Candidatura de Geraldo Melo ao Senado é deferida à unanimidade pelo TRE

A candidatura ao Senado do candidato Geraldo Melo (PSDB) foi deferida, nessa segunda-feira, à unanimidade, pelo pleno do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN).

O advogado do candidato, doutor Donnie Santos, destacou a lisura e a história política limpa de Geraldo Melo. “Geraldo Melo foi governador, senador, tem uma vida pública limpa, de realizações, não responde e nunca respondeu a processos de improbidade”, destacou o advogado Donnie Santos, comemorando o deferimento da candidatura do seu cliente.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Nasto disse:

    BOSSONARO, STEVERSOM , GERALDO voto nos três . Falta o dep. estadual e federal.

    • Badé disse:

      Pense num nó cego esse geraldo murrinha, ele morando na praia, num paga ninguém, nem com areia de praia. Ah febre de rato!

TRE confirma por unanimidade candidatura do deputado Tomba Farias

“Agradeço a Deus e aos desembargadores do TRE, que viram que não existia nada de irregular contra nossa candidatura, que tem crescido a cada dia”. A declaração é do deputado estadual Tomba Farias (PSDB), ao tomar conhecimento na tarde desta segunda-feira, 17, que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RN) confirmou, por unanimidade, a sua candidatura à reeleição.

Apesar de anteriormente o Ministério Público Eleitoral ter entrado com um pedido de impugnação da candidatura do parlamentar, os cinco membros presentes à sessão da Corte Eleitoral se posicionaram a favor do direito de Tomba Farias disputar a reeleição. O pedido do Ministério Público foi negado inclusive pelo relator do processo.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. potiguar disse:

    Tomba ficha suja pode!! lula não pode, simples assim!!

    • Ricardo Carvalho disse:

      Ainda tem viúva do presidiário corrupto e lavador de dinheiro chorando? PQP

Kelps Lima luta na Justiça Eleitoral contra blogueira por postagem ofensiva

O deputado estadual Kelps Lima representou contra a blogueira Talita Moema na Justiça Eleitoral pedindo a retirada de conteúdo ofensivo contra ele. Segundo o parlamentar, a postagem se caracterizaria como ‘fake news’.

O juiz Almiro Lemos reconheceu a potencialidade da ofensa, mas negou o pedido para que o material fosse retirado do ar e a aplicação de multa de R$ 5 mil. Para o magistrado, o deputado tem a alternativa de buscar a via cível ou criminal para buscar reparação, mas não a eleitoral.

Ao negar o pedido, o magistrado observou que ‘fake news’ tem as característica da incerteza quanto à autoria e da impossibilidade do conteúdo como exercício profissional de atividade de jornalismo.

“O conteúdo em questão, embora, de fato, possa ser enquadrado como ofensivo, é apresentado por pessoa certa, identificada inclusive como ré, sendo evidente decorrência da liberdade de expressão, que, como dito, não pode ser censurada ou controlado por agente estatal”.

No post reclamado, o deputado expica que as ofensas foram proferidas no post que tem como título a seguinte chamada: “Kelps acusa e bate em todos os políticos e esquece de dizer que recebeu R$600 mil do ex-deputado e presidiário Henrique Alves na campanha passada, mais R$100 mil da JBS e deu rasteira em Priscilla Müller para não ser candidata”.

Após o pedido ser negado, o deputado recorreu, mas o magistrado não reconsiderou a decisão. Cabe recurso ao Tribunal Regional Eleitoral, sem prejuízo de ação por dano moral na Justiça Estadual.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lino disse:

    O deputado gosta de pegar no pé dos outros, mas quando pisam no seu, da um grito danada. Que o diga o ex prefeito de Natal.

Kelps se apresenta como salvador da pátria, desqualifica os demais e pede nome em pesquisas para governador

O deputado estadual Kelps Lima, que comanda o Solidariedade, apresentou-se nesta tarde de sexta-feira para pedir em nota que os institutos de pesquisa considerem, doravante, seu nome nas sondagens para o Governo do Estado.

Como panaceia, o remédio universal que tudo resolve e que se pretende solução de todos os problemas, o deputado aponta que nenhum outro projeto tem qualificação para tirar a crise em que foi enfiado o Rio Grande do Norte nos últimos anos.

A ressalva vem de si para si, todavia: “O Solidariedade preenche os requisitos para apresentar uma candidatura majoritária”, diz a nota, sem deixar claro se um novo texto vai ser distribuído à imprensa para explicar que requisitos são esses que o partido diz ter.

Confira a nota:

Reunida nesta sexta-feira, 23 de fevereiro, em Natal, a Comissão Executiva do Partido Solidariedade no Rio Grande do Norte decidiu encaminhar para todos os institutos de pesquisa do Rio Grande do Norte a formalização para que o nome do presidente estadual da legenda, deputado Kelps Lima, seja incluído nas pesquisas eleitorais formais, que forem registradas no TRE, a partir da presente data, 23 de fevereiro de 2018, para Governador do Estado.

O Solidariedade, através do deputado Kelps Lima, foi o ÚNICO partido que desde do começo da gestão Robinson Faria apontou a falta de planejamento do Governo e previu a falência administrativa que iria decorrer em função disso, o que, infelizmente, se configurou.

As candidaturas postas até o presente momento não representam um projeto de gestão para iniciar o processo de reformulação da máquina pública do Estado. O histórico dos grupos que dominam atualmente a pauta como fortes concorrentes ao Governo mostra isso.

A candidatura dos Alves e Maias possui como apoiadores “master’s” os senadores Garibaldi e José Agripino, que herdaram o poder dos pais e cuja meta será passar o poder político para os filhos e depois para os netos. A rotina deles, nos últimos 40 anos, comprova isso.

Já a candidatura da esquerda histórica, embora tenha uma personagem com trajetória política vencedora, está condicionada a uma agenda nacional cuja principal meta é alimentar a sobrevivência de um partido e não de um projeto de recuperação da máquina pública e da economia do Rio Grande do Norte.

O Solidariedade preenche os requisitos para apresentar uma candidatura majoritária. Está organizado em todo o Estado, possui chapa própria de deputado estadual, federal e uma candidatura sólida ao Senado, com Magnólia Figueiredo.

Kelps tem a formação técnica e política necessária que o Estado precisa nesse momento. É formado em Direito, pós-graduado em Gestão Pública e está concluindo o Mestrado em Políticas Públicas, tendo toda sua formação pela UFRN. Já possui experiência política e administrativa, estando no segundo mandato de deputado estadual e já tendo ocupado por mais de uma vez o cargo de secretário em gestões públicas.

Executiva Estadual do Partido Solidariedade

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ze disse:

    Com celular na mão, e um desejo no coração, mais vai perder pra cabeção!!!

  2. Creso Rabêlo disse:

    O cara aparece agora do nada já quer a fatia maior do bolo…Sai dessa. Kkkkkk…

  3. #ficadica disse:

    E fico mto a vontade pra falar isso pq não conheço e nem voto nem votarei nesse político

  4. Silva da sillva disse:

    Ainda não tem condições!! Vá estudar mais sobre gestão.

  5. Ciro Coelho disse:

    No RN, não existe partido de direita nem de esquerda, tem um monte de salafrarios que se juntam para roubar o estado, todos lesa-patria.

  6. Ciro Coelho disse:

    No Brasil, no RN, tc… não existe partido de direita nrm de direita, tem um monte de salafratios que se juntam para roubar a nação e os estados, todos lesa-patria.

  7. Sonia disse:

    Tem que mudar…. Tirar esse governador, que não fez nada……. Qualquer um pode ser melhor…. Ou no máximo igual… Aí a gente tira também

  8. Nadir Sá disse:

    É o mais preparado.
    Com uma experiência política e administrativa relevante ,p ocupar esse desafio em administrar e tirar o nosso Estado ,do CAOS que se encontra

  9. Nadir Sá disse:

    É o mais preparado.
    Com uma experiência política e administrativa relevante ,p ocupar esse desafio em administrar e tirar o nosso Estado ,do CAOS que se encontra

  10. Raimundo Torres disse:

    Tem o meu apoio, ele tem capacidade e está preparado, não vejo outro nome.

  11. Alexandre Magno disse:

    Não entendo a imprensa nem uma parte do povo reclamam que nada muda ai QUANDO aparece uma proposta viva e demagogo. Deixem ele mostrar suas ideias e se conseguir convencê o povo terá sua chance mas não o condene por antecipação.

  12. Juliano disse:

    Acho que vi o nome KELPS naquela delacao que Fred Queiroz fez. Sera que e a mesma pessoa

  13. Indignado disse:

    Deixe o rapaz…
    Deixe ele sentar na cadeira pra vermos o que faz.
    Se for ruim sai daqui a quatro anos.
    Só não da pra ficar com os mesmos a vida toda.

  14. Maciel disse:

    Mais um demagogo!!
    Inimigo do funcionalismo…

  15. djailson disse:

    D E M A G O G O apenas mais um D E M A G O G O

  16. Casillo P. Aquino disse:

    Destes que estão se apresentando para disputar o governo, na minha opinião, Kelps é um dos mais capacitados, diferente dos demais, não só critica como apresenta soluções… temos que expurgar este ciclo de Oligarquias do RN!

  17. Zé Guerreiro disse:

    Só rindo mesmo…
    Kkkkkkkkk

  18. Duende Vermelho disse:

    Meu voto e de toda minha família ele tem!

  19. Paulo disse:

    Já tem meu voto!
    Sem dúvida é o melhor nome entre os apresentados

  20. Coentra corrupção disse:

    Fazer como Tite disse a Felipão, fala demais, esse kelps é o mais certinho do mundo, só os outros são errado. Não passa de 1%

  21. Jose Roberto disse:

    Esse Messias não sabe o que quer da vida. Só pensa no poder. O mesmo discurso quando queria ser prefeito. O povo vai ser testado. Que venham mais Messias…

TRE veta utilização do nome “Gordinho da Mercatto” na urna eletrônica

O empresário Alexandre Azevedo, mais conhecido como o “Gordinho da Mercatto”,  teve o registro de candidatura a deputado federal pelo PRTB aprovado pelo Tribunal Regional Eleitoral, porém, o apelido não poderá ser utilizado na urna eletrônica.

O Tribunal acompanhou a resolução do Tribunal Superior Eleitoral que proíbe a vinculação do nome do candidato a empresa, instituição ou órgão público. No entendimento da Justiça Eleitoral, o empresário não pode utilizar o episódio ocorrido em um estabelecimento comercial para proveito eleitoral.

Se depender do nome “Gordinho da Mercatto” na hora do voto, o empresário poderá ter uma baixa considerável. Por isso, o candidato terá que lembrar ao eleitor que na urna o nome será Alexandre Azevedo.

gordinhomercatto

Francisco José desiste de candidatura e culpa PROS por “equívocos” e desorganização

76b2a9fff53ed2da738f15752ce8ad6a-700x464

O ex-deputado Francisco José desistiu de disputar uma vaga na Assembleia Legislativa, e, na tarde desta terça-feira (5) encaminhou nota à imprensa, onde justifica a decisão e dispara críticas contra o Partido Republicano da Ordem Social (PROS).

Confira a nota na íntegra:

“A coordenação da campanha do enfermeiro Francisco José lamenta informar que, diante dos equívocos cometidos pelo PROS quanto a sua filiação partidária que culminou com o indeferimento do registro de sua candidatura, decidiu não recorrer da decisão do TRE. O Irmãozinho aceita a decisão do Pleno, mesmo tendo consciência de ter realizado todos os procedimentos legais dentro dos prazos da Justiça.

A decisão foi tomada para evitar a judicialização da campanha e o estabelecimento de mais um clima de insegurança jurídica na cidade de Mossoró, desrespeitando os eleitores que acreditam neste projeto.

A desorganização do partido causa a seus quadros um enorme prejuízo eleitoral, tendo em vista que o candidato mossoroense tinha força suficiente para ser um dos mais votados, garantindo o fortalecimento da agremiação em nível estadual. Com cinco mandatos em sua carreira política, sendo dois como vereador de Mossoró e três como deputado estadual, Francisco José nunca teve problemas com a Justiça e jamais passou por uma situação como esta.

O futuro do grupo político será decidido em reunião e comunicado publicamente para o conhecimento de toda a população do Rio Grande do Norte. No mais, é agradecer a todos que confiaram neste projeto e que continuam torcendo pelo futuro político de Francisco José, o enfermeiro do povo”.

Justiça aprova candidatura de Larissa Rosado à reeleição

Deputada Larissa Rosado faz pronunciamento na Assembleia Legislativa - João Gilberto - AL

O Pleno do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) confirmou, hoje à tarde (31), a candidatura à reeleição da deputada estadual Larissa Rosado (PSB). O TRE afastou o pedido de impugnação da Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) e deferiu o registro da postulação.

A decisão do plenário do TRE, por unanimidade, é embasada em julgamento do pleno do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que, no último dia 1º, proclamou que Larissa não cometeu irregularidade na eleição de 2012, como era acusada, e afastou inelegibilidade contra ela, por 5 votos a 2.

O advogado Marcos Lanuce explica que a situação jurídica da deputada já estava resolvida desde o dia 1º, na conclusão do julgamento no TSE. E justifica o pedido de impugnação, feito no último dia 15, à ausência, naquele momento, da decisão publicada (acórdão) do tribunal.

“O TSE não publicou o acórdão porque entrou em recesso no mesmo dia do julgamento, e a Procuradoria Eleitoral entendeu que não havia informação oficial nos autos. Mas, comprovamos com documentos, daí, não haver motivo para a candidatura ser vetada pela Justiça”, explica.

Ao receber a notícia, a deputada disse que já estava confiante na obtenção do registro. “Sempre me mantive tranquila porque, além de ter certeza que não cometi nenhum abuso eleitoral, o TSE já havia resolvido minha situação jurídica”, lembrou a pessebista.

Kelps fala em candidatura ao Governo e alfineta Robinson Faria

O Dep. Kelps Lima em entrevista ao jornalista Diógenes Dantas nesta quarta-feira (12), deixou subtender mais uma vez que SOLIDARIEDADE, partido que preside, tem condição sim de lançar candidato a governador no RN.

Kelps, que vem com um discurso e ações desde que assumiu o mandato de austeridade, agilidade, contenção de despesas e uma bandeira em favor da meritocracia, vem sendo apontado por lideranças do seu partido como um “possível” candidato a Governador.

Mas a melhor parte da entrevista mesmo foi quando o jornalista Diógenes Dantas levantou a bola que o vice-governador Robinson Faria vem com um discurso de grandes projetos e inovações na administração pública. Kelps disse que Robinson foi deputado 24 anos e Presidente da Assembleia 8 anos, e não conhece um projeto dele nesse sentido.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. João Ribeiro disse:

    Já soube de muitos amigos que enviaram mensagens de apoio ao Dep. Kelps e elas não são divulgadas, qual a razão senhor Bruno? Onde fica a liberdade de imprensa e a democracia que vivemos? Só serão divulgadas mensagens de apoio aos velhos caciques da política potiguar? Esse é o papel da Dep. Kelps não tem direito a expor suas opiniões?
    O Dep. Kelps tem sim propostas sérias e produtivas para mudar o perfil da administração pública, vem falando nisso desde o primeiro dia que entrou a Assembléia e agora está sendo copiado. Qual mal há nisso? O pecado é ele ser novo e não está embaixo das asas dos grandes partidos? Estão discriminando o Deputado por querer inovar de forma positiva? Por que as matérias postadas com o nome dele só vemos divulgação com comentários negativos? Cadê as postagens positivas?
    O leilão que historicamente fazem com os cargos comissionados no poder público tem que acabar, ser nomeado por ter trabalhado na campanha de A e B só leva a realidade encontrada hoje. A educação, saúde e segurança que são constitucionalmente responsabilidade da classe política faliu e um dos maiores responsáveis são exatamente esse indicados por polítipos que entram no serviço público sem qualquer compromisso em fazer pelo povo. Se a verdade não pode ser dita, sei que esse comentário não fará parte do seu blog.

    • bruno disse:

      Caro João, é preciso vc ter mais atenção ou entrar mais no blog, sugiro vc enxergar melhor os posts relacionados ao Dep e ver quantos comentários liberamos positivamente.

    • Vinícius disse:

      Muito bacana o lero do deputado, mas devemos lembrar que ele fez parte da gestão de Micarla e, mais que isso, levou consigo vários outros micarlistasn para seu gabinete na AL.

  2. Pablo disse:

    Kelps… o novo guardião da moral, ética e honestidade do RN. O sabichão. O dono da verdade. Vejamos quais os políticos que ele levou com ele para o novo partid que comanda no RN e aí sim, vamos ver o nível dessas companhias…
    Ai, ai, ai.
    Como diz aquele programa evangélico da TV, fala que eu te escuto!

  3. Thiago disse:

    É o único político que vemos falar em mudança de postura administrativa, onde cargo comissionado ou de confiança deve ter qualificação para assumir. Até hoje os cargos são tratados como moeda de troca política.
    Foi o único que falou em compromisso político com o estado e não com a composição das chapas para eleger A ou B.
    Vem falando em competência e não QI político.
    Mantém um discurso coerente e comprometido, mas de difícil implantação numa classe política com vícios antigos.
    A mudança é necessária e vital para chegarmos a um estado produtivo e que venha a oferecer serviços públicos dignos. Hoje se dá vez apenas aqueles que vão as esquinas balançar bandeira política e defender o que não tem defesa. O serviço pública clama por profundas mudanças de comportamento e comprometimento urgente, já passou da hora, por isso que vemos a falta de segurança, a educação sem qualidade, a saúde sem condições.

Erro bizarro pode impedir Romário de se candidatar a deputado

ÍndiceRomário corre grande risco de ficar de fora das próximas eleições. Deputado Federal eleito pelo Rio de Janeiro, o Baixinho pretende se candidatar à reeleição, mas terá que contornar um erro bizarro antes. A informação é do colunista Lauro Jardim.

O problema começou no ano passado, quando Romário deixou o PSB do Rio. Ele conversou com alguns partidos, se reuniu com lideranças, mas acabou retornando ao PSB. Só que parece que ninguém se lembrou de regularizar a situação no Tribunal Superior Eleitoral.

Como a justiça eleitoral prevê que todos os candidatos devem estar filiados a algum partido pelo menos um ano antes da eleição, a candidatura de Romário corre sério risco de não acontecer.

Seria uma pena porque, na minha opinião, Romário está fazendo um belo trabalho de oposição à CBF e tentando expor boa parte dos superfaturamentos e atrasos nas obras da Copa.

Torcedores.com e Lauro Jardim

Prisão de Lauro Maia pode frear candidatura de Wilma ao governo

Os desdobramentos da Operação Hígia, com a prisão do suplente de deputado estadual Lauro Maia (PSB), filho da ex-governadora Wilma de Faria (PSB), pode frear a candidatura da líder do PSB ao governo do estado.

A volta do escândalo de corrupção que marcou o final do governo Wilma às manchetes dos principais veículos de comunicação rememora um dos principais motivos para o fracasso eleitoral da ex-governadora no pleito de 2010.

Sendo candidata ao governo, Wilma se colocará como alvo dos adversários, que explorarão ao máximo o escândalo envolvendo seu filho e sua gestão. Isso será levado em consideração na hora da governadora decidir que cargo vai disputar no próximo pleito.

O PSB vai esperar a repercussão do caso nas próximas pesquisas de opinião. Caso haja rejeição da ex-governadora, ela deverá optar pelo plano B, que seria a candidatura ao Senado, que tem menos visibilidade, ou ainda a opção de concorrer à Câmara Federal, o que a deixaria fora de foco dos adversários no próximo pleito.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marina Luna disse:

    Foram tantos escândalos no governo Wilma que é preciso um pouco de paciência para lembrar de todos. Surpreende vê-la desfilando ao ar livre como uma boa solução ao desgovenado rn de hoje. Já abafaram outros dois escândalos, entre eles o pagamento das bandas fantasmas, mas esse pegou uma parte da turma.
    Cadê o capitão meriva? Vai se safar?
    Tivemos o foliaduto, a higia, Ouro negro para começar!!
    Uma coisa é certa, dr. Lavousier não merecia isso.

Permanência de Rosalba no governo reforça candidatura de Wilma

A principal beneficiada com a permanência da governadora Rosalba Ciarlini (DEM) no cargo foi a ex-governadora Wilma de Faria (PSB). Com a saída de Rosalba, o vice-governador Robinson Faria (PSD) passaria a ser o candidato preferencial da oposição ao governo.

Como a posse nem chegou a acontecer, Wilma continua sendo a principal opção dos partidos oposicionistas para a vaga. E não é só isso. A principal cabo eleitoral da ex-governadora é a democrata.

O povo associa a imagem da pessebista ao oposto da governadora, o que beneficia Wilma na comparação. Por isso, nesse momento e com a rejeição em alta, quanto mais tempo Rosalba passar no governo, melhor eleitoralmente para a presidente estadual do PSB.

Fernando Bezerra “enche os olhos” quando fala sobre candidatura ao governo

Está mais do que notório que o ex-senador Fernando Bezerra (PMDB) deseja ser o candidato a governador lançado pelo PMDB para as eleições de 2014. Ele ainda não admitiu literalmente porque aguarda respaldo popular e político ao seu nome.

No entanto, em todas as entrevistas que tem concedido e até nos bate papos informais, fica estampado na face do ex-senador que ele tem vontade de governar o estado. Para Fernando, seria agora o momento de retomar o projeto tentado em 2002.

Hoje, o ex-senador tem o que lhe foi negado pelos Alves naquela ocasião. Bezerra rompeu com os peemedebistas porque seu nome não era prioritário. O tempo passou. Fernando perdeu duas eleições consecutivas e voltou ao PMDB.

Agora, o seu nome é apontado como a melhor opção pelos mesmos líderes que o preteriram em favor da candidatura do então governador Fernando Freire, que também integra os quadros do partido.

Se esse projeto será confirmado nas convenções de junho próximo, ninguém sabe. Mas, o que é fato é o desejo de Fernando de governar esse estado: um projeto antigo, real e com sonho renovado.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. paulo kasinsk disse:

    Essa de "encher os olhos", meu nobre editor do BG, trata-se do magnetismo do canto da seria, que embebeda a alma e o coração. "Humano, demasiado humano". Agora, respaldo popular, amigo velho, está difícil, ou… quase impossível, digamos assim. Não é fácil, não, meu ilustríssimo editor, o homem tem o carisma de uma lâmpada fluorescente.

Fernanda Venturini descarta qualquer possibilidade de Bernardinho ser candidato no RJ

1194408-5067-atm14A ex-levantadora de vôlei Fernanda Venturini, esposa do técnico Bernardinho, descartou nesta quarta-feira (06) qualquer possibilidade do marido ser candidato ao governo do Rio de Janeiro, como quer o PSDB fluminense e o senador Aécio Neves, pré-candidato à presidência da República. “O Bernardo não vai se candidatar a nada. O PSDB queria, mas ele não aceitou. Isso é uma invenção do Aécio, que vai fazer pressão até o dia da eleição. Ser governador nunca passou pela cabeça dele”, disse a levantadora por telefone.

Casados desde 1999 e com duas filhas, Venturini afirma que a decisão do marido passou por uma junta familiar que inclui ela, o filho Bruninho (fruto do relacionamento de Bernardo com Vera Mossa) e a mãe do Bernardinho. “Nós conversamos desde que essa história começou e pesamos que não é bom para a vida dele e nem para a família no momento. Entre a política e a família, a opção do Bernardo foi pela família”, disse a atleta.

Medalha de Bronze nas Olimpíadas de Atlanta, em 1996, sob o comando do marido, Venturini disse que a filiação de Bernardinho ao PSDB fluminense foi fruto de pressão de Aécio e Fernando Henrique Cardoso, figuras que gozam da intimidade do atual técnico da seleção masculina de vôlei. Mas segundo Venturini, desde o início ele já demonstrava resistência em concorrer a qualquer coisa. “Isso nunca foi uma coisa que a gente quis e buscou. É uma coisa inventada, que não estava nos nossos planos. Foi invenção do Aécio, que sabe que o Bernardo é uma pessoa idônea, que tem total confiança do povo brasileiro, exatamente o contrário da política de hoje, que só tem gente corrupta e com processos mil atrás”, resume a levantadora.

A esposa de Bernardinho também afirma que o marido já deu todos os sinais ao PSDB fluminense de que não será candidato e que não sabe o motivo das lideranças do partido ainda alimentarem esses boatos. “Esse papo já morreu há muito tempo na família. A decisão está tomada. Ele não quer e escolheu a família e não a política. Ele sempre teve vontade de construir um Rio de Janeiro melhor para as nossas filhas e nossos amigos, mas infelizmente a política não é simples assim”, argumenta a levantadora, que foi eleita melhor do mundo no Grand Prix de 1994.

A reportagem do Terra Magazine tentou contato com Bernardinho através da assessoria de imprensa da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), mas não conseguiu agendar uma entrevista até agora, por problemas de agenda do técnico. Ele está concentrado em Saquarema, no Rio, onde prepara a seleção brasileira para enfrentar um novo desafio no Japão, a partir do dia 19, onde a equipe disputa a Copa dos Campeões Mundiais. O embarque da seleção para o Japão acontece amanhã.

Sem a candidatura de Bernardinho, o PSDB fica sem palanque no Rio de Janeiro para alavancar a candidatura de Aécio Neves à presidência da República. O partido não tem nome forte no estado e os outros quatro candidatos mais bem posicionados nas pesquisas de intenção de voto (Garotinho, Crivella, Pezão e Lindberg Farias) fazem parte da base de apoio da presidente Dilma Rousseff (PT) no Congresso e já negociam um palanque quadruplo para a atual presidenta no Estado.

Na última eleição municipal na capital fluminense, o candidato do PSDB foi o deputado federal Otávio Leite, que obteve apenas 2,47% dos votos válidos, somando apenas 80.059 votos.

O Rio de Janeiro é o terceiro maior colégio eleitoral do Brasil, somando cerca de 11,89 milhões de eleitores. Perde apenas para São Paulo e Minas Gerais.

Terra

Mulher de Cachoeira será candidata a deputada federal em 2014

Cachoeira deixa presídio da PapudaA empresária Andressa Mendonça, mais conhecida por ser mulher do bicheiro Carlinhos Cachoeira, deve ser candidata a deputada federal em 2014. A informação foi confirmada ao R7 por Dário Paiva, presidente regional do PSL em Goiás, ao qual Andressa se filiou na última semana.

— Esperamos [uma candidatura de] deputada federal. Vejo nela o símbolo da força da mulher.

Paiva faz menção à forma como Andressa enfrentou os problemas vividos pelo marido, que foi pivô de uma CPI no Congresso Nacional e passou meses preso sob a acusação de comandar um esquema de jogo ilegal. Para o presidente regional do PSL em Goiás, a sociedade não tem nada a cobrar da nova filiada ao partido.

— Não vejo nada de negativo na candidatura dela. Ao contrário, só vejo de positivo. Ela tem uma formação muito boa de assistente social. As pessoas precisam conhecer esse lado dela. [Andressa] vai prestar um grande serviço à sociedade.

Apesar de não ter sido envolvida nas denúncias contra o marido, Andressa acabou denunciada pelo Ministério Público Federal por ameaçar e chantagear o juiz da Operação Monte Carlo, Alderico Rocha Santos.

Ela teria entregado ao juiz um pedaço de papel com o nome de três conhecidos do magistrado, além de dizer que possuía um dossiê sobre Alderico. O juiz interpretou esse contato como corrupção ativa e acionou a Polícia Federal. À época, agosto do ano passado, Andressa pagou fiança de R$ 100 mil à Justiça Federal para não ser presa.

R7

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Francisco Dias disse:

    Só mais uma de honestidade duvidosa que integrará a mais cara penitenciária sem condenados do mundo.

PSB define candidatura até janeiro e Wilma quer tudo pronto até março

O PSB já começou a fazer um diagnóstico da atual situação administrativa e financeira do Governo do Estado.

A informação é da presidente estadual do partido, vice-prefeita de Natal e ex-governadora Wilma de Faria. Ela entregou a missão a algumas pessoas que trabalharam com ela em administrações passadas, leia-se Prefeitura  de Natal e Governo do Estado.

Wilma acha que a missão pode ser realizada por pessoas que atuam e vivem no Estado, sem necessidade a recorrer a pessoas de fora do Rio Grande do Norte. A informação, dada no início da tarde desta terça-feira pela própria Wilma em entrevista a uma emissora de rádio de Parnamirim. A ex-governadora acredita que antes de apresentar um plano de governo é preciso fazer um levantamento da situação atual do governo que, segundo ela, vive um quadro de calamidade e desgoverno.

Wilma jura que o seu encontro mais recente com o presidente nacional do PSB, governadora de Pernambuco Eduardo Campos, não foi conclusivo. No encontro ele disse que o PSB tem interesse no lançamento de candidaturas ao Governo e ao Senado no Rio Grande do Norte.

Se ainda não admite que será candidata ao governo, pelo menos Wilma de Faria já fala abertamente em duas coisas: que a definição não passará de janeiro de 2014 e que os estudos sobre a situação do Estado já estão sendo realizados.

Outra coisa: Wilma afirma que quando chegar março de 2014 será necessário que esteja tudo pronto.

Tudo é o planejamento da campanha e o plano de governo?

Isso ela não disse. Por enquanto.