quinta-feira (10) e sexta-feira (11), das 8h às 14h. A ação conta com a parceria do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e Distrito Sanitário Sul e Unidade de Saúde da Família de Ponta Negra e da Urbana.

De acordo com a chefe da Vigilância Epidemiológica do Distrito Sul, Alessandra Pierre, “a ação tem o propósito de combater e controlar a população de ratos, adotando medidas que eliminam os fatores ambientais determinantes de riscos para a transmissão de doenças, como a leptospirose peste, tifo, hantaviroses, entre outras”.

Uma equipe com cerca de 30 pessoas, entre agentes de controle de endemias, supervisores e profissionais de saúde, estarão em campo próximo ao Hotel Praiamar até o Morro do Careca realizando a iscagem (colocação de raticida), em pontos estratégicos e atividade educativa com orientações para a população de trabalhadores da área.

Após uma semana os técnicos retornam para a reiscagem e após mais uma semana é realiza a limpeza área pela Urbana. O total de área trabalhada será de 2.239 imóveis de Ponta Negra.

“Estaremos conscientizando os moradores, banhistas, rede hoteleira, trabalhadores e população para manter a praia sempre limpa, evitando juntar lixo na orla. Solicitamos a população evitar deixar Água, Alimento, Acesso e Abrigo, que são os quatro “As”, responsáveis por atrair ratos. O animal aparece na praia porque algo o atrai, pois há comida e abrigo no local, que favorecem o aumento dos animais, como o lixo descartado de forma irregular nas praias”, destacou o supervisor de área, José Humberto do Nascimento.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ana Clara Davi disse:

    Quais medidas de contenção, para não contaminar o meio ambiente, uma vez que a maré cheia atinge as pedras onde os raticidas vão ser colocados e retirados apesar, uma semana depois.

  2. euzim disse:

    Vão retirar os petistas da praia?

  3. Anti-Comunista disse:

    E o calote do PT de R$ 1 bilhão de reais no funcionalismo.

Prefeitura do Natal convocará 379 candidatos do concurso da Secretaria Municipal de Saúde

A Secretaria Municipal de Saúde de Natal informa que o processo de convocação dos aprovados no concurso público se dará de forma escalonada, sendo na primeira etapa, 379 candidatos aprovados contemplados entre as mais diversas categorias. A convocação deve acontecer tão logo o concurso seja homologado. De acordo com a Secretaria Municipal de Administração de Natal, a publicação com a homologação do concurso será publicada no Diário Oficial do Município do dia 28 de novembro de 2018.

Ao todo, foram ofertadas 1.647 vagas para os cargos de níveis médio e superior, com vencimentos básicos que variam entre R$ 998,68 e R$ 4.601,17. O prazo de validade do concurso é de dois anos, prorrogável por igual período.

Quando da convocação, os candidatos deverão apresentar os seguintes exames: hemograma – tipo sanguíneo; glicemia – VDRL – EAS – EPF – TSH – colesterol – triglicerídeos; eletrocardiograma (laudo e parecer do cardiologista); eletroencefalograma (laudo/parecer do neurologista); laudo de sanidade mental com parecer do psiquiatra; audiometria com parecer do otorrinolaringologista; e Raio X do tórax com parecer do radiologista.

Os aprovados devem também apresentar estes documentos: laudo médico (emitido pela comissão competente/CPMSHT/SEMAD); 01 foto ¾ recente; carteira de identidade e CPF; título de eleitor; certidão eleitoral de antecedentes criminais; certificado de reservista (sexo masculino); diploma de habilitação para o cargo; registro no conselho (quando exigido); certidão de antecedentes criminais (estadual e federal); certidão de nascimento ou de casamento; cartão do PIS ou do PASEP (caso seja inscrito); comprovante de residência; carteira de trabalho (incluindo folha do contrato assinado ou não); cartão de conta corrente do Banco do Brasil (caso tenha); e ato de exoneração ou cópia do requerimento no ato da posse (se servidor público).

O concurso ofertou as vagas de auxiliar de farmácia; Auxiliar em Saúde Bucal (ASB); técnico de nutrição; técnico em enfermagem; técnico em enfermagem do trabalho; técnico em radiologia; técnico em segurança do trabalho; técnico em saneamento; técnico em patologia clínica para o nível médio.

Já no nível superior os candidatos disputaram vagas para assistente social; biomédico; educador social; enfermeiro; enfermeiro do trabalho; enfermeiro obstetra; farmacêutico; farmacêutico bioquímico; fisioterapeuta; fonoaudiólogo; médicos em diversas especialidades; nutricionista; odontólogos em diversas especialidades; radiologia odontológica; educador físico; psicólogo; sanitarista e terapeuta ocupacional.

Secretaria Municipal de Saúde inicia cadastro online para castração de animais em Natal

A partir da próxima segunda-feira (24) até o dia 11 de outubro, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), começará a cadastrar tutores de cães e gatos para a realização da castração desses animais.

O cadastro, que será feito através do seguinte endereço https://goo.gl/forms/JEaqJ6hpSWsObiv32 poderá ser realizado por tutores com idade mínima de 18 anos e que possuam a partir de cinco animais, sendo que apenas dois bichos serão esterilizados por campanha.

A primeira ação de esterilização animal será promovida em 20 de outubro, no Centro de Controle de Zoonoses da Zona Norte. Embora o cadastro conte com cães e gatos, inicialmente apenas os felinos machos, a partir dos seis meses e que tenham recebido a dose da antirrábica, serão contemplados.

Terão prioridades os tutores de baixa renda (que ganhem até um salário mínimo), beneficiários do Bolsa Família e Organizações Não Governamentais (ONGs) registradas no Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV), que será parceiro da SMS na ação.

A castração é a maneira mais eficaz de combater a superpopulação de bichos, o que consequentemente ajuda a diminuir a quantidade de animais que podem transmitir doenças, até mesmo para o ser humano.

Secretaria Municipal de Saúde em Natal intensifica distribuição de hipoclorito de sódio, utilizado para a purificação caseira da água para o consumo humano

A Secretaria Municipal de Saúde de Natal pretende intensificar a partir desta quarta-feira (27) a distribuição de hipoclorito de sódio, utilizado para a purificação caseira da água para o consumo humano. Nessa terça-feira (26), o Setor de Vigilância Ambiental e Saúde do Trabalhador do Departamento de Vigilância em Saúde (VISAMT/DVS) recebeu 20 mil frascos de hipoclorito de sódio que serão distribuídos às unidades de saúde do município.

O objetivo da Prefeitura é diminuir o impacto de doenças causadas por vírus, parasitas e bactérias. A água purificada com hipoclorito de sódio serve para lavar louças, beber, tomar banho, cozinhar, lavar frutas, legumes e hortaliças. O hipoclorito de sódio, quando usados dentro das recomendações, é seguro para a saúde e a água tratada com ele pode ser oferecida a bebês e crianças.

Para cada botijão de 20 litros de água deve-se utilizar 40 gotas de hipoclorito de sódio. O produto serve para livrar a água de bactérias que causam doenças de transmissão hídrica, incluindo a diarreia. O hipoclorito também previne a transmissão da cólera.

O chefe do Setor de Vigilância Ambiental e Saúde do Trabalhador, Marcílio Xavier, explica que serão priorizados os bairros que apresentam o maior número de notificações de doenças diarreicas agudas (DDA). O primeiro quadrimestre de 2018 apresentou uma redução de 14% se comparado com o mesmo período do ano passado. Bairros como Pajuçara (com 1.205 casos notificados de DDA no primeiro quadrimestre), Nossa Senhora da Apresentação (1.171), Potengi (1.001), Lagoa Azul (981), Felipe Camarão (1.111), Planalto (886), Mãe Luiza (584), Alecrim (460) e Cidade da Esperança (517) terão prioridade no recebimento do hipoclorito de sódio.

Secretaria Municipal de Saúde em Natal registra quase 195 mil pessoas vacinadas contra a Influenza

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, iniciada no dia 23 de abril deste ano, é uma ação do Ministério da Saúde em parceria com as secretarias municipais de saúde. Em Natal, ela foi organizada pela Secretaria Municipal de Saúde, sendo realizada nas unidades de saúde.

A campanha tem como público alvo os grupos de risco e prioritários, compostos gestantes, puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), idosos, crianças entre 6 meses e menos de 5 anos, trabalhadores da saúde, indígenas, professores, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições especiais. O objetivo é vacinar o maior número de pessoas possível dentro deste nicho.

O município de Natal já vacinou, até o dia 19 de

​junho, quase 195 mil pessoas. Mais de 30 mil crianças, 6 mil gestantes, 76 mil idosos e quase 30 mil trabalhadores da saúde. As unidades de saúde continuarão aplicando as doses da vacina, enquanto houver estoque.

A SMS recomenda que os integrantes dos grupos prioritários que ainda não tomaram a vacina, procurem a unidade mais próxima de sua residência para se imunizar. A vacina é gratuita e garante proteção até um ano. Para receber a dose da vacina é preciso apresentar documento de identificação com foto; cartão de vacinação (caso não tenha, um novo será feito na unidade); se for necessário, documento que ateste fazer parte do grupo de risco, como receituário ou comprovante médico no caso de portadores de doenças crônicas não transmissíveis​.

Prefeitura do Natal lança na segunda-feira edital para concurso com 1.647 vagas para Secretaria Municipal de Saúde; níveis médio e superior

A Prefeitura Municipal do Natal publica, na próxima segunda-feira (26/2), o edital para a realização de concurso público para Secretaria Municipal de Saúde (SMS) ofertando 1.647 vagas, sendo 761 de nível médio e 886 de nível superior. A empresa contratada pela Prefeitura do Natal, para a realização do certame é a COMPERVE – Núcleo Permanente de Concursos da Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN.

Os cargos foram criados e as vagas ampliadas pela Lei Complementar nº 169, de 06 de novembro de 2017, publicada no Diário Oficial do Município – DOM do dia 08/11/2017. As vagas ofertadas pela Secretaria de Saúde do Município surgiram em decorrência de vacâncias, encerramentos de contratos com cooperativas e de contratos temporários.

“A importância desse concurso é imensurável. Vamos garantir que a população possa ter ainda mais acesso à saúde com a presença desses novos profissionais. Estamos substituindo contratos temporários e com cooperativas por servidores concursados e, além disso, estamos preenchendo as vacâncias, evitando que haja descontinuidade de serviços”, analisou o secretário adjunto da Secretaria Municipal de Administração – (Semad), Carlos Moraes.

O concurso foi objeto de ação de execução de título extrajudicial contra a Fazenda Pública, Processo nº 0812109-23.2017.8.20.5001, que ainda tramita na 4ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Natal.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Josiene figueiredo disse:

    Qual valor da inscrição para tec.enfermagem

  2. Maria Edgesima dos Santos Barbosa disse:

    Exelente noticia, assim as oportunidades vem pra todos.

  3. Lucia de fatima cavalcanti Luc disse:

    Excelente notícia ! Estava mesmo precisando , além de tudo o número de aposentados e grande!

Secretaria Municipal de Saúde em Natal convoca mais 46 candidatos das vagas remanescentes

Cumprindo a necessidade temporária de excepcional interesse público para não interromper a prestação dos serviços da Rede de Atenção, a Prefeitura do Natal, por meio da Secretaria Municipal de Saúde convoca mais 46 candidatos classificados das vagas remanescentes do Processo Seletivo Simplificado, Edital nº 001/2015.

As categorias convocadas são para agente administrativo, auxiliar de farmácia, técnico de enfermagem, técnico de laboratório, cirurgião dentista, enfermeiro e farmacêutico.

Os candidatos deverão comparecer ao Setor de Acolhimento no andar térreo da Secretaria Municipal de Saúde de Natal, localizada na Rua Fabrício Pedrosa, 915, Petrópolis, Natal, no prazo de 72 horas, a contar os dias úteis, a partir da publicação do Diário Oficial do Município (DOM), de 27 de dezembro de 2016, no horário das 9h às 15h.

Os interessados devem ficar atentos ao Diário Oficial do Município (DOM), no site da prefeitura, e na imprensa, porque em caso do não comparecimento, dentro do prazo de 72 horas em dias úteis, os imediatamente próximos, classificados da lista serão chamados.

Os convocados deverão apresentar original e duas cópias dos documentos listados abaixo, assim como a documentação original comprobatória enviada no ato da inscrição.

Documentos e exames necessários

a) Diploma ou de declaração de conclusão do Curso para o cargo pretendido; b) 02 (duas) fotografias 3 x 4 (iguais). Não serão aceitas fotografias reproduzidas por scanners ou qualquer meio eletrônico semelhante; c) Carteira do respectivo Conselho; d) Comprovante de regularidade junto ao Conselho Regional de sua categoria; e) Carteira de identidade; f) CPF; g) Título de Eleitor com declaração de quitação eleitoral; h) PIS; i) Carteira de Trabalho (CTPS); j) Certificado Militar (para candidatos do sexo masculino); k) Comprovante de Residência; Termo de Ciência, Concordância com o Edital e Declarações Negativas e Declaração de Vínculo Empregatício.

Trazer os seguintes exames de saúde: Hemograma Completo, Sumário de Urina e VDRL, dosagens bioquímicas de glicose, triglicerídeos, colesterol total, HDL, LDL e RX de tórax, todos com validade de até 90 dias.

A junta médica do Município do Natal poderá solicitar exames complementares e avaliação de especialistas da área.

Secretaria Municipal de Saúde esclarece que vacinas oferecidas no SUS às gestantes são seguras e eficazes

A Secretaria Municipal de Saúde de Natal, seguindo a orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS), esclarece a população natalense a respeito de boatos associando vacinas para mulheres grávidas com o aumento do número de casos de microcefalia no Brasil.

A chefe do Setor da Vigilância Epidemiológica de Natal, Aline Bezerra, endossa o que a nota da OMS informa sobre as imunizações do calendário vacinal para gestantes. “As vacinas que a organização recomenda para as gestantes e que são oferecidas no Sistema Único de Saúde (SUS) são seguras e eficazes. A vacinação é um ato preventivo de promoção e proteção da saúde, considerado prioritário pela Organização por beneficiar a mãe e o bebê”.

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), o Programa Nacional de Imunizações brasileiro segue o conceito de vacinação segura da Organização Panamericana da Saúde (OPAS)/OMS, que envolve um conjunto diferenciado de aspectos relacionados ao processo de vacinação.

O esclarecimento vem depois de uma série de boatos sobre supostos casos de gestantes que tomaram vacinas vencidas ou vacina contra rubéola e tiveram bebês com a malformação. Na nota, a OMS esclarece que vacina contra a rubéola não está no calendário das grávidas e também que sua aplicação em mulheres que ainda desconheciam a gravidez não resultou em consequências negativas para o feto.

Atualmente compõe o Calendário Básico de Vacinação as seguintes vacinas:

unnamed

Secretaria Municipal de Saúde convoca novos aprovados no Processo Seletivo Simplificado

22691A Prefeitura de Natal, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, divulgou o resultado final do Processo Seletivo Simplificado e a convocação dos candidatos aprovados para trabalho temporário na rede de atenção básica do município nas categorias de médico clínico, assistente social, farmacêutico bioquímico, cirurgião dentista, farmacêutico, fisioterapeuta, educador físico, nutricionista, psicólogo, agente administrativo, auxiliar de consultório dentário, auxiliar de farmácia, técnico de laboratório e técnico de informática. Ontem, a SMS publicou a convocação dos enfermeiros e técnicos de enfermagem e de radiologia.

Os candidatos convocados deverão comparecer a Secretaria Municipal de Saúde de Natal, localizada na Rua Fabrício Pedrosa, 915, Petrópolis, Natal, no prazo de 72 horas a partir desta publicação, no horário das 8h às 16h.

Devem apresentar documentação original comprobatória enviada no ato da inscrição e o original e duas cópias dos seguintes documentos: Diploma ou declaração de conclusão do curso para o cargo pretendido; Carteira do respectivo Conselho; Comprovante de regularidade junto ao Conselho Regional de sua categoria; Carteira de identidade; CPF; Título de Eleitor com declaração de quitação eleitoral; PIS; Carteira de Trabalho (CTPS); Certificado Militar (para candidatos do sexo masculino); Comprovante de Residência; Termo de Ciência, Concordância com o Edital e Declarações Negativas (Anexo II) e duas fotografias 3 x 4 (iguais).

Também devem apresentar os seguintes exames de saúde: Hemograma Completo, Sumário de Urina e VDRL, dosagens bioquímicas de glicose, triglicerídeos, colesterol total, HDL, LDL e RX de tórax, todos com validade de até 90 dias. A critério da avaliação da junta médica do Município do Natal, poderá ser solicitado exames complementares e avaliação de especialistas da área.

As listas de convocação estão publicadas no Diário Oficial do Município desta quinta-feira (22).

Secretaria Municipal de Saúde conclui relatório quadrimestral da qualidade de água em Natal; ZS com maior número de casos de Doenças Diarreicas Agudas

22562A Secretaria Municipal de Saúde de Natal, por meio do Programa de Vigilância da Qualidade da Água para o Consumo Humano (Vigiágua), concluiu o relatório quadrimestral da qualidade de água e deverá informar a população, por meio de folders educativos, nos próximos dias. A ideia é que, nesse primeiro momento, seja feita a distribuição de 300 cópias. Os resultados das 226 análises realizadas no 2º quadrimestre de 2015 expressaram a qualidade da água para consumo humano no município de Natal

Segundo Marcílio Xavier, chefe do Setor de Vigilância em Saúde Ambiental e do Trabalhador (Visamt), o objetivo da divulgação é informar ao consumidor a respeito da qualidade da água nesse período. “Estamos trabalhando para que, até o final do ano, possamos divulgar esses dados no portal da Prefeitura, pois dessa forma mais pessoas terão acesso à informação”.

Segundo informações do relatório, a zona Sul de Natal foi a região que apresentou maior número de casos de Doenças Diarreicas Agudas (DDA), com 1.779 casos, seguindo da zona Oeste, com 1.753 casos, da zona Norte, com 1.685, e, por fim, a zona Leste, com 1.545 casos de DDA.

O relatório também aponta os dados gerais das análises do 2o quadrimestre de 2015 nos seguintes parâmetros: cloro, turbidez, pH, cor, coliformes totais e coliformes fecais. Em relação ao cloro, a análise verificou 169 coletas dentro do padrão e 36 fora do padrão. Já em relação ao pH, 74 coletas estavam fora do padrão aceitável. Em duas análises foi encontrada a presença de coliformes fecais.

O resultado de cada parâmetro foi indicativo por região administrativa de Natal. A ausência de Cloro ou baixo teor permitido foi maior na região Sul. Já os altos índices de nitrato foram mais observados na região Leste e a maior incidência de coliformes totais se concentrou na região Sul. “Existe uma relação intrínseca entre a ausência de cloro e a presença de coliformes na água, vez que a função do cloro é a desinfecção, por meio da eliminação dos microrganismos estabelecidos”, explica Marcílio Xavier.

O Vigiágua é um Programa Nacional de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano, com o objetivo de garantir que a população tenha acesso à água de qualidade compatível com o padrão de potabilidade estabelecido pela portaria 2.914/2011, reduzindo assim, o risco de morbimortalidade por doenças e agravos de transmissão hídrica.

PREVENÇÃO: Secretaria Municipal de Saúde realiza coleta de água na Lagoa do Jiqui para análise da Cólera

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) do Natal, por meio da Vigilância da Qualidade da Água para o Consumo Humano (VIGIAGUA), está realizando durante esta semana, a coleta de água para análise da Cólera. Como forma de precaução, na última terça-feira (8), o Vigiagua colocou “mechas” para a realização do Monitoramento da Cólera na Lagoa do Jiqui e nesta sexta-feira (11) será feita a coleta para análise.

A Cólera é uma doença infectocontagiosa aguda do intestino delgado causada por uma enterotoxina produzida pela bactéria Vibrio Colérico. A transmissão é fecal-oral e se dá por meio da água ou alimentos contaminados por fezes ou pela manipulação de pessoas infectadas, sejam elas sintomáticas ou não. Outros casos da transmissão da doença já foram registrados em peixes, frutos do mar, como ostras e mexilhões, crus ou mal cozidos, além do gelo fabricado com água não tratada. A enfermidade é de notificação compulsória às autoridades de saúde.

O chefe do Setor de Vigilância Ambiental, Marcílio Xavier afirma que estes trabalhos estão sendo realizados constantemente em diversas localidades propícias ao foco. “Além do monitoramento da Cólera, realizamos também o monitoramento das Cianobactérias”, ressalta Marcílio Xavier.

O último surto de cólera em Natal aconteceu em 1999. Outros casos aconteceram em Pernambuco, e no ano de 2005 em Alagoas e na Paraíba. Para o coordenador do Vigiagua, José Wellington Ferreira, esse monitoramento da cólera nas lagoas é de suma importância para que a doença não se instale em nosso território.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Em nome do Bairro disse:

    Aproveito para pedir aos órgãos públicos que também verifiquem a água fornecida pela CAERN, pois no bairro Pitimbu (Conjunto Cidade Satélite) o nível de Nitrato da água, que conforme informado na conta deve ser inferior e/ou igual a 10,0 mg/l que desde do início do ano de 2015, pelo que verifiquei nas minhas contas, esse valor sempre ultrapassa, sendo assim deveríamos ter um desconto junto a concessionaria. Ao entrar em contato com diversas pessoas da CAERN fui informado que deveria sim ter um desconto, mas eles não estão autorizados a concede-lo no bairro citado, então em conversa fiz a seguinte pergunta: Como devo proceder para ter descontos como em outros bairros? A pessoa me respondeu que eles tem desconto por terem entrado na justiça… E aí??? Isso está correto? Pelo que vejo em diversos bairros estão nesta mesma situação! Vamos lutar pelos nossos direitos…

Secretaria Municipal de Saúde mantém mesa de negociação aberta com sindicatos

21948A Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS) se reuniu no final da tarde desta quarta-feira (22) com representantes de quatro entidades sindicais ligadas à saúde e manteve a mesa de negociações aberta com a categoria. Além do secretário Municipal de Saúde, Luiz Roberto Fonseca e do secretário adjunto do Trabalho e Suporte Imediato dos Serviços de Saúde da SMS, Marcelo Bessa, participaram da reunião, representantes do Sindicato dos Servidores em Saúde do RN (Sindsaúde-RN), Sindicato dos Servidores Públicos de Natal (Sinsenat), Sindicato dos Agentes de Saúde do RN (Sindas) e do Sindicato dos Odontologistas do RN (SOERN).

Durante a reunião, o secretário Luiz Roberto Fonseca entregou ao representante dos quatro sindicatos o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), assinado junto ao Ministério Público Estadual, autorizando a realização do Processo Seletivo Simplificado para a Saúde, enquanto o caminha os trâmites para a realização do concurso público, que já foi aprovado pela CMN e sancionado nesta quinta-feira (23) pelo prefeito Carlos Eduardo. O TAC estabelece o cronograma para realização do concurso público, onde os sindicatos podem acompanhar.

O secretário pediu o apoio dos Sindicatos para a realização do Processo Seletivo Simplificado, vez que desde a contratação da empresa responsável pela elaboração do concurso público até o chamamento dos primeiros aprovados deve durar aproximadamente oito meses. “O Ministério Público já apoiou, por entender a necessidade urgente desse Processo e agora pedimos o apoio dos sindicatos. Na primeira semana de agosto, iremos fazer essa defesa na Câmara Municipal e contamos com a sensibilização de todos. São 987 vagas para amenizar o déficit existente”, afirma o secretário.

Luiz Roberto Fonseca explicou ainda desde o final de 2013, o município já perdeu cerca de 1.300 servidores, por diversos motivos, entre eles mortes, aposentadores e devolução ao Estado, e que até outubro mais 250 servidores, que foram aprovados no PSS de 2013 deixarão o município. Além disso, nos próximos meses, mais dois serviços devem ser abertos, como a UPA Potengi, na zona Norte, e a UPA Cidade Satélite, na zona Sul. “Isso foi o que conseguimos a muito custo, diante do cenário econômico que enfrentamos”, considera o secretário.

Secretaria Municipal de Saúde procura imóvel para sediar Hospital Municipal de Natal

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Natal publicou no Diário Oficial do Município (DOM) desta sexta-feira (10) o interesse em locar um imóvel que servirá de instalação para o Hospital Municipal de Natal. O secretário municipal de saúde, Luiz Roberto Fonseca, explica que a intenção é objetivar o grau de publicidade e competitividade preconizado pela Prefeitura Municipal do Natal, tornando pública a intenção de efetivar locação de imóvel para o Hospital Municipal de Natal.

Para a locação, o imóvel tem de ser novo ou em bom estado de conservação, compatível com o funcionamento de unidade hospitalar localizado obrigatoriamente no Distrito Sanitário Leste do Município de Natal, devendo possuir instalações elétricas e hidráulicas em perfeito estado de funcionamento, carga elétrica que permita atender à necessidade de refrigeração de todos os ambientes, além de dispor de instalação de cabeamento para rede lógica em todas as salas.

A Secretaria Municipal de Saúde estabelece ainda como pré-requisito para locação que o imóvel possua entrada para sistema de telefonia fixa, capacidade para no mínimo 80 leitos, sendo destes, 10 leitos de terapia intensiva, recepção, sala de acolhimento, salas administrativas, sala de reanimação, mínimo de três salas no bloco cirúrgico, sala de raios X baritada, repouso para as equipes assistenciais, estrutura de cabeamento lógico, rede canalizada de gases, central de esterilização, depósito de materiais de limpeza, subestação de energia com grupo gerador, espaço físico suficiente e necessário para Serviço de Nutrição e Dietética, refeitório, farmácia, sala de manutenção, necrotério, laboratório, almoxarifado, e ainda, espaço físico adequado para pronto atendimento (24 horas por dia, 7 dias por semana) com atendimento à urgência e emergência, além de no mínimo 20 vagas para estacionamento.

Os interessados deverão procurar no prazo máximo de cinco dias úteis, a partir da publicação, e apresentar suas propostas de preços no endereço da SMS localizada na Rua Fabrício Pedrosa, 915, Edifício Novotel Ladeira do Sol, 2º piso, Setor de Compras, sala 105, Petrópolis, no horário das 8h às 17h, de segunda-feira a sexta-feira, acompanhados da comprovação das características exigidas, as quais serão posteriormente verificadas in loco por equipe técnica desta Secretaria.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. batuta natalense disse:

    Se esses politicos pensasse em desenvolver natal por igual…..eles locavam o prédio onde funcionou o antigo curtume j motta ou arpel no km 06….ai sim iam valorizar a esquecida zona oeste também. …pensem nisso!!

Secretaria Municipal de Saúde normatiza porta de entrada da urgência e emergência de Natal

saude-2Como forma de melhorar a qualidade da assistência prestada à população de Natal, a Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS) publicou três portarias que normatizam o atendimento na rede de urgência e emergência dos pronto atendimentos da cidade, o fluxo de atendimento aos usuários com sofrimento ou transtorno mental e com necessidades decorrentes do uso do crack, álcool ou outras drogas, e o cumprimento da carga horária dos profissional médico que atuam no âmbito da SMS. Na manhã desta quinta-feira (7), o secretário Luiz Roberto Fonseca apresentou as portarias que redefinem o fluxo de atendimento da rede de urgência e emergência de Natal.

“Essa normatização se faz necessária, porque Natal não tem pactuação ampla com os demais municípios para prestação de serviços de urgência e emergência na baixa e média complexidade. Natal tem contratualização com alguns municípios apenas na assistência materno-infantil, mas o que tem acontecido é uma ocupação sistemática de municípios sem contrato com Natal, que não conseguem dar assistência aos seus munícipes no parto de risco habitual”, explica Luiz Roberto Fonseca, secretário municipal de Saúde de Natal.

A partir de agora, os atendimentos realizados nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) Esperança e de Pajuçara, bem como nas Maternidades das Quintas, Felipe Camarão e Leide Morais, serão prioritariamente dos munícipes de Natal. Já no Pronto Atendimento da Unidade Mista de Cidade Satélite e de Mãe Luiza, no Pronto Atendimento Infantil Sandra Celeste e no Hospital dos Pescadores, o atendimento de urgência e emergência será exclusivamente para a população de Natal.

Historicamente, tem-se observado nas demandas de pronto atendimento de urgências e emergências de Natal um elevado percentual de usuários de outros municípios e que estes atendimentos de baixa complexidade e de caráter ambulatorial deveriam ser realizados nos próprios municípios, uma vez que não há pactuação entre Natal e os demais municípios para este tipo de atendimento.

No primeiro quadrimestre de 2015, por exemplo, a UPA Esperança atendeu 346 pacientes de outros municípios, enquanto que na UPA de Pajuçara a ocupaçãofoi de 797 pacientes. A situação do Pronto Socorro Infantil Sandra Celeste é ainda mais delicada. A unidade realizou 5.376 atendimentos de pacientes oriundos de outros municípios ainda no quadrimestre de 2015.

Em relação a assistência materno-infantil, há um teto de contratualização com os municípios que não é respeitado, ultrapassando a quantidade de procedimentos pactuados. O município de Ceará-mirim, por exemplo, pactuou 138 partos em 2014, mas encaminhou 669 gestantes para as maternidades de Natal. Em 2014, Natal pactuou 1.831 procedimentos obstétricos, mas realizou uma produção de 4.366, o que corresponde uma ocupação de 2.535 partos, ou seja, 238,44% a mais do que foi pactuado.

“Esses partos que são realizados a mais do que foi contratado pelos municípios é pago exclusivamente por Natal. É recurso público, do Orçamento Geral de Natal que deveria ser utilizado e canalizado para o munícipe de Natal está pagando a conta da precariedade da saúde dos demais municípios”, afirma o secretário.

(mais…)

NATAL: Secretaria pede ilegalidade da greve dos agentes de saúde

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) do Natal encaminhou nesta quarta-feira (8) documento à Procuradoria Geral do Município (PGM) solicitando a ilegalidade da greve dos agentes comunitários de saúde e agentes de endemias de Natal. A Secretaria também acionou o Ministério Público Estadual (MPRN) que deverá se manifestar diante da paralisação em meio a uma situação de epidemia de dengue na cidade. “Esperamos que prevaleça o bom senso do judiciário”, afirma Luiz Roberto Fonseca.

“Entendemos as reivindicações da categoria, mas vale ressaltar que boa parte delas já foram atendidas. O momento é inoportuno para uma greve, pois o interesse individual não pode se sobrepor ao interesse de uma coletividade. Natal está enfrentando uma das mais graves epidemias de dengue dos últimos anos e nós temos uma responsabilidade, enquanto servidores, com a população. O momento não é de greve, pois estamos lidando com vida humana”, ressalta Luiz Roberto Fonseca.

A Secretaria Municipal de Saúde reconhece a importância e atuação dos agentes comunitários e agentes de endemias, tanto nas ruas, como nas unidades, bem como a luta por melhorias das condições de trabalho e de salários e garante que não tem medido esforços para atender a maioria dos pleitos da categoria.

“A gestão manteve a mesa de negociação permanente com o sindicato durante os mais de dois meses que estamos a frente da Secretaria. Tudo aquilo que foi possível avançar, que não implicasse em majoração de custos, mas sim em otimização dos recursos existentes, foi feito”, destaca o secretário Luiz Roberto Fonseca.

Entre os pleitos atendidos, o secretário já autorizou a distribuição do protetor solar para todos os servidores, inclusive para os agentes comunitários que não recebiam, e a entrega dos novos fardamentos. Além disso, a SMS deu início a deflagração, dentro do núcleo de processos da Secretaria, com prioridade, na licitação para aquisição dos novos equipamentos de trabalho dos agentes. A Secretaria também destaca que tem intensificado o trabalho no sentido de garantir melhores condições de trabalho para os agentes de saúde.

Em relação as conquistas da categoria, o secretário Luiz Roberto Fonseca afirma que se empenhou junto a Secretaria Municipal de Administração (Semad) para que fosse efetuada a implantação da Gratificação de Incentivo ao Desempenho dos Agentes de Saúde (Gidas), dos profissionais que não eram contemplados.

“A majoração do valor da gratificação que hoje é de R$ 150 para R$ 300 tem um impacto financeiro significativo, uma vez que são mais de mil e quinhentos agentes de endemias, e a majoração do vale alimentação são pleitos que a Secretaria não pode estabelecer e definir sozinhos e o momento macroeconômico pelo qual passa o país, com reflexos no município, não permite esse tipo de avanço”, explica o secretário Luiz Roberto Fonseca.

Na manhã desta quarta-feira, os servidores em greve realizaram um protesto em frente a Secretaria Municipal de Saúde. O secretário Luiz Roberto Fonseca foi conversar com os servidores e ouviu, novamente, os pleitos da categoria e pediu a sensibilidade dos agentes de saúde para rever a paralisação diante do quadro de epidemia de dengue em Natal. ​​

PARQUE DA CIDADE: Secretaria Municipal de Saúde promove atividades alusivas ao Dia Mundial de Saúde

Parque-da-Cidade-Dom-Nivaldo-MonteA Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS) promove no próximo sábado (11), das 8h às 12h, uma série de atividades alusivas ao Dia Mundial de Saúde, que este ano, seguindo orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS) tem como tema central “Segurança Alimentar: do campo à mesa, em todo o lugar”. As ações serão realizadas no Parque da Cidade, localizada na Avenida Omar O’Grady, com o objetivo de promover e incentivar o consumo de alimentos saudáveis e de qualidade. O evento contará com a presença do prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, e do secretário Municipal de Saúde, Luiz Roberto Fonseca. A expectativa é que cerca de mil pessoas participem do evento.

Durante toda a manhã, quem for ao Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte receberá orientações sobre alimentação saudável e nutricional, além de aprender dicas de como conservar e higienizar alimentos, em especial frutas e verduras. Os profissionais de saúde da SMS estarão alertando a população sobre os riscos da má alimentação para a saúde e qualidade de vida. A proposta é levar atividades de educação nutricional e palestras sobre a importância de atividades físicas.

O evento contará com a presença da presidente do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), Maria Emília Lisboa Pacheco, que fará uma explanação sobre o cenário nacional em relação à segurança alimentar. A ação contará com a presença de representantes da Emater, Covisa e do setor de Nutrição da SMS e da Sesap. No auditório, serão realizadas palestras sobre alimentos transgênicos, rotulagem e alimentos funcionais.

No palco principal, com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), haverá 30 minutos de apresentações culturais, com danças clássicas, contemporâneas e outros artistas e a 1ª Mostra dos Poetas que cantam Natal. Além disso, será realizado um grande aulão com atividades funcionais, com um mix de danças. O evento está sendo realizado em parceria com diversas secretárias municipais de Natal, como a de Serviços Urbanos (Semsur), Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) e Mobilidade Urbana (STTU).

A chefe do Setor de Promoção da Saúde da SMS, Vanessa Lucena Castro, ressaltou a importância do evento, no sentido de proporcionar informações sobre a mudança de hábitos de consumo. “Todas as unidades de saúde do município estão trabalhando durante o mês de abril com esta temática, como forma de propagarmos cada vez mais as informações a respeito da segurança alimentar. O importante é que a população seja orientada sobre a importância de se ingerir alimentos seguros e saudáveis”, destaca Vanessa Lucena Castro.

Quem for ao Parque da Cidade na manhã do sábado também poderá conhecer o trabalho desenvolvido pelo projeto da Horta da Unidade de Saúde da Família (USF) de Nova Natal, pelo Projeto Amigo Verde Gramorezinho, do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) e pelo projeto Feito na Vila, que reúne artesanato e gastronomia.

O Departamento de Vigilância em Saúde (DVS) da SMS também vai participar do evento na distribuição de hipoclorito de sódio e com exposição do projeto Vigiagua, um projeto da vigilância da qualidade da água para consumo humano.

Guia Alimentar

Dentro da programação alusiva ao Dia Mundial da Saúde, nesta quarta-feira (8) e quinta-feira (9), a Secretaria Municipal de Saúde e a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) estarão apresentando o Guia Alimentar para a População Brasileira, lançado pelo Ministério da Saúde em novembro do ano passado. O evento será realizado no Praia Mar e voltado para profissionais da área. O guia é um conjunto de recomendações sobre alimentação que objetivam promover a saúde de pessoas, famílias e comunidades.

As recomendações do Guia Alimentar estão baseadas em conhecimentos gerados por diferentes modalidades de estudos experimentais, clínicos e populacionais, incluindo os experimentos naturais implícitos no processo de seleção de padrões de alimentação desenvolvidos e transmitidos ao longo de gerações.

As recomendações do Guia Alimentar são resumidas em “Dez Passos para uma Alimentação Adequada e Saudável”.

Dia Mundial de Saúde

A segurança dos alimentos é o tema definido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para o Dia Mundial da Saúde 2015. De acordo com a OMS, alimentos não seguros estão ligados à morte de cerca de dois milhões de pessoas por ano. Os alimentos que contêm bactérias nocivas, vírus, parasitas ou substâncias químicas são responsáveis por mais de 200 doenças, que vão desde diarreia ao câncer.

As ameaças à segurança dos alimentos surgem com as alterações na produção, distribuição e consumo de alimentos, alterações no ambiente, novos e emergentes patógenos e resistência antimicrobiana. A OMS ainda alerta que o aumento das viagens e do comércio internacional aumenta a probabilidade de determinada contaminação se espalhar pelo mundo.

Por isso a OMS está promovendo esforços para melhorar a segurança dos alimentos, do campo ao prato. A segurança alimentar é uma responsabilidade partilhada por toda a cadeia de produção de alimentos – dos agricultores e fabricantes a fornecedores e consumidores.

Fonte: SMS