PSB rompe com o PT e afasta Wilma de Fátima

A Executiva Nacional do PSB aprovou a proposta feita pelo seu presidente nacional, o governador Eduardo Campos, de Pernambuco, para que seu partido entregue os cargos que ocupa no governo federal.

Campos quer distância de Dilma Roussef e espaço para viabilizar sua candidatura à sucessão presidencial.

A partir de agora, toda e qualquer matéria de interesse do governo petista encaminhada ao Congresso Nacional será examinada, caso a caso.

O afastamento do PSB vai ter repercussão no Rio Grande do Norte.

Do ponto de vista administrativo, o PSB terá que abrir mão de postos como o de diretor-presidente da Codern, ocupado por Terceiro Melo, indicado pela deputada federal Sandra Rosado.

Do ponto de vista político, a decisão do PSB vai ampliar a distância que separa a vice prefeita de Natal, Wilma de Faria, da deputada Fátima Bezerra.

Ambas sonham com uma candidatura ao Senado nas próximas eleições.
Se Eduardo Campos cumprir a promessa de ser candidato a presidente, PSB e PT estarão em palanques diferentes. E aí adeus à possibilidade de aliança.

Além do Senado, Wilma está de olho no governo estadual mas pode ser candidata a deputada federal.

Já Fátima Bezerra não abre mão de ser candidata ao Senado.

Por conta da questão nacional, as relações entre PT e PSB tem data marcada para azedar.
É esperar pra ver.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Paulo M. dos Santos disse:

    Verificando os blogs percebo a ausência da informação da CODERN, sobre o sobrinho da Vice Prefeita Vilma de Faria, o Sr. Gustavo Faria (filho de Nelson Newton ou Newton Nelson), pois o mesmo é Diretor Administrativo e Financeiro da CODERN há uns 8 anos, quando na saída de Leopoldo Rosado (cunhado de Iberê), antes Gustavo era Assessor, ou seja, esta há uns 12 anos com cargo comissionado do PSB. Será que ainda fica?

COMENTE AQUI