Polícia

Reportagem exclusiva revela a empresa que vendeu a ‘maleta hacker’ para o esquema de Helder Barbalho

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Polícia Federal e o MPF apreenderam na Operação SOS um equipamento de espionagem adquirido pela Polícia Civil do Pará e que seria supostamente usado pelo grupo de Helder Barbalho para monitorar os investigadores do esquema de corrupção na Saúde estadual.

O Antagonista descobriu que o dispositivo foi vendido pela Suntech, do grupo israelense Verint Systems. O contrato de R$ 5 milhões foi firmado em janeiro, sem licitação. Os pagamentos foram feitos em parcelas, sendo a primeira paga em junho no valor de R$ 1,17 milhão.

Na especificação do pagamento, consta que o equipamento foi adquirido por meio do programa de “gerenciamento das ações de informação e produção do conhecimento”.

Trata-se de “equipamento de solução de inteligência tática ativa GL2, com capacidade de captar sinais na interface aérea e monitorar comunicação de celulares”. Na prática, segundo MP, o dispositivo permitiria a interceptação ilegal de celulares, inclusive de ligações por WhatsApp, FaceTime e aplicativos criptografados.

“Confirmou-se que o dispositivo é capaz de extrair dados de aparelhos telefônicos, interceptar diálogos criptografados e fazer gravações ambientais, tudo sem autorização judicial, podendo os dados ser apagados facilmente, não deixando rastro sobre sua utilização”, diz o ministro Fracisco Falcão, relator do caso no STJ.

A Suntech, baseada em Florianópolis, é fornecedora de soluções tecnológicas de rastreamento e monitoramento legal para diversos órgãos públicos em diferentes estados. A venda para a polícia paraense de um equipamento que opera à margem da lei pode lançar dúvidas sobre vários desses contratos.

O nome da empresa também surgiu na Operação Chabu, deflagrada em julho do ano passado e que desbaratou esquema de venda de informações sigilosas de investigações estaduais e federais. Na ocasião, a PF chegou a prender o empresário José Augusto Alves, apontado pelo MPF como principal articulador e líder da organização criminosa.

Segundo os procuradores, José Alves e Luciano Teixeira, também detido, eram representantes da Suntech e atuavam em parceria com o delegado da PF Fernando Caieron, o delegado da Civil André Silveira e o agente da PRF Marcelo Winter.

Apesar da acusação do Ministério Público, o diretor comercial da Suntech, Lincoln Egydio Lopes, garante que o dispositivo não possui “capacidade técnica de realização de interceptação de comunicações de aparelhos telefônicos, móveis ou fixos, nem capacidade de gravação ambiental e que os mesmos são totalmente auditáveis”.

(Foto: Reprodução/via O Antagonista)

O Antagonista

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Religião

Papa Francisco diz estar “um pouco doente, mas não muito” e pede orações

Foto: Chris Jackson/Getty Images

O papa Francisco escreveu uma carta a sacerdotes idosos do norte da Itália e pediu orações pelo fato de ele estar “um pouco doente, mas não muito”. A mensagem foi enviada a padres reunidos em Caravaggio, na região da Lombardia, para uma “jornada de fraternidade” e foi revelada pelo portal Vatican News.

“Peço a vocês que, por favor, rezem por mim porque eu estou um pouco doente, mas não muito!”, escreveu Francisco, que há pouco mais de dois meses passou por uma cirurgia para retirada de divertículos no cólon.

Além disso, o Papa afirmou aos sacerdotes idosos da Lombardia que “a velhice não é uma doença, mas sim um privilégio”, mesmo para aqueles que estão doentes, que “carregam a cruz assim como Jesus”.

“Os padres idosos são portadores de sonhos carregados de memória e, por isso, são importantíssimos para as novas gerações”, acrescentou.

Terra

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

CPI da Pandemia suspende convocação de ex-mulher de Bolsonaro

Foto: REUTERS/Adriano Machado

O presidente da CPI da Pandemia, Omar Aziz, suspendeu nesta quinta-feira a convocação de Ana Cristina Valle, ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), para depor na comissão.  Omar disse a interlocutores não concordar com a convocação, feita em um momento em que ele não comandava a sessão da CPI.

Ela havia sido convocada a depor após aprovação de um requerimento do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), colocado em votação enquanto Randolfe Rodrigues presidia a sessão durante depoimento do suposto lobista, Marconny Albernaz Ribeiro de Faria, amigo de Jair Renan Bolsonaro, o filho mais novo do presidente Jair Bolsonaro e de Ana Cristina Valle.

Um dos motivos pelos quais ela havia sido convocada seria mensagens obtidas pela CPI de que ela teria operado com o suposto lobista para nomeações políticas no governo. A cúpula da CPI ainda tentará convencr Aziz até a semana que vem a aceitar a convocação. Cabe a ele agendar a data do depoimento e, portanto, sem seu aval, não é possível que ela deponha.

CNN Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Governo do RN edita decreto e exige passaporte da vacina para eventos de massa

O Governo do Rio Grande do Norte edita novo decreto estabelecendo medidas de enfrentamento à covid-19 e instituindo o passaporte da vacina. O Decreto Nº 30.911, de 16 de setembro, será publicado na edição do Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (17) e tem validade indeterminada, podendo o governo, a qualquer tempo, rever as medidas em função do cenário epidemiológico.

Novo documento traz como um dos aspectos principais a apresentação do passaporte da vacina – comprovação de pelo menos uma dose do imunizante contra a covid – que passa a ser exigido como protocolo para eventos com mais de 600 pessoas, podendo os municípios exigirem também para outras situações.

Eventos de ruas que não tenham protocolos específicos, regulamentados por portarias, ficam condicionados à autorização da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) e da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed). Os organizadores do evento se responsabilizarão pela observância de todos os protocolos sanitários estabelecidos, bem como das regras de funcionamento dispostas no novo decreto, incluindo a exigência do passaporte da vacina.

As propostas de eventos com público superior a 600 pessoas, instruídas com protocolo sanitário específico, devem ser encaminhadas à Sesap.  Nelas, deve estar prevista a exigência, pelos participantes, da comprovação de, no mínimo, uma dose da vacina contra a covid-19, seja pela carteira de vacinação, seja pelo aplicativo “Mais Vacina” ou similar, validado pela União, Estados ou Municípios.

Para os eventos de qualquer natureza com público superior a 600 pessoas, com exceção dos corporativos e religiosos (que não sejam de rua), fica mantida a necessidade de autorização da Sesap, que mantém o poder de dirimir dúvidas sobre a realização de quaisquer eventos onde o decreto e/ou as portarias sejam omissas.

Outra mudança diz respeito às restrições de horários e ocupação durante o funcionamento do comércio e hotelaria. Não há mais a manutenção da restrição de horários para funcionamento do comércio e hotelaria e da restrição de percentual de ocupação, permanecendo apenas o cumprimento de protocolos sanitários.

As medidas visam assegurar a proteção à saúde dos 3,5 milhões de habitantes do Rio Grande do Norte e o resgate das atividades socioeconômicas, fundamental para a preservação dos empregos e da renda da população potiguar.

Apesar do abrandamento da pandemia, permanece em vigor o uso obrigatório de máscara de proteção facial e obediência aos protocolos sanitários.

O funcionamento em desconformidade com o disposto no decreto será punido com a suspensão automática da autorização do evento ou do estabelecimento, sem prejuízo da aplicação de multa pecuniária aos organizadores.

Portarias

Todas as portarias conjuntas que já foram publicadas em 2020 e 2021 falam dos protocolos específicos para bares, restaurantes, shoppings, comércio, vaquejadas, dentre outros. Vários segmentos econômicos têm seus próprios protocolos, como os destinados aos estádios de futebol – publicado em portaria nesta quinta-feira (16). Além dos protocolos específicos, tem o protocolo geral, que é a Portaria Conjunta Nº 002-2021, de 19.03.2021 (http://adcon.rn.gov.br/ACERVO/gac/DOC/DOC000000000253567.PDF).

As portarias específicas podem ser encontradas no site do Gabinete Civil do Estado –

http://www.gabinetecivil.rn.gov.br/Conteudo.asp?TRAN=CATALG&TARG=280&ACT=&PAGE=0&PARM=&LBL=Portarias+Secret%E1rio

Desde o início da crise sanitária no estado, foram publicados aproximadamente 61 decretos relacionados ao enfrentamento da pandemia do coronavírus. Todos os decretos podem ser encontrados no site do Governo do RN –http://www.rn.gov.br/Conteudo.asp?TRAN=ITEM&TARG=227627&ACT=&PAGE=&PARM=&LBL=Reportagens

Opinião dos leitores

  1. Imagine 600 pessoas – vacinadas – reunidas e entra uma pessoa sem vacina. Qual o risco para os vacinados?? Com essa medida o governar declara NÃO ACREDITAR QUE VACINA FUNCIONE

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Bolsonaro diz que vetará quarentena eleitoral para militares e juízes caso ela seja aprovada pelo Congresso


Foto: reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou hoje que vai vetar a quarentena eleitoral para juízes e policiais militares, caso ela seja aprovada pelo Congresso. Para Bolsonaro, a medida quer “alijar os militares de maneira geral da política”.

“Um absurdo, espero que o Senado não aprove isso daí. Se o cara sai da cadeia, pode ser candidato à Presidência da República, e você, militar da ativa, não pode ser candidato a vereador. Se passar no Senado, e acho que não passa, obviamente, a gente veta”, disse ele durante a live semanal.

Ontem, a Câmara recolocou no projeto da reforma eleitoral a emenda que prevê que juízes, membros do Ministério Público, policiais federais, rodoviários federais, policiais civis, guardas municipais, militares e policiais militares tenham que ficar quatro anos longe do cargo antes de concorrerem às eleições. A medida ainda será analisada pelos senadores.

Caso a quarentena eleitoral já estivesse em vigor em 2018, mais de 70 deputados federais e estaduais que foram eleitos com alguma patente militar seriam barrados. O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) também não poderia concorrer.

UOL

Opinião dos leitores

  1. Realmente, se um incapaz, incompetente como esse Bozó, se diz “presidente”(com o minúsculo), porque pessoas competente não podem ?
    Está certo, qualquer um menos esse que está aí.

  2. O Ministro Queiroga fez claramente uma escolha no dia de hoje: adesão ao destrambelhado discurso antivacina ou seu cargo. Outros já tiveram na mesma situação e tiveram honra. Que seres humanos, que país, que lástima.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

FOTOS: Operação integrada das polícias Civil e Militar recupera material roubado de parque eólico no interior do RN

Fotos: divulgação

Uma ação integrada envolvendo as polícias Civil e Militar conseguiu localizar e recuperar, na noite desta quinta-feira (16), parte do material roubado de um parque eólico localizado na zona rural de Jandaíra. O crime aconteceu na madrugada da terça-feira (14), quando seguranças da empresa foram rendidos e o material levado em um caminhão.

Entre o material recuperado, que foi encontrado em meio a uma região de mata, próximo de uma estrada que liga Jandaíra ao município de Pedra Preta, estão bobinas de cobre, pneus e equipamentos de comunicação.

As diligências em busca dos criminosos e o material roubado vêm sendo realizadas desde o momento em que a polícia tomou conhecimento do crime.

A operação teve a participação do GTO da cidade de Macau, além dos efetivos de Radiopatrulha de Guamaré e Jandaíra. As polícias Civil e Militar seguem em busca dos criminosos.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Cirurgias estão suspensas há uma semana no Hospital Universitário Onofre Lopes por falta de luvas

Foto: Ascom/HUOL

Há uma semana, o Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL) está com procedimentos cirúrgicos suspensos por falta de luvas cirúrgicas. A unidade tem contrato de prestação de serviço com o governo do estado para a realização de cirurgias pela rede pública de saúde.

A falta do material aconteceu por causa do preço do insumo, que aumentou durante a pandemia, e da paralisação dos caminhoneiros em algumas regiões do país na última semana, segundo a administração da unidade hospitalar.

Segundo o Hospital Universitário, 600 luvas cirúrgicas e 8 mil luvas de procedimentos são utilizadas por dia na unidade.

O HUOL informou em nota que as cirurgias devem ser retormadas na próxima segunda-feira (20). O hospital conseguiu um empréstimo de 8 mil luvas com o Hospital Universitário de Santa Cruz e negocia com a UFRN e com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap) um empréstimo que supra as necessidades da unidade hospitalar pelo período de um mês.

Com informações de G1-RN

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Dra. Giovana Maia ressalta a importância da pediatria no desenvolvimento e crescimento saudável da criança

Através da imagem de Dra. Giovana Maia, médica pediatra há quase 20 anos, a Clínica Mimar vem a público ressaltar a importância dessa especialidade.

Você sabia que para garantir o desenvolvimento e crescimento saudável da criança, é necessário o acompanhamento de um pediatra?

Cada fase da infância revela desafios e mudanças, sejam nas preferências, nos comportamentos, alimentação e interesses individuais. Com tantas alterações, com o acompanhamento de um especialista, é possível avaliar e diagnosticar precocemente situações patológicas, bem como orientar os tratamentos da melhor maneira possível, quando necessário.

Por estarmos falando de crianças que estão criando imunidade e desbravando o mundo, além de contar com a atuação de um profissional de confiança, é muito importante a família primar por um ambiente seguro e acolhedor para os momentos das consultas.

Com a doutrina de cuidar do maior número de famílias possíveis, a Clínica Mimar conta com excelente localização, atendimento com hora marcada, estacionamento amplo e gratuito, sala de amamentação, sala de vacinas, fraldário, espaço kids, estrutura com acessibilidade e um espaço tranquilo, obedecendo os requisitos de segurança da Organização Mundial de Saúde.

Para maiores informações, entre em contato através do telefone: (84) 3345 – 0824 (Fixo e WhatsApp)

𝐂𝐋𝐈́𝐍𝐈𝐂𝐀 𝐌𝐈𝐌𝐀𝐑 – A saúde da sua família em primeiro lugar!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Senadores acionam STF para exigir que Alcolumbre marque sabatina de André Mendonça

Foto: Marcos Correa/Palácio do Planalto

Os senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Jorge Kajuru (Podemos-GO) protocolaram, nesta quinta-feira (16), um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF), contra o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que segundo os senadores, se recusa a marcar a sabatina de André Mendonça.

Mendonça, que é ex-ministro da Justiça e ex-advogado geral da União, foi o indicado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para ocupar o lugar do ex-ministro Marco Aurélio Mello no STF.

Segundo Kajuru e Vieira, “não existe motivo republicano para esta conduta”. Ainda dizem que, pelo Supremo estar com um ministro a menos desde 12 de julho (data da saída de Marco Aurélio), abre espaço para empate em votações.

“A inércia do Sr. Davi Alcolumbre caracteriza-se como flagrante e indevida interferência no sadio equilíbrio entre os Poderes, na medida em que inviabiliza a concreta produção de efeitos que deve emanar do livre exercício de atribuição típica do Presidente da República”, diz a ação protocolada pelos senadores.

A Comissão recebeu a indicação de Mendonça em 19 de agosto, e desde então, não marcou data para sua sabatina.

O indicado para vaga no STF obrigatoriamente precisa passar pela CCJ e, se for considerado apto pelos senadores, seu nome vai para votação no plenário.

Para ser aprovado, é necessário ter apoio da maioria absoluta da casa, com ao menos 41 votos favoráveis.

O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirmou na manhã desta quinta-feira, que irá conversar com Alcolumbre para que a sabatina seja marcada.

“Conversarei com o presidente Davi Alcolumbre, respeitando a autoridade dele como presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), mas sempre faremos a ponderação para o caminho do consenso para resolver essa questão”, explicou Pacheco.

CNN Brasil com Agência Senado

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

“Não há necessidade do horário de verão em 2021”, diz ministro de Minas e Energia após estudos feitos pela pasta


Foto: ADRIANO MACHADO/REUTERS – 11.08.2021

Estudos feitos pelo Ministério de Minas e Energia apontam que “não há necessidade do retorno do horário de verão em 2021”. A informação é do próprio ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

Há pouco, antes de embarcar para a 65ª Conferência-Geral da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), em Viena, Albuquerque disse que, do ponto de vista de economia de energia, não faz sentido a volta do horário de verão agora.

Em 2019, com base nos estudos apontados pelo Ministério, o presidente não publicou o decreto com o horário especial, o que se repetiu em 2020.

Ainda de acordo com o ministro, a não edição não significa que o presidente Bolsonaro seja contra a adoção da medida. “É uma questão de economia energética mesmo”, continuou o ministro, alegando que cabe ao presidente editar o decreto ou não.

Em Viena, Bento Albuquerque terá reuniões com ministros de outros países para tratar de “oportunidades de investimentos no setor nuclear do Brasil”. O encontro acontece entre os dias 18 e 22 deste mês.

O horário de verão acabou no país em abril de 2019 por opção de Bolsonaro. “Lá atrás alguns parlamentares me procuraram para pôr um fim no horário de verão. Eu também queria, confesso. Então pedi um estudo para o ministro Bento Albuquerque [Minas Energia] e chegamos à conclusão de que não economizava energia como se falava. E a maioria da população era favorável ao término. Se mudarem de posição, eu sigo o que quiserem, sou um democrata”, argumentou em entrevista a rádios no último mês de agosto.

Bolsonaro disse ainda que o governo entende que, para determinados setores, o faturamento melhora com o aumento da luminosidade em algumas regiões e a extensão do período de consumo. “Sabemos que as pessoas ficam mais tempo no comércio, e nós do governo pesamos isso, mas no momento não vejo clima para essa mudança. Mas se o povo quiser, eu faço isso aqui”, complementou.

R7

Opinião dos leitores

  1. Que governo incompetente, o Brasil realmente não merecia isso, pior governo de todos os tempos.

  2. Precisa não ministro. Qualquer coisa pra compensar a escassez de água água geração de energia nas hidroelétricas, basta criar uma bandeira três né?! A dois ja estamos pagando … Então pra que horário de verão se tem otarios pra pagar a conta não eh mesmo?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

COVID: Brasil registra 643 óbitos e 34 mil novos casos nas últimas 24h

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta quinta-feira (16):

– O país registrou 643 óbitos nas últimas 24h, totalizando 589.240 mortes;

– Foram 34.407 novos casos de coronavírus registrados, no total 21.069.017.

O Ministério da Saúde calcula que 20.173.064 pessoas já se recuperaram da covid-19.

A média móvel de casos, que estava em queda nas últimas semanas, voltou a subir, ficando em 15.731 nesta quinta-feira (16). A média móvel de mortes ficou em 581, número ligeiramente abaixo do registrado na quarta-feira (15), de 597.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *