Professores de Extremoz protestam contra implantação de ponto eletrônico

Professores do muicípio de Extremoz, na Região Metropolitana de Natal fizeram um protesto, na manhã desta quarta-feira contra a instalação do ponto eletrônico para a categoria.

De acordo com os professores, o prefeito Joaz Oliveira pretende instalar o ponto não só na educação, mas em todas as áreas do município.

Reprsentantes do Sindicato aproveitaram a apresnetação do Plano Plurianual Participativo da Câmara dos vereadores do município para protestar.

Os profesores não querem que o ponto eletrônico seja implementado porque, segundo eles, o município tem outras prioridades na pasta.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Santiago disse:

    Professores com medo de ponto eletrônico!? Vocês deveriam dar o exemplo e fazer questão, e mostrar para a sociedade que estão comprometidos com o ensino e com o bom uso do dinheiro público. Aliás, todo servidor público, todo sem qualquer exceção, deveria ser obrigado a bater ponto sob o risco de sofrer sanções disciplinares e administrativas.

  2. Daniel disse:

    So pode ser piada! Kkkkk

  3. SANDRO disse:

    veja quem votou por manter os 90 dias, depois comente novamente

  4. Comedor de Coxinha disse:

    Os partidos de esquerda propõem redução de 90 para 30 dias o recesso dos vereadores de Natal e os hipócritas aqui dos comentários passaram longe de comentar isso. Contra os professores, que muitas vezes precisam de 2 ou 3 trabalhos para sobreviver, essa turma é implacável. Mau caracteres, hipócritas e desonestos. O país, seus filhos e netos, vão pagar muito caro por tanto mau caratismo explícito.

    • Val Lima disse:

      Comentar o q "cara pálida", qdo o próprio representante do ParTido dos Trabalhadores (partido de esquerda)Fernando Lucena, votou contra a redução do recesso…rsrsrsrs

    • Ceará-Mundão disse:

      Essa turma de esquerda odeia trabalho e estudo. Ou melhor, odeia qualquer tipo de esforço. É a turma da "vida mansa", da cobiça do que é alheio, das invasões, das quebradeiras e vandalismos, da apologia à liberação das drogas, da defesa dos bandidos, da intolerância, da ameaça aos adversários, da exaltação de ditadores corruptos e sanguinários, da ameaça à democracia, do desarmamento do cidadão de bem (enquanto deixa "correr frouxo" pros bandidos), da falta de amor ao nosso Brasil, da destruição da família, do ensino de sexo às criancinhas, da doutrinação dos jovens nas escolas, da libertinagem, da ideologia de gêneros… Rapaz, pelejo prá achar uma coisa boa nessa cambada de esquerda e não consigo. Eu sei que preguiça eles têm demais. Por que não o ponto? Prá não precisarem trabalhar, é óbvio.

  5. Mily disse:

    Mas do que certo!Quem não deve não teme.

  6. Luiz eduardo bezerra de farias disse:

    É verdade o motivo que não querem o ponto?

  7. Jonas disse:

    Eu não entendo essa preocupação toda. Sou servidor público, e na repartição em que trabalho preciso registrar o ponto quatro vezes ao dia, e assim eu faço todos os dias: registro o ponto, trabalho, registro o ponto e vou almoçar, registro o ponto, trabalho novamente, registro o ponto e vou para casa.

    Então, basta o servidor trabalhar o horário para o qual ele se candidatou quando decidiu prestar concurso para servir.

  8. André Gonçalves de Medeiros disse:

    Arrocha Prefeito e implemente o ponto eletrônico com a maior brevidade possível. Sou servidor público e afirmo que o ponto eletrônico é excelente ferramenta de controle, fiscalização e produtividade. Os que estão contra são os barbabés, cujo objetivo é salário sem trabalho. O Brasil só mudará com muito trabalho e esforço.

  9. Val Lima disse:

    Agora,a população terá como saber quem,quantos e onde trabalham,os servidores pagos com dinheiro público…A implantação do ponto deveria ser uma obrigação dos governantes…Ao meu ver, só quem não cumpre com suas obrigações, estão incomodados com a medida….

  10. LOL disse:

    Oops!

    Eles não deveriam ter o que temer. Não é?

  11. javier disse:

    Espero que também pague horas extras a quem as merece. Muitos servidores públicos passam horas e horas, trabalham aos sábados etc, mas não recebem horas extras, vamos vê agora com o ponto eletrônico o que a administração vai fazer.

  12. Juvenal disse:

    Esperando a greve em que os professores irão protestar contra o ponto eletrônico, instrumento que os obriga a cumprir a carga horária. Vamos lá sindicato, #nenhumdireitoamenos!

  13. Ems disse:

    Não entendi o motivo do protesto. O ponto vai prejudicar quem ?

  14. Joao disse:

    Provavelmente estao com medo de comprovar que nao trabalham…

COMENTE AQUI