Prisão de Lauro Maia pode frear candidatura de Wilma ao governo

Os desdobramentos da Operação Hígia, com a prisão do suplente de deputado estadual Lauro Maia (PSB), filho da ex-governadora Wilma de Faria (PSB), pode frear a candidatura da líder do PSB ao governo do estado.

A volta do escândalo de corrupção que marcou o final do governo Wilma às manchetes dos principais veículos de comunicação rememora um dos principais motivos para o fracasso eleitoral da ex-governadora no pleito de 2010.

Sendo candidata ao governo, Wilma se colocará como alvo dos adversários, que explorarão ao máximo o escândalo envolvendo seu filho e sua gestão. Isso será levado em consideração na hora da governadora decidir que cargo vai disputar no próximo pleito.

O PSB vai esperar a repercussão do caso nas próximas pesquisas de opinião. Caso haja rejeição da ex-governadora, ela deverá optar pelo plano B, que seria a candidatura ao Senado, que tem menos visibilidade, ou ainda a opção de concorrer à Câmara Federal, o que a deixaria fora de foco dos adversários no próximo pleito.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marina Luna disse:

    Foram tantos escândalos no governo Wilma que é preciso um pouco de paciência para lembrar de todos. Surpreende vê-la desfilando ao ar livre como uma boa solução ao desgovenado rn de hoje. Já abafaram outros dois escândalos, entre eles o pagamento das bandas fantasmas, mas esse pegou uma parte da turma.
    Cadê o capitão meriva? Vai se safar?
    Tivemos o foliaduto, a higia, Ouro negro para começar!!
    Uma coisa é certa, dr. Lavousier não merecia isso.

COMENTE AQUI