O SANGÉ das quadrilhas no RN

O BlogdoBG noticiou dia 24 de maio que o Governo iria ajudar as quadrilhas juninas de Mossoró e as de Natal não. O Blog tinha apanhado essa informação no próprio site da Liga Independente de Quadrilhas Juninas do Rio Grande do Norte num artigo escrito pelo seu presidente, Humberto Floriano. A resposta da Secretaria Extraordinária de Cultura do RN foi rápida. Por email, informou que a informação do presidente da Liga não procedia e que, devido às dificuldades que o Governo tem passado, nenhuma quadrilha junina do RN receberia ajuda.

Informou, ainda, que, mesmo sendo uma pessoa dedicada e com muitos serviços prestados a cultura, a governadora Rosalba Ciarlini havia decidido tomar essa atitude por contenção de gastos e ajustes na maquina governamental.  Ainda no mesmo dia me ligou a secretária de Cultura, professora Isaura Rosado, pessoa do meu bem querer e pela qual tenho muito respeito, confirmando que realmente a situação era difícil e que nenhuma quadrilha receberia ajuda financeira, uma vez que a situação financeira do governo era crítica  e que ela, Isaura, tinha avisado o presidente da Liga sobre isso. Agradeci a atenção da professora, fiz o devido esclarecimento no blog no dia 26 de maio. Quando foi ontem, 30, me surpreendo com o edital do governo informando que, devido aos pedidos significativos, decidiu ajudar as quadrilhas do RN com a verba de R$ 500.000,00(Quinhentos Mil Reais).  Beleza, acho lindas as quadrilhas juninas, inclusive todo ano acompanhava o trabalho de Marilene Dantas e Graça Motta quando Wilma era prefeita e investiu para valer nas quadrilhas. É bonito demais, gente, ver festival e apresentação de quadrilhas. Mas o que me pergunto é que planejamento é esse do governo que em cinco dias muda três vezes o caminho num único assunto. O que me pergunto, sem demagogia, é se os pedidos dos professores e dos policiais também não são significativos. Se os pedidos dos servidores da Emater e dos próprios funcionários da Fundação José Augusto, vinculada a Secretaria de Cultura não são significativos. Que danado de planejamento tão volúvel é esse do Governo de Estado?

Segue releese do Governo:

A Governadora Rosalba Ciarlini, através da Secretaria Extraordinária de Cultura do RN e Fundação José Augusto, vai disponibilizar para todo o Estado a quantia de R$ 500 mil, para apoiar os festejos e grupos juninos que se apresentam nessa época do ano. Diante dos diversos pleitos que foram levados tanto à secretária Extraordinária de Cultura, Isaura Rosado, quanto ao Gabinete Civil, a chefe do Executivo Estadual não podia ficar insensível à causa. As dificuldades financeiras porque passam o Estado, no entendimento dela, não são mais importantes que a consolidação de uma política cultural que mantém e valoriza as já tradicionais manifestações juninas do RN. Os interessados devem procurar mais informações no site, a partir de amanhã no: www.cultura.rn.gov.br/servicos/editais.

O apoio financeiro será através de abertura de um Edital, nessa terça-feira, 31 de maio, que contemplará, no geral, 146 propostas; divididas da seguinte forma: 30 festivais ou arraias juninos, serão selecionados e receberão R$ 5 mil, cada; e 116 grupos juninos (quadrilhas) receberão a quantia de R$ 3 mil, cada. A seleção contemplará 50% de grupos oriundos da Região Metropolitana de Natal e 50% de grupos dos outros municípios do Estado. “Essa foi a forma mais justa e democrática que encontramos para contemplar o maior número de festivais e grupos juninos que se apresentem no Estado”, disse Isaura Rosado, lembrando que os interessados devem correr com as propostas de trabalho até o próximo dia 9 de junho e esperar o resultado do processo seletivo que sairá no dia 13 de junho.

“Mesmo com as dificuldades financeiras, a governadora não poderia deixar de atender ao pleito das Quadrilhas e Arraias. O Governo do Estado entende que premiar, divulgar e fortalecer o círculo junino, é uma forma de enaltecer a cultura popular e reforçar uma das nossas mais tradicionais e significativas festas do calendário sacro e profano no Estado”, afirmou a secretária Extraordinária de Cultura do RN.

Mais informações: 3232 5321