Produção de lagosta desmente previsões de ameaça de extinção

Sabem aquelas previsões apocalípticas de organismos ambientais que apontavam que a lagosta estava ameaçada de extinção? Nos primeiros sete meses do ano, de acordo com o presidente da Confederação Nacional dos Pescadores e Aquicultores, o natalense Abraão Lincoln, a produção lagosta teve aumento de 65 por cento. “A natureza se encarregou de desmentir os cientistas do Ibama, para felicidade dos que vivem da pesca”, afirma Lincoln, que também comemora o bom momento vivido pela produção e comércio de peixes e outros crustáceos como camarão.

Abraão Lincoln disputará daqui a três semanas, como candidato único, a reeleição para o cargo de presidente da Confederação Nacional dos Pescadores e Aquicultores, posto que obriga semanalmente a viajar pelo País que tem um litoral com  8 mil quilômetros de extensão.

Detalhe: o cargo de vice-presidente está sendo disputado por oito candidatos. Conclusão de Abraão Lincoln: “Por certo eles estão pensando que eu vou morrer”.