Sesap contrata Cooperativa Médica para fechar escalas de cirurgiões do Deoclécio Marques

A Secretaria de Estado de Saúde Publica (Sesap) assinou, nessa segunda-feira (14), contrato com a Cooperativa Médica para fechar, este mês, a escala de plantão dos médicos cirurgiões do Hospital Deoclécio Marques, em Parnamirim. Iniciando às 19h desta terça-feira até o dia 31, o contrato vai garantir a continuidade do atendimento de cirurgias que, a partir de amanhã, estaria ameaçada devido à equipe de médicos do próprio hospital ter atingido o limite de plantões.

Os termos contratuais firmados com a Cooperativa Médica garantem a permanência de cirurgiões em 80 plantões de 12h pelo valor individual de R$ 1.940, totalizando R$ 160 mil. Atualmente, o atendimento normal na porta de entrada conta com três médicos cirurgiões. A diretora administrativa do hospital, Adriana Pontes, reforça que a contratação da Cooperativa Médica foi necessária porque os médicos do hospital ficaram sobrecarregados, devido ao pedido de exoneração de quatro médicos cirurgiões, após a implantação do ponto eletrônico.

A diretora lembrou ainda que o Hospital Deoclécio Marques, de nível e complexidade terciário, vem tendo seu perfil de atuação prejudicado sendo, muitas vezes, utilizado como um ambulatório, responsabilidade esta que recai sobre os municípios que, por insuficiência na prestação dos seus serviços, encaminham pacientes de forma indevida à Unidade. Desde o dia 21 de setembro, o Governo do Estado publicou no Diário Oficial do Estado (D.O.E), a nomeação de 04 médicos cirurgiões que, após efetivados, serão direcionados para complementação das escalas do Deoclécio Marques.